Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Impacto! #52 – Unidos pela Glória

Estamos apenas a horas de distância da jóia da coroa da TNA – Bound For Glory. Com o cartaz já conhecido é possível antever aquele que será o PPV do ano. Aproveito para fazer aqui a antevisão do que poderemos esperar.

A TNA decidiu criar um PPV diferente de todos os outros, onde todas as histórias culminavam, onde a organização se esforçava por apresentar um produto diferente de tudo o que foi feito durante ano e onde os campeões deveriam provar todo o seu valor. A dimensão do Bound For Glory, significa para a TNA um espelho da ambição da própria organização. Deste PPV espera-se que muitos lutadores alcancem a glória, mas também muitas história conheçam o seu final ou acontecimentos marcantes para o seu desenvolvimento.

Mas vamos ao que interessa e este são os combates, que aqui no WPT podem acompanhar em directo dia 14 de Outubro, pela 1h em Portugal ou 21h no Brasil.

Al Snow vs Joey Ryan

Durante largos meses a TNA preparou uma história com uma forte ajuda das redes sociais. Desde que Ryan foi o segundo concorrente do TNA Gut Check e o primeiro a ser rejeitado pelo júri, que ele começou uma campanha anti-TNA. Primeiro virou-se contra Tazz e mais tarde Al Snow foi a sua vitima. Ryan, que obteve 87% de votos a favor de ficar no roster, numa sondagem feita pela TNA, criou o movimento 87%ers e desde ai tem invadido o Impact Wrestling reclamando o seu contrato. Al Snow deu-lhe um contrato, mas apenas por uma noite – Bound For Glory, Joey Ryan terá que provar o seu valor diante de Snow, que também desta forma regressa ao ringue. O grande apelo deste combate está no seu caractér determinista, ou seja, é certo que uma derrota de Ryan o afasta da TNA, mas uma vitória provavelmente deve levá-lo a um lugar no roster. Joey Ryan é um dos nomes mais bem cotados no circuito independente, sendo quase um veterano e curiosamente, apesar do seu talento, nunca tinha pisado um ringue de uma grande organização. Pessoalmente, vou ficar a torcer por uma vitória de Ryan.

RVD vs Zema Ion (X Division Title)

O Destination X deste ano parecia ser o inicio de um novo dia para a X division, mas o resto do ano acabou por provar-nos o contrário. De todos os wrestlers talentosos que tiveram uma oportunidade de lutar na divisão, apenas Kenny King parece ter ficado para contar a história. A TNA não conseguiu ainda rodar mais nenhum talento nesta divisão e o actual campeão Zema Ion parece irremediavelmente só. Quando se aguarda o regresso de Jesse Sorensen para vingar a lesão causada por Ion, o Bound For Glory conhece o combate que vai representar a divisão. Com enorme surpresa, Rob Van Dam decidiu aceitar o desafio de Zema Ion e irá lutar pelo titulo da dividão. RVD que parecia estar com o seu futuro mais longe da TNA, volta a ressuscitar neste PPV. Se há uma dezena de anos atrás o seu estilo de combate seria interessantíssimo para valorizar a X Division, estamos em 2012 e RVD continua igual a si mesmo. Na minha opinião, a TNA cometeu um erro a agendar este combate, limitando-se a usar a X Division como escapatória para ter RVD em acção. A minha esperança é que o erro não seja agravado com a perda do titulo por parte do Zema Ion.

Miss Tessmacher vs Tara (Knockout Divion Championship)

Com a saída de Velvet Sky, a TNA interrompeu brutalmente o que parecia vir a ser um heel-turn de Mickie James, para dar ao público uma nova história, que se está a revelar muito positiva. A actual Miss Tessmacher revelou que Tara era para si uma inspiração e que a via como sua “professora”. Tara e Tess chegaram a lutar em equipa, mas algo mudou Tara muito repentinamente. A própria já deu a entender que alguém a fez mudar e essa mudança não podia ter vindo em melhor altura. Tara é agora assumidamente uma vilã, papel que desempenha na perfeição e é uma séria ameaça ao titulo de Tessmacher. No BFG estas duas atletas vão discutir o titulo da Knockout Division e a construção deste combate foi bem conseguida, mesmo considerando os problemas que têm existido na divisão.

Magnus vs Samoa Joe (TV Title)

Samoa Joe vem de um recorde pessoal importante. Após conquistar o TV Title (tornado vago por Devon), Joe passou a ser o terceiro lutador na história da TNA a conquistar o Grand Slam (vencer todos os títulos da TNA). Joe tem estado implacável nos seus combates, eliminando a concorrência com as suas manobras de submissão. Contudo, o ex-parceiro de Tag-Team – Magnus terá certamente algo a provar. Magnus e Joe já provaram na Bound For Glory Series que o fim da parceria não foi amigável, mas se o confronto entre ambos nunca chegou a se incendiar, o Bound For Glory promete ser o inicio de uma rivalidade tremenda. Até porque Joe certamente que não esqueceu os ataques de Magnus, que lhe custaram alguns pontos no BFG Series. Este combate é para mim um combate, não de conclusão, mas de principio de uma rivalidade e acredito que este é o inicio de um bom push para Magnus (quer ele ganhe ou perca).

WTTCOTW vs Kurt Angle e AJ Styles vs Chavo Guerrero e Hernandez (World Tag Team Championship)

Este combate é provavelmente o que teve mais exposição durante o build-up do BFG. Semana após semana, perante uma divisão de tag-team vazia de equipas legitimas, estas três duplas defrontaram-se repetidamente e sempre com o mesmo resultado: de alguma forma, vitória dos campeões Kazarian e Christopher Daniels. A dupla heel tem feito um trabalho tremendo, ao ponto de me parecer que a TNA não vai querer tão cedo fazer regressar Daniels e Kaz aos combates de singulares. A minha única reserva para este combate está no facto de Chavo e Hernandez me parecerem que estão a mais neste combate. O BFG seria o palco ideal para AJ Styles arrumar definitivamente a sua rivalidade com Kaz e Daniels e desta forma, a divisão poderia avançar para outros caminhos criativos. Não estou então à espera de nenhum avanço em termos de storyline, mas certamente que poderemos ter aqui o combate da noite, se as equipas estiverem dispostas a arriscar manobras de alto risco.

Aces and 8s vs Sting e Bully Ray

Penso que o sucesso do Bound For Glory vai estar dependente do resultado deste combate, da forma como os Aces se vão envolver no combate e do que será o seu futuro no final da noite. Os Aces quiseram recuperar o acesso à Impact Zone e para isso propuseram a Hulk Hogan um combate de tag-team. Sting aceitou o pedido de Bully Ray para defenderem as cores da TNA nesse combate em que os Aces podem ganhar livre acesso ou dizer adeus à TNA. Mas mais que o resultado, a grande expectativa neste momento é descobrir quem é o líder dos Aces, será que a sua identidade e dos membros será revelada e será que alguém na TNA poderá estar a ajudar este gang? São muitas perguntas e sem dúvida que o sucesso deste PPV e até do futuro criativo da TNA depende do que sair deste combate.

James Storm vs Bobby Roode (Special Enforcer: King Mo)

Há 3 ou 4 meses eu previa que este combate aconteceria, mas que seria pelo titulo mundial. Estamos a horas do BFG e a feud incrível entre James Storm e Bobby Roode provavelmente ainda não conhecerá o seu fim, nem sequer algum destes homens segura agora o título mundial. Confesso estar desapontado com a estipulação que fez de King Mo um special enforcer. Esta figura é totalmente desnecessária num combate deste tipo, mas a sua presença só me faz acreditar que a TNA não pretende encerrar aqui a rivalidade entre os ex-Beer Money. Uma coisa tenho a certeza, é de esperar um combate violento e se há combate em que alguém acabará a escorrer sangue será este. Poderá não ser o mais pefeito dos combates, mas facilmente será o mais intenso da noite e é certamente aquele que mais aguardava por assistir.

Austin Aries vs Jeff Hardy (World Heavyweight Championship)

A TNA teve muitas dificuldades em despertar interesse para esta rivalidade. Se um confronto entre Austin Aries e Jeff Hardy é por si digno de se ver, faltou dar uma razão emocional para tal. Aries e Hardy são ambos os “bons da fita”, aqueles que o público gosta e torce pela vitória. A TNA apenas conseguiu construir uma ideia de um campeão ameaçado pelo sucesso e fama de Hardy, inseguro de si mesmo. A ideia não funciona para mim. Um campeão fraco não traz qualquer entusiasmo adicional. Mesmo assim, uma coisa funcionou plenamente. No final da BFG Series poucos acreditavam que Aries pudesse perder o titulo no BFG, mas hoje, entre a insegurança de Aries e as muitas noticias sobre o futuro de Hardy na TNA, a dúvida é crescente e o resultado deste combate certamente imprevisível.

Resumidamente este é o cartaz daquele que é o maior PPV do ano para a TNA e que acredito que será o melhor do ano. Fica o convite a todos os que gostam de wrestling, à família TNA e aos corajosos que querem conhecer o que de melhor a TNA está a fazer actualmente: dia 14 de Outubro, pelas 01h em Portugal e 21h no Brasil, em directo aqui no WPT – Bound For Glory!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

7 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    Excelente artigo.

    Espero um BFG brutal e pela 1ª vez vou fazer uma direta numa véspera de dia de aulas para ver Wresting em direto,por isso espero que a TNA não me desiluda e que nos proporcione um o melhor PPV do ano.

    É um PPV muito imprevisível e não quero,de todo,sair insatisfeito com os resultados.

    Os meus maiores interesses vão para o combate pelo Título Mundial,pelos Títulos de Tag Team,Aces & Eights vs Bully Ray & Sting e Bobby Roode vs James Storm. Ao contrário de ti,eu acho que a história entre estes dois últimos chega hoje ao fim.

    O combate que me desperta menos interesse é o RVD vs Zema Ion,por ser aquele que teve menos build-up e devido ao facto de o Botch Van Dam fazer parte do combate.

    Que venha o Bound For Glory!

    • danielLP21 - há 4 anos

      Afinal não vou ver o PPV em direto… Tenho muita pena,mas tenho mesmo que dormir senão amanhã não me aguento em pé… Espero que o PPV seja muito bom e amanhã vou vê-lo sem ser spoilado.

  2. LageMane - há 4 anos

    Excelente artigo Jorge.

    Infelizmente não vou poder ver ao vivo, porque tenho aulas amanha mas com certeza verei na segunda.

  3. joão almeida - há 4 anos

    Exelente artigo Jorge.

    Hoje é daqueles dias em que fico mesmo triste por o show começar à 1 da manhã e de não o poder ver já que tenho escola.
    Ao pessoal que vai ver o BFG desejo-vos uma grande noite de espetaculo.

    Jorge queria perguntar-te se é hoje que vais fazer aquele artigo do “PERGUNTAS E RESPOSTAS”?

    Abraço a todos os amantes de wrestling e da TNA em si, já que esta noite será em grande para a TNA

    • Jorge Rebelo - há 4 anos

      Já está feito João e só aguarda publicação na Quarta-feira. Desta forma, as minhas respostas são dadas antes de saber o resultado do BFG com todos os riscos que isso implica.

  4. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Foi um grande PPV, tivemos lutas muito boas e resultados imprevisíveis, isso é TNA, e boa antevisão Jorge, os que não acertaste mostra o quão grande foi bem feito e imprevisível esse PPV.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador