Cutting Edge #40 – It’s all about The Game

Durante anos, Triple H foi o wrestler mais odiado em todo o mundo, devido ao poder que tinha nos bastidores e às carreiras que ajudou a destruir. O facto de ter casado com a filha do patrão só serviu para que esse ódio crescesse cada vez mais.

Pessoalmente, só não gostei dele quando comecei a ver Wrestling. Quando comecei a perceber melhor como as coisas funcionam (em televisão), ele tornou-se automaticamente num dos meus favoritos. Para isso contribuiu também, claro, o regresso dos DX e tudo o que fizeram nesse ano (vendo hoje em dia, já não tem tanta piada).

Nos últimos anos, com o emergir do NXT, esse ódio dissipou-se. Ainda há quem não goste de Triple H, claro, mas nunca ninguém foi 100% consensual e com certeza não será ele o primeiro.

Em 2016, quase sete anos depois da última conquista, Triple H ganhou o Título da WWE pela 14ª vez.

Ao longo da última semana, li imensos comentários nos quais era referido que, “apesar de estarmos em 2016 e ser mau sinal ele ganhar o título, este resultado fez sentido tendo em conta a história em que está inserido atualmente”. O problema é que não faz.

Triple H foi um dos participantes do combate Royal Rumble, eliminou quatro lutadores sem ajudas exteriores e venceu o combate de forma honesta. Onde é que isto cria ódio? Ele não tramou Roman Reigns!

Se Dean Ambrose tivesse ganho o combate, teria tramado Reigns? Não! Eram 30 homens em busca de um título e o último deles a ficar no ringue atingiu esse objetivo. Não foi uma atitude de vilão! Não há razões para odiarmos Triple H nem para sentirmos compaixão por Roman Reigns!

Roman Reigns é o homem que atacou Triple H de forma brutal no TLC. Por sua vez, “The Game” voltou no Royal Rumble e conquistou o Título da WWE. No máximo, o que aconteceu no domingo podia ser visto como o regresso de um herói em busca de vingança por ter sido atacado por um vilão, mas tendo em conta os papéis que cada um deles tem, é óbvio que não foi isso que aconteceu.

O que fazia sentido, sim, era Triple H ter aparecido sem ser um dos participantes do combate de modo a prejudicar Roman Reigns. Basicamente, o que Vince McMahon e a League of Nations fizeram. Ou tentaram fazer.

O booking de Roman Reigns no Royal Rumble foi desastroso. Desengane-se quem acha que aquele ataque serviu apenas para os fãs ficarem mais do lado dele no momento em que regressasse ao combate.

O principal objetivo daquele ataque foi afastar Roman Reigns do combate durante um largo período de tempo. E para quê? Para os fãs não voltarem a boicotar o combate Royal Rumble. A WWE chegou ao ponto de tirar o seu maior projeto de estrela do combate apenas para que este não fosse apupado e os fãs se esquecessem durante uns minutos de que ele existe. Isto é grave e, sobretudo, triste. Muito triste.

Pessoalmente, julgo que os fãs apuparam Reigns (muito menos do que no ano passado, diga-se) por uma questão de moda ou apenas porque sim. Prova disso foram os apupos a Ryback e Titus O’Neil: dois “big guys” que não vieram das indies e, por isso, não caem no goto dos fãs “fanáticos”. O mais engraçado é o facto de terem apupado Ryback mas terem cantado “Feed Me More” em uníssono com ele.

Defendo completamente a liberdade de expressão de quem vai aos eventos. Ainda assim, como já disse antes, a WWE não pode mudar de estratégia apenas porque quando vai a arenas com fãs “fanáticos” estes apupam os babyfaces. Se é apenas nestas arenas que Roman Reigns, Ryback e outros são apupados, será que vale a pena virarem heels? Mesmo recebendo apoio por parte dos fãs não-“fanáticos” (e que, por isso, “não percebem nada disto”)?

Seja como for, a WWE nunca devia ter fugido disso. Se Reigns é apupado por estes fãs, que seja. Não se pode pegar naquela que queremos que seja a maior estrela da nossa companhia e tirá-lo do combate durante mais de meia hora. Ainda por cima, o ataque foi ridículo.

Destroem Roman Reigns mas não o eliminam do combate? Sim, pode dizer-se que nunca pensaram que ele se voltasse a levantar tão cedo, mas não deixa de ser um erro básico de lógica.

Na Raw, Triple H disse que não precisa de ser campeão, mas quer sê-lo e por isso os fãs que se lixem. De facto, é a única forma de o público apoiar Roman Reigns numa rivalidade contra o atual campeão: gozarem de forma tão descarada com a cara dos fãs até ao ponto em que estes apupem o C.O.O.

Além disso, podem pegar no facto real de Triple H ser conhecido por enterrar outras talentos e lembrarem-nos disso todas as semanas até os fãs torcerem por Reigns.

E mesmo assim, não vai resultar. No dia da WrestleMania, Triple H vai ser o mais apoiado, sobretudo depois de mais um Takeover fantástico que se adivinha por parte do NXT. Basta ver os comentários por essa Internet fora no que toca às contratações de Austin Aries, Nakamura e AJ Styles: “obrigado, Triple H!”, “és o maior, Triple H!”, “a WWE contigo no poder vai ser fantástica, Triple H!”.

É caso para dizer que, no futuro, John Cena pode vir a receber o apoio por parte dos “fanáticos”: basta para isso criar um NXT ou outra coisa que faça os “fanáticos” caírem-lhe aos pés, esquecendo todos os anos em que foi a pessoa mais protegida da WWE e todas as carreiras que ajudou a destruir. Aí, deixaria de ser o novo Hulk Hogan para passar a ser o novo Triple H.

Também na última Raw, foi anunciado um Triple Threat para o Fast Lane. Brock Lesnar, Dean Ambrose e Roman Reigns vão lutar por um lugar no main-event da WrestleMania contra Triple H. Sinceramente, não sei quem é que teve uma ideia destas.

A Autoridade diz que marcou este combate porque é o “melhor para o negócio”. Esta é das frases mais absurdas que já vi no Wrestling, porque serve de justificação para tudo. Não faz sentido decidirem uma coisa, mas ao darem essa justificação parece que tudo faz sentido. Mas não faz.

Não faz sentido darem uma oportunidade a Roman Reigns de voltar a lutar pelo título! O facto de ser “o melhor para o negócio” não é justificação!

E em relação a Brock Lesnar, a besta que ninguém quer enfrentar? Como é que Triple H dá uma oportunidade a Brock Lesnar correndo o risco de ser destruído por ele na WrestleMania? A menos que, claro, o campeão se esteja a colocar ao nível de Lesnar, o que não me admira nada.

Até porque, convenhamos, a aura que Brock Lesnar possuía desapareceu. Sim, ainda é um espécime que impõe respeito e leva os fãs à loucura cada vez que aparece, mas deixou de ser visto como imparável.

Desde o Royal Rumble do ano passado, Lesnar ganhou um combate! UM! Na WrestleMania, perdeu o título sem sofrer o “pin”. No Battleground, o seu combate contra Seth Rollins foi interrompido por Undertaker. No SummerSlam, perdeu contra o “Deadman” depois de ficar inconsciente.

E o pior de tudo, caros leitores, foi o que aconteceu no Royal Rumble.

Brock Lesnar foi eliminado por três pessoas que ele próprio tinha eliminado. Ele, ao contrário de Roman Reigns, foi tramado. E o que é que ele fez em relação a isso? Absolutamente nada.

Eu esperava que Lesnar reentrasse no ringue e destruísse toda a gente com “F-5’s” e “Suplexes”, mas nada disso aconteceu. Quando Dolph Ziggler apareceu e ele ainda estava ao lado do ringue, pensei que o ia atacar, mas nada…

Lesnar foi-se embora como todos os outros. Lesnar tornou-se igual aos outros. Lesnar já não é único. A WWE voltou a não saber explorar um talento e o fim da “Streak” não serviu para absolutamente nada.

Se fosse eu a decidir, teria dado o Título da WWE a Brock Lesnar. Nos próximos dois meses, faria de Bray Wyatt um adversário credível para ele e na WrestleMania colocaria o “Eater of Worlds” como campeão, sendo o primeiro a vencer Lesnar de forma decisiva depois do fim da “Streak”. Desta forma, estava dado um passo de gigante para a criação de uma estrela.

Mas não.

A WWE deu o título a Triple H depois de Roman Reigns o ter durante um mês, apenas para Reigns o voltar a ganhar na WrestleMania.

Isto não vai ajudar Roman Reigns. Este não vai ficar melhor posicionado do que estava antes do Royal Rumble.

A meu ver,ele  devia derrotar Triple H num combate com a Autoridade em jogo. Fora da rota do título e com essa estipulação, julgo que os fãs olhariam com outros olhos para esta rivalidade, sobretudo se ela fosse bem construída. Reigns podia fazer o que mais ninguém fez: castigar a Autoridade por tudo o que fizeram nos últimos anos, vingar Daniel Bryan, Big Show, Dolph Ziggler e tantos outros, fazendo dessa forma jus à sua personagem de justiceiro do tempo dos Shield.

Há quem compare esta vitória de Triple H à de Vince McMahon em 1999. O que é absurdo.

Primeiro, são tempos diferentes. A WWE na altura tinha que fazer coisas que ninguém imaginava devido à concorrência da WCW, fizessem elas ou não sentido. O importante era que no dia seguinte se falasse do que aconteceu no anterior.

Segundo, Austin não era o campeão na altura e o combate era por uma oportunidade de lutar pelo título na WrestleMania. Em 2016, Reigns já era o campeão. Já tinha chegado ao topo quando esta história começou.

Terceiro, Vince ganhou com ajuda dos seus capangas e Triple H venceu sozinho.

Não acho que Roman Reigns seja um caso perdido. A partir do meio de 2005, John Cena começou a ser apupado pelos “fanáticos” e a WWE nunca travou o seu push nem o virou heel.

No entanto, é frustrante ver que o mesmo erro será cometido com Reigns, que nunca será consensual entre os “fanáticos” e, tal como John Cena, vai ter que se agarrar ao apoio de mulheres e crianças.

Estamos em 2016. Triple H é o Campeão da WWE, Roman Reigns voltou a ter um booking horroroso, Brock Lesnar voltou a ser mortal e Bray Wyatt caminha para a sua terceira derrota em três WrestleManias.

O Royal Rumble foi um PPV muito bom, mas frustrante. Fiquei com um amargo de boca por tudo o que aconteceu em redor das histórias de topo. A WrestleMania pode vir a ser muito boa, mas o main-event, pessoalmente, não me desperta o menor interesse.

Verhttps://pbs.twimg.com/tweet_video/CZhe3E0UUAAFDlP.mp4

Sobre o Autor

- Autor do espaço "Cutting Edge".

72 Comentários

  1. Galloway - há 11 meses

    Já falámos sobre o que se passou no chat, fui um dos que disse que para a storyline que querem desenvolver para a WM faz sentido, que é o Reigns sair de lá como campeão, uma forma de o recompensar pelo ano passado, em que até a família ficou lixada por isso não ter acontecido.

    Concordo que podiam ter retirado o Reigns da rota do título, isso faria sentido e de certo modo protegeria-o de possíveis apupos no maior evento do ano, mas não é isso que querem. Querem que Roman Reigns seja a nova cara da companhia, que esteja sempre na órbita do título, portanto, volto a dizer, faz sentido o desfecho da Royal Rumble.

    Quanto aos smarks, se calhar se não fosse por eles isto ainda estaria pior. Sei que não gostas muito deste tipo de fãs, mas imaginas o que seria de um Daniel Bryan se não fossem eles? A WM30 nunca teria acontecido por exemplo. A visão obtusa e quadrada da WWE em muitos aspetos continuaria, onde é que um tipo minorca, comparando com outras estrelas e com a estatura que a companhia prefere para ser main-eventer teria a sua ascenção épica ao topo? Não teria. Não estou a defender quem apupa só porque sim, nunca o fiz, e decerto sabes fazer essa destrinça e perceber onde quero chegar.

    De resto, o que se passou com o Lesnar concordo, é completamente lixado pela Wyatt Family e não faz nada, fica sem reacção e pronto, vai embora. Por mim faziam o que disseste, Bray a campeão na WM era fantástico, mas é melhor dizer que ele faz parte do futuro da companhia e só ter destaque na RTWM, para o ter minimamente credível para a derrota do costume na WM. Não é assim que se trata uma pretensa estrela que vai ser parte do futuro.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Se era para ele sair da WrestleMania como campeão, que não tivesse perdido o título e que o seu segundo reinado fosse decente. O título neste momento vale pouco mais que zero.

      Eu não desgostei do público. Só acho que apupar porque é moda lhes tira credibilidade e a WWE faz o que tão bem gosta: gozar com a nossa cara nos segmentos de abertura da Raw. Se bem que, neste caso, os “fanáticos” gostaram do resultado, porque finalmente a WWE deixou de apostar no Cena e começou a apostar em alguém jovem.

      De acordo cobre Wyatt/Lesnar.

      • Anónimo - há 11 meses

        O título vale zero desde que Reigns o conquistou… ele não é um campeão, pois a única coisa que ele possui é o “look”. Mesmo que ele sofresse o turn e virasse uma máquina de destruição silenciosa (como deveria ser desde o início), não seria mais do que uma sombra de Brock Lesnar, visto que esse sim possui uma aura de destruição.
        Para mim o “cara” da companhia no longo prazo só pode ser um: Seth Rollins. Kevin Owens é um heel nato e os dois fariam a empresa crescer como nunca irá enquanto depender do primo de alguém.

        Outra coisa: enquanto não mudarem essa gimmick de “sou o órfão do Shield” Roman Reigns nunca irá evoluir.

      • danielLP21 - há 11 meses

        O título vale zero desde que o Daniel Bryan teve que o entregar devido a lesão. O Rollins trouxe algum interesse, mas nunca senti que o título valesse muito.

  2. Tibraco - há 11 meses

    Concordo com o “mau booking” do Reigns. Se queriam irritar o público, fizeram-no de forma perfeita. Até eu, em casa, queria que ele perdesse quando voltou a aparecer. Um ponto importante, que não referiste, foi o facto dele ter saído pelo próprio pé. Então que raio andou a fazer durante aquela meia hora? A descansar? Foi uma manobra típica de um vilão, nada a ver com o herói que ele deveria ser.

    Em relação ao Lesnar, é isso. Foi mesmo um erro terrível. Ainda pensei que o motivo do não-ataque fosse uma eventual vitória do Bray. Mas não, foi apenas mais uma “ideia brilhante”. Concordo que a aura do Lesnar já viu melhores dias.

    Sobre o sentido da vitória do HHH, não concordo. Nem todos os vilões têm que ganhar de forma suja. Não temos que seguir sempre essa fórmula de “o vilão faz batota” então vamos ter “pena do herói”. O HHH tem a credibilidade suficiente, enquanto Wrestler, para vencer o Rumble sem precisar de ajudas.

    A história que tem sido contada consiste na Autoridade a tentar impedir que o Reigns seja campeão. Depois do ataque no TLC, faz todo o sentido termos Reigns vs HHH pelo Título na WM. Podiam e deviam ter feito uma Royal Rumble diferente mas, relativamente ao vencedor, acho que é aceitável.

    Sobre o Fast Lane, concordo. Foi um erro tremendo e demonstra uma tremenda preguiça. O Lesnar estar ali metido só dá para rir.

    Btw, bom artigo. Só senti falta de uma referência, que seria justa, ao monumental combate entre o KO e o Ambrose.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Nem todos os vilões têm que ganhar de forma suja, obviamente. O problema é que o Triple H não fez nada que se possa considerar como “lixar o Roman Reigns”. Nada, zero. O HHH é aquele vilão “no papel”, que na realidade é ovacionado e quer ser ovacionado, tirando qualquer dinâmica à rivalidade. Não há razão para apupar o HHH (tirando o facto de ser campeão em 2016) e não há razões para apoiar o Reigns.

      “A história que tem sido contada consiste na Autoridade a tentar impedir que o Reigns seja campeão”. Mas ele foi campeão durante um mês! Isto faria sentido se ele ainda não tivesse chegado “lá”, mas ele chegou! O Reigns perdeu o título para o HHH apenas para recuperá-lo dois dias depois. Não faz qualquer sentido.

      Se o Daniel Bryan tivesse tido um reinado de um mês, achas que faria sentido o combate da WrestleMania? Obviamente que não! Ele foi prejudicado vezes sem conta, ganhou o título duas vezes apenas para o ver a ser-lhe tirado logo depois, o que aumentou a vontade de os fãs o quererem ver como campeão.

      Nesta história, apesar de não defender um booking à Bryan para o Reigns, não fez qualquer sentido. O Reigns foi campeão, defendeu o título, perdeu-o para um gajo que eliminou 4 gajos de forma limpa. O Reigns é o herói que voltou a falhar sem sequer ser lixado.

      • Tibraco - há 11 meses

        Por acaso, os mini-reinados do Bryan não me deram mais vontade de vê-lo campeão. Tanto que na WM30 nem fiquei assim tão feliz por ele ter vencido. Mas isso sou eu, claro.

        Sim, tens razão. O Reigns perdeu mas tem direito à desforra. E o “ser lixado” foi terem-no colocado a defender o Título no Royal Rumble Match. Não é propriamente uma vergonha perder o Título num contexto destes, muito menos para um gajo com o Star Power do Triple H. O problema, a meu ver, foi terem-no tirado do combate durante a meia hora.

        Mas hey, acho a tua opinião bastante válida. Eu sempre achei que o HHH, mais tarde ou mais cedo, seria campeão de novo. Creio até que cheguei a comentar isso contigo. Portanto, de certa forma, como já estava mentalizado para tal, acabei por aceitar com naturalidade. De resto, concordei com a quase totalidade do artigo.

  3. TNA Best Wrestling - há 11 meses

    Parabéns pelo artigo e concordo com VC , para mim a WWE anda no piloto automático sempre muiyo previsivel por isso parei de assistir , hoje em dia assisto TNA e Lucha Underground e acho que essa WrestleMania vai ser a 1 que não vou assistir nenhum combate.

  4. BRRM - há 11 meses

    Excelente artigo!

    Sinceramente, no início não tinha problemas em ver o Triple H a ganhar o Royal Rumble e, assim, enfrentar o Roman na WrestleMania. É verdade que estamos em 2016 e vê-lo a ganhar o combate 14 anos depois não era um cenário de sonho mas, se fosse feito com um bom booking (diga-se ele ganhar com batota), até fazia sentido. O problema foi que, ao fazerem o combate ser pelo título, a situação mudou pois fazerem o Reigns perder o título para depois o voltar a ganhar é estúpido. Mesmo assim, se as coisas fossem feitas como deve ser ainda podia sair algo bom mas não foi isso que aconteceu: tirarem o Reigns do combate durante meia hora e fazerem o HHH ganhar de forma limpa foi das piores coisas que podiam ter feito. Basicamente, o que estou a tentar dizer, é que, na minha opinião, o resultado até tem sentido, a maneira como foi feito é que não.

    Sobre o Lesnar, só uma correção, ele ganhou dois combates desde o Royal Rumble do ano passado (esqueceste-te do HIAC contra o Taker). De resto, concordo com tudo. Pensei exatamente o mesmo que tu quando ele foi eliminado e quando o Ziggler entrou mas, infelizmente, a WWE nem ao Brock consegue dar um bom booking.

  5. fish - há 11 meses

    bom artigo! mas eu so quero que o triple h enterre o roman bem no fundo do midcard huehuehue

  6. RybackChampion2015 - há 11 meses

    Acho que foi o melhor artigo do Cutting Edge ate agora, excelente artigo. Daniel eu queria lhe perguntar uma coisa:
    Se a WWE fizesse o heel turn no Reigns e no Ryback a situação deles melhorariam? Pois ambos tem os mesmos problemas, ambos necessitam de fazer promos curtas e serem os monstros imparáveis quem devem ser.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Muito obrigado.

      Acho que a situação do Reigns melhoraria claramente. A do Ryback não está muito má, foi só mesmo neste Rumble que foi apupado.

  7. Sam - há 11 meses

    Muito bom artigo DanielLP21.
    Lesnar perdeu sua presença, perdeu a maioria das coisas que o tornavam o único, parte disso recai sobre a WWE, ela falhou em proteger a besta, falhou em criar nomes para o enfrentar e em dado momento o parar, mas assim como fez com Brock ela o faz com todos, e a não ser que consiga superar apenas com material ruim, com seu carisma, talento estás enterrado(Sandow, Miz e outros). Nem o Heyman apareceu para fazer uma promo, nada. São tempos estranhos.
    Roman se apoiará na mesma base que o Cena com a diferença que ele não tem o carisma, mic-skill, resiliência que o Cena tem, nem acho que se o Roman ficar eternamente como face conseguirá se reinventar em ring como fez o Cena em 2015, é mais provável o turn do Reigns do que o do Cena. Seth Rollins e Dean Ambrose são os salvaguardas da WWE caso Roman falhe em sua missão, no caso a WWE e especificamente Vince.
    Concordo que nada funcionará em relação ao apoio ao Roman e vaias, ódio ao Triple H pela realidade dupla face que se apresenta: Triple H criador e mantenedor do NXT, o cara, aquele que vai entrar para guiar a companhia para uma era de ouro, Roman escolhido a dedo, protegido sempre, linhagem familiar importante, aquele que vai estar lá mesmo se não quisermos. A Autoridade já deixou de ser heel, eficiente faz um longo tempo, hoje são um câncer que você aceita.
    A Wrestlemania 32 será muito boa no seu card mas desinteressante no seu main event.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      Completamente de acordo. Há sempre essa esperança de o Reigns virar heel e o Rollins assumir a posição de top face, nem que seja provisoriamente.

      “A Wrestlemania 32 será muito boa no seu card mas desinteressante no seu main event.”. Exatamente.

      • fish - há 11 meses

        pensando bem, na wrestlemania 31 dizia-se o mesmo e o main event foi muito bom, ainda acredito numa vitoria do dean ambrose no fast lane, a league of nations da cabo do roman, os wyatts dao cabo do lesnar, e o dean defende o titulo intercontinental e vence o wwe champ no main event, acho que este era o melhor booking para a wrestlemania

      • danielLP21 - há 11 meses

        Eu sempre estive ansioso pelo Reigns vs Lesnar e adorei o combate. E não estou a dizer que o Reigns vs Triple H vai ser um mau combate, simplesmente não me deixa ansioso.

  8. The awesome one - há 11 meses

    Concordo com quase tudo que disseste, agora como podes dizer que o Triple h venceu sem tramar Reigns e de forma honesta?

    Sem contar com o facto de o triple H ser o 30 e 29 ser o sheumus(este não o atacar o HHH) que qualquer fã não-“fanatico” pensa que foram beneficiados pela autoridade e estes números foram dados.
    Quem é que fez o Roman ser o numero 1 e defender o titulo na royal rumble?Quem é atacou o Reigns a meio do combate de formal ilegal? Acho que foi a autoridade.

    Quem é o líder da autoridade?Quem beneficiou com estes contras todos do Reigns? Acho que é o triple h.
    Isso é a mesma coisa que no tempo do Seth, o Kane e os JJ security atacarem alguém no incio da noite magoando o seu ombro e depois o Seth ganhar e dizer que foi honesto como se este não tivesse nada com os outros.

    Quanto ao resto concordo poderia haver outros caminhos a ser percorridos e o Lesnar sim deveria ter destruído tudo depois de eliminado, a sua eliminação poderia ter sido diferente, concordo também que o main event apesar de gostar do Triple h será um bocado seca e previsível mas há que dar o beneficio da duvida a WWE raramente surpreendem pode ser que o façam :)

    • danielLP21 - há 11 meses

      Claro que não foi tramado.

      O Sheamus não atacou o Triple H tal como o Dean Ambrose não atacou o Roman Reigns. Logo, nada a ver, apenas típicas alianças do Rumble.

      O ataque não foi ilegal, visto que o Rumble não tem desqualificações. Sim, o ataque foi à heel, mas o Triple H não esteve lá envolvido.

      Onde é que o Triple H se aproveitou do ataque? O Reigns estava em ringue, assim como o Ambrose e o Sheamus. Nem as lesões estava a vender! Isso não teve qualquer influência na eliminação dele.

      O Reigns entrou como número 1 mas esteve mais de metade do combate de fora. Se vires bem, o ataque até o ajudou, porque enquanto ele esteve de fora os outros foram sendo eliminados e ele não estava em risco de ser eliminado.

      • The awesome one - há 11 meses

        Sim o ataque acabou por ajudar mas essa não era a “intenção” da autoridade, toda aquela historia do Reigns ser o numero 1 e das possibilidades astronômicas de ganhar que quiserem vender , foi tudo obra da autoridade logo ele ser o 1 e o triple h o ultimo o beneficia ainda por cima entrando em 30 e qualquer fã(aqueles que percebem menos como disseste) pensa da mesma maneira que a a autoridade deu o nr 1 ao Reigns , pode bem ter dado o 27 ao alberto, o 29 ao sheumus e o 30 a triple h(os melhores números)
        Agora também tens razão o roman estava mais fresco que o dean por exemplo e nos final four tava 2 para 2 e triple h nesta fase ganhou justo entendo onde queres chegar.

  9. Irmão do cara anónimo - há 11 meses

    Excelente artigo Daniel.

  10. SadisticAnarchist - há 11 meses

    Bom artigo! ai roman, se tivesses ficado como estavas no TLC isto tinha sído tudo evitado mas nao ahahaha é enfiar o roman babyface pela garganta abaixo, Lesnar a ser eliminado pela wyatt family e ter o Trips como campeão, É BEM FEITA WWE É BEM PARA ACORDAREM PARA A VIDA e perceberem que o Roman nao vai ser nenhum The Rock e que só sendo heel é que vai ter relevância mas babyface ? cruzes cedo nunca mais se faz favor :D que metam o Wyatt como campeão o mais rapido possível que ja estou farto destes campeões de merda….. mas prontos ele nao vai ser campeão pela razões obvias X) mas mesmo assim, quero o ver como campeão porque é sempre melhor do quer o Tater Tots Reigns e o Burial Hemsley a serem campeões…zzzzzz ou então que seja o Kevin Owens, já agora #Vivaosgordos

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      O Reigns tem salvação como babyface, simplesmente tem que ter uma run como heel antes. Está a acontecer-lhe o mesmo que aconteceu ao The Rock.

  11. António - há 11 meses

    Tenho medo que o HHH saia campeão após a WM e a WWE queira fazer a tal rivalidade com o Rollins.

  12. Reigns one versus all - há 11 meses

    Ótimo artigo,Daniel.
    É assim,na história do Reigns e do HHH.
    O HHH ganhou o Rumble sozinho,ao seja,não lixou o Reigns nem fez algo para que os fãs apoiarem o Roman Reigns.
    Apesar de não gostar de ver o HHH campeão em 2016,é algo pelos vistos essencial para a construção do combate,quando podia simplesmente girar a volta do fim da autoridade e o título ser disputado por outras pessoas.
    O que teria feito no Rumble seria o HHH eliminar o Reigns com a ajuda da LoN,dando heat ao HHH,e ai talvez o público apoiasse o Reigns.

    Na feud Lesnar vs Wyatt,achei estúpido os Wyatts já eliminados eliminarem o Lesnar.
    Eu faria ao contrário,os Wyatts ainda em combate e depois o Lesnar começava a dar suplexes e F-5 a todos os Wyatts,incluindo o Bray.
    Acho que no fim acabaremos por ver a 3°derrota do Bray Wyatt na WrestleMania, infelizmente

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      Acho que nesse caso a Family não teria heat. O que eles fizeram foi uma atitude de heel, por isso não tenho problemas. O Kurt Angle também eliminou o HBK depois de este o eliminar.

  13. anonimo - há 11 meses

    O rolins so volta em agosto por isso acho dificil

  14. The Cobra 619 - há 11 meses

    Bom artigo. Concordo com você no que disse. Fico muito triste pelo que fizeram com Lesnar no combate, e também triste por ver um dos melhores lutadores da empresa, Bray Wyatt, sendo desperdiçado e que o mesmo vai ser derrotado e humilhado na Mania, a menos que a WWE me surpreenda e dê a vitória ao Wyatt. Bom espero que a WWE não estrague a Mania. Só mais uma coisa Lesnar ganhou no Royal Rumble contra Rollins e Cena e no Hell In A Cell contra Undertaker.

  15. leonardo - há 11 meses

    Ótimo artigo Daniel! Concordo com td n gosto do HHH minha memória é boa sobre o roman enquanto ele continuar desse jeito um cara q n liga pra ND ao ponto de nem lembrar q o CRT é ele ter uma revanche ao título o cara é um monstro e tem q se comportar assim

  16. Blappa - há 11 meses

    Excelente artigo Daniel, concordo em absoluto com o que escreveste. Tenho ideia que na WM o Triple H vai ter mais apoio que o Reigns mas posso estar enganado. Aliás eu considero o Reigns um caso perdido, ele até pode ficar um ano fora da rota do titulo mas quando estiver quase a ganhá-lo vai ser apupado (só porque sim). Eu pessoalmente não acho piada nenhuma ao Reigns mas é uma estupidez o que o publico faz com ele. Quer queiramos, quer não, o Reigns é o unico face com credibilidade para lutar pelo titulo principal.
    Daniel já agora, o que achas que vão fazer com o Rollins quando regressar?

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      Depende de muita coisa. Quem será o campeão na altura? Seja como for, eu colocaria-o a acabar com a Autoridade (nota-se muito que eu quero que a Autoridade acabe? eheh). Não faço ideia do que vão fazer com ele.

      • John Hardy - há 11 meses

        Eu acho mais apropriado o Bryan acabar com a autoridade já que ele foi o que mais se prejudicou com ela, claro que o Rollins tb deveria enfrentar a autoridade mas quando ele voltar ele terá perdido um grande momentum para o face-turn claro que depende muito da forma que ele retornar, mas eu ainda acho mais credível pra ele retornar como heel e só depois pensarem em um face-turn pra ele …

  17. Wolf - há 11 meses

    Excelente artigo Daniel!
    Imagina, este cenário pouquissimo provavel:
    HHH retem na Mania contra o Roman, mantem o titulo, como heel (um dos melhores de sempre, nesse papel diga-se), continua com as ajudas da Authority com o titulo, goza os fãs e continua com o argumento “eu não preciso, mas quero ser o campeão) até o regresso do Roliins, cm Face
    Seria uma feud muito mais interessante e que prenderia muito mais o interesse do público….
    Pena ter 1% de acontecer

  18. Gonçalo"the best" - há 11 meses

    Artigo muito bom!
    Eu adorei o Rumble. Estreia do Aj Styles, entrada surpresa do Zayn, Ambrose e Owens saírem super credibilizados por terem combatido num “Last Man Standing” e entrado no Rumble, combates preparados para a Mania (Ambrose vs Jericho, Owens vs Styles, Lesnar vs Wyatt, HHH vs Reings), o campeão Intercontinetal ter ficado para os últimos 2 e os 3 spots de comédia( Kofi, Miz e o R` Truth.)
    Não me importo nada por o Triple H ser campeão fez sentido para a historia e é interessante ver o HHH ser campeão. Se existe lutador com mais de 40 que ainda tem uma forma brutal e pode ser um decente campeão é o HHH.
    Concordo com o que dizes sobre o Reings e o Lesnar.

  19. leonardo - há 11 meses

    Ótimo artigo Daniel roman é um monstro de natureza e não um cena 2.0 estou curioso pra ver como a crowd vai estar com ele na wm

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      Exatamente. É um Batista, nunca um John Cena. E ele foi bookado como um Batista durante o último mês, apesar de haver pessoas a queixarem-se de ele sair sempre por cima.

  20. Silver - há 11 meses

    “Onde é que isto cria ódio? Ele não tramou Roman Reigns!
    Se Dean Ambrose tivesse ganho o combate, teria tramado Reigns? Não! Eram 30 homens em busca de um título e o último deles a ficar no ringue atingiu esse objetivo. Não foi uma atitude de vilão! Não há razões para odiarmos Triple H nem para sentirmos compaixão por Roman Reigns!”

    O facto do próprio Triple H ter entrado na Rumble não tramou o suficiente? Estamos a falar do C.O.O. da WWE, um dos wrestlers mais temidos até hoje e campeão mundial por (agora) 14 vezes. Ele achou necessário ENTRAR no combate para fazer o que os outros (League of Nation) não conseguiram. Para mim é o suficiente. Also, o exemplo do Ambrose não é o melhor imo. Se o Ambrose tivesse virado heel, sim, teria tramado o Reigns. Sendo face, nem por isso (vai se encontro ao que disseste em relação ao tipo de combate que é).

    “O principal objetivo daquele ataque foi afastar Roman Reigns do combate durante um largo período de tempo. E para quê? Para os fãs não voltarem a boicotar o combate Royal Rumble.”

    O Reigns anda a ser apupado desde 2014. Já nesse Royal Rumble match foi o que foi. No ano passado foi pior ainda, com a eliminação precoce do Bryan. Este ano quiseram evitar um confronto entre o Lesnar e o Reigns. O que acabou por queimar os dois.

    “Não faz sentido darem uma oportunidade a Roman Reigns de voltar a lutar pelo título! O facto de ser “o melhor para o negócio” não é justificação!”

    Sim, isso não é justificação nenhuma. Mas e o facto dele TER sido o campeão? Ou de pelo menos ter direito a um rematch?

    “Se fosse eu a decidir, teria dado o Título da WWE a Brock Lesnar. Nos próximos dois meses, faria de Bray Wyatt um adversário credível para ele e na WrestleMania colocaria o “Eater of Worlds” como campeão, sendo o primeiro a vencer Lesnar de forma decisiva depois do fim da “Streak”.”

    Como é que em 2 meses farias do Wyatt um adversário credível? Esse cenário (por mais que eu também gostasse de o ver a campeão), não passa de um sonho molhado da IWC. O facto do Wyatt estar constantemente a sair por baixo nas feuds importantes aliado ao Lesnar não ter sido sequer eliminado por ele na Rumble mostra bem os planos que a WWE tem para ele.

    Concordo com o que resta. Bom artigo.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      “O facto do próprio Triple H ter entrado na Rumble não tramou o suficiente? Estamos a falar do C.O.O. da WWE, um dos wrestlers mais temidos até hoje e campeão mundial por (agora) 14 vezes”.

      Acho que temos visões muito diferentes do que é “tramar” alguém. Um dos wrestlers mais temidos? Pois, tinha-me esquecido de quando ele aparece é suposto fazerem todos cocó. O Reigns andou a lutar contra o Lesnar sem mostrar medo e é suposto ficar atemorizado com o HHH?

      “Also, o exemplo do Ambrose não é o melhor imo. Se o Ambrose tivesse virado heel, sim, teria tramado o Reigns. Sendo face, nem por isso (vai se encontro ao que disseste em relação ao tipo de combate que é).”

      Acabaste de definir o que é um face-turn e um heel-turn.

      Ele não foi apupado no Royal Rumble de 2014.

      “Sim, isso não é justificação nenhuma. Mas e o facto dele TER sido o campeão? Ou de pelo menos ter direito a um rematch?”

      Se tem direito à desforra, porque é que não lha dão logo?!!! Um ex-campeão não tem obrigatoriamente direito a uma desforra. Se a Autoridade não quer o Reigns na rota do título, como é que lhe dão uma oportunidade destas? Se a Autoridade não gosta do Ambrose, como é que ele está no combate? Se o Lesnar é a besta que ninguém quer enfrentar, como é que é colocado num combate destes?

      O Wyatt criou uma rivalidade sozinho no ano passado. Em dois meses, ele podia perfeitamente ser credibilizado. Bastavam umas interações com o Paul Heyman (especialista em colocar over os adversários do Lesnar) e ganhar combates de forma dominante.

      O Wyatt não está “constantemente” a sair por baixo das feuds importantes. Perdeu com Reigns, Taker e Cena. Venceu Ambrose, Bryan e Jericho.

      O Wyatt não o eliminou mas ordenou que o eliminassem.

      • Silver - há 11 meses

        “Acho que temos visões muito diferentes do que é “tramar” alguém. Um dos wrestlers mais temidos? Pois, tinha-me esquecido de quando ele aparece é suposto fazerem todos cocó. O Reigns andou a lutar contra o Lesnar sem mostrar medo e é suposto ficar atemorizado com o HHH?”

        Tu próprio disseste que o Triple H se estava a colocar ao nível do Lesnar. C’mon. É um dos wrestlers mais dominantes que já existiu E é o C.O.O. da companhia. Pode fazer o que bem lhe der na gana. Em termos storytelling, se isso não serve para tramar alguém, então não sei o que serve.

        “Se tem direito à desforra, porque é que não lha dão logo?!!! Um ex-campeão não tem obrigatoriamente direito a uma desforra. Se a Autoridade não quer o Reigns na rota do título, como é que lhe dão uma oportunidade destas? Se a Autoridade não gosta do Ambrose, como é que ele está no combate? Se o Lesnar é a besta que ninguém quer enfrentar, como é que é colocado num combate destes?”

        Não lha dão logo porque sabes bem que isto não é constantemente consistente. Ainda há pouco estive a ver um vídeo sobre isso (WhatCulture Wrestling). Se a Autoridade não gostasse mesmo do Reigns, despedia-o. Ou metia-o num handicap match contra o roster inteiro em todas as RAWs, ameaçando despedir quem não participasse.

        “O Wyatt criou uma rivalidade sozinho no ano passado. Em dois meses, ele podia perfeitamente ser credibilizado. Bastavam umas interações com o Paul Heyman (especialista em colocar over os adversários do Lesnar) e ganhar combates de forma dominante.
        O Wyatt não está “constantemente” a sair por baixo das feuds importantes. Perdeu com Reigns, Taker e Cena. Venceu Ambrose, Bryan e Jericho.
        O Wyatt não o eliminou mas ordenou que o eliminassem.”

        O Wyatt, da forma como tem vindo a ser tratado e como culminou na Rumble, já não conseguia chegar a esse ponto. Se nem foram capazes de o meter a eliminar o Lesnar sozinho, credibilizar-se e ganhar combates saindo sempre por cima, sem a ajuda dos restantes membros, era um tarefa praticamente impossível.

        Ou seja, perdeu “só” as feuds contra o Taker e o Cena (que dispensam apresentações) e o Reigns (um “adversário” direto na corrida ao top) e venceu contra o Bryan (constantemente escorraçado pela Autoridade, que não o queria meter na rota do título), o Jericho (que sempre que volta, é para meter alguém over) e o Ambrose (a mais relevante e importante até hoje).

        E sabes bem que ordenar é completamente diferente de o eliminar sozinho. Ordenar não vai meter ninguém over nem fazer com que alguém o tema. Ordenar qualquer um consegue.

  21. 434 Days - há 11 meses

    Antes de mais, excelente artigo mais uma vez.

    Estou de acordo contigo acerca desta situação do HHH ser campeão em 2016. É algo que não deveria acontecer, mas como foi dito lá em cima, faz sentido quando se está a tentar promover o Roman para o estatuto de top babyface. O problema, lá está, é que o público parece estar determinado a não aceitar isto o que dificulta o plano da WWE. Penso que com o tempo que temos até o WrestleMania, esta complicação ainda pode ser resolvida, mas com um booking muito, mas muito bem feito. Se irá acontecer, não sei, mas a verdade é que toda a previsibilidade à volta desta storyline é algo que está a afectar o entusiasmo que se devia sentir com um Main Event de um WM.

    Quanto ao Lesnar, eu acho uma pena ele ter que vencer o Wyatt após toda a porcaria que têm feito. O Wyatt vencer este ano era essencial para ele se afirmar com um grande nome na WWE e vencer um Lesnar que vinha imparável seria um grande feito. Infelizmente parece que está tudo a correr para que o Wyatt perca pelo terceiro WrestleMania consecutivo. Oxalá este ano eles acordem e comecem a apostar no homem.

    • danielLP21 - há 11 meses

      Obrigado.

      Continuo na minha: não faz sentido o Triple H ser campeão. Fazia sentido ele tramar o Reigns sem participar no combate e a feud não ser pelo título. Depois da WrestleMania, quando o Reigns acabasse com a Autoridade, podia voltar à rota do título.

      De acordo em relação ao Bray.

  22. TNA Best Wrestling - há 11 meses

    Se fosse eu fazia o Vince apoiar o roman Reigns na WrestleMania tramando contra o HHH acho que assim Melhoraria a situação de Roman Reigns , ele como heel vai ficar bem menos forçado.

  23. Miguel Carlos - há 11 meses

    Bom artigo. Embora perceba algumas coisas, não concordo no geral. Eu até gostei bastante do Royal Rumble, teve um opener forte, os New Day a brilharem como sempre, o Kalisto a ganhar o USA Championship, o regresso da Sasha e um Royal Rumble Match muito bom e bem construído, comparado com outros anos. Não tiveram medo de apostar em grandes nomes para o início como Chris Jericho e AJ Styles, sendo que este último esteve bastante tempo no combate e foi eliminado pelo homem certo, tivemos o regresso do Sami Zayn, o momento engraçado do R-Truth, e deixaram o Triple H e o Dean Ambrose para o fim para criar a surpresa de haver um novo campeão e para os fãs ficaram contra o Triple H, entre outras coisas.

    Quanto à vitória do C.O.O., eu continuo a achar que foi uma boa decisão de booking, apesar de concordar com algumas coisas. Ele pode não ter feito diretamente batota, mas olhando em termos de storyline, colocou o Roman Reigns em primeiro, fez uma stable atacá-lo (numa tentativa falhada de receber apoio do público) e apareceu em último lugar. E a promo dele no Raw ainda o colocou com mais heat, a meu ver.

    Por outro lado, também acho que a WWE está cometer os mesmos erros de booking com o Reigns e o Brock Lesnar. Este último, de facto, devia ter destruído lutadores e árbitros como o Shawn no Rumble 2010, ainda por cima sendo quem é, e na Raw devia ter aparecido para arrasar com a Wyatt Family, em vez de ser anunciado como nº contender. Ele claramente já perdeu a sua aura de imbatível. E por isso mesmo, não acho que ele fosse o campeão ideal agora. Muito menos, que o Bray Wyatt recebesse uma oportunidade ao título na WrestleMania, depois de não ter ganho feud’s importantes ao longo do ano. É verdade que o Triple H também não é proeminentemente um campeão ideal neste momento, mas faz sentido em storyline, o Reigns ir atrás do título. Para isso, basta fazerem uma storyline interessante, em que o Roman Reigns tem verdadeiros obstáculos, e a Autoridade chegou ao cúmulo do abuso de poder ao conquistar o título mundial, e no main-event da ‘Mania, temos a Authority em jogo. Penso que não havia melhor cenário agora, tendo em conta as circunstâncias (lesões). Por fim, também acho que, apesar de o main-event do Fast Lane ser interessante em papel, não faz sentido o Triple H pôr o Reigns e o Lesnar como possíveis adversários seus. Eles podiam ganhar as suas oportunidades através de combates ou ameças, não com um simples anúncio da Autoridade.

    • Miguel Carlos - há 11 meses

      * o Triple H também não é propriamente

      • John Hardy - há 11 meses

        Não é o Triple H que botou o Reigns em primeiro, não foi o Triple H que botou uma stable a atacar o Reigns, assim como não foi ele que se colocou como número 30 (Claro que na storyline), o motivo disso tudo foi o Vince, eu acho que faria mais sentido e seria completamente mais aceitável ter colocado o Vince como último a entrar tentando eliminar o Reigns sem ele ver e quando estivesse acima da terceira corda o Hunter aparecer e o puxar pra fora do ringue assim o eliminando, criando uma feud descente dando credibilidade pra ambos e dando a chance de uma grande feud para o título envolvendo Wyatt, Lesnar, Sheamus, Ziggler ou Owens, claro que para credibilizar os 4 fora Lesnar seria muito difícil, mas o conceito do Rumble em seus primórdios não era dar oportunidade para aqueles que estavam longe do caminho de main eventer e precisavam de um empurrão ? Foi com essa história que a WWE foi forçada a criar um dos maiores babyfaces dos últimos anos, e obviamente teria tudo pra dar certo tb com o único face q eu citei que é o Ziggler. Os outros são Heel’s completamente impactantes, tirando o Sheamus que foi descredibilizado e esquecido após vencer a MITB Ladder Match, mas tem como desculpa para ser Main Eventer ter sido duas vezes campeão mundial, claro que precisariam de um adversário credível mas com tantos part timers retornando na RTWM não deve ser tão difícil botar um grande vilão contra o mais eletrizante homem da WWE ou o Ziggler a enfrentar um Lesnar só por que a WWE está furiosa por Ziggler eliminar o Vince …

      • Miguel Carlos - há 11 meses

        Eu ponho a Authority toda no mesmo saco, e o Triple H é o que representa a Autoridade em ringue, sendo que o Vince só tem lixado o Reigns em televisão porque o Triple H estava “lesionado”. E é verdade que o Royal Rumble é um empurrão final a lutadores do upper mid-card, mas o Wyatt, o Sheamus e o Ziggler nem sequer são nomes que venceram rivalidades importantes este ano, o Lesnar já perdeu o gás em comparação ao ano passado e o Owens ainda tem tempo e com certeza que daqui a uns meses/anos irá andar atrás do título mundial. Por muito que eu goste da maioria destes lutadores, acho que não eram os melhores nomes para serem campeões mundiais neste momento, e uma feud Triple H-Roman Reigns, para que seja uma rivalidade com o objetivo de acabar com a Autoridade e de colocar o Reigns over, tem de envolver o título.

    • danielLP21 - há 10 meses

      Obrigado.

      Onde é que leste que eu não gostei do Royal Rumble?

  24. RFBM - há 11 meses

    Bom artigo, reforço a tua ideia (praticamente a mesma que deixei aqui na semana passada) Lesnar vs. Wyatt pelo título da WWE e Reigns vs. Triple H com o poder da Autoridade em jogo, era possivelmente a melhor hipótese.

  25. OwensBestOfWWE - há 11 meses

    CHOLA MAIS, The Empire is falling https://www.youtube.com/watch?v=NpTWh3gLfTA

  26. K.O - há 11 meses

    Concordo que o Triple H campeão não faz sentido. Essa rivalidade está a ser construída desde quando o Seth Rollins destruiu o Shield, e de lá pra cá o Roman Reigns conquistou a Royal Rumble match em 2015, e venceu o título duas vezes. E aí reside a falha, pois a feud tomou um caminho de “Screw Job” por parte da autoridade sobre o Reigns, do que precisamente um combate do Reigns contra a injustiça atrelada à família McMahon, pois ele esta a lutar pelo ouro.

    Na Wrestlemania a luta devia ser sobre poder (o fim da autoridade em jogo) e não sobre o título que o Reigns aparenta poder conquistar a qualquer momento. Ora há um ano vimos Reigns a defrontar o Brock Lesnar, e agora vamos para Triple H? Qualquer um percebe que é uma queda. E podem dizer que o HHH vai ter ajuda externa, mas claramente com a participação do The Rock confirmada pra WM, ele vai estar lá pra ajudar o primo a reconquistar o título.

    A estipulação na WM poderia ser a manutenção da autoridade vs despedimento do Reigns. Talvez criasse um cenário mais misterioso do que a luta pelo título. Mostra o mal booking da WWE nessa storyline, quando já discutimos com quase certeza a construção e o resultado do main event da Wrestlemania.

    Ah e a Triple Threat do Fastlane não faz sentido mesmo. O Sheamus que foi um grande aliado do HHH não entrar na #1 Contender’s match é esquisito. E a introdução do Lesnar é forçada. E a do Ambrose talvez seja para criar a história de que o Reigns teve que passar até pelo brother para se vingar de HHH.

    Enfim, concordo em tudo do artigo.

  27. Half man half amazing - há 11 meses

    também estranhei o fato do brock ser eliminado e nao fazer absolutamente nada quanto a isso que os distinguisse dos demais. no entanto acho que foi um combate royal rumble consistente com bons momentos, spots, surpresas e com varias das eliminações a realmente fazerem sentido contrastando com as pauperrimas decisões dos ultimos anos. Acho que teve de tudo um pouco e nao estou de acordo com as afirmações do Bret Hart relativamente à qualidade do evento.

    Pessoalmente prefiro ver Roman Reigns vs HHH no main-event que Brock Lesnar vs Wyatt. É impossivel neste momento e apenas em 2 meses fazer do Wyatt alguem com as credenciais para nos levar a pensar que ele pode mesmo vencer a besta. A construçao de um personagem forte e consistente leva o seu tempo e nao é um processo facil. Claro que ao vencer o lesnar no evento o wyatt ia atingir outro patamar mas qual seria exatamente a expecativa em ver esse combate tendo em conta a forma como bray nos vem sendo apresentado todo o tempo? No fundo considero que a decisão tomada acabou por ser a mais correcta na medida em que a wwe infelizmente nao nos apresentou mais ninguem para alem de Seth Rollins e Roman Reigns como alternativas crediveis as estrelas de topo dos ultimos anos. As discrepancias entre os wrestlers eram gritantes e afinal de contas estamos a falar de uma wrestlemania nao de um ppv qualquer. Dai e sem duvidas que considero a decisão da wwe a mais acertada. A ideia do fim da autoridade é boa mas a previsibilidade relacionada com a mesma nao difere da estipulação pelo titulo. E é por isso que aceito a escolha feita. Nao existem nomes da geração atual com credibilidade neste momento para motivar os fas a ver um ppv como é a wrestlemania. E os que havia viram a sua credibilidade completamente arruinada nos ultimos anos. É demasiado arriscado arriscar neste momento afinal de contas trata-se da wrestlemania e nao de um PPV em que se possa propriamente fazer testes. O trabalho da renovação a meu ver deve ter inicio pos wrestlemania para quando chegarmos ao novo ano possamos ter talentos de futuro no topo do card com a credibilidade e o star power devidos. So depende da wwe.

    • danielLP21 - há 10 meses

      Não sou muito adepto deste tipo de decisão, mas se fosse preciso o Reigns vs Triple H até podia ser o main-event e o Lesnar vs Wyatt, sendo pelo título, podia não ser o último combate.

      Dois meses chegavam para tornar o Wyatt credível.

  28. Anónimo - há 10 meses

    Excelente artigo. Parabéns.

  29. joaop - há 10 meses

    Lesmar venceu no HIAC. Não foi?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador