Onde Andas Tu? #19 – Disco Inferno

Body Shake Now! And feel the Disco Fever!

http://youtu.be/Ux1BsjyqwV0

Mais uma edição do artigo que aborda todos os “desaparecidos em combate”, e estrela de hoje, é o fever night Disco Inferno. Nascido no ano de 1968 no dia 12 de Novembro, Glenn Gilbertti de seu nome, nasceu na Tough City de Brooklyn e aos 20 anos de idade, começou o seu trajeto no circuito do wrestling profissional. Foi nas associações sediadas no estado da Georgia, que Glenn iniciou a sua aprendizagem, onde teve bastante sucesso, dando-lhe algumas oportunidades, de ter algumas aparições, na World Wrestling Federation.

Treinado pelo rei Jerry Lawer, teve em 1995, a oportunidade de se tornar um membro da World Championship Wrestling, que começava a subir degrau a degrau e, estava a tornar-se num caso serio de concorrência para a WWF. Seguiu para a divisão de mid-card, interpretando a personagem que ficou celebre até aos dias de hoje – Disco Inferno. Fez a sua estreia no showWCW Saturday Night em 1995.

A sua estreia na WCW no show Saturday Night

Ficando apelidado como o Boogie Man, ele ficou na retina dos fás, devido ao seu guarda-roupa e movimentos de dança. A sua personagem foi inspirada no filme Saturday Night Fever, fazendo uma sátira ao actor John Travolta. Inferno foi quase sempre utilizado em programas secundários, para apostar na mid-card division, e só em meados de 1996, fez a sua primeira aparição no Main Show WCW Monday Nitro. A sua aparição coincidiu com a estreia de Chris Benoit na WCW.

http://youtu.be/bqWS0QIDlhQ

Disco foi catapultado para o topo do mid-card, quando começou a lutar com grandes estrelas como Dean Malenko ou Eddie Guerrero, entrando na rota dos títulos principais desta divisão, como o Television Championship ou o Cruiserweight Title. Apesar de nunca ter ganho nenhum destes respectivos campeonatos, foi uma aprendizagem para Disco, devido ao background que absorveu, só pelo motivo de estar dentro do ringue com superstars consolidados na companhia. Seria no ano seguinte que teve o melhor e pior momento da sua carreira. Uma lesão que o afastou dos ringues por algum tempo e também a conquista do World Television Title, vencendo Alex Wright, que também tinha uma personagem que rivalizava com a de Inferno. Ambos queriam ser os “mestres da dança”, o que levou-os a uma feud, culminando num combate entre eles a 22 de Setembro de 1997 no Monday Nitro.

Como Television Champion

http://youtu.be/toBQP119Bmw

Foi um reinado curto, pois foi campeão somente 42 dias, perdendo o seu título para o membro dos recém-chegados The Flock – Perry Saturn. A sua carreira seria como uma montanha russa, ora estava em cima, conquistando novamente o Television Title (derrotando Perry Saturn) ou estava a fazer de jobber para wrestlers do mid e top-card. Nesse mesmo período teve algumas uniões, uma delas com o seu antigo arqui-inimigo Alex Wright com o nome Dancing Fools, mas nada relevante para ele, até que, se uniu a stable renegada NWO Wolfpack Red and Black. Este grupo tinha-se auto excluído da casa-mãe, a NWO liderada por Hollywood Hogan, e estava alistar novos membros para a sua “frota”, um deles foi Disco Inferno. Com a sua presença no seio da stable Wolfpack, a NWO teve nas suas fileiras um wrestler capaz de vencer o título Cruiserweight, pois Sixx (X-Pack) tinha saída para a WWF. Este seria o seu objectivo nesta fase da sua carreira, onde não teve sucesso em derrotar o actual campeão Juventud Guerrera. Apesar de nunca ter vencido nenhum campeonato como membro da NWO Red and Black, Inferno teve enumeras vitórias, o que levou assinar um novo contracto com a WCW com a duração de 3 anos em 1999.

Exibindo o seu Cruseirweight Title

http://youtu.be/rRTr3c-aKUY

As audiências estavam a “cair” para a WCW e com o desmembramento da stable e também da história que era os NWO, Inferno saiu de cena, ficando remetido para os holofotes da Cruiserweight Division. Seria em Outubro de 1999, no Monday Nitro que conquistaria o trofeu máximo de pesos médios, vencendo Psycosis. Apesar de o seu peso exceder o limite na divisão, conseguiu proporcionar bons combates contra Rey Misterio, Dean Malenko e especialmente Lash Leroux, que estava a começar a dar os primeiros passos na WCW. Seria contra ele, que Disco teria uma rivalidade pelo seu título, mas defendendo-o sempre com sucesso contra Leroux. Uma feud que viria a ter bastantes momentos de reviravolta, pois numa certa altura, uniram-se para derrotar a equipa dos Mamalukes (Big Vito e Jonhy The Bull), mas “acidentalmente”, atacou o seu parceiro, para mais tarde ser o manager da equipa adversária. Inferno começou acompanhar os Mamalukes ora como companheiro de equipa ou o principal enforcer da mesma.

Num combate contra Lash Leroux

http://youtu.be/1xBwxbT1ujs

A WCW continuava a sua descida íngreme para o abismo, e Disco, no ano 2000 andava em histórias irrelevantes. Com o boost proporcionado por Vince Russo para tentar dinamizar a companhia, colocou Inferno no grupo Filthy Animals e mais tarde com o seu ex. amigo/adversário Alex Wright, formando os Boogie Knights mas sem grande destaque e algo marcante para sua carreira.Com a compra da WCW por parte da sua rival WWF, Disco foi um dos muitos que não foi contratado, acabando por seguir para os circuitos independentes do wrestling.

Com Alex Wright em meados de 2000 – The Boogie Nights

Fez algumas tours por várias promoções, mas principalmente pela World Wrestling All Stars por muitos países, até ter feito uma tour pela Europa pela Total Non Stop Action Wrestling em 2002, que foi o mote para a sua adição no roster permanente, dando os primeiros passos em 2003. Começou a lutar com o seu nome verdadeiro Glen Gilbertti, mas conseguiu sempre aliar com outras federações de Wrestling. Exemplos como a Xtreme ou em promoções da Georgia, ou em Nova Yorque. Voltou com mais destaque em 2007 à TNA, numa entrevista que deu a Mike Tenay para dar algum hype a sua estreia mas nessa mesma noite, sofreu um squash de Abyss. Em 2011 num segmento de M.R Anderson o Scorpion Sitdown, reapareceu novamente na TNA onde foi atacado pelo host Anderson.

Após ter sido atacado por Ken Andersson

http://youtu.be/NhtuhaOoeUU

Apesar de ser um free agent, Glen sempre teve enumeras aparições, e trabalho não lhe faltou, mas nunca mais teve um contrato assinado que o levasse a spotlight de outros tempos. Em 2009 começou a escrever uma coluna no site Wrestle Zone.com

http://youtu.be/bR8yeX-JK_U

Onde Andas Tu?

Numa aparição nos circuitos independentes

Actualmente com 45 anos teve alguns problemas com o jogo ilegal, deixando em mãos lenções com a justiça. Continuou a lutar em variadíssimas promoções de wrestling seja no seu estado Natal Georgia ou em Nova Yorque. Em Agosto de 2013, ocorreu um rumor que Glenn tinha falecido, obviamente ele gozou com essa notícia, especialmente via Twitter. Tem algumas aparições na Future Star of Wrestling (FSW), uma promoção com bastante talento, onde é anunciado como Disco Inferno WCW Legend.

https://www.facebook.com/pages/Future-Stars-Of-Wrestling/272458101395

O mestre da manobra Chart Buster (Stunner) “dançou nos nossos corações” nos tempos da WCW e lá no fundo gostávamos da sua personagem. Espero que tenham gostado. Deixo a votação para a próxima edição. Tag Team – Headbangers contra Tag team – Bushwhackers. Sejam Felizes!

http://youtu.be/JtJyN2ruecY

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

20 Comentários

  1. Franciscoxb - há 3 anos

    Bom artigo

    A minha escolha vai para os buswhackers

  2. José Sousa - há 3 anos

    Bushwhackers

  3. JoãoRkNO - há 3 anos

    Mais um belo trabalho sobre uma superstar que pouco ou nada conhecia.
    O meu voto vai para os Headbangers.

  4. mandathai - há 3 anos

    Não foi a minha escolha mas gostei do artigo. Escolho Bushwhackers

  5. BRRM - há 3 anos

    Bushwhackers.

  6. akujy - há 3 anos

    Mais um bom trabalho, como sempre. Foi bom rever a carreira do Disco. Quanto à semana que vem, Bushwackers.

  7. Mike Tyson - há 3 anos

    Que grande artigo, lembro me na epoca andar a abanar a anca de madrugada a ver o disco inferno na wcw!!! Festejei quando ele ganhou o television champion dando uma dançinha ah moda dele ehehehh bons tempos…

    Escolho os Handbangers!

  8. Alex - há 3 anos

    “e só em meados de 1996, fez a sua primeira aparição no Main Show WCW Monday Nitro. A sua aparição coincidiu com a estreia de Chris Benoit na WCW”
    ele e o chris benoit ja tinham aparecido em 1995

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Em primeiro lugar obrigado pela correcção.Tens razão, fez 5 combates na wcw em 1995. Mas em segundo queria saber a tua preferência para próxima edição!

  9. wwe champion nj - há 3 anos

    Bushwhackers

  10. simba - há 3 anos

    Voto nos headbangers

  11. don_ricardo_corlone - há 3 anos

    Bom, não o conhecia. Foi curioso como todos escolheram o jobber novamente. Quanto às opções, como um headbanger só poderia escolher os Headbangers. \m/

  12. Alex - há 3 anos

    Headbangers desculpa esqueci me andre

  13. Conspo - há 3 anos

    Bom artigo como sempre.

    HeadBangers

  14. Crat - há 3 anos

    Headbangers

  15. DaveBautista@ - há 3 anos

    Como sempre mais um excelente artigo!! fico pela escolha dos Bushwhackers.

  16. danielLP21 - há 3 anos

    Gostei André. Belo artigo.

    A minha escolha vai para os Headbangers, apesar de nunca ter gostado deles.

  17. The Showstopper - há 3 anos

    Grande artigo, André.

    Para a próxima semana, Headbangers.

  18. Simao Rock - há 3 anos

    Bom Artigo.

    A minha escolha vai para os Headbagers

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador