Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #131 – The Dazzler

“Let’s face it. I’m not the world’s strongest man. In fact, I’m not nearly as strong as most guys in the back. And clearly, I’m not the world’s tallest athlete. I’m one of the shortest guys in the WWE. I’m not the fastest, I’m not the smartest, I don’t have a cool name, I have no catch-phrases, I have no discernible charisma, I was just told that I am not very attractive and there’s absolutely nothing about me that screams WWE Superstar. But I am a very good wrestler and one day, I hope to be one of the great ones.”

Daniel Bryan – WWE Friday Night Smackdown 2011

A citação acima usada foi dita por Daniel Bryan, numa edição da WWE Friday Night Smackdown, pouco depois de ter feito o cash-in da sua oportunidade ao Título World Heavyweight no Tables, Ladders & Chairs 2011. Como se pode ver, esta promo já ocorreu há algum tempo e fui resgatá-la precisamente para evidenciar a evolução de Daniel Bryan.

Desde o início, na sua estreia no NXT em 2010, que Bryan foi sempre retratado como apenas um excelente lutador que tinha viajado o mundo para melhorar o seu trabalho, e não como alguém que tivesse grande carisma ou personalidade. Afinal, ele estava simplesmente a ser ele próprio. Graças ao seu talento e trabalho, um grupo selectivo de fãs sabia quem ele era, ao passo que a grande maioria pouco se deixou impressionar inicialmente por mais uma personalidade e um físico desinteressante. E, como já se sabe, nesta indústria é preciso mais do que apenas ser extremamente bom dentro de ringue para conseguir singrar.

Olhando novamente para a promo de Bryan, este continua a não ser o mais forte ou o mais alto lutador que a WWE possui. Aliás, tal como se vem a dizer desde o início da sua carreira, não há nada no físico de Daniel Bryan que indique que este possa ser considerado um lutador de Wrestling, quanto mais lutador da WWE, onde a ideia dos físicos impressionantes continua presente.

Contudo, tal como provam vários exemplos na história, o facto do físico não ser o maior aliado de um lutador não implica que este não tenha grande sucesso. Foi por isso que, para singrar, Bryan usou outra grande arma que, muitos julgaram ele não ter: personalidade.

Em poucos anos, Daniel Bryan passou de alguém com uma aparência simples, pouco impressionante e sem quaisquer traços de personalidade, a um dos lutadores mais carismáticos da companhia com uma barba estranhamente longa. Porquê? Porque à semelhança de Dolph Ziggler que, como referi na semana passada, se tinha tornado necessário pela sua capacidade de fazer os seus adversários brilhar, Bryan descobriu que se poderia tornar extremamente popular, logo necessário, ao ser a estrela mais multi-dimensional da WWE.

O que quero dizer com esta multi-dimensionalidade é que Daniel Bryan consegue exceder expectativas em todas as áreas, não só no seu trabalho dentro de ringue que sempre foi bem recebido. Isto, ao contrário de muitos lutadores pecam em, pelo menos, numa área. Dessa forma, Bryan adquiriu logo aspectos que, segundo a sua promo acima, julgava não ter: carisma e frases conhecidas. Afinal, foi ele que tornou uma das palavras mais básicas da linguagem humana num fenómeno verdadeiramente duradouro.

Tal como referi há semanas atrás no artigo relativo a Fandango, o fenómeno “YES!” de Bryan é extremamente diferente do “Fandangoing”. Ao passo que o mais recente foi o resultado da euforia e energia desenfreada de fãs à procura de divertimento, o primeiro foi fruto de meses de trabalho e provas dadas de esforço, apenas fortemente impulsionado por um acto de injustiça incrível.

Há duas questões bastante importantes a reter no fenómeno criado por Daniel Bryan. Primeiro, começou antes do combate de dezoito segundos, embora tenha sido fortemente impulsionado pelo menos. Segundo, Bryan soube manter o fenómeno vivo durante este ano ao ser, como já referi acima, a estrela mais multi-dimensional da companhia.

Seja através de truques de magia, músicas rap, discussões sobre ursos em programas para mais jovens, segmentos cómicos com Kane, em promos mais sérias, dentro de ringue a lutar ou em interacções com os fãs, Bryan consegue agradar a todo o género de fãs que a WWE possui. Desde crianças a adultos, de ambos os sexos. Tal reflecte-se nas reacções estrondosas que recebe de forma consistente por onde passa.

Na passada segunda-feira, durante o combate dos The Shield contra Team Hell No e Kofi Kingston, bem à semelhança de muitos outros combates em que aparece, a audiência foi à loucura com Daniel Bryan em ringue. Enquanto isto, ínumeros fãs comentavam o combate questionando se os grandes oficiais da WWE estariam a prestar atenção às reacções que este recebia que, facilmente, rivalizam as reacções de grandes estrelas como John Cena ou CM Punk.

Um lutador tido como eterno “internet darling” – por razões compreensíveis – tornou-se numa das estrelas mais populares da maior companhia de Wrestling do mundo. Tal como já disse acima, não foi o fenómeno de uma noite fruto de uma nova moda, porque as modas passam. As modas acabam e dão lugar a outras. O facto de Bryan ter continuado a dar aos fãs motivos para continuarem estas reacções foi o que as manteu vivas.

E tal, deu confiança e segurança a Bryan. Depois de mais de um ano a receber reacções estrondosas, ninguém pode dizer que ele não pertence na WWE. Depois de todo o seu trabalho camaleónico ao longo de 2012, onde passou de namorado abusivo, a uma personagem desequilibrida obcecada com cabras e os termos “YES!/NO!”, a mais um dos parceiros improváveis de Kane com quem teve uma química inesperada no que podia muito bem ter sido uma enorme armadilha, visto que a divisão de Tag Team não é actualmente conhecida por obter as atenções dos fãs ou por ser muito promovida.

Afinal, quem mais que Daniel Bryan dá o verdadeiro sentido às siglas da WWE (World Wrestling Entertainment)? Não só entretém as massas ao vestir os mais diferentes papéis e exceder em todos eles, como consegue agradar a todos fãs que prezam o trabalho feito dentro de ringue. A prová-lo estão os combates de 2012 em pay-per-view com Sheamus, CM Punk e, em tag team, com os The Shield!

Tal dedicação e primor no seu trabalho leva a que os seus fãs se questionem sobre o seu futuro. Agora que a sua aliança com Kane parece ter definitivamente os dias contados, visto que era uma situação que se andava a prever há uns meses, que se seguirá para ele?

Ultimamente, a sua atitude tem sido mais agressiva, bem em contraste com a atitude do seu parceiro Kane, dando a entender um possível heel-turn.

Pessoalmente, não acho que seja a ideia mais instintiva a ter de momento, tendo em conta a situação actual. O principal babyface da companhia, John Cena, é vaiado fortemente invertendo qualquer sentido que as suas rivalidades possam ter. O principal heel da companhia, CM Punk, não só está a recuperar de lesões, como é tratado como um herói.

Sheamus, um dos possíveis grandes babyfaces da companhia, é vítima de booking inconsistente que faz dele um trapaceiro desprezível, tornando toda a sua situação contraditória e confusa.

Embora seja uma enorme estrela, Randy Orton não está a ser usado como top babyface. Ora, tal também não é uma boa ideia, pois não é o papel que assente melhor a Orton e que este represente com mais naturalidade. Além disso, há que ter em conta que duas infracções na Wellness Policy dificultam o caminho de regresso ao topo por parte de Randy, pois caso tenha muito destaque e cometa uma terceira infracção, a WWE é forçada a despedir uma estrela maior do que poderia ter criado.

Visto que, desta forma, a companhia está em grande necessidade de uma verdadeiro babyface que recebe as reacções devidas, porque não Bryan? Porque não apostar nalguém cuja popularidade é enorme e cujo talento já provou ser de topo em todas as áreas. Já para não referir que tem provado ser uma aposta segura ao longo dos últimos anos ao não ter problemas do foro pessoal que interfiram com o trabalho ou qualquer comportamento inapropriado. Ou será mais inteligente continuar a apostar em regressos de Lendas semi-reformadas para garantir star-power num evento?

Certamente, não poderá ser o estigma de “internet darling” ou o seu tamanho, pois o apoio que recebe abalam ambos os argumentos sem quaisquer sombra para dúvidas. Não só isso como, se bem gerido por parte da WWE, este apoio poderia tornar Bryan numa das principais atracções dos eventos.

Não que este não seja já, pela sua capacidade de entreter os fãs, mas a maioria continua a pagar bilhetes para ver John Cena e Lendas como Triple H. A questão que estou a tentar esclarecer é que o mesmo já provou ter capacidade para se tornar numa das principais atracções a esse nível, também. Não vejo, portanto, razões viáveis possam restar para justificar a uma falta de aposta maior.

Contudo, tal como estava a referir, a WWE anda a dar algumas pistas de um possível heel-turn. Ora, tal poderá não significar nada, poderá ser apenas a personagem de Bryan a mostrar alguma intensidade e seriedade, bem necessária em vôos mais altos, como poderá significar tudo.

Reitero o que afirmei acima, não acho que a tornar Bryan num heel – caso seja esse o plano – seja a ideia mais imediata a ter, dadas as circunstâncias e a sua capacidade. Contudo, também não acho que Bryan esteja em perigo de falhar. Embora tenha provado recentemente que consegue ser bastante cómico e dar aos fãs razões para rir, Bryan também já deu algumas provas de conseguir ser um lutador intenso e sério na WWE.

Para o comprovar estão as promos que fez como campeão World Heavyweight e, em especial, a promo que fez no NXT na semana após ter sido eliminado. Aconselho vivamente a ver essa promo e a ver a paixão e intensidade que é transmitida. Isto, numa rivalidade com Michael Cole, o comentador de serviço. Será absurdo assumir que com um adversário a sério, numa rivalidade a sério, este não conseguiria fazer o mesmo ou até melhor?

Afinal, não foi só como heel que Bryan começou a mostrar traços de personalidade, como o facto de já ter superado inúmeras provas mostram que não há nenhum obstáculo que ele não supere. Não o digo por ser fã, mas sim porque o observo em todas as promos que faz ou segmentos que protagoniza. E o mais curioso de toda esta evolução e constatar que este possui potencial para dar e ser muito mais. Portanto, quase um ano e meio depois do início desta grande evolução de personagem, não duvido de Daniel Bryan ou de, como ele gosta de se auto-denominar, The Dazzler. E vocês? Por esta semana é tudo, até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

38 Comentários

  1. special one - há 4 anos

    D.bryan precisa agora de se tornar mais serio como wrestler de submissao capaz de fazer desistir qq um… com a provavel divisao dos hell no, era po-lo em feud com kane e big show e fazer os 2 desistir para entrar na luta pelo wwe champ com cena… e um push enorme seria cena desistir para bryanse tornar wwe champ…

  2. Tibraco - há 4 anos

    Excelente texto, como sempre. As qualidades em ringue do Bryan já estão mais que confirmadas e, penso eu, o seu carisma é, nos dias de hoje, indiscutível. Apesar de gostar dele tenho muitas dificuldades em vê-lo como um dos principais faces da WWE. Não digo que de tempos a tempos não possa estar a lutar por um dos títulos principais, mas de forma regular parece-me difícil e desconexo.

    Mysterio também sofreu esse estigma do tamanho e apesar de ter sido sempre acarinhado pelo público nunca conseguiu, de forma definitiva, afirmar-se como um main eventer. Como tu dizes no Wrestling a percepção é tudo, portanto é complicado aceitar a ideia de um lutador com as dimensões de Bryan consiga fazer frente ao género de lutador que lutam pelos títulos. Ainda mais como face, que não pode, pelo menos não é suposto, usar batota…

    Quanto a mim já fico bastante satisfeito por ver Bryan a ter algum destaque e maravilhar-nos com o seu desempenho em ringue. Nem todos podem estar no main event, alguns porque não têm valor para tal, outros porque não têm as características nem o perfil necessários. É como numa equipa de futebol, precisam de defesas para impedir que a equipa sofra golos mas também precisam dos avançados para marcá-los. O pior é quando se metem defesas a avançados e vice-versa, algo que a WWE costuma fazer…

    • José Sousa - há 4 anos

      Sem dúvida Tiago por isso é que não me importo que o Bryan sofra o heel turn se for para ser o próximo contender para o Cena para o Money in the Bank. Porque é bastante mais credível ele ir para essa luta como heel porque assim pode jogar sujo para tentar lutar pelo título. Claro que é cedo para sabermos se o Cena sai campeão do Payback, mas se sair o Bryan seria um excelente nome para próximo contender não achas?

      • Tibraco - há 4 anos

        Não sei José, apesar de Bryan/Cena ser uma rivalidade que eu gostaria de ver, não creio que este seja o momento indicado para o heel turn. O Bryan está a funcionar bem neste papel de “face louco” e acredito que, a face ou a heel, ele acabará por entrar em feud com o Kane. Para mim já será “fora de tempo”, no entanto todos os sinais apontam para que isso vá ocorrer.

        Mata-me a curiosidade sfv xD Tu tens essa ideia do Bryan tirar o título ao Cena há algum tempo não tens?

      • José Sousa - há 4 anos

        Tipo é uma feud que já tenho há algum tempo na cabeça sim Tiago. Seria do género como o Punk fez no Money in the Bank há dois anos.

        Aliás mesmo por causa disso que queria ver essa feud Tiago, porque sendo um excelente wrestler acredito que o Bryan traria a superfície o melhor do Cena tal como o Punk fez. Não tenho dúvidas.

        Eu não odeio o Cena, aliás ontem no meu artigo elogiei-o, aliás já o tinha feito durante o Extreme Rules. Apenas coloquei a possibilidade ser o Bryan por um motivo: Quem é que vês para ser o contender pelo título do Cena no Money in the Bank?Só se for o regresso de Punk vs Cena.

        E parto da ideia que apesar da estipulação o Cena defende no Payback percebes?

      • Tibraco - há 4 anos

        Cena/Bryan seria um excelente combate, quase de certeza. Se isso acontecer, não me importo nada mas acho que eles vão seguir outros caminhos. Até lá posso mudar de opinião mas agora apostaria em Ryback para vencer no Payback e o Cena ter a sua desforra no MITB. Para Bryan apostaria que no SummerSlam enfrenta o Kane.

        Ah, e eu sei que não odeias o Cena xD As pessoas civilizadas não se vão pôr a odiar Wrestlers xD Eu sei que és suficientemente inteligente para estares acima desse tipo de parvoice :)

      • José Sousa - há 4 anos

        Mas lá está Tiago o combate Ambulance é para fechar feuds. O Ryback vence e o Cena recupera ainda para a Rematch? Acho difícil mas não é impossível.

        Depois continuo com a ideia que vai ser o dono da mala a terminar com o reinado do Cena. Mas posso estar enganado como é óbvio.

        E So um hater é que não reconhece o bom combate que ambos deram no Extreme Rules. O Cena esteve impecável com o Ryback.

      • Tibraco - há 4 anos

        Então caso o Ryback vença no Payback achas que o Cena não terá a sua desforra? Acho isso extremamente improvável. Faria sentido se o Cena ficasse a “recuperar” algumas semanas mas todos sabemos que isso não vai acontecer. Seria estranho ele perder o combate, não ir de férias e abdicar da desforra.

    • danielLP21 - há 4 anos

      Eu nem sequer penso na ideia de ver o Bryan como Top Babyface. É simplesmente irrealista. E a mesma coisa para a ideia de ser Top Heel. Ele nunca vai ser um main-eventer em definitivo, tal como o Chris Benoit nunca foi, nem o Eddie Guerrero… Andavam sempre a “saltar” entre o mid-card e o main-event. Se o Bryan continuar com o destaque que tem recebido, já me dou por satisfeito. Vê-lo todas as semanas a lutar é um privilégio do qual nos vamos lembrar daqui por muitos anos…

      • Tibraco - há 4 anos

        Subscrevo por completo o teu comentário. É exatamente isso que penso do Bryan.

    • Salgado - há 4 anos

      Agradeço a apreciação :)

      Acho que o problema com o Mysterio não foi só o tamanho, mas também o facto que este apenas chegou ao main-event, inicialmente, graças à memória de Eddie Guerrero. Mysterio nunca foi escalado para ser main-eventer e sempre foi tratado como um cruiserweight até à tragédia que afectou o Eddie. Por isso é que julgo que a situação é bastante diferente. Mysterio nunca se conseguiu afirmar como main-eventer porque tudo não passava de uma homenagem, não de um push a sério.

      Bryan é completamente o contrário, desde o primeiro dia que está – supostamente – escalado para ser um main-eventer. Ele estreou-se no NXT, ganhou titulos secundários, nunca foi promovido como apenas um cruiserweight, ganhou a mala de MITB, já foi campeão… Pode não ter sido sempre a personalidade mais credível, mas nunca foi promovido da mesma forma que Mysterio.

      É dificil contar a história de uma pessoa mais pequena derrotar várias maiores sem usar batota, mas não é impossível e funciona bem quando o David da questão – Daniel Bryan – é bastante apoiado pelo público, pois estes vão apoiá-lo ainda mais para o conseguirem ajudar a vencer o Golias. É complicado, mas se bem feito, é ouro.

      • Tibraco - há 4 anos

        Compreendo a tua argumentação, apenas não tenho tanta certeza de que o Bryan sempre esteve pensado para ser um main-eventer. Ganhou a mala, é verdade, mas foi uma grande surpresa visto que ele andava completamente “desaparecido” nos meses que antecederam esse combate. Depois de ganhar a mala, como te lembrarás certamente, também não teve grande destaque até, finalmente, tornar-se campeão. Teve um reinado razoável mas, isto nunca saberemos como é óbvio, se não fosse a moda do YES provavelmente não teria conseguido o destaque que acabou por obter.

        Tens razão quando dizes que o Bryan nunca foi promovido apenas como um cruiserwight mas também não podes negar que ele continua a perder bastantes combates. É a personagem dele, não é o típico “monstro destruidor”. Com esta personagem, e acho que está extremamente bem conseguida, não o vejo como um main-eventer mas sim como um gajo para dar show no ringue.

      • Salgado - há 4 anos

        Tens toda a razão. Bryan foi pobremente promovido como um Mr. MITB legítimo e sério, e muito menos como um campeão merecedor. É verdade, não esteve, mas também nunca esteve escalado para não ser. A verdade é que com a fraca ou pouca credibilidade que lhe deram, mesmo assim ele tornar-se numa das estrelas mais populares, portanto acho que automaticamente poderia ser usado nesse sentido.

        Exactamente, ele continua a perder imensos combates, é sem dúvida o elo mais fraco dos Hell No, porque é assim que o promovem, mas mesmo assim a sua popularidade não desce. Portanto, a minha sugestão com est artigo é simplesmente apostar nele e começar a construir nele, pela primeira vez, como uma verdadeira ameaça legítima, porque se ele consegue fazer isto tudo sem grande apoio, o potencial do que poderá fazer com apoio é inacreditável!

      • Tibraco - há 4 anos

        Marta, tal como irás falar sobre o Curtis Axel (inside information ahah), a WWE consegue pôr over quem quiser. Se pegarem em mim e me quiserem pôr como campeão mundial são capazes de conseguir. Isso pode acontecer com o Bryan, é verdade, apenas acho que eles olham para ele de outra maneira. Repito, existem vários papéis a desempenhar dentro da companhia e acredito que o do Bryan não será o main event ou a conquista regular de títulos.

      • special one - há 4 anos

        nao esquecer que ganhou um steel cage contra big show e henry!!!

  3. MR Perfection André Santos - há 4 anos

    Mais um bom artigo Salgado.

    Daniel Bryan ao nivél de fás como eu(um pouco mais cotas),não teria lugar nos aneis da Golden Era mas isso é passado…,porque mesmo nessa altura o meu idolo nunca foi a besta ou o golias mas sim o David, os Koko be Ware, os Bret Hart,Mr Perfect…
    No presente ele no meu ponto de vista podia ser um Top Baby Face e gostava que assim fosse, tenho pena de ele poder se tornar Heel.
    A sua personalidade alterou drasticamente como tu mensionaste e como um cameleão.O lutador que para os amantes dos Cenas e Sheamus talvez fosse um underdog, tornou-se dos mais queridos,porque o talento até sobra , mas o impacto com as cath frases simples tornou-o especial!

    Bom artigo salgado, até domingo!

  4. Cenation - há 4 anos

    Sinceramente acho que Daniel Bryan foi dos melhores lutadores que têm aparecido nos últimos anos na WWE.

  5. El Shaarawy - há 4 anos

    Sem dúvida que ele já é um dos melhores da wwe actualmente!! É bom em tudo o que faz, proporciona combates fabulosos, tem gimmicks do melhor que há e é bom no micro!! Cada vez que vejo o Daniel Bryan a entrar num ringue vejo o futuro da wwe e nao tenho duvidas que ele tem todas as condições necessárias para fazer uma grande carreira e ser dono do wwe championship por um bom tempo!

  6. Pantallica - há 4 anos

    Bom artigo!

    Eu era daqueles que não gostava do Bryan devido a sua personagem antes de fazer o cash-in. Depois disso tudo mudou e sem eu dar por ela, Daniel Bryan ja era um dos meus Wrestlers favoritos da actualidade.

    Quanto ao seu futuro, ele deverá manter-se com o Kane até ao Pyback no mínimo. E quando se separarem é possível que tenham uma feud com o Daniel como heel provavelmente.

  7. MicaelDuarte - há 4 anos

    Bom artigo Salgado.

    Não vou dizer que desde o início que gosto do Daniel Bryan porque isso não é verdade. Quando o vi no NXT em 2010 não lhe achei piada nenhuma, apesar de reconhecer as suas fantásticas in-ring skills (Ainda me lembro do combate muito bom com o Jericho no NXT!), mas lá está, o resto (promos e carisma) eram praticamente inexistentes.

    Hoje, quase que agradeço às pessoas que tiveram a ideia mais idiota de o porem a perder para o Sheamus no autêntico squash na WM28! Como dizes, não foi só porque isso aconteceu mas também porque o Bryan aproveitou a oportunidade de desenvolver algo que o beneficiasse e lhe desse destaque, e assim fê-lo.

    Agora sou fã do D-Bryan e tenho um gosto enorme em vê-lo. Desde os segmentos de “morrer a rir” com o Kane (que já têm dias contados!), desde as interações em ringue com o Seth Rollins que são contagiantes, este senhor é fantástico.

    Quando se pensa em D-Bryan como main-eventer, pensa-se automaticamente em Rey Mysterio e tudo o que disseste acerca disto é verdade. Aquele preconceito com lutadores mais pequenos e com um físico menos notável foi derrubado, também, por Punk, portanto, Bryan não o pode fazer?

    Eu consigo ver D-Bryan como um dos grandes faces da companhia. Ele desde há bastante tempo que está completamente over com o público e por isso não quero que ele volte a ser heel. Gostaria mais de ver o Kane como um monstro (a sério!) do que Bryan heel. Vê-lo, por exemplo, a tirar o título ao Cena seria lindo, mas face vs face não me parece que o façam.

    MITB winner, WH Champion, US Champion, TT Champion e só espero que muito mais venha por aí! Adorava que se metesse numa feud com o Cena mas isso não deverá acontecer, pelo menos por agora.

    Infelizmente será um heel-turn para ele…

    PS: Aquele barbinha dele e o cabelo como tem agora fazem toda a diferença na forma como olhamos para ele: Jobber ou um wrestler a sério! :D

    • Salgado - há 4 anos

      Obrigado :)

      Sinceramente, também não consigo ver o heel-turn de forma muito ressentida, pois também acho que ele se safará às mil maravilhas. Afinal, não me deu razões ainda para pensar o contrário. Depois, há que ter em consideração que quando se tornar face novamente, ainda será mais apoiado que agora, se for possível, portanto não vejo a ideia como algo estritamente negativo, apenas não acho que seja oportuno e faça muito sentido.

      Concordo a 100% com o teu PS e é incrível o que uma pequena mudança pode fazer :P

  8. DX Rules - há 4 anos

    Eu concordo com tudo o que foi dito.
    No início eu até nem achei nada de especial. Pensava que era apenas um gajo para o Cole ser heel. O que foi verdade no início. Mas depois de ve-lo no ring a usar manobras com uma qualidade técnica incrivel e, também, usar várias manobras do Benoit que para quem me conhece eu gosto muito apesar do que aconteceu. E depois do YES começou a ser uma personagem muito boa. Eu já cantava YES desde o EC do ano passado.

    Acho que não deviam dar-lhe uma personagem heel e eu adorava um Bryan WWE Champion. Esperemos que aconteça!

    Abraço!!!

  9. danielLP21 - há 4 anos

    Só tenho isto a dizer: http://youtu.be/k3jJMyRPNak

    :D

  10. danielLP21 - há 4 anos

    Agora a sério, o Daniel Bryan era dos lutadores menos carismáticos e daqueles que, pessoalmente, me deixavam mais indiferentes. Mais tarde, tornou-se num dos que eu menos gostava. Não suportava o rapaz! Não tinha carisma, o “look” dele era do mais vulgar que pode haver, a personalidade era praticamente nula. A única coisa que eu vi nele eram as capacidades dentro do ringue. Basicamente, o Daniel Bryan era para mim aquilo que o Cesaro é hoje…

    No entanto, aquela derrota com o Sheamus em 18 segundos na WrestleMania ajudou a que as coisas começassem a mudar. Lembro-me perfeitamente de ter dito na altura que não tinha gostado daquilo que lhe tinham feito, e que se eu estava revoltado, então nem imaginava como estariam aqueles que gostavam dele.

    Com o fenómeno “YES!” comecei a solidarizar-me com os fãs dele e com o próprio D-Bryan ( confesso que é a única coisa que tenho saudades de ouvir o Booker T a dizer como comentador). O combate magnífico que ele teve com o Sheamus no Extreme Rules- e que nos roubaram na WrestleMania- fez com que começasse a gostar do The Dazzler. O combate onde ele finalmente me “conquistou” foi com o CM Punk no Over The Limit, e lembro-me de ter dito isto no chat mal esse PPV acabou.

    A partir daí e até hoje, foi-se transformando num dos meus favoritos. Adorei a revolução que ele sofreu na sua personagem e tudo o que fez com o Kane. Tenho pena que os Hell No fiquem por aqui porque julgo que ainda têm mais para dar, mesmo tendo perdido os Títulos de Tag Team. Concordo com tudo o que a Salgado disse em relação ao possível heel-turn dele. Ele devia continuar como babyface…

    Bem, nestas duas últimas semanas a autora deste artigo resolveu falar dos seus dois wrestlers favoritos da actualidade. Coincidência? :D

    Se gostei do artigo desta semana? http://youtu.be/j_xjBAd5G84

    • Salgado - há 4 anos

      Por acaso, foi mesmo coincidência! :P Este artido do Bryan estava pensado há imenso tempo, só que nunca encontrava uma semana oportuna para o fazer! Contudo, com o fim do reinado dos Hell No e agora com esta nova agressividade aparente do Bryan, pensei que não haveria melhor altura que esta. E por acaso, por acaso, na semana passada tinha falado do Ziggler – algo que estava agendado desde o cash-in dele, portanto foi mesmo coincidência xD

      Ainda bem que gostaste do artigo, obrigado :)

  11. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Grande artigo Salgado, o D.Bryan realmente desde que conseguiu o cash in e teve o reinado, maior até do que muitos imaginavam, mas perdendo de maneira triste na Mania, tem tido grande apoio e tem justificado tudo isso com grandes atuações seja no aspecto de entretenimento ou nas ações dentro do ringue, é um lutador fantástico e completo nesse momento, dos melhores workers da empresa, e adorado por praticamente todos do mundo do wrestling, dos mais jovens até os mais velhos. Acho que o ideal é apostar nele como face, visto o apoio que recebe dentro da CIA, mas acredito que ele represente o papel de heel da melhor forma também, o que Bryan nos provou é que vai dar certo, apostem nele só isso que se pode fazer, seja face, seja heel, seja para a comédia, seja para algo mais sério, temos a certeza que ele dará conta do recado.

    Só uma correção, a WWE pode demitir o lutador se ele infringir a Wellness The Police pela terceira vez, ela não é obrigada a isso, isso é mais usado para lutadores como Evan Bournes, Randy Ortons ficariam com a opção de suspensão de um ano, não é muito justo mas é o que está escrito lá, não a parte do Evan Bourne e do Orton claro, mas a parte que a WWE pode escolher suspensão de um ano ou demissão sim…

    • Salgado - há 4 anos

      Obrigado pelo elogio :)

      Mesmo assim, ter de afastar um lutador de grande relevo durante um ano graças a este tipo de problemas não é o tipo de publicidade que creio que a WWE queira atrair.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Com certeza, ter um lutador suspenso por um ano ninguém quer, só falei que o Orton não seria demitido, mas mesmo não sendo, claro que a WWE tem receio em apostar nele a sério, creio que vai continuar com essas mini-feuds por um bom tempo, o que é uma pena, pois mesmo como babyface se lhe derem uma feud decente o Orton consegue coisas boas, como foi a feud dele com o Christian em 2011, mas aí a culpa é dele de não olhar o remédio que está tomando.

  12. diogo+tvi - há 4 anos

    bom artigo :))

  13. GJD - há 4 anos

    Só teria sentido Daniel Bryan ser heel se fosse para lutar contra o Cena, se analisarmos a bastante heels no plantel, e poucos face credíveis , a longo prazo um face turn seria o melhor para ele.

  14. Duarte_WWE - há 4 anos

    Texto brilhante salgado!
    Eu já nao consigo arranjar palavras para descrever o senhor Bryan Danielson como disse na analise ao ultimo smackdown, é um atleta do outro mundo a meu ver e espero que daqui a 10 anos esteja aqui a falar sobre a sua carreira magnifica que fez dele uma lenda, contudo receio que ele nunca se venha a estabelecer como um main eventer e esteja sempre a saltar entre o mid card e o main event como disse o daniel, tal como tu e como ja o disse nao concordo com o seu heel turn devido ás razoes que tu disseste, tem de se aproveitar esta conexao com o publico e todo o Pop que este recebe aquando da sua entrada, muitos parabens mais uma vez pelo artigo salgado está mesmo fantastico e continuem todos a disfrutar dos momentos que este senhor nos oferece porque faz bem á saude xD

    • Anónimo - há 4 anos

      Li agora o teu artigo da semana passada sobre o Dolph e esta perfeito também, eu tal como tu idolatro o Ziggler, é um lutador de outro planeta a meu ver, e por muito que goste do bryan ainda gosto muito mais do Ziggler, quando falaste sobre as reacçoes do publico ao seu cash in comecei a pensar na minha, e
      tava a ver o raw na casa de um amigo e mal a musica soou a minha adrenalina subiu como se tivesse no meio daquele publico fabuloso que teve esse dia histórico e depois quando ele fez o pin comecei aos saltos e a correr pela casa, vivi aquele momento com grande emoçao e f muito bom ver a recompensa de todo o trabalho que o Nick tem feito durante a sua carreira, la esta como disseste e bem ninguem pensou no que seria depois o reinado(que infelizmente tem sido o que temos visto) ou em mais nada mas apenas em disfrutar daquele momento, espero que ele volte rapido, já estou a sentir muito a sua falta tal como a do punk, it’s about damn time xD # SHOW OFF

    • Duarte_WWE - há 4 anos

      Li agora o teu artigo da semana passada sobre o Dolph e esta perfeito também, eu tal como tu idolatro o Ziggler, é um lutador de outro planeta a meu ver, e por muito que goste do bryan ainda gosto muito mais do Ziggler, quando falaste sobre as reacçoes do publico ao seu cash in comecei a pensar na minha, e
      tava a ver o raw na casa de um amigo e mal a musica soou a minha adrenalina subiu como se tivesse no meio daquele publico fabuloso que teve esse dia histórico e depois quando ele fez o pin comecei aos saltos e a correr pela casa, vivi aquele momento com grande emoçao e foi muito bom ver a recompensa de todo o trabalho que o Nick tem feito durante a sua carreira, la esta como disseste e bem,naquele momento ninguem pensou no que seria depois o reinado(que infelizmente tem sido o que temos visto) ou em mais nada mas apenas em disfrutar daquele momento, espero que ele volte rápido e recuperado pois ja estou a sentir muito a falta dele e do punk, it’s about damn time XD #SHOW OFF

  15. We want a booking! - há 4 anos

    Faz um Booking e põe essas ideias e funcionar!

  16. Evandro Monari - há 4 anos

    Salgado, você referiu no texto algumas promos do Bryan . E eu tenho uma pequena dúvida, quando um wrestler faz uma promo, ele decide o que vai dizer ou isso é determinado pelo booking ? Não me refiro a shoot promo

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador