Cult of Justice #8 – Stealing the Show… on Monday

Bem-vindo a mais uma edição da vossa crónica de segunda-feira, cult of justice. E deixem-me partilhar a minha felicidade convosco, pois finalmente e após um numero infindável de semanas, irei abordar um assunto que já o tencionava fazer á bastante tempo. Sim, já adivinharam. Falo de Dolph Ziggler como campeão mundial. Mas não só isto será tema de análise. Abordarei também os pontos positivos e negativos da Wrestlemania. Isto do meu ponto de vista obviamente.

Alguém aqui ficou completamente satisfeito com a Wrestlemania? Pois, era o que me parecia. E então com a Monday Night Raw, após essa mesma Wrestlemania? Parece que estamos perante uma unanimidade, na qual eu também me insiro.

Porém deixem-me falar um pouco da Wrestlemania passada. Terá sido tão má como a maioria das pessoas pintam? Eu aqui discordo um pouco com a maioria das opiniões. É certo que estivemos perante, uma das piores Wrestlemanias dos últimos anos, mas houve aspetos positivos que gostaria de destacar.

Primeiro de salientar que tivemos um combate brilhante entre Punk e Undertaker. Tal como tinha dito anteriormente, as minhas expectativas para este combate não estavam muito elevadas, apesar de ser o combate que eu mais aguardava. E isto acontecia por dois grandes motivos. Á possível falta de empenho dos dois lutadores na história, bem como as interrogações impostas às condições físicas de Undertaker.

O que é certo é que no final, tivemos mais um hino á modalidade. Um combate fabuloso que permitiu provar, mais uma vez, que estamos perante dois dos melhores lutadores da história deste desporto. Se não mesmo, os dois melhores. Conseguiram prender a minha atenção durante todo o combate, e isto não aconteceu devido á incerteza sobre o resultado final, mas sim sobre a história que ambos nos contavam a cada manobra executada. Deixem-me dizer-vos que aquela manobra old school de Punk sobre Undertaker, foi completamente deliciosa.

Outro ponto que gostaria de destacar, foi o combate que envolveu os The Shield. Mais uma vez, estes mostraram que são uma enorme stable dentro da WWE. Apesar de ter sido um combate inferior ao do TLC e da Elimination Chamber, este foi um combate a roçar a perfeição realizado por parte destes senhores. Ninguém duvide que eles são o futuro da companhia. Onde, no meu ponto de vista, o próximo passo só poderá passar pela busca de títulos. E falo dos títulos de Tag team, uma vez que os outros são, neste momento, inalcançáveis. Quanto á big team (Sheamus, Orton e Big Show), aconteceu exatamente aquilo que esperava. Quanto a Randy Orton, parece-me que ainda vai ter que esperar mais uns bons meses pelo seu Heel turn. Mas posso estar enganado.

Por fim gostaria de destacar a estreia de fandango. Verifiquei que esta ultima semana, muita critica choveu para Fandango. Principalmente devido ao bocth que este realizou no segmento final do combate. Para mim, fandango correspondeu às expectativas demonstradas sobre ele, que eram baixas diga-se.

Foi um combate, conduzido quase na sua totalidade por Jericho onde até por isso este nunca poderia ser mau. Considero um combate razoável, nada com uma dimensão de Wrestlemania, mas que em nada comprometeu o futuro de Fandango na WWE. Fiquei relativamente satisfeito com o seu carão de visita, agora é esperar para ver se se consegue manter ao nível exigido. Quanto a Jericho, mais uma vez brilhante na tarefa de elevar jovens talentos.

Um outro ponto que gostaria de destacar, não por ter sido bom, mas por ter sido o momento gelado da noite, foi o combate entre Lesnar e Triple H. Tal como se esperava, estas estrlas não conseguiram mostrar um bom combate digno de estes dois intervenientes. Foi razoável, mas nada que dignifique a Wrestlemania. Tal como disse na crónica em que abordei estes dois, o jogo de interesses, falou mais alto na realização deste combate.

Não que tivesse sido pior do que o realizado no Summerslam, mas longe de ter sido um combate cinco estrelas. Não conseguiu passar emoção, o que foi bastante (não) audível na plateia presente. Quanto ao joker Shawn Michaels, esta carta não foi jogada de uma forma inteligente. Arrisco a dizer que até foi inútil. Valorizar Lesnar? Mas ele não precisava, uma vez que já tinha partido o seu braço. Algo que a WWE nunca fez por esconder na construção deste segundo combate. Nem Triple H, nem Lesnar beneficiaram com a presença deste. Mas é sempre bom ver o Grande HBK na Wrestlemania.

Por fim as grandes desilusões. Irei ordenar por forma decrescente. Primeiro Cena Vs The Rock. O que mais se pode dizer destes dois? O único aspeto positivo que consigo retirar deste combate, é o facto de ficar provado que estes dois não apresentam nenhuma química em ringue. Ao contrário do que se sucede quando Punk tem a oportunidade de trabalhar com estas estrelas. Assim esperemos que a WWE tenha ficado com as duvidas dissipadas e não torne a cair no mesmo erro. O que acho difícil. Ao menos que a desforra não aconteça na Wrestlemania 30.

É certo que o combate conseguiu ser um pouco melhor que o do ano transato, e teve alguns bons spots, como a tentativa de John Cena em aplicar o people´s elbow, onde a ligação entre os dois combates ficou bem patente, porém considero o que aconteceu já após o fim do combate, um pouco escusado. Com John Cena a congratular The Rock e vice-versa, numa tentativa de mostrar respeito entre estas duas estrelas. Porém isto não cola, demasiado forçado e acho que ficou bem patente. Não consigo adjetivar muito mais, a não ser que finalmente o título da WWE voltou a full-time á empresa que lhe pertence. Menos mal.

Segunda grande desilusão, o combate entre Del rio e Jack Swagger. Não sei se posso considerar uma surpresa negativa este combate. Sejamos honestos, pouca gente estava interessada em ver se Del Rio retinha o título, ou Jack Swagger conquistava o seu segundo reinado. O grande interesse deste combate residia no possível cah-in por parte de Dolph Ziggler. Mas mesmo tendo em conta este aspeto, nada impedia de Del Rio e Swagger de realizarem um bom combate, pois tinham todas as condições para brilharem.

Tal como disse na crónica “Last opportunity to shine!”, esta poderia ser a ultima oportunidade em que estes dois teriam um papel importante dentro da companhia. Cabia agora a estes saber agarrar a oportunidade. Se no caso de Del Rio, o futuro não se apresenta muito ameaçado, já Swagger, não aparenta possuir um futuro risonho. Mas tal como diz o povo “as ações ficam com quem as pratica” e sendo assim Swagger não se pode lamentar de falta de oportunidades por parte da WWE. Seguramente existe talentos capazes de retribuir a aposta feita por parte da WWE.

No meu ponto de vista a WWE, nesta Wrestlemania, melhorou também em determinados aspetos. De destacar a ausência de segmentos inúteis de bastidores, que unicamente serviam para retirar tempo ao que de facto interessa. O wrestling. Porém, mesmo assim, esta WM não conseguiu ser muito interessante. Sendo a palavra “previsível” o melhor adjectivo para a descrever. Nunca considerando esta palavra como sinonimo de falta de qualidade. Porém, foi um pouco insossa. E disso acho que não existe como fugir a isto.

Resumindo, tivemos nove combates. Em que apenas um deles foi digno de Wrestlemania, um combate excepcional (Punk vs Undertaker).

Como deve ser compreensivo, fiquei bastante desagradado com a situação. Mas mesmo assim, tinha esperanças que a Raw seguinte conseguisse resolver parte desta decepção. No dia de segunda-feira, começaram a chover rumores que The Rock teria abandonado o barco e assim uma possível feud com Lesnar estaria arruinada. Todavia nem foi mau de todo. Pois acho que seria mais uma feud inútil em que estes senhores iriam estar presentes.

Porém sem a presença de estes dois wreslters, o fator surpresa foi completamente anulado em relação ao que se ia suceder no futuro, estando a WWE apenas habilitada a usar o “material” diário e usual.

É certo que a Wrestlemania ocorreu num espaço a céu aberto, porém o publico presente na Raw, foi infinitamente superior, ao público presente na WM. Conseguem imaginar o ruído que se faria sentir, se CM Punk surgisse na Raw? Simplesmente genial aquele publico, finalmente consegui arrepiar-me a ver um show de Wrestling, algo que já não acontecia á algum tempo.

Face á já ditas ausências de Lesnar e The Rock, a WWE teria que ser capaz de se figurar com algo que conseguisse tornar aquele Raw inesquecível. Dois pontos sobravam. A mala de Ziggler e o futuro de John Cena a partir de determinado momento.

Tal como já disse através de entrelinhas, duas das principais desilusões da noite antecedente foram os dois combates pelos títulos principais da WWE. Assim vejo o que se sucedeu na Raw, como um tratamento de choque às reações obtidas sobre a noite anterior.

Antes de acrescentar, quero salientar que muito sinceramente não acredito que, a acontecer o embate entre Lesnar e Rock, as duas situações que se verificaram, cash in de Ziggler e Heel turn de Ryback, nunca teriam acontecido em simultâneo. Simplesmente algo teria que ser feito, então porque não adiantar planos a aplicar num futuro a médio prazo?

Aqui, nestas duas situações, a que considero ter sido antecipada será a de Ryback. Primeiro porque á já algum tempo, no meu ver, a WWE teria planeado fazer Ziggler novo campeão mundial na noite após a Wrestlemania. Por varias razões.

Primeiro porque Ziggler, ao cobrar a mala numa noite qualquer anterior á Wrestlemania, este seria completamente e necessariamente ofuscado por outras estrelas envolventes. Para quê desperdiçar talento assim? O titulo mundial á muito que se encontra descredibilizado e se a WWE optasse por tal, seria mais um passo dado para o velório deste mesmo titulo. Basta lembrar o que aconteceu a Daniel Bryan.

Seguindo este raciocínio, e tendo a WWE tomado uma boa(!) decisão sobre Ziggler, esta decide com que este faça o cah in, na noite após o maior palco do mundo. E porque?

Primeiro porque, Del Rio encontrava-se como sendo um campeão, que apesar de estar a cumprir bem o seu papel, no meu ver, ainda tem que trabalhar um pouco as suas atitudes como babyface. Não, que não esteja no caminho certo, mas foi uma decisão precipitada por parte da WWE.

E apesar do seu esforço, não conseguiu apresentar um reinado com muito destaque. No meu segundo ponto, considero a decisão da WWE inteligente na medida em que aproveitou o grande heat vivido na noite após a Wrestlemania. Toda a gente naquela arena queria ver Ziggler como campeão mundial.

Assim, não foi um cash in banal, como Swagger ou The Miz, entre outros já realizaram. É um cash in que se bem aproveitado por parte da WWE pode originar com que o seu heat originário de um Heel verdadeiro, possa ser visto aumentado. Quer queiramos quer não, nem toda a gente que assiste ao produto consegue perceber o aspecto de as pessoas gostarem de Ziggler.

Deixem-me, aqui e agora, pronunciar mais uma vez o meu espanto. A WWE tomou uma decisão acertada sobre Dolph Ziggler. O que já tardava, diga-se de passagem. Não tenho duvidas que Dolph irá agarrar a oportunidade que lhe foi concedida. Aliás, a entrevista que ele deu nos bastidores depois de ter conquistado o título mundial, além de ser parte de uma story line, teve muito o cunho pessoal de Ziggler, e passou, pelo menos para mim, como um desabafo bem verdadeiro.

Bolas, finalmente este senhor está no sítio em que merece! O main event! Isto foi o meu desabafo. Siga..

É certo que os mais críticos irão apontar que este titulo será injusto, uma vez que não apresenta credibilidade em relação às derrotas sofridas constantemente. É certo e não deixo de conseguir perceber este aspeto. Pois considero que a mala em Ziggler não foi nenhum alavanque em relação ao seu aumento de popularidade, ou aumento de degrau dentro da WWE.

A WWE maltratou constantemente a imagem de Ziggler. Ainda na Wrestlemania, tal aconteceu. É certo que era a estreia de Big E, mas vale mais sacrificar um futuro campeão mundial?

O que é certo, e o que eu acho, é que tal argumento ficou completamente esquecido na ultima Raw. Ninguém quer saber se Ziggler perdeu muitos combates no passado. Todo o universo se deixou contagiar pelo ambiente vivido na Raw passada, fazendo com que agora, na maioria dos fãs, este seja um campeão perfeito. E aqui centra-se um outro ponto positivo em relação a este cash in. Não tenho duvidas, que a não ser feito na noite de 8 de Abril, o reinado de Ziggler teria seguramente menos importância.

Além deste cash in, gostaria de destacar ainda a vitória de Wade Barrett sobre Miz na Raw. Que muito sinceramente, penso que tal só aconteceu devido ao ambiente envolvido. E tenho um pressentimento que o resultado final foi alterado a meio do combate. Mas não me quero alongar muito neste ponto. Somente quero que Barrett, consiga voltar a valorizar o título Intercontinental como este merece. Sem filmagens de Hollywood á mistura.

Também salientar, tal como já disse, o possível Heel turn de Ryback. Teoricamente sim, será um Heel turn, na prática não tenho tanta certeza assim, visto que a quantidade de fãs que odeiam Cena é tão extensa, que provavelmente agora, os fãs de Ryback ainda vão aumentar.

Se este for o objetivo, o que desde já duvido, então tiro o chapéu á WWE. Não acho que seja, neste momento, o adversário ideal para Cena, para este defender o titulo da WWE. Afinal, só poderá significar mais uma derrota de Ryback em um PPV. Pois não acredito que Cena perca o seu titulo tão cedo. Talvez um dia mais tarde para Punk. Mas muito mais tarde, não neste momento.

Assim, via com bons olhos uma rivalidade entre Mark Henry e John Cena. Acho que Henry á muito que merece ser campeão mundial. E estando o seu caminho fechado para este titulo, ao menos que possa dar o seu contributo para valorizar o principal titulo da companhia. Pois, para mim, Henry apresenta-se como sendo o segundo Heel mais credível da WWE atualmente. Atrás de CM Punk. Falando só de lutadores a full-time.

Depois de uma Wrestlemania pobre no que diz respeito ao seu conteúdo, a WWE conseguiu apresentar poder de encaixe suficiente, para no dia seguinte nos proporcionar uma Raw sensacional. Não considero ter sido a melhor Raw de sempre mas seguramente não andará muito longe. Pelo menos nos tempos modernos.

Gostava que a WWE olhasse para a Wrestlemania com outros olhos. Estamos a falar do maior palco do mundo que só acontece uma vez por ano. Feuds de relevo devem ser realizadas, e serem capazes de agradar a toda a massa que assiste ao produto e não só á maioria. Sim, porque nós, fãs mais dedicados, somos uma pequena minoria. Porém tal como se viu na Raw passada, minoria essa capaz de ser bem audível e de fazer com que Vince repense a sua estratégia. Enquanto este tratamento sobre a WM continuar, irei aguardar pacientemente pelo Extreme Rules. A “verdadeira” Wrestlemania dos últimos tempos.

Não tenho grandes expetativas em relação ao futuro, pois acho que tudo voltará a normal brevemente. Porém lá no fundo…eu acredito.

Penso que por hoje está tudo dito. Boa Semana a todos e boa Raw : )

Sobre o Autor

8 Comentários

  1. Duarte_WWE - há 4 anos

    Goooooooooooo Ziggleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeer! #Show Off
    Bom artigo # Stealing the show, your girlfriend…. and the world title xD

  2. gonçalo " the best in the world" - há 4 anos

    Excelente artigo!!!!!
    Concordo com quase tudo que tu disseste menos numa parte o combate do ano passado entre o the rock e o cena para mim foi melhor do que o deste ano.
    Tenho pena que tenhas poucos comentários porque eu acho a tua escrita e os teus artigos fantásticos!

    PS: Vou comentar sempre os teus artigos daqui para frente!

    • Luis Laranjeira - há 4 anos

      Muito obrigado gonçalo :)

      Percebo o que dizes. Do meu ponto de vista foi um pouco melhor, principlamente pelos elos de ligação entre os dois combates. A história contada foi melhor neste combate, o que contrasta com a construção de ambos os combates. Ambos os combates estão a um nivel bastante proximo.

      Quanto ao numero de comentário, isso não me preocupa em nada. Só não quero defraldar as expetativas de quem lê a crónica semanalmente :)

      Mais uma vez obrigado. No que for possivel, vou tentar sempre responder :)

  3. Excelente artigo :)

    Fico contente por continuares com a qualidade que sempre tens apresentado já do UW original

    Continua assim!!!!

    • Luis Laranjeira - há 4 anos

      Muito obrigado Nunex :)

      Espero que continues a acompanhar a crónica, como tens vindo a fazer desde o UW. E espero continuar ao mesmo nivel :)

  4. Evandro Monari - há 4 anos

    Muito bom artigo. E porq nao acreditar ?

    • Luis Laranjeira - há 4 anos

      Obrigado :)

      Sim.. acreditar não custa. Porém nesta ultima Raw, as coisas não foram bem decididas, infelizmente. Isto do meu ponto de vista obviamente.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador