Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Onde Andas Tu? #36 – Mark Jindrak

É hoje!!!! É hoje!!!!

Depois de durante 2 semanas ter satisfeito uma data de gente, é hoje que satisfaço mais uma data de homens, no bom sentido. É claro.

A todos os que pediram incessantemente por ele.. Ei-lo!! The Reflection of Perfection.

http://youtu.be/7Wg0GlOAIbk

Mark Robert Jindrak nasceu a 26 de Junho de 1977 e é dos poucos que utilizou o seu próprio nome em ringue. Como é lógico, mais nenhum bebé que nasça pode-se chamar Mark Jindrak, visto que a WWE é dona de todos os nomes que contrata.

Jindrak começou por treinar na WCW Power Plant (antigo terreno de desenvolvimento da WCW).

Em meados do ano 2000, e sob a “gerência” de Vince Russo, Mark subiu ao roster principal para formar equipa com Sean O´Haire, que também tinha sido promovido. Em Agosto desse ano, Jindrak e O’Haire ajudaram a formar a stable “Natural Born Thrillers”. Esta stable era composta por Mike Sanders, Shawn Stasiak, Chuck Palumbo, Johnny “The Bull” Stamboli, e Reno.

Eles foram treinados por algum tempo por Kevin Nash. Ora, se o artigo acabasse aqui, já saberiam porque é que este homem não foi muito longe… Kevin Nash. Como diria o danielLP21: Meh.

Em Setembro, e pela primeira vez, Jindrak e O´Haire ganharam o World Tag Team Championship, apesar de terem acabado de chegar. Coisas à Russo, portanto. Antes desta equipa se separar, ainda venceram mais uma vez os títulos em Janeiro de 2001. Mark juntou-se então a Stasiak.

Como este Stasiak não era nada burro, rapidamente trocou Mark por Stacy Keibler e Jindrak foi retirado dos shows tele-visionados.

Um pequeno à parte antes de continuarmos:

Caros amigos, leitores e fãs do BTM, o que vem aí é autoria exclusiva dos intervenientes. Eu não tenho nada haver com isso… (Cara colega, sabes que o akujy é grande pra caramba e pode me espremer em 3 segundos, não sabes? Óptimo).

Olá a todos, bem primeiro quero agradecer o convite do João para escrever nesta rubrica, vamos lá a ver se nos entendemos como tag-team e se fazemos concorrência aos autores do Beyond the Mat! Brincadeiras à parte, espero que gostem do meu pequeno contributo nesta edição.

A passagem de Mark Jindrak na empresa de Stamford iniciava-se no ano de 2001. Inserido na storyline da invasão da WCW ao roster da WWF, Jindrak entrou com pouco fulgor na empresa de Vince McMahon e enquanto outros se singraram com este ângulo, Jindrak ficou-se por dark matches e house-shows, de Março até Julho de 2001. Contudo faria o seu debut a solo, a 23 de Julho do mesmo ano onde derrotaria Jerry Lynn.

Não causando grande impacto junto dos oficiais e sem direcção ou personagem, acabou por ser recambiado para a Heartland Wrestling Association em Ohio, onde integrou a stable WCW juntamente com outros wrestlers da sua antiga companhia. Contam-se pelos dedos de uma mão o número de combates que teve na HWA, sendo a maioria deles de tag-team onde rodavam os membros da stable. Em Outubro sofre mais uma mudança e é transferido para a OVW para treinar, onde fica durante o resto do ano de 2001 e o primeiro trimestre de 2002. Na altura, este era o principal centro de desenvolvimento e andavam por lá nomes como Randy Orton, Batista, Shelton Benjamin, John Cena, entre outros. Como podem ver, nomes completamente desconhecidos de hoje em dia…

À medida que os talentos eram chamados ao Main-Roster, Jindrak continuava a treinar pelas mãos de Danny Davis, Rip Rodgers e Jim Cornette. Mais tarde, o wrestler admitiu que foi na OVW que realmente descobriu como mexer-se no ringue mas quando parecia estar a progredir, o azar viria a bater-lhe à porta quando sofre uma lesão no joelho em Março de 2002, regressando apenas em Julho. Também voltaria a apresentar-se na WWE no segundo semestre do mesmo ano para derrotar Justin Credible no extinto Sunday Night Heat. Por lá continuou até ao fim do ano a enfrentar outros wrestlers com algum nome, como por exemplo, Raven e Stevie Richards, até lesionar-se novamente, desta vez no tornozelo.

Em Março de 2003 volta à OVW e formaria equipa com Garrison Cade, mas mais uma vez, a sua passagem na OVW não duraria muito, até ao dia em que receberia um telefonema para encontrar-se com Stephanie McMahon e os wristers, onde parecia terem uma proposta a fazer-lhe. Estava a chegar a grande oportunidade para Jindrak e nada podia correr mal. A tal proposta era uma coisa pequenina, nada de muito promissor… queriam apenas juntá-lo numa stable com Randy Orton, Triple H e Ric Flair e formarem uns tais de Evolution. Já ouviram falar?

Finalmente parecia que iriam dar-lhe valor e tudo avançava para uma grande estreia. Rapidamente começou a viajar com Triple HHH e com Randy Orton, chegando a fazer equipa com este em vários house-shows. Na altura já começava o burburinho sobre quem seria o 4o elemento dos Evolution, chegando a passar na RAW várias polls com nomes como Kevin Nash ou Jericho.

O grupo chegou a filmar uma ‘vignette’ a 16 de Junho de 2003, antes da RAW, mas ao contrário de Orton que já tinha gravado com HHH e Ric Flair, esta era a primeira experiência de Jindrak com o grupo, e seria aqui o seu princípio do fim.

A pressão e o medo de falhar juntamente com a imaturidade foram o ponto de viragem na carreira de Jindrak na WWE. Jindrak sempre se viu como o elemento mais fraco e na altura não entendia o potencial que o grupo viria a ter. Isto viria a reflectir-se junto dos oficiais da empresa e uma semana depois, a 23 de Junho – após a Raw ter terminado – Jindrak seria chamado ao gabinete de Vince McMahon para descobrir que iria ser retirado do grupo e iria ter uma nova direcção. Posteriormente em entrevista, Mark revelou que na altura nem se importou muito com a saída do grupo, mas que viria a arrepender-se de não se ter esforçado mais, pois poderia ter tido uma carreira muito melhor. Jindrak faria então o seu debut n RAW como face e contra Chris Jericho, onde saiu derrotado.

Mark Jindrak vs Chris Jericho:

http://youtu.be/X3M2fapK4eU

Voltou a formar equipa com Cade e durante vários meses lutaram com várias tag-teams como os La Résistance, Dudley Boyz e até mesmo os Evolution.

Mark Jindrak & Garrison Cade vs Evolution:

http://youtu.be/LTIjyBPEFG4

Apesar de serem faces, Jindrak e Cade começaram a ser notados pelas suas tácticas ao vencerem os combates, completando o heel-turn no Armageddon de 2003 quando participaram no Tag-Team Turmoil, onde acabaram por sair derrotados e com os Evolution a capturar os títulos.

Armageddon 2003:

Parte 1:

http://dai.ly/xiudva

Parte 2:

http://dai.ly/xiudyu

A equipa teria ainda uma oportunidade pelos títulos na Wrestlemania XX quando enfrentaram os campeões Book T e RVD e as equipas La Résistance e Dudley Boyz.

WrestleMania XX – World Tag-Team Titles Fatal Four Way

http://youtu.be/2YqlhDg-YA4

Jindrak e Cade acabariam por se separar quando Jindrak foi transferido para a Smackdown. Começou por aparecer no Velocity com uma gimmick de nascissista, onde era obcecado pelo seu físico e auto-intitulava-se de “The Reflection of Perfection”. A Abril de 2004, Jindrak forma uma parceria com Teddy Long, onde este viria a ser o seu manager mas acabam por separar-se quando Long faz o seu face turn e torna-se general manager da Smackdown.

Em Setembro, Mark forma uma aliança com Kurt Angle e Luther Reigns, ao ajudá-los a rapar o cabelo de Big Show.

http://youtu.be/4uO8kI8ByVA

Em 2005 entra no Royal Rumble no número 22 mas é eliminado por Kane. Na altura, ainda unido a Angle, acaba por assumir, juntamente com Luther Reigns, o papel de guarda-costas de Kurt Angle, mas a Fevereiro de 2005, o trio separa-se, ficando apenas o duo de Jindrak e Reigns. No mês seguinte, a equipa acabaria por começar a revelar sinais de separação num combate contra o Undertaker.

Mark Jindrak & Luther Reigns vs The Undertaker:

http://youtu.be/_ublixjIx68

Na semana seguinte perderiam um combate pelo títulos de equipas da WWE de Eddie Guerrero e Rey Mysterio e Jindrak faria novamente um face turn para feudar com Reigns.

Eddie Guerrero & Rey Mysterio Vs Luther Reigns & Mark Jindrak:

http://youtu.be/JMVJ_F6qS28

Depois de derrotar Reigns a 10 de Março de 2005, Jindrak ficaria-se pelo low card, aparecendo no Velocity e às vezes no Smackdown, penas para jobbar para outros wrestlers, sendo umas vezes face e outras vezes heel, dependente do oponente.

A 28 de Maio de 2005, teria uma oportunidade pelo título dos Estados Unidos de Orlando Jordan, mas não sairia vitorioso. O seu último combate como superstar do Smackdown seria a 18 de Junho contra Rene Dupree e a 30 de Junho é transferido para a RAW, onde apenas teve mais um combate, novamente contra Rene Dupree.

Em Julho foi despedido pela WWE, acabando a sua passagem pela companhia.

Mafalda.

Ufa!!! Que lufada de ar fresco! Já me arrependi de a ter convidado… Ela é muito melhor que eu! Já fui…

– Adeus ó vai-te embora!!! –

Xiça, deixem-me ao menos acabar o artigo.. Brutos pá! (Gesto com a mão como se tivesse a jogar basketball)

Depois de sair da WWE Mark fez uma tour pela Japan Pro Wrestling em 2006, mas sempre se manteve pelo low-card.

Logo depois, Jindrak começou a trabalhar com o ex-WWE Matt Morgan na promoção japonesa HUSTLE. Eles formaram então a Sodom (Sodoma – Jindrak) e Gomorrah (Gomorra – Morgan).

Nos fins de 2006, Jindrak começou a trabalhar para a Promoção Mexican Consejo Mundial de Lucha Libre sob o nome de Marco Corleone. Este nome foi baseado no filme The Godfather. Já viram aqui alguém a comentar com este nome? SIM!!! É ele mesmo!!! Surpresa total!! Não…

Em 2008, Jindrak foi oficialmente banido de lutar na cidade de Tijuana no México, por durante um combate ter puxado os calções do adversário. Tipo Main Event.

A 15 de Março 2009, Corleone saltou da CMLL para AAA. Tipo Rick Rude na WCW e WWF. (Obrigado CMelo. E aos outros todos que me responderam, choramingas!!!)

Corleone ficou no canto do Vampiro e ajudou-o a vencer o então top-heel, Konnan.

A 13 de Junho de 2009 na Triplemanía XVII, Corleone formou equipa com o Latin Lover contra La Hermandad 187 pelos AAA World Tag Team Championships, mas acabaram por perder.

A 22 de Março de 2010 Jindrak foi despedido da AAA. A justificação dada por Mark, foi que o contrato dele era de 1 ano e ele não quis renovar.

Quem não acredita nisto levante a mão!!!

Não sejam assim… Baixem lá as manapulas vá lá.

A 11 de Abril de 2010 a promoção mexicana Perros del Mal anunciaram a contratação de Jindrak, que continuava a usar o nome de Marco Corleone.

Ainda em 2010, Corleone competiu pela Lucha Libre USA num show na MTV. Para além de ser lutador, ele ficou responsável por ser “olheiro” de novos wrestlers.

Em Dezembro, Corleone, Charly Malice e RJ Brewer foram derrotados numa four–way elimination match por Lizmark, Jr. para se tornar no primeiro LLUSA Heavyweight Champion.

Em Dezembro de 2011, a promoção CMLL anunciou ter contratado novamente Corleone. Entre 2011 e 2013, Mark ganhou os vários títulos existentes na empresa. Em Maio de 2013, Jindrak sofreu uma lesão no joelho, que o tirou dos ringues durante 4 meses. Em Agosto, Corleone voltou vitorioso e mantem-se na CMLL até hoje.

Devido ao seu sucesso por terras das tapas, Jindrak apareceu em várias novelas, operas, capas de revistas e programas de TV. Ganhou ainda o prémio “Best Body in Mexico”. Raauuuuu.. bonzão!

Este doutorado em Marketing, escreveu um livro para crianças e em espanhol intitulado: Marco Corleone: Las primeiras luchas de mi vida. Este livro tem como objectivo ajudar as crianças a lidar com o bullying na escola.

Jindrak continua até hoje a ser o recordista do salto vertical na WWE. Pasmem-se. 100cm. Este homem dá um salto vertical de um metro!!!

E é agora que precisamos da vossa ajuda! Leste? Gostaste? Comenta! Não te cai um dedo por isso. A não ser que partas a unha e isso infecte e tenham de te arrancar o dedo fora.

Precisamos, mesmo, saber o que acharam da prestação da Mafalda. A decisão de ela continuar por aqui é quase totalmente vossa.

Aproveito para vos pedir também que deixem o nome da pessoa que gostariam de ver redescoberta daqui a 15 dias. Nesse dia, o artigo vai ser totalmente escrito por ela.

Sejam meiguinhos meus senhores. Elas gostam.

Sobre o Autor

- Escritora do artigo "Onde andas tu?" Fã de Wrestling desde 2005.

57 Comentários

  1. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    Muito bem , ótimo trabalho de ambos . Excelente aquisição João , e parabéns Mafalda por este bom debut . Agora sim , os ” Tag Articles ” vão ter concorrência forte , espero que justa e limpa apenas xD

    Em relação ao senhor mencionado , por acaso não me lembro dele , talvez tenha feito uma lavagem cerebral ou estou com alzheimer, de duas uma . Quando quiserem fazer sobre Douglas Williams , ex-TNA , aqui o João agradece . Quero saber o que é feito dele sem ser os Only Night PPV da TNA .

    • Mafi - há 2 anos

      Muito obrigada :D claro, flair-play é essencial :P

      Olha não faço ideia quem é esse wrestler, mas como gosto de desafios, pode ser que seja o escolhido :)

      • JoãoRkNO ® - há 2 anos

        Ainda esteve presente num dos Joker´s Wild deste ano . Dá depois uma vista de olhos .

    • joaop - há 2 anos

      Eu sou um olheiro do caraças! Ando sempre à cata de novos valores. Eu também não me lembro dele… Só sabia que ele ia ser a escolha para os evolution… Obrigado por continuares por estes lados.

      • JoãoRkNO ® - há 2 anos

        És um olheiro do caraças , modéstia á parte é claro xD
        Não te lembras do Douglas ? Pronto , já sabeis a que personagem ireis dedicar o próximo artigo , ” modéstia á parte é claro ” :D

  2. Zé Pedro Delgado - há 2 anos

    Eu sou da opinião que a introdução da Mafalda devia ter sido feita com outra personagem, alguém mais entusiasmante, mas fez um bom trabalho, dentro do possivel…
    Quanto ao próximo artigo X-Pac era interessante

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada :) foi só um primeiro teste e como já estava escolhido, teve de ser assim. Bem o X-Pac realmente é muito entusiasmante há imenso para falar sobre ele. ;)

    • joaop - há 2 anos

      Eu apresentei o desafio à Mafalda e ela aceitou mesmo sem conhecer o wrestler. Se ela escreveu assim sobre alguém que nada sabia, imagina sobre o X Pac, por exemplo.

      • Zé Pedro Delgado - há 2 anos

        Exato! Por isso é que sugeri :)

  3. MR Perfection André Santos - há 2 anos

    Excelente trabalho!!!!! Mafalda com um texto perfeito e com os links são essenciais!

    Jindrak era uma imitação rasca do Lex Luger e fartei-me de ver o Velocity(segundo show da smackdown) porque ganhou ao scotty too Hotty umas 100 vezes!

    Gostava de ler um artigo acerca do Bastian Booger mas acho que não esta na terra dos vivos, por isso, que tal um dos que foi visado no artigo-Chuck Palumbo!

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada André :D Boa escolha, ainda me lembro de o ver na Smackdown, quando comecei a acompanhar a WWE.

    • joaop - há 2 anos

      Lembraste de cada um… credo! Bastian Booger já morreu em 2010 de ataque cardíaco. Pudera… Com aquela pança!

      • MR Perfection André Santos - há 2 anos

        Pois…Já não pode ser estrela de uma próxima edição…

  4. CMelo - há 2 anos

    Muito bom, foi um óptimo trabalho dos dois. Não sei como, mas vocês têm talento para encontrar raparigas que gostam de wrestling. Eu ainda não encontrei nenhuma.
    Bem, para a próxima edição voto no Armando Estrada

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada CMelo :D Realmente somos poucas :/
      Adorava a personagem do Armando Estrada e é uma boa sugestão!

    • joaop - há 2 anos

      Obrigado. Se quiseres apresento-te umas quantas!!! NOT. Não existe mais! Só a Salgado e a Mafi. Tas com azar ma men. Já não é a primeira vez que vejo aqui o armando a ser pedido. não deve faltar muito para ser a vez dele.

  5. Tunes9 - há 2 anos

    Bom artigo, gostei bastante, fui um dos que pedi sobre o Mark Jindrak e estou satisfeito, não fiquei desiludido, longe disso, e esta Tag Team de ambos merece uma oportunidade pelos Tag Team Championships em breve, muito bom.

    Eu comecei a ver Wrestling em 2004, portanto acompanhei alguns dos melhores momentos do Jindrak na companhia, a parte do envolvimento com Kurt Angle e Reigns até ao seu despedimento, fisicamente era dotado e parecia-me ter talento, fiquei surpreendido quando soube que era para ser escolhido para os Evolution e chegou a fazer uns testes, e ele cometeu aí um dos erros da sua vida, não se aplicou a sério e nem acreditou no futuro da stable e acabou por ser tornar num “jobber”, sem rumo e sem futuro, uma decisão disparatada e que lhe custou a carreira na WWE.

    Eu até agradeço porque o Batista encaixou perfeitamente no papel e depois “explodiu” no Main-Event, mas as lesões e algumas decisões sem nexo do Jindrak fizeram com que não tivesse futuro na companhia, não acredito em falta de talento pelo o que vi dele, mas acontece e agora nada a fazer, mas foi bom rever alguns momentos e conhecer melhor a sua carreira e o seu percurso no Wrestling, e um salto vertical de 1 metro demonstra o atleta que era, mais um que se perdeu.

    Confesso que não estava a ver quem era a Mafalda, até que vi nos comentários a Mafi (nome com que regularmente comenta aqui no WPT) e aí percebi logo e acho que é uma excelente aquisição, do que vi dos seus comentários parece-me que escreve muito bem, é conhecedora e tem respeito pelos outros, um exemplo de “fair-play”, portanto só pode dar resultado e hoje esteve muito bem, gostei do seu resumo e aprendi mais sobre o Jindrak, Obrigado e Parabéns pelo teu debut.

    Bom trabalho a ambos. :-)

    • Mafi - há 2 anos

      Muito obrigada pelos elogios :D fico contente que tenhas gostado!

      O Jindrak perdeu a oportunidade de uma carreira cheia de reinados e de main-events, isto claro se ele tivesse ficado tão over como o Batista ficou nos Evolution. Felizmente aprendeu com os erros e encontrou o sucesso fora da wwe, o que também é de louvar ter continuado em outras promoções mesmo não tendo tido muito sucesso nas anteriores companhias.

  6. Roberto "THE VIPER" - há 2 anos

    Excelente artigo joaop , gostei desse debut da Mafalda, parabéns.
    Na próxima edição tenho voto em um destes : Bruno Sammartino ou Mil Máscaras.

  7. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    A prestação da Mafalda foi excelente. Apenas fiquei sem saber a asneirada que o meu amigo Marco Corleone fez para perder o lugar nos Evolution. Provavelmente apenas se falará em “falta de esforço” em todas as fontes, aliás ele também nunca me disse, por mais que lhe pergunte. Coisas de familia.
    O Marco manda cumprimentos aos dois e tanto eu como o Marco concordamos que a Mafalda deve continuar.
    Para a semana sugiro o Justin Credible, vi aqui o nome e fiquei com curiosidade. Uma pergunta, o Carlito já foi? Não me lembro.

    • joaop - há 2 anos

      Aposto que já viste os filmes todos do “O Padrinho”. Achei brutal a coincidência com os nomes. Carlito ainda não foi mas teve quase quase para ser…
      Para mim uma das melhores catch phrases de sempre da WWE… “I Spit In The Face Of People Who Don’t Want To Be Cool”

      • Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

        Por acaso já vi e sou dos muito poucos que gosta do 3.º filme. Não só O Padrinho, a máfia é um tema que sempre me cativou, não sei porquê lol.
        Por mim ou o Credible ou o Carlito. Uma vez vi o Carlito num programa que apanhei por acaso num canal de luta da NOS, com o falecido Big Daddy V. Seria interessante.

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada Corleone! Diz-lhe que retribuo os cumprimentos apesar de estar chateada por nunca me ter atendido o telefone para entrevistá-lo! ;)

      O Credible é uma boa sugestão, até tem veia portuguesa e tudo.

  8. joaop - há 2 anos

    “do que vi dos seus comentários parece-me que escreve muito bem, é conhecedora e tem respeito pelos outros”

    É assim que se entra a vencer! Existe pessoal que entra no wpt a matar e a disparar contra tudo e todos pra dar uma de top heel e tentar ser visto. No fim das contas passa apenas por ridículo. A Mafalda chegou, viu e venceu.

    Em pouquíssimas semanas que ela anda por aqui já lhe foi dada uma oportunidade que muitos desses “heels” pedem e querem desesperadamente e não conseguem.

    O mérito não é de todo meu, é todo dela.

    • Mafi - há 2 anos

      espera até eu fazer o heel-turn em ti xD *kidding*. Só tenho mérito devido à oportunidade que tu deste. :)

  9. Tunes9 - há 2 anos

    Não tens de quê, são merecidos. :-)

    Sim, concordo, o Jindrak merece respeito por não ter desistido do seu sonho e ter continuado em outras promoções menos reconhecidas, assim como mérito, mas também é verdade que perdeu uma oportunidade de ouro de se afirmar na WWE e ser um Main-Eventer com vários reinados, não se ter aplicado e não ter acredito na stable dos Evolution foi um erro crasso e teve consequências, mas enfim, pelo menos não desistiu, sem duvida.

  10. José Alberto - há 2 anos

    Muito boa prestação Mafalda. Eu recomendo o Justin Credible, já não sei nada dele à tempos!

  11. Galloway - há 2 anos

    Gosto desta Tag-Team :)

    Nunca foi um lutador que me tivesse ficado no imaginário, o Jindrak.

    Talvez se tivesse sido ele em vez do Batista nos Evolution fosse hoje reconhecido.

    Se me permitem a sugestão, gostava que mais para a frente fizessem sobre o Drew.

    • joaop - há 2 anos

      Talvez, por culpa dele, não tenha ficado no imaginário de nenhum de nós!

      Obrigado pelo teu comentário.

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada Galloway! Pois de certo não terás sido o único.

      Sugestão apontada apesar de sabermos por onde anda, e que se mantenha assim por mais algum tempo que é um sinal positivo.

  12. lmfcp2012 - há 2 anos

    mais um grande artigo joao com a contribuição da Mafalda , Mafalda por mim estas aprovada

  13. joaop - há 2 anos

    não não… já entraste aqui com mérito. Devido à tua educação para com todos..

  14. joaop - há 2 anos

    Obrigado lmfcp2012… apesar de seres do porto, ve-se que tens bom gosto a ler artigos! :p

    Obrigado pelo teu comentário!

  15. MrCareca - há 2 anos

    Ainda hoje comentei numa publicação de facebook do wwe fans de portugal, e alguem que a nao sei o paradeiro é a Kharma…onde esta ela?

    • joaop - há 2 anos

      Kharma já foi pedida aqui, na altura não fiz pq ela esteve para aparecer na TNA e por isso não era desaparecida. Vamos ver o que a Mafalda decide. Ainda assim, obrigado pelo teu comentário e sugestão. (Cuidado com a publicidade a outros sites sobre wrestling em Português, principalmente no chat. Pode-te valer um ban durante uns dias.)

    • Mafi - há 2 anos

      A Kharma anda a fazer umas coisitas, tens de passar cá para a semana para saber se é ela a escolhida ou não ;)
      Obrigada por comentares.

  16. Mafi - há 2 anos

    Obrigada lmfcp2012 pelo ok positivo ;)

  17. Silva177 - há 2 anos

    Muito bom artigo,se há artigo que seja mais hilariante no mundo do wrestling,eu não o conheço!
    Excelente trabalho dos dois,continuem assim porque estão num bom caminho!
    PS:Gostava de ver o Chuck Palombo,seria uma escolha interessante,já não ouço falar dele há muito tempo!

  18. Hildo - há 2 anos

    Sim, eu já sabia quem era antes do Joao ”anunciar” no Twitter, me agradeça por não spoilar a todos na segunda! xD
    Não me lembrava muito desse senhor, obrigado por refrescar minha memoria, excelente artigo, parabéns aos dois.

    • joaop - há 2 anos

      Se fizesses spoiler, eu denunciava-te em todas as redes sociais, por teres conteúdo ofensivo e contra o pudor publico!!! E ainda te acusava de seres dono de milhares de fotos de homens de 50 anos nús!!

      O prazer foi todo nosso! Volta sempre!

    • Mafi - há 2 anos

      Opá eu é que agradeço por não spoilares o meu debut =P
      Obrigada Hildo ;)

  19. Galloway - há 2 anos

    Sim, sem dúvida, daí ter dito mais para a frente, no médio/longo prazo.

  20. Zé Pedro Delgado - há 2 anos

    As expectativas são altas! Boa sorte seja qual for o proximo teste :)

  21. danielLP21 - há 2 anos

    Chego tarde, mas mais vale tarde do que nunca… (Tretas, não acredito em nada disso).

    Gostei bastante da prestação da Mafalda, para mim tem nota dezavinte (o número que eu, quando tinha os meus 4 anos, pensava que vinha a seguir ao 19…).

    Lembro-me perfeitamente do Mark Jindrak, da altura em que a Velocity dava na Sic Radical. Não fazia ideia que ele podia ter estado no lugar do Batista… Aprende-se com cada coisa nestes artigos! Mais uma prova que é uma questão de sorte (não só, mas sobretudo) chegar longe na WWE.

    PS: “Eu não tenho nada haver com isso…”. Escreve-se “A VER”, “A VER”, “A VER”!!!!!!!!!!! Irrita-me tanto este erro… Só por causa disso, a nota do artigo (mas não da prestação da Mafalda, que não tem nada “haver” com o erro…) passa para um dezadoze.

  22. Cláudio Duarte - há 2 anos

    Bom artigo, agora gostaria de saber onde anda o Goldern Reigns! :)

  23. Cláudio Duarte - há 2 anos

    Adorei o vídeo do Kurt Angle a rapar o cabelo do Big Show, grande rivalidade, ainda me lembro bem desse episódio em que o Angle atira sobre o Show e depois fica tirando fotos colocando o pé em cima dele como se o Show fosse um elefante :D

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador