Impacto! #27 – Review: Final Resolution

Nesta edição do Impacto deixa-vos algumas ideias a partir do último PPV da TNA – Final Resolution. Espero ler as vossas opiniões.

A TNA tem feito um bom trabalho com Bobby Roode. Apesar de dispensar esta moda recente dos heels usarem fato, Roode tem perfil e carisma de heel e espero que a TNA saiba construir em cima disso e não se esqueça que um heel forte é aquele que chega mesmo a ganhar combates. Só não entendo o envolvimento da Dixie Carter na storyline. Não faz sentido a presença dela neste momento e espero que a TNA não repita maus examplos do passado e volte a criar outra stable inconsequente…

Já agora, o heel também podem ganhar de forma limpa. O Roode não bateu todos os membros dos Fortune a caminho do Bound for Glory? Porque não fazê-lo outra vez? De forma limpa? Um heel muito forte só vai dar força ao baby face. As pessoas precisam de ter alguém de quem gostem, mas também alguém que odeiem para querer ver todas as semanas o que se vai passar. O Roode não precisa de vencer com batotice sempre ou corre-se o risco de se tornar num heel cobarde e isso é um heel muito fraco.

Não é estranho ver RVD a abrir um PPV? Será que a TNA está a perceber que a personagem de RVD não desenvolve há anos? Talvez esteja na hora de RVD se reinventar ou deixar a televisão por uns tempos…

A Mickie James fez uma promo sobre o quanto o wrestling é importante na KO division. Penso que a Mickie anda distraída. Se o wrestling interessa na divisão feminina então mostrem-no dentro do ringue e parem com os combates caóticos e as storylines sem lógica.

A estipulação de alguém ser despedido no combate Hardy / Jarrett foi uma boa decisão da TNA, pois permite que Jarrett se dedique a outros projectos da TNA e deixe a televisão por uns tempos.  Má decisão foi manter a estipulação que se Hardy ganhasse iria ter um combate pelo titulo. Porque não consegue resistir à tentação de repetir os erros do passado? O mais triste é que vejo Storm, Styles e Roode voltarem a ser diluidos no roster e Hardy, Anderson, Angle, Bully Ray e companhia voltarem a dominar os main-events.

Eric Young e Robbie E têm uma divisão exclusiva para eles. Aliás ninguém quer saber do titulo da televisão a não ser eles e isso revelou-se perante uma anestesiada plateia presente na Impact Zone. Young e Robbie têm que diminuir os segmentos cómicos com o risco de o exagero levar à morte irreparável daquele titulo. Posso dizer que hoje em dia, o TV title é uma boa oportunidade para se fazer uma pausa para ir à casa de banho.

Admiro o Devon. Está há cerca de 1 ano envolvido numa storyline pouco relevante e mesmo assim mostra uma energia e intensidade invejáveis dentro do ringue. Devon dominou Crimsone Morgan e poderia muito bem ter saído sozinho com os títulos de Tag-team. Gostava de o ver ainda a solo, numa feud que realmente fosse interessante. Porque não contra um RVD heel?

Se a TNA não encontrar soluções rapidamente para a tag team division, em breve teremos os filhos do Devon a ter direito ao perfil no roster da TNA. Onde andam os Gen Me? MCMG? Ink inc? Tragam de volta o Paul London e juntem-no com o Kendrick, contratem os the world greatest tag team ou os Kings of Wrestling ou até o jack evans e o extreme tiger podem vir da AAA.

O AJ Styles fez um excelente trabalho. “vendeu” muito bem a lesão no joelho e conseguiu pôr o público a suplicar por mais 5 minutos de combate. A TNA deveria ser mais forte nas suas convicções. Se Roode é um heel forte então deveria ter ganho o combate contra um lesionado AJ. Era uma boa forma de gerar algum “heat” em Roode e de AJ merecer mais uma oportunidade.

Devo dizer que a dupla de comentadores Tenay / Tazz está acabada. Uma pedra da calçada consegue transmitir mais sentimento do que eles demonstram a comentar um combate. Só desvaloriza o produto e torna-se difícil para quem vê, criar alguma ligação mais forte com a história do combate.

E se estamos a falar em fracas emoções, o Final Resolution voltou a provar a necessidade da TNA mudar de cenário. Quando o public nem sabe reagir a um combate como de Aries contra Kash, sabe-se que é altura de mudar. Para a TNA e escolha é simples – investir ou morrer. A impact zone é má para os atletas, para a TNA e para os fãs que realmente gostam de ver os PPVs e o Impact Wrestling.

Se a Gail Kim e a Mickie James estão no top das melhores lutadores de sempre, não percebo porque não conseguem ter um bom combate entre elas. Talvez não haja a quimica certa ou uma storyline forte, mas é algo que considero estranho e espero não voltar a ver esta qualidade de combate a vir delas.

Impressionante como o James Storm se tornou um ás nas mic skills. Desde há dois meses para cá, Storm não falhou uma única promo e tem estado perfeito. Espero que a TNA tenha a coragem de o levar mais longe. No Final Resolution, Angle e Storm conseguiram o combate da noite, mesmo diante de um mau public. O combate foi digno de PPV, do principio ao fim.

Tenho alguma dificuldade em perceber como pode a TNA desprezar tanto as pessoas que vão assistir ao vivo ou que compram os PPVs. Afinal, entre Hardy e Jarrett, tudo se decide em canal aberto na quinta-feira.

Já agora, o facto de o Bobby Roode ter escapado a lutar mais 5 minutos diz muito das figures de autoridade da TNA (Dixie Carter e Sting). Onde andavam eles afinal?

Em suma, há algo ainda errado na TNA e o simples facto de Roode e AJ estarem num main-event não corrige tudo. Aliás, a TNA parece estar a vassilar e a querer lancer novamente os ex-WWE para primeiro plano. No entanto, há que tirar o chapéu à nova equipa criativa de Bruce Pritchard. A qualidade da TNA nos últimos meses tem subido a olhos vistos, mas ainda não está nem a meio daquilo que deveria ser.

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

6 Comentários

  1. José Sousa - há 5 anos

    Concordo com a tua opinião em todos os pontos, acoh que a TNA deve mesmo apostar no seu produto e fortalecer o Roode e não cair na tentação de por o Bull Ray, o Anderson e o Hardy ao barulho com o titulo muito depressa. Sobretudo o Hardy num boa storyline o Roode pelo menos devia defender o titulo uma vez com o Hardy e no PPV seguinte ai sim poderiamos ter um Hardy campeão se mantiver a linha de exibições claro. Ah ja agora um repara ao que disseste nas tag os King of Wrestling não podem ir para a TNA uma vez que pelo menos o Castagnoli já está na FCW, e em principio o Chris Hero também deve ir para FCW. Por isso será sempre uma tag a menos nas possibilidades que disseste.

    • Jorge Rebelo - há 5 anos

      Por acaso já não me lembrava da ida do Chris Hero e do Castagnoli para a FCW…este é o problema de não acompanhar a wwe.

      • john albert - há 5 anos

        hero foi pego com drogas está fora da wwe

  2. master of chaos - há 5 anos

    Massa pra caraio

  3. Pedro Ribeiro - há 5 anos

    Óptimo texto.
    Tu escreves bem,e gostei do modelo de Review,porque não tornou o texto chato.
    Sobre o PPV,não gostei do ME,foi chato,houve pouco movimento e concentraram-se demais na perna lesionada do AJ (Kayfabe).
    A X-Division Match e a Angle vs Storm foram grandes combates,e nunca esperai ver o Storm a vencer o Angle em pleno PPV.
    PPV fraco,deixou muito a desejar,mesmo assim não há só más noticias,sendo que o teu Review foi muito bom.
    Bom Trabalho.

  4. André - há 5 anos

    Já não vais fazer mais o Impacto!.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador