Match of the Week #120 – Rhino vs Abyss vs Jeff Hardy vs Sabu

E cá estou eu para vos dar mais uma recordação de um grande combate marcante e, por acaso, desta vez não quis ir aos meus tempos iniciais de seguimento de wrestling, por estranho que pareça. Mas só para a ironia, vou para um combate decorrido em 2005, precisamente a altura em que comecei este meu gosto pela coisa! Mas vá, não via – e, na altura, nem conhecia – a TNA, logo isto foi visto posteriormente.

E acho que até vos trago algo que devem gostar. Porrada velha e uma cambada de doidos a não mostrar qualquer estima pelo corpo. Se olharam para os nomes do título já nem vêem novidade, tem lá muito boa gente que fez carreira assim.

Recuo até 2005, ao Bound for Glory, quando se deu um dos primeiros combates Monster’s Ball transmitidos em TV. Num estado tão inicial que ainda levavam aquela bizarra estipulação de que os competidores estavam previamente presos num quarto escuro, sem comida e água durante 24 horas, para competir no combate que já seria violento, num estado mental perigoso. Por estranho que pareça, a falta de alimentação não lhes causava debilidade e fraqueza, porque eles pareciam ter muita genica, julgando pelo combate. É uma estipulação um pouco parva? Talvez, lá há de servir para o dramatismo da coisa.

O que talvez nem fosse, de todo, necessário. Já era um combate bruto, violento, com todo o tipo de armas à disposição e com gajos que se desenrascam bem nesses ambientes. Num instante estava tudo ensanguentado, estava o Sabu partido a meio e andava já o Jeff Hardy a fazer – citando-me a mim mesmo – Jeff Hardy-zices. Confiram e/ou recordem o combate e digam lá o quanto gostavam de voltar a ver um destes.

E querem homens de barba rija? Depois de ganhar isto, Rhino ainda foi ganhar uma “Gauntlet” de dez homens para definir um novo candidato ao título no main event. E ganhou. E foi ao main event e tornou a ganhar, tornando-se NWA World Heavyweight Champion! Tudo numa noite!

Espero que tenham gostado da escolha e que vos tenha dado uns bons minutos de recordação, pelo menos. Na próxima semana, há mais e é o Miguel Rocha a dar-vos algo de qualidade.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Top Ten”.

8 Comentários

  1. marcelosl5 - há 2 anos

    NO WAY NO WAY NO WAY! Holy shit que combate! TNA talvez numa das melhores alturas da companhia! Boa escolha Chris

  2. Vitor Oliveira - há 2 anos

    Muito boa escolha, Chris. Ótimo combate

  3. reigns one versus all - há 2 anos

    Grande combate Chris!!!
    Adorei!!
    Boa escolha.

  4. @TheRvD_ - há 2 anos

    Boa escolha! esse foi o auge máximo da TNA numa boa pós-PG ERA (sei que isso nada ver tem com a TNA) em que poucas eram as alternativas de promos e estilos de wrestling, parabens!

  5. João Paulo - há 2 anos

    Boa escolha. excelente combate

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador