Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #110 – WWE’s Top 10 Pay-Per-View Matches of 2012

Sejam todos muito bem-vindos a mais uma edição do “Opinião Feminina”. Antes demais, quero desejar a todos os nossos visitantes e colaboradores a melhor entrada possível em 2013 e que o mesmo seja o mais feliz possível. Ora, no que toca a esta edição, decidi há duas semanas finalmente elaborar um top de combates. Já há algum tempo que tinha curiosidade em fazê-lo e decidi que o fim-do-ano era a melhor altura. O top, tal como o título indica, irá consistir nos 10 melhores combates em pay-per-view da WWE no ano de 2012.

Na semana passada, aceitei também a sugestão do Tibraco – um visitante do W.PT – onde me propunha a apresentar um artigo focado nos meus desejos e previsões para 2013 no panorama da WWE. Ora, esse artigo já está, de facto, escrito e será publicado, apenas não nesta semana como tinha sido originalmente planeado e sim na próxima. Isto porque já tinha este top pronto e porque não faria qualquer sentido publicá-lo depois de um artigo a falar sobre o próximo ano. Portanto, por questões de coerência e continuidade resolvi mudar a ordem dos artigos.

Quero esclarecer também que esta lista consiste apenas em combates decorridos em pay-per-views da WWE, pois é mais fácil para mim, dessa forma, ser o mais honesta e precisa possível na sua elaboração. Embora tenham ocorrido excelentes combates nos shows semanais, como é natural, não me lembro de todos e seria simplesmente impossível estar a revê-los ou a tentar fazer um levantamento dos melhores apenas para incluir todos os combates merecedores.

É certo que há alguns que me me vêem à cabeça, mas também é verdade que alguns outros foram esquecidos, quando provavelmente não deveriam ter sido. Isto ao contrário dos pay-per-views, cuja memória ainda está fresca o suficiente para me dar a confiança necessária para a elaboração desta lista. Penso que seja também da praxe relembrar que a lista apresentada de seguida terá a sua quota parte de subjectividade, aproveitando por isso para pedir aos visitantes do W.PT que tenham isso em conta aquando a leitura e apreciação deste artigo. Ora, agora que as explicações estão todas dadas, vamos então a este top!

10) Sheamus vs. Big Show: Hell in a Cell

Acredito que esta escolha seja algo chocante, mas certamente não tão chocante quanto a qualidade do combate. A maioria dos fãs não esperava, eu incluída, nada do que aquilo que tivémos. Pessoalmente, esperava um combate aborrecido, lento, sem fluidez ou história, e com o único propósito de ter Sheamus a exibir a sua força. Ora, não foi mesmo nada disso o que aconteceu. As qualidades de Sheamus não são novidade para ninguém, tornando-se cada vez mais óbvio – a cada dia que passa – o porquê do apoio incessante da WWE neste lutador. Parece, de facto, ser natural para o mesmo ter excelentes combates com lutadores de grandes dimensões. Primeiro, Mark Henry, depois Tensai e agora Big Show.

Este combate não passou assim de apenas dois lutadores de dimensões consideráveis a tentarem infligir o máximo de dor possível no outro, enquanto ao mesmo tempo, contavam uma história. Ambos surpreenderam e ficaram extremamente bem na fotografia, chegando até a fazer da vitória de Big Show algo com sentido e lógico, o que para mim era absolutamente impossível. Este combate representa uma grande vantagem para a rivalidade de ambos e uma excelente surpresa para os fãs.

9) Dolph Ziggler vs. Sheamus: No Way Out

Este combate não configura na lista de muitos fãs e certamente não será um dos combates mais relembrados de 2012, mas além de ter sido de uma qualidade notável, considero este combate bastante especial por várias razões. Em primeiro lugar, foi mais uma prova do enorme talento e trabalho de ambos os lutadores: Dolph Ziggler e Sheamus. Em segundo, este combate conseguiu ultrapassar um enorme obstáculo que tinha sido criado pela própria WWE: a credibilidade de Ziggler. Nas semanas que antecederam este combate, Dolph Ziggler foi a ferramenta principal para cimentar Sheamus como um verdadeiro perigo. Afinal, quem era suposto ter desafiado Sheamus era outro lutador, Alberto Del Rio.

Por isso, mesmo não tendo qualquer credibilidade para enfrentar o campeão – visto ter sido usado pelo mesmo para se cimentar e por não ser a primeira escolha para o enfrentar em pay-per-view, Dolph Ziggler conseguiu tornar-se numa ameaça legítima. Por mais inacreditável que seja, tornou-se legítimo o suficiente para que durante o combate a sua vitória fosse considerada como uma hipótese real e não como um delírio dos fãs. Facto é que Sheamus e os fãs presentes na arena ajudaram imenso a este feito, especialmente estes últimos que tornaram o combate muito mais interessante e empolgante de assistir do que originalmente se julgava ser. Facto é que, seja ou não relembrado, ambos os lutadores mostraram uma enorme química e conseguiram fazer um trabalho espectacular, com uma ajuda considerável por parte dos fãs. Definitivamente, um combate a rever.

8) CM Punk vs. John Cena: Night of Champions

É certo que este combate não se aproxima do épico que tiveram no Money in the Bank de 2011, mas mesmo assim, não deixou de ser um dos melhores do ano. O fim do combate não é o ideal, mas era o necessário para dar mote a uma continuação – embora a mesma não tenha acontecido devido a lesões. Este combate evidencia também a enorme evolução do trabalho, da história e das personagens de ambos os lutadores – John Cena e CM Punk – quando comparados com as outras ocasiões em que se enfrentaram. É possível notar uma evolução nos seus combates, tornando-se claro que eles “aprendem” com os combates que já fizeram. Melhor continuidade que isto é impossível pedir. Outra grande mais valia deste combate específicico foi o trabalho exímio de Paul Heyman, que sem ofuscar ninguém, deixou a sua marca bem presente, ajudando assim CM Punk a cimentar-se cada vez mais. Neste combate, tal como no do Money in the Bank de 2011, é possível notar-se cada vez mais a naturalidade com que CM Punk é visto como lutador de topo. Mesmo não sendo perfeito – pois acho que abusaram claramente no uso de near falls perto do fim do combate – este combate tinha que constar nesta lista, sem qualquer dúvida.

7) John Cena vs. The Rock: Wrestlemania XXVIII

Sejamos honestos, de forma alguma esta lista teria alguma espécie de legitimidade se este combate não aparecesse referenciado. Este foi o combate do ano. Não por ter sido o melhor a nível técnico, mas por ter sido o combate que recebeu mais destaque e por ter sido o mais lucrativo da história da indústria. The Rock vs. John Cena, este inacreditável confronto de gerações, foi um combate de sonho que finalmente se realizou. Daqui a vinte ou trinta anos, quando falarem em 2012 e o que se passou nesse ano no Wrestling, este combate será a primeira coisa a ser falada. Há muito tempo que não nos era apresentado um combate que simplesmente ninguém podia perder, fosse bom ou mau. Mais uma vez, prova disso são as vendas do evento.

Tecnicamente, o combate não foi mau, mas esteve longe de ser brilhante. De qualquer das formas, não se poderia exigir demasiado de um lutador nos seus quarenta anos que não lutava há sete – a não ser que achem mesmo que é por ter tido um combate no Survivor Series que iria fazer muita diferença – e de um lutador capaz, que mesmo assim possui limitações e não é propriamente conhecido por conseguir trabalhar com qualquer pessoa/estilo.

Facto é que este combate nunca iria conseguir corresponder às expectativas criadas devido a inúmeros factores, como por exemplo, as pessoas envolvidas, o simbolismo so mwamo e o facto de ter sido construído ao longo de um ano. De qualquer das formas, também não era pelo aspecto técnico que este combate era mais desejado. A derrota de John Cena foi certamente um decisão que apanhou de surpresa a esmagadora maioria dos fãs da WWE e é uma decisão que, até hoje, continua a dividir os fãs e isso não irá mudar tão cedo.

Compreendo que possam existir fãs que defendam que este combate deveria estar melhor posicionado, mas acho que incluí-lo na lista era a única exigência que o combate fazia. Este foi, muito possivelmente, o maior combate de todos os tempos.

6) The Shield vs. Hell No & Ryback: Tables, Ladders & Chairs

Acredito que, segundo alguns fãs, este combate esteja demasiado bem posicionado, mas a verdade é que, tal como Sheamus vs. Big Show, este combate surpreendeu-me imenso pela sua qualidade. Atenção, tal como referi a semana passada, não estava à espera de um mau combate, propriamente dito. Contudo, não posso deixar de ficar surpresa com o facto da WWE não ter caído na enorme tentação de fazer disto um spot fest, satisfazendo à mesma a grande parte dos fãs, sem se preocupar com o acto de contar uma história e justificar esses mesmos spots. Afinal, com seis lutadores, mesas, cadeiras e escadotes à mistura, era disso que eu estava à espera que a WWE fizesse.

Felizmente, eles provaram-me errada. Durante meia hora, assistimos ao jogo doentio e extremamente inteligente do mais recente grupo da WWE, os The Shield. Com um factor psicológico determinante e seis lutadores determinados a serem relembrados, fez-se magia e mais um combate memorável surgiu. Todos os grandes spots tiveram a sua razão de ser, a história teve uma continuação e a personalidade das personagens envolvidas foi respeitada, não havendo por isso quaisquer motivo para reclamações. Um combate com um excelente ritmo, nunca caindo no aborrecimento. Absolutamente espectacular e não consigo acrescentar muito mais além do que já afirmei na edição da semana passada. Mais um combate a rever, onde todos os participantes estão de parabéns, assim como a companhia – afinal, temos de elogiar também quando é caso disso!

5) Daniel Bryan vs. CM Punk: Over The Limit

Daniel Bryan e CM Punk já lutaram várias vezes ao longo deste ano em combates singulars, em combates de Tag Team, em Triple Threats, etc. Tudo isto em quase todos os shows, não só em pay-per-view. Acontece que, de 2012, nenhum desses combates foi tão especial quanto o que decorreu no Over The Limit. Dois lutadores a quem sempre foi dito que não chegariam longe deram por si a lutar pelo Título máximo da companhia de Wrestling mais reconhecida do mundo. Alguém pode dizer quem o preveu? Não, era absolutamente impossível prever este combate nas circunstâncias em que decorreu, porque o mesmo não passava de um sonho para grande parte dos fãs. Um sonho que se tornou realidade.

Sobre o combate em si não tem muito que se lhe diga. Em vinte minutos e qualquer coisa, dois lutadores extremamente talentosos e competentes fizeram aquilo que de melhor sabem fazer: Wrestling. Um combate excelente com uma reacção, por parte dos fãs, à altura. Sem dúvida para rever por qualquer fã da indústria.

4) Daniel Bryan vs. Sheamus: Extreme Rules

Para quem prestou atenção à minha primeira contribuição ao espaço do W.PT “Match of the Week”, não será propriamente uma surpresa ver este combate aqui representado e bastante bem posicionado.  Admito que serei sempre suspeita no que toca a este combate, mas creio que tenho razão para o ser.

Este combate foi exactamente aquilo que todos esperavam ver na Wrestlemania 28, mas não viram. Ora, a espera só tornou a experiência ainda mais doce, se é que isso é possível. Este combate foi verdadeiramente espectacular, a nível técnico, evidenciou as grandes capacidades de ambos os lutadores e, melhor que tudo, salvou as carreiras de ambos dos inevitáveis preconceitos e ideias feitas que se tinham formado após a Wrestlemania. Daniel Bryan mostrou do que é capaz, o que não é pouco, e Sheamus provou – mais uma vez – que merece tudo o que lhe está a ser atribuído dentro da WWE, pois este lutou com o melhor lutador técnico da actualidade e aguentou-se às mil maravilhas.

Nenhum dos lutadores se fez rogado e ambos tentaram destruir-se mutuamente num combate extremamente empolgante que evoluiu naturalmente à medida que avançava na história. A agressividade de ambos foi subindo de tom, mudando o que tinha começado por ser um combate tradicional de wrestling, para uma verdadeira luta. Um dos melhores combates do ano e um excelente exemplo do que é que se pede desta indústria. Mais um para rever!

3) Chris Jericho vs. CM Punk: Wrestlemania XXVIII

Ao longo deste artigo e da elaboração deste top, já falei várias vezes de como alguns “sonhos” se concretizaram em 2012 com a realização de certos combates. Ora, correndo o risco de soar repetitiva, sinto que Chris Jericho vs. CM Punk se encaixa novamente nesse molde. No exacto momento em que, durante a sua infame promo em 2011, CM Punk se denominou “Best in the World” tive um pequeno flashback e fui levada para os anos de 2008 e 2009, onde Chris Jericho fazia um discurso com um slogan não muito diferente. A partir daí, deu-se largas à imaginação e as expectativas subiram exponencialmente. Et voilà, poucos meses depois, algo que a início não passava de uma fantasia… De um sonho, realizou-se na Wrestlemania XXVIII.

Este combate foi exactamente aquilo que esperava que fosse. Não no sentido em que as minhas expectativas foram correspondidas a 100%, mas no sentido em que esperava um combate clássico de Wrestling e foi exactamente isso que nos foi oferecido. Este combate foi construído de uma forma extremamente inteligente e com enormes noções de continuidade e coerência.

Dando uma continuação brilhante e louca à história que se tinha construído fora do ringue, Chris Jericho e CM Punk chamaram as atenções para si num card mesmo com Triple H vs. Undertaker e The Rock vs. John Cena. Mesmo meses depois do combate se ter realizado, não me consigo esquecer dos momentos em que Chris Jericho tentou manipular CM Punk para que este se desqualificasse ou até quando o próprio campeão, ao longo do combate, aprendia com os seus erros alterando as manobras de forma a tentar atingir a vitória. Pequenos detalhes como estes fazem maravilhas e fizeram certamente neste.

2) Brock Lesnar vs. John Cena: Extreme Rules

Muito sinceramente, nunca – nem por um mísero segundo – acreditei que Brock Lesnar voltasse à WWE em 2012. Aliás, inicialmente, nem queria que tal acontecesse. Contudo, quando este de facto regressou e atacou John Cena, tudo isso não passou de meros detalhes, pois como fã tinha sido levada completamente à loucura. O regresso de Brock Lesnar foi, sem dúvida alguma, o regresso do ano! Não só o mesmo foi fantástico e com uma excelente energia, como a construção do combate deste com John Cena no Extreme Rules foi ainda mais fantástica, dando um novo fôlego aos fãs após a cansativa Road to Wrestlemania.

Ora, já referi o termo “guerra” nalguns combates acima, mas por alguma razão este combate foi escolhido para segundo lugar, ao contrário dos outros. Este foi, no sentido mais literal possível da palavra, uma guerra. A força bruta e presença dominante de Brock Lesnar funcionou de forma brilhante neste combate, representando assim tudo aquilo que os fãs queriam ver. Os fãs não queriam ver Brock Lesnar num combate tradicional de Wrestling. Os fãs queriam ver Brock Lesnar, o campeão de UFC, a dar uma “tareia” a John Cena. E, para nossa grande sorte, foi exactamente isso que tiveram. E, tal como no combate The Rock vs. John Cena, embora a escolha do vencedor não agrade a todos os fãs, a verdade é que – ao contrário do anterior – daqui a vinte anos, não é disso que as pessoas irão falar. As pessoas irão falar, sim, de um dos combates mais físicos dos últimos anos a que tiveram oportunidade de assistir.

Isto serve não só de elogio ao trabalho de Lesnar, como elemento dominante do combate, mas também ao trabalho de John Cena. Não é fácil ser o recipiente de toda a agressão e é necessário saber fazê-lo e nesse campo, John Cena portou-se bastante bem. No fundo, ambos os lutadores se estavam a tentar destruir, ao invés de lutar, e os fãs adoraram isso. Aliás, até a recuperação típica e, normalmente, enjoativa de John Cena perto do fim do combate foi recebida de forma completamente diferente, pois a verdade é que era mesmo isso que este combate era: diferente de tudo o que tinha sido mostrado nos últimos anos.

Toda a agressividade, força e carisma de Brock Lesnar funcionou como uma enorme atracção para este combate, tal como tinha funcionado de forma semelhante aquando a sua estreia há dez anos, com a diferença de que agora Lesnar tinha dado todas as provas necessárias fora da WWE e sido bem sucedido, tornando por isso a excitação dos fãs ainda maior, que estavam curiossíssimos para ver o que é que tinha mudado em Lesnar. Ambos safaram-se bastante bem e Lesnar, em especial, aparentou estar espantoso aumentando o interesse dos fãs para os seus futuros combates com a companhia. Este combate vai ser dos mais falados nos próximos anos, sem qualquer dúvida.

1) The Undertaker vs. Triple H: Wrestlemania XXVIII

Em Abril é demasiado cedo para se escolher o combate do ano, afinal ainda faltam oito meses para o fim do mesmo. Mesmo assim, acontece que acreditei que este seria o combate do ano à medida que o mesmo decorria. E no fim, todas as dúvidas que pudesse ter, dissiparam-se. Undertaker vs. Triple H na Wrestlemania 28 foi o resultado fabuloso de uma história que, se prestarmos bem atenção, começou a ser construída em 2009, com o primeiro Shawn Michaels vs. Undertaker. Os combates com Shawn e o combate na Wrestlemania 27 com Triple H foram a grande preparação para o encontro destes três senhores, mais uma vez. O derradeiro desfecho para uma história épica e única.

Pondo alguns alguns detalhes mínimos de parte, a construção deste combate foi de arrepiar – no melhor sentido da palavra, onde pudemos ver todas as peças a se encaixarem umas nas outras, sendo complementadas e usadas mais tarde no combate em si. Até a própria estipulação do combate, Hell in a Cell, encaixou que nem uma luva e fez todo o sentido no contexto deste combate, ao contrário de muitos combates Hell in a Cell que decorrem no pay-per-view temático.

Assistir a este combate em directo foi uma das experiências mais emocionantes e marcantes que tive como fã de Wrestling. É verdade que algumas das outras também estão referidas nesta lista, mas – mais uma vez – por alguma razão é que este está em primeiro, ao contrário dos outros.

Além do trabalho soberbo que Undertaker e Triple H tiveram a contar uma história absolutamente extraordinária, quem também deu uma mãozinha – e por vezes o pé – preciosa foi Shawn Michaels. Como árbitro e elemento mais dramático e volátil do combate, Shawn Michaels ajudou-me – como fã – a acreditar, mesmo por poucos minutos, no fim da Streak. E essa é a grande magia destes combates. Essa é a grande magia do Wrestling.

Nós sabemos que não vai acabar, que não faz qualquer sentido tal acontecer, mas durante uns mágicos minutos, parece que o impossível vai mesmo acontecer. Afinal, não é nisso que se baseia o Wrestling, como um todo? Na arte de fazer acreditar os fãs nas histórias que são contadas? Então, os combates da Streak são exactamente a mesma coisa, apenas mais específicos. E são nestes momentos que, pelo menos eu, me orgulho de ser fã e me divirto mais a sê-lo.

Embora Shawn tenha sido o elemento claramente mais dramático, o combate como um todo baseiou-se nesse mesmo sentimento: o drama. Desde os ínumeros ataques de HHH a Undertaker com a cadeira, desde ver Shawn a implorar a Undertaker que o deixe acabar com o combate – numa das imagens mais marcantes da minha experiência como fã -, passando pelo Superkick de Shawn até chegar ao comeback de Undertaker, tudo se assemelhou bastante a uma viagem numa montanha russa emocional.

E para finalizar tal experiência, como se a emoção não tivesse sido suficiente ainda, tivemos a imagem perfeita de três Lendas a subirem a rampa, de braços dados, para no fim olharem para os fãs e se banharem nos aplausos e vénias bem merecidas. Haverá melhor fim para esta história, ou para estas carreiras, que este? Não.

Definitivamente, um combate espectacular, com uma história brilhante, protagonizada por três verdadeiras Lendas desta indústria. Sem dúvida, mais um combate para rever e, na minha mais humilde opinião, o combate do ano de 2012. Porquê? Porque, tal como alguns outros presentes nesta lista, este é o exemplo perfeito do porque é que sou fã desta indústria. Com combates e momentos destes, somos todos relembrados de porque é que vale a pena. Por hoje é tudo, até à próxima edição e, mais uma vez, desejo a todos um excelente ano de 2013!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

123 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    Não gostei deste artigo. Esperava muito mais. Boas entradas.

    • danielLP21 - há 4 anos

      Então Salgado? Só respondes quando os comentários são elogiosos? E se eu te disser que estava a brincar contigo? Ainda nem sequer tinha lido o artigo quando comentei, estava apenas a dar continuação à nossa zanga :D

      Agora vou comentar “a sério”:

      Para mim, o The Rock vs John Cena não é o maior combate de todos os tempos. O facto de ser um choque entre das gerações não significa que seja o maior ou um dos dois maiores. Sim, foi o mais vendido. Sim, teve um ano de expectativa. Mas não chega. Já tivemos muitos combates que são candidatos a maiores de sempre, como Bret Hart vs Shawn Michaels, Shawn Michaels vs Undertaker, Triple H vs Undertaker, The Rock vs Hulk Hogan, The Rock vs Steve Austin… Em relação à qualidade do combate “Once In A Lifetime” em si, nem de perto nem de longe está nos 10 melhores do ano.

      Se fosse eu a fazer esta lista, não colocaria o Lesnar vs Cena em 2º. Se está no Top 10? Sim, sem dúvidas, mas não foi assim tão bom.

      Será que afinal sou eu que considero o “Chicago Street Fight” melhor do que aquilo que ele realmente foi?! É que eu não vejo este combate em Top nenhum seja em que sítio for… Para mim, tanto o combate do Extreme Rules como o da WrestleMania estão no Top 10, mas para não repetir combates entre os mesmos lutadores ( Jericho e Punk), escolheria apenas o do Extreme Rules.

      Com os 10 combates que tu escolheste, o meu Top 10 ficaria assim:

      10- The Rock vs John Cena. Já expliquei o porquê em mais do que uma ocasião. O Cena carregou o combate, mas tinha que “travar” cada vez que fazia uma manobra para que o Rocky recuperasse as forças.

      9- Sheamus vs Big Show. Disseste tudo: ficámos todos surpreendidos ( eu diria, até chocados…) com a qualidade que este combate teve. Foi o melhor do PPV.

      8- Sheamus vs Dolph Ziggler. Ainda anteontem revi este combate. O público este fantástico a puxar pelo Ziggler. Só foi pena os comentários miseráveis do Jerry Lawler, ao dizer “como podem ouvir, o público está a puxar pelo Sheamus” quando se ouvia perfeitamente “let´s go Ziggler”. Mas enfim, pormenores…

      7- CM Punk vs John Cena. Foi um combate extraordinário, estes dois já se conhecem bastante bem e têm muita química entre eles. Foi um combate muito emotivo, até pelo que se passou no final.

      6- Brock Lesnar vs John Cena. Foi muito bom, mas exagerou-se no MMA. O público também ajudou a que o combate fosse bom, mas acho que não foi suficiente para entrar no Top 5.

      5- Daniel Bryan vs CM Punk. Espectacular. Este combate e o que eu coloco em 4º estão muito perto um do outro. Foi neste combate que o Bryan me convenceu de vez, como eu me lembro de dizer à Salgado no dia do PPV, no chat.

      4- Daniel Bryan vs Sheamus. O critério de desempate com o 5º “classificado” é o seguinte: este combate foi o que os fãs queriam ver na WrestleMania e foi a prova de ambos que sabem aquilo que têm que fazer num ringue, mas serviu, principalmente, para o Bryan mostrar à WWE os erros que já cometeram com ele desde que ele está na WWE.

      3- The Shield vs Ryback & Team Hell No- Fiquei apaixonado por este combate. Uma estreia perfeita para os 3 novatos, um Ryback a fazer o que lhe competia, um Bryan excelente a dar o corpo às balas e um Kane a elevar 5 futuras estrelas ( umas mais que outras) da WWE. Palavras para quê? Melhor combate TLC desde o combate em 2006 entre John cena e Edge.

      2- Chris Jericho vs CM Punk. Custa-me colocar este combate no 2º lugar… Em circunstâncias normais, eu colocaria os dois combates entre Punk e Jericho como os melhores do ano. Exagero? Talvez. Será que é por serem os meus dois favoritos dos que ainda estão em actividade, juntamente com o Kane? É provável. Mas é assim que eu olho para estes dois combates. No entanto, há um combate que estraga estas contas.

      1- Triple H vs The Undertaker. Já se falou muito, mas nunca vai estar tudo dito. Épico, emocionante ( literalmente) e todos aqueles objectivos elogiosos que se possam utilizar. Não foi o melhor combate de Wrestling, mas foi um combate que ilustrou na perfeição a definição de “Wrestling”. Este sim, um dos maiores combates de sempre.

      Agora, o meu Top 10, também apenas com combates de PPV’s:

      10- Dolph Ziggler vs Sheamus, No Way Out

      9- John Cena vs CM Punk, Night of Champions.

      8- Brock Lesnar vs John Cena, Extreme Rules.

      7- Ryback vs John Cena vs CM Punk, Survivor Series.

      6- Daniel Bryan vs CM Punk, Over The Limit.

      5- Daniel Bryan vs Sheamus, Extreme Rules.

      4- The Shield vs Ryback & Team Hell No, TLC.

      3- Chris Jericho vs CM Punk, WrestleMania XXVIII.

      2- Chris Jericho vs CM Punk, Extreme Rules.

      1- Triple H vs The Undertaker, WrestleMania XXVIII.

      Para além destes combates, recordo-me do Alberto Del Rio vs John Cena ( no qual o Peul Heyman apareceu com o CM Punk) e do Fatal 4-Way entre Antonio Cesaro, Kofi Kingston, R-Truth e Wade Barrett.

      Não vejo ninguém a falar disto, mas para mim o regresso do ano foi o do Paul Heyman. Vá, estou a exagerer, o do Lesnar foi melhor. Mas que o regresso do Heyman é muito underrated, lá isso é.

      Bom artigo Salgado, gostei de o ler e da forma como explicaste as tuas escolhas. Peço-te, apenas, que não faças este tipo de artigos muitas vezes, porque uma das razões para eu gostar tanto do “Opinião Feminina” é a diferença que o caracteriza em relação aos demais. Um Bom Ano de 2013, e continua a presentear-nos com estes artigos todos os Domingos :)

      • Salgado - há 4 anos

        Daniel, querias que dissesse o quê?! “Ok, obrigado, volta sempre!”? É assim, não é propriamente uma surpresa que estavas a brincar comigo, eu já achava que sim (e esperava que sim), mas admito que estou muito mais descansada :)

        Em relação ao teu parágrafo sobre o The Rock e o Cena, quero frisar que nessa frase usei o termo “possivelmente”.

        Muito provavelmente, nem eu colocaria esse combate no Top10, mas embora a lista seja sempre subjectiva, não queria exagerar e queria manter qualque espécie de legitimidade, se possível, e facto é – para o bem ou para o mal – o combate tinha que constar.

        Eu adorei o Chicago Street Fight e, tal como disse noutro comentário, estive muito indecisa entre qual dos dois combate do Jericho/Punk colocar no artigo, mas o facto do da WM28 ter sido o primeiro embate de ambos com estas personagens e o facto de toda a gente esperar deles um clássico – e do receber – achei que faria muito mais sentido incluir esse. Eu também não queria repetir combates com os mesmos lutadores, se não teria que ter posto também o do MITB entre o Bryan e o Punk, só que dados estes argumentos, considero que o da WM28 pertencia melhor nesta lista.

        “5- Daniel Bryan vs CM Punk. Espectacular. Este combate e o que eu coloco em 4º estão muito perto um do outro. Foi neste combate que o Bryan me convenceu de vez, como eu me lembro de dizer à Salgado no dia do PPV, no chat.” Eu também me lembrooooo :P

        “7- Ryback vs John Cena vs CM Punk, Survivor Series.” Estranhei esta escolha. Foi bom, mas acho que não pertencia na lista. Aliás, nem na minha lista de “rejeitados/sobras” este combate consta.

        Ahh, mas repetiste combates com os mesmos lutadores. Bate certo!

        Sim, o Paul Heyman foi um grande regresso, mas desde que o Lesnar voltou, os fãs já mais ou menos assumiam que o Heyman iria aparecer também. Pelo menos, eu assumi. O do Lesnar é que me apanhou completamente desprevenida. Eu estava convencidíssima que seria o Batista!

        Daniel, demorei 109 semanas para fazer um artigo destes e meses para escolher um tema. Acho que podes estar perfeitamente descansado no que toca a esse aspecto, adorei a experiência, mas isto não vai ser muito frequente :P

        Bom ano de 2013 e obrigado eu! :)

      • danielLP21 - há 4 anos

        Sim sim está bem, engana-me que eu gosto! Como se a minha opinião contasse para alguma coisa!

        Hummm… I see… Mas não me convences :D Sinceramente, este combate nem de perto esteve no Top 10, acho que nem candidato é a entrar neste top! Não é embirrância, é mesmo desilusão pura e dura. E olha que eu nem estava à espera do melhor combate de todos os tempos nem nada que se parecesse, ou seja, eu nem era dos que tinha as expectativas mais elevadas. E mesmo assim saio desiludido? A meu ver, é muito sinal.

        Compreendo o que tu dizes em relação ao CM Punk/Chris Jericho da WrestleMania. Foi o primeiro embate entre os dois, e o primeiro é quase sempre o que provoca mais ansiedade. Tal como tu, também me lembro de pensar no Jericho assim que o Punk disse que é o “Best In The World”. Foi automático! Mas nessa altura não me passava pela cabeça que 9 meses depois eles estariam a lutar na WrestleMania um com o outro. Este combate foi, para mim, o melhor combate de Wrestling puro em 2012, uma vez que o “End Of An Era” e o “Chicago Street Fight” tiveram outros ingredientes. Percebo a tua escolha.

        Olha, nem sei como é que foi possível o Daniel Bryan demorar tanto tempo a convencer-me… Aliás, eu é que demorei demasiado tempo a ficar convencido! Que asshole! Depois de tudo o que ele já tinha feito, eu continua a não perceber porque é que as pessoas o adoravam tanto! Eu estava sempre a pensar: “Mas o que é que vêm de especial neste gajo?! Sim, é um bom lutador e até consegue entreter, mas não tem carisma nenhum! Ele é 0 em carisma!” Como é que eu pude ser tão… sei lá! Burro? Otário? Deixo ao teu critério a escolha do adjectivo apropriado, e não te preocupes se eu fico ofendido ou não, porque até o adjectivo mais ofensivo pode não chegar para caracterizar esta situação :D Tu não tens noção, há um ano atrás era impensável que um ano mais tarde eu fosse gostar tanto dele… Eu não o suportava! E não é que ele acaba por ser daqueles que tem mais carisma?! Digamos que a minha redemption em relação ao Bryan começou na WrestleMania, aumentou no Extreme Rules e confirmou-se no Over The Limit. Olha, há um ano atrás eu não era capaz de escrever tantas linhas a falar do Daniel Bryan xDDD

        Ah o combate do Survivor Series… Confesso que foi uma escolha um pouco mais pessoal. E porquê? Acho que te lembras do meu estado durante o combate, no chat. E poucos foram os combates que me deixaram assim no último ano. Cheguei a pensar que o Punk ia perder o título, apesar de ter a certeza de que isso não ia acontecer. Olha, tal e qual aquilo que sentiste no “End Of An Era”. Claro que o Undertaker não ia perder, mas com aquela emoção toda chegámos a duvidar dessas certezas. E foi isso que aconteceu no Survivor Series ( sem querer comparar os dois combates, uma vez que não há comparação possível). Além disso, a estreia dos The Shield… E a emoção que isso não me deu! Fiquei em êxtase… Eu sei que não é um combate que entre nas contas de um grande número de fãs para fazer este tipo de Top’s, mas foi um combate que me recordou o porquê de eu ser fã de Wrestling.

        Juro que tentei não repetir!!! Mas não dava! Eu não conseguia deixar de lado um destes combates… Sentiria-me um criminoso! São bons demais para ficarem de lado, principalmente numa altura em que os combates lendários não abundam…

        Olha, eu não assumi. Quando vi o Paul Heyman a descer a rampa depois da música do Lesnar tocar na Raw, entrei num estado de loucura! Sempre adorei aquele homem, ouvi-lo, vê-lo ( pelas expressões), já para não falar do que ele representa e do que ele percebe deste “business”.

        Batista? Então porquê? Acho que já me explicaste, mas não me posso lembrar de tudo xDDD Olha, eu não estava convencido de nenhum. Nunca acreditei em nenhum destes regressos. Entre os dois, achava menos improvável o do Batista. O do Lesnar parecia quase irreal! Por isso é que fui à loucura, mesmo ele não sendo um dos meus favoritos.

        Eu adorei o artigo, não me interpretes mal. Simplesmente acho que o OF é demasiado único e diferente, daí não desejar que faças este tipo de artigos “normais” muitas vezes. Mas ainda bem que não está nos teus planos ;)

      • Salgado - há 4 anos

        Ahahahaha adoro! :) Então e não conta? É normal que penses assim, porque nunca o disse antes, mas aproveito para dizer agora: conta, sim senhor! Estás mesmo à caça de elogios e aí os tens! E ainda por cima sinceros! Vês? Saiu-te a sorte grande :)

        Não te convenço?! Não pode ser :O

        Oh, Daniel, eu concordo contigo. Tudo o que estás a dizer é exactamente o que eu sinto. A minha desilusão para com este combate foi monumental. Contudo, não posso deixar que isso abale os factos e, para o bem ou para mal, facto é que este combate foi histórico. Não tê-lo no Top, não seria justo, racional ou imparcial. Concordo contigo, foi um péssimo sinal. Dos 4 grandes combates da WM28, este era o que menos estava desejosa de ver e mesmo assim desiludiram-me.

        Mas é que foi mesmo! Quando ele disse “Best in the World”, eu pensei logo “espera lá, mas não era o Jericho que dizia algo do género?”. A partir daí, idealizei a rivalidade de ambos.

        Eu percebo porquê. É perfeitamente normal. Durante muito tempo, ele não foi propriamente uma personagem marcante a transbordar carisma por todos os poros. Ele teve que evoluir para sobreviver na WWE e conquistar o resto dos fãs e, felizmente, foi isso que ele fez. Não és nada asshole, não digas isso xDDD Tu não foste nem burro, nem otário, nem asshole, nem nada com que se pareça. As pessoas não têm que gostar todas do mesmo lutador, ou reconhecer-lhe as mesmas qualidades, por muito óbvias que seja.

        Não eras tu que tinhas de fazer um esforço para ser conquistado, era ele que tinha de evoluir para te convencer. E ele fez e já está tudo bem :)

        Sabes quando é que ele me conquistou? :P

        Eu não assistia a ROH. Aliás, não me posso agora tornar numa dessas pessoas que agora diz que sempre adorou o Bryan e o Punk desde o seu trabalho de ROH. É verdade, não acompanhava a mesma durante esse tempo. Quando o Bryan apareceu no NXT, veio com um enorme hype, e fiquei curiosa. Como seria de esperar, fui ver combates dele e pesquisar tudo o que podia sobre ele na ROH e outras promoções, para ver se valia mesmo a pena preocupar-me com ele. Ora, por muito bom que ele seja, foi a sua “shoot” que ele fez no NXT, no episódio depois de ter sido expulso, que me conquistou. Foi uma promo espectacular que, nesse momento, me marcou. Nesse momento, eu tornei-me fã definitiva dele. A partir daí, foi só “soma e segue” :)

        Não vale a pena “bater no ceguinho”. Há um ano atrás, não me vias a defender o Bryan como defendo hoje, porque há um ano atrás, ele também não mostrava o que mostra hoje. Ele não era tão bom quanto é hoje, porque todo o seu trabalho tem sido uma constante evolução. Fica apenas feliz por saber que estás a apanhar das melhores fases da carreira dele e que ainda vais a tempo para aproveitar verdadeiramente o momento em que ele estiver no main-event, como o Punk e o Cena. Pelo menos, eu conto que isso aconteça.

        Lembro, pois! Eu também lá estava :) Sou sincera, esse combate não me fez duvidar. Gostei, foi bom, teve emoção, mas a ideia de que Punk ia manter o título até ao Rumble já estava tão entranhada que o combate não foi o suficiente para me fazer acreditar no contrário.

        No End of an Era, acreditei que a Streak ia acabar. E sofri tanto com isso! Juro, este combate tirou-me anos de vida xDD

        Ahh sim, mas ver o Dean Ambrose finalmente a aparecer na WWE foi um dos momentos do ano! Aliás, esse, o Rollins e o Reigns ganham o Slammy de estreia do ano! Sem qualquer dúvida! Eu delirei nesse momento. Acredita, não foste o único em êxtase. E ainda bem que te recordou! São esses momentos que interessam :)

        Ahahaha, pois claro! Tu repetes e safaste! Gostaria de saber se tal teria acontecido também no meu top! ahaha adoro! um criminoso ahahaha. “principalmente numa altura em que os combates lendários não abundam…” True story.

        “Olha, eu não assumi. Quando vi o Paul Heyman a descer a rampa depois da música do Lesnar tocar na Raw, entrei num estado de loucura! Sempre adorei aquele homem, ouvi-lo, vê-lo ( pelas expressões), já para não falar do que ele representa e do que ele percebe deste “business”.” Subscrevo. Paul Heyman é alguém que merece admiração, pois a inteligência dele permite-o manipular as reacções e os momentos de forma brilhante, ao ponto de tornar tudo isto ainda melhor. O homem é um génio a todo os níveis. Repito, ao contrário do Lesnar, eu já contava com o seu regresso.

        Já expliquei, pois! :) Não me prestas atenção nenhuma :P

        O Batista pode falar muito mal da PG era e tudo mais, mas não tenho a menor dúvida de que pelo preço certo, com o adversário certo e se for o HHH a fazer a conversa, ele volta num piscar de olhos. Ele parece-me alguém que vai aproveitar um bom negócio quando quer e não me parece que faça tanto dinheiro no cinema, quanto por exemplo, The Rock. Acredito mesmo que ele ainda vai voltar, mesmo que seja só para mais um combate.

        O do Lesnar era um sonho. Era surreal! Podes crer! Nesse mesmo dia, eu tinha feito uma mini-rant no twitter (sim, daniel, tenho twitter, não te zangues :D) a dizer que não queria que ele voltasse e que isto e que aquilo. Quando a música dele toca e aparece, horas depois, sou obrigada a engolir as minhas próprias palavras ao ir à loucura que nem uma criança de 10 anos na manhã de natal xD

        Não te interpretei mal, eu percebi o que quiseste dizer :) Ainda bem que achas isso! Significa que todo o meu trabalho tem valido a pena e resultado!Não te preocupes, este tipo de artigos “normais”, surgiu por mera curiosidade e mesmo assim foi extremamente dificil de me decidir no tópico. Não irá voltar a acontecer tão cedo. Não te preocupes, eu também gosto de proteger este espaço e o que o torna especial :) Aliás, conto com todos vocês para me alertarem, sempre que alguma coisa não estiver a correr como deve, portanto obrigado pelo aviso! :P

      • José Sousa - há 4 anos

        Se me permites que me meta Salgado. Eu já conhecia o Punk da ROH porque vi a feud com o Samoa Joe. Já o Danielson foi daqueles que eu vi que ouvia falar bem na FCW e disse vou pesquisar e fiquei convencido técnicamente, mas aquele shoot quando foi expulso foi a confirmação total do valor dele.

        Ai eu quando o Jericho regressou é que parecia um menino ainda me lembro faz quarta um ano! Quando foi o Lesnar eu fiquei em extase admito eu já gostava do homem, só tenho pena que seja mais um regresso part-time.

        Eu também acho que o Batista vai esquecer essas palavras e nem que seja um último combate numa Wrestlamania para ser um dia Hall of Fame.E digo já não me admirava nada se fosse num praxo de um máximo de 3 anos isso.Acham tão improvável?

      • Salgado - há 4 anos

        Permito, pois!

        Mas o Jericho foi diferente! É óbvio que vibrei com o regresso do Jericho, mas já toda a gente sabia que era ele. Ou era ele, ou o Undertaker. Eu, com o Lesnar, não acreditava MESMO! Tipo, 0!!

        Fiquei feliz com o regresso do Jericho, mas não fiquei surpreendida. Com o Lesnar, fiquei feliz E surpreendida.

        O Batista só diz isso por dizer… É completamente rídiculo isto. E pior ainda é vê-lo a dar razão a todos os fãs que só sabem reclamar pelos motivos errados. Para alguém que viveu esta indústria, esperava-se um bocadinho mais de inteligência da parte dele.

        Não, não, três anos a mim parece-me bastante provável. Aliás, não me admirava que fosse mais rápido, se fosse já tipo depois da WM29 – quando o Lesnar se for embora – ou em 2014.

      • José Sousa - há 4 anos

        A mim também não me admiraria e só não é nesta WM porque já tens um card pesado. E olha que eu acreditei que os dois voltavam este ano. Aí fui ingenúo.Eu não sei se o Lesnar não fica mais um ano neste sistema part-time aliás ele o Rock devem ficar mais um ano assim. O Batista volta sim, olha porque não na Raw depois da Wrestlemania?é normalmente um bom espaço para isso.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Desculpe por ser o intrometido nº2, mas eu não sei Salgado se foi falta de inteligência do Batista, mas até vejo essa posição dele como uma medida populista, para que uma boa parcela dos fãs possam falar: “Estão vendo? O Batista é que está certo, ele não se sujeita a porcaria da PG, PG Sucks”.

        E quando ele voltar, se voltar, esses fãs vão dizer: “Que cara é esse Batista, mesmo não concordando com a PG, como nós, os fãs concientes, ele volta para WWE, ele realmente ama essa empresa”.

        Claro que essa minha tese é só um palpite, obviamente com uma boa grana e uma boa conversa tudo pode mudar, mas acho difícil que ele volte por agora, principalmente pelo fato de ele ter vencido a sua primeira luta no MMA, apesar de ter lutado muito mal contra um adversário medíocre.

      • Salgado - há 4 anos

        Podes te intrometer à vontade :)

        Sim, também pode ser isso, mas não estou a ver o Batista como alguém preocupado com o que os fãs dizem ou pensam dele, mas é uma possibilidade.

        Oh, estava-se à espera de mais? Alguma vez, com 40 anos, ele iria ter uma carreira na MMA como, por exemplo, o Lesnar teve? Ou sequer lá perto? Ele teve a luta porque queria realizar o sonho de poder dizer isso, mas não passa disso. Duvido que se meta em mais desses.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Eu também não vejo o Batista como alguém que se importe tanto com os fãs, mas também não consigo o ver como burro, então a primeira hipótese me agrada mais.

        Espero que ele tenha planejado fazer pelo menos mais duas ou três lutas, porque lutar só contra aquele cara, e proporcionar uma das piores lutas de MMA na minha vida, antes não tivesse lutado.

        Podem me chamar do que quiserem, mas torço para o Batista não voltar, não torço para o Lesnar renovar, e também quero que essa seja a última Wrestlemania do Rock e também a última do Undertaker.

        Só queria que a WWE tivesse um mínimo de coragem, e começasse a trabalhar mais com os lutadores da época atual e do roster atual. Sinceramente prefiro Daniel Bryan vs CM Punk no main-event da Wrestlemania do que The Rock vs John Cena, mas eu sou minoria e vou ter que suportar Rock e Lesnar terem mais destaque do que Ziggler, Sandow, Bryan, Orton, Sheamus, Rhodes, Barret e Miz

      • Salgado - há 4 anos

        Ahahaha LOOOOL

        Duvido que isso aconteça, mas também não sigo MMA e muito menos a carreira de Batista na MMA, portanto não serei a melhor pessoa para julgar isso.

        Para mim, o último combate do Undertaker e o HHH tinha sido este da WM28. O Lesnar até gostava que renovasse, por pura curiosidade de o ver a lutar com os lutadores da actualidade. Contudo, não acredito que sejam esses os planos da WWE, por isso também não faço uma festa se ele renovar. Eu gosto da ideia do Lesnar e do The Rock virem ajudar e interagir com as estrelas da actualidade. A quantidade de olhos a mais que eles podem por a ver os lutadores da actualidade é espectacular. Tenho é pena que sejam mal usados. Isso sim, dá-me pena e dá-me vontade não os voltar a ver.

        Eu não quero que eles fiquem com mais destaque, quero que eles ajudem os outros a terem tanto destaque quanto eles.

        Mas veremos o que é que a WWE tem planeado para a WM29.. Reclamamos depois, se for caso disso :)

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        O papel do Hogan contra o Rock foi muito bom, foi uma das poucas vezes que gostei dele.

        Se Rock e Lesnar viessem para fazer o que o Jericho e o Kane faz, por exemplo, eu ia adorar as aparições deles, mas a maneira com que eles estão colocados não me agradam em nada, o Lesnar estragando o Summerslam foi demais para mim.

        Na parte do Rock, se ele cumprir o seu papel e não ganhar o WWE Championship, confesso que gostaria que ele participasse de mais uma Wrestlemania, quem sabe contra o Daniel Bryan, ainda lembro daquele Rock Botton.

        E na minha opinião, apesar de ter gostado de Cena vs Lesnar, a melhor coisa que teve com a volta do Lesnar, foi que o Heyman veio junto, então não acho ele tão necessário assim.

        Dos únicos veteranos que gostaria, só o Stone Cold para ter aquela match contra o Punk, isso na WM30 claro.

      • Salgado - há 4 anos

        Exacto! Se até o Hogan, que toda a gente sabe como é, perdeu para The Rock duas vezes em pvp e lhe passou o testemunho, qual era a dificuldade em este fazer o mesmo?

        Tal e qual! O Jericho é que é um espectáculo. Vem quando pode, mas vem sempre para ajudar e isso é que interessa. O Lesnar não tinha nada que lutar com o HHH! Tinham-no posto com outro lutador qualquer da actualidade, tê-lo contra o HHH não criou nada de novo e não ajudou ninguém. E essa conversa de que os lutadores da actualidade não estão elevados o suficiente para enfrentar pessoas como o Lesnar é conversa fiada! São desculpas… Se não estão consolidados o suficiente ainda, então resolve-se o problema ao consolidá-los! Não é a lamuriar sobre o assunto e a adiá-lo que se resolve alguma coisa.

        A WWE tem uma máquina de promoção absolutamente brilhante. Eles conseguem fazer de qualquer pessoa uma estrela. O Lesnar seria o motivo, e o combate seria o grande lançamento dessa estrela.

        Já imaginaste um Lesnar/Bryan? Lesnar, a força destruidora, e Bryan o exímio wrestler a tentar escapar ao máximo? Já imaginaste a história que se poderia tirar daqui? O enorme choque de estilos que se podeia tirar daqui? Seria um Sheamus/Bryan (ER) ainda melhor!! Ou um Lesnar/Sheamus?! Eu adorava ver um Sheamus/Lesnar! Lesnar/Ziggler? Lesnar/Punk? Lesnar/Ryback? Lesnar/Barrett, agora até Barrett tem um estilo mais de brawler, já viste o que podiam fazer com isso? E um Lesnar/The Shield? A quantidade de combinações é interminável e grande parte delas, se bem feita, seria de certeza um sucesso! E só terias a ganhar com isso!

        Tal e qual! O The Rock fez maravilhas pelo Bryan na Raw1000, algo que é surpreendente dadas as circunstâncias! Que tal ver a finalização desse rock bottom?

        Em relação ao Stone Cold, sou um pouco indiferente, porque não acredito que ele volte, devido aos seus problemas físicos. Acho que esse é mesmo um combate que nunca vai acontecer, mas quem sabe?

  2. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Muito bom Salgado, eu gosto muito desses top10, e suas escolhas tiveram bastante sentido, pela sua argumentação, e é uma ótima maneira para se terminar o Opinião Feminina em 2012, que não foi um grande ano, mas também não foi o pior da história, mas o melhor dele é que traz boas esperanças para 2013.

    Sobre sua lista, ela está acho que bem diferente da minha, já que eu prefiro o combate de Punk vs Jericho no Extreme Rules do que na Wrestlemania, e prefiro D.Bryan vs Punk no Money In The Bank. Além de não considerar Rock vs Cena um dos melhores combates do ano, aliás nunca gostei tanto das ring-skills do Rock, e se notou que o tempo parado deste o prejudicou ainda mais nessa sua característica.

    Minha lista seria:

    1- Triple H vs Undertaker (Wrestlemania)
    2- TLC Match Team Hell No & Ryback vs The Shield (TLC)
    3- Punk vs Jericho ( Extreme Rules)
    4- Daniel Bryan vs CM Punk ( Money In The Bank)
    5- John Cena vs CM Punk (Night Of Champions)
    6- Big Show vs Sheamus (Hell In A Cell)
    7- Dolph Ziggler vs Randy Orton (Night Of Champions)
    8- Daniel Bryan vs Sheamus(Extreme Rules)
    9- Brock Lesnar vs John Cena (Extreme Rules)
    10-Punk vs Ziggler (Royal Rumble)

    Lembrando que como você fez, eu não também não quis repetir combates na minha lista, se isso ocorresse, D.Bryan vs Punk no Over The Limit e Jericho vs Punk na Wrestlemania entrariam também.

  3. |Ryback*[Feed Me More]| - há 4 anos

    Excelente artigo como habitualmente estamos acostumados de assisitir aos Domingos.Ja anciava por um artigo destes ha algum tempo e consigo ler-lo aqui.

    Quanto a tua escolha de combates,tenho a noção que foi a tua escolha pessoal mas a minha teria sido ligeiramente diferente e vou dizer em que:

    Eu teria trocado o Combate Chris Jericho vs CM Punk da Wrestlemania pelo Chicago Street Fight no Extreme Rules entre CM Punks vs Chris Jericho.Não é que o combate na wrestlemania tenha sido mau(porque não foi,foi um combate extremamente bom,com bons pormenores como referiste,muita emoção á mistura…..)mas bater o combate que eles tiveram no Extreme Rules é quase Impossível.

    O combate TLC entre o Ryback and Team Hell No vs The Shield,deveria ficar um pouco melhor posicionado na minha opinião (a frente do Cm Punk vs Daniel Bryan,que tambem nao foi um mau combate,alias foi um combate tecnico de wrestling fantstico)mas o TLC supera o em qualidade.

    Quanto ao resto concordo plenamente (ja agora gostei bastante da descrição detalada de cada combate)

  4. Silveira - há 4 anos

    A minha lista era:
    10-Sheamus vs Ziggler
    9- lesnar vs Cena eu nao gostei muito do combate foi o lesnar a matar o cena e depois no fim comeback
    8-sheamus vs big show
    7-punk vs cena
    6-the shield vs team hell no e ryback
    5-Y2J vs Punk WM
    4-Daniel bryan vs cm punk
    3- Daniel bryan vs sheamus
    2-punk vs Y2J ER
    1-end of An. Era

  5. Tibraco - há 4 anos

    Nesta altura do ano sabe sempre bem estas listas de “Melhores do Ano” , e penso que foi um artigo muito refrescante xD Eu gostei imenso, parabéns!

    Claro que estas escolhas são extremamente subjetivas e cada um tem o seu próprio top. Apesar disso penso que a tua lista está bastante coerente e, com a excepção do Jericho vs Punk (muito overrated xD), podiam perfeitamente ter sido os combates que eu escolheria.

    Ah, fiquei contente por teres escrito o artigo que eu pedi! Isso é que é seres dedicada aos pedidos dos fãs ahah xD Fico à espera pelo próximo domingo então ! Feliz 2013 Marta :)

    • Salgado - há 4 anos

      ahaa obrigado, Tiago :)

      :O :O O Jericho/Punk não é overrated! Agora chocaste-me xD

      Escrevi, pois! Mas isto não é a primeira vez que acontece, se tiveres prestado atenção, portanto não sou dedicada só agora :P Era para ter sido hoje, mas depois decidi que não fazia sentido um artigo sobre 2013 ser publicado primeiro que este, portanto há uns dias decidi mudar a ordem!

      Obrigado :)

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        Dedicada aos fãs q.b. a alguns pq o que eu te pedi não escreveste mas pronto… o Top está muito bom foste coerente.

      • Salgado - há 4 anos

        Primeiro, não posso responder a todos no mesmo fim de semana. Além disso, tal como referi no texto, eu já tinha isto preparado e decidi publicá-lo já. Um bocadinho de paciência não te fica mal, Frederico.

        Segundo, eu não vou escrever o que tu me pedes. Vou falar sobre um tema que tu escolhes, isso não garante que irá concordar contigo a 100%.

        Obrigado pela apreciação.

      • Frederico_WWE - há 4 anos

        Se não concordares que este ano de 2012 foi mais do que simplesmente um bocado mau já não és a “magnifica” Salgado.

      • Salgado - há 4 anos

        ahaha Mas quem é que te disse que eu queria ser “magnífica”?

        O ano desiludiu imenso, é um facto, mas há mais condicionantes e implicações a ter em conta do que aquelas que tu aparentas estar a considerar.

      • Não chores rapaz lol

      • Tibraco - há 4 anos

        Esse combate é overrated, sim xD O que eles tiveram no Extreme Rules, salvo erro, foi mais interessante. Mas claro que isto são opiniões. De resto concordo com o teu top :)

        Estava a brincar, eu sei que tens sido sempre dedicada xD Mas olha que este artigo, numa altura do ano em que a WWE teve que fazer umas “férias”, foi muito bem lembrado. Muito sinceramente acho que , de vez em quando, este género de artigos só valoriza ainda mais o teu trabalho aqui no OF.

      • Salgado - há 4 anos

        Tu não me fales do combate no Extreme Rules! Estive super indecisa entre qual dois colocar.. Cheguei mesmo ao ponto de os ir rever aos dois! (qualquer desculpa serva para ver bons combates :P) Mas depois, pelas razões dadas acima, preferi este!

        Já há alguns meses que tinha metido na cabeça que tinha de fazer um top. Já fiz uma enumeração antes, mas nada como isto. O problema é que nunca tinha um tópico ou tema que realmente me interessasse e parecesse sólido o suficiente. Ora, pouco depois do TLC, estava a fazer a planificação das semanas seguintes do OF e finalmente, surgiu tema! Muito obrigado :)

  6. Pantallica - há 4 anos

    Muito bom artigo!

    Devo desde ja dizer, que ao ler o “resumo” do 1º classificado fiquei arrepiado tal como fiquei praticamente durante todo este combate, que poderá ser candidato a combate da década. Mas espero que isso nao seja tão fácil de acontecer porque será sinal em que houve outros combates foras de serie que complicaram a decisão. xD

    As minhas escolhas presentes no top são basicamente as mesmas que as tuas, apenas tirava o Ziggler vs Sheamus e colocava Ziggler vs Randy Orton. Mais de resto acho que faria as mesmas escolhas. Quando aos posicionamentos, eu metia Cena vs Punk no NOC num lugar bem melhor, e o Lesnar vs Cena mais atrás.

    Boas entradas e continuação de um bom fim de semana!

  7. MicaelDuarte - há 4 anos

    Grande artigo (mais uma vez). É a primeira/segunda vez que comento um artigo aqui no site mas sou um seguidor assíduo do teu trabalho aqui e ler os teus artigos até dá gosto Salgado!

    Concordo com algumas posições mas com outras nem tanto.

    Por exemplo o combate Rock x Cena, na minha opinião, apesar de não ter sido mau, não correspondeu bem ao que eu (e talvez a maioria) esperava. Penso que o combate é/foi sobrevalorizado apenas pelo nome dos intervenientes.

    O combate Jericho x Punk WM foi um grande combate mas o que tiveram no Extreme Rules ainda foi melhor e eu teria colocado o do Extreme Rules. Mas entendo na boa a tua escolha do combate da WM porque afinal foi puro wrestling.

    E claro que o embate HHH x Taker foi algo “surreal”. Magnífico combate que nos pôs com as emoções à flor da pele (o momento do Sweet Chin Music no Taker então fez-me pensar mesmo que era o fim!). A foto final dos três juntos nem vale a pena comentar (no bom sentido claro!).

    The Shield x Ryback e Hell No – Assim que ouvi falar aqui pelo site do Ambrose e do Rollins (não os conhecia) fui pesquisar e realmente é de um gajo ficar rendido ao talento deles, não querendo tirar crédito ao Reigns que está a provar ser também merecedor da oportunidade que lhe está a ser dada. Excelente estreia que tiveram no TLC e também os teria colocado numa posição um melhor.

    Mas claro são opiniões e têm que ser respeitadas…

    Continua com o excelente trabalho porque o pessoal agradece! ;)
    Feliz 2013 :)

  8. Rodrigo Mysterio - há 4 anos

    A minha lista seria:

    1. Undertaker vs Triple H – WrestleMania 28
    2. Brock Lesnar vs John Cena – Extreme Rules
    3. The Shield vs Hell No e Ryback – TLC
    4. CM Punk vs Daniel Bryan – Money in the Bank
    5. Sheamus vs Daniel Bryan – Extreme Rules
    6. The Rock vs John Cena – WrestleMania 28
    7. Chris Jericho vs CM Punk – Extreme Rules
    8. CM Punk vs John Cena – Night of Champions
    9. Dolph Ziggler vs Sheamus – No Way Out
    10. Sheamus vs Big Show – Hell in a Cell

  9. José Sousa - há 4 anos

    Bom artigo não concordo com tudo Salgado eu punha o seguinte top:

    10-Sheamus vs Big Show no Hell in the Cell- por razões óbvias foi surpreendente a qualidade deste combate, poucos acreditavamos que fosse tão bom e de facto foi bastante bom o combate.

    9- John Cena vs Brock Lesnar Extreme Rules- O combate é muito melhor do que aparenta á primeira vista é agressivo e teve qualidade, claro que acabou com o comeback do costume mas mesmo assim bom combate.

    8- John Cena vs Punk Night of Champions- Quem diz que o Cena não tem talento por vezes tem que ver que está muitas vezes vezes condicionado. O homem sempre que luta contra o Punk liberta-se daquela personagem mais boring e torna-se muito mais interessante.

    7-Ziggler vs Sheamus- Excelente combate aliás eu lembro-me de ver esse combate no chat e tanto eu como tu gostamos do pop que o Ziggler estava a receber. Mas sobretudo este combate demonstra o talento que os dois têm.

    6- Daniel Bryan vs Sheamus Extreme Rules- Excelente combate compensou o do Wrestlemania e fez-nos sentir uteis como fãs uma vez que o movimento YES valeu a pena!

    5- Jericho vs CM Punk (Wrestlemania)- foi o combate que verdadeiramente deu o pontapé na Wrestlemania, se esperava mais talvez, mas mesmo assim foi um combate fantástico entre dois dos meus wrestlers preferidos.

    4-The Shield vs Ryback e Hell NO!-Acho que já se disseram todos os adjectivos possíveis e imaginários para descrever a qualidade deste combate é dos melhores combates deste tipo de sempre entra no meu TOP 10 de TLC. E fez-me lembrar a sensação que senti quando vi o TLC entre o Edge e o Undertaker que é o meu TLC Match preferido de sempre, só depois vem os dos Dudleys, E&C e The Hardyz.

    3-Daniel Bryan vs CM Punk (over The Limit- Eu fiz um artigo só sobre este combate de tão maravilhado que estava por isso acho que já diz tudo sobre a qualidade de combate que até no final foi brutal.

    2-Jericho vs Punk Extreme Rules- Para mim este só não é o melhor do ano porque tivemos o do Taker na Wrestlemania senão dizia-te que foi na minha opinião o combate mais perto da perfeição técnica e de emoção deste ano.

    1-Taker vs Triple H- Eu mal consigo mais adjectivar este combate porque ele foi perfeito do ponto do vista emocional, sinceramente eu não chorei mas olha que estive muito lá perto. Foi emocionante para mim aquela despedida é dos melhores momentos pós-combates do ano.

    Uma boa entrada em 2013 cara colega Salgado;)

  10. Opportunist - há 4 anos

    Muito bom artigo como sempre Salgado,discordo um pouco vc em relacao ao Top 10 pois o meu eo seguinte: 1 Triple H vs Undertaker – Wrestlemania 28 2 CM PUnk vs Chris Jericho – Extreme Rules 3 The Shield vs Hell No e Ryback – TLC 4 Daniel Bryan vs Sheamus – Extreme Rules 5 CM Punk vs Daniel Bryan – Over The Limit 6 CM Punk vs John Cena – Night Of Champions 7 The Rock vs John Cena – Wrestlemania 28 8 Brock Lesnar vs John Cena – Extreme Rules 9 Chris Jericho vs Dolph Ziggler – SummerSlam 10 Big Show vs Sheamus – Hell in a Cell Essa e minha lista botei Ziggler vs Jericho pois foi um combate q gostei muito e pra mim foi o unico do SummerSlam.Por fim quero desejar um feliz ano novo a voce e a todos do Wrestling PT.

  11. marcos corinthians - há 4 anos

    Os melhores combates desse ano foi
    1 Undertaker vs Triple H-Wrestlemania
    2 CM Punk vs Daniel Bryan-Over The Limit
    3 Brock Lesnar vs John Cena-Extreme Rules
    4 The Shield vs Ryback e Hell NO-TLC
    5 CM Punk vs Daniel Bryan-Money in the bank
    6 CM Punk vs John Cena-Night of Champions
    7 Sheamus vs Daniel Bryan-Extreme Rules
    8 John Cena vs Dolph Ziggler- TLC
    9 Smackdown Money in the bank-Money in the bank
    10 CM Punk vs Chris Jericho- Wrestlemania

  12. Eduardo Oliveira - há 4 anos

    Esse é o meu top 10: 1. Undertaker x Triple H – Wrestlemania XXVIII
    2. CM Punk x Chris Jericho – Extreme Rules
    3. The Shield x Ryback e Hell No – TLC
    4. CM Punk x Daniel Bryan – Over The Limit
    5. Daniel Bryan x Sheamus – Extreme Rules
    6. CM Punk x John Cena – Night of Champions
    7. CM Punk x Daniel Bryan – Money in the Bank
    8. CM Punk x Chris Jericho – Wrestlemania XXVIII
    9. Ziggler x Sheamus – No Way Out
    10.Sheamus x Big Show – Hell in a Cell

  13. Ruben - há 4 anos

    Gostei gastante deste artigo
    Parabéns Salgado.
    Mas cada tem a sura opinião própria.
    Para min seria ;

    1 – Undertaker vs Triple H – WrestleMania 28
    2 – The Shield vs Hell No e Ryback – TLC
    3 – Brock Lesnar vs John Cena – Extreme Rules
    4 – CM Punk vs Daniel Bryan – Money in the Bank
    5 – The Rock vs John Cena – WrestleMania 28
    6 – Sheamus vs Big Show – Hell in a Cell
    7 – CM Punk vs John Cena – Night of Champions
    8 – Chris Jericho vs CM Punk – Extreme Rules
    9 – Sheamus vs Daniel Bryan – Extreme Rules
    10- Dolph Ziggler vs Sheamus – No Way Out

  14. danielLP21 - há 4 anos

    À caça de elogios? EUUUUU?! Nunca jamais em tempo algum! Quem te “ouvir” ainda pensa que preciso de elogios para alguma coisa. Pfffffff, coitada :D

    Pode pode. Desta vez, não me vencerás muhahahahahahaha ( imaginar a cara de Barney Stinson a fazer o riso maléfico xDD)

    Sim, este combate foi histórico, mas sei lá… Não o consigo mesmo ver nos 10 melhores do ano, por mais importância que tenha tido. Foi o pior “Dream Match” de sempre, pelo menos para mim. E olha que não gostei especialmente do Hogan vs Rock, mas pelo menos aí o público ainda deu uma ajudinha…

    Eu não idealizei a rivalidade. Só me lembrei do Jericho e não pensei mais no assunto, até porque eu pensava que o “Y2J” não voltaria tão cedo.

    Hm não sei, mesmo que tenha sido ele a ter que provar algo sinto-me um bocado parvo em não gostar dele na altura. Nunca disse que ele não valia nada ou algo do género, mas não via mesmo nada de especila nele. E eis que, voilá!, ele muda de gimmick ( pelo menos, eu considero que sim), e conquista-me!

    Ai eu cá sou fã deles desde a ROH! Ainda me lembro quando… Estou a brincar! Eu gostei do Punk desde aquela promo de estreia dele na ECW. Teve logo ali algo que me fez gostar dele. Mas se me tornei logo fã dele? Nope! Apenas em 2009, apoós o seu heel-turn, é que comecei a olhar para ele com outros olhos. Em relação ao que eles fizeram na ROH, tenho pena de não ter acompanhado o que eles fizeram lá, naquela altura. Quando o Bryan fez essa promo no NXT, era-me completamente indiferente! Era só mais um que estava para ali :D

    Claro que o Bryan vai chegar ao nível do Punk e do Cena! Aliás, acho que o percurso dele vai ser parecido com o do Punk. Ou seja, o Punk demorou 6 anos a definir-se no topo, o Bryan deverá demorar 5/6. Como ele se estreou no início de 2010, lá para 2014/2015 ele será uma das principais estrelas da WWE, dependendo também do rumo que a gimmick dele tiver. Mas não tenho dúvidas que o Bryan, um dia, alcançará um estatuto legend…wait for it…DARY! Legendary! xDD

    Tirou-te anos de vida?! :O Damn, só espero que não tenham sido muitos. Ainda quero ler este artigo durante muito tempo!

    Claro que me safo! Eu não tenho a “obrigação” de fazer um artigo, logo, não sou eu que tenho que ser completamente isento! Tu não podes repetir mas eu posso, é assim a vida :P

    Sem dúvidas, nunca te presto atenção! Pois claro, até parece!

    Claro que basta um bom cheque para o Batista regressar. Eu não acho que seja apenas para um combate, acho mesmo que ele pode regressar a tempo inteiro. Quando, como e quais as consequências? Não sei, nem penso muito no assunto. Eu acredito que ele volte, mas não tenho certezas de que o faça. É esperar para ver.

    Não desgosto do Twitter, é a única rede social que suporto. Mas não gosto claro! Enfim, é melhor não me falares mais disto, senão passo mais uma noite em claro. Sim salgado, passei aquela noite em branco, a chorar por te teres vendido ao Diabo! Estragueste-me o Natal! :(

    Claro que tem valido a pena ( o teu trabalho). Mas não te vou elogiar mais, desiludiste-me muito na última semana e agora vais ter que voltar a conquistar o meu… RESPECT!

    • Salgado - há 4 anos

      ahahahaha adoro! :D Nãoooo, claro que não, que disparate o meu! Elogios são coisas insignificantes que em nada afectam o ego das pessoas e só os fracos se deixam enganar… Algo que tu não és, como seria de esperar :D

      ahahah, ok, ok venceste-me! como é com uma gargalhada à barney, até nem me importo :)

      Eu compreendo o que estás a dizer. Isto foi de tudo, menos de sonhos. Não considero o Hogan/Rock um combate de sonho para mim.. Como poderia ser? Quando o Hogan estava no auge da sua carreira, eu não passava de um projecto dos meus pais. Já o The Rock, embora seja fã do que vi dele, não posso propriamente dizer que sonhei em ver este combate acontecer e que vibrei, pois eu ainda nem via Wrestling quando isto aconteceu. É natural que todas as suas condicionantes (lutadores, história, construção, sítio…) tornem o combate num combate de sonho, tal como o Cena/Rock – isso era um dado adquirido – mas não o foi para mim.

      Ai, eu ideializei! Até à promo do Punk, eu queria que o Jericho voltasse para enfrentar o Undertaker na WM28. Assim que o Punk abriu a boca grande dele, passei a sonhar com Jericho/Punk. E não fui a única, lembro-me de ter discutido/fantasiado sobre o assunto com o Chazz.

      Não tens nada que te sentir parvo! Eu também já tive alturas em que me achei parva e me arrependo por não ter visto isto ou seguido aquilo, mas de que é que isso vale? Não muda nada. Agora é uma questão de aproveitar o que tens e o que passou, olha passou :) Embora não tenha mudado no período NXT-MITB, ele claramente mudou quando começou a história com a AJ. Não foram mudanças óbvias, mas ainda assim existiram.

      Ahahaha.. Tu estás a gozar, mas é que há muitos fãs que assim que certo lutador atinge o auge de popularidade, se lembram que sempre os adoraram. Foi o que se passou com o Punk em 2011 e foi o que se passou com o Bryan em 2012. O que eu sempre achei piada é que toda a gente começou a adorar o Punk em 2011/2012, mas foi em 2012 que comecei a não suportar… O Punk na ECW nunca me afectou muito. Achei piada ao facto dele ter ganho a mala de MITB na WM24, mas não me afectou. Só comecei a gostar dele depois de ter perdido o título WHC. Tive pena dele e comecei a apoiá-lo. Poucos meses depois, em 2009, tinha-se tornado o meu lutador preferido, juntamente com o Jericho.

      Pronto, tu foi quando ele fez o turn. Eu comecei a gostar dele meses antes.

      Eu também tenho pena de não ter “vivido” o que eles fizeram, mas não posso fazer nada em relação a isso. A única coisa que posso fazer é ver agora, e isso já faço à imenso tempo. É a mesma treta de sentir pena por não ter vivido a “Attitude Era”. É triste e tenho pena, mas isso não me leva a lado nenhum, por isso faço o que posso, que é ver agora.

      Aiii, nada indiferente! Essa promo conquistou-me de vez. Eu já tinha começado a achar-lhe alguma piada, e depois ele fez essa promo e pronto, fiquei rendida xDD

      Pois, eu também espero que chegue! Estou a contar com isso. Eu não estou preocupada com gimmicks ou coisas do género. Eu confio no Bryan e ele está farto de provar que, mandem-lhe o que mandarem, ele dá a volta por cima. Tenho é receio dos maníacos que controlam a WWE… Mas pronto, também não me serve de nada mandar vir sem ainda ter acontecido nada. Agora é a melhor e a pior parte de ser fã: assistir ao percurso dos teus lutadores preferidos. É a melhor porque estás a vivê-la e soa-te real e é a pior porque tu não sabes como acaba. Não tens forma de te sentir “seguro” nas tuas apostas. É como andar numa montanha russa :) Ahh sim! Mas podes ter a certeza que ele vai ser LEGENDARY! Ele tem tudo o que é preciso para o fazer!

      Ahahaha adoroooo! Fogo, mas é que stressei-me tanto com aquele combate, não consigo descrever e fazer justiça. Eu fiquei mesmo com medo que a streak acabasse e como a WM até àquele momento não tinha sido satisfatória, o que eu precisava menos era de drama, mas pronto, nisso ao menos valeu a pena! Não te preocupes, no que depender de mim, vais continuar a ter a escolha de me aturar aos domingos :)

      Eu também não fui 100% imparcial, mas não consigo não manter um bocadinho disso, mesmo em tops. Pois, é verdade, há quem sofra para que outros possam debater sem a pressão de imparcialidade… aproveita a vida! ;)

      Até parece?! Não dou por nada :)

      Hmmm.. a tempo inteiro? Só se for a tempo inteiro por três ou quatro meses, estilo o que o Jericho faz mas sem a enorme qualidade nos combates e promos. Sim, agora também não vale a pena pensar muito nisso. Veremos o que se sucede depois do Rumble, mas mesmo assim, se voltar, não acredito que seja já para esta WM29, portanto pode-se por o Batista de lado por agora.

      O Twitter é brutal! É a única rede social que posso dizer que gosto. As outras que tive, e o Facebook, são toleráveis, dadas as necessidades, mas o Twitter é fixe. Não é nada invasivo, é simples e prático! Mas sim, tens toda a razão… Eu não quero que fiques noites acordado sem conseguir dormir… Tens que guardar isso para as noites de ppv! É melhor mudarmos de assunto, não quer atormentar mais a tua vida :/ Já me custa saber que te estraguei o natal :(

      Não te preocupes, eu vou reconquistar o teu respeito e voltarás a elogiar-me! Pois, ao contrário de pessoas fortes como tu, eu até vou precisando de um elogiozinho de vez em quando :P

      • danielLP21 - há 4 anos

        Se forem sinceros, sim, gosto dos elogios. Mas só se forem sinceros!

        Oh claro que para mim o Hogan vs Rock também não foi um combate de sonho, mas foi para a WWE e para a generalidade dos fãs. Logo, tenho que o considerar como tal. Mas olhando para todos os combates de sonho, vendo ou não Wrestling na altura, o “Once In A Lifetime” foi o pior deles todos, a meu ver. Para mim, foi um combate com qualidade, no máximo para um main-event de um PPV mais “normal”.

        Hmm… Então adivinhaste a feud Jericho/Punk? É o que digo, tens que ir para a equipa criativa da WWE. Eu na altura nem imaginava um regresso do Jericho. Olha, agora que falaste nisso, adorava vê-lo a lutar com o Undertaker numa WrestleMania! Será que ainda vão a tempo? E será que o Jericho aceitava, uma vez que não estaria a elevar nenhum jovem?

        Eu acho que as mudanças foram óbvias! Ele passou de alguém “banal” a um maluco que gritava “YES!” quando isso não tem sentido nenhum! E o mais importante… a barba! Salgado, A BARBA!

        E achas que eu não sei?! “Eu gosto do Punk desde a ROH”, “eu gosto do Punk desde a estreia dele”, “sempre fui fã dele”… Hipócritas! Eu sempre simpatizei com ele, depois ele chamou-me a atenção especialmente em 2009 quando virou heel e fiquei a adorá-lo no fim de 2010 quando ele estava como comentador e quando se tornou o líder dos New Nexus! Foi brutal! E eu sei que falaste sobre isso nas primeiras edições do OF :)

        Jericho? 2009? Meu Deus, este gajo é tão bom naquilo que faz! Eu não o suportava naquela altura! Sim, EU não suportava o JERICHO! Como é que é possível? Ele irritava-me tanto mas tanto, com aquele tom de voz quase no “mute”… Eu sentava-me a ver um show e pensava “Bem Daniel, hoje vais fazer um esforço e vais voltar a gostar do Jericho”, mas mal ele começava a falar eu sentia voontade de o esganar! Agora olho para trás, vejo vídeos da altura, e apercebo-me da qualidade que ele tinha com aquela gimmick… Que heel soberbo! Só não gostei dos Jerishow, não por causa dele em especial mas sim porque não gostava de os ver juntos. Mas quando o Jericho se foi embora em 2010, voltei a mim e vi que era o Chris Jericho… Um dos meus favoritos! Uma prova de que por vezes só damos valor às coisas ( e às pessoas) quando eles se vão embora…

        Eu também vejo a altura da “Attitude Era” agora! Vejo todos os PPV’s e as Raw’s e SmackDown’s que estão disponíveis, mas não tenho muita pena de não ter acompanhado na altura. Nem penso muito nisso. Não haja dúvidas: o The Rock era absolutamente genial. Neste momento vou no ano de 1999 e o último PPV que vi foi o Over The Edge, no qual aconteceu a tragédia do Owen Hart.

        Pronto pronto, se quiseres faço-te um Top sem combates repetidos! Ao contrário de ti, não tenho prazer em causar sofrimento aos outros… E vou pensar se vou continuar a escolher vir aqui aos Domingos! Será que vale a pena?

        Quando eu digo a tempo inteiro, quero dizer que é uma estadia de algum tempo sem ser em part-time. Sim, como o Jericho fez este ano, mas no caso do Batista acredito que seja mais tempo. No máximo, um ano. Mas lá está, não vale a pena pensar nisso agora.

        Não acho que seja brutal, é o menos mau… É a única que pode ser um bem necessário…

        Elogiar-te?! Eu?! Estás cá com uma sorte… Espera sentada!

      • Salgado - há 4 anos

        Ainda bem. isso mostra que te enquadras no pequeno grupo de pessoas que ainda possui alguma dignidade e amor próprio :)

        Exacto. O “Once In A Lifetime” foi o pior por vários motivos. Por exemplo, comparando ao Rock/Hogan, uma das maiores diferenças foi o público. Enquanto no primeiro, tinhas um arena a ir à loucura, neste último os mesmos estavam cansados e moles, depois de terem assistido ao HIAC e ao Jericho/Punk. Já para não falar do facto de ser um estádio aberto. “Para mim, foi um combate com qualidade, no máximo para um main-event de um PPV mais “normal”.” De acordo. Não teve Wrestlemania feeling.

        Não adivinhei. Torci por ela :) Naquela altura, não encarava a mesma como aposta, era apenas um desejo. Eu também não sabia se este iria regressar ou não, apenas era algo que queria muito. Oh, agora? Ir a tempo vão, o Undertaker ainda não está morto. Acho que o Jericho aceitava na boa. Ele também lutou com o Edge e este não era nenhum novato.

        Ahhh, sim. comparado com a agora, o Bryan mudou da noite para o dia. Mas para a sua história com AJ – só essa história – as mudanças não foram assim TÃÃÃÃO significativas. A BARBA!!! Que brutal! Já existiu uma altura em que a apreciei, agora está simplesmente grande demais… Ele parece o pai natal xDDD Mas, como é para a comédia, é um detalhe que lhe fica a matar.

        Em relação ao Punk, comecei como simpatizante, passou a meu lutador preferido (fim de 2008/2009), em 2010/2011 tornou-se novamente indiferente, até à épica promo. Depois da promo, comecei a simpatizar com ele outra vez, mas por volta da altura do Rumble de 2012, já estava meio enjoada dele. E tenho ficado assim até ele virar heel.

        Como fã, eu não gostei quando ele se tornou líder dos New Nexus. Quer dizer, foi intrigante para os primeiros dias e tal, e adorei a estreia do Mason Ryan, mas depois disso foi uma completa downfall. Os Nexus também já não eram nada de especial, nessa altura, portanto… Falei pois!!! Também me lembro disso! Não me lembro do que disse, mas lembro-me da imagem que escolhi!! :) E acho que o título era mesmo “New Nexus”, não era? É capaz xDDD

        Não me digas nada! Em 2008 e 2009, eu só via o Jericho à frente. (E depois, não muito atrás, vinha o Punk). Eu ADORAVA-O! Jesus, desde toda a história com o Shawn Michaels até àquela run impressionante em 2009, foi brutal! E sabes o que é que eu te digo? Isso é prova do talento dele! Ele fazia com que as pessoas o quisessem matar!! E quando ele mandava vir com os fãs, nas arenas? “Don’t touch me!” “you touch me again, I’ll knock you out, junior.” OMG, que brutal! Dos melhores heels de sempre e essa run provou isso mesmo.

        Eu gostei dos Jerishow, mas fiquei desiludida a início. É que no ppv em que anunciaram que o Edge e o jericho iam fazer equipa, eu literalmente fiz a festa! Tipo adorei a ideia e adorei a equipa e só queria era ver mais e mais e mais… Ora, o Edge lesionou-se… E pronto, o Big Show não se compara ao Edge, não é verdade? Por isso, fiquei desiludida a início, quando o Jericho o anunciou como parceiro, mas acabei por gostar!

        Podes crer! De todas as lendas que estão “à disposição”, o Jericho não é só o único em quem eu confio totalmente para ajudar e proteger a geração actual, mas é também o único que não me importo de ver regressar as vezes que forem precisas.

        Eu já passei pela fase em que ficava mesmo triste por ter perdido isso. Agora, já não me afecta. Acompanho o que posso e vibro à mesma – embora não seja a mesma coisa – mas, sou feliz de qualquer maneira :) Aish, eu ainda não vi esse pay-per-view. Eu sei que aquilo não mostra nada, porque eles estavam em intervalo, mas ainda não consegui arranjar estomâgo para estar a ver um evento onde, durante a maior parte, os performers sabiam do que tinha acontecido. Eu tenho o evento e posso vê-lo quando quiser, mas ainda não tenho coragem xDD

        Não, não precisas de ter dar ao trabalho :P Teres dois combates do Jericho no top 10 até te torna uma pessoa bem mais agradável, portanto não me importo :) O que é que eu posso fazer? Nunca prometi ser simpática :) Eu acho que vale, mas não quero induzir ninugém em erro.. É daquelas experiências que terás que ver por ti próprio. Achas que vale a pena?

        Ehmm, não acredito nisso xDD Mas veremos!

        Daniel, não são as redes sociais que estão erradas, são as pessoas que as usam :) E sim, o Twitter é brutal!

        É o que estou a fazer :)

      • danielLP21 - há 4 anos

        Eu adoro a barba do Bryan. Deixo ao teu critério se lhe fica bem ou mal, mas que lhe dá um toque de comédia absolutamente sublime lá isso dá! Penso que foi no Tribute To The Troops que ele comparou a barba dele com a barba já não me lembro de quem/do quê. Acho que era mesmo de um goat… Só sei que me ri às gargalhadas com aquilo, sem exagero! Que pérola… Epá, eu acho que ele tem mesmo muito jeito para estas coisas, e tanto ele como o Kane não enjoam em nada. Conseguem sempre renovar-se e continuar a surpreender pela positiva. Se isto acontecessem em todos os casos, a WWE não teria metade dos problemas que tem. O próprio físico do Bryan dá-lhe um ar naturalmente cómico, e se lhe juntarmos aquela barba e aquelas expressões que ele tem… Perfeito!

        Ai eu adorei o Punk na altura dos New Nexus. Sim, eles já estavam em decadência, mas ele conseguiu que eu ficasse com atenção ao que eles faziam, e foi aí que começou a história dele com o Cena e também foi nessa altura que ele começou a dizer algumas verdades. Até o visual dele era excelente, com o cabelo curto.

        Eu adoro quando ele diz “junior”! Dos melhores heels de sempre sem dúvida… Eu acho que na altura não engoli muito bem a nova gimmick dele porque tinha saudades do “Y2J”… Nem parecia a mesma pessoa! E só pode ser considerado um elogio :)

        Claro que o Edge e o Big Show não têm comparação… O Edge fez tanta falta nesse ano, que para mim foi o pior deste século, apesar de 2010 não ter sido muito melhor. O que vale é que depois teve aquele regresso no Royal Rumble e lutou com o Jericho na WrestleMania, uma das minhas rivalidades de sonho, que felizmente se confirmou.

        Claro. O Jericho e o Kane são aqueles em quem eu confio a 100%… Mas também, quem sou eu para confiar ou deixar de confiar? :D

        Eu já o vi para aí 3 vezes. A mim não me custa nada porque já passaram 13 anos e meio, mas o The Rock, o Undertaker, o Triple H, o Steve Austin, o Ken Shamrock, o Mick Foley, o Big Show, o Test, o Viscera, o JBL, o Big Boss Man e o Faarooq estão de parabéns. E estes são apenas os que lutaram depois da confirmação da morte dele, fora aqueles que lutaram depois do acidente ( como o Billy Gunn e o “Road Dogg”) e nãoo sabiam se ele sobreviveria ou não… E claro, o JR e o “King” foram fantásticos, assim como o resto dos que estavam nos bastidores. E o que mais me arrepiou foi ver o Vince McMahon a entrar numa ambulância depois de ser atacado no Heat ( antes do PPV)… Mal eles sabiam que a ambulância ia ser mesmo necessária…

        Não, não vale a pena. Até porque tu nem tens o melhor artigo do site nem nada. Ah, e de simpática tens 0, até porque não sorriste para mim na única vez que me viste à tua frente. Tens tanto de simpatia como o Great Khali de talento e o David Otunga de carisma.

        Então as pessoas que mudem. Quem sabe se um dia eu não adiro ao Twitter? Já cheguei a pensar nisso, mas nunca avancei e até agora ainda não me arrependi.

        Então continua a esperar sentada, é da forma que não te cansas!

      • Salgado - há 4 anos

        Do ponto de vista da personagem, também adoro! :) Foi com um “goat” dos Muppets! Por acaso, também adorei esse segmento. É que a cara que ele fez foi mesmo de rir e chorar por mais. Por acaso, eu receava que com o tempo os segmentos deles ficassem sem piada ou que a WWE abusasse e tentasse forçar algo que estava a correr bem, mas felizmente tal não aconteceu. Os dois continuam a fazer rir e a portarem-se lindamente. Podes crer, se todos os lutadores do roster fossem tão capazes e determinados a inovar e evoluir quanto o Bryan e o Kane, as nossas queixas reduziam-se consideravelmente. A questão é que sem a barba, o físico do Bryan não conseguia isso. É a barba, que ali, faz toda a diferença!

        Nahh… A início fiquei interessada, mas rapidamente me “desliguei” dos New Nexus..

        Sempre que o Jericho muda, eu tenho um problema qualquer em adaptar-me.. Quando ele regressou com essa gimmick, tive também alguma dificuldade em habituar-me à nova personagem e só queria a velha de volta. É certo que acabei por adorá-lo de qualquer maneira, mas aconteceu. Quando ele voltou em 2012, embora ele tivesse sido completamente brutal, por momentos tive saudades da personagem dele de 2008/2009 e queria essa de volta. Ele é excelente porque se está sempre a reinventar, mas vai haver sempre um período de tempo em que terei saudades do que este fazia antes. É de génio!

        Espera lá, está sa falar de 2009, certo? Não concordo. Até gostei de várias coisas em 2009, embora as histórias da Raw me tenham enjoado por completo, gostei da Smackdown desse ano. O Jericho e o Punk fizeram com que gostasse do ano. Eu dei mais pela falta do Edge quando ele se reformou em 2011. Aí sim, é que dei pela falta dele! 2010 foi semelhante, mas um pouco pior. Tive coisas que me animaram, mas já foram menos e passei parte do ano a ver “só por ver”. Concordo! Também era algo que queria ver e também fiquei feliz por se realizar. Tenho é pena que o combate deles na WM26 seja sempre ofuscado em detrimento da reforma do HBK. Adoro o Shawn, mas acho que as pessoas não dão o devido crédito a esse combate.

        Não és ninguém, mas como também és tu que te desiludes ou não, acho que tens esse direito! :)

        Não é a morte dele em si que me faz confusão, é ver todos esses lutadores a actuarem com a ideia de que um colega, e amigo deles, morreu pouco tempo antes. Dá-me pena e mexe comigo ter essa noção. Enfim…

        Obrigado, Daniel :)

        Então e tu? Sorriste para mim? :P “Tens tanto de simpatia como o Great Khali de talento e o David Otunga de carisma.” Ok, isto é um verdadeiro INSULTO! Isto não se diz a ninguém, Daniel. Percebeste? Ninguém!! Nem ao teu pior inimigo! xDD

        As pessoas não mudam porque tu queres que elas mudem. Elas mudam porque te vêem a ti mudar. As pessoas que tornam esta sociedade um grupo deprimente são as pessoas fracas de espírito e de integridade. E dentro desse grupo, há aquelas que são verdadeiramente intragáveis e as que são apenas influenciáveis. Tu consegues mudar as influenciáveis ao mostrares-lhes como devem agir. A melhor forma para tentar mudar o mundo é melhorar-nos a nós próprioa. (desculpa a filosofia, deve ser a pancada da 01h37 xDD).

        O Twitter é engraçado. Tal como todas as outras redes sociais, não é nem indispensável, nem algo que faça alguém perder o sono se não tiver. É-te útil se forem essas as tuas necessidades. Olha, eu criei pela pura piada, para experimentar, sem qualquer fé que fosse durar – pois, eu já comecei inúmeros blogs, contas de mil e uma coisas e depois nunca mantenho, porque me esqueço que as criei – mas, acabou por pegar e é o sítio onde basicamente mando os meus bitaites sobre tudo e serve-me. Quando deixar de ter piada, hei-de eventualmente esquecer-me da senha e puff, acabou-se :)

        E sentada continuarei :)

      • danielLP21 - há 4 anos

        E espero que não me estejas a chamar fraco irónica e indirectamente… :(

      • Salgado - há 4 anos

        Não te chamei asshole quando tinha a tua permissão e agora ia chamar-te de fraco? -.-‘

        Está descansado, estava brincar e a ser irónica :) Embora suspeite que tu tenhas percebido isso perfeitamente!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Suspeitas bem, mas como tu me desiludiste eu agora desconfio sempre de ti.

      • Salgado - há 4 anos

        Se calhar nunca devias ter confiado em primeiro lugar, assim era impossível desiludir-te :P

      • danielLP21 - há 4 anos

        Tens razão. Mas só caí à primeira. Não se vai voltar a repetir.

      • Salgado - há 4 anos

        ahahaha é assim que se aprende com os erros :) vês? Já estás a aprender!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Not funny!

      • Salgado - há 4 anos

        that’s debatable :) I’m laughing!

      • danielLP21 - há 4 anos

        NO! NO! NO!

  15. Bill Rods - há 4 anos

    Bom artigo, Salgado! O teu top está, na minha opinião, bastante bom. As tuas justificações acerca do posicionamento de cada combate na tua classificação são bastante credíveis.
    No entanto, se fosse eu a fazê-lo, diria, por exemplo, que o combate “The Rock VS John Cena” na Wrestlemania, por mais hype que tenha tido ao longo do seu build up durante o ano de 2011, não merecia ficar tão bem classificado. Eu também o poria no top 10, porém ficaria em 10º lugar. Não em sétimo. Também trocaria de posição os combates “Lesnar VS Cena” e “Punk VS Jericho”, ficando o 3º lugar em 2º lugar, e vice-versa.
    Por acaso, gostei bastante do combate “Lesnar VS Cena” no Extreme Rules, mas acho que simplesmente o “Punk VS Jericho” foi melhor!

    Acho que já houve alguém que disse algo do género acima, mas também trocaria o combate “Punk VS Jericho” da Wrestlemania pelo do Extreme Rules. O desenvolvimento pre-Wrestlemania desta feud foi bastante bom, mas o desenvolvimento que conduziu ao Extreme Rules foi simplesmente genial! Mas é claro que tu isso já sabes!…

  16. João Macedo - há 4 anos

    Fiquei chocado quando vi o testamento do meu querido e estimado avô. Devia ter visitado o Wrestling.PT nessa altura e ver os comentários a este artigo, com certeza o choque não era tanto.

    Excelente artigo, Salgado. E sou capaz de ser o único que pensava que o Daniel estava mesmo a falar a sério. Maldita ironia/gozo…

  17. André_THEROCK_1992 - há 4 anos

    O Sheamus aparece em 3 dos 10 combates…Muito interessante.Parece que não é tão mau como alguns o pintam por aqui.

    • Salgado - há 4 anos

      Exactamente o que referi vezes sem conta ao longo deste artigo.

      E por acaso, não é o único a aparecer 3 vezes. O CM Punk, o John Cena e o Daniel Bryan também aparecem três vezes :)

    • danielLP21 - há 4 anos

      Claro que não é mau! A personagem dele é que esteve demasiado “boring” ao longo do ano, mas acho que ninguém nega as qualidades que ele tem! Pronto, há sempre uns “haters”, mas são uma minoria à qual só temos que ignorar.

  18. CM Hardy - há 4 anos

    Eu gostei do Top, não mudaria nada a luta do Taker vs HHH foi fantástica, realmente emocionante sem dúvidas a melhor do ano.

  19. Miguel - há 4 anos

    Bom artigo Salgado.

    Daniel eu também não gostava do Bryan pensava que era só um “parvo” a dizer YES!

    Discordo novamente de vocês no facto de quererem que o último combate do Undertaker devesse ter sido na Wrestlemania.

    Fiquei meio à toa com a conversa do desiludir primeiro achei que era brincadeira mas depois como se repetiu várias vezes alguma coisa deve ter acontecido.

    Do Jericho eu sempre gostei dele.

    Gostava quando o homem dizia que era o “Best in the world in what I do”

    Eu quando vi o Punk dizer isso como nunca gostei dele pensei “olha agora este está a imitar o Jericho”

    E depois é que vi que isso podia dar a uma storyline.

    O End of An Era foi obviamente o melor combate.

    Eu sinceramente quando tu disseste que a maioria dos fãs acreditava na vitória do Cena fiquei WOW!!!

    E naquele debate de há uns meses de dizer quem achava que iam vencer pensei mas será que acham mesmo que o Cena vai ganhar?

    Eu achava que era evidente que o Rock ganhava.

    Eu o Batista é outro dos meus preferidos e quando ele disse que não voltava enquanto a wwe não deixasse de ser PG nem liguei, pensava que era mais um pretexto para estar de “folga” uns meses.

    Mas acredito e não tenho dúvidas nenhumas que se lhe pagarem ele volta.

    Acreditei que fosse na raw depois da Mania nunca acreditei que fosse o Lesnar.

    Agora espero que venha no rumble apesar de não acreditar muito.

    Daniel concordo com o que disseste que este espaço é muito bom e que desta vez foi um artigo mais normal mas gostei porque dada a altura do ano fazia falta!

    • danielLP21 - há 4 anos

      Uff! Não era o único então :P Exacto! Eu via apenas um paspalho a gritar “YES!” e não vi anada de especila nele.

      Não é uma questão de querer… Mas o homem já quase que não se aguenta em pé! Por mim ele durava durante muito mais tempo, mas apesar de ser o “Deadman” não deixa de ser um ser humano, e ninguém é de ferro…

      A Salgado desiludiu-me porque se vendeu ao Diabo: aderiu ao Facebook! E agora sou o único “hater” daquela porcaria. Estragou-me o Natal!

      Então pensaste o mesmo que o Jericho: “CM Punk is a wannabe!” Adorei eta rivalidade, a melhor do ano.

      Eu apostei numa vitória do Rock, mas tinha esperança que a WWE fizesse o mais correcto: dar a vitória ao Cena. Mas sim, para mim também era o mais provável, apesar de não ser óbvio.

      Duvido que o Batista venha no Rumble, até porque lutou há pouco tempo na MMA, e deve querer continuar por lá mais uns tempos.

      Para mim, o melhor espaço do site!

      • danielLP21 - há 4 anos

        WTF? Não via nada de especial*

  20. danielLP21 - há 4 anos

    Pois foi! Não me estava a lembrar, devia ser da hora. A cara dele foi de provocar dores de barriga de tanto rir! E na Raw de Natal? Quando ele e o Kane trocaram “presentes”? O Bryan parecia mesmo uma criança feliz por receber a prenda que tanto queria hahahaha! E na Raw dos Slammys? Quando o Bryan queria o prémio do Rock e o Kane o foi buscar e depois o Bryan estava ao colo do Kane a gritar “NO!”? O que eu não me ri com aquilo! O Kane parece o pai dele :D Enfim, só por estes dois já valeu a pena acompanhar a WWE em 2012. Claro que não foram a única coisa boa, mas foram das melhores coisas que a WWE fez este ano.

    Por mais que eu me tenha apercebido da qualidade da gimmick dele de 2009/2010, sempre quis que ele regressasse como “Y2J”. Sempre achei que seria mais melhor bom xDDD Agora a sério, ele como “Y2J” é brutal… “Come on babyyyyyy!” Hahaha que regresso. Por mais óbvio que o regresso dele fosse, eu só tive mesmo a certeza quando o vi. Ele consegue enganar os fãs melhor que ninguém! Pelo menos a mim :D

    Não gostei do ano de 2009. Agora sou eu que digo que nunca me prestas atenção! Já expliquei isto mais do que uma vez :(

    Nesse ano, a WWE repetiu inúmeras rivalidades, os PPV’s foram maus ( no geral, claro) e ainda tenho presa na garganta aquela derrota do Orton na ‘Mania com o Triple H, para ganhar o título um mês depois num Handicap Match?! Não gostei. Além disso, ainda estou para saber se gostei de ver o Edge a perder o Título da WWE na Elimination Chamber e depois a atacar o Kofi e a ganhar o Título Mundial na mesma noite. Por um lado, foi engraçado e surpreendente. Por outro, foi apenas mais um reinado sem significado, até porque perdeu o título logo na WrestleMania… E voltou a ganhá-lo um mês depois… E perdeu-o logo dois PPV’s a seguir para o Jeff Hardy, que por sua vez o perdeu minutos depois para o CM Punk ( vá, aí já gostei)! Em 2009, os títulos mudaram de mãos inúmeras vezes, sempre com reinados sem sentido. Quantas vezes foi o Cena campeão? E o Orton? E o Edge? Enfim, depois ainda tivemos o Hardy a ganhar o título sem sequer ter contrato com a empresa, só para o convencerem a ficar?! Para mim, foram trollados pelo Jeff… But it’s just my opinion… Se houve algo de bom? Vlaro que sim, aquele combate entre o “HBK” e o ‘Taker foi épico, ainda melhor que o segundo, apesar de o de 2010 ter sido mais emocionante porque sabíamos que ia ser o fim da carreira do Shawn. E as entradas deles na WrestleMania de 2009? Das melhores de sempre, a Luz contra a Escuridão… Lindo!

    Depois ainda tens a história dos Hardys: combates espectaculares, mas a história foi má. E ainda por cima acabam por ficar bem no fim de tudo? Bahhh, não gostei nada. Olha, é caso para dizer que em 2009 tivemos grandes combates de Wrestling, mas as histórias é que foram uma porcaria, por isso é que as pessoas se calhar até olham para esse ano como um bom ano, uma vez que um bom combate pode disfarçar uma má história. (xemplos? Hardy vs Hardy e Orton vs Cena. Neste último caso, não gostei da história mas aquele Ironman Match foi espectacular.

    Em 2010, tivemos as consequências do que se passou no ano anterior. O único lutador “feito” em 2009 foi o CM Punk, e eles podiam ter feito mais para que no ano seguinte houvesse Star-Power suficiente… E voltaram a repetir o erro em 2010 quando tiveram a oportunidade de “fazer” mais lutadores, mas não! Voltamos ao Cena porque é o mais seguro… Mas preferi o ano de 2010 ao de 2009, apesar de tudo…

    Não me lembro… Sorri? É capaz :D Por acaso não me lembro mesmo, mas sei que tu sorriste.

    Não tem mal nenhum! Eu gosto destas reflexões, e quem sabe se não é assim que voltas a conquistar o meu respeito? xDD Hm, mesmo que eu me mude a mim próprio, duvido que contribue para alguma coisa :P Sinceramente, “culpo” mais as pessoas influenciáveis do que as intragáveis, porque estas não têm cura, são mesmo assim e não há nada a fazer, agora as outras podem mudar alguma coisa e irrita-me que não o façam. Ninguém é perfeito, mas podemos aproximar-nos da perfeição… Basta termos personalidade própria, não ir pelo o que os outros dizem e fazem e ter as nossas póprias ideias. Já era meio caminho andado. E o facebook ajuda a que isso melhore? NO! NO! NO!

    Não convém esquecermo-nos das senhas, mas ok, és mesmo uma irresponsável.

    Fazes muito bem!

    • Salgado - há 4 anos

      Fogo, foi tão engraçado! Mas de todos os que referiste, o meu segmento preferido que ocorreu recentemente foi mesmo o dos Slammy! O qu eu não me ri com aquilo! É que estava mesmooo engraçado! Ter o Kane a agarrá-lo, então, para o levar, foi um toque de génio! Não digo que parece pai, mas eles os dois juntos já parecem daquelas duplas de senhoras idosas que já se conhecem há mesmo imenso tempo. Podes crer. Às vezes, para mostrar as outras pessoas, penso que clips dos Hell No são mais engraçados para mostrar e nunca consigo escolher só um, estou sempre a mostrar vários! Eles tornaram estes últimos meses de 2012 mesmo engraçados. Exactamente!

      Ahh, eu não! Foi só uma fase xDD Mas em todos os regressos do Jericho as coisas são assim… Eu tenho a certeza que é ele, eu quero que seja ele, mas depois tenho sempre medo que não seja e que saia desiludida… É sempre assim! Ah, sim ele goza connosco na melhor das descontracções! E não é só a ti que engana, a mim também me vai apanhando. A única altura em que não acreditei no que ele dizia foi quando ele começou a acusar os lutadores da WWE do copiarem.. Aí, eu tive logo um palpite que era para construir história. Imensa gente a mandar vir com ele e com toda a certeza que era ele a tentar manipular os fãs.. lembro-me de ter dito isso aqui no site, também!

      Eu sei que não gostas, estás farto do dizer. Segundo o que me lembro de tu dizeres, existiram demasiadas rivalidades repetidas, como Orton/Cena. A minha dúvida existia unicamente devido ao contexto desta conversa :D

      2009 e 2010 foram ela por ela, pelo menos para mim. Ambos tiveram coisas que adorei, mas também tiveram imensas fases em que eu só via por hábito… Já não era por gosto.

      Olha! Acertei!!! Vês?! Eu presto-te atenção! :D Agora começa é tu a prestar mais um bocadinho a mim, assim não ficamos desiguais xDD

      Relativamente à derrota do Orton na WM25, é verdade que foi um erro. O Orton tinha que ter ganho. Eles estavam a fazer dele uma estrela e esse era o grande momento dele. Reconheço isso e digo-o na boa, porque é verdade. MAs na altura, não me afectou. FIquei algo desiludida, mas foi naquela “Não devia ser o Orton a ganhar? Ahh, ok. Next!” Mas sim, ter o HHH a perder o título no Backlash foi estupidez pura. Aquilo não dez sentido nenhum, mas pronto. Foi mesmo para o HHH perder sem sofrer o pin, o que é estúpido, porque é o HHH! O HHH em 2009 já estava mais que feito! Enfim, politiquices…

      Olha, podes não ter gostado, mas foi um swerve espectacular! Era impossível de adivinhar isso! Quando o Edge foi eliminado logo da primeira Chamber, fiquei super chateada! Mas mesmo passada! Quando ele ataca o Kofi, fiz uma festa :) Na altura em que aconteceu, fiquei feliz! TIve pena dele perder na WM25 mas na minha cabeça ou era ele, ou o Orton – os dois heels não iriam ganhar, e tinha que ser o Orton – precisava mais. Tanta coisa, tanta coisa, e não ficou nenhum com o título! Mas lá está, como estás a dizer, foi reinado para fazer número.

      AHHH BOM! É que eu adorei o cash-in do Punk! Eu implorei para que o Punk aparecesse! Primeiro, porque nesse ano gostava mesmo do Punk (já falámos diss), segundo porque ter o JHardy como campeão estava-me a por muitooooo mal disposta!

      Olha, estares a dizer isso de 2009, faz-me lembrar outra boa coisa que 2012 teve: os títulos não mudaram de mãos assim por dá cá aquela palha. Existiram reinados, verdadeiros reinados – se quisermos fechar os olhos aos 18 segundos.

      Sim, o Cena e o Orton literalmente trocavam o título em todos os pay-per-views! Aquilo era à vez!

      Não sei se foi por isso… Para o convencer a ficar? Não conheço essa história! (Há muitos rumores de há anos atrás que eu não apanho, porque na altura não acompanhava as “noticias”).

      O Combate do HBK e do Undertaker na WM25 vai sempre ser especial. E não foi só o combate, a construção do mesmo foi tão brilhante! É uma daquelas histórias que já vi vezes sem conta por ser mesmo muito boa! E depois, as entradas foram épicas! Esse combate, e a história, é um daqueles perfeitos exemplos de um puzzle onde todas as peças encaixam umas nas outras. As estrelinhas alinharam-se – como eles costumam dizer – e magia aconteceu! Lembro-me de ver o combate em directo e de ir à loucura por isso. Foi mesmo muito especial, pelo menos para mim.

      Ai não. Pronto, fomos de 8 a 80! Passámos de uma história que tinha os meus olhos a brilhar, para os Hardy… xDD Eu não acompanhei essa história e não vi o combate deles. Estás a ver quando tu vais buscar comida ou vais à casa de banho durante os combates das Divas? Pronto, eu fiz isso no combate deles na WM25 xDD É verdade, não vi o combate em directo e até hoje, ainda não o vi. Um dia destes, quando for preciso, trato disso xD Uma das vantagens de não ter o OF naquela altura: não tinha que comentar, logo não tinha que ver :) Yaaaaaa! Eu lembro-me de um momento qualquer na Smackdown, pouco antes do Jeff bazar, em que o Matt o ajudava ou qualquer coisa parecida e lembro-me de pensar “Mas estes não se odiavam?” Até eu!! Até eu que não segui a rivalidade dei por isso!

      Olha, falaste do Iron Man do Orton e do Cena e esse foi uma das coisas que me irritou imenso em 2009. Sabes quando estás a ver algo que está a correr mesmo bem, mas depois acontece qualquer coisa muito pequenina que estraga logo tudo? A forma como o combate acabou, a meu ver, estragou tudo. E não, não estou a falar da vitória do Cena, estou a falar do Cena ter aplicado o STFU ao Orton, este último ter aguentado imenso tempo no mesmo sem desistir, mas depois desistiu quando faltavam segundos para a hora acabar! Se o Orton tivesse aguentado mais um bocadinho – o que, segundo o que me lembro, não era nada de especial comparado com o que já tinha – tinham ido para a morte súbita e aí sim, faria sentido o combate acabar! É que, eu estava a ver o combate, e quando isso aconteceu, pensei mesmo “Ah, o Orton está-se a aguentar bem, só tem que aguentar mais um bocadinho e vai para morte súbita, não faz sentido desistir a segundos de acabar o combate”, e pronto, ele desiste -.- Que booking é esse?! Fogo, por causa disso, fiquei passada com esse combate.

      E mesmo assim o Punk não ficou “feito”. O Punk foi “feito” em 2011. Porque se ele se tivesse tornado nalguma coisa em 2009, ele não teria estado na WM26 e na WM27 pelos outros, e sim por ele. É que ele foi usado para entreter o Mysterio e o Orton, não porque era uma grande estrela.

      Não consigo escolher entre os dois anos. Estão mesmo empatados. Ambos tiveram coisas boas e tiveram coisas muitoooo más. Enfim…

      Não sorriste, NÃO! -.-‘ E vês? Tu próprio admitiste! Eu fui simpática! EUUU! Sabes o que é que isto significa? Estás-me a dever um sorriso! Estás em dívida para comigo :D

      Ah, então tenho que continuar com elas :) Contribuis, acredita que contribuis! Exacto.. Se não têm cura e não há nada a fazer, para quê preocupares-te? Preocupa-te com o que podes controlar, ou seja, tu próprio :) Pois, mas nem todos querem aproximar-se da perfeição e por muito que nos custe, não podemos obrigar ninguém a ser decente. O Facebook não ajuda a que melhore, mas também não é a razão de todo o mal… É uma daquelas ferramentas que ajuda tudo a piorar. Agrava as situações, embora não as crie!

      Eu não sou irresponsável, não me esqueço das mais importantes… Pelo menos, não com frequência xDD Agora as que não são importantes, é de surpreender se ainda as souber… Olha, acho que nem sabia a minha passe do W.PT se não a tivesse já apontada!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Eu não tenho momentos favoritos. Aqueles no restaurante, estes últimos do Natal e dos Slammys e outros que agora não me vêm à cabeça foram excelentes… Ah! Aquele com o Edge em que o Bryan fica com ciúmes também foi brutal :D

        “All of the guys in the back are Chris Jericho wannabes!” Lindo! Sim, na altura em que ele disse que o estavam a imitar tornou-se um pouco evidente que ele regressaria. However, nunca podemos ter a certeza absoluta, principalmente quando é alguém de quem gostamos tanto, senão ainda saímos desiludidos.

        Como diria o Jericho versão 2009/2010: this is a travesty! Estás a acusar-me de coisas que eu não faço! Até parece que eu não “oiço” o que a menina diz!

        Porque outra razão lhe dariam o Título Mundial sem ele sequer ser empregado deles? O Jeff era dos que vendia mais, por isso é normal que o quisessem convencer a renovar ou a assinar um novo conrato, mas ele depois “pôs-lhes os cornos” :O Meio ano depois : “Hello TNA!”

        Eu vejo sempre os combates das Divas. Vejo tudo, não gosto de perder nada de um show, nem que seja pelos comentários do Michael Cole xDD Ainda não viste o combate? Hmmm, foi bom. Foi muito bom. Eu sei que não concordas, mas os Hardys, em boa forma, sabem dar espectáculo. A história é que foi má, e ainda por cima depois o Matt aparece a ajudá-lo na feud com o CM Punk.

        Lá está! O booking em 2009 foi horrível. Bons combates, mau booking. Yap, também não gostei do fina do combate, mas foi uma hora de Wrestling espectacular.

        Sim, tens razão. O Punk não foi consolidado em 2009. Aquilo que eu queria dizer era que ele foi o único que recebeu um push até ao main-event sem ser um lutador já consolidado há muito tempo.

        Quem em garante que estavas a ser simpática?! Nem sempre um sorriso é sinal de simpatia. Podias estar a ser falsa!

        Agora mais a sério, eu não sorri? :O Sorry :(

        Mas eu não te devo nada! Estamos quites! Eu não te sorri, tu tens facebook… A dívida está paga. A desilusão que tu me causaste já compensou :(

        Claro que o dito cujo não é a razão de todo o mal. São as pessoas, eu sei disso.

        “não me esqueço das mais importantes…”, “Olha, acho que nem sabia a minha passe do W.PT se não a tivesse já apontada!” Busted! Então o W.PT não é importante?! Caso contrário, não precisarias de apontar a passe!

      • Salgado - há 4 anos

        Aiii do que me foste lembrar agora! A cena do Edge/bryan/Kane foi tãããão awesome! Eu fui às lágrimas de tanto rir só com essa! Só o Edge para se meter nestas coisas xD

        Exacto! Mas eu queria acreditar que era ele! E além disso, não fazia sentido o Jericho estar genuinamente a mandar vir com eles por causa disso. Vejo-o a fazer isso numa conversa privada, para os tentar aconselhar, não em público. Uma pessoa que se esforça tanto para ajudar a nova geração, não ia arrasá-los em praça pública. Portanto, não só queria acreditar que era sinal de uma história, pois assim ele voltava, como não queria acreditar que ele era tão estúpido a esse ponto!

        Eu sei lá se “ouves” ou não xDD Prefiro acreditar que sim, isso é certo!

        Mas ainda não tinha renovado, antes do combate com o Edge? Tinha que ter assinado pelo menos uma extensão de contrato, eu não acredito que eles fossem arrastar tudo só para lhe dizerem adeus no Summerslam! Não acredito nisso, Daniel, a WWE não é a TNA. Se até o Punk renovou durante o MITB2011, o Jeff também o fez. Assinou pelo menos uma extensão de contrato até ao Summerslam! O Vince, depois da partida que os ex-WWF lhe pregaram ao aparecer na Nitro no dia a seguir a sairem da companhia, não ia cair nessa burrice.

        Geralmente vejo, porque quero saber do que estou a falar, mas já perdi umas vezes por outras e não me importei com isso. Também já aconteceu deixar-me dormir num combate das Divas quando estava a ver a Raw ou um PPV em directo. Não faço de propósito, como diz a piada, mas se perder, também não me aborreço. Só vou ver se tiver mesmo que analisar a situação e as pessoas. No estado em que a Divisão está, não me importo de ir perdendo.

        Ai o Michael Cole dá-me pena xDD Eu gosto dele, e sei que também gostas, mas ele é tão odiado por toda a gente!! tchii xD

        “Eu sei que não concordas, mas os Hardys, em boa forma, sabem dar espectáculo.” —–> isto sim, é uma travesty! Isto é MENTIRA! Eu sempre lhes reconheci todo o valor que julgo que há para reconhecer, apenas não vou à bola com eles, muito menos com o Jeff. Mas por exemplo, eu vejo todos os combates deles quando eles eram os HardyBoyz no início ad carreira – na WWF, claro – e gosto do que vejo! Eu reconheço o valor que eles tiveram para a indústria e reconheço quando fazem um bom trabalho. Simplesmente, nos últimos anos, a minha paciência para com o JHArdy atingiu o limite e o Matt foi por associação e por muitas asneiras que também fez. Agora, tudo o que há para reconhecer que eles façam de bom ou tenham de bom, eu reconheço, mas não consigo gostar deles.

        Sinceramente, não me lembro do combate, tenho que o ver outra vez para julgar melhor. Desse Iron Man, só me lembro de ter ficado chateada no fim e do porquê, sinceramente não me lembro de mais nada, portanto não posso dizer muito mais. De Iron Man, o meu preferido é o Rock/HHH. Teve alguns erros de booking, a meu ver, mas foi tão brutal!

        Verdade. Tanto em 2008, como em 2009, ele foi apoiado até ao main-event, mas nunca com o objectivo de fazer dele uma estrela. Nunca puseram todas as apostas nele. Naquela altura, foi só para dizer que o fizeram e para que os fãs dele não tivessem nada de que reclamar.

        Eu tive o ligeiro feeling que me podias responder com isso xD Que fique a saber, sr. Daniel, que não tenho por hábito sorrir falsamente. Quando o faço, as pessoas que o recebem sabem perfeitamente aquilo que significa, portanto não estou considero que esteja a ser falsa, apenas mordaz. Tinhas razão para esperar alguma coisa desse género? Não, pois não? Então pronto :)

        Ok, acho que o que vou dizer vai ser ainda pior, mas é sincero… Daniel, eu não me lembro xDD Nem me lembro se eu o fiz, quanto mais TU! Tenhas, ou não tenhas, ou isto, ou aquilo, não tens nada que pedir desculpas xDDDD

        Mas olha, só para a dívida continuar paga, vamos fingir que não o fizeste e que isso me magoou incrivelmente!!

        Apontei a passe para prevenir quando preciso de aceder ao site noutro pc. Geralmente, tal não se verifica, porque só acedo usando o meu pc e a passe já está gravada :) Apontei a passe, porque sou RESPONSÁVEL e não quero que certas e determinadas pessoas fiquem sem as preciosas notícias, Leagues, passatempos ou Opinião Feminina só porque o meu PC não está disponível :) Entendido? :P

      • danielLP21 - há 4 anos

        O Edge? Então e o Sandow? Esse também é extraordinário! Mal posso esperar para vê-lo com destaque de main-eventer.

        Claro. Nunca na vida o Jericho ia criticar dessa forma os lutadores da nova geração. Esse era o maior heel-turn que ele podia fazer! Ele é mesmp uma pessoas impecável. Deve ter os seus defeitos, mas mostra ser uma pessoa incrível :)

        Sim ele deve ter assinado uma extensão de contrato, MAS a WWE devia querer que ele assinasse um novo coontrato “a sério”. Fizeram de tudo para que ele ficasse, e ele não quis. Temos pena :D

        Nunca adormeci a ver Wrestling. Aliás, quando vejo que estou com sono, seja a ver Wrestling ou a fazer outra coisa qualquer, vou logo dormir, porque senão não durmo nem estou com atenção àquilo que devia estar a fazer. Mas vá, já houve siuações em que o Cena me deu sono…

        Hmmm, eu não sei se ele é assim tão odiado… Eu acho que as pessoas habituaram-se àquela ideia de que ele é um totó. Já viste como é que ele se vestia antigamente?! Credo, agora que penso nisso, ele engordou e envelheceu bastante nos últimos anos! Ainda por cima, quando inventaram a história do GM anónimo, ele irritava bastante, mas isso é que é fazer um bom trabalho! E quando o Jericho o mandou calar-se quando o Cole ia a ler o e-mail? Hahahaha. Já para não falar do facto de as pessoas se terem mentalizado de que o Cole sempre tentou ser o “novo JR”, e isso, para mim, é estúpido. Mas é mais um motivo para não terem paciência para ele. O Cole é o Cole, o JR é o JR. Pessoalmente, gosto mais do Cole, mas o JR é o melhor play-by-play de sempre.

        Hahaha eu fiz isso de propósito! Eu sei que tu lhes dás valor, estava só a trollar. Até já tínhamos falado sobre isto antes ( sim, eu lembro-me!) . Olha, também prefiro o Matt, apesar de saber que tu não gostas de nenhum deles.

        O Rock/Triple H foi brutal, mas prefiro o Shawn Michaels/ Bret Hart. Lindo! E olha que eu não sou grande fã do “Hitman”, apesar de lhe reconhecer o enorme valor, e prefiro o The Rock daquela altura ( do combate com o HHH) ao Bret Hart.

        Exacto. Mas o primeiro reinado do Punk em 2008 foi uma miséria :P

        Ichhh, não te lembras… Isto é imperdoável!

        Fingir? Eu não tenho os teus vícios! Não vou fingir nada…

        Sim sim, está bem. Desculpas!

      • Salgado - há 4 anos

        Tu e eu! O Sandow tem aquele “It factor” de que toda a gente fala! Ele é brutal e, se as coisas forem bem feitas, 2013 pode ser um grande ano para ele. Sinceramente, eu estou em pulgas para ver o Sandow e outros tantos no main-event scene! Ver o que eles são agora e pensar no que é que eles se poderão tornar é mesmo um excelente aperitivo!

        Ele há de ter lá os defeitos dele, mas pelo que vejo/li/oiço, ele é mesmo 5*.

        Sim, o que a WWE queria ou deixava de querer não é a questão, aqui. De certeza que o reinado dele teve um ulterior motive, mas ele esteve sempre empregado por eles, não acredito no contrário. Ai não temos, não! :D Deixa-o ir! Não tenho pena pela WWE, tenho pela TNA, mas isso é outra grande conversa xDD

        Ahahaha a sério? Nunca?! OMG! agora estou-me a sentir tãoooo mal!! Eu já adormeci bué vezes! A maioria delas porque estava a ver em directo, estava cansada e apareciam as Divas, mas também já aconteceu eu deitar-me, estar super cansada, mas mesmo assim meter um combate a dar só por descargo de consciência – seja porque não vejo há muito tempo, ou porque me falta ver um programa ou asism – e depois deixo-me dormir nas entradas xDD

        Ele não é tão odiado como quando era heel, mas as pessoas não gostam dele. Nunca ouvi ninguém mais velho que eu dizer que o Cole é bom ou que fez isto bem ou assim. É normal, os anos passam à mesma xDD Sim, mas nessa altura o Cole era heel, era suposto as pessoas odiarem-no, estou é a dizer agora. Quem começou com essa história do Cole querer ser o novo JR foi o Daniel Bryan no NXT :P

        Ohmmm, tu lembras-te! xDD Eu já gostei do Matt..Ai quando ele era campeão da ECW em 2009.. Ele era ok.. Depois começou a fazer disparates e a nossa relação terminou de vez xDD

        Eu também gosto do HBK/Bret, mas esse teve imensos rest holds e foi mais lento.. O Rock/HHH conseguiram manter o ritmo sempre animado, deu logo outro feeling.

        Foi mesmo! Tive tanta pena dele… Fiquei, em parte, contente pelo Jericho ser campeão outra vez, mas tive mesmo muita pena do Punk!

        Olha quem fala :P

        Estás-me só a fazer passar por má pessoa, o que não é verdade! XDD

    • José Sousa - há 4 anos

      Se me permites meter-me novamente no debate Daniel:

      Peço desculpa por pertencer oas hipocritas que sempre ja gostava do Punk na ROH! Eu começei a ver ROH com a feud dele e do Samoa Joe! Como disse no meu artigo desculpa se isso é ser falso, mas no meu caso a minha admiração pelos dois começou aí.Mas apesar disso consigo reconhecer que mesmo tendo talento a afirmação do Punk começou com o segundo cash-in, mesmo tendo tido antes uma boa feud pelo ECW Champhionship com o John Morrison. Tal como tu eu gostei do Punk nos New Nexus: Lembras-te da postura dele no Rumble de 2011 ali sentado e outros a tratar da saúde aos outros todos. Aliás ele antes de fazer a pipebomb já nao acreditava que ele ia renovar com a WWE.

      Sobre o Bryan eu já gostava dele no NXT, mas tenho que admitir que este ano comprovou que ele consegue criar uma personagem com impacto, antes ele era sobretudo um excelente wrestlers do ponto vista técnico mas sem uma gimmick com impacto e carisma.

      Olha falei no Rumble de 2011 e lembrei-me que gostei mais desse rumble que do de 2012. Teve bons spots, foi bem construído e mesmo o final foi fantástico eu acho que muitos ainda acreditaram na vitoria do Santino. E o Del Rio podia bem ter tido a sua afirmação nessa altura, mas a WWE nessa altura usou a ele e ao Christian de forma um pouco deficiente admito. O Del Rio tem um ínicio brutal tudo a correr bem mas sempre teve algo a travar a afirmação no main-event, ao inicio por culpa de “outros” depois já por culpa dele.

      Eu sei que ele tem muitos haters aqui, eu já fui mais fã dele do que sou agora, na fase inicial eu era muito fã do Del Rio eu apoiei-o naquele Rumble. Agora ele técnicamente é bom wrestler não o podemos negar, e teve combates em 2011 e 2012 que comprovam isso. O Combate com o Cena no Vegeance, o combate com o Orton no Hell in The Cell, o combate com o Christian no Extreme Rules. Acho que este face turn pode trazer algo bom para ele pelo menos espero que sim.

  21. Miguel - há 4 anos

    Sim o Bryan e o Kane este ano foram bons.

    Eu acho que o Michaels se reformou demasiado cedo ele aguenta-se a tempo inteiro bem ainda.

    E o Undertaker também se aguenta em 3 ou 4 ppvs por ano o homem não está acabado.

  22. Adriano Garcia - há 4 anos

    Eu concordo em grande parte com a Salgado nessa postagem, as observações foram muito bem feitas, inclusive no ponto que toca á Sheamus, que sofre tanto preconceito por parte de alguns Haters..Cheguei á ler aqui que a WWE estava á construí-lo como a John Cena…Por Favor…Não percebe Wrestling quem não vê a sua qualidade em Ring, e eu concordo até no ponto que toca a contribuição que ele deu para que Ziggler seja o que é hoje com tantos Lovers..Sheamus, Orton e Punk tiveram grande contribuição para que Ziggler fosse colocado no Hall dos mais perigosos lutadores dentro da WWE, mesmo precisando criar melhores sequencias e um Finisher melhor.

    No que toca á Brock Lesnar, concordo com quase tudo…Apenas acho que um combate contra Dolph Ziggler é inviável…Fisicamente as diferenças são muito grandes, Ziggler precisa desenvolver mais o seu Wrestling antes de enfrentar Lesnar, Cena segurou toda aquela bronca pela potência física que tem..Não é o caso do Ziggy…Isso é uma opinião técnica, independente das restrições que tenho á Ziggler (sempre bom lembrar que acompanho Wrestling á mais de 15 anos e graças á Internet desde á WrestleMania 1).

    Me surpreende o fato de ninguém lembrar do combate Ambulances Match (Elimination Chamber) Cena vs Kane…Ele para mim merece estar na lista pelo mesmo motivo de Lesnar vs Cena (com o advento de Kane ser um Wrestler fantástico, bem além de Lesnar) um combate brutal, extremamente físico e com Cena mostrar uma capacidade física impressionante de suportar ao Kane..Isso é engraçado quando eu critico o Ziggler e metem o Cena na conversa…Ziggler pode ir muito longe na WWE (só acho que ainda não está tão longe quanto pintam) mas é incrível como a moda faz ignorar o fato de que Cena proporcionou grandes combates na história da WWE…Apanhando, sim..Mas aí é que está a coisa, precisa se ter muita capacidade física pra sofrer uma exigência brutal e permanecer firme para que a reviravolta pareça credível por que acham que RockY (Esse com Y) é um dos maiores fenômenos da história do Cinema..Por essa razão, as pessoas gostam disso..Esse heroísmo que protagoniza o Vilão para elevar o status do Herói…

    Em relação á Dwayne vs Cena…Importante observação de que Cena carregou o combate..O que mais ainda eleva minha concepção de que Dwayne não é mais um Wrestler e que a WWE devia deixá-lo com seus filmes…

    No mais em relação ao dito sobre Jericho, Punk, Sheamus e Bryan partilho bastante do que disse a Salgado.

    Por fim, não posso deixar de concordar com 1º lugar da lista. um momento épico que se não foi o final da carreira dos 3 (ou de Taker e HHH..Já que Michaels não retorna) parece realmente ter sido á última vez que vimos um segmento dos 3 juntos…E por mais que alguns tenham se referido ao combate como bem abaixo da capacidade que já vimos deles no passado, São Undertaker, HHH e Shawn Michaels dentro de uma cela, com inúmeros elementos emocionais e no momento culminante de suas carreiras, e com um final épico, digno de lágrimas. É impossível não caracterizar esse momento como um dos que lembrarei quando tiver cabelos brancos e falar de Wrestling aos meus Netos…

    Vai aí minha lista:

    10º Sheamus vs Ziggler – No Way Out
    9º Cena vs Dwayne (Só pelo que representa) – Wrestlemania
    8º Punk vs Cena – Night Of Champions
    7º Kane vs Cena – Ambulances Match – Elimination Chamber
    6º Punk vs Bryan – Over the Limit
    5º The Shield vs Hell NO e Ryback – TLC
    4º Bryan vs Sheamus – Extreme Rules
    3º Jericho vs Punk – Wrestlemania
    2º Cena vs Lesnar – Extreme Rules
    1º Undertaker vs Triple H – End of an Era – Wrestlemania

    • Adriano Garcia - há 4 anos

      Tanta produção pra fazer um texto pra nada…Essa coisa de não gostar de tal lutador e parecer Heel por conta disto está custando caro :!

  23. gonçlo"the best in the world" - há 4 anos

    Aqui esta o combate que tu nunca viste :D

    http://www.youtube.com/watch?v=8KtyIJBXvWc

    • Salgado - há 4 anos

      AHAHAHA eu não acredito que foram mesmo buscar o combate!! :D :D

      Ah, muito obrigado ;)

      • gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

        Eu gosto de ler os vossos testamentos xD
        Eu pos o combate porque achei engraçado(pk de certeza tu não estarias a espera,provou-se):P

      • Salgado - há 4 anos

        Ainda bem :)

        Eu não estava mesmo nada à espera, foi engraçado, obrigado xDDD

      • gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

        Já agora o que que achaste do combate?

      • Salgado - há 4 anos

        Finalmente, quase 4 anos depois vi este combate!! Foi bom, mas não foi nada assim por aí além. Acho que faltou foi mais um bocadinho de intensidade. Mas pronto, foram leais ao Extreme, àquilo que os tornou famosos.

        Só não percebo uma coisa… Porque é que o Jeff perdeu? É certo que não acompanhei esta história a par e passo, mas isto não era ahistória perfeita para o babyface ganhar? Mas pronto, do ponto de vista da vitória do Matt, o fim foi mesmo perfeito.

      • danielLP21 - há 4 anos

        “do ponto de vista da vitória do Matt, o fim foi mesmo perfeito.” Amas mesmo o Jeff! :P

        Eu acho que foi para dar um grande momento ao Matt. Afinal de contas, o Jeff teve um push enorme desde o fim de 2008 até sair da WWE em 2009, e se calhar queriam compensar o Matt… Olha, não sei, mais uma excelente decisão da WWE nesse ano. Lembro-me que 5 dias depois ( ou 2), na Smackdown, o Matt venceu o Jeff outra vez num combate de maca, e o Jeff lá ganhou no PPV seguinte à WrestleMania ( Backlash?) num “I Quit”. Bahhh, história fraca, mas bons combates, pelo menos para mim.

      • Salgado - há 4 anos

        O que é que eu posso dizer? Somos almas gémeas :)

        Não, mas é verdade. Se for para ganhar o Matt, fizeram as coisas bem, pois valorizaram-no com aquele fim. Mas nunca percebi porque é que o Jeff não ganhou, a história parecia perfeita para isso.

        Está bem, mas não acho que as rivalidades devam ser feitas apra compensar X ou Y.. Ainda se fosse para dar um push ao Matt, mas não. Depois da derrota, o Jeff continuou melhor posicionado que ele.

        Ai eu vi esse I quit!!! Coisa mais ridicula… Esse é que foi mesmo mau! Desculpa lá, ter o Matt muito mal amarrado a uma mesa e a ser ameaçado pelo Jeff foi completamente ridiculo… O Batista e o Cena tiveram uma situação semelhante e também não gostei. A meu ver, os I quit matches devem terminar porque quem desiste está com enormes dores, não porque tem medo.. Nunca percebi esse tipo de finais..

    • danielLP21 - há 4 anos

      Hahahaha! Pelo menos é sinal que se dão ao trabalho de ler os nossos testamentos! ;)

      • Salgado - há 4 anos

        Podes crer, não estava mesmo nada à espera desta! :D

      • Tomás Carneiro - há 4 anos

        Acredita aprendo muito com eles, sem dúvida são muito interessantes!!

      • Salgado - há 4 anos

        Olha, ao menos um! :) Já que o eu e o Daniel não aprendemos nada… xDD

      • Tomás Carneiro - há 4 anos

        Mas apenas em algumas partes!! Aqui tens mesmo um paragrafo onde de um momento para o outros deixa-se de aprender.
        “Eu percebo porquê. É perfeitamente normal. Durante muito tempo, ele não foi propriamente uma personagem marcante a transbordar carisma por todos os poros. Ele teve que evoluir para sobreviver na WWE e conquistar o resto dos fãs e, felizmente, foi isso que ele fez. Não és nada asshole, não digas isso xDDD Tu não foste nem burro, nem otário, nem asshole, nem nada com que se pareça. As pessoas não têm que gostar todas do mesmo lutador, ou reconhecer-lhe as mesmas qualidades, por muito óbvias que seja.” Cá está!

      • Salgado - há 4 anos

        Desculpa, não percebi.. Porque é que se deixa de aprender? O que é que eu disse de mal nesse parágrafo?

      • danielLP21 - há 4 anos

        Tomás, para compreender isso tens que ler o que eu escrevi antes ! xDDD

        Claro que se leres isso fora de contexto vai parecer que a Salgado está maluquinha :D

      • Salgado - há 4 anos

        Eu não estou a perceber, o que é que se passa? Porque é que ele acharia que eu era maluquinha? O parágrafo parece-me bom!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Olha olha, fala por ti está bem? Eu aprendo muito com isto!

        Já agora, e visto que estamos numa de dizer “bye bye” a 2012, quero agradecer a TODA com quem já falei ( bem ou mal) neste site. Quer tenham sido simpáticos ou antipáticos comigo, quer eu tenha sido simpático ou nem por isso com os outros, acreditem ( quem ler isto :D) que há um ano atrás não sabia ver Wrestling comparado com o que sei hoje. Não estou a dizer que sou muito bom, até porque perceber ou não do assunto é muito relativo, mas desde Fevereiro desenvolvi e muito a minha capacidade de análise ( aliás, basta ver que os meus primeiros comentários não têm nada a ver com o que são hoje em dia) em relação ao Wrestling.

        Isto pode parece ou pode mesmo ser estúpido, mas quero agradecer ao Luís Salvador ( por ter criado o site e por me ter oferecido o bilhete para o SmackDown World Tour), ao Rúben Rosa, ao Ricardinho, ao Juarez, ao Mário Magalhães, ao Flavio Bruniera, ao Tiago Silva e, especialmente, ao José Sousa, à Salgado e ao Jorge Rebelo.

        Comecei a acompanhar a TNA e o Jorge Rebelo ajudou e muito a que eu não largasse mais essa rotina. Ele faz um trabalho extraordinário em todos os aspectos para nos trazer o mais possível da TNA e as informações de tudo o que lá se passa. Muito obrigado, uma vez que há um ano eu não fazia ideia de quem era o Bobby Roode e o James Storm e nem sabia no que é que a TNA consistia. Eu era um completo ignorante na matéria.

        Acho que o primeiro artigo que eu li foi o “Smoke And Mirrors” e desde essa altura não mais larguei o espaço. Acho que só não o comentei duas vezes, mas li todos! Obrigado também ao José. Só é pena mesmo as diferenças extra-Wrestling!

        E, por fim, a Salgado. Tears :'( … ou se calhar até não :D
        Epá, já elogiei o OF muita vez, acho que até enjoa. Apesar das desilusões, obrigado Salgado. Posso dizer que desde que leio os teus artigos, aumentei em 275% a minha capacidade de análise e de argumentação sobre Wrestling. E que 2013 nos traga mais artigos destes. Só não me estragues mais nenhum Natal!

        Obrigado também ao Dolph Ziggler ( que anda desaparecido), ao Frederico, ao Vinícius, ao EnigmAA, ao Tibraco, ao Master of Chaos ( haha as memórias…), até ao AAP… Pronto, obrigado a todos aqueles que também não mecionei!

        Eu não sou de fazer estas coisas, mas apeteceu-me. Comecei a ficar lançado e pronto, é isto xDDD

      • Salgado - há 4 anos

        Acho isto impressionante… Fala de todos.. Adora-os a todos.. E quando chega a mim, CHORA! Que fofo que tu és!

        Eu não enjoo de que elogies o OF.. Podes continuar :) Apesar das desilusões?!? ahahaha adoro isto!

        É que é só para embirrar comigo, acho isto impressionante!

        Posso prometer que 2012 trará mais artigos do OF.. Mas não prometo nada em relação a não estragar mais nenhum natal :P

        Bom 2013, Daniel :D

      • danielLP21 - há 4 anos

        Salgado, penso que seja porque tu falas na 3ª pessoa sobre o Bryan, e de repente como a falar na 2ª pessoa comigo… Ora, se uma pessoa ler apenas esse comentário, não vai perceber nada :D

      • Salgado - há 4 anos

        Mas mesmo assim parece-me claro!!! xDD

        Pronto, mas para esclarecer tudo: eu não estava a insultar o Daniel – pelo menos, não nesse excerto :P – estava sim, a defendê-lo. No início do parágrafo em si, eu estava defender um Daniel, mas não era este, era o Daniel BRYAN.

      • danielLP21 - há 4 anos

        e de repente começas*

      • Tomás Carneiro - há 4 anos

        O que eu quis dizer é que para quem está a ler, a parte “Não és nada asshole, não digas isso xDDD Tu não foste nem burro, nem otário, nem asshole, nem nada com que se pareça.” nós não aprendemos :), agora eu é que me senti um maluco!!

      • Salgado - há 4 anos

        AHHH, fogo pensava que tinha feito/dito algo de mal xDD tudo bem, tudo bem :)

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        O Dolph Ziggler virou administrador de um fórum de wrestling, por isso que anda desaparecido do site.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Sim, mas ele já comentou aqui depois disso. Ele disse que continua a vir aqui, mas que simplesmente não comenta. É normal.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Ele vem aqui, até poque o WPT é uma boa fonte, uma coisa é ter tempo de visitar o site, outra é ter tempo para visitar e comentar…

  24. gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

    o tomás deve estar a referir-se de tu ter passado da parte onde estavas a falar de um lutador(suponho que seja o bryan) e foste para a parte onde o daniel estava a atribuir-se nomes :D

    • Salgado - há 4 anos

      Ahhh, mas isso foi o Daniel que se começou a chamar a si mesmo e eu disse para ele parar! Fui bastante simpática, até, porque tinha a autorização do Daniel para o ofender e não o fiz :)

      • danielLP21 - há 4 anos

        Simpática? Pfff, vê lá se não queres que compare a tua simpatia com o talento do Great Khali e com o carisma do Otunga outra vez… Também sei ser mauzinho!

      • Salgado - há 4 anos

        Eu já te disse que isso não se diz! Daniel, isso é mau demais -.-‘ Eu não mereço!

  25. danielLP21 - há 4 anos

    “Tears :’( … OU SE CALHAR ATÉ NÃO”. Até parece que ia chorar, pff que convencida. Eu tenho 0 de fofura ( nem sei se é assim que se escreve) :D

    Enfim, tanta arrogância! Antes ainda tinhas falsas modéstias, agora já não tens problemas em dizer que queres é que te elogiem a toda a hora! De mim, já não levas nenhum elogio! ( quantas vezes eu já disse isto?!)

    Espero no próximo Natal não te perguntar se vês certos e determinados programas de televisão senão ainda “oiço” o que não quero “ouvir”! E depois, é mais um Natal estragado!

    • Salgado - há 4 anos

      Sim, eu sou super convencida.. tchiii, terrível :P Por acaso é assim mesmo que se escreve e visto que estava a ser SARCÁSTICA, tenho que concordar contigo! ZEROOOOOO!

      Gostar de receber elogios não é o mesmo que ser arrogante xD Estás a fazer essa associação porque és mau e queres torturar-me, é apenas isso. Vá, Daniel, esquece a maldade e reconhece as coisas como são xDD Sim, realmente, já disseste isso tantas vezes que… Olha, pareces o Christian a pedir “One more match”!

      Por acaso, pelo que tenho apanhado aqui em comentários, acho que seria impossível para mim desiludir-te nesse ponto :P

      • danielLP21 - há 4 anos

        Ich… Estavas a ser sarcástica… Ouch! Logo agora que eu estava disposto a perdoar-te pelo que dizes no último parágrafo… Sendo assim, nada feito! Continuamos na mesma.

      • Salgado - há 4 anos

        Mas nós alguma vez deixámos de estar “na mesma”? xDDD Isto já parece que estás sempre chateado comigo! Já me habituei.. xD

      • danielLP21 - há 4 anos

        E estou! Até me esquecer das coisas horrorosas que me tens feito, dignas de um Triple H heel!

      • Salgado - há 4 anos

        Hmmmm… Acho que vou considerar isso um elogio :) Adoro a comparação!

    • José Sousa - há 4 anos

      Olha desde já agradeço e desejo que entres em grande em 2013.

      Sim sim, horas e horas de debate contigo, a Salgado e os outros que falaste foram sinceramente fantásticas. Quer seja no meu artigo, no OF ou no chat dos programas sinto que valeu a pena este ano de aventura neste projecto. E vale a pena porque tenho colegas fantásticos e alguns leitores que va lá até são porreiros é pena serem do Benfica. Mas também não posso pedir a perfeição;). Tou a brincar.

      Ah e não te esqueças que temos o nosso projecto que é eliminar o Khali do Rumble do W.Pt somos poucos mas ainda vamos ser muitos para eliminar o “Tosco”

      • danielLP21 - há 4 anos

        Igualmente! E continua com o Smoke And Mirrors!

        Por caso, no chat, a maioria dos Portugueses que dizem o clube pelo qual torcem, são do teu clube…

        Mesmo! Como é possível preferirem eliminar os 3MB?! Ainda vai ser o Khali a ganhar, e é na verdadeira Rumble! Eu já acredito em tudo… vá lá que não venceu o título do Cesaro…

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Amanhã talvez eu vote no Khali, estou em dúvida se voto nele ou no Brodus Clay, mas o fato é que o Santino vai embora hoje, graças a Deus.

      • gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

        Já que falas-te dos clubes eu devo ser o unico do grande S.C BRAGA?

      • Salgado - há 4 anos

        Nahhh, lamento. Gosto muito do Braga, mas para mim é Benfica :)

      • miguel_wwe - há 4 anos

        ontem votei no cesaro e hoke votei no big show mas nenhum foi eliminado e amanha vou votar no lesnar

      • danielLP21 - há 4 anos

        Estou a ver é que vou ter que votar no The Rock…

        Agree Salgado! Simpatizo com o Braga, acho que é um clube simpático. Mas o Glorioso é o Glorioso! :)

      • Salgado - há 4 anos

        Exacto, Glorioso sempre! :)

  26. danielLP21 - há 4 anos

    Mesmo. O Damien Sandow faz parte do futuro… Mas olha, há algo que me tem deixado a pensar: uma vez que a WWE não aposta em quem deve apostar na altura certa ( RTWM), não achas que, no futuro, vai haver alguns “injustiçados”? Se formos a ver bem, o Sandow, o Bryan, o Rhodes, o Ziggler, o Miz, o Barrett e por aí fora não podem estar todos ao mesmo tempo no main-event. E depois ainda há o Sheamus e o Del Rio… Acho que vai acabar por ficar sempre alguém de fora, como ficou o Christian ao longo da carreira, por exemplo, e um dia vamos olhar para trás e pensar “Epá, este gajo podia ter sido muito mais do que foi”. Não queria mesmo nada que nenhum deles passasse por isso, mas nem todos vão ser campeões inúmeras vezes, nem todos vão estar no main-event durante muito tempo…

    Bem, isso é que é gostar do Jeff :D

    Claro que nunca adormeci! Eu sou um verdadeiro fã! Não sou como tu… Que falta de respeito, adormecer surante um show de Wrestling. Tristeza! É bom que te sintas mal!

    Não foi o Bryan que começou isso. O Bryan aproveitou o que os fãs diziam e usou isso na história, e muito bem diga-se de passagem. Na América, há muito tempo que existe esse estereótipo sobre o Cole, simplesmente não tem muito eco porque ele é apenas um comentador.

    Sim, o Matt na altura em que era Campeão da ECW estava decente. Vou ser sincero: custou-me vê-lo a ser tão odiado na ROH, mas é o preço que ele paga por todas as asneiras que já cometeu… Enfim, dá-me pena.

    Eu percebo, e além disso o combate entre o Rock e o HHH foi mais agressivo, o outro foi mais técnico. Foi puro Wrestling… E o público do Rock/HHH também ajudou.

    Não é verdade? Até agora ainda não me mostraste que estou errado! Prove me wrong!

    • Salgado - há 4 anos

      E que belo futuro vai ser esse! Claro que vai haver injustiçados, irão existir sempre, porque mesmo com boas intenções, a WWE nunca conseguirá ser perfeita. Irão sempre existir danos colaterais e pessoas que nós achamos que deviam ser sido apoiadas numa altura em que não foram. Seja com razão ou não, irão sempre haver sitações dessas. Eles não vão estar todos no main-event, mas vai ser neles em quem o roster se vai basear. Não é preciso um lutador estar sempre no main event para ser considerado lutador de topo ou um draw, olha para o Randy Orton, por exemplo. Mas isso já é um dado garantido, irão sempre haver pessoas que não vão conseguir chegar a esse ponto ou voltar para lá. Só nos resta é desejar que esses não sejam aqueles que apresentam mais promessa.

      O que é que eu posso dizer? A nossa relação não estava destinada a correr bem. Ambos queriamos coisas diferentes.. Acontece :)

      Se eu estiver cansada, adormeço a ver qualquer coisa xDD Daniel, não sou influenciável e fraca o suficiente para deixar que outras pessoas determinem a minha dedicação a qualquer coisa :)

      Sim, mas o número de pessoas que o fazia aumentou depois de ver isso dito em televisão, especialmente por um face.

      Ele foi odiado na ROH? Não sei muito disso, embora saiba que tenha participado num show, não me esforcei por acompanhá-lo depois de ter saído da WWE. Não tenho pena de nenhum dos dois. Tenho é pena das pessoas que partilham os problemas deles, mas não têm a quantidade de pessoas e recursos para os ajudar. A única coisa que estes dois souberam fazer nos últimos anos foi desperdiçar toda a ajuda que lhes davam. Desculpem lá, mas não consigo ter pena deles. Nem deles, nem de qualquer pessoa que faça a mesma coisa. Isso aplica-se também ao Scott Hall, por exemplo.

      É verdade que o Rock/HHH foi mais agressivo, mas também é verdade que o HBK/Bret começou com um ritmo demasiado lento. Desculpa lá, mas num combate de 1 hora faz sentido que os lutadores façam rest holds passados uma boa meia hora do combate, ou perto do fim, não que passem os primeiros vinte minutos a fazê-lo! Os rest-holds não são feitos para os lutadores “descansarem” um bocado? Então que lógica é que isso tem no início de um Iron Man? Os combates do Perfect com o Bret, ou do Bret com o Davey Boy também eram de Wrestling tradicional e eles não cometeram estas falhas. O Iron Man do HBK/Bret vale pela última meia hora e pela emoção do Shawn quando ganhou.

      O público do Rock/HHH só se mostrou mais animado na última meia-hora, porque na primeira foi sempre o Rock a dominar!! Eles iam fazer o quê? A meu ver, esse é o erro desse combate. O Rock como babyface, nunca poderia ter dominado a maior parte do combate, isso fez com que o HHH fosse tudo menos o heel que era suposto ser. Aliás, o público esteve mais animado no comeback do The Rock, após a dominância de HHH durante uns minutos, do que durante toda a meia hora em que o Rock dominou! E porquê? Porque tiveram que sofrer e torcer pelo seu herói primeiro, logo deram mais valor à altura em que ele estava no auge. Quando o herói tem sempre a vantagem, não há drama, logo não há muito por que gritar.. A meu ver, essa foi a única falha deste combate espectacular.

      Diz-me como e eu faço-o!

      • danielLP21 - há 4 anos

        Sim, mas no mínimo o Dolph Ziggler, o Daniel Bryan, o Dean Ambrose, o Damien Sandow e o Wade Barrett têm que estar constantemente no main-event… Pelo menos para mim! Oh mas achas que algum deles vai ter a história do Orton? O Orton foi construído de uma forma totalmente diferente do normal, nem todos têm uma stable com Triple H e Ric Flair para darem os primeiros passos e a história que o Orton teve. Os da geração actual não vão ter o tempo que o Orton teve para evoluir.

        Pois, ele trocou-te pelas drogas… Eu percebo, eu percebo… :(

        “Daniel, não sou influenciável e fraca o suficiente para deixar que outras pessoas determinem a minha dedicação a qualquer coisa :)” Ich, agora ficaste mesmo ofendida! Hehe adoro quando ficas chateada :P

        Cânticos “Fuck you Hardy!” durante grande parte do combate, e ainda por cima venceu com um “low blow”. Na ROH, o público não brinca!

        Fogo, não te lembras de nada do que eu digo pois não?! Eu já te expliquei que não é esse tipo de pena. Eu não sinto compaixão pelos Hardys nem nada disso, simplesmente olho para o Matt com aquela pena, como quem diz “Ich, pobre coitado. O que tu eras e o que és agora.” Do you understand what I’m saying? ( Faz-te lembrar alguém?). Não “desculpo” os Hardys, por assim dizer. Simplesmente olho para o Matt como alguém degradante e que não parece um ser humano. Ao menos o combate dele foi bom, parece estar em boa forma. Razoável vá. Em relação ao Jeff olha, lá se vai aguentando… Mas não te preocupes, ele um dia volta à WWE ;)

        Não não, o combate Shawn/Bret vale mesmo é pelos comentários do Vince McMahon… My God, he sucks so bad on commentary!

        That’s for me to know and you to find :P Não posso fazer a papinha toda!

      • Salgado - há 4 anos

        Olha que não me importava nada que o acabaste de dizer se concretizasse *.* que main-event de sonho!!! É uma bela miragem.. Infelizmente, não vai acontecer. Estás te a esquecer do Sheamus e do Ryback também no main-event! Mas sim, para mim também era isso! Vão ter que ter história com ele, é inevitável. O Orton não vai a lado nenhum, portanto terão que trabalhar com ele. Mas nunca ninguém irá ter as mesmas oportunidades que os seus antecessores… As histórias não se vão repetir. Vai ter de ser cada lutador a criar a sua própria história. É certo que consegue ser a própria WWE a por obstáculos no caminho dos lutadores, mas o que descreve cada lutador é a forma como eles as ultrapassam, se conseguirem. Nós, como fãs, não podemos fazer muito mais do que esperar que eles consigam!

        Exacto… Eu não aceito ser trocada por nada ou ninguém, muito menos por drogas. It wasn’t meant to be xDD

        ahahaha que engraçadinho que tu és :)

        Aishh… bem feita! ahaha :) Eu sei que não, mas normalmente só os vi em situações em que são simpáticos xDD

        Hmmmmm… admito que agora não me lembro mesmo, sorry :)

        SIM!!! :D :D E gosto do que me fazes lembrar! Já te percebi, não te preocupes! E sim, ao menos isso.. O Jeff? Na WWE? Não acredito. Ele não se vai arriscar. Não acredito mesmo.

        “Ohhhh what a maneuver!!” ahahahaha

        Aim, está certo, vou pensar no teu caso!

  27. Silveira - há 4 anos

    José e Daniel tou na vossa luta.

  28. gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

    Salgado eu quando vi na wrestlemania 25 o combate do jeff e do matt achei um combate bué extreme e adorei mas hoje revi outra vez o combate e achei um combate intressante mas nada do outro mundo.
    Eu era mesmo mark para achar este combate fabuloso xD

    • Salgado - há 4 anos

      Ohh e isso faz de ti um mark porquê? xD É diferente ver em directo ou na altura e ver agora anos depois. Além disso, naquela altura estavas – se calhas – noutra mentalidade para com eles e mais receptivo ao que faziam… não sei. Não há mal nenhum em achar o combate fabuloso.. Desde que faça dos fãs felizes, quem sou eu para dizer o contrário? xDD

      • gonçalo"the best in the world" - há 4 anos

        E eu nem vi o combate em direto eu esperei 2 semanas para ver a wrestlemania na sport tv.xD
        E agora isto fez me lembrar o que eu ja passei como fá de wrestling e o que eu evolui muito por causa do ptwrestling.
        Mas sim eu na altura estava muito feliz com o combate mas a um combate nessa wrestlemania que eu vi e que posso rever vezes sem conta que vou sempre adorar de ver, para mim o melhor combate de todos os tempos(sei que agora vou causar muita polemica.)
        HBK VS UNDERTAKER!!!!!!!!!!

      • Gman - há 4 anos

        Vamos dizer que o WPT estraga um pouco da emoção de ser um fã XD brincadeira, depois de frequentar o site me sinto muito mais apto a falar de Wrestling e me sinto um fã mais completo.

      • Salgado - há 4 anos

        Ah sim, esse é um clássico absoluto! Sem qualquer dúvida :) Grande história, grande combate e grandes Lendas!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador