Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Long Horn Peep Show #24 – You’re off the card

Para tentar acompanhar o período de maré alta e o ambiente agradável que se respira na WWE, também aqui este espaço tenta subir de nível e entrar na onda de Verão. Assim, nesta edição começo por vos apresentar o mais recente logo deste espaço. Não passa de uma mera experiência, não é nada de definitivo e peço-vos a vossa mais honesta opinião quanto ao mesmo. Prometo que, se a ideia for bem recebida, para a semana apresento uma alternativa a este. Aprovado? Ou nem por isso?

Nos últimos tempos, muito se tem debatido sobre o antecipado SummerSlam que conta com um cartaz atrativo e com grandes combates em perspetiva, que já foram analisados e discutidos diversas vezes em praça pública para ir por esse caminho. Portanto, interessa ver aquilo que ainda não está definido e que poderá vir a ser marcado para o segundo maior PPV do ano. Interessa tentar averiguar quem vai ficar de fora da maior festa do Verão.

Desta forma, nada mais lógico do que começar pelos campeões que não têm, pelo menos até ao último Main Event, combate agendado para o SummerSlam. Um desses campeões é exatamente o atual dono do prestigiado Intercontinental Championship, e Paul Heyman Guy, Curtis Axel.

Tal facto é de estranhar quando se verifica que, há poucas semanas, tiveram em destaque no site oficial da WWE os melhores combates exatamente pelo ouro que pertence a Axel. Ora, seria de esperar que após essa publicitação fosse minimamente cozinhada uma rivalidade que culminasse numa defesa desse título no SummerSlam, algo que infelizmente não parece estar para acontecer.

Falta pouco mais de uma semana para o PPV e não se adivinham adversários de última hora, mas certamente não é por falta de soluções. Se Wade Barrett, que continua à deriva, e R-Truth podiam ser um remendo, o regresso de Kofi Kingston poderia ser aproveitado para um entusiasmante combate contra Axel. Curioso verificar como um simples ajuste no equipamento (as calças ficam-lhe a matar) dão um look refrescado e mais sério a um lutador preso no estatuto de mid-carder.

Outra alternativa seria Fandango, que deveria ter a oportunidade originalmente prevista para o Payback antes de se lesionar. Basta que Vickie Guerrero se lembrasse de tal no Friday Night SmackDown de hoje e teríamos um problema resolvido.

Essa solução poderia funcionar como um “dois em um” caso se optasse por incluir nesse combate o homem que foi falado como possível adversário de Fandango, o recém-regressado Rob Van Dam. Precisamente RVD é um dos lutadores que está à margem do SummerSlam e que acredito, ao contrário de Curtis Axel, vai combater.

Resta saber como, mas também neste caso não falta formas de incluir RVD: seja no tal falado combate com Fandango ou na sua inclusão no combate pelo World Heavyweight Championship, os fãs deverão ter a oportunidade para ver mais um bom combate do One of a Kind em boa forma.

Voltando a falar de campeões atuais, é inevitável afirmar que os Shield vão efetivamente combater no SummerSlam. Resta saber em que circunstâncias e contra quem. Os Usos podem vir a ter uma desforra contra Rollins e Reigns pelos títulos, tal como Mark Henry poderá vir a ter uma oportunidade pelo US Championship.

Neste momento, Dean Ambrose é o campeão mais questionável de todos por ser o que há mais tempo não defende o seu título. Um campeão que não mete o seu título em jogo, e quando o faz escapa-se do combate com vitórias por DQ, não será certamente recordado pelos melhores motivos.

A urgência de uma defesa do US Championship é gritante e custa-me a aceitar que não se encontre um único lutador capaz de proporcionar um combate decente contra Ambrose, para além do ex-campeão Kofi. Será difícil ver Henry fazer esse papel, mas há falta de melhor, até seria uma forma de testar a sua versatilidade enquanto o US Champion se depara com o grande desafio individual que tanto tem faltado para a sua afirmação.

Afirmação a nível individual e dentro do ringue, porque fora dele claramente que se destaca pelos melhores motivos possíveis. Já me tinha esquecido da beleza dos promos dos Shield no backstage e aplaudo que tal tenha ocorrido no Main Event, uma vez que foi uma forma de enriquecer e dar crédito a um programa que realmente vale a pena de acompanhar, bem como foi o caso da segunda interferência da Wyatt Family – cujo líder deverá enfrentar Kane num raro Inferno Match. Após muitas semanas de ausência, eis que voltamos a ver um daqueles promos frescos, originais e apaixonantes Shield, liderado naturalmente pela mestria de Dean Ambrose.

Servindo-me do que aí foi dito e da vitória dos Shield perante a equipa dos Usos e Henry, a opção de ter um combate Six Man Tag Team com estes intervenientes parece ter sido riscada. O que só vem dar mais força à hipótese Henry e Big Show contra os três membros do Shield, a ter lugar no SummerSlam.

Algo que eu espero francamente que não aconteça, pelo muito simples motivo de não fazer qualquer sentido. Não é nada contra Big Show, pelo qual tenho muito respeito, mas contra a altura em que deverá regressar: não antes ou durante o SummerSlam, mas no Raw a seguir. Ainda falta um Raw e há a oportunidade de Henry e os Usos vingarem a derrota e as palavras dos Shield, para que seja possível ver uma desforra daquele surpreendentemente belo combate entre os Shield e os Usos no Money In The Bank KickOff e uma defesa credível do US Championship. Convenhamos: os Usos não merecem ficar fora do cartaz, como sucederá caso se confirme a hipótese Big Show.

Certo é que nem todos vão ter a sorte de Miz ao estar envolvido no cartaz com a função de host. Que, por outras palavras, não passa de uma forma de evitar que caia no esquecimento (como está prestes a cair Ryback) um lutador que está claramente em baixo desde que ocorreu o seu face turn e que vai sobrevivendo à custa de alguma atenção dos holofotes.

A verdade é que, indubitavelmente, alguns destes lutadores vão ter de ficar como comentadores do KickOff e outros nem isso. Outro caso que me causa estranheza é a aparente exclusão de Layla do cartaz. Se, por um lado, a ideia de fazer um Mixed Tag Team Match entre Dolph Ziggler e Kaitlyn contra Big-E Langston e AJ Lee é uma decisão que permite “matar dois coelhos numa cajadada só” (leia-se incluir Dolph e Divas no cartaz), por outro lado pode ser prejudicial para o ímpeto de Layla enquanto heel. Depois da vitória contra Kaitlyn, seria natural que Natalya se juntasse à equação para termos um simples combate tag team entre AJ e Layla contra Kaitlyn e Natalya.

Contudo, se as Bellas vão ficar na bancada, Layla terá provavelmente de sofrer o mesmo desfecho, por muito que tal não seja o desejado. Isto, a não ser que esteja para acontecer uma versão do combate que esteve previsto para a WrestleMania29, de forma a incluir oito superstars através de um Mixed Tag Team Match formado pela equipa dos Real Americans e as Bellas contra a equipa dos Tons of Funk e as Funkadactyls. Algo que dependerá do tamanho do PPV, do número de combates que a WWE pretenda realizar e da duração de cada combate.

Curioso verificar como se há alguma altura menos má para sofrer uma lesão, essa altura foi esta para Sheamus. Completamente estagnado, desinteressante e sem qualquer rumo definido, o Celtic Warrior tem agora uns meses para recuperar de lesões e, acima de tudo, se renovar e poder regressar com impacto.

Nota ainda, conforme foi aqui abordado há quinze dias, para o facto de Brock Lesnar ter finalmente falado. Por muito pouco que tivesse dito, como previsível e necessário, falou o necessário sobre CM Punk ao questionar o seu estatuto de melhor wrestler deste Mundo e aumentar ainda mais a temperatura entre os dois.

Com tantas incertezas à volta do que vai acontecer, se há certezas que podemos ter é que muito se vai definir nos próximos dias. Nós teremos de esperar pelo SummerSlam para descobrir quem é que vai efetivamente fazer parte do cartaz. Alguns deles vão, a qualquer momento, ouvir as sempre desanimadoras palavras que afastam alguém do segundo maior PPV do ano: “You’re off the card”.

Sobre o Autor

- Já escrevi no espaço “Long Horn Peep Show”. Atualmente publico notícias, sou moderador do chat e ajudo no que puder o WPT a ficar cada vez melhor.

14 Comentários

  1. The Mentalist - há 3 anos

    Legal a iniciativa de criar um logo para seu espaço, só acho que da pra ser melhor do que este que você apresentou.

    Agora falando do artigo, ficou muito bom outra vez. Eu também acho surpreendente que o Axel ainda não tenha confirmado um combate no Summerslam depois daquela lista que a WWE publicou, e de como foi muito falado que se apostaria forte nele ao ser revelado que ele era o novo ” Paul Heyman Guy ” .

    Também considero uma injustiça com o SHIELD (que ironia ) eles não terem um destaque nesse Summerslam, até porque até bem pouco tempo atrás quando o produto da WWE não estava passando por bons momentos como agora, eles eram os poucos que se salvavam e algumas vezes carregaram programa nas costas .

  2. MicaelDuarte - há 3 anos

    Uma vez que pediste a mais sincera opinião dos leitores, eu não gosto muito do Logo. xD

    Gostei do teu artigo Ricardo ;)

    O RVD, na minha opinião, deveria ser incluído no combate pelo Título Mundial. Christian vs Del Rio está mais que batido, por isso, o melhor seria inclui-lo no combate (além disso já venceu o Del Rio). Caso não pensem em juntá-lo ao combate, poderiam pô-lo a lutar contra o Axel pelo IC (de certeza que o Axel agradecia). Só em último caso eu faria RVD vs Fandango.

    Henry e Show vs The Shield não me agrada (mesmo) nada. Gostava que os Usos lutassem, uma vez mais, contra o Rollins e o Reigns, mesmo que fosse outra vez no “Kick-Off”.

    Depois do Axel, a situação em que se encontra o US Title também é preocupante. Apesar do título estar nas mãos de alguém como o Ambrose, este não defende o título há muuuito tempo (a defesa no NXT não conta, naturalmente). Por mim, poderiam pôr o Henry contra o Ambrose pelo US Title no Summer Slam, mais que não fosse para o Ambrose gabar-se de ter vencido alguém da estatura do Henry, o que só lhe trazia credibilidade enquanto campeão.

    O caso da Layla não acho preocupante. Nem todos podem combater ou ter o devido destaque neste PPV.

    Quanto ao Sheamus, concordo com tudo o que disseste Ricardo.

  3. Rubinho16@ - há 3 anos

    Muito bem pensado criares um logo para o artigo, no entanto, podia estar melhor, a meu ver, e o facto de teres posto a imagem do SD atrás do logo, foi mal pensado, uma vez que abordas temas de ambas as brands.

    O artigo ficou, mais uma vez excelente, com o tamanho indicado e muito bem escrito!

    Para mim, o card ficava assim:

    Curtis Axel vs Fandango – Axel

    ADR vs Christian vs RVD – Christian

    Shield vs Henry e Usos numa winner takes all – Shield

    Ziggler e Kaitlyn vs Big E e Aj – O Ziggler arrumava o Big E e ficavam só as Divas no ringue, a Layla atacava a AJ e a Kaitlyn ganhava: Triple Treath para o NOC

  4. Miguel Silva - há 3 anos

    Excelente artigo, Ricardo!
    A ideia do logo está muito boa, mas acho que podes melhorar a aparência do mesmo.
    Quanto ao artigo, concordo com tudo e os casos mais preocupantes para mim são o do Axel (talvez venha a ter um combate no pré-show contra…pois boa questão) e dos The Shield que só acredito que eles não tenham um combate se interferirem no combate pelo título da WWE, mas mesmo assim são capazes de terem um combate contra o Henry, o Show e um pareceiro num “winner takes all”, embora a ideia não me agrada nada.

    • Miguel Silva - há 3 anos

      PS: não falo do RVD porque a WWE de certeza que lhe arranja alguma coisa, e talvez se lembre daquilo que talvez seja a melhor opção que é ser envolvido no combate pelo título Mundial.

  5. AP - há 3 anos

    Começando pelo pedido em relação ao logo, é um boa aposta, porém não com esse logo, tira a referência ao universo e ao wpt, eu penso que eles não se importam, e aliás, já está no site onde está inserida a tua crónica, o símbolo da SD também não funciona, tenta jogar mais com os “horns” que o jbl trazia na limusine ou algo do género, não que perceba muito de grafismos!

    Quanto ao texto, excelente mais uma vez e, na minha opinião com o tema mais certeiro, em termos de timing, dos espaços que tenho lido!
    Isto porque a indecisão, apesar de ser algo que infelizmente representa a wwe nos últimos tempos, está a ultrapassar o estado crítico e está a entrar num coma profundo. Mas a meu ver unicamente na divisão mid-card.
    Ora vejamos, à alguns meses atrás, o que segurava a wwe(tanto o sd como o mnr) eram nada mais nada menos que os campeões de tag-team team hell no que tapavam todos os buracos enquanto a wwe se andou a divertir, sim DIVERTIR com o the rock! Já há muito tempo que não tínhamos os títulos de tag-team como cabeças de cartaz, pelo menos para entretenimento para o público, talvez desde os DX, Rated RKO, por aí!
    Com a entrada dos shield (a penúltima lufada de ar fresco da wwe )pensou-se que íamos ter alguém a espalhar o caos durante uns largos tempos. Porém tal não aconteceu, tornaram-nos uma força dominante e que para além de estarem “calminhos” a ganhar combates contra lutadores aleatórios(ou vários como preferirem), não têm construído uma verdadeira rivalidade, que pusesse os seus títulos em perigo(sinceramente alguém pensou que os usos iam ganhar aos shield?) e acima de tudo possuem dois títulos com um grande historial na wwe, esperemos que a última promo no ME os traga de volta ao jogo.
    Porém a uma semana do ppv pode não ser suficiente, e desta forma torna-se um título cabeça de cartaz num que enche ou nem está presente…..decida-se wwe
    Continuando a falar de indecisões…. curtis axel, e o problema continua, a wwe quis dar ao paul heyman alguém com que trabalhar todos os shows para além do punk, visto que o brock está a part-time. Se alguém trabalha com o paul tem de ter ouro à volta da cintura, porém esse miminho a paul heyman traduziu-se num erro, sim afirmo: um ERRO!
    Visto que o título de ambrose não é posto em disputa, tendo para mim como motivos a sua pouca habilidade patente dentro do ringue em comparação com outros lutadores e pertencer aos shield que só fazem combates 3-3(já estou cansado), o título de axel era o que podia estar a suportar a “divisão” dos mid-carders, mas tal não acontece!
    Curtis venceu o miz várias vezes, demonstrando ainda algumas debilidades na competição ao mais alto nível, talvez os nervos dos grandes palcos, porém este tem-se demonstrado capaz, mas como paul heyman guy, está a tratar os assuntos do paul e a descartar um título do panorama dos mid-carders!
    Bem, neste clima de indecisão dentro do mid-card, safa-se o última lufada de ar fresco da wwe… d-bryan(não estou a dizer que este é mid-carder, globalizei agora), e ainda cody e sandow, dois mid-carders que através das suas brilhantes mic-skills têm mantido a wwe empolgante e abrem caminho ao main event(não estou a falar do show), tal como o “regresso” da viper após castigo!
    Quanto ao miz como host concordo plenamente com o que disseste.

    Visto isto, o card que neste momento se espera para o SS é:

    bryan-cena
    brock-punk
    dolph, kaitlyn – big e, aj
    kane-wyatt
    adr-peep
    shield-show, henry
    cody-sandow

    e para não deixar um título a nadar uma adição minha…

    battle royal ou fatal four way, ou … number one contender pelo título intercontinental: barrett, rvd, Kofi, cesaro, …..o dançarino(não sei pronunciar o nome dele), entre outros

    e uma aposta de futuro, para não deixar lutadores sem saber a quantas andam: king of the ring(aposto que o ricardo está desejoso de fazer uma longhorn sobre este assunto), torneio para definição de candidato a um título!

    CUMPS

    AP

  6. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Bom artigo Ricardo, o simbolo só tirava o logo da smackdown.

    Curtis Axel e Dean Ambrose não terem defesas do titulo é para mim o mais grave neste PPV.

  7. ThaGr8One - há 3 anos

    Mais um artigo muito bom, com uma temática actual e bem enquadrada, mas no entanto preocupante. Acho que deixar o Intercontinental Champion de fora do PPV depois de publicarem no site oficial da WWE um top dos melhores combates pelo titulo supra-citado extremamente contraditório…

    Concordo contigo principalmente na parte em que falas do Ambrose e do quanto ele necessita de uma defesa do titulo sem ser por DQ. Os The Shield (no que apenas ao Roman e ao Rollins diz respeito) não são o maior motivo de preocupação por parte da WWE, porque estes mostraram por diversas vezes serem capazes de vencer os Usos e acho que esse combate em PPV além de uma repetição (a par do combate pelo WHC) não traria nada de novo, por muito que os intervenientes sejam talentosos.

    Não acharia piada a um Henry & Big Show vs Rollins & Reigns pelo simples facto de não haver tempo suficiente até ao PPV para se construir uma boa história em torno do combate… Para acabar este ponto de análise sobre aquilo que foi dito (e bem) por ti, resta-me dizer que se for para marcarem um combate “à portuguesa”, ou seja, a horas do PPV, mais vale ser Usos & Henry vs The Shield em que os titulos estejam em jogo, sempre tinha algo que os outros não tiveram e tornava o combate mais interessante. Para terminar o “capítulo” The Shield, acho que se não tiverem combate algum no PPV, é puro demais evidente o que irá acontecer. Mas, no entanto, prognósticos só no fim do jogo ahahah.

    A Layla haverá de ter um papel qualquer no combate Mixed Tag Team, nem que seja como “acompanhante” do Big E e da AJ (que eu penso ser o mais provável).

    Lesnar não fala muito, mas quando fala faz a diferença! “Paul, say something stupid”.

    Mais uma vez bom artigo, continua assim que eu estarei cá para ver :)

    PS: Quanto ao logo do espaço, adorei a ideia, a sério que sim! No entanto, penso que esta alternativa não é a mais acertada como acima foi dito. Penso que o tema de fundo SmackDown não permite que o nome do espaço tenha o destaque necessário. Na minha opinião, penso que um fundo preto ou cinzento faria sobressair o nome do espaço duma outra forma pela cor que este mesmo tem. Compreendo a incorporação dos logos do WPT e do Universo, mas tendo cores bastante distintas torna a imagem algo confusa. Dito isto, acho que (e embora a cor do WPT seja o vermelho) deverias pegar no ‘W’ e isolá-lo do seu fundo vermelho, assim como o ‘U’ representativo do Universo deveria ser sujeito ao mesmo “tratamento” e assim poderias “jogar” um pouco mais com o fundo e com o que pretendes fazer dele. Isto na minha sincera opinião :)

  8. akujy - há 3 anos

    Gostei deste tema, especialmente porque não é todos os dias que as pessoas falam dos que ficam fora do card. Só isso já foi deveras apelativo. Acho que abordas alguns pontos dignos de debate, especialmente certos títulos secundários que ficam de fora do PPV. Aliás, neste momento são mesmo todos, que se saiba. Confirmados só estão combates pelo WHC e WWE title. Penso que especialmente o IC title, que tanta história tem no SummerSlam, devia ser defendido.

    Quanto ao logo, gostei da ideia em si, mas acho que acabaste por fazer o resultado em si ficar um pouco overshadowed pela tua vontade de incluir os símbolos todos.

    Resumindo: Foi um bom peep show, com um bom tema e acho original a ideia de teres o teu próprio Logo. Mais uns ajustes e poderás mesmo conseguir um logo muito bom para ficar como a imagem de marca.

  9. LuisMPBO - há 3 anos

    Bom artigo, o costume!
    Primeiro, só queria fazer uma correção: acho que era “heel turn” de Ryback e não “face turn”.
    Concordo, no geral, com tudo, por isso não tenho grandes coisas a apontar. Só digo que o card ainda não é facil de adivinhar no seu todo, e estou curioso por ver que combates se vão definir nos próximos dias.
    Quanto ao logo, é uma excelente ideia, mas acho que este não está muito bom. Gostei muito daquele símbolo central, e isso deve permanecer, mas acho que tudo o resto devia mudar, incluindo a “tira” com o nome do artigo e os logos do Wpt e do Universo, que acho que podias arranjar outra maneira de pôr. Só uma coisa: tudo isso até poderia ficar, mas a parte da Smackdown nem pensar mesmo! Acho que vais acabar por ficar com um bom logo.

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      Ahahah, também estive para corrigir a parte do “hee-turn”/”face-turn”, mas depois reli e percebi que se referia ao The Miz xD

    • Ricardo Silva - há 3 anos

      Quanto falei em “face turn” referia-me apenas ao Miz. Quando falei do Ryback foi apenas para o encaixar na parte de “cair em esquecimento”.
      Para a semana prometo um novo logo e aproveito para agradecer a todos as vossas honestas opiniões :)

      • LuisMPBO - há 3 anos

        Desculpa então, interpretei mal.
        Outra coisa, eu estou a reler o que escrevi e acho que saiu um pouco mal, na parte da “tira”. Eu sei que o nome começa na “tira” e acaba no centro, não está todo na tira, mas isso seria uma questão de escreveres tudo isso naquele logo central.
        Já que estou aqui a falar aproveito para sugerir outras coisas. Talvez se tornares os logos do Wpt e do Universo menores e os puseres lado a lado num canto fique melhor.
        De resto, o importante mesmo é encontrar um bom fundo, pois já tens uma boa base naquele símbolo circular.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador