Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Cutting Edge #20 – The Apocalypse

Já aqui falei várias vezes do trajeto de Bray Wyatt na WWE. Na última vez que o fiz, admiti o exagero em relação à sua derrota com The Undertaker, à qual reagi com desagradado. Olhando agora para trás, concluo que não fez mal nenhum ao “Eater of Worlds” perder com aquela que parece ser, cada vez mais, a maior lenda da História da WWE.

Quando se diz que não vale a pena Wyatt ser credibilizado nos meses anteriores à WrestleMania para depois perder no grande evento, está-se a analisar a questão pelo prisma errado. Para lutar com Undertaker e John Cena na WrestleMania, é preciso estar credível. É perfeitamente natural um lutador ganhar rivalidades ao longo de vários meses para depois perder um combate importante no maior PPV do ano.

Ainda assim, mantenho que Wyatt devia ter vencido Cena na WrestleMania, perdendo no Extreme Rules no tal Combate de Jaula e no Payback, mas apenas no segundo PPV de forma decisiva. No caso da primeira vitória de Cena, esta podia ter sido obtida através de um fuga da jaula pela parte de cima, enquanto Wyatt saía pela porta mas perdia a “corrida”.

Já o combate com Undertaker não só não prejudicou Wyatt, como foi o resultado correto. Se Undertaker perdesse novamente, a vitória de Lesnar perderia a razão de ser. A “Besta” deve ficar na História como o único a derrotar ‘Taker na WrestleMania, porque caso contrário nem ele, nem o outro lutador que vença o “Deadman” ficaria conhecido como alguém que fez algo único.

Desde abril, o booking de Bray Wyatt tem sido, a meu ver, satisfatório. Podia ter sido melhor? Sem dúvida, mas não há grandes razões de queixa.

Houve quem criticasse o facto de Wyatt ter passado de uma rivalidade com Undertaker para outra com Ryback, tendo em conta a diferença de estatuto entre estes dois. A meu ver, tal não é um problema.

Aliás, é perfeitamente normal um lutador passar por histórias menos importantes, recuperando a sua credibilidade, para depois voltar às rivalidades relevantes. E é aqui que entra a história atual onde a Wyatt Family se encontra.

A vitória de Bray Wyatt sobre Roman Reigns no Battleground foi importante. No SummerSlam, eu esperava uma nova vitória de Wyatt, com um desentendimento entre Reigns e Dean Ambrose. Porém, a WWE optou por dar uma vitória à equipa face, sem que isso prejudicasse os vilões. A principal razão para que tal tenha acontecido foi a estreia de Braun Stowman no dia seguinte.

A História da WWE já nos mostrou inúmeros casos de monstros indestrutíveis que acabaram por se banalizar e, alguns deles, até se tornaram em piadas. Great Khali, Brodus Clay e Tensai são apenas os exemplos mais recentes.

Digo desde já que, por mais que se escreva que Vince McMahon e Triple H gostam muito de Strowman, não lhe auguro um futuro esplendoroso. Sim, nos primeiros tempos vai ser imparável, mas mais tarde ou mais cedo a sua falta de talento em ringue – que me parece ser clara – vai-se notar e a descida no card será inevitável.

Strowman não tem a qualidade em ringue, no microfone e o carisma de um Rusev, por exemplo. Este, por mais parva que seja a história onde está agora inserido, conseguirá manter-se credível por tudo aquilo que já fez, e pela forma como o fez.

Além disso, não é suposto Braun Stowman ser a estrela da Wyatt Family. É uma questão de tempo até o foco voltar a estar em Bray Wyatt, até porque não é fácil este deixar de ser protagonista em todas as histórias em que está envolvido.

Um dos aspetos positivos do curto trajeto de Stowman até agora é o facto de ter banalizado Roman Reigns. Fez deste “um qualquer”. Aos olhos dos fãs que veem Reigns como alguém que nunca perde e que não tem dificuldades no seu rumo, esta é uma lufada de ar fresco.

Stowman humanizou Reigns. Até agora, talvez apenas Brock Lesnar o tenha feito. Essa é uma vitória que ninguém lhe poderá tirar.

Quanto à equipa de heróis, não faço qualquer ideia em relação ao seu parceiro surpresa no Night of Champions.

Depois do que aconteceu na última Raw, Randy Orton deverá estar fora de questão. Já se falava de uma possível ausência e diminuição de horário, por isso o que aconteceu não surpreendeu ninguém. A “Viper” será, muito provavelmente, o próximo rival de Bray Wyatt, quando voltar.

Sendo assim, quem será o membro surpresa da equipa de Roman Reigns e Dean Ambrose?

A opção mais desejada pelos fãs é The Rock. Não acho impossível nem sequer improvável, mas não apostaria nele. Depende da sua agenda e disponibilidade. O facto de este não ser dos principais PPV’s do ano não me faz acreditar menos nesta opção, até porque Sting também estará presente neste Night of Champions – o que ao mesmo tempo pode diminuir as probabilidades de The Rock aparecer, visto que não é usual duas lendas lutarem num PPV secundário – e Brock Lesnar lutou na edição do ano passado.

Quanto à possibilidade Jimmy Uso, seria de muito mau gosto. Os fãs estão à espera de alguém minimamente importante e, como lutador individual, Jimmy nunca foi nada. Aqui sim, acho impossível, mesmo tendo em conta o facto de ser familiar de Roman Reigns.

Existe também a hipótese de ser um lutador vindo do NXT. Tem-se falado com insistência no nome de Baron Corbin, devido a um alegado erro da WWE, que terá colocado a fotografia dele ao lado de Roman Reigns e Dean Ambrose no seu site. Pessoalmente, não acredito que seja ele. Não desgosto da sua personagem e ele faz 31 anos daqui a dois dias (idade já avançada para estar no NXT), mas ainda tem que evoluir e entrar de rompante numa história destas será um passo maior do que a perna.

A ser alguém do NXT, acredito que seja Finn Bálor ou Samoa Joe. O primeiro já devia estar no plantel principal há muito tempo e não está a fazer nada no NXT; o segundo é da família de Reigns e é um nome suficientemente reconhecido para criar impacto. Esta hipótese de ser alguém proveniente do território de desenvolvimento é uma daquelas em que mais acredito.

Ainda assim, a minha aposta vai para alguém que faça parte do plantel atual e que esteja fora do card do PPV. A questão é: quem?

Até à última Raw, eu achava que ia ser Cesaro, até porque a sua rivalidade com Kevin Owens parece ter sido definitivamente encerrada há umas semanas. Porém, o murro que Big Show aplicou no suíço deve ter dado o mote para uma feud entre ambos, em que o objetivo deverá ser credibilizar Cesaro e dar-lhe um grande momento (apesar de ele já ter proporcionado um momento desses na WrestleMania XXX, precisamente com Big Show). Ou então o combate pelo Título Intercontinental será entre Ryback, Big Show, The Miz, Cesaro e Kevin Owens, visto que dessa forma colocar-se-á muita gente no PPV.

O próprio Big Show chegou a estar na minha lista de candidatos, mas essa hipótese parece estar colocada de parte. Quem sobra, então, como hipótese para se juntar a Reigns e Ambrose? Dentro do plantel atual e sem lugar no PPV, vejo apenas um nome que faça sentido: Erick Rowan.

Irá a WWE optar pelo ex-membro da Wyatt Family, usando exatamente esse historial e um possível sentimento de vingança contra Bray Wyatt e Luke Harper por o terem trocado?

Pessoalmente, não me importava nada de ver este cenário, desde que no final Erick Rowan se voltasse a juntar à Wyatt Family. Convenhamos que, individualmente, não terá sucesso nenhum e é apenas como membro deste grupo que poderá deixar a sua marca na empresa.

Desta forma, a própria Wyatt Family sairia reforçada e Bray Wyatt voltaria a provar que é mais inteligente que os outros. A meu ver, tem que ser ele a vencer esta rivalidade e esta é a melhor altura. Até porque este resultado abriria espaço para a tal rivalidade entre Roman Reigns e Dean Ambrose, a menos que a WWE queira alongar isto por mais tempo ou que as constantes referências à “família” não tivesse a intenção que a maioria dos fãs supõe.

Erick Rowan, Samoa Joe, Finn Bálor ou, em última instância, The Rock. Outro nome que não um destes deixar-me-á muito surpreendido. Dependerá, claro, daquilo que a WWE pretender fazer, visto que uma coisa é ter um lutador a marcar presença mas a ir logo embora, outra é ter alguém proveniente do NXT e que vem para ficar e outra é ter alguém que, de certa forma, já fazia parte desta história e lhe poderá acrescentar mais qualquer coisa.

Seja como for, a WWE está a conseguir intrigar os fãs e a deixá-los a comentar. Uma jogada muito inteligente que poderá ajudar a vender o PPV, desde que mantenham o suspense até à última hora sem anunciarem o terceiro membro na próxima Raw e, sobretudo, escolham bem o lutador em questão e não banalizem Braun Stowman.

Da minha parte, estou bastante ansioso por este combate e esta rivalidade, não sendo perfeita nem a melhor do momento, já está a deixar a sua marca no ano de 2015. Esperemos, obviamente, que a marca continue a ser positiva.

Sobre o Autor

- Autor do espaço "Cutting Edge".

36 Comentários

  1. BRRM - há 1 ano

    Muito bom artigo.

    Realmente o booking do Wyatt e do resto da Family, tirando algumas falhas (feud com o Cena e o facto de o Rowan e o Harper não terem sido campeões), não tem sido mau. A derrota para o Taker não foi necessariamente má mas era escusada, aliás tudo o que envolveu o Undertaker após a WM 28 era escusado, mesmo a feud e o combate com o Punk. Mas isso é outro assunto…

    Sobre a storyline atual, concordo com o que dizes sobre o Strowman e com os nomes que citaste como possíveis parceiros do Ambrose e do Reigns. Desses nomes que o que eu acho mais provável é o Rowan mas adorava que fosse o Joe ou o Bálor.

  2. RFBM - há 1 ano

    Bom artigo, Daniel. Depois do combate com Ambrose e Reigns no SummerSlam, não esperava que alguém se junta-se à Wyatt Family e não achava essa a melhor opção para continuar a feud. Continuo a ter a mesma opinião, ainda para mais, vendo a falta de qualidade in-ring do Stowman.

    Eu teria optado por outro caminho, com a continuação a solo da rivalidade entre o Wyatt e o Reigns, ou então, com uma traição do Reigns ao Ambrose. Mas falando do que é importante, continuo a achar que o parceiro do Ambrose e do Reigns será o Cesaro, embora não ache descabido uma rivalidade entre o Suíço e o Big Show, mas acho que essa feud se ficará por um ou dois combate no Raw/SmackDown.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Pois, podem ocupar o Cesaro com o Big Show até ao PPV e ele ser o membro que falta. Bem visto.

  3. torres - há 1 ano

    Bom artigo Daniel…
    Eu penso que isto irá acabar no survivor series com a team wyatt vs team reigns/Ambrose não te parece?

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Acho que seria arrastar demasiado, mas quem sabe? Se forem acrescentando membros ao longo dos meses…

  4. cm bitch - há 1 ano

    eu acho que vai ser um handicap match, do tipo cada possivel parceiro que dean e roman encontram os wyatts dao cabo deles

  5. Dolph Ziggler - há 1 ano

    Ótimo artigo, Daniel.

    Concordo em relação ao Braun Strowman – as falhas deste em ringue vão, inevitavelmente, acabar por ser expostas. É mesmo uma questão de tempo, apesar de até agora, o booking estar a proteger ao máximo as suas debilidades em ringue. Mas lá está, isso não pode acontecer para sempre. Por agora, visto que é uma novidade, resulta. E não surpreende mesmo que este tenha falhas em ringue, visto que teve na sua totalidade 7 combates no NXT, sendo que nenhum deles foi em televisão. Juntando a isso o facto de nunca ter lutado antes de assinar pela companhia, e temos uma ideia.

    Depois no que toca ao terceiro membro da equipa Ambrose/Reigns, não estou à espera de uma grande surpresa (entenda-se, o Rocky ou alguém do NXT). Sinceramente, estou mais inclinado para alguém como o Cesaro. Penso que a WWE irá optar por alguém que seja capaz de meter o Strowman over como monster heel (e tenho quase a certeza que será esse o objetivo e que os Wyatts vão ganhar), espero mais alguém no molde do Cesaro do que realmente alguém do NXT.

    No entanto, se for mesmo um big draw como o The Rock, penso que seja já anunciado na próxima Raw. Tendo em conta que este é um nome que vende bastante, só seria inteligente por parte da companhia em anunciar isso com antecedência.

    Já agora, quanto ao Finn Bálor, não acho que este não esteja lá a fazer nada. Não só é o campeão principal (e ainda um campeão recente, com apenas uma defesa do título), como devido à ausência de várias top-stars, seja por terem súbido ao main-roster ou por lesão, este acaba por ser importante no equilíbrio da brand. Perder assim o Bálor de repente seria uma razia enorme.

    Por fim, acreditas na possibilidade do Daniel Bryan?

  6. Reigns one versus all - há 1 ano

    Bom artigo,Daniel.

    Eu pessoalmente tou a gostar desta feud,acho que está a ser benéfica para ambos os lados.
    A história inicial até ao Battleground foi bom,depois a adição do Harper e do Ambrose e depois o Braw Strowman,que apesar de ter feito o seu impacto,acho que vai acabar por ser uma personagem banal e sem interesse.

    O membro que se vai juntar ao Reigns e ao Ambrose é uma grande incógnita,a minha aposta principal vai para o Erick Rowan,devido ao facto de ele já ter estado na Wyatt family e poderia revoltar-se contra o Wyatt.
    O Baron Corbin seria uma boa opção,mas ainda não esta preparado para subir na minha opinião.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Não me fazia grande comichão se fosse o Corbin, mas não é de todo a minha primeira opção.

  7. Ryback Rules - há 1 ano

    Receio que o Strowman não consiga ter uma carreira a solo digna de um homem daquele tamanho.

  8. RybackChampion2015 - há 1 ano

    Artigo impecável, mas eu queria ver o Rowan ao invés desses ou o Corbin.

  9. Tibraco - há 1 ano

    A hipótese The Rock para mim é inexistente. Uma coisa é ele fazer uma aparição no Rumble com um objectivo muito específico. Outra, muito diferente, é aparecer para combater e não haver a promoção desse mesmo acontecimento. A WWE para o ter no PPV teria que desembolsar uma verba avultada e não teria retorno, em termos de vendas, porque essa aparição não seria divulgada.

    Eu aposto no Rowan, porque é o que faz mais sentido, mas não ficaria surpreendido se fosse um gajo do NXT ou um Cesaro. Quanto ao Orton, tenho a mesma opinião do que tu. Será o próximo rival do Wyatt, talvez até para o Survivor Series.

    Em relação ao booking do Wyatt, finalmente estão a acertar. Não desde abril, na minha opinião, mas sim desde o retorno do Harper. Neste momento, passou das promos inconsequentes para as acções que, essas sim, o tornam verdadeiramente credível como heel. Penso que a continuar assim, e na WWE nunca se sabe, provavelmente em 2016 estará a lutar pelo Título.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Percebo esse argumento em relação ao The Rock, mas nunca se sabe.

      A minha aposta também é o Rowan.

  10. Dan Lannister - há 1 ano

    Ótimo artigo. Concordo contigo em absolutamente tudo, principalmente quando dizes que o resultado entre Undertaker e Bray Wyatt foi acertado, nao faria sentido algum caso o resultado fosse outro. Apenas o fato de enfrentar Undertaker em uma WrestleMania ja credibiliza qualquer gajo, sem falar que uma eventual vitoria do Wyatt tiraria completamente o impacto da vitoria do Lesnar.
    Quanto ao combate de equipas, acho que será o Rowan a se juntar a Reigns e Ambrose, torço para isto.

  11. you cant see me - há 1 ano

    Excelente artigo Daniel. O brawn strowman foi uma novidade no main roster,não estava a espera de ver ele na wwe. Pensava que ia ser outro a entrar na wyatt family. Concrdo contigo numa coisa,o brawn strowman chegou era imbativel mas daqui a pouco já não é imbativel . O combate do wyatt contra o taker foi muito fixe. Mas o Erick Rowan era um bom candidato para ser parceiro do dean ambrose e do reigns.

  12. Zekinha - há 1 ano

    Na boa, pode ser o ganhador do Tough Enough, Josh! Os treinadores do programa estão muito felizes e treinando ele para se tornar o novo ícone da WWE ainda este ano.
    Pois bem, na minha opinião ou é o ex membro da family, Rowan, ou o Josh!

  13. João Paulo - há 1 ano

    Mais um ótimo artigo, concordo com tudo que disse sobre o booking da Wyatt Family e do Bray Wyatt, e sobre os possíveis parceiro do Ambrose e do Reigns, acho que vai ser o Eric Rowan mesmo, pois se for o The Rock certamente a Wyatt Family iria perder no NOC, e sobre uma feud entre o Orton e o Bray Wyatt espero que aconteça num futuro próximo, quem sabe não seja uma feud para o Survivor Series

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Acho que não é impossível a Wyatt Family ganhar mesmo que o The Rock lute. O combate dele na WrestleMania XX é um exemplo disso.

  14. Miguel Carlos - há 1 ano

    Excelente artigo, Daniel.

    Em relação ao Undertaker-Bray Wyatt eu inicialmente também concordei contigo, mas agora acho que tens razão. É verdade que depois da streak acabar o Undertaker não pode voltar a perder na WrestleMania, mas o problema é que o Undertaker continuou a feud com o Brock Lesnar e na próxima ‘Mania das duas uma, ou o Taker volta a perder na WrestleMania, e mesmo sendo contra o mesmo homem, tiraria brilho à primeira vitória da besta, ou o Lesnar perde limpo e destrói completamente o ímpeto que tem criado e a possibilidade gigante de criar uma estrela.

    Acho que o terceiro membro será o Finn Bálor ou o Baron Corbin, mas nunca tinha pensado no Erick Rowan e até não é uma má ideia.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Isso sobre o Undertaker já eu referi aqui várias vezes. Enfim, foi a opção da WWE, mas pode ser que o seu adversário na WrestleMania seja outro.

  15. 434 Days - há 1 ano

    Bom artigo Daniel

    Eu tenho gostado desta rivalidade até agora. Desde que o Wyatt impediu a vitória do Reigns no MITB que esta stroyline tem sido bem construída e benéfica para o Wyatt, ao mesmo tempo que não descredibiliza o Reigns. Quanto ao passado do Wyatt, concordo em relação à feud com o Cena, e aceito a opção de ser o Taker a ganhar, apesar de as coisas poderem complicar-se agora no próximo WrestleMania. Voltando ao tema, creio que a opção mais certa será mesmo o Rowan, mas não descarto completamente uma escolha diferente. Até lá espero que os Wyatts continuem fortes e o Strowman imparável por mais um tempo.

  16. Paige hater - há 1 ano

    Sempre referi isso mesmo. Compreendo que os fãs do Bray quisessem que ele vencesse o taker para ficar completamente over e credibilizado mas isso mesmo sendo uma marca de registo para a carreira dele nao só nao faria Lesnar unico como também tornaria apenas Wyatt no vice a vencer o Taker o que nao teria o prestigio de ser o primeiro. Sou completamente contra qualquer derrota do Undertaker na wrestlemania seja contra que wrestler for embora admita que se fosse um dos meus idolos a fazê-lo nao ficaria desiludido como é logico e mesmo pensando com coerencia. No maximo dos maximos e se a wwe queria mesmo apostar em Bray Wyatt para o futuro como a new face of fear deveria ter-lhe dado a unica vitoria sobre Undertaker em wrestlemanias se, claro está, era essa mesma a intenção da companhia. Lesnar no fundo nao precisava tanto assim disso para estar no patamar em que está se tivesse um booking digno de Brock Lesnar. Com a parte do Cena é que discordo. Bray poderia e deveria ter ganho quer na wrestlemania quer no combate que encerrou a feud. O Cena nao precisava dessas vitorias para nada. Para alem disso nunca compreendi bem as criticas tao intensas dos fas com o booking de Bray Wyatt. É logico que este podia ter sido melhor mas daí a dizerem que estavam a enterra-lo? A enterrar um wrestler que se dá ao luxo de feudar com John Cena, Undertaker, Chris Jericho, Daniel Bryan praticamente todos os seus oponentes nomes relevantes na empresa isso só leva a creer que Bray é realmente tido em conta ao contrario por exemplo de um Barrett, de um Miz ou de um Rhodes que nao enfrentam adversarios desse patamar.

    Quanto ao novo membro gostei bastante acho-o uma presença dominante e que mete respeito e acrescenta a meu ver muito poderio a wyatt family. Devo concordar que nao lhe vejo um futuro assim tao promissor quando deixar de ser moda mas nao o descarto completamente pois para se ter sucesso na wwe a maxima nem sempre é ter talento em ringue!

    Quanto ao parceiro surpresa tenho clara preferencia por The Rock por tudo que ele representa na companhia e por ser um dos meus favoritos e ser sempre bom rever o great one. Apenas espero que apos todo este hype que a wwe está a criar que nao desiludam com alguem obvio como Randy Orton ou com alguem sem importancia pois os fãs ficaram extremamente desiludidos. Eric Rowan ate faz o seu sentido mas pessoalmente gostava de ser surpreendido com algo maior.

    Quanto a rivalidade sou da mesma opiniao que a wyatt family deve vencer a mesma. Uma forma de o fazer sem prejudicar dean e roman seria com um heel turn de um deles, situação que eu prefiro que aconteça no roman mas que acabara por acontecer no dean!

  17. José Sousa - há 1 ano

    Excelente artigo. Concordo contigo sobre o perfil do Strowman e a sua construção. Quanto ao membro da Team Ambrose e Reigns espero que não seja mesmo alguém do NXT porque isso iria queimar o momentum da Family.

  18. WWEdge - há 1 ano

    Bom trabalho Daniel.

    Quanto às hipóteses do membro “misterioso” da equipa do Ambrose/Reigns, muito provavelmente será mesmo o Erick Rowan.

    Ao falares das pessoas do NXT, lembrei-me do Sami Zayn. Não sei se já estará recuperado daquela lesão feita na RAW. Também acho que ele ainda não regressou ao NXT. Para mim ele pode ser uma das hipóteses porque ele já fez a sua estreia no main roster e é natural que quando regresse seja na RAW, ou até mesmo no Night Of Champions na equipa Ambrose/Reigns.

    • danielLP21 - há 1 ano

      Obrigado.

      Quanto ao Sami Zayn, acho que só estará disponível em janeiro.

      • WWEdge - há 1 ano

        Ah ok, não sabia ao certo como é que estava a situação do Sami Zayn. Sendo assim talvez seja mesmo o Erick Rowan.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador