Onde Andas Tu? #37 – Kharma

Passaram-se mais de dois anos e meio desde que ouvimos o riso maléfico de Kharma. Não havendo qualquer previsão em regressar a alguma das suas anteriores companhias, chegou a altura de descobrir por onde anda esta força da natureza e se continua a arrancar cabeças como fazia às pobres das Barbies.

Kia Michelle Stevens começou a sua carreira no Wrestling após entrar num reality show em 2002 para perder peso. “Discovery Health Body Challenge” era uma espécie de Biggest Loser daquele tempo, tinham desafios, treinadores e pesagens semanais. Nunca escondeu que tinha entrado no programa para melhorar a sua condição física e prosseguir com uma carreira de wrestler e enquanto participava no reality show, fez uma audição para a segunda temporada do Though Enough da WWE mas nem passou da fase dos tryouts.

Não se dando por vencida, depressa inscreveu-se na School of Hard Knocks em San Bernardino na Califórnia onde teve como treinador Jesse Hernandez e pouco tempo depois estreou-se nos ringues, na Empire Wrestling Federation. Com a ajuda financeira da sua família, Stevens partiu para o Japão e seria lá que nasceria a implacável Amazing Kong.

Após um impressionante tryout foi convidada para integrar e treinar na All Japan Women (AJW), ainda em Outubro de 2002. O quarto combate na sua carreira foi numa steel cage e provando ser uma aprendiz rápida e trabalhadora, deram-lhe o nome de Amazing Kong, em tributo a outra lutadora – Aja Kong – com quem chegou a formar equipa, denominando-se de Double Kong. Era indiscutível o seu empenho, aprendeu a falar fluentemente japonês e treinava dentro de um rigoroso regime, ao qual incorporou MMA, sem nunca desviar-se do seu caminho no wrestling.

A 4 de Janeiro de 2004 ganhou o WWWA World Heavyweight Championship ao derrotar Ayako Hamada que já vinha com um reinado de 7 meses. Como era uma empresa só de Wrestling Feminino os títulos nunca tinham “Women’s” no nome mas basta dizer que este era o título mais importante da federação. A 2 de Maio do mesmo ano, dá-se o rematch com Hamada a sair vitoriosa e a recuperar o título.

Amazing Kong vs Ayoko Hamada:

Parte 1 – http://youtu.be/uE0jBguPOR8#t=125
Parte 2 – http://youtu.be/BMYOrvhIVJw
Parte 3 – http://youtu.be/7hHlJDWgod4

Kong continuaria em outras federações mais independentes combatendo nomes conhecidos de hoje em dia, como por exemplo Natalya. As duas enfrentaram-se em Novembro de 2005, na segunda tour de Natalya pelo Japão:

Amazing Kong vs Natalya:

http://youtu.be/7zScWKaQdBo

Em 2006 volta a juntar-se com Aja Kong na HUSTLE e com muita surpresa, ambas com uma gimmick de comédia, com novos nomes Erika (Aja) e Margaret (Kong) e acima de tudo com um novo visual, totalmente diferente, cheio de folhos, rendas e cores berrantes. A roupa de Kong resumia-se a leggins brancas com um vestido amarelo a condizer com as botas e sem esqueçer as duas tranças no cabelo. Já dá para ter uma ideia de como era a imagem de Kong nesta companhia, mas nem este visual mais feminino foi impeditivo de dar grandes combates. A Março desse ano, a dupla tenta sem sucesso capturar os Super Tag-Team Titles numa Fatal 4 Way, onde os actuais campeões eram os Team 3D:

Team 3D (Bubba Ray & Devon) vs Dokuron Z & Onigumo vs Erica & Margaret vs Kintaro Kanemura & Masato Tanaka:

http://youtu.be/t_7e-Vua3D4?t=51m

Chegariam a ganhar os títulos a 17 de Junho mas perderiam novamente para os Team 3D em Outubro do mesmo ano. A sua estadia pelo Japão continuaria até 2007, onde chegou a ganhar o AWA Superstars of Wrestling World Women’s Championship em Janeiro e com um reinado que durou até Maio. Seria o seu último grande título antes de voltar para os EUA.

O seu sucesso no Japão chamou a atenção da promotora SHIMMER, uma companhia de wrestling feminino e depressa foi bookada como uma figura dominante derrotando nomes como Nikki Roxx, MsChif e Daizee Haze. A sua quinta vitória consecutiva deu-lhe uma oportunidade pelo título principal que pertencia a Sarah Del Rey, mas foi derrotada via count-out. Após esta derrota começaria uma nova streak de vitórias andando sempre na rota dos títulos ou em combates de qualificação pelos mesmos. Chegou a formar equipa com Del Rey e enfrentaram diversas tag-teams da empresa antes de Kong voltar a concentrar-se na sua carreira de singles. Em Novembro de 2009 lutaria novamente pelo título principal num three-way elimination match contra a campeã MsChif e Lufisto. Não seria desta vez que ganharia o título e foi neste combate que sofreu a sua primeira derrota por pin.

Paralelamente à sua estadia na SHIMMER, Kong fez algumas aparições na Ring of Honor (ROH) fazendo o seu debut a 15 de Setembro de 2007, juntando-se a Daizee Haze para derrotarem a equipa de Sara Del Rey e Lacey. A sua feud com Del Rey começaria a 8 de Maio de 2010 e envolveria também Chris Hero e Claudio Castagnoli (The Kings of  Wrestling) que na altura feudavam com os Briscoe Brothers, chegando a haver um combate de tag-team entre as duas equipas com Del Rey e Kong em cada lado. Após a vitória dos Briscoe Brothers e Kong, na noite seguinte Kong derrotaria Del Rey num singles match. Em Dezembro de 2010, Del Rey que na altura feudava com Daizee Haze, desafiou Haze para um combate de tag-team com parceiras mistério. Enquanto Del Rey foi buscar Serena Deeb que já tinha saído da WWE, Haze convidou Kong para o combate, que ocorreu no PPV Final Battle a 18 de Dezembro. O combate acabou com a vitória de Del Rey sobre Haze após um spear de Serena em Kong.

Awesome Kong e Daizee Haze vs Serena Deeb e Sara Del Rey:

http://youtu.be/Pt16jT29RMA

Voltando novamente ao ano de 2007, Kong chega à TNA a 11 de Outubro do presente ano. Se ela já era ‘Amazing’ tornou-se ainda mais ‘Awesome’ modificando o seu nome devido aos direitos de autor. Imediatamente começou uma feud com a campeã inaugural do título de Knouckouts, Gail Kim.  As duas entenderam-se lindamente e tiveram vários combates em PPVS destacando-se o No DQ match no Final Resolution a Janeiro de 2008.

Final Resolution 2008: Awesome Kong vs Gail Kim:

Parte 1 –
Parte 2 –

No rematch a 10 de Janeiro, Kong apareceu com uma nova companheira, Raisha Saeed (personagem interpretada por Cheerleader Melissa) e esta nova ajuda foi suficiente para Kong ganhar o seu primeiro título na TNA. No Lockdown as duas voltaram a juntar-se para enfrentar Gail Kim e ODB num cage tag-team match.

Lockdown 2008: Awesome Kong & Raisha Saeed vs Gail Kim & ODB:

http://youtu.be/SGe0wLMeHt0

Perderia o título para Taylor Wilde a 10 de Julho, após uma feud consistente com esta e recuperá-lo-ia a 23 de Outubro, tornando-se mais uma vez campeã. Depois de derrotar várias contenders como Christy Hemme e Sojouner Bolt, Kong começou o seu babyface turn em Abril de 2009 depois de ser atacada pelas Beautiful People (Angelina Love e Velvet Sky) quando estas últimas cortam-lhe o cabelo.  No PPV Lockdown entraria numa ameça tripla com Wilde e Love onde perderia o título para a líder das Beautiful People.

Lockdown 2009: Awesome Kong vs Taylor Wilde vs Angelina Love

http://youtu.be/g9en2R-Mp5I

Sem sucesso na desforra, Kong acabaria por afastar-se da rota do título e ser contratrada como treinadora da ex-vencedora do Survivor – Jenna Morasca – para o seu debut contra Sharmell. O combate seria um desastre e um ponto negro na carreira de Kong na TNA. Em Agosto de 2009 juntamente com Saeed, participaria no torneio para inaugurar os TNA Knockouts Tag Team Champions, mas as duas não conseguiram alcançar o ouro. Pelo contrário este seria o princípio do fim da dupla. Em simultâneo Kong começava uma rivalidade com Tara e a Knockout’s Champion daquela altura, ODB. No Bound for Glory de 2009, Kong tem a sua última oportunidade pelo cinto mas por interferência de Saeed perde a ocasião de capturar pela terceira vez o título.

Bound for Glory 2009: Awesome Kong vs ODB vs Tara:

Parte 1 – http://youtu.be/ILG7KLRj1X8
Parte 2 – http://youtu.be/IEjRCo7NqD4

No Impact seguinte, Kong derrotaria Saeed, fazendo a personagem desaparecer dos ringues. A 17 de Dezembro de 2009, forma novamente equipa com Ayoko Hamada, e obtêm uma oportunidade pelos títulos de tag-team da divisão feminina que viriam a ser conquistados pelas duas em Janeiro de 2010 quando derrotaram as campeãs Taylor Wilde e Sarita.

Awesome Kong & Hamada vs Taylor Wilde & Sarita:

http://youtu.be/Ttaajvy4j3k

Esta seria das últimas aparições de Kong não só como campeã, mas como lutadora da companhia, pois ainda em Janeiro envolveu-se em confusões com Bubba the Love Sponge, após este ter feito comentários infelizes no Twitter sobre o terramoto que tinha acontecido no Haiti. Dizem as más línguas que o que realmente aconteceu foi que Kong, que na altura andava a angariar fundos monetários para o Haiti não gostou do que leu e deu-lhe a provar um pouco do que ela era capaz de fazer no ringue.  Posteriormente a esta confusão, Awesome Kong foi suspendida da companhia após se recusar a participar na tour da empresa pelo Reino Unido. A 1 de Março de 2010 é anunciado o seu despedimento e é-lhe retirado (também a Hamada claramente) os títulos de tag-team após o incumprimento em defênde-los durante 30 dias (imaginem se isto realmente fosse uma regra geral do wrestling, tantos títulos que tinham ficados vagos durante estes anos…). A meio do mês é sabido que foi a própria Kong que pediu para sair da TNA.

A sua passagem pela WWE seria uma verdadeira montanha russa, cheia de picos e descidas, tanto para a empresa como para a própria Kia Stevens. A 29 de Dezembro de 2010 é revelado que Awesome Kong tinha assinado com a WWE. Numa época em a divisão das Divas entrava numa era de declínio – já desde os finais de 2006 – a vinda de Kong para a WWE mostrava-se um estranho ajuste. Ninguém esperaria que os 18 meses em que esteve a contracto seriam tão estranhos como foram.

A WWE conhecia o potencial de Kong e sendo uma das principais contratacções dos últimos anos para uma divisão que andava pelas ruas da amargura, a apresentação foi feita brilhantemente. Kong entraria directamente no Main-Roster e por isso era necessário começar a promovê-la. Em Abril de 2011 começariam a ser apresentadas uma série de vignettes – antes ou depois dos segmentos e combates das Divas – onde mostravam um monstro com ar ameaçador a destruir barbies e rindo como uma maníaca. As vignettes seguiam sempre o mesmo padrão, nunca revelando a identidade de Kong até à RAW de 25 de Abril onde é desvendado o novo nome que vinha por aí: Kharma.

Depois de muita expectativa, Kharma teria a sua primeira aparição a 1 de Maio, no Extreme Rules aparecendo no final do combate para atacar Michelle McCool, que minutos antes tinha perdido o seu último combate na WWE. Os próximos ataques centrariam-se em (quase) todas as barbies da divisão: Eve, Layla, Bellas, Maryse e Alicia Fox, sendo que a única poupada que poupada foi Kelly Kelly.

Debut de Kharma na WWE:

http://www.dailymotion.com/video/x15xtld (08:55 minutos)

Mesmo antes do seu primeiro combate, Kharma descobriu que estava grávida e na RAW a 23 de Maio depois de interromper mais um combate de tag-team de divas, em vez de agredir as companheiras, Kharma desatou a chorar. Viríamos, a saber, da sua gravidez uma semana depois. Embora a WWE não pudesse fazer nada contra isso, este seria o primeiro golpe na carreira prematura de Kharma nesta empresa. Após um investimento tão grande na sua personagem, como nunca se viu a WWE a fazer por nenhuma diva (antes do debut), ausentar-se tão repentinamente e por tantos meses não lhe favoreceu a sua posição junto dos oficiais mais importantes.

http://youtu.be/3fNnKxjinjs

http://youtu.be/8eWP95fAQaw

No início de 2012, tudo parecia endireitar-se para um novo retorno à Divisão, quando Kharma fez uma entrada surpresa no Royal Rumble. Seria a terceira mulher a participar na battle royal deste PPV, após Chyna e Beth Phoenix e esta participação seria também o seu único combate na WWE.

http://youtu.be/XVp6n_C069M

Na verdade o que aconteceu foi que Kharma tinha perdido o bebé num aborto espontâneo apenas um mês antes de entrar no Royal Rumble e não se sentia preparada fisicamente nem emocionalmente para regressar tão cedo. Este seria mais um precalço na sua estadia na WWE, pois na altura Kharma e a própria WWE não souberam lidar com esta situação complicada. Kharma mentiu sobre o que tinha acontecido e a pressão de voltar o mais rapidamente, depois de ter estado meses ausente, não foi benéfica de todo para uma mulher que tinha passado por uma experiência traumática e emocional.

Contudo era esperado que voltasse ao activo a tempo inteiro no Extreme Rules de 2012 e enfrentar Nikki Bella que tinha ganhado o título uma semana antes e estava para sair da empresa, mas para grande surpresa de todos, seria Layla quem regressaria (após uma lesão) e conquistaria o cinto. Em Julho de 2012, Kharma confirmou pelo twitter que tinha sido despedida da WWE, acabando assim o seu percurso na empresa de Vince McMahon, sem corresponder às expectativas que muitos tinham depositado em Kharma.

Depois da sua partida abrupta da WWE, Kharma voltaria ao seu antigo nome – Amazing Kong – e enveredaria pelo circuito independente em várias companhias como a SHINE e SHIMMER, Resistance Pro Wrestling, CHIKARA entre outras federações de menor visibilidade. Tal como no início da sua carreira nos EUA, devido ao espaçamento temporal dos bookings, foi possível a Kharma ter vários combates em várias promotoras ao mesmo tempo. Mesmo assim em dois anos contam-se apenas 33 combates no seu repertório.

No seu regresso aos ringues a 16 de Novembro de 2012, Kong fez equipa com outra ex-WWE – Jazz – e juntas derrotaram a tag-team de Mercedes Martinez e Rain no PPV SHINE 5, aparecendo também no SHINE 6 e 7.

Como os PPVS da SHINE são feitos para DVD, é quase raro encontrar os combates por completo na internet. Aqui ficam alguns vídeos compilados das suas aparições nesta federação.

SHINE 5 E 6:

http://youtu.be/6nSi_lAc5aM

http://youtu.be/a12s1zmlAcY

A 6 de Abril de 2013 faria o seu regresso à SHIMMER para enfrentar a regressada Mia Kim que tinha estado pelo Japão. Há semelhança da SHINE, os PPVS da SHIMMER são produzidos para DVD mas aqui fica o encontro entre as duas a hypar o combate:

http://youtu.be/zs3te0EB7g8

Após uma passagem por outras empresas voltaria novamente à SHINE onde se mantêm até hoje, tendo combatido em Dezembro de 2013 pelo título principal mas sem sucesso, tendo sido derrotada pela primeira campeã da empresa: Rain

Amazing Kong vs Rain:

http://youtu.be/PUaZdiIIoko

No vídeo acima já é possível observar que por aquela altura Kong apresentava uma severa perda de peso e um look mais feminino e totalmente diferente do que estávamos habituados a ver.

Este ano nas últimas edições da SHINE em que participou em combates de singles (16,17 e 18) tem alcançado uma streak de vitórias, apesar de ter perdido no passado dia 22 de Agosto uma oportunidade pelo título numa fatal four way.

Ainda antes dessa derrota, a 2 de Agosto estava bookada para um evento promovido pela NWA Mid-Atlantic Wresting Legends Fanfest, para um combate contra Taryn Tarell mas à última da hora, devido a ordens da TNA, Taryn não foi autorizada a competir e foi substituída por Jessie Kay. Teria sido um encontro interessante e quem sabe no futuro teremos este combate. O último combate de Kong ocorreu na semana passada (21 de Setembro) onde foi derrotada pela sua antiga rival, Lufisto num combate promovido pela organização Smash Canusa.

Apesar de não estar em aberto um regresso à WWE, Stevens já afirmou que nunca voltará a trabalhar na TNA, devido a Dixie Carter. Quanto à WWE sempre garantiu que a porta está aberta, basta as duas partes entenderem-se.

Gostaram do artigo? Já sabem que a minha continuidade no site depende dos vossos comentários, portanto não se inibam de comentar. E acham que, se ambas as partes chegassem a um acordo, Kharma mereceria uma segunda oportunidade na WWE?

Obrigada!

Mafalda

Sobre o Autor

- Escritora do artigo "Onde andas tu?" Fã de Wrestling desde 2005.

35 Comentários

  1. Roberto ''THE VIPER' - há 2 anos

    Belo artigo, gostei da escolha da Kharma.
    Gostaria de um regresso da Kharma para mostrar a essas divas o que é uma verdadeira wrestler.
    Se haver votos para a próxima edição, voto no Bruno Sammartino.

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada Roberto :)
      Ela seria uma excelente adição como monstro heel mas eu não prevejo um regresso, infelizmente.

  2. Ri F - há 2 anos

    Segundo a internet, a Kharma vai sempre regressar em todos os combates de Divas ou Knockouts em PPV’s da WWE ou TNA.

  3. Tunes9 - há 2 anos

    Gostaram do artigo?

    Sim, gostei bastante e a vossa dupla traz maior qualidade aos artigos e ficam mais completos, espero que seja para manter, a Mafi é um “reforço de peso” para esta rubrica, fizeram uma boa escolha com a Kharma e fiquei a conhecer melhor a sua carreira e o seu trajecto e portanto gostei bastante de ler e aprender, Obrigado.

    E acham que, se ambas as partes chegassem a um acordo, Kharma mereceria uma segunda oportunidade na WWE?

    Sim, sem duvida, não há ninguém igual, nem sequer semelhante à Kharma na WWE e seria uma novidade, prometeu quando se estreou, mas depois teve contratempos e teve que se ausentar e nunca mais voltou, mas a Kharma pode trazer de novo a divisão feminina para outro patamar e elevar o interesse dos fãs na mesma, uma “Diva” com o seu poder físico e intimidante e com a sua capacidade em ringue como powerhouse, assim como a sua “gimmick” a mim encantam-me e adoraria o seu regresso, até gostava de ver a Kharma a solo e mais tarde numa parceria com a Alicia Fox, imaginem a Alicia com uma “gimmick” semelhante à que tem, mas menos maluca e mais agressiva e violenta, com uma roupa semelhante à da Kharma e sendo uma espécie de guia e boss da Kharma que seria mais uma “bodyguard”, até podia ser assim no inicio e depois ter a sua carreira a solo ou vice-versa, mas gostava de ver, mas a Kharma seria uma excelente aquisição seja para que feud for, de certeza que acrescentará qualidade, portanto espero que regresse e continuo a acreditar nessa possibilidade, veremos.

    Bom trabalho joaop e Mafi. :-)

    • Mafi - há 2 anos

      Muito obrigada Tunes9 :)

      Bem gosto do teu booking xD foi realmente pena que a Kharma tenha-se ficado só pelas promessas e ter mostrado muito pouco. Nem teve nenhum combate com nenhuma diva, é pena. Eu também acho que seria uma excelente aquisição apesar de ela agora já não ter aquele look dominante, está bem mais magra mas também é tudo uma questão de personagem e de imagem, a Beth Phoenix também não era gorda e conseguia fazer impacto, portanto a Kharma se voltar também há-de conseguir recuperar a imagem que tinha. A tua ideia não é nada má, primeiro é preciso é que ela volte o que duvido..

      Obrigada mais uma vez pelo apoio :)

      • Tunes9 - há 2 anos

        Não tens de quê, são elogios merecidos. :-)

        Ainda bem que gostaste do meu booking, eheh, realmente tenho esta ideia há algum tempo e acho que as duas podiam funcionar num estilo doentio, dominante e agressivo, com uma história bem construída podia ser bem interessante e um bom começo para a Kharma na WWE, mas primeiro é preciso ela voltar e vermos em que estado está e se é possível voltar a exibi-la como uma “Diva” dominante, apesar de tudo até acredito que sim, mas veremos se algum dia regressará, esperemos que sim.

        Ela merece uma segunda oportunidade para demonstrar o seu valor e talento na WWE, tem tudo para triunfar e dar novo animo à divisão, sem duvida.

        Sempre às ordens. ;-)

    • joaop - há 2 anos

      O mérito é todo da Mafalda. Eu não escrevi neste artigo!

      • Tunes9 - há 2 anos

        Pois já reparei que sim, sendo assim os meus Parabéns (novamente) para a Mafalda. :-)

  4. john3:16 - há 2 anos

    Bom artigo.

  5. Kauê Souza - há 2 anos

    Por mim Khharma voltaria para a WWE, agora o que eu não entendo é porque ambas as partes não entram em um acordo? Não sei vocês mas ainda queria ver a Dream Match: Kharma vs Beth Phoenix, mas para isso Beth Phoenix teria que regressar e a mesma não quer, acho que as duas únicas divas capazes de enfrentarem Kharma é Natalya e Tamina Snuka, e pra isso elas precisam ser as Top Heel da divisão de Divas.
    Fora que essas divas atuais são muito, como eu poderia dizer nem sei dizer (risos), e tenho medo de que Kharma fique igual Beth Phoenix, quando ficou a jobbar para outras divas em 2012. Porém vamos aguardar.

    • Mafi - há 2 anos

      Pode ser por vários factores…por exemplo ela já disse que não volta à TNA por causa da Dixie Carter, que dizia-lhe uma coisa e fazia outra. Não sei quais serão as razões para não chegarem a um acordo mas as probabilidades de regressar parecem inexistentes.
      Não duvido que se a Kharma não tivesse engravidado que teria havido um combate entre ela e a Beth Phoenix, pelo menos do que me lembro, era o que se falava para a Wrestlemania de 2012.
      Sim também é importante perceber como seria o booking e se calhar é por isso que ela não volta..

  6. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Sinceramente não sei. Esta passagem pela WWE foi muito estranha. Geralmente as wrestlers femininas quando querem engravidar ou saem cedo de mais, ainda nos trintas, ou então ausentam-se um tempo mas avisando a empresa desse facto, mas não é logo assim que chegam. Sempre fiquei na dúvida se esta gravides tinha sido uma tremenda falta de profissionalismo, tendo em conta o elevado investimento da WWE, ou um acidente de percurso, os preservativos e pílulas também falham. Depois de ler aqui sobre a sua suspensão da TNA por rejeitar participar na tour no Reino Unido, tendo em conta o seu comportamento pós-gravidez na WWE, só aumentam as minhas suspeitas. Estava muito mal para regressar mas assim que saiu lá foi ela para as independentes. Por isso não sei se seria benéfico para a WWE. Além disso este tipo de atletas mais corpulentos raramente dão bons combates.
    Para a próxima sugiro o Carlito e por mim continuas aqui. Até te ajudo no Golpe de Estado para derrubar o JoãoP. Mafalda ao poder!! XD

    • Mafi - há 2 anos

      Eu diria mesmo que foi tudo muito bizarro, gravidez planeada ou não, meses antes já sabia que ia estrear-se, podia ter tido mais cuidado mas pronto os acidentes também acontecem.
      É muito estranho mesmo, ela voltou aos ringues 5 meses após ter sido despedida da WWE, lutar à frente de centenas de pessoas é diferente do que milhares, não há tanta pressão, mas sentia-se preparada para um regresso. Também nunca percebi porque é que não voltou então à WWE se a porta sempre teve aberta, como até hoje o dizem. Bem coisas estranhas deste business. xD
      Obrigada pelo apoio :) ele já está arrependido de me ter convidado!

      • joaop - há 2 anos

        Au contraire!! Bastante orgulhoso da minha primeira “joaop girl”. Já houve alguns “joaop guys” mas isto foi um sucesso total! Dou-te os parabéns publicamente!

    • joaop - há 2 anos

      Fazes jus ao teu nome! Podem me expulsar! Ideias não me faltam!

  7. CharbelTaker - há 2 anos

    Cade o Evan Air Bourne ?

  8. MrCareca - há 2 anos

    Obrigado por teres respondido ao meu pedido. Ótimo artigo e muito promenorizado, o que o deixa mais completo e mostra o quanto gostas de fazer o que fazes. Continua assim. Parabéns

  9. Malco Canedo - há 2 anos

    Gostei bastante desse artigo, bastante informativo.
    Não acredito que a Kharma voltará para qualquer uma das duas companhias, possivelmente vai ficar nas indies até o fim da carreira.

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada Malco :) é..também acho, aliás mesmo pelas indies não deve ficar muito mais tempo, já não deve faltar muito para retirar-se de vez.

  10. JoãoRkNO - há 2 anos

    A passagem dela na WWE foi algo de estranhamente estanho xD Mas uma coisa é certa . Duvido que volte a ter alguma oportunidade na WWE . Basta olharmos para o caso da Gail Kim e da Taryn Terrell , na altura Tiffany , duas divas cheias de talento que nunca foram aproveitadas . Em relação ao artigo , foi agradável de se ler , e de certeza que o João pensa o mesmo que todos nós .

    Se existir opção de voto , e apesar dele estar no ativo , não sei muito sobre o passado dele . Puro material japonês . Shinsuke Nakamura .

    • Mafi - há 2 anos

      Também acho que não volta à WWE, fica nas indys até retirar-se.
      Obrigada :) e sugestão interessante vamos ver o que o João decide.

  11. Hildo - há 2 anos

    Finalmente alguém atendeu meu pedido! xD
    Excelente artigo , Mafi!
    Ainda tenho minhas duvidas sobre a sua saída da WWE, e duvido que algum dia ela regresse.

  12. maraxis - há 2 anos

    Excelente artigo. O nome de quem escreve nada importa. Muito bom artigo com excelentes videos.Os meus sinceros parabens.Raramente comento.Next: CARLITO

  13. wrestlerfan - há 2 anos

    Excelente artigo, agora deixo-vos a minha sugestão
    Alguém se lembra daquela imitação do Goldberg, o Gillberg
    o que e feito dele?
    Abraço a todos!

  14. Edson - há 2 anos

    pra min awesome kong e a melhor mulher dos rings dp vem a Tara e a Beth Phoenix u.u

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador