Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Onde Andas Tu? #48 – Evan Bourne

No dia 12 de Junho de 2014 a WWE despediu uma dezena de talentos. Alguns eram esperados e outros nem tanto. Evan Bourne foi um dos que recebeu uma reacção mista por parte dos fãs. Muitos ainda acreditavam que voltaria a ser pushado pela WWE, aquando do seu regresso à televisão, e outros acreditam que ela estava era melhor fora da empresa, visto ser um dos muitos talentos a ser desperdiçado. A verdade é que Bourne é mesmo um daqueles casos em que nos perguntamos: o que é que correu mal?

Matthew Korklan nascido em 1983, tal como tantos outros talentos que aqui passaram, começou bem cedo na área do Wrestling. Ainda não tinha 18 anos completos e já começava a dar os primeiros passos, primeiro em federações sedeadas em St. Louis Missouri e posteriomente na IWA Mid-South, onde aí adoptou o ring-name de Matt Sydal. Foi aí que também ganhou o seu primeiro título: IWA Mid-South Light Heavywieght Championship e onde desenvolveu uma feud com Delirious, feud que hoje em dia é revisitada em outras promoções, como aconteceu há uns tempos na Ring of Honor. Delirious não seria o único nome com quem Sydal feudaria. A sua passagem pela IWA deu origem a uma feud muito breve com A.J. Styles (que basicamente consistiu a Sydal perder os 3 combares). Chris Sabin e CM Punk foram outros dos nomes que andaram pela federação na mesma época. Mais tarde viria a enfrentar El Generico (Samy Zayn), Tyler Black (Seth Rollins) e Kevin Steen (Kevin Owens)…e que bom seria ainda ter Evan Bourne ao lado destes 3 lutadores?! As presenças de Sydal na IWA duraram até em 2007, altura em que saiu do circuito independente.

Mas até ao ano de 2008 (ano em que estreou-se na WWE) o percurso de Sydal passaria pelas outras duas grandes companhias de wrestling norte-americano. Na TNA, estreou-se no PPV Victory Road em Gauntlet de 20 lutadores dentro da X Division. E basicamente foi este o seu ponto alto dentro da empresa, visto que sempre foi usado em combates de low-profile. Ainda assim fica aqui um tag-team match que opôs Sydal e Daizee Haze contra Mickie James e Julio Dinero.

http://youtu.be/ULMTDt8U4XY

Já na ROH, a sua presença foi muito mais assídua e de maior importância. Estreou-se a 23 de Abril de 2004, juntamente com a sua valet Daizee, derrotanto Delirious. Depois de outras feuds concisas, Sydal e Haze juntaram-se a Austin Aries, Roderick Stong and Jack Evans, os Generation Next. Os Generation Next tiveram inúmeros combates contra o s The Embassy culminando a feud com os Generation Next a sairem victoriosos, já em 2005.

Generation Next vs The Embassy:

http://youtu.be/EBJhUKyAxnk

Depois do fim da stable, Sydal continou em equipas de tag-team; primeiro com A.J Styles, depois com Samoa Joe e Jack Evans, mas sempre sem sucesso na conquista dos ROH Wordl Tag Team Championship. Após esta etapa, voltou à feud com Delirious e ambos tiveram diversos combates até meio do ano de 2006.

Matt Sydal vs Delirous:

http://youtu.be/Pg6rlsOhZYk

Depois de vários combates um contra o outro, Sydal reuniu-se com Christopher Daniels em outra tentativa de ganhar os ROH Tag Team Titles, que tinham desta vez como campeões, os Th Kings of Wrestling (Chris Hero e Cesaro). A vitória veio no PPV Dethroned e depois de outras tantas defesas, Sydal e Daniels apenas perderiam os títulos para os The Briscoe Brothers. Durante o reinado, Sydal foi lentamente tornando-se heel, adaptando uma personagem mais convencida. O seu último combate na ROH seria contra o rival de longa data, Delirious, saindo derrotado.

O próximo passo para Bourne foi experimentar o wrestling no Japão. Portanto a Maio de 2006, juntou-se à Dragon Gate na sua tour pelo Japão. A 12 de Fevereiro de 2007, Sydal venceu o Dragon Gate Open the Brave Gate Championship, sendo o primeiro estrangeiro a ganhar o título. Sydal aguentou o mesmo drante um mês, acabando por deixar o título a Genki Horiguchi a 25 de Março.

Após esta temporada no Japão, Sydal começou a aparecer na Wrestling Society X, um projecto com cunho da MTV mas que não chegou a durar muito tempo.

Com a expiração do contracto com a Wrestling Society e o fecho da promoção, Korklan assinou um contracto de desenvolvimento com a WWE. Começou primeiro pela OVW onde chegou a ganhar o título máximo da casa, o OVW Heavyweight Championship. Ainda mudou-se para a FCW, o novo território de desenvolvimento da WWE, fazendo o seu debut em Março de 2008, derrotanto Tyson Kidd. Rapidamente foi chamado ao roster principal.

Passados três meses, Bourne faz o seu debut na ECW, como parte da iniciativa em mostrar novos talentos. Durante as semanas que se seguiram, a WWE foi generosa e deu-lhe imensas vitórias sobre vários veteranos, incluindo Chavo Guerrero, o então actual campeão desta nova ECW.

Debut de Evan Bourne na WWE:

http://youtu.be/_XiQ6lwUUG0

Mais tarde, ainda esse ano, Bourne começaria a fazer aparições na RAW, muito devido à sua amizade com Rey Mysterio. Ainda teria a oportunidade de lutar pelo título da ECW no PPV Cyber Sunday mas não saiu bem-sucedido.

Infelizmente, Bourne sofreria uma lesão no tornozelo e ficou de fora dos ecrãs durante 5 meses. Durante a sua auência até ganhou uma Slammy por “Best Finishing Maneuver”!

No seu regresso, visto já ser tarde para incluí-lo no Money in the Bank Ladder Match da Wrestlemania 25, o único lugar onde Bourne poderia ter destaque com o momentum do seu regresso aos ringues, viu-se envolvido numa feud com Mark Henry, derrotando o campeão da ECW em várias ocasiões.

Foi definitivamente para a RAW, para ganhar mais destaque e aos poucos chegou o seu primeiro push, quando entrou na rota pelo título dos Estados Unidos, pertencente a Kofi Kingston. Apesar da WWE torná-lo um candidato credível, no Night of Champions de 2009, no six-pack challenge, Bourne foi deixado de fora, sem aparente razão.

Analyzing WWE's Releases of Evan Bourne, Drew McIntyre and Others

Contudo, Bourne continuava na sua caminhada pelo título, agora contra o The Miz, mas sem sucesso. Mesmo assim, era um atleta que era sempre utilizado pela WWE e que dava sempre bons combates onde mostrava todo o seu atleticismo. Mas os fãs sabiam que Bourne era capaz de muito mais.

The Miz vs Evan Bourne:

http://youtu.be/qXSXEBZ8Zdk

Na primeira RAW de 2010,  surpreendentemente, Bourne desafiou o então campeão da WWE – Sheamus – com a estipulação que se ganhasse o combate, teria uma oportunidade pelo cinto. Apesar da tentativa, Bourne saiu derrotado.

Bourne vs Sheamus:

http://youtu.be/ueqbfjX1dgE

Parecia que 2010 seria o ano em que Bourne singraria na WWE, e as coisas começaram a ter andamento com a chegada de uma nova Wrestlemania e do tradicional Money in the Bank Ladder Match. Na Wrestlemania 26, apesar de não ter ganhado a mala, Bourne teve uma das melhores performances, da qual vale a pena recordar

Money in the Bank Ladder Match – WM 26

http://www.dailymotion.com/video/xqkfvb_wwe-wrestlemania-xxvi-money-in-the-bank-ladder-match_sport

Em Maio, participava no seu primeiro main-event. Após ser atacado por Edge, juntou-se a John Cena e ambos derrotaram Edge e Sheamus. Na altura falava-se que Cena era um dos maiores apoios de Bourne no backstage e, verdade ou não, o certo é que Bourne começou a ganhar cada vez mais momentum, conseguindo vitórias importantes nos meses seguintes. O que faltava mesmo para estabilizá-lo era um título.

Já nos últimos meses do ano, Bourne formou equipa com Mark Henry, durante a sua feud com os the Nexus e ambos ainda tentaram capturar os cintos de tag-team mas sem qualquer sucesso.

Quase dois anos depois da sua primeira lesão, Bourne via-se novamente inactivo a competir, devido a uma cirurgia ao ombo. Desta vez foram quatro meses de fora e o seu regresso deu-se com uma vitória sobre Sheamus.

Evan Bourne regressa:

http://youtu.be/5C495YJEuwY

Contudo, a vitória pareceu ocasional visto que após o regresso não foi dada muito atenção a este wrestler. Desta vez, o seu segundo push veio já só em Maio quando começou a trocar vitórias sobre Jack Swagger e parecia que finalmente a WWE iria apostar no jovem como um midcarder.

No PPV Capitol Punishment, Bourne ainda conseguiu derrotar Swagger mas após esta vitória, parecia que afinal, os planos para Bourne eram em tag-team e juntaram-no a Kofi Kingston e assim nasceu os Air Boom. Ironicamente, uma semana depois os Air Boom ganham os títulos de equipa da WWE, sendo o primeiro título de Bourne na companhia.

Air Boom vs David Otunga& Michael McGillicutty

http://youtu.be/id3rXTNSv5Q

Os dois talentos, que combinavam muito bem em ringue, dando sempre boas prestações, conseguiram defender o título contra várias equipas, tornando-se campeões credíveis.

E quando tudo parece bem demais, é quando realmente algo de mal acontece, e foi o que se sucedeu e contribuiu para o sabor agridoce que foi a carreira de Bourne na WWE. Em Novembro de 2011, Bourne foi susprendido pela WWE, por violar a Wellness policy. Mesmo assim a WWE manteve o título nele e mesmo no seu regresso, a equipa não perdeu logo os títulos.

Quem parecia que não tinha aprendido a lição era mesmo Bourne que nem dois meses depois da sua primeira suspensão, foi suspenso novamente a meio de Janeiro de 2012. A WWE não perdou e os Air Boom perderam rapidamente os títulos num house-show.

“Sorry ya’ll. Sometimes we become our own worst enemy.”

Esta suspensão não podia ter vindo em pior altura e foi um dos maiores desgostos que os apoiantes de Bourne tiveram.

Esta segunda supensão, desta vez de 60 dias, foi mais um evento de azar, seguido por um acidente de carro que deixou Bourne lesionado com gravidade, impossibilitanto o seu regresso durante todo o ano de 2012.

Finalmente em 2013, Bourne regressou aos ringues mas por um curto (muito curto) período de tempo. O seu regresso deu-se num house-show do NXT, em Março

http://youtu.be/jj9A4AC0IjY

Depois desta pequena aparição, Bourne desapareceu novamente do mapa até ao dia 12 de Junho de 2014, onde foi noticiado que Bourne tinha sido dispensado pela WWE.

Após sair da WWE, logo no mês seguinte, a 20 de Julho de 2014, Bourne fez o seu regresso à Dragon Gate, juntando-se a Cima e enfrentando Ricochet e Masato Yoshino. Contudo as forças não chegaram para vencer a equipa adversária.

Em Agosto, novamente com o ring-name de Matt Sydal, faria o seu debut na Evolve, insucessivamente desafiando Ricochet no Open the Freedom Gate Championship. Ainda em Agosto, faria parte do torneio 2014 Battle of Los Angeles, mas após uma vitória sobre Chris Hero, sairia eliminado por Kenny Omega.

Matt Sydal regressa à ROH:

http://youtu.be/Hn0dV6JJmjg

No final de Setembro, Sydal regressou à ROH e desde então os seus feitos não tem sido grandiosos. No seu regresso perdeu para A.J. Styles. Posteriomente fez parte do torneio 2014 Survival of the Fittest, ganho por Adam Cole e saiu derrotado por Jay Lethal sem ganhar o ROH World Television Championship no Final Battle 2014. Desde então tem estado em feud com o antigo rival, Delirious.

Bourne junta-se ao rol de talentos não utlizados ao seu máximo potencial mas infelizmente – desta vez – a culpa não cai toda na WWE, devido aos erros (e também azares) que reduziram a carreira de Bourne nos últimos 2 anos e meio a um simples combate num live event do NXT.

É difícil imaginar que papel teria Bourne hoje em dia se não tivesse sido despedido, visto que parecia que estava pronto para regressar mas simplesmente não aconteceu. Talvez uma temporada no NXT tivesse sido benéfica mas infelizmente são apenas suposições.

Espero que tenham gostado e até daqui a duas semanas!

Sobre o Autor

- Escritora do artigo "Onde andas tu?" Fã de Wrestling desde 2005.

23 Comentários

  1. reigns one versus all - há 2 anos

    Excelente artigo.
    Já tinha ouvido falar dele antes mas não tinha conhecimento do seu potencial

  2. KILL OWENS KILL - há 2 anos

    Muito bom artigo, adoro bastante esse quadro.

    Só queria acrescentar que, pra mim, o ponto alto da carreira do Sydal foi quando ele venceu Chris Jericho LIMPINHO em pleno PPV numa bela luta. Pena não ter comentado sobre isso no artigo.

  3. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Muitas lesões e demasiadas asneiras. Foi um talento desperdiçado por ele próprio.

    • Mafi - há 2 anos

      Tens toda a razão, especialmente aquelas duas suspensões num espaço de 2 meses…quando a cabeça não tem juízo..

  4. JP7 - há 2 anos

    Não sou muito adepto de colocarem wrestlers que saíram a pouco tempo da WWE. Muita gente já sabia onde ele estava. Dê preferencia a wrestlers mais antigos…

  5. Tunes9 - há 2 anos

    Bom artigo, apesar de ser um lutador recente não sabia onde ele andava e fiquei a conhecer melhor a sua carreira portanto já valeu a pena, muito bom.

    Quanto ao Evan Bourne… Evan Bourne… que talento desperdiçado pela WWE mas o próprio também teve culpas no cartório, teve uma lesão que pode acontecer a qualquer um mas depois fez asneiras a mais e teve outra lesão no pé e aí por burrice e falta de cuidado, depois com tudo somado acaba por sair da WWE e deixa um sabor amargo de.. meh acho que podia ter tido uma carreira interessante na WWE e acabou por sair pela porta pequena, apesar de tudo teve bons momentos na WWE e gostei da sua passagem pelo Main-Roster e espero que tenha sucesso daqui a frente a nível pessoal e profissional e quem sabe se um dia não regressa à WWE com a cabeça fresca e tem uma segunda oportunidade, talvez num Brand Split com o titulo Cruiserweight de regresso onde eu acho que ele podia brilhar e evoluir bastante nessa divisão, ficam na história os seus Shooting Star Press e os seus reinados como Tag Team Champion e depois aquele RKO que ele levou ao tentar executar o seu finisher no Orton, brutal.

    Bom trabalho Mafi. :-)

    • Mafi - há 2 anos

      Concordo a 100%, qualquer pessoa pode lesionar-se e vá até cometer um deslize mas ele foram logo 2 seguidos…claro que dificilmente a WWE iria apostar nele. Ainda por cima era campeão, e não só ficou mal como tmb o Kingston ficou sem o título e nem teve culpa nenhuma.. :/
      Adorava o finisher dele e aquele RKO vai ficar na história xD

      Muito Obrigada Tunes :)

      • Tunes9 - há 2 anos

        Pois… à primeira aceita-se mas à segunda já começa a ser demais e demonstra descuido e a WWE agiu bem nesse caso, depois quando estava a ter um push e era campeão de Tag Team é novamente suspenso e prejudica o Kofi Kingston, o que demonstra uma enorme falta de profissionalismo e também consideração pelo seu colega e sofreu as consequências com um triste fim no despedimento, a mim surpreendeu-me porque parecia um tipo à maneira mas pelos vistos não era bem assim.

        De nada, é merecido e desejo-te uma excelente semana e até ao próximo artigo. :-)

  6. daemon silva - há 2 anos

    escreva sobre ezekiel jackson

  7. Roberto "The Viper" - há 2 anos

    Voto no Terry Funk ;)

  8. Mipee - há 2 anos

    Ótimo artigo, poderiam fazer um sobre o super crazy

  9. D"FN"Z - há 2 anos

    Chegou até mesmo a derrotar Chris Jericho em pleno PPV… Mas a culpa não foi inteiramente pelo booking…

  10. Sonic3452 - há 2 anos

    Excelente artigo Mafi. Evan Bourne foi realmente um talento desperdiçado na WWE, o acompanhei desde seus tempos de ECW e vi realmente que ele era um excelente High-Flyer. Pena que sua carreira praticamente se “encerrou” na WWE naquela Tag-Team com Kofi Kingston, afinal Tag-Team que foi uma das melhores da PG Era. Tinha carisma como ninguém, achava que ele poderia chegar sim a ter um push para algum Minor Title, pois ele tinha capacidade disso. Mesmo assim, seja para onde for espero que ele tenha muitas oportunidades. Mais uma vez agradeço por dizer onde ele passa hoje em dia.

    • Mafi - há 2 anos

      Obrigada e eu é que agradeço por teres lido e comentado. Também achava que ia chegar mais longe mas depois da suspensão e do acidente que teve, quanto mais tempo passava, mais achava que não iria voltar à WWE..e assim foi :(

  11. Sonic3452 - há 2 anos

    Ah, e eu voto para um Onde Andas Tú da Beth Phoenix :3

    • Mafi - há 2 anos

      Não me importava nada de fazer uma retrospectiva da carreira da Glamazon mas acho que está mesmo retirada. Agora que foi mãe, vai ser difícil voltar aos ringues.

      • Sonic3452 - há 2 anos

        Pena, tinha sido uma powerhouse como ninguém. Mas sei que é uma benção ter um filho, portanto desejo que ela seja muito feliz com sua família.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador