Cutting Edge #63 – New Day Falls

Ao longo do último ano e meio, os New Day foram porventura a grande atração da WWE. Seth Rollins teve boas fases, assim como Dean Ambrose, John Cena e até Roman Reigns, mas os únicos que foram consistentes em termos de popularidade e, até, de booking (mesmo não tendo este sido perfeito) durante este tempo acabaram por ser Big E, Kofi Kingston e Xavier Woods.

Não vou fazer uma retrospetiva do passado do trio, porque é relativamente recente e por isso tal não é necessário. O que importa realçar é a forma como, nas últimas semanas, a WWE tem dado indícios que os atuais campeões de equipas se podem separar em breve.

Desde o regresso da Wyatt Family, Xavier Woods tem estado diferente. Fica calado enquanto os colegas divertem os fãs com as suas palhaçadas, parece entrar “noutro mundo” e deixa-se afetar por aquilo que Bray Wyatt diz.

Ainda assim, não deixa de proporcionar momentos engraçados, como aquele em que os New Day se vestiram de Wyatt Family e me fizeram rir como há muito não o faziam. Mas nota-se que esses momentos são rapidamente interrompidos pelo tal estado “zen” em que Woods se encontra assim que Bray Wyatt pega num microfone para se dirigir a eles.

Há quem diga que Xavier Woods se vá juntar à Wyatt Family. Pessoalmente, não acredito nessa hipótese. Creio que acabará por custar os títulos aos seus parceiros, mas sem intenção. A minha maior esperança é que isso não seja suficiente para acabar com o grupo e seja apenas uma forma de credibilizar a personagem de Bray Wyatt.

Bem sei que estamos em 2016 e esse tipo de personagens não é “realista”, mas julgo que seria interessante ver Wyatt a ter alguma influência sobrenatural sobre os adversários, de forma a mostrar que os consegue mesmo manipular e que as suas palavras têm mesmo algum efeito neles.

Contudo, com o aproximar da Brand Split é de esperar que estejamos a assistir, de facto, ao início do fim dos New Day.

Não sei até que ponto é que isso será positivo. A WWE é especialista em acabar com equipas antes do tempo, deixando os lutadores completamente sem rumo assim que se veem a solo, e não sei se tal não aconteceria com os New Day.

É verdade que Big E é grande e forte e pode ter um push importante, mas ele sente-se tão à vontade neste papel cómico que não sei até que ponto essa mudança o iria beneficiar a longo prazo. Quanto a Kofi Kingston, o mais certo seria voltar para à irrelevância do mid-card e Xavier Woods terá sempre futuro como manager ou sidekick de alguém menos dotado ao microfone.

Como equipa, os New Day ainda têm algo mais para dar. Já provaram que se conseguem reinventar sempre que parecem começar a cair na monotonia. Quase todas as semanas apresentam algo de novo e refrescante, mesmo que não seja sempre muito engraçado ou que nem toda a gente goste (ninguém agrada a todos).

Em termos de merchandise, também são dos lutadores que mais vendem. Quantos fãs vemos por semana com unicórnios na cabeça e com adereços referentes aos “Booty-o’s” (“they make sure you ain’t booty”)? Bastantes.

Numa altura em que há poucas estrelas, até que ponto será sensato acabar com uma das maiores fontes de dinheiro no que a vendas de merchandise diz respeito?

Além destes fatores, temos ainda o facto de os New Day poderem elevar outras equipas. Já se sabe que as equipas normalmente não duram muito tempo, por isso quando atingem a marca dos dois anos já são consideradas experientes e podem assumir outro tipo de papel na divisão, como a ajuda a equipas mais recentes que estejam à procura do seu espaço no plantel.

Em relação à Wyatt Family, ainda não sei o que pensar. Antes da lesão do seu líder, fizeram um face-turn. Agora, parecem ter voltado como heels, mas a verdade é que foram os New Day a interrompê-los e a desafiá-los. Desta vez, não foi a Family a atacar alguém de forma a dar início a uma rivalidade. Se é bom ou mau não sei, mas ao menos é algo diferente do habitual.

Em princípio, serão eles a acabar com o histórico reinado dos New Day. Por um lado, é ótimo ver a Wyatt Family com algum ouro; por outro, dói-me a alma só de imaginar Braun Strowman como campeão de alguma coisa. Pior do que ele, até hoje, só vi The Great Khali. E não sei se não estão ao mesmo nível.

Quanto a Bray Wyatt, gostaria, como já disse em cima, que esta história o tivesse a ele como protagonista e servisse para fortalecer a sua personagem, de forma a que começasse uma construção que o levasse a ser um dos favoritos à vitória no Royal Rumble (embora ache que o vencedor será um dos ex-membros dos Shield).

Com Brock Lesnar a lutar contra Randy Orton no SummerSlam, não faço ideia de qual será o combate de Bray nesse PPV. Porém, não deixa de ser verdade que não se sabe nada sobre o futuro de quase ninguém no plantel, visto que a Brand Split pode mudar muitas coisas.

Também gostaria de ver, daqui a uns meses, Bray Wyatt a entrar em rivalidade com os seus atuais parceiros, que o podiam ir abandonando um de cada vez. De seguida, Wyatt ficaria como face/tweener e os outros seguiriam as suas vidas (no caso de Strowman, uma vida fora da WWE).

O combate de Wyatt na próxima WrestleMania até podia ser um Handicap contra os três, do qual sairia vencedor, ou um Fatal 4 Way, semelhante ao Triple Threat que os Legacy tiveram em 2010, depois de todo o grupo ter problemas entre si.

Estamos numa fase de mudanças na WWE e a divisão de equipas pode ser uma das maiores “vítimas”. Adivinham-se novos campeões e o desmembramento de uma das melhores equipas dos últimos anos, talvez a mais interessante desde a Team Hell No.

Big E, Kofi Kingston e Xavier Woods têm o seu futuro indefinido – pelo menos ao olhos dos fãs – e estão incluídos no lote de nomes em maior foco quando tiver lugar o Draft. A minha aposta vai mesmo para o final deste grupo e para uma travessia no deserto de todos eles, ainda que possam ter um push a solo no curto prazo.

Desejo-vos um ótimo fim de semana e até ao próximo artigo, no qual farei uma antevisão do Draft.

Sobre o Autor

- Autor do espaço "Cutting Edge".

26 Comentários

  1. Best in the World - há 5 meses

    Excelente artigo Daniel. Receio bastante a separação dos New Day porque acho que os 3 a solo vão cair no esquecimento (talvez o Xavier se safe, sendo que é para mim o melhor dos 3).
    Custa-me pensar que eles podem perder os titulos para a Wyatt Family, ainda por cima se for para o Strowman e o Rowan (dos piores wrestlers do roster neste momento).
    Alguem sabe se o Harper ainda vai estar muito tempo de fora? Acho que é o que tem mais quimica com o Bray, para além de ser o melhor wrestler no ringue. Faz imensa falta à Family.

  2. Stream - há 5 meses

    Gosto bastante do New day além dos três terem bastante talento são os que mais vendem merchandise,so que como estão a muito tempo como equipes devem dar espaços para outros,infelizmente concordo com o que disse Daniel. Mais ainda vejo o New day a co seguir mais um ano de reinado

    • danielLP21 - há 5 meses

      Mais um ano de reinado? Quase impossível. Mas podem ficar mais um ano juntos, não me importava nada.

      • Stream - há 5 meses

        N Daniel , acho q me entendeu mal eu falei no sentido de passarem mais de um ano com o reinado atual

  3. RFBM - há 5 meses

    Bom artigo Daniel. Pessoalmente irei odiar ver a separação dos New Day, muito porque acho que os mesmos ainda têm muito para dar, visto que até agora praticamente só têm estado em rivalidades pelos títulos de Tag Team, podendo muito bem perdê-los e começar a fazer coisas novas, como alguns dos seus membros vencerem títulos do mid-card ou rivalidades com stables ou wrestlers mais importantes.

    Em relação aos Wyatts, sem o Harper apenas o Bray me cativa, daí que não ficarei nada contente se o Rowan e o Strowman vencerem os títulos de Tag Team. Tal como tu, acho que o grupo se deveria modificar, ou os ficavam definitivamente os três membros iniciais na WWE ou separavam-se, sendo que o Rowan ficaria no low-car, o Harper a lutar pelos títulos do mid-card e o Wyatt como grande main-eventer, já o Strowman…é isso… Confesso que gostaria de ver uma Ameaça Tripla entre o Harper, o Rowan e o Wyatt na próxima Mania.

  4. Marcelo Oliveira - há 5 meses

    Acredito que o new day ira acabar pois com o fato da divisao de main roster a wwe prescisara de mais nomes nas divisoes solos entao como o big e e o kofi sao multi campeoes seriam bons nomes para titulos menores como o ic title e o usa title se nenhum titulo voltar como o european ou algo do tipo

  5. Just Shh - há 5 meses

    Quero acreditar que a WWE esteja planejando o fim do New Day afim de dar mais destaque ao Woods no mid-card,carregando os títulos “secundários”,já que além dele ser jovem,é um bom wrestler,tem muito carisma e mic-skills excelentes…

    Gostaria de vê-lo em uma carreira solo como um heel,mas por enquanto,acho besteira separar esses três.

    • danielLP21 - há 5 meses

      O problema é mesmo o timing. O Woods tem tempo para construir essa carreira, neste momento acho que ainda é cedo.

  6. Rui Ribeiro - há 5 meses

    Bom artigo Daniel. Não gostava nada de ver os New Day a separar-se, pelo menos para já. Nestes últimos meses têm sido claramente das melhores coisas que a WWE tem para oferecer e caso se separem há altas probabilidades de cairem no esquecimento. E como tu disseste, como equipa ainda têm mais para dar, e acho que se aguentam mais uns meses.

  7. L26Rollins - há 5 meses

    Grande artigo, era um enorme erro separarem os New Day visto que a solo neste momento não iriam ser ninguém, a WWE está recheada de bons talentos e até eles sobem da NXT para o main roster e são esquecidos, casos como o Breeze, Vaudevillains, Crews etc…
    Com ou sem titulos os New Day seriam vistos como topos da empresa (Como equipa claro) daria mais um ano a eles como equipa.

  8. Vitor Oliveira - há 5 meses

    Excelente artigo. Concordo em tudo, principalmente no caso do Braun Strowman kk

  9. 434 Days - há 5 meses

    Excelente artigo Daniel.

    Confesso que inicialmente não tinha grande fé neste grupo, mas após o Wrestlemania 31 tudo mudou e eles conquistaram me. É por isto que seria uma enorme pena eles acabarem já, pois acho que ainda têm muito para dar como grupo. No caso de isto acontecer, eu quero acreditar que eles conseguirão ser algo bem sucedidos, mas há sempre reticências com a WWE.

    Quantos aos Wyatts já se cometeram muitos erros com o Bray, mas devido ao seu enorme carisma ele terá quase sempre chances de chegar ao main event que tanto merece. Gostava que o Harper fosse um grande midcarder e os outros dois a mim não me interessam muito.

  10. Artur - há 5 meses

    Excelente artigo Daniel. Basicamente concordo com tudo, nada a acrescentar.

    Uma pergunta: gostaste do Orton vs Lesnar?

    • danielLP21 - há 5 meses

      Obrigado.

      Sim, espero que o Orton esteja a 100%. O combate com o Lesnar é claramente um dos combates de sonho que o Orton ainda tem para fazer.

  11. Sheamus na Wyatt Family e tá o problema resolvido!! Enquadra-se que nem uma luva, e com esta série de derrotas poderá levá-lo a ser recrutado pelo Bray. Seria uma stable muito mais forte e levada a sério, e ao mesmo tempo credibilizando Bray e Sheamus.

  12. wewantspunk - há 5 meses

    O New Day vai fazer muita falta se realmente terminar, sinceramente a WWE gosta de deixar superastros fracos no auge, como o TheMiz, Chris Jericho, Rusev, entre outros, esses aí são passados já… Não tem credibilidade, sempre a mesma história TheMiz que se acha, o mesmo do Chris Jericho, e o Rusev que fica criticando sempre os americanos, e a WWE ainda dá a ele o titulo de US Champion..

    AS VZS A WWE DECEPCIONA.

    • danielLP21 - há 5 meses

      O Rusev devia era ser Campeão Mundial.

      Miz é passado? E está no topo? Não mesmo.

      • wewantspunk - há 5 meses

        Cara o IC Championship deveria ser do KO, ou até mesmo do Cesaro, o legado do Miz está sendo o pior da história do IC Championship…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador