Get Ready To Fly #6 – Same Old Sting

No fim do último Impact a sensação que se fazia sentir, entre os que assistiam ao evento, era a de frustração. Frustração por vermos que todo o debate criado em volta de quem poderia ser o novo líder da Team TNA e principal oposição aos Aces & Eights, foi desnecessário porque continuou tudo na mesma. Frustração porque apesar de todas as alternativas faladas, a alternativa escolhida pela TNA continuou a ser mesma: “The Icon”, Sting. Apesar de tudo, acaba por ser um tema complicado de falar porque sou um enorme fã do Stinger e acho incrível tudo o que ele já alcançou na sua carreira, e isto para não falar da forma física em que se encontra aos 54 anos.

Mas temos de ver as coisas como elas são e a aposta sem fim à vista no Sting como quem vem acabar com uma stable que dizimou alguns main-eventers como Samoa Joe ou Kurt Angle, é uma aposta que não tem sentido. Não é uma aposta no timming errado, não é uma aposta mal construída nem é uma aposta que se possa dizer que o Sting não merece (de todo). É sim, uma aposta que tem muitos mais contras que prós. E isso não faz sentido. Enquanto que na semana passada procurei pensar “out of the box” e tentei encontrar algumas boas soluções para uma revolução na Team TNA e na feud com os Aces, hoje têm um fã da TNA conformado com a escolhas que foram feitas e que vai apenas analisar aquilo que podemos esperar desta decisão. No fim veremos se é ou não uma decisão com boas perspectivas de futuro.

Antes de a TNA estar a apostar no Sting, está a apostar num atleta que tem 54 anos. Se para a idade que tem está numa forma incrível, já não podemos dizer o mesmo se formos comparar com o roster restante da TNA. E isto reflecte-se na qualidade que podemos esperar dos combates.

O que ainda vale ao Sting é que as suas signature moves não pedem um grande esforço físico. Imaginem que em vez do seu finisher ser aquele Reverse DDT era, por exemplo, o Pay Off do Roode que além de ter que elevar o adversário tem de também aguentá-lo no pin enquanto faz a ponte. E o resultado disso é que o Sting tem passado os últimos combates a fazer só esses signatures moves. Quantas vezes é que usou o Stinger Splash no combate com o Aries? Às tantas perdi a conta. Além de já não conseguir carregar um combate, precisa de ter o adversário certo.

Dito isto, será que é boa ideia metê-lo num combate do título? Será que é boa ideia insistir em metê-lo a tirar os Aces sozinho do ringue como se isso fizesse todo o sentido? O Sting tem toda a credibilidade para estar no HOF e para ser considerado a maior lenda da TNA mas já não tem credibilidade física para aquilo que é preciso num líder da Team TNA. Nesse sentido, o aspecto físico, não é uma decisão feliz da TNA.

Já outra coisa é o aspecto da storyline e a construção do Sting como líder. E neste caso, já uma decisão que tem sentido. É importante referir que esta decisão da TNA que estou a analisar não é a escolha do Sting como líder porque essa já foi tomada há muito tempo atrás, logo desde a formação da Team TNA. É sim, a decisão de mantê-lo como líder. O que é um facto é que nos últimos dois meses desde o Lockdown, toda a equipa da TNA foi dominada pelos Aces em combates. Ou melhor, toda não. O único que ainda não foi mandado abaixo pelos Aces foi o Sting. Por isso logo aí temos mais uma razão para a continuidade do Sting como líder.

O único problema que entretanto esta feud teve foi que o Hogan tornou-se uma presença ainda mais ativa ao virar-se contra o Sting. E é este o meu problema (outro) com o Sting como líder da Team TNA. É que traz o Hogan consigo para a feud com os Aces. E isto, meus amigos, acho que não precisa de explicações de como torna ainda mais negro o futuro. As perspectivas de termos o Hogan metido em algum combate assustam-me seriamente…

Por isso, apesar de não trazer nada de novo, só espero que o Sting se ponha em sintonia com o Hogan, o quanto antes, por ir ser quem vai enfrentar os Aces e o Bully Ray em quem confiou e fez o mesmo Hogan confiar. Tem sentido e previne possíveis combates/pesadelos, apesar de o mau humor recente do Hogan deixar-me com algumas dúvidas. Qualquer das formas, como disse antes não quero estar a pensar muito em possibilidades concretas e “ses” neste artigo por isso o que podemos ter a certeza é que o Sting como ainda líder da Team TNA deixa no ar possibilidades muito pouco promissoras. Contudo, é inquestionável que faz sentido e mantém a coesão da história.

De uma forma geral, é uma decisão que pouco promete de bom e não acrescenta nada de novo. A TNA quando parecia que estava a querer meter os Aces por cima e a Team TNA sem esperança alguma, para puderem pôr em prática uma revolução na mesma, acaba por usar essa oportunidade para realçar o seu líder, Sting. Apesar de tudo, ainda tenho algumas esperanças nesta história pendentes em dois superstars: AJ Styles e Matt Morgan.

O primeiro, penso que não tarda nada irá ter que tomar uma decisão, caso contrário irá perder o destaque e relevância na história. A minha aposta é que se junte aos Aces para mais tarde, por altura do BFG, seja quem comece a ruptura da stable. Mas antes disso ainda vamos ter um Slammiversary que certamente irá ter um peso importante na feud e no futuro dos Aces e da própria Team TNA. Por isso é difícil fazer qualquer previsão a longo prazo.

O segundo, Matt Morgan, teve neste passado Impact um confronto com o Hogan em que teve exactamente o mesmo discurso que um tal de Bully Ray há uns tempos atrás. A reacção do Hogan? Idêntica à que teve com o Bully. Isto pode não significar nada, claro, mas acho que dá algumas esperanças a quem quer ver o Morgan ter um papel de destaque.

Ambos os casos temos de esperar para ver no que dá mas, ao contrário da permanência do Sting como líder da Team TNA, estes dois ainda nos dão algumas boas perspectivas para o futuro.

Top 3 da Semana

No passado Impact, a TNA desiludiu-nos. Por isso, esta semana convido-vos a fazerem o vosso TOP 3 das piores coisas que podem acontecer nesta feud (partindo da permanência do Sting como líder da Team TNA) . Assim sempre ficamos preparados para o pior… Mesmo que fiquemos, como sempre, na expectativa do melhor. Afinal é da TNA que estamos a falar.

E foi mais um GR2F, até à próxima!

Sobre o Autor

17 Comentários

  1. Jorge Rebelo - há 4 anos

    Francisco excelente artigo e muito actual. Eu concordo contigo em relação à TNA ter tomado uma má decisão ao colocar o Sting no mesmo lugar que ocupava há 20 anos atrás.

    Eu não me preocupa a direcção da história ou a sua lógica para aquele segmento final do Impact Wrestling ter acontecido. Sem grandes segredos parece-me lógico que o Sting vai perder com o Bully no Slammiversary e o Bully perde para o AJ Styles no BFG. Se se confirmar esta minha ideia, não tenho nada contra.

    Mas é mesmo preciso voltar a colocar o Sting e o Hogan como as caras da TNA neste momento? Quantas vezes já o Sting foi humilhado pelos Aces? Aliás, o Sting foi o primeiro “herói” a ser atacado pelos Aces, que repetiram esses ataques mais duas ou três vez…se há heroi que estava há muito derrotado era o Sting…então porquê ressuscitar o suspeito do costume? A longo-prazo não teria a TNA mais a ganhar se quando as luzes se acendessem aparecesse ali o Jay Bradley, o Crimson, o Matt Morgan, o Sabin? Aliás, até podia muito bem ter aparecido o Anderson ou até o Adam Pearce mascarado de Sting, a rir-se e a perguntar ao Hogan “Achavas mesmo que era ele não era?”. Qualquer coisa, menos aquilo que alguns fãs chamaram de “Same old shit” – que para mim é mau por ser sempre a mesma cara a receber toda a atenção.

    Quanto ao top 3 do pior que pode acontecer:
    1 – O Sting vencer o Bully Ray no Slammi
    2- O Hogan regressar aos ringues
    3- O Sting conseguir frustrar todos os ataques dos Aces até ao Slammi

    • FranciscoAP - há 4 anos

      Sem dúvida, Jorge. Não se pode questionar a lógica da história, é uma continuidade do que tem sido feito. Mas esse é que é o problema… Os protagonistas são os mesmos e a história também.

      O meu Top 3 é idêntico ao teu, só não meteria os acontecimentos por essa ordem. Acho que, e agora não me crucifiquem por dizer isto, o Bully perder o título seria uma enorme vitória para a Team TNA e iria repor algum equilíbrio à feud o que não é mau de todo… Mas claro que por todas as razões que expliquei, ter o Sting a campeão, nestas circunstâncias, é impensável.

      • Jorge Rebelo - há 4 anos

        Eu penso que o Bully perder o titulo seria mau pois a TNA estaria a colocar no topo alguém que, além de não precisar desse protagonismo por já ser um icone, não conseguiria defender o titulo. É uma questão até de credibilidade e que por falar nisso, os Aces passaram tanto tempo a perder que sofrer uma derrota tão pesada no Slammi seria ruinoso…

        Eu até coloco esta questão do Sting da mesma forma que podemos olhar para os Aces. Porque razão é o Bully Ray o campeão mundial e lider dos Aces, em vez do Tazz? Porque o campeão tem que defender o titulo, tem que ser superior aos adversários, tem que trazer credibilidade e no caso do Bully até promove a marca “TNA”. O Sting nunca seria capaz de defender o titulo, nem está em condições de todas as semanas aparecer a travar os Aces.

        No fundo, o legado do Sting é algo que a TNA pode e deve mostrar e usar, mas o Sting já tem o seu lugar marcado na história do wrestling e há que passar o testemunho a talentos mais novos para ocuparem os lugares no topo. No fundo, a TNA tem que construir os Stings e os Hogans do futuro.

      • FranciscoAP - há 4 anos

        Acho que não é justo meter o Sting no mesmo saco que o Tazz… Tendo em conta a frequência com que o actual campeão entra em combates, o Sting aguenta. O problema é o que faz no ringue… Ou não faz, melhor dizendo. Nos últimos tempos tem tido, à vontade, uma média de 2 combates por mês. A questão é que a maioria foi em combates tag team.

        Isto para dizer que concordo que o Sting não tem estofo ou alguma coisa a ganhar em pela 5ª vez (penso) voltar a ser campeão. Mas acho que poderia ser muito interessante o Bully perder o título no Slammi, mas não para o Sting. E como é provavelmente com ele que vai ser o combate, esperemos que os Aces continuem por cima.

  2. GJD - há 4 anos

    Acho que acontecerá isso:
    3. Hogan interfere na luta causando a derrota de Sting
    2. No Bound for Glory: Hogan vs Bully Ray
    1. Hogan vence e se torna campeão.

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      credo…

      • GJD - há 4 anos

        Depois que eu vi essa notícia , eu temo pela Tna: ” A TNA está construir um combate entre Bully Ray e Hulk Hogan possivelmente para o maior PPV anual da TNA, o Bound for Glory” .

  3. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    TOP 3 :

    Sting vencer(pouco provavél)
    Por um lado Sting deixar de aparecer na TNA por algum tempo(ou seja os aces “Arrebentarem com sting para o campeão Bully não perder)
    Sting e Hogan lutarem juntos contra os Aces(os meus olhos não vão aguentar ver Hogan a lutar…)

    • FranciscoAP - há 4 anos

      O Sting afastar-se agora não teria sentido nenhum mas acho que só fazia bem à TNA… Mas claro que o problema é que depois quem é que o substitui-a? O Hogan? Credo… Aí é que a porra fica séria (ou não!) eheh

  4. danielLP21 - há 4 anos

    Excelente artigo Francisco.

    O meu Top 3 é este ( esta semana não bebi vinho xD):

    1- Hulk Hogan voltar aos ringues e lutar contra o Sting ou contra o Bully Ray ou contra outro qualquer;
    2- Bully Ray perder o título para o Sting ou para o Hogan;
    3- Os Aces voltarem àquela onde de derrotas que tinham há uns meses atrás.

  5. don_ricardo_corleone - há 4 anos

    Bom artigo, já agora.
    Realmente, tanto que se especulou na semana passada. Até parei a meio do Impact para vir dar mais uma sugestão, para no fim dar nisto.
    Acho que esta história teria sempre que meter ao barulho o Sting e o Hogan, mas nunca para dar mais um push ao Sting, que não precisa disso para nada, nem para o regresso do Cena original aos ringue. Mas infelizmente parece que o ego da “loira burra” o impede de não estragar tudo com a sua presença.
    Espero, no entanto, que tudo isto não passe de mais um capitulo nesta história. Porque se aquele segmento significar o principio do fim dos Aces and Heights, substituindo por um regresso dos Fortune, se tudo isto apenas serviu para que o Hogan volta-se aos ringues, será a morte da TNA e o jogar para o lixo toda a evolução e o trabalho feito desde a saída do Vince Russo. Até o Matt Morgan seria melhor que isto!!
    Continuo na opinião que o homem certo para parar os Aces será o AJ Styles, nos exactos moldes que referiste. Até sugir que se use aquela clausula do X-Division title para que se lute pelo TNA Championship, um pouco como fez a WWE com o Batista e a Royal Rumble, criar a duvida se o AJ Styles fica como campeão da X-Division ou enfrenta o Bully Ray pelo titulo, acabando por trair os Aces.
    O meu top 3 é igual ao do Jorge Rebelo, não vale a pena repetir.

    • FranciscoAP - há 4 anos

      Nem mais! Acho que isso dos Fortune foi só uma forma de preparar uma rivalidade entre a equipa do Aries/Roode e os BI… Afinal custaram-lhes o título. Claro que primeiro uma dessas equipas tem de conquistar os títulos e mandar os mexicanos ir coçar a micose… Mas penso que isso esteja para breve.

      Também me parece cada vez mais evidente que vamos ter o AJ nos Aces e a ser a figura-chave. Mas primeiro temos de ter essa confirmação que ele vai entrar na stable… Só espero que não voltem a engonhar com a personagem dele como no último Impact

  6. Roberto Barros - há 4 anos

    Mais um grande artigo francisco, para mim já e ruim o Sting entrar nessa história como já bem falaram, outros já citaram as 3 piores atitudes que a TNA possa tomar nessa história, estou temeroso em relação a esse assunto

  7. Vince It Factor - há 4 anos

    Mais um excelente artigo Francisco, é para continuar !

    O que tenho a dizer quanto ao tema, é que na minha opinião, é mais que evidente que o Sting vai acabar apenas por valorizar ainda mais o Bully Ray como campeão e proporcionar mais um grande momento aos Aces.

    Mas a questão tens os tais senão, a começar pela qualidade do combate in-ring, o Bully Ray é bom wrestler, mas não é nada de fabuloso, sendo que o Sting é fabuloso, mas com menos 10 anos… Ou seja, o combate vai ser um pouco atípico pois o Bully não o vai carregar todo o tempo. Além de que o Sting ao expulsar os Aces todos sozinho descredibiliza o grupo e espero que a TNA não vá por aí.

    Isto do Sting, trás ainda o nome Hogan para cima, e o nome Hogan, devia sair desta história e focar-se na história com o Matt Morgan. Pois tenho medo que vejamos o Hogan lutar, embora não creio que aconteça e que a TNA não vá cometer tal erro.

    Meu TOP.

    1-Hulk Hogan voltar a lutar contra Sting ou Bully ou qualquer um.
    2-Sting roubar o título ao Bully.
    3-Aces & Eights falharem todos os ataques e saírem sempre por baixo até ao Slammiversary.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador