Impacto! #105 – TNA World Cup of Wrestling

Esta Sexta-feira a TNA apresenta o World Cup of Wrestling, como parte do seu conceito de PPV TNA One Night Only. O Impacto! desta semana faz a antevisão do que irá acontecer no evento.

Como sabem o TNA One Night Only é um conceito diferente de PPV, em que os combates em nada interferem com as histórias actuais da TNA. Esta verdadeiras cápsulas de wrestling, acontecem nas primeiras Sextas-feiras de cada mês. Este evento já foi gravado em Março deste ano e só agora vai para o ar. Irei apresentar aqui os combates sem revelar resultados.

A ideia do World Cup of Wrestling é fortemente inspirada no World X Cup, um torneio que pretendia pôr frente a frente equipas dos 4 cantos do globo. Neste PPV, vão estar em jogo 4 Equipas: Aces and 8s, Team UK, Team Internacional e Team USA. Cada equipa tem 5 elementos: uma Knockout, um lutador da X Division, um lutador da Heavyweight Division e dois lutadores de tag-team.

As equipas são assim constituídas:

Team USA: Kazarian e Christopher Daniels, Kenny King, Mickie James e James Storm.

Team Internacional: Funaki e Petey Williams, Sonjay Dutt, Lei’D Tapa e Judas Mesias.

Team UK: Douglas Williams e Rob Terry, Rockstar Spud, Hannah Blossom e Magnus.

Team Aces and 8s: DOC e Knux, Wes Brisco, Ivelisse Velez e Mr. Anderson.

Cada vitória valerá 1 ponto para a sua equipa e no final as duas melhores encontram-se num Eight Man tag-team match. Vence o torneio a equipa que obter mais pontos.

Magnus vs Mr. Anderson

O problema dos TNA One Night Only é exatamente este desfasamento entre o tempo de gravação do PPV e a data em que este vai para o ar. Mesmo quando se sabe que estes PPVs não afectam as histórias actuais, não deixa de ser estranho para o público estar a ver algo que até pode já não existir hoje. É o caso dos Aces and 8s, que já tiveram direito a funeral às mãos de Mr. Anderson e vamos neste evento encontrar um Anderson ainda integrante do grupo. Aliás este PPV é particularmente rico em situações pouco coerentes. De qualquer forma, será sempre interessante perceber qual o resultado deste combate dado que quer Anderson, quer Magnus são duas figuras em que a TNA acabou por apostar e que parecem estar a passar por um bom momento. Se não me falha a memória, penso até que será a primeira vez que estes dois se vão encontrar no ringue e aposto que teremos aqui um dos combates mais interessantes da noite.

Kenny King vs Sonjay Dutt

Kenny King irá representar a X Division da Equipa Americana e Sonjay Dutt defenderá a Team Internacional, fruto da sua ligação familiar à India. Ambos os lutadores têm um registo muito interessante na X Division e são dois nomes que fizeram carreira na TNA sempre  ligados a esta divisão. A minha preferência vai para a maior experiência de Dutt, que geralmente consegue elevar o perigo das manobras, mas sem cometer erros flagrantes. O Kenny King da TNA está ainda por provar o enorme potencial que demonstrou em tempos na Ring of Honor. Veremos se vencerá a experiência ou a determinação.

Hannah Blossom vs Lei’D Tapa

Lei’D Tapa é hoje uma das novas caras da divisão feminina da TNA e chegou de forma arrasadora à divisão, impondo-se como uma força destruidora, muitas vezes comparada a Awesome Kong. Tapa irá lutar pela equipa internacional dado que o seu pai é natural do Tonga. Hannah Blossom, uma das gémeas que participaram no British Boot Camp irá vestir as cores Britânicas para tentar contrair o largo favoritismo de Tapa neste combate. Saliento apenas, que no momento da gravação deste evento Tapa e Blossom estavam no território de desenvolvimento da TNA – OVW – e como tal é sempre um exercício interessante ver estas lutadores no ringue e comparar com o que podemos assistir actualmente no Impact Wrestling.

Funaki e Petey Williams vs DOC e Knux

O Canadiano Petey Williams e o Japonês Funaki juntam forças pela Team Internacional ao defrontar dois gigantes dos Aces and Eights. Mais uma vez teremos de ultrapassar o factor “morte dos Aces” com a agravante de DOC já não fazer parte do roster da TNA, para disfrutar deste combate. Mesmo assim, será interessante perceber se DOC e Knux, dois tremendo powerhouses vão dominar este combate ou se Funaki e Petey Williams, dois lutadores com o perfil fortemente associado à X Division vão conseguir usar a agilidade e velocidade para derrotar a força bruta. Aliás, se Williams conseguir aplicar um Canadian Destroyer num dos elementos dos Aces and 8s, será certamente um momento para a história.

Wes Brisco vs Rockstar Spud

Wes Brisco foi o elemento designado pelos Aces and 8s para se enquadrar como lutador de X Division, um perfil que não tenho receio em dizer que nada tem a haver com Brisco. Aliás, ao longo do tempo Brisco tem vindo a acentuar as enormes dificuldades e desconforto que sente dentro de um ringue. Como tal, a minha aposta para este combate é Rockstar Spud, o vencedor do TNA British Boot Camp e que está agora a dar os primeiros passos no Impact Wrestling. Spud não só bate Brisco nas promos, como é sem dúvida um lutador que mais se aproxima do que caracteriza a divisão. A equipa Britânica deve aguardar ansiosamente amealhar um ponto neste combate.

Bad Influence vs British Invasion

Christopher Daniels e Kazarian foram os eleitos para representar as cores Norte-Americanas frente à mais conhecida stable Britânica que pisou os ringues da TNA – os British Invasion, que vão estar representados pelo tecnicista Douglas Williams e o Power House Rob Terry. Será bastante interessante ver uma das últimas aparições de Douglas Williams pela TNA e logo contra o melhor que a divisão de tag-team tem. É exatamente nos Bad Influence que deposito todo o favoritismo deste combate.

Mickie James vs Ivelisse

Estranho combate este. Mickie James hoje fora da TNA e Ivelisse que nunca chegou a assinar pela TNA vai representar uma stable que já não existe. Talvez este seja o momento twilight zone da noite. Mas se conseguirmos ultrapassar o enorme problema de lógica e coerência, talvez possamos ter uma oportunidade para avaliar melhor o potencial de Ivelisse, contra uma das mais carismáticas KOs, que infelizmente parece demorar a regressar. Sem dúvida que James é favorita, mas a aliança de Ivelisse aos Aces and 8s pode dar-lhe a vantagem que necessita para vencer este combate.

James Storm vs Judas Mesias

O Mexicano Judas Mesias passou pela TNA durante breves meses como irmão perdido de Abyss e ao lado de James Mitchell. Mesias regressou este ano à TNA para o TNA Hardcore Justice e faz aqui a sua apiração como membro da Team Internacional. O cowboy James Storm irá representar a Team USA, num combate inédito dado que será a primeira vez que estes dois talentos se vão encontrar e não será de admirar se este combate cair para algo mais extremo…

Já sabem, TNA World Cup está Sexta-feira aqui no WPT, 01h em Portugal, 23h no Brasil.

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

1 Comentário

  1. JoãoRkNO - há 3 anos

    O PPV promete.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador