Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Cult of Justice #11 – What means to be the best?

Ora cá estamos novamente para mais uma edição deste espaço semanal, que tem unicamente como objetivo a palavra “justiça”. Isto numa óptica bastante relativa, obviamente.

Hoje e ao contrário do que se vem sucedendo com o desenrolar das crónicas anteriores, irei abordar, não um tema que tem marcado a atualidade na WWE, mas sim o oposto. Ou seja algo que não tem acontecido na WWE. E que infelizmente, pelo menos a mim e acredito que também á grande maioria de quem lê esta crónica, faz bastante falta.

Por falar em atualidade, a crónica passada reflecte exatamente aquilo que aconteceu na última Raw. Até por esse facto o grande assunto da semana, já teria sido desenvolvido num espaço temporal bastante recente. Falo dos The Shield obviamente. Mas sobre isto já me prenunciei na semana passada.

É certo que ponderei bastante na escolha do tema para esta semana. E poderia realçar diversos acontecimentos que têm passado no panorama atual. Mas, tal como já disse, desta vez decidi ir pelo caminho oposto. Simplesmente porque o que tem acontecido, não apaga, nem de perto nem de longe, o que não tem acontecido. Ou digamos, a falta de acontecimento devido á sua ausência. Já adivinharam certamente de quem falo. Sim, esse mesmo. CM Punk.

Gostaria, antes de avançar com esta ausência atual, de recuar um pouco no espaço temporal. Depois da Elimination Chamber, todos nós fazíamos a mesma pergunta. Será que o que expectamos irá ser mesmo realizado? Será que iremos ver CM Punk a lutar no maior palco do mundo contra Undertaker?

Não é segredo para ninguém a minha opinião. No mínimo do respeito pelo profissional que Punk é, este deveria ser incrementado na luta pelo título da WWE na Wrestlemania. E assim afirmo nas entrelinhas, que CM Punk deveria ter sido um dos grandes main eventers da Wrestlemania.

Porque? Primeiro porque carregou o título da WWE às costas durante 434 dias. Depois, porque durante esse tempo todo, tudo o que este fazia era passível e sinonimo da palavra “qualidade”. E não, não estou a exagerar. Punk, com todo o seu talento conseguiu elevar o título da WWE, para níveis até então nunca vistos.

Assim, estando presente na Wrestlemania 28 como cabeça de cartaz de segunda linha a par de Crhis Jericho, este, após um ano de enorme sucesso, deveria ter sido o grande main eventer. Não digo que tivesse entrado com o título da WWE na Wrestlemania, mas poderia certamente ter lutado por ele. Não tenho duvidas nenhumas que seria muito mais interessante do que ver um Rock vs Cena.

Já viram? É tão fácil criticar Rock e Cena pelo trabalho que fazem em conjunto. E para tal basta evocar um único nome. CM Punk. Sim mais uma vez, sem ódios á mistura, sem rancores agravados por uma espiral negativa que atinge o melhor do mundo. Não será de estranhar?

Sempre que chega o grande momento em que Punk poderia ser o grande cabeça de cartaz na Wrestlemania, este não o consegue ser. Ou pelo menos, não o deixam ser.

Não quero dizer com isto, que não consiga apreciar o trabalho de Cena e Rock, pois não posso negar a existência de persistência e de querer de ambos, em presenciar o público com um combate digno de Wrestlemania.

Mas se um campeão, que tem o maior reinado de uma era moderna e o sexto maior reinado de sempre, com 95% dos combates a roçar a perfeição, independentemente do seu oponente, e com um forte apoio do público (não interessa se assobiam, ou aplaudem. Ou Amam ou odeiam. Ninguém fica indiferente), não consegue ser a maior cabeça de cartaz da Wrestlemania, então quando é que tal irá acontecer?

Não queria ser pessimista, mas temo que o próprio Punk se canse do que o rodeia. E o que a WWE faz, para aparentemente tentar convencer um lutador a se entregar a 100%? Mentir. Ou omitir, depende do ponto de vista. No meu ver, qualquer um dos lados, é completamente infeliz por parte direcção da WWE.

Sim, concordo com quem diz que a história da Wrestlemania entre Punk e Undertaker, roçou um pouco o campo da ficção. Sim, acho que é impossível não concordar com isso. Mas também em 4 semana, depois de uma ano de ausência de taker, o que mais se poderia fazer?

Não se pode comparar os combates entre Michaels e Triple H com Undertaker nas quatro Wrestlemanias anteriores, com o combate de Punk este ano. Triple H e Shaw Michaels, ao contrário de Punk, tinham uma história de longos anos construída com a presença de Undertaker, quer inderta ou diretamente.

A partir deste ponto, Undertaker poderia abandonar ao longo de uma ano, que quando voltasse, teria e haveria manobra suficiente para se construir uma história que conseguisse roçar o campo do verídico. E isso com Punk, não acontecia. Sim, eles defrontaram-se no passado, mas foi relevante? Não o suficiente para Undertaker vir desafiar Punk.

Tal como Undertaker, mas de uma forma mais full time, CM Punk viu as suas histórias serem contadas de uma forma nada fictícia, sempre com algo que transparecesse “verdade” aos olhos do universo WWE. E consigo pegar em dois grande pontos como exemplo. A rivalidade com John Cena no Money In The Bank de 2011 e a rivalidade com Jericho em 2012 para a Wrestlemania 28 e Extreme Rules.

Sendo assim e estando estes dois interveniente resignados a construir uma história pouco verdadeira, ainda era bom sonhar com um combate entre estes dois? Apesar destas mesmas circunstâncias?

Não posso afirmar que tenha sido mau, longe disso, pois apesar de tudo este conseguiu ser o grande combate da noite. Mas alguém tinha duvidas? Sobre os atributos dentro do ringue, já era expectável que a qualidade apresentada fosse bastante elevada, e neste campo a ligação entre a história contada para este combate foi perfeitamente executada. Mas tal como já disse, sem surpresas.

Mas agora pergunto. Qual o interesse em transmitir a Punk, que este poderia vencer Undertaker na Wrestlemania? Se tudo se podia passar, então porque é que o combate acabou tipicamente com um Face a derrotar um Heel?

Permitem que eu levante outra questão. Será que a WWE estaria desconfiada de que Punk não se iria entregar á história a 100%, sabendo que iria perder para Undertaker?

Não queria adiantar muito mais neste campo, mas se isto aconteceu, e acredito que pela cabeça de CM Punk passou o mesmo, a julgar pela sua discussão dentro da WWE com o patrão, então deixem-me dizer que a WWE cometeu um dos maiores erros da sua existência.

CM Punk, não merecia isto, não merecia ser tratado assim e neste caso consigo perceber bem, a sua atitude em querer bater com a porta, se assim se pode dizer. Mas não nos alonguemos muito mais neste ponto, pois acredito que tudo já se encontra sanado, para bem da WWE e para bem de nós, o dito Universo WWE.

Podemos extrair a seguinte conclusão. Este combate com Undertaker, foi um presente envenenado para Punk. Afinal de contas, apesar de o combate ter sido excepcional, não foi o mais duro para Undertaker, e nem mesmo ele, fez nada para tentar disfarçar tal situação.

Sim, fiquei contente com o combate. Mas não mais que isso. Não foi o combate em que a Streak esteve mais próxima de ser quebrada, nem o combate em que CM Punk, poderia definir um grande momento para a sua carreira. Foi um grande combate. Ponto final. Tudo o resto foi superficial, com o pretexto de ter alguém suficientemente credível para enfrentar Undertaker. Venda de DVD´s assegurada. WWE satisfeita. Questão arrumada.

E agora o que se seguia para CM Punk? Já disse a semana passada, que fiquei extremamente satisfeito com o papel de Undertaker, na história que envolveu os The Shield. E então para CM Punk?

Deixem-me explicar que no meu ponto de vista este abandono temporal, apesar de forçado devido a lesões, apresenta duas vertentes totalmente opostas.

Primeiro, destacar o ponto mais desfavorável. Não é novidade para ninguém, que após a Wrestlemania, a WWE apresenta bastantes dificuldades, para manter a situação do produto a um nível tão elevado, como se encontrava anteriormente. Porém, neste caso, o nível exibido na estrada que nos guiava para a Wrestlemania, não foi assim tão elevado.

Sinceramente, este pós-wrestlemania, também não me está a convencer nem a empolgar de uma forma satisfatória. Porque? Simplesmente, porque se algo no maior período do ano, não consegue corresponder às minhas expectativas, então no período de menor relevo, essas percepções das expectativas conseguem baixar ainda mais.

E sendo assim, sinto a falta de CM Punk. Não á como fugir a tal situação. Punk marcou o Wrestling na era moderna, e qualquer que seja a sua ausência, a sua falta de comparência é notada. E sim, acho que já perceberam.

Punk, poderia trazer mais uma vez, a dita “qualidade” ao produto. Tal como já disseram “tudo em que toca transforma-se em ouro”. Não posso deixar de concordar com isto. E certamente que seria uma mais-valia, para agarrar o tão controverso universo WWE.

Mas a que custo é que isto iria acontecer? Certamente que Punk iria cumprir bem o seu papel, mas o que mais faria sentido, após este destaque todo que ele tem sido alvo algo destes anos? Qual seria o próximo passo de Punk na WWE?

Sinceramente, neste aspeto até penso que estas lesões, surgiram na melhor altura, partindo do último ponto de vista que mencionei. Não tenho duvidas nenhumas, que a motivação de Punk, após estas histórias envolvendo o título da WWE e Undertaker, não iria ser a mesma.

E no meu ponto de vista, é sempre bem melhor ter alguém que esteja focado a 100% no trabalho em que esteja inserido. E neste caso, o mundo do Wrestling não se apresenta como excepção.

Percebo, o porquê de Vince ter tentado a todo custo, convencer Punk a continuar a lutar na WWE, até pelo primeiro ponto que mencionei, mas sinceramente, apesar de sentir falta da voz das vozes, acho que esta pausa lhe fará muito bem. Não só irá servir para este recarregar as baterias, mas também para voltar a dar aos fãs, todos aqueles momentos que ele nos tem habituado ao longo dos últimos anos.

O futuro de Punk, parece ainda uma incógnita com um ponto de interrogação bastante grande. Muito sinceramente, não consigo descobrir qual o caminho que ele poderá vir a seguir quando voltar.

Ora bem, uma primeira hipótese, seria o seu face turn. Mas de todo, não me parece viável e vou explicar porque. Primeiro, porque a sua ausência aparentemente será curta. Fala-se que ele no final do mês de Maio estará de volta. Ora, na cabeça dos fãs, aqueles que o apupam verdadeiramente, o trabalho de mauzão de Punk, ainda não foi esquecido. Logo virar para babyface, neste momento, seria um erro.

A juntar a isto, o excesso de babyfaces atualmente existentes, inviabiliza tal hipótese. Punk é excelente como face, mas apresenta uma qualidade estrátosférica quando se apresenta como Heel. E a capacidade de o substituir é bastante reduzida.

Talvez Orton se apresente a um nível semelhante, mas ele sozinho não iria conseguir comandar o conjunto de Heel´s da WWE. Assim, Orton e Punk, contrastariam com Cena e Sheamus (apesar de achar este ultimo melhor como heel, porém no caso de Sheamus a diferença não será assim tão grande).

Sendo assim o seu Face turn ao ser inviabilizado, não vejo o que mais se poderá seguir para Punk. John Cena não deverá perder o título da WWE antes do final do Verão. Logo não acredito que, Punk venha já a interferir nesta luta. Se acontecer, e acredito que vá acontecer, John Cena irá perder o título para Punk já depois do verão. Talvez na Survivor Series, ou num outro PPV seguinte, dependendo do rumo que Punk tomar.

E neste rumo incluo, a mala Money in the bank. Sim, eu sei que esta mala deve apresentar como objetivo elevar talentos. Mas tal como se viu no PPV do ano passado, a mala do titulo principal, foi ganha por um Wrestler que não a precisava. Neste campo, acredito que a WWE possa abrir novamente o precedente e faça Punk vencer pela terceira vez este contrato.

Seria histórico, pois seria o homem com mais malas ganhas em todos os anos de existência da WWE, quebrando assim mais um recorde. E até por isso, este caminho apresenta escrito, o nome de Punk na placa de direcção. Poderei estar enganado, mas a imprevisibilidade da WWE ultimamente não tem andado muito apurada, infelizmente.

Isto tudo se o regresso de Punk acontecer, em fins de Maio, inícios de Junho, tal como se tem vindo a anunciar. Caso não se verifique, o rumo escolhido para Punk poderá ser completamente distinto. Mas acho que tal não deverá acontecer.

Neste momento as perguntas sobre Punk, apresentam-se em maior numero do que as possíveis respostas aquando se fala sobre o seu futuro. Sinceramente, não estou preocupado com o que se possa vir a suceder com este. Pois, não tenho dúvidas, que quando Punk regressar, o que vier a fazer será certamente a roçar a perfeição. Espero que a WWE não tome mais decisões ridículas, que englobem Punk. Este não merece, e se a corda estica em demasia, poderemos perder este enorme talento. Não só o Universo WWE, como as vantagens que a própria WWE consegue adquirir em função deste.

Entretanto, vou aguardar pacientemente o seu regresso á ribalta.

Por hoje termino, voltarei para a semana com um novo artigo, englobando um novo tema. Boa Semana a todos e boa Raw :)

Sobre o Autor

4 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 4 anos

    Gosto bastante dos teus artigos Luis.

    Sem dúvida que a ausência de CM Punk é bem notada, pelo menos a meu ver.

    Quando ele regressar, espero que tenham alguma coisa em grande para ele e que não demore muito até ele ter o título da WWE outra vez nas mãos. Não digo que seja necessário dar outra vez a mala ao Punk, no entanto, a verdade é que, tal como disseste, quebraria mais um recorde e isso seria muito bom para ele. Por outro lado, sou apoiante da ideia do Dean Ambrose ganhar a mala da Raw este ano (A mim pareceu-me no fim desta SmackDown, que quem iria disputar os títulos de tag-team seriam o Rollins e o Ambrose, mas veremos…).

    Relativamente ao face-turn, concordo contigo. Gosto dele como face, mas como heel ele é ouro, e agora não seria nada boa ideia se tal face-turn acontecesse.

    Continua o bom trabalho ;)

    • Luis Laranjeira - há 4 anos

      Muito Obrigado Micael

      Sim, não é necessário ele ganhar, mas tal como no ano passado com Cena, este ano com Punk, pode acontecer a mesma coisa.
      Quanto aos the Shield, vamos esperar e ver no que vai dar. Sinceramente, ainda mantenho a aposta da semana passada :)

  2. Evandro Monari - há 4 anos

    Great artigo, CM Punk ta fazendo muita falta sim. Também acho que serie uma boa dar o recorde de 3 vitorias de Money in the Bank match para ele, mas a grande forma de retribuir tudo o que ele vem fazendo pela WWE com certeza seria colocar ele no Main Event da Wrestlemania XXX .

    • Luis Laranjeira - há 4 anos

      Muito obrigado :)

      Sim, ele merece o main event. E se não for na WM 30, então não sei quando será muito sinceramente.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador