Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Detalhes sobre os cortes feitos pela WWE

Ao longo da última semana, têm surgido vários detalhes sobre os cortes que a WWE anda a fazer no orçamento. Estes cortes eram esperados, especialmente depois da própria companhia ter anunciado numa recente conferência que iria dispensar 7% do staff actual. Até ao momento, crê-se que mais de sessenta pessoas perderam os seus empregos.

Entre estas pessoas encontra-se o ex-Vice presidente sénior da equipa criativa da WWE, Eddie Feldmann. Não foram dados mais nomes, mas diz-se que este não foi o único a ser dispensado no departamento criativo.

Outro nome dispensado é o veterano Mark Yeaton, responsável pela campainha. Este trabalhava na companhia à décadas e a sua saída causou alarme nos bastidores da companhia, levando vários talentos a acreditar que ninguém estava a salvo.  Yeaton era também responsável por encomendar e tratar dos materiais que a WWE usa para o ringue, por exemplo.

Steve Austin teve o seguinte a dizer sobre a dispensa de Yeaton: “#Swigofbeer to my old beer thrower @WWETimekeeper Mark Yeaton. Best damn beer thrower in the world and great guy.”

Tal como Austin, também JR comentou a situação dizendo o seguinte: “Very disappointed….sad.”

No que toca a talentos, o último nome mais conhecido a ser dispensado foi Ricardo Rodriguez. No entanto, não foi o único talento a ser dispensado recentemente. Os seguintes cinco nomes do território de desenvolvimento da WWE – NXT – foram também dispensados: Garrett Dylan (Jody Kristofferson, filho do actor Kris Kristofferson), Travis Tyler, Mac Miles, Dani Jackson e Slate Randall.

É a segunda vez que Kristofferson é despedido pela WWE. Este voltou a ser contratado no início do ano e tem aparecido ultimamente no papel de Rosebud para a entrada de Adam Rose. Randall (Shaun Ricker) foi contratado no fim do ano passado depois de ter aparecido no programa televisivo The Hero, apresentado por The Rock. A estreia deste ocorreu recentemente num live event do NXT.

Miles (William McNamee) é um atleta do Colorado que impressionou bastante da WWE na sua tryout – a mesma de que Davey Richards e Eddie Edwards fizeram parte. Este estreou-se num combate de Tag Team, fazendo equipa com Steve Cutler, onde perdeu para os Ascension. Jackson, vinda de Ohio Valley Wrestling, foi contratada há alguns meses, mas nunca apareceu em televisão ou lutou em live events.

A divisão correspondente à WWE Magazine também sofreu bastante com os cortes. A WWE Magazine chegou ao fim, embora tenha sido sempre rentável e até gerado algum lucro. A WWE está disposta a criar uma parceria com uma companhia que continue a publicação da revista, portanto este poderá não ser o fim definitivo da mesma.

Numa notícia mais assustadora, WWE Hall of Famer Jim Ross revelou no seu blog que ficou a saber, a partir de pessoas que conhece dentro da WWE, que a companhia está a considerar gravar a Smackdown, Superstars e Main Event às segundas-feiras, após a transmissão da Raw terminar. Eliminar as gravações de terça-feira iria poupar imenso dinheiro à WWE, mas resta saber o efeito que tal iria ter na audiência presente. Esta estratégia iria colocar mais pressão no talento e equipa da produção que, por sua vez, já estão a sofrer com os cortes no orçamento.

Fonte: Wrestling Observer Newsletter, Wrestling News Source, PWInsider & F4Wonline

Actualização:

Relativamente ao despedimento de Mark Yeaton, diz-se que este era considerado um “Kevin Dunn guy” e que esses empregados têm os dias contados devido ao poder que Stephanie McMahon e Triple H vão ganhando progressivamente. Yeaton irá ser compensado por ter trabalhado para a WWE ao longo dos últimos 30 anos.

Outras fontes relatam que a WWE irá continuar com os cortes. Estes poderão não ser notados pelos fãs por não serem talentos, por exemplo, mas facto é que a WWE continua a fazer cortes nos bastidores.

Fonte:F4Wonline

Nova actualização:

Relativamente ao despedimento de Shaun “Slate Randall” Ricker, correm rumores que este não foi uma das vítimas dos cortes nas despesas. De acordo com as fontes no NXT, entre os despedidos até agora, Ricker era o que apresentava maior potencial. No entanto, ao contrário dos restantes, Ricker não foi despedido porque não era o que a WWE queria ou porque não apresentava evolução.

Ao que parece, Ricker apresentava o tipo de carisma que a WWE procura, mas este envolveu-se numa confusão ao enviar um e-mail. Não é conhecido o conteúdo do e-mail, mas diz-se que tal prejudicou bastante a sua situação dentro da companhia. Outra fonte do território de desenvolvimento notou que este também escreveu coisas nas redes sociais que não agradaram a WWE.

Uma das mais recentes vítimas dos cortes nas despesas é El Torito. Este não foi despedido, mas ficou de fora da tour que a WWE fez recentemente na Austrália graças aos cortes nas despesas.

Fonte: Wrestling Observer Newsletter

Nova actualização:

Relativamente às discussões que oficiais da WWE têm tido ultimamente sobre, possivelmente, gravar a Raw e Smackdown na mesma noite, diz-se que tal não iria ocorrer todas as semanas ou sequer com muita frequência.

O despedimento de Mark Yeaton causou grande choque nos bastidores da companhia, tendo sido bastante mais discutido do que o despedimento de Del Rio. Yeaton nunca teve problemas com ninguém e era visto como o empregado ideal. Os fãs conhecem Yeaton como sendo a pessoa a quem Michaels fez o superkick no main-event da Wrestlemania 1996 e por ser a pessoa que atira todas as latas de cerveja a Steve Austin.

Tal como já foi noticiado, a equipa criativa também sofreu cortes. Antes dos mesmos, a equipa tinha cerca de duas dúzias de membros.

Fonte: Wrestling Observer Newsletter

Tens alguma notícia que não está publicada no site? Clica aqui e envia-nos!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

41 Comentários

  1. DX Rules - há 2 anos

    A WWE tá a ficar tola. Querem ganahr dinheiro? Façam shows de qualidade e inovem!

  2. Roberto "THE VIPER" - há 2 anos

    Ainda lembro daqueles tempos de 2008 pra trás e comparo com os de hoje.

  3. Mafi - há 2 anos

    Wowow gravar os 4 programas de seguido é de doidos. Acham que o público aguenta 5/6 horas? Já para não falar nos talentos, é muito cansativo para eles.

  4. PedroSWWE - há 2 anos

    Eu se fosse a eles, gravava o Raw, Smackdown, Superstars, Main Event, NXT e PPV’s na segunda feira, no Raw.
    Percebam que o Smackdown teria muito mais audiências se fosse em direto.

  5. Jony - há 2 anos

    vejo wwe á cera de uns 9 anos e já há uns meses que fui deixando de ver, wwe nunca mais voltará ao que era há uns anos, não digo que não há grandes combates como de antes porque sim ainda há, mas de ano para ano com tantos cortes na empresa e tantos despedimentos acaba por perder alguma piada, e depois vão buscar wrestlers tipo batista entre outros ao qual dão boas histórias e vão deixando os lutadores mais jovens para trás, acho que deviam apoiar mais os novos talentos pois se continuar assim daqui a uns anos o balneário vai ser praticamente lutadores já com alguma idade por exemplo não tarda o john cena se reforma e acabe por dedicar-se mais ao cinema, mas é como é a crise toca a todos tal como a wwe só espero que não despe-sem mais pessoal enfim apenas uma opinião, Paz minha gente :)

  6. danielLP21 - há 2 anos

    Patético. Não querem que os lutadores se lesionem e por isso não os deixam mostrar o que sabem em ringue, mas depois querem mais de 5 horas seguidas de gravações. Mas estamos a brincar ou quê? Daqui a pouco sai uma notícia a dizer que o BES tinha um papel muito importante na WWE e, por isso, tal como o Benfica, também a WWE tem que começar a cortar a sério nas despesas.

    O “beer thrower”, pelos vistos, era respeitado no balneário, o que é muito bom sinal quando se está tanto tempo numa empresa.

    Ainda alguns sonham com a Brand-Split… SmackDown cada vez mais secundária… Acabem de uma vez com o programa.

    Excelente trabalho, Salgado.

  7. Hildo - há 2 anos

    Por Amor de Deus, 3 programas seguidos? que ridículo!

  8. Rui Ribeiro - há 2 anos

    O SmackDown devia ser transmitido em direto e com brand spilit. Dava muito mais audiências ao programa. Depois os outros shows semanais, o NXT podia continuar. O Superstars e o Main Event podiam ir passear.

  9. ygor - há 2 anos

    viu acabem com brand spilit agora aprendem fazer um show melhor

  10. RicardinhoO - há 2 anos

    “Smackdown, Superstars e Main Event às segundas-feiras, após a transmissão da Raw terminar”

    A Raw termina às 23 horas dos Estados Unidos…..Just saying….

    • Joao Filipe - há 2 anos

      Punham a Raw 1 hora mais cedo, gravam o Superstars antes e o publico saia de lá a 0:30h

      • RicardinhoO - há 2 anos

        Era? E o que é que a USA tem a dizer sobre isso?

        Pois….

      • Joao Filipe - há 2 anos

        Pois, transmitiam na network por 9,99$, arranjavam outro contrato ou a USA remodelava os horários.

      • PedroSWWE - há 2 anos

        O público não é obrigado a estar lá o tempo todo, se quiserem sair mais cedo, saem.

  11. joaoscp - há 2 anos

    Tragam a old school dos anos 2000 ai sim era excelente a wwe com shawn michaels,hardy boyz kurt angle, the rock etc

  12. Miguelfcarlos - há 2 anos

    A WWE vai ser vendida à TNA.

  13. BRRM - há 2 anos

    4 shows seguidos? Mas eles querem matar o pessoal ou quê? Enfim, quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga, ou neste caso (e tantos outros, claro), quando a direção não tem juízo os empregados é que pagam.

  14. FernandesSX - há 2 anos

    Era mais rentável terminar com o Superstars, que é o programa mais ridículo! O Raw voltava á origem, com hora e meia, e o SmackDown em direto na terça. Main Event deixava de ser em direto e era gravado na segunda ou terça. Easy

  15. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    Já agora criavam o ” Week Show ” , tudo num único programa .

  16. David Tiago - há 2 anos

    Bem, com a edicao do audio, o publico é contornado de forma facil, o pior é a malta a bazar xD preços ao pé do ringue mais baratos, só pode.

    Mais lesões para os lutadores. Carga horaria mais elevada, paycheck igual = descontentamento.

  17. MicaelDuarte - há 2 anos

    Já nem vale a pena comentar. Estes gajos andam todos mamados da vida…

  18. Ricardo Silva - há 2 anos

    A WWE não sabe o que continuidade significa. Lá dentro as coisas devem estar caóticas.

  19. FAlmeida_10 - há 2 anos

    Se isto se confirmar, talvez após a transmissão da Raw voltem os famosos “Fuck this shit chants”

  20. Gustavo Wyatt - há 2 anos

    Acho que o Raw devia ser so 2 horas, e gravava o main event na segunda e o Smackdown na segunda e Mudava O NXT na quarta e tirava o Superstars.

  21. rodrigomcb99 - há 2 anos

    Gravar 4 programas na mesma noite é ridiculo, é mau para toda a gente

  22. awesomemiz - há 2 anos

    Acho que a WWE lucrava muito mais se tirasse o Main event e o Superstars e deixa-se só o RAW, Smackdown, NXT, PPV’s

  23. andremartinho martinho - há 2 anos

    Esses tempos por mt que queiramos ja n voltam , tb eu queria ,agr e sempre a piorar -.-

  24. rodrigomcb99 - há 2 anos

    Bem merece uma boa compensação

  25. Roberto "THE VIPER" - há 2 anos

    Bem,tomara que a WWE não venha me despedir também… kkkkkkkkkkk
    Pelo menos o Mark Yeaton vai ser compensado porque trabalhar 30 anos na WWE não é para qualquer um.

  26. Cranky Vince - há 2 anos

    Vince Mcmahon deve estar com a garganta seca de tanto gritar “You’re fired”, talvez a Stephanie esteja se alternando com o cara

  27. David Silva - há 2 anos

    Esperavam que o WWE Network desse um retorno imediato a curto prazo,tal não ocorreu o prejuizo aconteceu e agora os empregados estão a pagar pelos erros dos patrões e administradores da empresa infelizmente isto se chama capitalismo.
    É de preocupar uma empresa que praticamente monopoliza o mercado estar numa situação destas.
    Más a culpa é deles mesmos querem vender um produto más a qualidade do mesmo só vem piorando mesmo que seja barato a mensalidade só isto não atrai compradores.

  28. João Santos - há 2 anos

    Deixem de pagar rios de dinheiro a “vedetas” e “reformados” part-time e talvez a coisa melhore… começem a apostar no futuro e talvez os fans comecem a comprar a WWE NETWORK e o problema do dinheiro comecem a melhorar!

  29. Lionheart - há 2 anos

    Tirem essa porcaria de TV PG, e voltem a AE que tudo se resolve

  30. Guilherme Salazar Manzarra - há 2 anos

    o NXT é totalmente impossivel , o Superstars já é gravado na segunda .

  31. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Agora é que os shows secundários vão ser editados :D

  32. Rúben - há 2 anos

    A wwe magazine agora está em versão digital.

  33. Darth Mordred - há 2 anos

    WWE é uma empresa M$, será que tem necessidade de despedir assim? O motivo deve ser renovação do staff mesmo, que está precisando. Temos muito talentos no mid card, precisamos de gente nova com talento pro main card, como Kevin.

  34. Roberto "THE VIPER" - há 2 anos

    Acho eu que a WWE perdeu muito com a despedida de Yeaton

  35. Nunex - há 2 anos

    24 palhaços numa sala realmente nunca dá bom resultado

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador