Match of the Week #179 – Kenny Omega vs Hirooki Goto

O G1 Climax é reconhecido mundialmente como um dos torneios mais impressionantes, ano após ano, e como o vencedor do torneio ganha o direito de estar no main evento do Wrestle Kingdom, a Wrestlemania da New Japan Pro Wrestling, o G1 acaba por ser uma espécie de Royal Rumble da empresa nipónica, tirando o facto de que é um torneio em estilo de liga e ocorre durante 19 dias.

Este ano, encontraram-se na final Kenny Omega e Hirooki Goto. Goto ganhou o G1 de 2008, e é um nome importante dentro da empresa que, apesar de várias tentativas, nunca chegou ao topo da  montanha que é a NJPW. Do outro lado temos Omega, “The Cleaner”, o atual líder do Bullet Club, após a saída e “expulsão” de AJ Styles, que durante 2016 teve uma evolução significativa. Apesar de começar o ano a perder o IWGP Junior Heavyweight Championship no Wrestle Kingdom 10, uma subida à categoria de Heavyweight e a tomada de posse da posição de líder de uma das stables mais populares do mundo foram apenas o início, tendo sido IWGP Intercontinental Champion e NEVER Openweight 6-Man Tag Team Champion ao mesmo tempo, e com a chegada do G1, a presença na final marcava o que seria uma aposta muito grande neste lutador.

O combate em si, digno de uma final de um dos torneios mais antecipados do mundo, foi marcada por grandes momentos, mas a verdadeira história aqui, para além da vitória histórica de Omega, a tornar-se o primeiro gaijin (estrangeiro) a vencer o G1, foi o que o “Cleaner” fez durante o combate. Não só aplicou os golpes de maior impacto dos ex-líderes do Bullet Club, como o Bloody Sunday de Prince Devitt (agora Finn Bálor) e o Styles Clash de AJ Styles, como também utilizou a Golden Star Powerbomb e o Phoenix Splash (este último acabando por não acertar) do seu antigo parceiro de tag team e agora (e talvez para sempre) rival Kota Ibushi.

Essencialmente, Kenny Omega usou estas manobras, que “aprendeu” através de experiência e observação, para derrotar o “boss final” do G1.

OMega man? Parece que sim.

O combate pode ter terminado com o seu One-Winged Angel, mas neste combate podemos ver um pouco da história da carreira deste homem, e como ele usou o seu passado para garantir o seu futuro; futuro esse que é o main event do maior show que a New Japan oferece, o Wrestle Kingdom 11, na Tokyo Dome.

Um combate extremamente interessante que recomendo vivamente. Apenas mais uma prova da enorme qualidade de combates que acontecem na NJPW.

Sobre o Autor

- Apresentador do programa SmarkDown!

2 Comentários

  1. RFBM - há 3 meses

    Grande escolha. É uma excelente combate que na minha opinião, com tudo conjugado em termos de wrestling e storytelling foi o melhor do G1, sendo que em termos de wrestling em si, o combate entre o Omega e o Naito foi o melhor do torneio.

  2. sobrinho do fofinho kevin owens - há 3 meses

    Grande combate Kenny Omega, merecido um dos melhores wrestlers do mundo e um dos meus favoritos parabens.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador