Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Detalhes sobre a situação actual da TNA com a Destination America

Na semana passada, o Wrestling Observer Newsletter noticiou que a Destination America tinha tomado a decisão de cancelar o Impact Wrestling em Setembro. Como foi referido noutras notícias e supostamente reconhecido por Dixie Carter na conferência com outros talentos, a Destination America tem uma cláusula no seu contrato com a TNA que permite o cancelamento de contrato (ou não renovação) em Setembro.

Aqui está um excerto do que foi escrito na edição da semana passada:

“Dias antes da mudança (de sextas para quartas-feiras) ter sido anunciada, a Destination America tomou a decisão de cancelar TNA Wrestling no fim do terceiro trimestre (por volta da última semana de Setembro, quando a actual temporada televisiva terminar). Os principais executivos do Discovery Channel foram informados desta decisão na altura.

Embora as audiências fossem boas, não eram boas o suficiente para justificar o preço da programação. Outro dos problemas é que os publicitários regulares da estação não queriam fazer publicidade durante o programa.

Deve ser notado que, quando foi dada a conhecer internamente a decisão de cancelar TNA Wrestling, foi sublinhado que a TNA iria continuar nas noites de sexta, com programação original, até Setembro. Dias mais tarde, foi tomada a decisão de mudar a TNA para as quartas-feiras.

Esta decisão (cancelamento) era suposto ter sido mantida em segredo, tal como a Spike tentou manter em segredo a sua decisão de deixar de transmitir Impact Wrestling, mesmo meses depois da decisão ter sido tomada e noticiada.

Nesta situação, não é bom para nenhuma das partes cancelar publicamente um programa tanto tempo depois deste ter começado.

O reconhecimento público desta situação estava agendado para a altura em que a estação anunciasse a sua programação para horário nobre da temporada de 2015/2016, juntamente com a publicidade já preparada.

Mesmo dias depois da mudança para as quartas-feiras ter sido anunciada, os informados da decisão não receberam indicações diferentes. Mas, como é óbvio, as coisas mudaram, pois a TNA mudou de dia da semana. Portanto, pode-se concluir que a história ainda está a decorrer e nada é definitivo.”

Como seria de esperar, a reacção a esta notícia foi bastante negativa com a TNA a alegar que, se for necessário, poderão processar os responsáveis pelas declarações difamatórias. Aqui está o comunicado que a TNA lançou:

“Foi-nos chamado à atenção que surgiram várias notícias com declarações falsas associadas à TNA, aos seus executivos e ao seu parceiro televisivo. Estas falsas declarações são consideradas difamação e, se necessário, iremos usar todas as vias de recurso legal que nos estiverem à disposição.”

No fórum do seu site, Dave Meltzer fez questão de afirmar que não tinha sido contactado pela TNA neste sentido.

Via redes sociais, pessoas como Bob Ryder e Billy Corgan responderam aos relatos de Dave Meltzer com as seguintes mensagens:

https://mobile.twitter.com/brydertna/status/601254021676969985

Ora, na edição desta semana do Wrestling Observer, Dave Meltzer respondeu com o seguinte:

“Dixie Carter tentou alegar que as histórias noticiadas na semana passada eram falsas e que haviam planos para a TNA ter programação na Destination America em 2016, mas depois evitou confirmar ou negar se, contratualmente, a TNA pode ser cancelada no fim de Setembro ou não.

Os lutadores na reunião não ficaram nada felizes, pois sentiram que Carter estava a ser evasiva. Além disso, era complicado aceitar aquilo que esta os tentava convencer: que a vinda da ROH para a Destination America era para benefício da TNA.

No fundo, os talentos reclamaram porque querem melhores formas de comunicação entre a companhia e o talento.

A TNA tem um contracto de vários anos com a Destination America, mas a estação tem uma cláusula no contrato que lhes permite cancelar a programação no fim do mês de Setembro. Dixie também afirmou que as datas continuam todas confirmadas e que não existem mudanças de planos.

Há duas semanas, a Discovery Network enviou o seguinte memorando:

“Destination America não irá renovar com TNA Wrestling no próximo ano. Embora as audiências sejam boas, a audiência não é grande o suficiente para justificar o investimento feito. Planeamos honrar o acordo actualmente estipulado e continuar a transmitir os novos episódios de TNA Wrestling nas noites de sexta até ao fim do terceiro trimestre de 2015. (…) Esperemos que tal sejam boas notícias para todos os publicitários que incluíram a TNA na sua lista DNA.”

A lista DNA é para quando os publicitários compram tempo de antena numa estação, em vez de escolherem apenas num programa em específico. DNA, ou Do Not Advertise (Não fazer publicidade), é uma lista que os patrocinadores têm de programas nos quais não querem publicidade sua.

Nós contactamos Carter assim que soubemos que Impact Wrestling seria cancelado para que esta comentasse a questão ou para o caso desta saber algo diferente. Uma semana mais tarde, Destination America anunciou, sem qualquer aviso e depois de um mês de episódios ter sido gravado com referências a sexta-feira (dia em que o Impact Wrestling era transmitido), que o programa iria passar a ser transmitido às quartas-feiras.

Voltámos a contactar Carter para saber se esta mudança significava que a Discovery Network tinha mudado de ideias. Na altura, as pessoas que receberam o memorando referido acima não tinham conhecimentos de mudanças de planos.

Portanto, Carter esteve consciente do que se passava durante mais de uma semana, sabia que uma história seria escrita sobre o assunto e escolheu não comentar. Ela não tentou esclarecer a situação ou dar a sua opinião.

Mais tarde, Bob Ryder e Billy Corgan, oficiais da companhia, tentaram atacar o mensageiro.

Em nenhum altura, a companhia tentou refutar algo em específico que tenha sido publicado na semana passada. Apenas se limitou a tentar confundir a questão e tentar transformar isto numa história sobre um tipo horrível que estava a espalhar mentiras sobre a companhia.

Bob Ryder teve o seguinte a dizer: “Durante quase 13 anos, algumas pessoas previram que estávamos prestes a fechar as portas. É tão verdade hoje como foi no passado.”

Como é óbvio, em nenhum ponto da história escrevi que a TNA estava perto de fechar as portas. Aliás, fiz questão de esclarecer que a história ainda estava em desenvolvimento, apenas que a Discovery Network estava a planear cancelar a programação da TNA.

Corgan, estrela de Rock, figura central dos Smashing Pumpkins e fã de longa data de Wrestling, escreveu o seguinte: “Não seria mau se toda a verdade estivesse a ser noticiada e se a pessoa que a está a noticiar não estivesse a ser enganada por um angle manhoso.”

Por outras palavras, Corgan defendeu que existe um angle no meio disto tudo, onde se presume que a equipa criativa da TNA está a fazer uma história onde perdem o seu parceiro televisivo e se inspiram em Brian Pillman.

A única forma disto ser um angle seria se a TNA tivesse pedido à Discovery Channel para enviar um memorando, avisar todos os seus principais executivos e o seu departamento publicitário, apenas para que o angle funcionasse.

Bem, se esse é o caso, deveriam estar orgulhosos do angle se ter tornado público. A resposta foi idêntica à que se viu no ano passado, quando Vince Russo enviou – acidentalmente – um e-mail a Mike Johnson do PWInsider com instruções para Mike Tenay sobre como deveria fazer os comentários para os programas. Russo enganou-se no botão e acabou por enviar o e-mail à pessoa errada, confirmando os rumores de que estava, de facto, a trabalhar de novo com a TNA.

Johnson revelou que tal era prova de que Russo estava a trabalhar com a TNA, algo que a TNA tinha tentado manter em segredo porque a Spike TV – parceiro televisivo da altura – tinha deixado bem claro que não queriam ter nada a ver com Russo.

Foi logo após esta situação se ter tornado pública que a Spike TV informou Carter que não iriam renovar contrato. No entanto, também deixaram claro que iriam ser discretos em relação à situação, de forma a ajudar a TNA a obter um melhor acordo televisivo com a sua nova estação e também porque não fica bem a uma estação anunciar com tanto tempo de antecedência que não vão renovar.

Corgan alegou ter lido o que escrevi afirmando o seguinte: “Para tua informação, li a peça extremamente irresponsável que publicaste. E por muito que adore Vinny Ru, esta é uma situação diferente.”

A referência Vinny Ru tem a ver com o facto de ter dito a Corgan que a desculpa que este tinha dado era idêntica à resposta que Russo deu quando Johnson deu a conhecer a sua história no ano passado. A resposta em questão é simplesmente que Johnson era um pateta que se tinha deixado levar por um angle.

Claramente, Corgan não leu o Observer da semana passada, especialmente a parte que lhe dizia respeito, pois assim que tal foi referido por mim nas redes sociais, este fechou-se em copas.

Enquanto Carter evitou mencionar-me por nome, Corgan fez questão de me referir na conferência realizada com o talento.

Em semelhança à Spike TV, a Discovery não estava a planear anunciar publicamente que a TNA não seria renovada. No entanto, uma semana depois da história se ter tornado pública, a estação ainda não comentou ou deu um voto de confiança público à TNA.”

Resumindo, até ao momento a estação não mudou de ideias no que toca a cancelar a programação da TNA. Porém nada é definitivo e a situação ainda está a decorrer.

Via redes sociais, as respostas mais recentes de Billy Corgan a esta publicação do Wrestling Observer foram as seguintes:

Fonte:Wrestling Observer Newsletter & Wrestling Rumors

Tens alguma notícia que não está publicada no site? Clica aqui e envia-nos!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

3 Comentários

  1. wwe - há 2 anos

    li tanto e fiquei a saber o mesmo, não percebi nada

  2. Wrestling Life - há 2 anos

    As coisas estão complicadas para a TNA. Vamos ver se estes rumores são verdade.

  3. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    A TNA só se pode culpar a si própria pois desde a estreia no Destination America que a TNA se tornou uma indy e todos sabem que as Indys não vendem em televisão, por alguma razão não há muitas indys com transmissão televisiva. Não há PPV, há programas especiais sem qualquer tipo de construção e exactamente iguais aos Impact, combates de regras especiais (Hardcore, Steel Cage) de forma demasiado regular, porque sim, sem qualquer tipo de buid up, mais grave ainda, o mesmo acontece com combates de assinatura TNA como o Ultimate X ou o Feast or Fired, não há qualquer autoridade, praticamente faltam storylines e feuds decentes, um wrestler tem uma oportunidade pelo titulo mundial apenas por aparecer perante o campeão e dizer que o merece, se 3 fizerem isso tem um fatal 4-way porque lhes apetece, sem build up absolutamente nenhum, reinados de campeão completamente aleatórios, heels e face turns aleatórios, aposta em wrestlers em final de contrato sem terem a garantia que renovam…enfim, bons combates não chegam e mesmo esses já foram ultrapassados pelo NXT, mesmo em combates femininos. Tenho pena pois eles têm bons wrestlers e gostava que a WWE tivesse alguma concorrência mas se essa não existia antes, muito menos existem agora que a TNA está bem pior. Até o WP tem mais build up e só faz shows de vez em quando.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador