Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Neutralizer #14 – O futuro está no NXT

Acordo, exausto, cansado, com uma dor de cabeça infernal…”O que aconteceu ontem à noite?” – penso eu. De repente começo a lembrar-me dos shots e do dia anterior horrível. Olho para o relógio, são 16 horas. “Dormi metade da tarde?”.

Levanto-me e vou à janela. Vejo a luz do sol e um dia perfeito para sair à rua.

Ando a vaguear pela rua, sentindo o cheiro da Natureza, algo que me agrada. Vejo uma pequena esplanada, cujo Sol ilumina versatilmente e calorosamente cada ínfima cadeira. Decido ir lá. À medida que passo pelos clientes, estes parecem incomodados pela minha presença. Talvez seja pelas olheiras, o cabelo grande e despenteado, a roupa fora de moda, os ténis já bastante gastos. Resolvo não ligar às pessoas.

Sento-me e pego no cigarro. O empregado depressa me vem atender com um sorriso, bastante sínico diga-se, apesar de eu saber que tamanha pressa é para que eu abandone depressa o café e não incomode os restantes clientes.

Enquanto estou ali sossegado, vejo um carro a chegar. De lá de dentro saem 4 pessoas: três homens e uma mulher. Da rapariga, apenas posso referir que a sua beleza me veio à cabeça desde o primeiro segundo a que a vi. É morena e tem uns olhos incrivelmente bonitos. Os rapazes são bastante diferentes, um deles tem o cabelo comprido, castanho e com a barba por fazer. O outro, bem mais baixo, até se pode considerar um homem de baixa estatura, tem o cabelo curto e a barba também por fazer. O tom de cor do cabelo fica a rondar o ruivo. Por fim, o último rapaz, com uma aparência no mínimo desprezível, vem vestido com um colete por cima da sua t-shirt, o que me permite ver as suas diversas tatuagens nos dois braços e numa mão. Não entendo como há pessoas que fazem isto ao corpo. O cabelo, por incrível que pareça, está bastante apresentável, é curto e preto.

Não parecem estar incomodados com a minha presença, pois rapidamente se sentam numa mesa mesmo ao lado da minha.

(…)

Começo a prestar atenção à conversa deles, que parece ser bastante interessante.

– Epah Chris, eu sinceramente não percebo como é que tu ainda não estás no main roster. Tu tens o dobro da experiência de metade da gente que está no NXT. Acho que merecias ter subido já há algum tempo.

– Eu não me preocupo muito com isso, a minha hora há-de chegar. Não tenho pressas.

– É verdade que te recusaste a ir ao ginásio? – pergunta a rapariga.

– Sim, Saraya. Fui uma decisão de momento. Estou totalmente arrependido.

“Bem, pelo menos já sei o nome da linda rapariga: Saraya.” – refiro eu, nos meus pensamentos.

– Acho bem que estejas. Tu deitaste por água abaixo a oportunidade de uma vida!

– Então e tu Saraya? Não achas que também já lá devias estar? – pergunta o ruivo.

– Eles acham que eu sou muito nova…mas o estranho é que não tiveram qualquer problema em meter lá aquela lingrinhas…aquela do Total Divas, a JoJo…

– Ah, mas essa ainda não luta. Até agora só cantou e apareceu em segmentos…

– E não achas que já é bom?

– Claro, mas ao menos tu no NXT podes fazer o que gostas…

“Lutou? Mas afinal quem são estes tipos?”

– Sim, isso é o mais importante!

– Eu li na internet que há possibilidades de tu vires a ser uma “Paul Heyman Girl”. – diz o homem tatuado. Acho que é a primeira vez que o ouço a falar.

– Eu não tenho muitas esperanças e além disso, prefiro esperar e poder-me estrear enquanto “babyface”…Mas tu é que eras uma grande opção para um “Paul Heyman Guy”…

– Eu? Hum…My name is Paul Heyman and this is my cliente Corey Graves! Gosto da forma como soa. Então mas esclarece-me lá, Saraya, porque preferes estrear como “face”? É que eu até acho que tu tens o perfil indicado para andar com o Paul.

– Não sei. Acho que gosto de ser adorada. Eu nem me importava de estrear ao lado do Paul, mas mais tarde tinha que virar “face”.

– Claro. Com os teus “pops”, não ias ficar vilã muito tempo.

– É, eu sei, mas ainda assim não sei o que me iam pôr a fazer ao lado do Paul. Por outro lado, tu tinhas uma boa utilidade. Podias interferir no combate entre o Axel/Heyman e o Punk que se vai realizar no Night of Champions…

– Isso era uma boa ideia. Depois eu ficava durante uns tempos como “macaquinho” do Paul e ajudava sempre o Axel, mas depois virava “face”. É, eu gosto muito de ser “heel”, mas assim tinha um pouco dos dois, mas isso é lá com os “bookers”. Primeiro, ainda têm que me subir…

– Eu também gostava imenso de subir ao main-roster, mas queria que me pusessem a máscara. – diz o ruivo.

– Tu com ou sem máscara, és um excelente lutador na mesma. E depois daquele combate que tiveste contra o Cesaro que foi ao ar na semana passada, a WWE deve pôr os olhos em ti…

– Deus te oiça! Eu gostava muito de lutar com máscara, estilo “luchador”, até porque a WWE não tem muitos hoje em dia…

– As tuas qualidades chegam para seres o sucessor do Rey Mysterio e estou a falar muito a sério.

– Oh, obrigado pelo elogio, Saraya. Mas vocês não acham que a WWE precisa de um novo mascarado? Aquela aposta no Sin “botch” Cara não funcionou…eu cheguei há pouco tempo, mas nunca fui muito com a pinta dele…

– Então porquê?

– O homem não suporta a derrota! Não sabe que o wrestling é isso mesmo, deve-se achar muito bom…

– Lá isso é verdade. Mas tu com a máscara fazias maravilhas…

– Pois, eu sei e por isso é que tenho pena! Eu sem a máscara sou apenas um lutador genérico…

– Genérico, hein? Hahahah, até parece o teu antigo nome…

– Que piadinha, Chris! Eu também gostava mais do teu antigo nome…

– Qual? O que eu usava na Ring Of Honor?

– Claro!

– Chris Hero! Uuuu que chique! – diz a rapariga.

– Olha, é bem mais chique que Kassius Ohno. Este nome lembra-me um homem das cavernas, se bem que olhando bem para a aparência dele…

– Mas que engraçadinho, Matt! Fala o tipo que tem o corpo coberto de tatuagens e chama-se Corey Graves…

– Olha, o CM Punk tem o corpo coberto de tatuagens e é um dos nomes mais famosos de toda esta indústria.

“Indústria? Luta? WWE? Hum…será wrestling? Com que então aqui a Saraya é lutadora…agrada-me!” – penso eu, cada vez mais fascinado com a conversa.

(…)

– O Cesaro anda para lá entretido com o Zeb e com o Swagger…acho que ele funcionaria muito melhor contigo, Chris. Os “Kings of Wrestling” tinham uma química espectacular. Bem que podiam mandar o drogadinho para o buraco de onde veio e metiam-te a ti ao lado do Cesaro.

– Eu e o Claudio tivemos momentos maravilhosos e fui muito feliz enquanto fiz equipa com ele, mas acho que está na hora de seguir em frente. Acho que já está na hora de eu atingir o topo sozinho.

– Claro, toda a gente sabe que tens capacidades para isso mas se não te arranjassem nada a solo, podia ser uma ideia…

– Eu não acho! Como é que iam construí-los outra vez? A WWE nunca iria referir a equipa dos “Kings of Wrestling”.

– Eu sei…mas pensa um bocadinho. O Cesaro separava-se do Colter e do Swagger e depois começava a ter várias derrotas. Aí os comentadores começavam a dizer que lhe faltava algo. Ele andava desorientado e desiludido. Depois apareciam segmentos de backstage até que aparecia o Chris a abordá-lo e a dizer-lhe que o queria ajudar. Ele podia andar lá com os tipos do NXT que queriam ver o que era o main-roster e assim havia uma justificação perfeita para a sua presença no show. O Chris abordava-o e dizia-lhe que ele tinha capacidade para ser “king” e juntos podiam ser os “kings”. Com esta pequena menção, os fãs da ROH já estavam todos “no ar” e os que desconhecem a empresa, achavam um segmento normal.

– Wow,gostei bastante da tua ideia, Rami. Uma ideia bastante boa vinda de um lutador “genérico”…

– Que engraçadinha, Saraya…

– Oh, eu sei, eu sei…

– Mas que convencida, hein? Então tu, uma pessoa tão adepta de “babyfaces”, tens uma ideia para subires ao roster?

– Isso é lá com os “bookers”. Mas eu tenho uma ideia, é claro que é bastante ambiciosa pois punha-me na estreia logo com o título das Divas…

– Ai, mas que ambição! Tu ao menos mal entravas, já estavas no topo!

– Como é óbvio! Não é ao topo que todos queremos chegar? Eu simplesmente estreava logo lá…

“Ambiciosa, linda e lutadora (literalmente). Wow, cada vez estou mais entusiasmado com esta rapariga.” – penso eu.

– Vá, conta lá essa ideia ambiciosa…

– Então, a AJ é a campeã, certo?

– Sim…

– E ela é uma Diva…

– Sim…

– E eu sou…

– Sim!?

– Uma Anti-Diva…

– Ah, inteligente…

– Então, a AJ começava com as suas promos a dizer que ela era a melhor Diva do roster e então aí, todas as Divas tentavam ganhar-lhe o título mas ela era completamente arrebatadora e não deixava ninguém chegar perto do seu título. É claro que para isto a sua credibilidade teria que aumentar mais um bocadito…

– Sim. E depois?

– Bem, depois de ela vencer o roster inteiro uma por uma, fazia uma promo a dizer que não havia concorrência nenhuma para ela, pois já muitos tinham tentado mas ninguém teria conseguido. Ela ficava ali a auto-elogiar-se e a referir o termo “Diva” vezes sem conta até que, aparecia eu…a verdadeira Anti-Diva! Eu era recebida com uma enorme ovação, porque as pessoas adoram-me, como é óbvio…

– Ui, grande ovação! És mesmo convencida e ambiciosa…

– Eu chegava lá e desafiava-a. Ela, como me tinha visto no NXT, não aceitava pois temia que eu lhe tirasse o título. Então aí eu ia ter com o Brad e pedia-lhe com jeitinho para ele marcar o combate. Ele, sentindo-se seduzido com a minha presença, marcava o combate e bem, é preciso explicar o que acontecia depois?

– Tu vencias o título!

– Exato!

– Wow, mas que ideia bookada ao pormenor…

– Tem que ser! As pessoas têm cabeça para alguma coisa e no meu caso, é para pensar…

– Pois, no teu caso…

Trim, trim, trim. Ups, é o meu telemóvel. Atendo. Parece que tenho que ir buscar o meu carro à garagem…logo agora que a conversa estava tão interessante…

Até para a semana!

PS: Isto veio tudo da minha cabeça, qualquer menção às personalidades de qualquer uma das pessoas referidas, é puramente minha invenção!

Sobre o Autor

37 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Sinceramente so vejo a escolha a ser entre o Graves e o Ohno para próximo Paul Heyman Guy. Que vamos ter um, isso parece certo, e na minha opinião e já disse isto no chat também qualquer um dos dois seria uma boa ideia.

    O Ohno pelo factor idade, que pode levar que tenha que ser agora o salto para o main-roster. No caso do Graves apesar dos 29 anos pode esperar, não muito mas pode. Mas é claramente a personalidade wrestler do NXT que mais vejo como Paul Heyman Guy.

    Se não for do NXT, para mim o Guy pode ser perfeitamente o Di Biase, porque ele oficialmente não saiu do site da WWE como membro do roster. Esta saída podia ser vista como uma distração da WWE.

  2. FAlmeida_10 - há 3 anos

    Devo dizer que fiquei extremamente espantado com o conteúdo deste artigo xD. Quando eu leio o título penso “Vai ser um artigo a falar sobre o NXT e depois vai dar a sua opinião sobre cada um dos lutadores que lá estão”, mal pensei nisso pensei logo que ias atacar o Bo Dallas xD. Dou uma vista de olhos rápida para ver a estrutura do artigo antes de proceder á leitura do mesmo, e vejo que é um diálogo… Achei estranho como é normal, mas fiquei curioso com a estrutura e li o artigo, é um diálogo “cómico” com algum fantasy booking á mistura. Acabei por gostar, um pouco menos do que das ultimas vezes, mas foi para desanuviar…

  3. danielLP21 - há 3 anos

    Artigo bastante original. Agora, no dia em que eu tiver um artigo meu ( estou a brincar, mas vamos fingir que não estou) vão-me acusar de te estar a copiar, já que sempre pensei em fazer algo deste género.

    A ideia que a Saraya deu para subir ao roster principal através de uma feud com a AJ é a mais óbvia. Faria todo o sentido e estou certo de que muitos de nós já pensámos nessa hipótese. O problema é que a AJ também é uma Anti-Diva, embora não seja promovida como tal. Paige vs AJ podia ser “a” feud de uma Era.

  4. MicaelDuarte - há 3 anos

    Acabaste por fugir um pouco à “rotina”, optando por um diálogo entre “wrestlers” do NXT. Na minha opinião, ficou interessante.

  5. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Mais original não podia ser!Parabéns Miguel, grande slide inicial…já agora…EU QUERO OHNO no roster!…desculpem o “caps lock…again!”

  6. Carlosilva - há 3 anos

    Muito interessante,adoro ver os teus artigos Miguel.Desta vez optas-te por um dialogo mas ficou muito bem.
    Parabens.

  7. Control - há 3 anos

    Gostei bastante bem original,é sempre bom sair um pouco da “mesmice”.Resta esperar para enfim vermos essas “joias” nas brands principais.Espero pacientemente por Ohno no roster ele vai longe !!

  8. Rubinho16@ - há 3 anos

    Artigo mais original alguma vez lido pela minha pessoa aqui no site! Lindo, lindo, lindo!

    As tuas ideias não me surpreenderam, uma vez que já as tinhas discutido comigo e com o José, mas não deixa de ser um bom artigo!

    Quanto ao Graves e o Ohno, partilho da opinião do José, apesar de gostar mais do Ohno, ele necessita mais do que Graves, não só pela idade, mas também por ser um heel afirmado, o Graves é mais twenner!

  9. Miguel Silva - há 3 anos

    Obrigado a todos os que comentaram, tanto nesta edição como nas 13 passadas que já lá vão para trás.
    Não vos estou a responder a todos, porque este comentário serve apenas para a minha despedida do site. Surgiu uma coisa que me impede de continuar, e achei por bem fazer este artigo diferente para terem uma lembrança diferente da minha pessoa.
    Um especial obrigado a todos os coemntadores como o José Sousa, o André Santos, o LuisMPBO, o Rubinho16@, o don_ricardo_corleone e todos os outros que alguma vez comentaram esta rúbrica (perdoem-me por não os enumerar a todos).
    Gostaria de deixar uma palavra ao Luis Salvador por manter este site tão fantástico como ele é, sem dúvida o melhor site de língua portuguesa. Um especial (outro) obrigado ao Kapitas pelo voto de confiança em me deixar ter a minha rúbrica aqui.
    E por fim, a minha palavra vai para uma resposta ao danielLP21 que no comentário acima brinca com o facto de vir a ter um artigo. Apenas quero dizer que te acho um dos melhores, se não o melhor comentador deste site, e espero que essa “brincadeira” um dia se torne realidade.
    Isto é tudo, não me vão ver por aqui nos próximos tempos pelo que o Neutralizer acaba aqui. Espaços como o Best of Raw, devem ficar em stand by apesar de eu ter deixado uma edição adiantada. Sobre o Topo e Fundo da TNA, como é óbvio não o poderei fazer, mas deixo aqui um apelo a quem tiver interesse em seguir com espaço que fale com o Kapitas (universo@wrestling.pt) pois seria uma pena o espaço deixar de existir.

    Foi um prazer escrever para todos vós e espero que tenham gostado do meu espaço e quero que saibam que tentei sempre inovar. Talvez o artigo de hoje tenha sido o único inovador, não sei mas a minha tentativa esteve sempre cá.

    Obrigado a todos e tenham um resto de Verão fantástico!

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Uma perda na minha opinião para o Universo!
      Fazia contigo uma quarta feira com bons artigos!

      Espero que voltes!

      • FábioVaz - há 3 anos

        Fechou em imenso estilo

      • akujy - há 3 anos

        Mais uma vez repito que não sou fã do espaço (há que evitar cinismos, as coisas são como são.) mas espero ver-te a continuar. Acho que as pessoas passaram de critica construtiva a tentar queimar-te na fogueira, vá-se lá saber porquê. E por isso espero que não desistas por causa desta palhaçada e que tentes evoluir e melhorar, prestando atençao aos comentarios construtivos, e não aos momvimentos lá do diabo a 7. Eu até entendo quem às vezes faça um comentario despropositado de cabeça quente, pq já me aconteceu em outros momentos, mas daí até criar movimentos e nicks falsos…enfim, haja paciência. Continua e tenta provar que tens o que é preciso.

      • akujy - há 3 anos

        Epá, enganei-me na janela. Isto era par o Tap Out. Tinha duas abertas. xD Em relaçao ao Neutralizer, o que se foi arranjar por nada. Enfim.

    • LuisMPBO - há 3 anos

      Ó Miguel, o que foste arranjar para nada… O “movimento” acabou com um artigo, de facto, mas parece que foi com o Neutralizer… Tenho muita pena, gosto muito deste espaço. Não quis comentar o artigo antes de dizeres alguma coisa, mas fica o elogio, pela originalidade, mais uma vez.
      Só tenho uma palavra para o que aconteceu: desnecessário. Vou ignorar, pois às vezes faz se destas coisas, olha, pronto…
      Mantenho o respeito que tinha por ti, e foi bom poder debater contigo.
      Parabéns pelo bom trabalho que fizeste neste site ao longo dos últimos tempos.
      Até à próxima, se for caso disso. Pode ser que voltes um dia, só tu é que sabes isso.
      Uma mensagem para quem pensar em fazer uma coisa daquelas: Please, think again!

      • Miguel - há 3 anos

        Pode não ter sido ele a Liliana Sequeira…

        Sab-se lá se foi a revolução, o movimento já nem me lembro..

      • LuisMPBO - há 3 anos

        Vamos lá ser racionais… De facto seria bom que não fosse, mas…
        Não achas que ele teria dito mais alguma coisa?
        Vamos admitir a verdade, enterrar e esquecer, porque isto foi estúpido LOL.

      • José Sousa - há 3 anos

        O Movimento? O que algum movimento que vai acabar com o site. Nós somos fortes e continuamos fortes, nós somos superiores a momentos destes.

    • Diogo7 - há 3 anos

      Tenho muita pena que o Neutralizer acabe aqui. Na minha opinião era o melhor artigo do Universo e acabou por uma cena estúpida e desnecessária. Espero que voltes um dia a este site.

      PS: Parabéns pelo artigo, está excelente.

    • FAlmeida_10 - há 3 anos

      Uma grande pena o que aconteceu… Por causa de um comentário idiota, ficámos sem um grande espaço deste “Universo”… Esperamos um dia voltar a ver te e que isto não seja um adeus permanente, sendo só um até já esperamos

    • ThaGr8One - há 3 anos

      E a febre das despedidas faz mais uma vitima.. Independentemente do motivo que te levou a tomar essa decisão, não deixarei de te respeitar pelo cronista que és e pela pessoa respeitadora que sempre foste quando trocaste comentários comigo. Sempre gostei dos teus artigos, e tenho pena que isto acabe “assim”.

      Obrigado pelo teu excelente contributo para a evolução deste site e para a qualidade dos artigos que aqui são publicados. Sentiremos a tua falta. Como um adeus é demais e um até já pode ser precoce, fica um até à próxima ;)

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      “Até para a semana!” – parece que não, Miguel. Será mais fácil uma pessoa lembrar-se do “movimento” (parvo) que criaste, do que o teu último artigo. Se foste realmente tu a fazer/causar aquela palhaçada toda, é caso para dizer que “o feitiço se voltou contra o feiticeiro”. Frontalidade? Eu não a vi! Foi preciso de te esconderes atrás de um outro “nick” para tentares destruir um artigo? A verdade é que também acho que o espaço do Fábio é dos mais fracos, mas não é a tentar destruir o artigo dele como fizeste que ele melhora. Criticaste cegamente o “Tap Out” de uma forma absolutamente estúpida. Juro que continuo sem perceber o porquê de alguns engraçados usarem “nicks” diferentes quando, na verdade, pessoal como o Daniel e o Salvador (etc…) têm acesso aos mail’s que identificam os utilizadores.

      Epá, adorei as tuas classificações referentes aos outros artigos, bem como a tua “nova” forma de escrever!

      Bem Miguel, juntando todos os artigos do Universo e do W.PT, o teu era um dos que mais me dava gosto ler e, sinceramente, estou desiludido com isto. Fizeste sempre um trabalho bastante agradável e depois chegas ao ponto em que te apetece criar um “movimento” para acabar com “Tap Out”?! É que se ainda passasse por uma brincadeira, mas não, acabou por cair no ridículo! Foi, no mínimo, lindo…

      O teu artigo era uma mais valia para o Universo, portanto, se um dia voltares, espero que venhas sem “movimentos” desses…um resto de Verão fantástico para ti também.

      PS: Este sou eu mesmo, não é ali o Zé das couves…

    • José Sousa - há 3 anos

      Sinceramente eu já disse ao Luis MPBO fiquei mesmo triste pelo o que passou. Para verem eu já tinha planeado que quando saísse do Smoke and Mirrors(espero que ainda demore) que iria aconselhar a que tu, o Daniel ou o Dolph ficassem com o meu espaço.

      Eu se não fosse responsável pelo momento Liliana, eu lutava contra os haters, eu vinha com mais força na semana seguinte. Nunca desistiria por isto não, se não fosse eu não. já tive haters no meu artigo e lutei sempre.

      • akujy - há 3 anos

        Subscrevo inteiramente as palavras do José.

      • Miguel - há 3 anos

        Os gajos das virgulas?

        Ficou evidente que foi ele…

        Ele pelo menos devia admitir…

        A minha dúvida é se foi ele que quis sair ou se o pessoal do WPT pediu-lhe para sair. Se foi a segunda hipótese ainda pior quer dizer que ele ia continuar como se nada fosse…

        Ele já não tinha condição para continuar José. Essa é a verdade.

    • Stunner - há 3 anos

      Tambem fico com pena, costumo ler o neutralizer, mas nao costumo comentar. Tenho pena que te vas embora, gostava dos teus comentarios sobre os shows e dos teus avatares do Daniel bryan XD

    • Rubinho16@ - há 3 anos

      Bom, como seria de esperar, também não estou propriemente feliz por ler esta notício, aliás, ainda estou em choque.

      A mim, nada me tens que agradecer, eu é que tenho de te agradecer a ti, por tornares as minhas quartas-feiras (ao lado do Mestre André) num dia de ouro.

      É realmente uma grande perda para o Universo, não estou totalmente a par do problema mas se és realmente a Liliana ou não, isso só a ti te diz respeito e não acho que o Neutralizer deva acabar por isso.

      Tenho pena que isto acabe assim, mas espero que seja apenas o artigo e gostava de continuar a ter-te como comentador do site e utilizador assíduo da stream para voltarmos aos nossos debates xD

      Enfim, primeiro o Akujy, agora tu, simplesmente horroroso os “desvaste” que o site está a levar a nível de grandes escritores.

      Pra terminar, um MUITO OBRIGADO e volta sempre!

      • Rubinho16@ - há 3 anos

        Ah, e para completar, embora adore o Neutralizer e querer que ele continue a existir, há artigos aqui no site que não devem mudar de autor e este é um deles, talvez o melhor do Universo e muito graças ao trabalho do Miguel, isso merece ficar na nossa memória como uma espécie de recordasão dele e não por um artigo que era excelente, e repito, EXCELENTE, que desceu de qualidade por mudar de autor.

    • Dolph Ziggler - há 3 anos

      É pena. Vai ser uma grande perda.

    • Tibraco - há 3 anos

      Um bom espaço que se perde. De qualquer maneira, obrigado pelo teu esforço durante estas semanas.

    • Carlito - há 3 anos

      É triste. Eu ainda estou meio confuso com esta história das voltas que deu. Sorte nos teus futuros projectos, mas espero que venhas comentar aqui no site e que apareças na stream, para debater. Uma grande perda para o Universo.

      • PedroSWWE - há 3 anos

        Excelente artigo.
        Penso que acabares com o artigo não seria a melhor ideia, toda a gente está desanimada com essa notícia, penso que se foi o Kapitas que te pediu para acabares com o artigo, penso que o Kapitas deveria pensar melhor, porque assim vão-se perder as quartas de ouro, portanto se foi decisão tua, acho que não devias abandonar nem o artigo nem o site, se foi o Kapitas que te pediu para abondonares este espaço (este artigo) ele deveria pensar melhor.
        Apenas a minha opinião!

  10. Roberto Barros - há 3 anos

    Miguel o artigo foi bem criativo, desejo sorte no novo percurso.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador