Onde Andas Tu? #21 – Marty Jannetty

Num mundo de Big Guys que abundava nos anos de ouro da Old WWF, os wrestlers mais pequenos de estatura e físico, tinham dificuldades de se afirmar. Num leque tão vasto de superstars, alguns conseguiam a notoriedade para ter algum destaque. Ora no mid-card ou na divisão de tag team, lá tinham a oportunidade de brilhar e marcar presença. O protagonista de hoje é um desses exemplos. Meus caros leitores apresento-vos Marty Jannetty – o tecnicista (como dizia o saudoso Tarzan Taborda).

http://youtu.be/0pHB0Cpob4U

Este vídeo faz um bom resumo da carreira de Fredrick Marty Oates, mostrando vários highlights da sua carreira. Vamos então começar obviamente pelo início. Marty Jannety nasceu no ano louco de 1960, onde abundava músicas como Let’s twist again de Chubby Checker ou, quatro homens dominavam o panorama Mundial da música. John Lennon, Paul McCartney, Ringo Star e George Harrison, os famosos Beatles. Eram os ícones que interpretaram grandes hits musicais como Let it Be ou Hey Jude. Marty nasceu nesse período grandioso da história do nosso planeta Terra, mas não seguiu o caminho das pautas musicais, seguiu sim…o caminho de outra paixão de milhares de fás – Wrestling.

Marty deu os primeiros passos no wrestling na universidade de Georgia, onde cedo começou a vencer títulos individuais. Uma das lendas do estado da Georgia era Jerry Oates, onde foi uma lenda e viria a ser ele, a comandar e ensinar Jannety. Oates foi um grande campeão em varias promoções fora da Georgia, como por exemplo National Wrestling Alliance (NWA-antiga WCW) onde nos anos 70 deteve inúmeros títulos individuais ou por equipas.

Ele seria o mentor de Jannety e foi lançado as feras da NWA em 1984 aos 24 anos de idade, começando nas várias promoções da companhia, em Kansas City. Após vários combates individuais ou por equipas, Marty viria a unir forças com um rookie tal como ele. O seu nome era Shawn Michaels e, ambos começaram a ter uma química muito boa e marcaram o panorama de tag team na promoção da NWA em Kansas, conquistando o título máximo de equipas local. Começaram a ser chamados pelo ring-name The Midnight Rockers. Em 1985 fez parte de uma tour pela All Japan Wrestling, onde foi destacado para enfrentar Tiger Mask II (Mitsuharu Misawa, infelizmente já falecido, num momento muito dramático, pois colapsou em pleno ringue em 2009), onde foi muito elogiado, sendo um dos melhores combates da tour.

Num combate contra Tiger Mask II em terras nipónicas

O estilo de Marty era muito admirado e elogiado, pois efectuava um arsenal de manobras aéreas, o que deliciava qualquer oficial de qualquer promoção de wrestling onde estivesse, mas principalmente, os seus fás. Essas características levaram-no a ele e Shawn, rumarem para sul em 1986, para a American Wrestling Association (AWA), uma promoção maior do que a local de Kansas da NWA. Ambos foram vedetas, conquistando todos os títulos por equipas da promoção. Ao fim de dois anos, assinaram pela World Wrestling Federation, onde foram talvez, a equipa baby face mais adorada pelos fás nos anos 80, na WWF.

Com Michaels- AWA World Tag Team Champions

http://youtu.be/esIGp5kmbb8

O nome mudou somente para The Rockers, onde entravam em ringue com um equipamento sempre muito colorido, e atitude muito energética. Seriam uma das grandes equipas da WWF, e cedo tiveram adversários do calibre dos Demolation ou os Hart Foundation. Entre 1988 e 1990, os Rockers participaram em inúmeros PPV’s e, especialmente nos combates tradicionais do Surviver Series, onde eram presença assídua. Seria nesse PPV que teriam mais tarde, o primeiro momento negativo que resultou na primeira tensão entre os dois, para mais tarde terem sido separados pela WWF. Mas em primeiro lugar, houve o momento que irá marcar para sempre o caminho de Marty e dos Rockers, para além de um, que irei realçar mais tarde. Infelizmente para Jannety, os problemas estavam já a decorrer. Num combate entre os Rockers contra Charles Austin(jobber) e The Genius(Lanny Poffo), ele aplicou o seu finisher(Rocker Dropper) e partiu o pescoço acidentalmente a Charles, o que levou a pagar uma indemnização por ordem do tribunal.

Num combate contra os L.O.D

http://youtu.be/NFnLRADS-wg

Talvez muitos de vocês não saibam, mas os Rockers nunca foram WWF World Tag Team Champions. Não o foram pelo menos oficialmente, devido a um incidente caricato num combate contra os Hart Foundation, que eram os atuais campeões. Vou colocar aqui um excerto da edição do vintage 46.

(…)Chegou altura de dizer o porque de não terem sido campeões…o culpado…um canto do ringue…

O embate entre os Hart Foundation e os Rockers iria sagrar estes últimos como campeões e, de facto, venceram-nos, mas nunca foi oficializado pela WWF.O motivo foi o canto do ringue ter sido separado da união que o fixava, deixando as cordas improprias para o combate ser visto em live Tv, sendo os Rockers, uma das equipas que utilizava muito essa parte do ringue. Por isso o politicamente correcto era os Hart Foundation continuarem como campeões(…)

Num combate contra os Hart Foundation, onde aconteceu a situação caricata

http://youtu.be/3ki4_2ZGlas

A 1 de Novembro de 1992 tivemos o momento da rutura entre eles. No segmento Barber Shop apresentado por Brutus The Barber BeefCake, Jannetty queria que a união entre eles seguisse em frente. Michaels ainda fez o papel, de que tudo estava bem…mas a traição foi rápida, sem que Jannetty reagisse ao ataque furtivo. Seria nesse ano que tanto Marty como Shawn teriam a sua rivalidade e seguiam com carreiras a solo. Shawn tornou-se num egocêntrico e narcisista e, assim nasceu a personagem – The Heartbreak Kid, já Jannetty, teria um push ao nível de Michaels para ambos se enfrentarem na Wrestlemania VIII algo que nunca aconteceu, pois Marty foi libertado pela WWF, muito devido a sua detenção de seis meses por ter atacado um agente da lei.

No segmento Barber Shop onde Michaels trai Jannetty

http://youtu.be/hsvUNQyWFhw

A sua personagem nunca foi esquecida pelos fás da WWF e, apesar de ter andado em promoções de wrestling menos conhecidas em 1992, teve o seu regresso nesse mesmo ano, à federação que lhe deu a notoriedade. A feud era inevitável e óbvia, e o regresso de Jannetty teve um impacto enorme, pois foi realizado no Royal Rumble de 1993. O heat entre os dois era enorme, devido ao acontecimento do Barber Shop e, porque Michaels era Intercontinental Champion e estava a ter um reinado glorioso. Os dois tiveram embates históricos e reviravoltas marcantes para ambos. Marty chegou a sagrar-se campeão Intercontinental vencendo Michaels, mas viria a ter um reinado curto, pois perdeu na sua primeira defesa contra o seu némesis. Outra hora união, que mais tarde tornou-se numa rivalidade para além dos ringues. Em varias entrevistas Jannetty mostra inveja, por Michaels ter sido colocado over, mas na realidade Jannetty só não conseguiu ir mais além, devido aos problemas de drogas e álcool. Um bom exemplo foi na RAW depois do Royal Rumble, onde regressou a WWF. Chegou embriagado e completamente drogado.

Num combate entre ambos, após o regresso de Marty

http://youtu.be/eexFyhb2dvg
http://youtu.be/-Sgb5HQ2KiE

Vince viria a dar-lhe mais uma oportunidade durante o ano 1993, onde uniu-o a um rookie que estava a ganhar muito heat- 123 Kid (devido ao incidente com Razor Ramon). Foi uma união de sucesso, onde se sagraram WWF Tag Team Champions após derrotarem os Canadianos Quebequers. Um sucesso de pouca duração. Uma semana depois viriam a perder os títulos para os Quebequers.

Com 123 Kid (Sean Waltman) como companheiro, sagrou-se WWF Tag Team Champion

http://youtu.be/CgLEUwRuxNw

Seria este o último sopro de algum sucesso de Marty na WWF. Após esta derrota andou numa rivalidade novamente contra Michaels, desta vez como Heel, mas nada de relevante, pois não havia nenhuma razão de maior interesse, para cativar os fás nessa mesma.Teve também uma união com Leif Cassidy(Al Snow), formando os New Rockers. Em 1997 sairia novamente da companhia.

The New Rockers – Com Leif Cassidy(Al Snow)

http://youtu.be/9piVOI-pRy4

Após uma passagem pelo circuito independente, Marty foi contrato pela World Championship Wrestling em 1998, onde teve confrontos contra Chris Jericho, Booker T ou Raven. Bons combates, mas sem haver nenhuma storylline ao redor dos combates. Uma passagem fugaz de Jannetty na empresa de Ted Turner. Após esta pequena passagem pela WCW, seguiu novamente para as indys.

Num embate contra Raven nos ringues da WCW

http://youtu.be/Gz2nBWnXGAo

Seria um telefonema que viria a dar um lufada de ar fresco na vida de Marty. Michaels forçou a entrada dele em 2005 para a WWE. Houve um one time reunion dos Rockers, onde enfrentaram os La Resistance e venceram o combate. Este regresso foi um dos aperitivos para o duelo que haveria de acontecer na Wrestlemania 21, entre Michaels e Angle. Marty enfrentou Kurt Angle no Smackdown, onde mostrou uma excelente capacidade e, teve quase a derrotar o campeão olímpico. A continuidade na WWE foi novamente quebrada devido ao problema de drogas de Marty e, problemas domésticos. Teve algumas aparições em 2006 e 2007, ficando também para história o famoso beijo de Marty no traseiro de Vince McMahon. Ele foi um dos membros do kiss my ass club após Michaels ter sido derrotado contra todos os membros do Spirit Squad. Uma cláusula adicionada ao combate a boa moda de Vince. Um momento caricato e embaraçoso para ele.

No one night reunion no Monday Night RAW

http://youtu.be/URiOSL3qMNQ
http://youtu.be/cro5Yih7zKU

Em 2009 teve mais um dos seus regressos, novamente pelo mesmo motivo…Shawn Michaels. A razão do regresso não fugiu ao anterior. Michaels encontrava-se numa feud contra Kennedy, e este (Jannetty), foi adicionado a rivalidade, enfrentando-o (Kennedy) no 15º aniversário da RAW. Mais tarde chegou a enfrentar Miz.

Quando enfrentou Ken Kennedy

http://youtu.be/nc3SRZYmtNw

Onde Andas Tu?

Os altos e baixos de Marty eram constantes, especialmente como descrevi anteriormente. Atualmente encontra-se recuperado e consegue estar por cima dos seus demónios pessoais. Em 2011 assinou pela promoção Chikara, como treinador e lutador. Foi um período bastante positivo para ele, pois esteve concentrado somente em wrestling e transmitir o seu background enquanto wrestler. Atualmente é um membro activo do roster da promoção Central PA Wrestling. Uma promoção muito desconhecida que deixa muito a desejar para um ex. WWF superstar. Talvez por razões económicas ele continua nos ringues, pois com 54 anos de idade, dificilmente poderá andar nesta vida activa. Marty ultimamente viu-se envolvido numa picardia nas redes socias com o ex. lutador da WWE e TNA The Pope Burke, em relação a um incidente entre Balls Mahoney e ele. Toda uma polémica, em relação a uma deliberada chair shot de Jannetty no ECW original. Kayfabe ou não, este momento está a ser controverso. (vejam no 2º vídeo minuto 5:13).

Termino este artigo com uma opinião pessoal acerca de Marty Jannetty: A vida dá-nos enumeras oportunidades, mas se não combatermos os nossos próprios demónios, todas elas serão poucas para levantarmos e erguemos.

http://facebook.com/pages/Central-PA-Wrestling-CPW-Pro-Wrestling/292949080752517

http://youtu.be/NjX_OzJ0kyQ

http://www.wrestlinginc.com/wi/news/2014/0216/570285/real-wrestling-beefs-marty-jannetty-calls-out-former-wwe-and-tna/

Até a próxima semana. Deixo a votação: Sandman ou Balls Mahoney. Sejam Felizes!

Sobre o Autor

- Autor da rubrica Vintage e escritor de algumas edições do Onde Andas Tu?, e play by play do PSN. Nascido a 7 de Dezembro de 1981, pertenço a uma geração onde os videojogos estavam a começar a desbravar barreiras inacreditáveis, onde 16 bits era uma loucura.Aficionado fervoroso de Wrestling e do glorioso Benfica.Orgulhoso por fazer parte de uma equipa talentosa, como o Wrestling PT.Segue-me no twitter e Facebook - ansnicola@iol.pt e canal Youtube,Daylimotion e sapo videos!

20 Comentários

  1. wwe champion nj - há 3 anos

    Sandman

  2. akujy - há 3 anos

    Ai Marty, Marty….o que podias ter sido e o que foste. Excelente visão da carreira deste grande senhor, que, apesar de tudo, acabou por conseguir o seu lugar na história. Mas podia ter sido muito maior. São coisas da vida. Para a semana…Sandman!

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Tens razão. Jannety tem algumas entrevistas espalhadas pela internet e é de louvar aos céus…algumas completamente drogado! Atualmente parece estar recuperado!

  3. Franciscoxb - há 3 anos

    Sandman !

  4. The charismatic Enigma Jeff Hardy - há 3 anos

    Sandman

  5. Conspo - há 3 anos

    Otimo artigo. Sandman

  6. Simao Rock - há 3 anos

    Sandman

  7. mandathai - há 3 anos

    Sandman!!

  8. don_ricardo_corlone - há 3 anos

    That 80’s team? Hahaha :D
    Bom, se eu entrasse no ringue da WWF ao som de Judas Priest até podia jobbar para o Zack Ryder. hehehe :P Imaginem o que seriam os 3MB nos anos 80. Ao menos na ligação ao Rock eram belos tempos, pena pelo resto (Hogan, Andre The Giant, etc…). Já todos perceberam que sou um enorme fã dos 3MB e de Rock e Metal! :P
    Marty, tenho pena, podia ter sido grande, ou pelo menos relevante.
    Voto no Sandman. http://www.youtube.com/watch?v=CD-E-LDc384

  9. Mario Magalhaes - há 3 anos

    Muito bom André, Jannetty, teve bons momentos a se lembrar na WWE, gostava muito dele em dupla com Michaels e a rivalidade da separação deles foi bastante interessante.

    Para a próxima semana: Sandman

  10. José Sousa - há 3 anos

    Muito bom trabalho.

    Para a semana Sandman

  11. simba - há 3 anos

    Voto no sandman

  12. Lourenço Rocha - há 3 anos

    Sandman

  13. JoãoRkNO - há 3 anos

    Excelente edição. Realmente foi uma pena este senhor não se ter vincado no ME, mas sem dúvida que deixou a sua marca no historial.
    Para ser do contra, voto no Balls Mahoney xD

  14. Miguel - há 3 anos

    Sandman.

  15. joao - há 3 anos

    eu lembro-me bem dessas passagens no fim dos anos 80 e começos dos 90. Contudo, nada de novo. È sempre a mesma armadilha WWE/WWF onde só os mais fortes ou psicopatas sobrevivem. Eu gosto muito mas muito mais do janety do que do Shawn Michaels e á excepção do feudo que o Shawn teve com o Bret Hart e com o combate que teve para acabar a carreira do Ric Flair, nunca vi nada no Shawn Michaels senão apenas mais um. Sim, nos Rockers eram muito fixes e tiveram muito sucesso. Tinham o Hogan e o Warrior e o Undertaker e o Macho Ran Randy Savage. Mas depois, claro, vem a politica interna Vince McMahon e o que é bom tem um fim rapido. Sendo sempre o mesmo a sobreviver, a porcaria Vince McMahon. Contudo, não me venham com merdas que se eles não se separassem eles seriam hoje a maior equipa de wrestling de sempre. Mas acabam os dois por cair na mediocridade. Eles eram jovens e atraentes e tinham tudo e mais alguma coisa. Mas como se vê, a WWE é ponto final em tudo o que é bom.

    • MR Perfection André Santos - há 3 anos

      Excelente comentário. Não sou grande fá do HBK, mas é o seu contributo para o wrestling foi imenso, mas percebo o teu comentário.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador