Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Opinião Feminina #118 – The Real American Controversy

“I see people with faces not like mine. I see people that I don’t even know what they’re saying. They can’t even talk to me.  And I look around and I think, where did all these people come from?  But most importantly I think, how do we get rid of ‘em?  We the people!  Americans, real Americans, know the truth!  Zeb Colter knows the truth! Jack Swagger knows the truth!  Because this is the land of the free and the home of the brave, not the land of the free and whoever wants to cross our borders! This is a real american. It’s our country and it’s our land, to protect and defend! Because we’re real patriots, real americans and remember, we the people!”

Zeb Colter, Raw 11 de Fevereiro de 2013

A meu ver, Jack Swagger é oficialmente um dos candidatos a vencedor do Slammy de “Mudança mai abrupta dos últimos anos”. Não digo isto porque num dia surgia como um “All American American” com Vickie Guerrero como manager, para depois mudar para “Real American” trazendo consigo, por sua vez, um xenofóbico manager. Digo isto porque, de forma inesperada e surpreendente, Jack Swagger passou de desinteressante a estar nas bocas do mundo.

Esta mudança foi, de facto, chocante, apanhando-me completamente de surpresa. Esta semana ,encontrava-me preocupada com a ideia de não ter tema para esta edição do “Opinião Feminina”, apenas para ser salva pelas aventuras de Mr. Swagger. Ora, mais explicações para quê? Swagger está nas bocas do mundo, toda a gente está a falar dele, portanto o “Opinião Feminina” não é diferente.

Apesar da WWE ter tentado a todo custo fazer o contrário, ou pelo menos, dado essa impressão, a verdade é que faço parte da pequena minoria que ainda se lembra que Jack Swagger ganhou o Título World Heavyweight, ao fazer o cash-in em Chris Jericho, dando início a um reinado completamente insignificante. Não digo insignificante para ser cruel, mas não creio que existam melhores termos para o descrever. O facto de ter acontecido há apenas quase três anos e de mesmo assim não me lembrar de uma única qualidade certamente não abona a seu favor.

Creio que o consenso geral é que Swagger se perdeu no main-event, junto das grandes estrelas, especialmente porque não tinha a habilidade de conquistar uma plateia através da suas mic skills, visto que estas eram inexistentes. É verdade que Swagger ainda foi emparelhado com Vickie Guerrero, mas obviamente tal não resultou. Vickie é extremamente eficaz a obter heat do público, mas não me parece ser capacitada o suficiente para contar uma história sobre o seu protegido, dando assim razões para os fãs o odiarem a ele e não a ela.

Ao longo destes últimos anos na WWE, embora com alguns altos e baixos, Jack Swagger não conseguiu ter nenhum impacto significativo na companhia. As suas capacidades in-ring existem e são bastante boas, mas só isso não chega, como muito bem sabemos.

Pessoalmente, Swagger sempre me foi indiferente. Reconhecia-lhe o talento, naturalmente, mas depois do ver desperdiçar as oportunidades dadas para melhorar, acabei por me mentalizar que nunca iria sair daquela zona em que se tinha colocado, logo não existiam razões viáveis para me envolver emocionalmente com o seu trabalho. De forma bastante engraçada tudo isso acabou por mudar e, mais uma vez, a WWE provou-me que estava errada. Felizmente, esta é daquelas vezes em que gosto de estar errada.

A meu ver, a WWE tomou a decisão certa ao tirar Jack Swagger de televisão. Muitas vezes, os talenos ficam “gastos” devido à forma constante e excessiva que são expostos aos fãs. Se até as personagens mais bem-sucedidas têm que mudar devido a esta exposição em demasia, para não serem prejudicados, o que se poderá dizer de personagens que estão estagnadas e não avistam uma luz ao fundo do túnel?

Tirá-lo de televisão e usar esse tempo para estudar a melhor forma do voltar a apresentar aos fãs, ao mesmo tempo que tentar que essa forma seja definitiva – pois, raramente os fãs dão segundas oportunidades, quanto mais terceiras ou quartas, foi uma excelente ideia e congratulo a WWE por isso.

Embora tenham sido publicadas e espalhadas imagens de Swagger com um novo visual, isso não garante nada aos fãs, tal como o pude constatar no evento ao vivo a que fui da Smackdown, no passado Novembro. Swagger não tinha mudado a sua personagem ou música de entrada. É certo que se pode dizer que a WWE estaria a guardar uma nova personagem para estrear em televisão e não num house show qualquer, o que por sua vez é um argumento perfeitamente aceitável.

Mas, a verdade é que essa não é uma regra que a WWE segue à letra. Há casos em que preferem agir dessa forma, e há outros em que antes da personagem chegar à televisão já passou por vários house shows (exemplo: Fandango!). Não tenho problemas em admitir que fiquei surpreendida por ver Swagger na Smackdown, em Novembro, porque até me tinha esquecido um pouco dele.

O meu desânimo e desinteresse para com Jack Swagger não mudou nem um pouco aquando o seu regresso. O visual era novo, a atitude era, de facto, um pouco mais agressiva, mas a música era a mesma e a personagem não me tinha dado motivos para lhe dar uma oportunidade e achar que desta vez seria diferente. Tudo isto para aparecer Zeb Colter.

Zeb Colter, ou Dutch Mantel como é mais conhecido, fez a diferença. A diferença não foi só o facto de ser o manager que Jack Swagger tanto precisava, mas também o facto de ser uma novidade. Ao contrário de muitos fãs mais velhos, não fazia a mais pequena ideia de quem era este senhor e o simples facto do ver aparecer em televisão deixou-me curiosa sobre a sua identidade. A ideia de que Jack Swagger era emparelhado com alguém que a maioria dos fãs não conhece é brilhante.

Se tivesse sido com alguém que já conhecíamos, mesmo com uma nova personagem, o interesse seria sem qualquer dúvida menor, porque haveria menos detalhes para descobrir ou perceber. É certo que Paul Heyman como manager é um génio autêntico e muito provavelmente o que estou a dizer não se aplica a ele, mas quem é que sinceramente acredita que, na Road to Wrestlemania e com Brock Lesnar de regresso, Paul Heyman iria ser manager de Jack Swagger, com quem não tem qualquer tipo de relação?

Enfim, facto é que, logo à partida, achei a escolha muito inteligente. A minha opinião não mudou depois da primeira promo de Zeb Colter, aliás, muito pelo contrário, intensificou-se.

Admito que a promo não foi algo que me deixou completamente arrebatada e impressionada, mas foi o suficiente para me conquistar. Numa promo, Zeb Colter conseguiu fazer com que me interessasse mais por Jack Swagger, do que o próprio tinha feito em seis anos na WWE. Isso já é alguma coisa.

Embora não seja uma imigrante a viver no Estados Unidos da América, logo não tenha qualquer razão para me sentir ofendida, a verdade é que nem a personagem, nem o conteúdo da promo em si me pareceu tão polémica e controversa como alguns dos mais recentes eventos estão a querer dar a entender.

Aliás, nem sequer é novidade! Há poucos anos atrás, JBL estava a fazer e dizer quase a mesma coisa! E tenho quase a certeza absoluta que alguém, antes dele, fez algo parecido. Assim como tenho a certeza que deve existir uma lista de filmes, peças de teatro e livros que usam a ficção para abordar temas relacionados com a xenofobia, logo nada do que estamos a ver é propriamente novo, certo?

Pois, quem me dera que fosse assim tão simples. Infelizmente, com o Wrestling, nunca é assim tão simples.

Facto é que no Wrestling são poucas as ideias que são originais, afinal, porquê fazê-lo quando se pode facilmente renovar e reiventar algo que já fez anteriormente com a esperança que volte a resultar? Atenção, não quer dizer que isso seja errado! Jack Swagger é o caso perfeito de como isso resultou e a WWE acertou! Não digo que acertou no Euromilhões e que foi a melhor ideia dos últimos anos, mas resultou e isso é que interessa. Quem diria que uma boa dose de decisões inteligentes iria dar bom resultado? Se calhar se tentasse isso mais vezes, as coisas corriam melhor.

Falando por experiência própria, é díficil que a WWE me consiga chocar, portanto mesmo que fosse uma imigrante, nunca seria esta história que iria fazer isso. Já me choquei com algumas coisas, é um facto, mas – tal como faço com tudo o resto que existe no ramo do entretenimento – simplesmente percebi que são só personagens e histórias feitas com o objectivo de despertar emoções, positivas ou negativas. Felizmente, ao contrário de alguns comentadores políticos, não tenho problemas em distinguir a realidade da ficção, mesmo quando me é apresentada dentro de um ringue, ao invés de ser numa cena de cinema.

Fora da WWE, há quem veja isto como um insulto e como algo completamente desnecessário. Dentro da WWE, eles vêm estas reacções como “missão cumprida!”. Afinal, conseguiram por as pessoas a falar e, por sua vez, Vince é bastante conhecido por achar que “qualquer publicidade, é boa publicidade”, portanto não consigo deixar de o imaginar a esfregar as mãos de contente nos bastidores da companhia.

Pessoalmente, acho irrelevante que tipo de reacção suscita (positiva ou negativa), apenas preferia que não fosse uma reacção baseada na ignorância pura. Mas, tal como a WWE fez e muito bem, se há assim tantas dúvidas em relação ao produto que a WWE apresenta, que tal fazer uma visita e perceber pelos próprios olhos? Talvez resultasse, talvez não, quem sabe? Pelo menos, a WWE já não podem culpar de não tentar.

Voltando ao que realmente interessa, em suma gostei do regresso de Jack Swagger, gostei das alterações que sofreu e adorei toda a interacção com Zeb Colter. Estava entuasiasmada para ver estas personagens a desenvolverem-se e, sem qualquer dúvida, esse era um ponto a favor de Swagger e da WWE.

Do que não estava nada à espera era que Swagger vencesse a Elimination Chamber. Nunca me passou pela cabeça que ele ganhasse, o que me fez sentir bastante mal depois, pois apercebi-me que havia um número significativo de pessoas a apostar nele! Fiquei, por momentos, a perguntar-me se alguém teria visto algum sinal que tinha perdido, mas a reacção mais predominante continua a ser a de surpresa, o que acabou por me descansar.

Ao contrário de muitas pessoas, não acho que tenha sido um erro dar a vitória a Jack Swagger. Pelo menos, não achei que fosse um erro até à quarta-feira seguinte.

Uma das coisas que era absolutamente essencial que a WWE fizesse era mostrar aos fãs que Jack Swagger estava diferente. Não basta dizer que Swagger mudou e que agora é para ser levado a sério. Não basta dizer isso aos fãs, através de um novo manager e uma nova música de entrada, e esperar que estes esqueçam os últimos seis anos de carreira dele. É preciso mostrar que é a sério.

Mesmo depois de ter regressado com todas estas mudanças, os fãs ainda não estava convencidos que esta situação era para ser levada a sério. Ainda não estavam convencidos que a WWE pretendia mesmo fazer algo importante com Jack Swagger. E porque razão iriam pensar o contrário? Quantas vezes é que a WWE mudou algo ou tomou alguma atitude que parecesse ser indicadora de mudança, para depois se revelar um fiasco ou um engano total? Quantas vezes é que os fãs já se sentiram ludibriados pela WWE?

É verdade que nunca estamos a salvo dessa situação e que, a qualquer momento. a WWE pode mudar radicalmente as coisas, mas isso não significa que a WWE não possa tentar. Aliás, no caso de Jack Swagger é imperativo que tente que os fãs o levem a sério, pois tal como referi acima, sabe-se lá quantas oportunidades é que ele irá voltar a ter.

Tê-lo a ganhar a Elimination Chamber foi uma surpresa, logo chamou a atenção dos fãs. E, embora possa não ter convencido todos, mostrou pelo menos a alguns que desta vez a WWE estava de facto a apostar em alguém. Desta vez, era sério. Ou pelo menos, mais sério que nos últimos seis anos.
Aliás, parecia estar tudo a correr às mil maravilhas. Jack Swagger tinha voltado com uma nova e muito mais interessante personalidade, tendo até sido premiado com um novo manager e uma oportunidade ao Título na Wrestlemania 29. A WWE estava a apostar no futuro e Jack Swagger tinha aqui a sua oportunidade de ouro para revolucionar a sua carreira. Tudo isto foram excelentes notícias para Swagger. Mas, pelos vistos, não foram boas o suficiente para o impedir de arriscar tudo de forma completamente idiota.

Conduzir alterado é, já por si só, uma idiotice indescritível. A quantidade de vidas que se perdem ou que se estragam devido a “brincadeiras” deste género é enorme. E mesmo assim, todos os dias aparece alguém que acha que “só acontece aos outros”. Só por isto, Jack Swagger já fica bastante mal visto. Juntar a isso o facto de que estava a conduzir a uma velocidade acima da permitida por Lei e que possuía uma pequena quantidade de Marijuana consigo torna tudo isto ainda pior.

Mas, mesmo assim, ainda não é tudo, porque o sentido de oportunidade deste acidente não poderia ser o mais ideal. Três dias depois de ter a oportunidade de lutar por um dos títulos principais no evento mais importante de Wrestling do ano, pelos vistos, não é motivação suficiente para “andar na linha”, o que por sua vez, é algo bastante anedótico de constantar.

Há um mês atrás, as apostas eram que Jack Swagger provavelmente nem iria aparecer na Wrestlemania, quanto mais lutar por um dos títulos, afinal, não estavam os sites de notícias todos tão certos de que iria ser Randy Orton – finalmente heel – a lutar pelo Título contra Sheamus? Ou seja, mesmo depois de vencer todos os descrentes, mesmo depois de ter direito a um novo começo na sua carreira, Jack Swagger escolheu este momento para meter tudo em risco. O que é que isto diz da sua dedicação e da importância que dá ao que foi feito por ele?

É certo que errar é humano, mas tendo em conta o que estava em jogo, estava à espera de muito mais. Como é natural, isto não é só um insulto ao que a WWE estava a fazer por si, mas também um insulto aos fãs que, como eu, estava interessados e motivados para o ver singrar. Afinal, se Jack Swagger se está borrifando para as oportunidades dadas, para o significado de um combate na Wrestlemania e para a hipótese de renovar a carreira, porque me devo eu preocupar? Porque me devo importar com o que lhe acontece?

Sinceramente, acho que deveriam dar a oportunidade a alguém que continue a trabalhar para merecer o que lhe é dado. Jack Swagger não merece estas oportunidades, tal ficou bastante explícito pelo valor que lhes deu com as suas mais recentes acções.

A meu ver, a WWE deveria castigá-lo de acordo com o que ditam as regras da Wellness Policy, inclua isso uma suspensão ou um despedimento, e dar a oportunidade a outra pessoa. Olhem, por exemplo, o Dolph Ziggler! A pessoa que, por acaso, se separou de Jack Swagger em Julho passado, para o delírio da multidão presente. A pessoa que, neste preciso momento, tem a Mala de Money in the Bank, mas mesmo assim, conseguiu ficar mais afastado do Título que o lutador que não aparecia em televisão há meses!

Se não for Ziggler, então que seja Damien Sandow, Cody Rhodes, Sheamus ou Ryback! O que não falta no roster são pessoas talentosas que, até ao momento, ainda não deram razões para achar que não valorizam as oportunidades dadas.

Contudo, tal como comentei na notícia, não acho que isso vá acontecer. Jack Swagger pode ter tentado arruinar a sua carreira, mas Vince McMahon e Glenn Beck estão a trabalhar para a salvar.

Embora não tenha sido a sua ideia ao início, muitos são os relatos que afirmam que Vince adorou a personagem de JBL. Juntando isto ao facto desta personagem em específico ter sido reiventada e ao push que teve, tal torna-se muito pouco díficil de acreditar.

E onde é que Glenn Beck entra nisto tudo? É muito simples, Glenn Beck, ao ser completamente incapaz de distinguir realidade de ficção a não ser que esteja sentado na sala de um cinema, criou ainda mais controvérsia à volta da personagem de Jack Swagger, dando assim a Vince a sua preciosa publicidade.

Agora que a personagem está, mais do que nunca, nas bocas do mundo, acho incrivelmente díficil e improvável que a WWE tire Jack Swagger do combate pelo Título na Wrestlemania 29. Antes da polémica envolvendo Beck, já achava díficil tal de acontecer. Agora, acho absolutamente impossível e ficaria chocadíssima se, novamente, a WWE provasse que estava errada.

Surgiram algumas comparações deste caso com o caso de RVD e, tal como fiz em comentários, quero explicar porque é que acho que as diferenças entre os dois casos são significativas.

Na altura em que cometeu o seu disparate, RVD tinha recebido um push para ser campeão da WWE e da ECW. Não só tinha dois títulos, como tinha o título máximo da companhia consigo. RVD conseguiu isto ao fazer o cash-in em John Cena – uma estrela que se estava a tornar bastante relevante e rentável – na arena da ECW, no pay-per-view da ECW. A aposta em RVD foi tremenda! A aposta da WWE numa personalidade que nunca estará primeiramente associada a si, uma personalidade que eles não criaram, foi enorme.

Swagger é um caso completamente diferente. Não só é uma personalidade criada pela WWE e que terá sempre o seu selo, como é uma personalidade que o chefe da WWE aprecia. Juntar isso ao facto que Swagger não está a lutar pelo Título da WWE no main-event da Wrestlemania 29, como campeão. Swagger é o candidato ao Título menos importante, entre os principais, no que vai ser provavelmente o combate de abertura. Já para não dizer que a fasquia para este combate não está muito elevada. Aliás, basta durar 19 segundos e já é melhor que o da Wrestlemania 28!

Por isto tudo, acho que ele não vai perder a sua oportunidade. Se estivesse colocado numa situação de maior destaque, certamente a WWE tomaria uma posição. Neste caso em específico, não acredito.

Ora, embora não acredite que o combate vá mudar, ainda nada está absolutamente confirmado. De momento, não acho que Jack Swagger ganhe o Título, independentemente da sua detenção. Acho que a WWE quer mesmo fazer com que Alberto Del Rio renda e isso passaria por uma vitória na Wrestlemania. Contudo, a dedicação da WWE a esta personagem, depois desta detenção, ainda está para ser vista, portanto qualquer tipo de apostas agora num vencedor não teria a garantia de definitiva, pois ainda falta muito para a Wrestlemania 29.

De qualquer das formas, fico curiosa para ver, não só o combate, mas a contínua construção da personagem de Jack Swagger. Continuo a achar que deixou de merecer qualquer aposta deste género depois das desvalorizar desta forma, mas isso é um problema com o Jacob Hager. De momento, o Jack Swagger parece-me ter um futuro bastante interessante. Penso ter dito tudo o que, da minha parte, havia a dizer, portanto agora é a vossa vez! Um resto de bom fim-de-semana a todos e até para a semana!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

19 Comentários

  1. Ribeiro46 - há 4 anos

    Foi um bom artigo.
    Para mim, a oportunidade que o Jack Swagger recebeu para lutar pelo Título Mundial na Wrestlemania é prematura.
    Já era essa a minha opinião após a EC e depois de ver a noticia em que ele é detido pela policia só fiquei mais seguro da minha opinião.
    Apostar em alguem que tinha andado ausente vários meses e cuja personagem mal tinha sido introduzida aos fãs é uma estupidez.
    Em vez de darem um push mais moderado ao Swagger ao pô-lo numa feud contra alguem que não fosse americano como o Sin Cara ou o Christian para consolidar a sua personagem entre os fãs, foram po-lo numa feud pelo WHC com o Del Rio que tinha vindo duma feud que também se focava no facto de ele ser latino.
    A WWE conseguiu estragar os dois combates pelos Títulos principais.

    • Salgado - há 4 anos

      Vê-lo a ser preso pouco depois de receber uma oportunidade destas não quer dizer que seja prematura. Se ele não valoriza as oportunidades dadas, poderá acontecer a qualquer altura e com qualquer tipo de história/construção. Simplesmente não havia forma de prever que ele fosse fazer isto. Caso a memória não me falhe, é a primeira vez que o Swagger está envolvido em algo parecido e ele já teve um push ao main-event antes.

      É estupidez porquê? Aquando o seu regresso, deram-lhe uma vitória para validar o mesmo e mostrar que é uma aposta séria e isso faz todo o sentido. A personagem podia, sim, ter tido mais tempo para se dar a conhecer, mas também não foi um erro por aí além.

      Claro que foram pô-lo com o Del Rio, o objectivo é mesmo esse: elevar o Del Rio. A WWE quer por o Del Rio a render como “herói latino” e isso é claro em tudo o que este faz. O facto de ter sido logo emparelhado com o campeão mostra que as intenções da WWE são para com o Del Rio e não com Swagger.

      Se o Swagger não lutasse pelo Título World Heavyweight na WM29, iria lutar aonde? Num combate com várias pessoas, mas onde não teria destaque nenhum? Todos sabemos que na WM o que interessa são os títulos, a Streak e as Lendas. Ao estar num desses combates com uma nova gimmick, o Swagger mostra que, pelo menos, da parte da WWE a aposta é séria e podiamos ter um novo main-eventer em breve.

      • Ribeiro46 - há 4 anos

        Dar um push tão forte e tão imediato a alguem que antes de estar ausente andava pelo low/mid card é para mim absurdo.
        Eu compreendia esse tipo de push para um CM Punk, um Randy Orton, um Sheamus ou um John Cena que são grandes figuras da companhia.
        Agora para alguém que até perdia com o Santino não faz sentido.
        Já para não falar das mediocres mic skills que ele ainda tem.
        Melhorou durante a sua ausencia mas ainda assim não chega para ser um main eventer convincente.
        E não pode ter o Zeb Colter a fazer as promos por ele quando for campeão.
        Para mim, o Swagger lutava pelo título quando muito em Agosto quando tivesse uma personagem consolidada e tivesse melhorado um pouco mais as mic skills.

        Tudo bem que a WWE quer valorizar o Del Rio e quer torna-lo o heroi latino da companhia mas não precisam de ter rivalidades sempre a incidir no mesmo tópico.

        Para mim, esta feud entre Swagger e Del Rio não é de Wrestlemania.

      • Salgado - há 4 anos

        Ele sofreu um “repackaging”. A meu ver, se não é para ser levado a sério, pelos fãs e pela companhia, então não vale a pena fazê-lo de todo. CM Punk? Orton? Sheamus? Cena? Para quê? Já são main-eventers! Tudo o que eles precisam menos é de “repackaging”! Eles já são fortes e relevantes o suficiente para sobreviverem no main event e mudarem quando for preciso, sem ser necessário tirá-los de televisão. Esses é que não precisam de tudo.

        Exactamente por ser alguém que até perdia com o Santino é que era preciso tirá-lo de televisão, voltar a avaliá-lo e estreá-lo novamente.

        Dizes isso das mic skills dele, porque sabes que são más, porque ultimamente ele não tem feito nada de mal nesse ponto, porque até nem tem falado muito. Ao colocarem o manager ao lado dele, esconderam-lhe as fraquezas e estão a valorizar-lhe os pontos fortes! É isso que um manager deve fazer e é isso que o Zeb está a fazer!

        Estar a criticá-lo pela forma como era construído há meses neste momento é absolutamente irrelevante. Ele evoluiu! É com base nisso e com base naquilo que notas dessa evolução que o deves avaliar. Óbvio que se continuares a pensar nele como o Jack Swagger de há uns meses atrás ele nunca será nada.

        Porque não? Qual é o problema de continuar a trabalhar como tem trabalhado, mesmo que seja campeão? Qual é o problema?

        Sempre a incidir no mesmo tópico? Esta é a primeira que está a incidir directamente nesse tópico. Ele pode se tornado no herói latino há pouco tempo, mas a história com Big Show não era por ele ser latino ou não.

  2. David Villa "maravilla" - há 4 anos

    É inegavel que o swagger tem talento no ringue e com o novo manager melhorou muito mas continuo a achar que dois 6 presentes na chamber é o menos talentoso e o que menos merecia esta oportundiade!!! e até gostei que tivesse feito asneira que pelo menos assim pode ser que seja dada a oportunidade a outra pessoa!

  3. Tibraco - há 4 anos

    Um novo visual, uma música nova e um novo manager ajudam sempre a despertar a atenção do público. É bom no ringue e mau no micro, não tem problema, arranja-se um manager. Até aqui está tudo “normal”. O que eu considero “anormal” é colocar um lutador que regressou há um mês a lutar pelo titulo no maior evento de todos. Sinceramente, não consigo encontra UMA única explicação racional para esta aposta no Swagger.

    Queriam dar uma oportunidade aos mais novos? Pois bem, o Cody ( e eu não sou grande fã dele) está na fila há uns 4 anos. O Ziggler, eterno injustiçado, arrisca-se a não ter destaque nenhum na Wrestlemania. Se quiseres incluir o Sheamus e o Ryback nessa lista, também se compreende. O que não se compreende é que com tantos lutadores que mereciam essa oportunidade, vá-se aposta no Swagger.

    O comportamento dele extra-ringue, honestamente, passa-me completamente ao lado. Sim, a WWE tem uma imagem a manter e , como é lógico, é dever dos seus funcionários terem um comportamento adequado. Mas eu, enquanto fã, aprecio o seu trabalho que passa na televisão e pouco mais. No entanto, é impossivel não reparar na irresponsabilidade do moço. A tua análise à situação está 100% correta.

    Ele está nas bocas do mundo até segunda. A partir daí, irá falar-se no Undertaker, no Lesnar vs HHH, no titulo da WWE. Se arranjarem uma boa história para o Jericho, Ryback ou os The Shield, então o Swagger/Del Rio será completamente colocado de parte. É triste, porque o titulo será desvalorizado e quando o Ziggler o vencer será prejudicado por isso.

    • Salgado - há 4 anos

      Uma única explicação racional? Apostar no futuro? Mostrar aos fãs que existe uma nova personagem que deve ser levada a sério?

      Queriam fazer o quê com aquele, neste altura do ano? Fazê-lo regressar todo modificado, para depois lhe dar um combate que mal vai ser promovido na WM29 só para ele estar lá? E depois daqui a seis meses tinhamos os fãs a dizer “Ah o Swagger regressou todo mudado e tal, mas não fizeram nada com ele, continuou a ser o mesmo midcarder”.

      Nesta altura do ano, a regressar tão próximo da WM, todo mudado, pede que lhe dêem algo sério, não faz sentido não darem! Senão, para quê regressar nesta altura com toda a pompa e circunstância?

      E também não percebo qual é a dificuldade em entender isto, ele não está a lutar no main-event da WM29, ele não está a ir contra The Rock, Brock Lesnar, HHH, Undertaker ou John Cena! Ele está num combate de abertura por um Título quase secundário! O valor desta aposta é apenas moral e da parte dos fãs, porque a importância que tem para a WWE é questionável, afinal no ano passado o combate durou 18 segundos.

      Portanto, acho que é aposta perfeita para ele nesta altura do campeoonato. Está envolvido em algo sério, aos olhos dos fãs, mas que não chega ao ponto de ser demasiada areia para a sua camioneta.

      Concordo com todos os nomes que deste, aliás sugeri-os lá em cima. Na WWE ele não trabalham consoante “quem está na fila”. Se bem te lembras, esse foi um dos problemas do Punk em 2011. Depois de tudo o que tinha feito, ainda não era importante suficiente para se preocuparem em dar-lhe uma rivalidade na WM… Eles apostam em quem gostam, nas personagens que gostam ou em quem os obriga a tal, através do seu trabalho. Estar na fila não é algo que lhes faça diferença. É argumento em que nós – fãs – pensamos e ponderamos, mas não é algo que, a meu ver, afecte a WWE.

      Sinceramente, a imagem que a WWE tem de manter, embora seja importante e esteja sempre associada a uma grande responsabilidade, foi o menor das minhas preocupações neste caso. A minha preocupação nisto foi a irresponsabilidade dos actos dele como cidadão e a falta de consideração pelas oportunidades dadas, quando há tantos lutadores que trabalham para as ter e não tiveram por causa do push dele. Acho que, como lutador da WWE e especialmente lutador que está a ganhar relevo, o Swagger tem que ter noção da sua responsabilidade e do que está a representar, mas por acaso, foi a menor das minhas preocupações.

      Tens razão no que estás a dizer. Muito provavelmente, a história do Swagger com o Del Rio irá ser completamente ofuscada e nem esta polémica com o Glenn Beck a salva. Mas isso é porque já se sabe o valor que a WWE dá aos títulos, os lutadores, neste caso, fazem o que podem com o que possuem. Para isso mudar, a reforma teria que começar na companhia e não nos lutadores. De qualquer das formas, continuo a achar impressionante a mudança que ele fez.

      • Tibraco - há 4 anos

        Sim, “apostar no futuro” deve ser uma preocupação constante da WWE. A minha dúvida é se não existiam Wrestlers “de futuro” que mereciam mais esta oportunidade que está a ser dada ao Swagger.

        O WHC, neste momento, está claramente abaixo do WWE Championship mas daí a considerá-lo um titlo “quase secundário” vai um grande passo. Não foi assim há tanto tempo que o Edge e o Orton foram campeões. Nessa altura era um titulo muito mais valorizado do que agora. Se , hoje em dia, temos a noção de que o WHC é um titulo “quase secundário” é devido ao desleixo da WWE.

        Não acho que ele tenha regressado assim tão diferente. O pormenor do Manager é interessante mas a gimmick, no seu conteúdo, é bastante similar à anterior. Se lutar pelo WHC na Mania para o Swagger é bom? Claro, sem dúvida. Se é o melhor para os fãs? Nem pensar. Eu preferia , por exemplo, o Mark Henry. Também regressou com “a corda toda” e se o Del Rio vencesse seria uma ótima forma de o consolidar junto dos fãs.

        Oh, a WWE “aposta em quem gosta”. Isso é clarinho como a água. Talvez seja por isso que estão tão dependentes de 4/5 lutadores. Um dia que eles, por algum motivo, não possam combater provavelmente arrependem-se de apostarem só em quem gostam.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Aliás, o que tu dizes no último parágrafo até já aconteceu há pouco tempo, quando eles ficaram desesperados aquando da lesão do Punk… E não só. Já houve mais situações. Esta foi a mais recente.

      • Tibraco - há 4 anos

        Exato. O mal é que eles não são consistentes nas apostas que fazem. Olha para o Ryback. Em outubro estava com o hype todo, via-se que havia ali uma aposta bem feita e , do nada, começa a perder combates e está “perdido”. O Miz foi main eventer de uma Wrestlemania e 2 meses depois perdia para o Riley. Enfim, talvez um dia mais tarde isso tenha consequências.

  4. Frederico_WWE - há 4 anos

    Mais um artigo de qualidade inquestionável…
    Mas Salgado é exagerado dizeres que “Jack Swagger é oficialmente um dos candidatos a vencedor do Slammy de mudança mais abrupta dos últimos anos” um bocado exagerado :D e além disso o Swagger passou de desinteressante a interessante mas não tão relevante quanto isso a ponto de se dizer que muito se fala dele… fala se mais dele pelas asneiras que fez ao ser detido pela policia do que pela sua mudança de personagem… aliás acho mais determinante o trabalho do Zeb Colter um autêntico rei em promos do que o trabalho do Swagger que só tem que se mostrar mais agressivo e fazer umas expressões de que parece um animal cheio de raiva… ou seja calma lá com o Swagger que ele ainda tem que se solidificar nesta nova faceta :)

    • Salgado - há 4 anos

      Pronto, pronto… Foi exagerado :) Mas tu percebeste o que quis dizer, não percebeste? xDD

      Não se falam só das asneiras dele. Não sei se tens reparado, mas a polémica toda com o Beck colocou o Jack Swagger e a WWE nalguns sites de notícias, que até nem têm a ver com o Wrestling. Ele está a ganhar notoriedade lá fora. Não é assim nada que se compare ao The Rock – nem por sombras – mas para um midcarder que regressou há duas semanas não é nada mau.

      Aliás, da imprensa lá “fora”, acho que o que lhes interessa menos foi as asneiras que ele cometeu, não é como se pudessem usar isso para “chocar” alguém. Agora a história dele com o Beck é um caso completamente diferente.

      Sim, consigo concordar com isso.

  5. danielLP21 - há 4 anos

    Bom artigo, para variar…

    É verdade que o Jack Swagger cometeu um erro grave e deu a entender que não quer saber para nada desta oportunidade que lhe deram para salvar a sua carreira. Isso é incontestável.

    No entanto, quantos lutadores já cometeram disparates e conseguiram, porém, ter uma carreira fantástica? Não acho que será o caso do Swagger, porque não estou a vê-lo como um main-eventer consolidado por mais forte que seja a aposta nele nos próximos tempos.

    Tal como muita gente, também eu ficaria muito surpreendido, chocado até, se tirassem o Jack Swagger da rota do Título Mundial nesta altura. É que não estou mesmo a ver a WWE a fazer uma coisa dessas! Aliás, isso seria uma espécia de derrota para o Vince McMahon, que, como se sabe, adora e resolveu apostar nesta personagem do Swagger. E agora ia admitir uma “derrota”? Não me parece.

    Ainda assim, nunca acreditei que o Swagger ganhasse o título na WrestleMania. Sempre achei que a vitória fosse pender para o lado do Del Rio, até porque o mexicano também está a ser uma aposta fortíssima por parte da WWE. Depois do que o Swagger fez na semana passada, ainda acredito menos na sua vitória. Mas, quem sabe se a WWE não resolver surpreender-nos? Já que não se importam de lhe dar a oportunidade de lutar pelo título na WM, quem sabe se também não se võ importar de lhe dar o título? Nesse caso, já não concordaria minimamente.

    Também temos que ver o que é bom para a WWE. Se nos queixamos tantas vezes de histórias inventadas à pressa, então agora já querem uma dessas histórias para o Título Mundial na WM? Com que credibilidade é que o Cody Rhodes ou o Damien Sandow iam agora, do nada, lutar pelo Título Mundial na WrestleMania?! O Sheamus, apesar de, na minha opinião, merecer ( damn, voltei a gostar do “Great White”), é babyface, logo, não estou a ver como a WWE faria um Sheamus vs Del Rio, até porque esse combate já está mais que gasto, devido ao que aconteceu no ano de 2012… O Ryback? Até podia ser o heel, mas acho que o Ryback tem que vencer na WrestleMania, e como não vejo o Del Rio a perder o título… Imagino o Ryback envolvido com os Shield ou como heel num combate com o Chris Jericho. Ou como heel num combate com o Sheamus…

    A única hipótese que eu vejo, é o Randy Orton. Sim, não tem feito nada de especial nos últimos tempos, mas sempre faria mais sentido que os outros, até porque, de alguma forma, tem continuado na história em redor do título, ainda que só tenha passado uma semana desde o Elimination Chamber. Nesse caso, a “mudança” não seri tão drástica. Mas lá está, substituir o Swagger por um lutador que no último ano foi suspenso por razões semelhantes? Qual seria a credibilidade?

    Assim, não me importo minimamente que o Swagger vá à WrestleMania, desde que perca. Ou melhor ainda, que vença. Se o quiserem castigar a sério, que o ponham a vencer o título e a sofrer o cash-in segundos depois, na própria WrestleMania. Sinceramente, é-me igual que o Ziggler faça o cash-in na própria WM ou na noite seguinte, e depois ainda nos arriscamos a não ter cash-in nem na WM, nem na noite seguinte. O Ziggler seria ofuscado? Talvez. Mas será que não seria igualmente ofuscado na noite seguinte à WM? Então pronto, já que o combate será, quase de certeza, aquele que abrirá o evento, que tal darem aos fãs um início bem diferente daquele que tiveram no ano passado? Desde o Verão que muitos desesperam pelo cash-in, logo, não me admirava que fosse tudo à loucura.

    Só há um “senão”: o Ziggler tem que ter um combte marcado na WrestleMania, senão torna-se demasiado óbvio que fará o cash-in. Sendo assim, que o cash-in seja na noite seguinte. Se for no Del Rio, parece plausível, uma vez que o mexicano, após vencer o Swagger na WM, pode ser atacado pelo “Real American”, permitindo o cash-in do “Show Off”. Se o cash-in for no Swagger, este é castigado com um reinado de um dia, e arriscamo-nos a ter o tão esperado face-turn do Dolph Ziggler, com um Triple Threat no Extreme Rules. Claro que o próprio Swagger, enquanto heel, já fez o cash-in num heel, e não foi por isso que virou babyface, mas acredito que no caso do Ziggler seria diferente, já que os próprios fãs podiam virá-lo face.

    E pronto, já me dispersei xD É o que dá pôr-me a falar do Ziggler :D

    Resumindo, não me importo minimamente que o Swagger vá à WrestleMania lutar pelo Título Mundial, mas não quero, obviamente, que saia de lá campeão, ou, pelo menos, que o reinado dele só dure, no máximo, um dia.

    • José Sousa - há 4 anos

      Daniel não sei se viste hoje nas minhas respostas, que até eu já ponderei a tua hipótese do cash-in ser na Wrestlemania. E acho porque o risco de estar ofuscado existe nas duas noiter, mais na Wrestlemania do que na Raw seguinte. Mas supunhamos que o Stone Cold vinha nessa noite para marcar o desafio com o Punk para a WM 30. Se isso acontece por mais que o Ziggler faça o cash-in o foco da conversa estaria nesse acontecimento e não no Ziggler. Por mais que gostaria que o foco estivesse no Ziggler a quando do cash-in, isso será dificil. Porque na noite depois da Wrestlemania vamos ter algum regresso, ou momento mais forte(existe sempre e este ano não vai ser excepção). Por isso é que já nem descarto o cash na Wrestlemania e seria um momento em que público iria á loucura! Não era o main-event nem nada que se pareça mas também não acredito que passasse tão ao lado pelo menos para um determinado tipo de público mais adulto.

    • Salgado - há 4 anos

      Obrigado :)

      Daniel, nas seis semanas que têm até à Wrestlemania e com a quantidade de programação semanal que possuem, não acredito que fosse assim tão díficil construir uma história que envolva Damien Sandow ou Cody Rhodes, ou qualquer outro talento, a desafiar Alberto Del Rio.

      Se mesmo assim se corria o risco de ser feita à pressa? Sim, mas neste caso terias “desculpa” (os erros do Swagger). Além disso, não é como se fosse algo que os fãs não estivessem à espera. Embora tu, e eu, não achemos que o Vince o tire do combate pelo Título, a larga maioria dos fãs pensou exactamente o contrário, assim que soube das notícias. Portanto, não acho que fosse díficil ou impossível de fazer uma história aceitável e de convencer os fãs dela.

      Fazes bem em gostar do Sheamus, ele merece e é muitas vezes injustiçado por parte dos fãs :D

      Atenção, eu disse esses lutadores porque foram nomes que me “surgiram” na cabeça, que têm a ver com a brand azul e que mereceriam lutar por um título. Neste momento, nenhum deles parece fazer sentido, mas isso é perfeitamente normal, pois nenhum deles está escalado para enfrentar o Del Rio! Quem está é o Swagger! Hoje não faria sentido nenhum ver alguma dessas combinações, porque também nada foi feito nesse sentido, mas, tal como disse acima, se a WWE quisesse fazê-lo, não seria díficil.

      Essa foi exactamente a razão pela qual não referi o Orton xDD Substituí-lo pelo Swagger simplesmente não me soava bem, tendo em conta as circunstâncias xDD

      Sinceramente, não me afecta que ele vá à Wrestlemania e também não me afecta que ganhe o Título. Acho que as duas coisas são mutuamente inclusivas. Não acho que faça sentido dizer que ele, devido às suas asneiras, pode ir à Wrestlemania, mas não merece vencer o título. Isso não é castigo nenhum! Continua a aparecer no card do evento e continua a estar num dos combates mais importantes! Pessoalmente, preferia que não fosse à Wrestlemania. Acho que seria o castigo ideal… Isso e umas semanas no Superstars, para refrescar as ideias.
      Agora se for, também não é algo que me vá fazer perder o sono.

      Não acho que faça sentido haverem cash-ins ou estreias ou regressos, ou qualquer coisa do género na Wrestlemania. Essas coisas, para mim, é para ocorrerem na noite a seguir. A Wrestlemania já vende por si só… Só pelo nome que tem. Que sentido faz usar todos os teus trunfos numa jogada que já está ganha?

      Ohh rapaz, podes falar do Ziggler à vontade, eu é que não me importo de certeza :D

      Mas olha, vou ter que guardar essa parte da discussão para a próxima semana, porque em princípio o próximo artigo será sobre o Ziggler :P Recentemente tive umas ideias mirabolantes sobre ele e tive a organizar novamente o calendário do OF para ver se arranjava um espacinho para ele xDD

      Sinceramente, não acho que isso seja castigo. Nem mesmo o reinado de um dia… Viste o que uma derrota de 18 segundos fez ao Daniel Bryan, não viste? Embora os dois senhores não se comparem, acho que isso nos devia ensinar que nem sempre aquilo que achamos que é um castigo ou uma maldição o é.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Hmm, é muito difícil. O Swagger esteve parado e deram-lhe um “push” ( o que para mim é normal), enquanto o Sandow e o Cody têm tido muitas derrotas… Mas sim, se até o Bryan, depois de tanta derrota, fez o cash-in, qualquer um que esteja num “mau momento” pode receber um “push”.

        Sim, concordo contigo que seria fácil para nós mentalizarmo-nos e habituarmo-nos a uma história feita “à pressa”.

        Epá, em relação ao Sheamus, eu cheguei a um ponto em que deixei de o poder ver à frente, e o melhor que podiam ter feito com ele, fizerem: tirar-lhe o título! Está como novo! Era algo que muitos fãs pediam há muito tempo, para o próprio bem do Sheamus, e tínhamos razão… Continuo sem perceber como é que o Sheamus não está no combate pelo Título Mundial na WM… Foi o que mais me surpresa dos últimos tempos, ainda mais que a vitória dos Shield no EC ou o Del Rio ganhar o título.

        Eu acho que o Jack Swagger não devia ganhar o título não só pelo que aconteceu na semana passada, mas também por causa do Del Rio. Tal como disseste ali em cima, esta história serve para valorizar o Del Rio e não o Swagger ( pelo menos, não directamente). Logo, porquê fazer o Del Rio perder o título na WM, quando já desperdiçaram tantas oportunidades pra consolidá-lo? Seria o terceiro ou quarto tiro nos pés… Eu não acredito nos rumores que dizem que o Swagger estava originalmente escalado para ganhar o título na WrestleMania.

        Eu percebo o que queres dizer e sabes que concordo, mas tenho a certeza que mesmo que o Dolph faça o cash-in na noite seguinte à WM, não será dele que estarão a falar no fim dessa Raw. Deve acontecer algo de surpreendente, como o regresso do Brock Lesnar no ano passado. Além disso, e se o cash-in não é nessa Raw? Lá se vai o efeito “Raw pós-WrestleMania”… Eu prefiro não me mentalizar de que o cash-in vai ser nessa noite. Pode ser antes ( na própria WrestleMania) ou durante os meses seguintes…

        Mas pronto, se vais falar sobre isso para a semana, assunto encerrado… por agora ;)

        Sim, isso é verdade, mas o Swagger não tem a legião de fãs que o Bryan tinha na altura ( e continua a ter) e o próprio Bryan não cometeu nenhuma asneira, ao contrário do Swagger.

  6. Gabriel Fontes - há 4 anos

    Belo artigo.Sabe eu ja disse que acho sobre o push do Swagger,So que ele me parece meio burro!Sinceramente tantos no roster merecendo uma chance ai quando um desses que merecem (Swagger) recebe ele faz isso Corre com o carro e usa droga?Putz cade o Cody nesses momentos,porque o push nao foi para Cody o Miz ate o Zack Ryder.Nossa o cara demora esse tempo todo para receber quando recebe ele faz isso NOSSA.

  7. DanielBR - há 4 anos

    PQP o jack é muito burro mesmo,eu já tava até prevendo swager vs zigler como feud pelo world champ,o jack ganhava na mania ,mas ai alguem o atacava e o zigler fazia o cash in ,após isto ele falava q o zigler o havia roubado e que ninguem rouba um americano,coisa do tipo e por ai ia….Agora bem q o cody podia receber um push.

  8. DirtCrit - há 4 anos

    Brilhantemente trabalhado! Sem nada a acrescentar, a grande questão é mesmo, o que acontecerá a Jack Swagger após o sucedido, e será que na eventualidade de permanecer na companhia, a personagem será forte o suficiente para isto se tornar insignificante. De qualquer forma, talvez o PG se ter tornado mais soft venha a ajudar… Veremos.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador