Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Long Horn Peep Show #14 – Do dreams come true?

Se há algo que todos os fãs de wrestling têm em comum é o facto de todos eles terem um conjunto muito particular de combates que gostavam de ver. Seja por ter os seus lutadores preferidos, seja pelo choque de dois estilos semelhantes, seja pelo carisma que esse combate teria, todo e qualquer adepto da modalidade tem, pelo menos, um combate de sonho. Ora, hoje eu partilho convosco alguns dos meus.

26 de Abril de 2013, Friday Night SmackDown. Nessa noite vimos um desses meus combates de sonho tornado realidade: William Regal vs Wade Barrett. Dois britânicos, dois lutadores com estilo de luta idêntico, dois homens com personalidades semelhantes e dois lutadores subvalorizados. Pelo menos por enquanto, porque não consigo visualizar um futuro próximo na WWE que não tenha Wade Barrett como primeiro World Heavyweight Champion nascido em solo Inglês.

Na altura, a WWE andava em tour por território inglês, pelo que como manda a praxe o público inglês teve uma prendinha: um combate entre dois conterrâneos. Infelizmente, o combate foi uma desilusão, porque durou apenas dois minutos. Foram dois minutos que souberam a pouco, foram dois minutos que não foram aproveitados para sequer tentar criar qualquer tipo de rivalidade ou amizade entre eles, mas foram dois minutos que chegaram para verificar que William Regal ainda é capaz de ter uma grande luta dentro dele e ninguém melhor para seu adversário do que o homem que herdou o seu lugar, Wade Barrett. É certo que Regal está cada vez mais velho, mas não tivesse ele em boa condição, não andava com certeza a combater de vez em quando. Se as circunstâncias algum dia o potenciassem, seria certamente um combate e rivalidade memoráveis de old school contra new school.

De old school contra new school para outro combate clássico: mentor contra aluno, respetivamente, Chris Jericho contra Wade Barrett. E este estou seguro que também é um combate de sonho de alguns de vós. Sempre que os vemos cara a cara, especialmente agora que Wade carrega o título mais querido de Y2J, ficamos imediatamente todos a pensar… E se?

Eu respondo. O “se” devia acontecer. Tendo em conta que a situação de Wade Barrett não é propriamente a melhor e Chris Jericho veio agora de uma rivalidade inesperada contra Fandango, nada melhor para dar mais vida à carreira de ambos do que uma longa… E eu sublinho longa… Rivalidade entre estes dois. Muitos cenários se perspetivam, aproveitando o facto de Jericho ter sido o pro de Barrett no NXT, que podem potenciar igualmente o Intercontinental Championship, uma vez que ambos são lutadores credibilizados. Depois de meses e de uma série de combates intensos entre eles, depois de Jericho ter conquistado e perdido de novo o título, seria o novato Fandango a vencer uma Triple Threat e “chocar o Mundo” tornando-se no novo Campeão Intercontinental, possivelmente reatando uma rivalidade com Jericho, enquanto Barrett partia rumo ao título Mundial.

Outro combate que muito bem podia ser pelo Intercontinental Championship e que, igualmente, ainda se pode vir a realizar no futuro é Rob Van Dam contra Daniel Bryan. Um combate entre ambos seria certamente um combate que pagava o bilhete e mais um caso clássico de old school contra new school. Ambos grandes lutadores, estilos diferentes, mas que proporcionavam certamente uma combinação explosiva dentro do ringue. E se fosse um TLC Match, ainda melhor. É óbvio que, para tal, RVD teria que voltar à WWE… Mas quer-me parecer que isso é apenas uma questão de tempo. Assim que ouvirmos novamente “One of a Kind!” a passar na WWE, vejo uma rivalidade entre Bryan (depois de ter tratado de Kane) e RVD, como um trunfo indubitavelmente a explorar.

Uma questão de tempo é precisamente tudo que os fãs de Christian não têm. A paciência para o seu regresso está cada vez mais a esgotar-se… Pelo que não param de surgir, possibilidades sobre o que fazer com o Christian. E a resposta é outro combate de sonho: juntar dois grandes lutadores, juntar dois elementos carismáticos, juntar dois apaixonados pelo World Heavyweight Championship e eis que… Christian vs Dolph Ziggler pelo título Mundial se torna numa possibilidade de fazer algo brilhante em 2013. Se o Captain Charisma nunca teve o seu “One More Match”, a verdade é que uma rivalidade a longo-prazo com um veterano que pudesse consolidar o Show-Off no mainevent era algo que iria serviria imenso os interesses da companhia… Pelo que os benefícios desta rivalidade saltam à vista.

Partindo de novo para um combate que já foi idealizado por todos (eu não fujo à regra) e o mais provável é nunca se vir a realizar, Kurt Angle vs Jack Swagger é um dream match perfeito. O passado de ambos é rico em conquistas legítimas na modalidade e talvez por isso o seu estilo no ringue seja praticamente igual. E não, não me refiro ao Ankle Lock… Refiro-me ao facto de quem gosta de wrestling, gosta de ver qualquer um dos dois a lutar. Ambos representam o lado mais puro da modalidade e se algum dia ambos se enfrentarem, será um daqueles combates que vai imediatamente para DVD.

De um combate idealizado por todos, para um combate com um cunho mais pessoal, muitos já classificaram em tempos Alberto Del Rio como o JBL mexicano. Nada melhor do que os colocar no ringue para vermos o que acontece! Embora JBL se farte de repetir que está reformado, ainda vejo no canto dos olhos aquele desejo de voltar a aplicar uma Clothesline From Hell e acredito que vamos ter mais um combate do Wrestling God. Ideal se o mesmo fosse um Texas BullRope Match, estipulação que ele e Eddie Guerrero abrilhantaram uma noite no Bash. Para os que nunca viram um Texas BullRope Match… Estão a ver o Strap Match que tivemos no Extreme Rules entre Sheamus e Mark Henry? É parecido, mas não tem mesmo nada a ver!

Voltando à Terra por instantes, mas sem deixar de voar alto, um combate que certamente iria atrair meio Mundo, um autêntico blockbuster, um mainevent, um cabeça de cartaz seria um Undertaker vs Brock Lesnar a ter lugar na WrestleMania30. Ambos ainda estão na WWE e assim deve continuar até para o ano. Por isso, nada melhor do que o último combate de Undertaker na WrestleMania ser contra uma figura tão imponente como é Brock Lesnar. No mínimo, um dos melhores combates do ano era o que nos esperava, sendo um combate digno de colocar um ponto final à carreira do Dead Man… E talvez algo mais.

Para o fim guardei aquele que seria o mainevent do PPV que contasse com todos os combates aqui referidos. CM Punk vs Batista pelo WWE Championship. O que implicava um regresso a tempo-inteiro do Animal à WWE, que embora não me pareça estar para acontecer tão cedo, este é o regresso que eu tenho mais convicção que se irá concretizar. Algo que seria nada mais do que aquilo que falta hoje em dia à WWE. Impacto puro.

Criar uma rivalidade intensa entra ambos seria deliciosa, seria algo fresco, seria algo memorável e que possibilitaria ver dois épicos wrestlers no topo da sua carreira a irem frente-a-frente pelo prémio mais importante da modalidade em todo o Mundo. Muita tinta iria fazer correr esta rivalidade, que garantidamente acabaria por entrar no top 10 na história da WWE.

Mas claro, fica a pergunta no ar… Do dreams come true?

Sobre o Autor

- Já escrevi no espaço “Long Horn Peep Show”. Atualmente publico notícias, sou moderador do chat e ajudo no que puder o WPT a ficar cada vez melhor.

6 Comentários

  1. Roberto Barros - há 4 anos

    Bom artigo, e sim o william Regal ainda esta em boa forma, claro que não como antigamente, mas e um grande lutador, a pouco tempo teve um combate muito bom com Kassius Ohno e com Dean ambrose na FCW, para mim ele e um dos mais injustiçados da história da WWE, o mesmo nunca ganhou o World Title e quando você pensa que até o Khali já possuiu esse título, ai e a certeza de que o inglês foi muito injustiçado, prometa que isso também não aconteça com Barrett.

    Para se ter ideia de quanto William Regal e importante, Cm Punk, Chris hero e entre outros o diz como um dos caras que ele mais gostava de ver no ringue, sem contar que o mesmo treinou vários dos grandes lutadores da atualidade.

  2. GJD - há 4 anos

    Foi um enorme erro não dar um World title ao Regal .
    Excelente card, mas eu não gosto do Batista , preferia outro lutador

  3. danielLP21 - há 4 anos

    Excelente artigo. Destes combates todos, dispensava o RVD vs Daniel Bryan. Há por aí tanto adversário “digno” do Bryan, para quê o RVD?! Mas lá está, são combates de sonho pessoais…

  4. Victor - há 4 anos

    Não entendo porque as pessoas não gostam do RVD.

  5. El Shaarawy - há 4 anos

    Eu preferia um Punk VS Steve Austin!!! Nao punk vs Batista !!!

    Quanto aos outros gostei de todos menos do Angle vs Swagger! Era interessante e uma rivalidade com sentido mas o Swagger nem de longe está ao nivel do Kurt Angle !!! xD

  6. Rubinho16@ - há 3 anos

    Excelente artigo!

    Das tuas lutas, as que menos aprecio são: Chris Jericho vs Wade Barret, RVD vs Daniel Bryan e CM Punk vs Batista!

    De resto, todas as tuas lutas podiam vir a ser épicas com um bom build up por trás!

    As minhas:

    Mark Henry vs JBL: Hall of Pain vs Carrer – Wrestlemania

    Ziggler vs Miz vs Barret: Tables Match pelo World Title – Extreme Rules

    CM Punk vs Stone Cold: Extreme Rules Match – Wrestlemania

    The Miz vs Damien Sandow: Normal Match – Surviver Series

    The Miz(heel) vs Chris Jericho(face): Quem vencer fica com o Ric Flair como manager (tinha de ter um build up muito bom, com histórias inovadoras e aproximadas da realidade) – SummerSlam

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador