Impacto! #89 – Conference Call com Bobby Roode

Esta semana trago-vos uma edição especial do Impacto! onde irei apresentar os principais momentos da conferência de imprensa com a presença de Bobby Roode.

O ano de 2013 tem sido bastante positivo para a família TNA aqui no WPT e há muitos projectos que começam a ganhar forma, enquanto outros já estão a dar os seus frutos. Este que vos trago hoje é algo que me traz particular orgulho, pois resulta de uma persistência de longos meses e mais uma vez demonstra que o WPT é líder de conteúdos TNA em língua Portuguesa.

Desde há duas semanas que recebi um convite da parte da TNA, para estar “presente” numa conferência de imprensa que se realiza mensalmente com vários órgãos de informação Europeus. O Wrestling.pt é o único, e como tal, exclusivo representante de Portugal neste evento. A conferência realiza-se via telefónica.

A primeira conferência realizou-se no passado dia 31 de Julho, onde existiram alguns problemas técnicos. Desde logo, porque eu tive a direito a umas merecidas férias e nesse dia já não me encontrava contactável. O Kapinha assumiu amavelmente o meu lugar, contudo não conseguimos estabelecer ligação.

Todos os detalhes técnicos estão a ser “limados” para que no próximo mês já seja possível a participação efectiva do WPT. Saliento que nestas conferências, podemos colocar questões a uma superstar da TNA. Se tiver a informação de quem estará na próxima conferência, atempadamente, irei recolher as vossas perguntas.

Esta semana foi Bobby Roode que respondeu às questões colocadas pelos media Europeus e apesar de ainda não termos participado, já me foi dado acesso à conferência na versão integral. Deixo-vos os melhores momentos.

– Depois das habituais introduções sobre os diferentes eventos da TNA, Bobby Roode começou por frisar que existe uma grande mudança a acontecer na TNA e que muito já mudou desde o tempo dos PPVs semanais, passando pela Fox Sports Net até onde a TNA se encontra hoje, com um show na Spike TV e vários shows na estrada e em directo.

– Questionado sobre o estado actual da divisão de tag-team, Roode referiu que sempre foi fã do wrestling de Tag-team e que cresceu a adorar a Heart Foundation dado ser Canadiano e a ver as lutas deles contra os British Bulldogs ou com outras equipas dos anos 80 e 90, como os Road Warriors. Roode confessa que hoje o wrestling de tag-team perdeu a sua forma e ele não sabe as razões, mas acredita que há espaço para o wrestling de equipas. Roode revelou esperar que num futuro próximo a TNA volte a apostar nesta divisão.

– Sobre Chris Sabin conquistar o titulo mundial, Roode revelou que ficou feliz por Chris Sabin e que sabia que este dia haveria de chegar para ele. Roode acrescentou que todos no balneário da TNA querem chegar ao topo e apesar de em 2011 os Beer Money e o Motorcity Machine Guns terem produzido do melhor wrestling de tag-team que os fãs podem ver, nessa altura ele estava concentrado apenas nessa divisão. Hoje ele sabe que o lugar dele é a lutar pelo titulo mundial que o Sabin agora conquistou.

– Bobby Roode revelou ainda que acredita que o Robbie E poderá ser um dos próximos lutadores a se revelar. Roode afirmou “apesar de ser um personagem cómico e meio idiota, penso que ele poderia atrair muita atenção se tivesse as oportunidades certas”.

– Questionado sobre o fim da parceria com o Austin Aries e com a má prestação na presente edição da Bound For Glory Series, Roode afirmou que quer ser TNA World Champion outra vez e que neste momento está numa encruzilhada. Agora é altura de ele levar as coisas a sério novamente e isso implica uma mudança. Roode afirmou que irá estar mais focado e mais agressivo. É verdade que ele baixou as defesas quando lhe foi concedida uma vaga na BFG Series em vez de a ter conquistado. Ele quer ser voltar a ser o principal nome da TNA.

– Roode falou da primeira noite em que trabalhou na TNA. Ele diz que não se lembra da data exacta, mas foi em 2003 num dark-match contra o Konnan. Roode refere que sentiu que a TNA era o lugar para ele e mais tarde quando regressou à TNA em 2004, como parte da Team Canada, ele sentiu que estava a fazer o que gostava realmente de fazer. Roode refere ainda como momentos marcantes, o primeiro titulo de tag-team e, claro, a conquista do Titulo Mundial que foi o momento alto da sua carreira.

– Questionado sobre as diferenças entre a TNA há 10 anos atrás e a TNA hoje, Roode afirma que no inicio ninguém sabia se na semana seguinte ainda haveria algum show, algum PPV e que em tão pouco tempo a TNA cresceu exponencialmente e continua a crescer.

– Questionado sobre com que lutadores gostaria de trabalhar na TNA, Roode referiu que gostava de ter alguma história com o Samoa Joe e com o Kurt Angle. Roode lembrou que lutou apenas uma vez com o Angle (BFG 2011) e que perdeu. Roode referiu ainda ter muito para conquistar na TNA, uma vez que os maiores nome no wrestling foram múltiplas vezes campeões e Roode quer ser igualmente dominante e também ajudar a TNA a crescer.

– Roode comentou a BFG Series, como sendo um conceito muito especial. Dado ser uma liga, com um sistema de pontos, é como um campeonato de hóquei ou basebol e os pontos tornam tudo muito imprevisível.

– Uma pergunta curiosa colocada a Roode, questionava se a BFG Series tinha sido uma benção para o afastar da história dos Aces and 8s. Roode referiu que o Mr. Anderson estava na BFG Series e eventualmente teria de o defrontar e que já teve o seu passado com o grupo, mas neste momento conseguiu manter-se afastado. No entanto, Roode deixou o aviso que se alguém se tentasse intrometer no seu caminho para o Titulo Mundial, ele teria de ser mais activo.

– Sobre o futuro da TNA, Roode referiu que ter o show na estrada foi um passo de gigante. Toda a gente tem que estar concentrada, todos têm que estar em forma e é isso que faz a TNA crescer. O próximo passo é criar alguma atenção em torno do que estamos a fazer. Roode afirma acreditar no produto da TNA, no roster da TNA e por isso ele acredita que a TNA tem de apostar em dar a conhecer os seus talentos.

– Questionado sobre se os recentes cortes na TNA criaram alguma tensão no balneário, Roode afirmou que nem por isso: “Algum cortes foram inesperados, mas isso obriga-nos a ter de trabalhar mais. Queremos aumentar a qualidade e mostrar a quem manda que pertencemos aqui e somos uma mais-valia para a TNA. Claro que às vezes é dificil, porque quando estamos na Estrada tanto tempo tornamo-nos uma familia e é difícil ver algumas pessoas partir. Mas o negócio é mesmo assim”.

– Roode falou sobre a rivalidade com James Storm, relembrando o passado dos Beer Money e mais tarde a forma como conquistou o titulo mundial. Roode foi questionado sobre se se sentiu frustrado pelo combate entre ele e Storm no BFG 2012 não ter sido para o titulo mundial. Roode confessou que se sentiu frustrado, porque a maioria dos fãs, assim como ele e o Storm acreditavam que toda a construção da sua rivalidadade iria terminar ali e com o titulo em disputa. No entanto, Roode acredita que eles deram um excelente combate.

– Sobre se ele mudou a sua postura no balneário ao longo dos anos, Roode afirmou que tem que evoluir ao lado da própria TNA ou acabaria sem emprego. A diferença maior é que hoje ele sente-se como um veterano, dado que os mais novos vão ter com ele e pedem para ele ver os combates deles, pedem conselhos e ele adora ajudar porque já esteve naquele lugar, a pedir os mesmos conselhos. De resto, Roode quer ser o nome mais importante da TNA e acredita que pode fazê-lo com a ajuda de todo o roster.

– Roode concluiu por falar do seu future e referir que está totalmente concentrado no wrestling, pois é a sua paixão e que acredita ainda ter muitos anos pela frente e é isso que quer continuar a fazer. Em jeito de brincadeira Roode referiu não ter jeito para cantar, nem dançar e como tal, o wrestling deverá continuar a ser a sua vida.

Até ao próximo Impacto!

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

22 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Fanástico trabalho, foi mesmo pena nao podermos estar literalmente presentes na conferencia para colocar a nossa marca. Mas no próximo mês já será possível, mas tenho pena este mês porque o Roode é o meu favorito da TNA.

    Mesmo assim resumiste bem, e o Roode explicou a sua visão de muita coisa. Essas rivalidade com o Motor City foi das melhores coisas que vi em Tag Team, notável.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      José de facto foi uma pena este mês não termos feito parte desta conferência, mas já está garantida a nossa presença na próxima que deverá recair sobre outro TNA One Night Only. Ainda não confirmei na lista, mas penso que será o das KO. Se for, talvez tenhamos a oportunidade de falar com umas das actuais KO.

  2. José Sousa - há 3 anos

    *Fantástico perdão.

  3. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Excelente trabalho, Jorge. Muito bom mesmo.

  4. Mario Magalhaes - há 3 anos

    Excelente trabalho Jorge, muito bom ver que meu colega de artigos das quintas-feiras, pode nos proporcionar esta grande entrevista e a primeiras de muitas que o Wrestling.PT irá passar a estar presente.

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Tendo em conta as mudanças que estão a chegar ao WPT este é apenas um passo que nos ajuda a diferenciar de tudo o resto. Como tu dizes, que esta seja a primeira de muitas.

  5. Mr. Anônimo - há 3 anos

    Eu sei que não tem nada haver com o assunto, mas alguém sabe quando vai sair aquele top 500 melhores lutadores do ano???

  6. Roberto Barros - há 3 anos

    Parabéns Jorge pelo Belo trabalho o próximo ONO e os da KO? Pensei que só seria em outubro;

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      Em Outubro não pode ser que há BFG. Eu ei de confirmar a lista e calenderazação dos PPVS, mas tenho quase a certeza que sim, em Setembro será o das KO.

      • danielLP21 - há 3 anos

        Jorge, pelo que vi por aí o ONO das KO’s é em Dezembro, com o Tag Team Tournament a ter lugar em Setembro e o World Cup em Novembro…

      • Jorge Rebelo - há 3 anos

        Tens razão Daniel, o próximo é o de Tag-teams. Á partida quer dizer que devemos ter o James Storm na próxima Conference Call, mas quando tiver a certeza eu recolho aqui algumas perguntas.

  7. LuisMPBO - há 3 anos

    Muito bom trabalho Jorge! Como sempre a equipa da TNA do Wpt um passo à frente. Aqueles primeiros parágrafos são de ter orgulho.
    E boa entrevista.

  8. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Parabéns Jorge!Pena não estares lá , equipado a rigor,mas o nosso tempo virá!

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      De facto lamento não ter participado, mas as férias já estavam marcadas e bem que precisava do descando. Na próximas vamos com certeza estar presentes.

  9. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Excelente trabalho Jorge, mais um grande passo para o WPT. De facto foi uma pena falharmos esta entrevista com o Roode, contudo fico desde já ansioso pela próxima entrevista.

    Excelente trabalho e Parabéns!

  10. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente trabalho Jorge. É realmente uma honra e um privilégio ser teu colega aqui no W.PT. Só tenho pena que isto não tenha mais comentários, porque merecia, e muito!

    • Jorge Rebelo - há 3 anos

      É uma dura realidade esta de pensar e escrever sobre a TNA. O Francisco (regularidade) e o José (mais pontualmente) devem sentir o mesmo, que por vezes o nosso trabalho não se reflete nas discussões que se geram. Contudo, penso que a longo-prazo iremos tirar beneficios deste nosso empenho. Aliás, quando comecei aqui no WPT escrevia apenas o Impacto! e hoje temos também os reports dos shows e dos PPVs a tempo e a horas, temos noticias sempre actuais, temos o Reaction e o Best of Impact e temos o GR2F, assim como vão surgindo outros colaboradores a escrever sobre a TNA. Por isso eu tenho a certeza que para quem quer estar a par de tudo o que se passa na TNA, o WPT é de longe a melhor casa em lingua Portuguesa (sem falsas modéstias).

      • José Sousa - há 3 anos

        Sem dúvida Jorge, eu esta semana vou sentir isso. Ou seja sei perfeitamente que ao escrever sobre a TNA e a Series não vou ter tanto debate como na próxima semana.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Merecia mesmo muito mais comentários, o artigo do Francisco, o desta semana(como outras), está espectacular e quase ninguém comenta…

  11. Miguel Silva - há 3 anos

    Grande trabalho Jorge! O WPT vai ficando cada vez maior!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador