Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

My Time Is Now #4 – Presente Envenenado

O tema que irei abordar hoje é a situação de Damien Sandow, bem como as condições ideias para este cobrar a sua oportunidade pelo WHC. Importa referir que este texto está a ser escrito antes do HIAC, logo é-me impossível saber se Sandow já realizou o cash in quando vocês estiverem a ler este artigo. De qualquer maneira, com ou sem cash in, a opinião continuará a ser válida porque não vou abordar o “quando” mas sim o “como”.

Money In The Bank 2013. Cody Rhodes e Damien Sandow entraram como amigos e saíram como rivais. Ambos estavam caídos no esquecimento, remetidos a um papel secundário, mas no final dessa noite estavam, de novo, na ribalta. Sandow, claro, como o grande vencedor da mala MITB e Cody com a realização do seu face turn. O foco estava neles mas, apesar de tudo, Sandow é que tinha a maior dose de protagonismo uma vez que a mala era dele e, por conseguinte, estava próximo de ser campeão mundial.

Passaram-se pouco mais do que 3 meses. Ao contrário do esperado, foi Cody que conseguiu maior destaque enquanto Sandow foi acumulando derrotas sem fim. A mala ao invés de ser um prémio acabou por funcionar como um presente envenenado e Sandow está com menos credibilidade do que antes do MITB’13. Será que o problema é de Damien? Será que ele teve algum comportamento que levasse a WWE a dar-lhe um papel tão insignificante?

Poderíamos ser levados a pensar dessa forma, contudo existe um padrão semelhante aos anteriores vencedores da “mala azul”. Daniel Bryan e Dolph Ziggler sofreram o mesmo tipo de tratamento que Sandow, perdendo combates de uma forma consecutiva. Ou seja, a WWE, conceptualmente, entende que esta forma de tratar um futuro campeão mundial é legítima e proveitosa. Não é um acaso, não é um desleixo, é, pura e simplesmente, um método que eles acreditam ser o mais indicado.

Na minha opinião/interpretação, as altas patentes da WWE acreditam que a partir do momento em que se tem a mala não é necessário vencer combates, pois o simples facto de poder cobrar uma oportunidade pelo Título mundial torna esse mesmo lutador relevante e perigoso. Mais, uma vez cobrada essa mesma oportunidade todas as derrotas serão esquecidas porque o tal lutador é detentor de um dois Títulos mais importantes da companhia. Além disso, o facto do detentor da mala estar numa maré de derrotas ajuda a adensar o mistério de quando será cobrada a oportunidade.

É este o método usado pela WWE. Podemos estar, ou não, de acordo mas é assim que as coisas têm funcionado. A questão é verificar até que ponto esse método tem dado resultados positivos. Olhemos então para os últimos dois exemplos: Daniel Bryan e Dolph Ziggler. O primeiro, neste momento, é dos principais lutadores da companhia. Contudo, importa não esquecer como terminou o seu primeiro reinado como campeão mundial. 18 segundos de resistência em plena WrestleMania. Bryan não foi mais que carne para canhão e apenas toda a dedicação dos fãs mantiveram-no na ribalta.

Ziggler cobrou a sua oportunidade na Raw seguinte à WrestleMania deste ano. A sua credibilidade não estava propriamente forte mas acreditava-se que sendo campeão a sua situação iria mudar. Puro engano. Perdeu a maior parte dos combates em que se viu envolvido e, com uma lesão à mistura, acabou por ter um reinado super curto e absolutamente irrelevante. Nos dias de hoje Ziggler é apenas “mais um”, com uma importância bastante discutível.

Assim sendo, julgo que se justifica afirmar que o tal método utilizado pela WWE não tem dado grandes frutos. Então qual seriam as condições ideais para a realização do cash in? Esta pergunta, como é lógico, é muito relativa e varia de caso para caso. Nesta situação em concreto de Damien Sandow, acredito que uma rivalidade com John Cena seria proveitosa. No entanto para esta ideia ser um sucesso espero que o cash in não tenha acontecido no HIAC, pois poderá estar condenada ao fracasso.

Sandow, pura e simplesmente, tem revelado uma incapacidade gritante para vencer qualquer combate importante. Se se tornar campeão no curto prazo acontecerá uma de duas coisas: Começa a vencer combates só porque é campeão e isso não é credível, ou, em alternativa, continua a perder combates o que é prejudicial para o Título. Então o melhor que a WWE tem a fazer, na minha visão, é promover aos poucos o regresso gradual de Sandow aos grandes palcos, de modo a que este, quando se tornar campeão, seja respeitado e encarado pelos fãs como um legítimo campeão.

Repito, esta é a minha opinião, e esta é uma questão complexa, portanto gostava de ler a vossa opinião. Acham que o método da WWE é apropriado? Qual seriam o método que vocês consideram mais pertinente? Digam de vossa justiça.

Sobre o Autor

3 Comentários

  1. Curiosidade - há 3 anos

    Até agora os três vencedores do money in the bank do smack down começam por D …, será que o próximo vencedor será o Darren Young? Dean Ambrose? ou Drew McIntyre?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador