Desabafo sobre o Wrestling em Portugal

Este é um texto que não foi escrito por mim, foi enviado para o PTW, mas com o qual concordo em larga medida. Aqui fica:

“Nestes últimos tempos o Wrestling em Portugal tem vindo a decrescer exponencialmente em popularidade. A adesão ao Wrestling português nunca foi muita, as queixas para tal acontecer eram várias: falta de qualidade, shows muito espaçados, muito longe, etc.

Hoje em dia o Wrestling português está na sua melhor fase! Feliz ou infelizmente (consoante a opinião de cada um) temos 2 federações de Wrestling que apresentam algo para todos os gostos. Os shows nunca foram tão regulares com a APW e o WP a apresetarem um show quase de mês a mês. Parece apenas que um dos maiores problemas é o facto de secalhar ser longe para alguns.

Se realmente gostam de Wrestling não há desculpa para não irem ver um show de Wrestling português pelo menos uma vez! O sacrifício não é assim tão grande se pensarmos em várias coisas:

– Os nossos lutadores não vivem do Wrestling, como tal, a maioria estuda e trabalha! Temos pessoas como o Costa que gastam dinheiro em viagens para ir treinar e lutar em shows. Pessoas como a Alice Marques de Almeida que está a tirar um doutoramento e vem da Margem Sul todos os Sábados para treinar. Lutadores da APW que vão do Algarve a Lisboa e vice-versa. O que não falta são histórias de sacrifícios pessoais para fazerem o que gostam por pouco ou nenhum dinheiro para nos entreter!

– Temos pessoas do WP que foram a Inglaterra ver um show da NOAH, que foram a França ver TNA, nós para ver Wrestling ao vivo nem precisamos de sair de Portugal.

– Já houve inclusive vezes em que pessoal da APW vai ver o WP e vice-versa. Gostando ou não a verdade é que tiveram lá.

– Quem mora longe até pode aproveitar para vir conhecer Lisboa, passear um bocado, ir ver o show e ainda chegar a casa a tempo do jantar. Tudo isto e apenas têem que pagar a viagem porque 3€ não custa nada!

As desculpas do dinheiro ou do ser longe são apenas isso, desculpas. Com isto não se está a dizer que tenhamos que ir a todos os shows, MAS não há desculpas para não ir ver pelo menos um!

Poupar para ter 20, 30, 40, 50 ou 60€ não é assim tão difícil, é preciso algum sacrifício? Sim. Mas tendo em conta que é dinheiro para ter uma experiência única e que nunca se esquece, penso que é barato!

Agora a opinião de uma pessoa de um alto cargo e reconhecida na CWO:

– Confesso que já fui um desses fãs de wrestling que deixava passar tudo e mais alguma coisa à minha frente sem tomar atitude alguma. A WWE veio cá, e eu apesar de ter o sonho de ir ver Cenas, Batistas e companhias deixei para depois, e esse “deixei para depois” poderá vir-se a revelar numa espera eterna.

Em Dezembro de 2009 decidi deixar de ser mais um fã do armário, o dia estava chuvoso, não tinha companhia, na altura preguei uma mentirinha aos meus pais sobre onde iria passar o dia, mas não importa, a minha paixão pelo wrestling era maior que tudo isso e lá apanhei autocarro, barco, metro e comboio rumo a Monte Abraão ver as gravações dos “shows” 6 e 7 do WP, e valeu bem a pena! Porque a qualidade apresentada era boa e porque é extraordinário estarmos do lado cá de fora a apoiar os nossos lutadores preferidos, a “interferir” de certa moda no rumo do combate e a interagir com as estrelas lusas.

Um ano tem 365 dias, são mesmo imensos, custa alguma coisa perder um para estarmos mais perto dos nossos lutadores e de pessoas que partilham connosco este amor por tal espectáculo? Esperem… eu utilizei o termo “perder”? Nada disso, rectifico já! Esse dia foi um dia ganho, bem rentabilizado, não tenho pais ricos nem conta no BES mas não me importei de gastar cerca de 20€ num dia (transportes + comida) para assistir a um espectáculo de wrestling que adorei, me entreteve imenso e que foi sem dúvida um dos melhores da minha vida, 6 de Dezembro de 2009 não será esquecido facilmente.

Com a APW esperei um pouco mais mas também não desperdicei oportunidades, é verdade que quando se faz “shows” regulares e de uma forma “aleatória” pelo país podemos nos dar ao luxo de esperar que venham até perto de nós, pensei que tivesse que ir a Lisboa, mas tive a sorte de ficar a um pulinho da minha residência, na Baixa da Banheira, e não perdi pitada dos dois eventos que ali houve.

Um dia não são dias, são 24 horas e mesmo assim não são todas gastas na viagem e no “show”, há tempo para dormir, descansar e comer com tranquilidade, um dia é algo insignificante no espaço de um ano, e ainda mais dentro de dois ou três anos, para quem nunca foi a um espectáculo ou para quem não vai a um há muito tempo, e repito, não é um dia perdido, é um dia ganho! Está na hora de sair do armário pessoal!”

E é isto, tirem as vossas conclusões!

Sobre o Autor

Foto de perfil de Facebook
- Fundador e administrador do Wrestling.PT. Acompanha a modalidade desde 2005 e pratica no Wrestling Portugal desde 2008.

25 Comentários

  1. Tiago Silva - há 6 anos

    Muito bom mesmo, alguem precisava mesmo de desabafar e a verdade tem uma certa razão no que diz.

  2. EddyParera - há 6 anos

    Eu tenho 16 anos, e já sou fã de wrestling à 4. O primeiro combate que vi foi um Cena vs Finlay 2 dias antes de um PPV, na altura enquanto dava na sic, lembro bem desse dia que cheguei a casa, liguei a televisão e vi a parte final desse combate, e vi tambem o Batista a fazer um save ao Cena depois de ter levado porrada do finlay e outro.

    Sempre me proibiram de ver wrestling, ai e tal, é muito violento… nessa altura ainda só conhecia a WWE, ela vinha a Portugal e as oportunidades vinham e iam sem poder participar.

    Eu sonhava me tornar num wrestler, fazia o meu próprio treino, com o meu primo, nada de arriscado, moves de subjugação, e descobri o WP, e assim que descobri que o WP fazia shows, passava 2 em 2 horas pelo site do WP à espera da noticia de um novo show, enviava carradas de mails para os mails do WP a perguntar quando iria acontecer o próximo show de wrestling. O meu primeiro show ao vivo foi o Torneio Tarzan Taborda de 2010, apenas vi os quartos de final, mas foi bom, tive 1 hora de espectáculo, se calhar, muitos achar que fui estupido por ter ido e só ter assistido a 4 combates, mas já foi bom.

    Povo, muitas pessoas falam que não gostam de wrestling porque ninguem se aleija, não há sangue… Como fã e arbitro, estar dentro do ringue, e ver o Luis Salvador a vir na minha direcção, mostrar que tinha sangue na boca e eu vi que era real, aconselho a experimentar, ver um show, ou participar num treino, aleija muito mais do que pensam. Até eu, como arbitro, saía do centro cheio de dores nas pernas, sem ter feito nada de especial. E a emoção não é só ver o Bammer a fazer um Bammer Bomb ao Luis, começa logo quando se entra no Centro… Cada vez que entro no centro, fico tão empolgado, já me perguntaram se era vergonha, não, é não saber o que estou a sentir.

    Se me perguntarem se faço bem em gastar 15 euros para ir, eu digo que faço mal, mas tambem faço bem, mas acrescento que é bastante pouco, para um dia de grande excitação…

    • “Como fã e arbitro, estar dentro do ringue, e ver o Luis Salvador a vir na minha direcção, mostrar que tinha sangue na boca e eu vi que era real, aconselho a experimentar, ver um show, ou participar num treino, aleija muito mais do que pensam.”

      Haha. Por acaso nem me lembrava que eras tu o árbitro e como poderias reagir numa situação dessas. Já que era a primeira vez que vias algo “assim”. Espero que não te tenha traumatizado LOL :b

      Apareçam este Domingo no Shotokai e assistam a um grande show do WP!

      • EddyParera - há 6 anos

        Não, na altura até fiquei uma beca preocupado, eu perguntei-te se tava tudo bem, e o David continuou o combate, não deu para saber se estavas bem.

  3. PT - há 6 anos

    Este texto está 100% certo! Muitos pedem, por exemplo, ao WP para por mais titulos, fazer mais shows etc etc etc..se querem isto tudo, vão treinar para a academia e ide ver os shows! Só assim ao responsáveis do WP podem acrescentar esse tipo de coisa…
    Eu próprio vou tentar ir no Domingo ver o show e em Setembro (só aí é que tenho 18 anos e “liberdade”) vou para academia tentar a minha sorte (:

  4. Henrique Lourenco - há 6 anos

    Concordo com a tua opinião a certa parte.
    Não podes pedir sacrifícios a gente que mora longe, tem subsídios, empresas a fechar cujo os pais foram metidos na rua.
    Percebo a tua carência de apoio mas muitos não podem MESMO fazer isso. Eu trabalho muita vez ao Sábado e tenho o desejo de fazer uns treinos no WP visto trabalhar na Granja do Marquês e mesmo assim torna-se complicado porque moro longe do meu local de trabalho, um dia se puder, vou assistir aos shows e treinar, agora se eu não conseguir, nunca prejudicaria a minha vida para tal.

  5. Salgado - há 6 anos

    Gostei bastante do texto e partilho da tua opinião em muitos aspectos. Mas também concordo com o que o Henrique disse.
    Há fãs e fãs. Há fãs que simplesmente, tal como o bom português, se acomodam e não se dão ao trabalho porque simplesmente não lhes apetece esforçar, e aí é que se vê a verdadeira hipocrisia. Afirmam ser fãs e adorar isto como ninguém, mas na altura de agir, tá quieto.
    E há fãs que por muitos esforços que façam simplesmente não está nas mãos deles ir, logo não conseguem fazer essa tal viagem. Principalmente, acho nunca se deve generalizar.

  6. pedro - há 6 anos

    os jovens crescem a ver violência, com videojogos SvR, TNA, Fight Night, etc. é natural que não se sintam tão atraídos pelo wrestling. talvez gostem de UFC, p ex.
    penso que é uma tendência que irá crescer nos proximos anos…menos fãs de wresting e mais de MMA.

  7. David J. Pereira - há 6 anos

    Concordo com o texto, tanto que fui eu que dei a tal opinião.
    Estamos em Abril e vem mesmo a calhar, o mês do pro wrestling, com os PPVs que vendem mais na WWE e TNA a realizarem-se, com dois eventos das feds tugas, um da APW e outro do WP (pena apenas este texto ser publicado depois do show de sábado da APW), e também com eventos importantes de outras feds espalhadas pela América e pelo Globo.

    Se sairmos todos do armário podemos contribuir para que a febre do wrestling volte, até porque sinceramente, já pensei que esse cenário fosse menos possivel, é uma questão de gerações.

  8. Iury_Puttin - há 6 anos

    eu tenho 16 anos e tambem gostava de treinar ai mas sou do norte e uma viagem de comboi sao prai 30€

  9. anonimo - há 6 anos

    Se forem espertos juntam 3 ou 4 no memo carro dividem gasoleo para ficar mais barato!

    • PT - há 6 anos

      é ida e volta…é preciso ver quanto custa aqueles passes qe se pagam fixos por mês…nao sei o que compensa mais

  10. Iury_Puttin - há 6 anos

    Pessoal aqui do norte digam de onde são.

    Eu sou de Felgueiras.

  11. Vasco Guerra - há 6 anos

    Bem, agora que mudei de casa (vivo agora na margem sul), posso ir ver finalmente um show do WP!

    Salvador, tu que és homem da casa, responde-me o seguinte, o show dura quanto tempo (a contar com os intervalos etc)?

  12. Jorge Rebelo - há 6 anos

    bom texto.

  13. General Manager - há 6 anos

    excelente desabafo concordo com o que disses na maioria. eu um dia gostava d assistir a um show do wp e vou ver , não sei é pa qando

  14. Rocha - há 6 anos

    sou natural do Barreiro e ainda n fui ver nenhum espectáculo da apw, que custa, para as minhas posses, 1 módica quantia, já que n tenho de pagar transportes.
    1 dia hei-de passar por 1 show deles (aqui está o comodismo). quanto a treinar, ainda há semanas atrás estive no site da apw, li tudo, vi os vídeos e fiquei com muita vtd.
    mas n sou 1 gajo resistente nem faço actividade física sem ser a necessária e a mais normal (caminhar durante horas, jogar à bola). para além do mais, a universidade tira-me muito tempo e tenho uma outra ocupação de tempos livres, a pagar

  15. Daniel Silva - há 5 anos

    Tb sou de Aveiro e gostava de treinar, mas como aqui po Norte ñ ha nenhuma associação de wrestling…

  16. José Sampao - há 4 anos

    Já era tempo de começarem a pensar em abrir um associação de wrestling aqui na zona norte, visto que o mais provável iria também haver um boa adesão.

    • Não existe quase ninguém no Norte que perceba de Wrestling para abrir aí uma escola. Só se deslocares alguém de Lisboa para aí para cima, mas achas que alguém quer mudar a sua vida para ir para o Norte abrir uma escola de Wrestling? Tens que pensar que não é propriamente fácil.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador