Opinião Feminina #16 – May I have your attention, please?

Comentadores. No wrestling, tem obrigações acrescidas no que outros desportos. Noutros desportos, o dever é simplesmente relatar e pouco mais, no wrestling, um comentador tem o poder de engrandecer um momento e lutadores. Noutros desportos, embora tenham preferências, os comentadores tentam fazer um comentário isento e imparcial, no wrestling, é normal eles tomarem lados, que estão de acordo com as características da personagem que incarnam.

Existem dois tipos de comentadores: Play by Play e Color. Os Play by Play são caracterizados pela sua articulação e rapidez a descrever os acontecimentos à medida que eles decorrem. Logo, são os que tem mais visibilidade e mais tempo de antena. Normalmente, os que tem este papel foram no passado jornalistas ou alguma actividade parecida, como exemplo temos Michael Cole.

Os Color são os comentadores que ao longo do combate vão apresentando pequenas informações adicionais acerca do combate em si, dos lutadores em particular e, frequentemente, algumas piadas, proporcionando assim momentos mais leves ao espectador. São, geralmente, pessoas possuidoras de conhecimento extra que provavelmente lhes foi concedido por experiência própria, isto é, antigos lutadores ou treinadores. Muito frequentemente, os Play by Play questionam estes comentadores como forma de procurar tópicos dignos de se comentar no momento certo.

Actualmente, na Raw temos como Play by Play, Michael Cole e como Color, Jerry “The King” Lawler. Ocasionalmente, temos aparições de Josh Mathews que desempenha o papel de Color. Na SmackDown, temos Josh Mathews como Play by Play e Booker T e Michael Cole como Color.

Contudo, isto não impede que os comentadores tenham as suas próprias personagens e que ponham o seu próprio toque pessoal nos comentários que fazem. Um dos comentadores cuja mudança tem sido mais notada, é Michael Cole.

Sean Michael Coulthard (Michael Cole), 44 anos de idade, começou como um simples jornalista para mais tarde se tornar comentador dos programas da WWE. Fez a sua estreia em 1997 ao entrevistar as estrelas nos bastidores, mas não durou muito, indo então juntar-se à mesa de comentários. Em 1999, tornou-se um permanente comentador, primeiro na Raw e mais tarde na SmackDown, onde se manteve durante quase dez anos.

No Draft de 2008, mudou-se para a Raw onde se manteve até agora. Durante os anos, Cole sempre teve uma atitude face, envolvendo-se muito poucas vezes em storylines. Até mais recentemente, onde começou a mudar a sua atitude, gradualmente, durante a primeira temporada de NXT.

Embora tenha gostado sempre do papel de Cole, reconheço que como face, Michael tinha pouca visibilidade e não brilhava mesmo sendo o Play by Play. A sua mudança para heel começou com os seus constantes confrontos com Daniel Bryan, dando-lhe então mais tempo de antena. Começou também a apoiar personagens heel o que foi outra forma de facilitar a sua mudança.

Outro acontecimento que acentuou a sua mudança, foi a sua nomeação como porta-voz oficial do anónimo General Manager, o que também originou a sua catch phrase “And I quote” que lhe deu o Slammy de Line of the Year.

Actualmente, prefiro esta sua faceta, achando-o mesmo credível. Ele faz me lembrar Jerry Lawler no inicio do novo milénio mas mais rude. Os seus cartazes na edição das Divas do NXT, a sua constante discussão com os seus companheiros na mesa de comentários e o seu incondicional apoio a Miz proporcionam bons momentos e são uma boa adição ao programa, seja ele qual for.

Agora, Cole está a ser treinado por Jack Swagger para se preparar para um combate contra Jerry “The King” Lawler na Wrestlemania 27. Por um lado, estou contente por Jack Swagger, ao menos, estar envolvido em qualquer coisa com o mínimo de relevo. Pode ser que após a Wrestlemania, finalmente, tenha a sua oportunidade para brilhar, pois por um lado estou com a sensação que se a sua noite na Wrestlemania se basear apenas no combate de Cole, as coisas não lhe vão correr bem.

Jerry Lawler é outro comentador, embora tenha sido um antigo lutador, logo iremos assistir, penso eu, que ao primeiro combate comentador vs comentador. Acho que esta atitude da WWE, estava um pouco óbvia, visto terem dado tanto relevo a Jerry Lawler e inclusive ter lhe dado combates pelo título. Mais uma vez, óbvio que nunca o iriam colocar na Wrestlemania num combate contra o campeão, mas que lá tinha de participar como lutador, tinha, realizando assim um dos seus sonhos.

Em relação a Jerry Lawler, respeito todo o seu trabalho, mas não é uma personagem de quem eu seja fã. Recentemente, cheguei a ter receio que ele ganhasse mesmo o título, mesmo que fosse para o perder no dia a seguir, visto estarem a dar atenção ao facto de ele nunca ter sido campeão nem nunca ter estado numa Wrestlemania. Fiquei contente por tal não ter acontecido, pois isso nunca teria ajudado Miz e neste momento Miz precisa de todo o apoio e credibilidade possivel para o seu combate com John Cena.

Acho que na Wrestlemania, a vitória irá sorrir a Jerry Lawler, Jack Swagger pode estar a treinar Cole, mas “Stone Cold”Steve Austin é o árbitro, o que praticamente diz tudo. Nem sequer acredito que o combate demore muito tempo. Acredito sim, em tipicos momentos de Steve Austin, como uma distribuição de stunners, e uma partilha de cerveja entre este e Lawler.

Só um aparte: gostei do regresso de JBL. Embora ele no ringue não seja nada fora do normal, acho-o bom ao microfone, e apesar de acreditar que este regresso não é a longo prazo, gostava que fosse. Tive bastante pena quando ele se foi embora e ainda mais pena tive da forma como se despediu, acho que merecia melhor.

Por esta semana é tudo, comentem e até para a semana! :)

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

3 Comentários

  1. Tiago Silva - há 6 anos

    Optimo artigo!
    Sei duvida tambem gosto mais de Michael Cole Heel, no NXT 3 foi ele que deu vida aquilo.
    Agora ele consegue ser odiado por quem assite aos shows o que credibiliza o seu papel actualmente.
    Na wrestlemania não estou há espera assim de um grande espectaculo neste combate mas espero algo interessante.

  2. Cláudio - há 6 anos

    Muito bem ;)

  3. Karel - há 6 anos

    Sem dúvida gosto muito mais do Cole a heel, ele como face era uma espécia de jonathan coachman e como heel é uma espécia de Vickie Guerrero. Espero algo de interessante no combate dele vs Lawler

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador