Opinião Feminina #17 – Credibilidade

Credibilidade – O que faz com que alguém mereça ser acreditado.

Sendo o Wrestling uma arte combinada, como podemos acreditar nela, enquanto fãs? Como podemos então, a meio de um combate ou de promos, esquecer esse detalhe?

Trabalho e talento são as palavras de ordem. Sem muito talento e muito trabalho por parte do performer, torna-se impossível acreditar no seu trabalho ao ponto de esquecer que já está tudo combinado. Mas há algo mais que acho que deve ser tido em conta. Quando vejo Wrestling, espero ser entretida. Espero ver boas histórias, convincentes, bem desenvolvidas, e acima de tudo, espero ver bons combates.

Mas tudo isto é impossível sem Credibilidade.

A credibilidade ganha por esses performers a cada combate que passa, a credibilidade ganha em cada promo feita, e por fim, a credibilidade de serem lutadores preparados e treinados permite ao fã deixar-se levar e acreditar no que está a ver. Essa é uma das maneiras de avaliar se o trabalho é bom ou não, quando nós estamos a acreditar no que estamos a ver.

Ora, nem sempre as coisas correm bem, às vezes ocorrem lapsos que conseguem borrar a pintura. Mas é claro que errar é humano, logo também não podemos ser muito duros. Devemos sim ser tolerantes, e esperar pela próxima. O problema é que não são sempre estes lapsos que conseguem arruinar a credibilidade do que estamos a ver. Isto leva-me a falar de dois tópicos que tem essa capacidade. Primeiro, temos combates que envolvam lutadores mais velhos ou com certas limitações.

Sem querer ferir susceptibilidades, não concordo quando as histórias envolvem lutadores com uma certa idade, tenham-se reformado já ou não. Quando os lutadores começam a ter uma certa idade, não tem, de forma alguma, as mesmas capacidades que tinham em mais novos. São mais lentos, menos resistência e podem não conseguir fazer muitas manobras. E quando esses combates sucedem, torna-se ainda mais difícil de esquecer que as coisas estão combinadas, pois há claramente um membro mais fraco no combate. E quando, nesse caso, esse lutador ganha, ainda é pior, pois por vezes nota-se que foi o adversário que carregou o combate.

Acho que chega uma altura na vida de cada lutador, onde tem de se aperceber que já não é o mesmo que era dantes, e saber retirar-se com dignidade e não a “arrastar-se”. Um dos lutadores que admirei por ter feito isso, até mesmo antes de chegar a essa altura da sua carreira, foi Shawn Michaels. Admirei-o por ter pensado nisso e por ter-se retirado da forma que retirou, embora ainda conseguisse fazer mais. Shawn Michaels é, sem dúvida, um exemplo a seguir.

No entanto, existem lutadores com limitações embora sejam de idade aceitável. É óbvio que no wrestling vai sempre haver diferenças, em estatura, em peso, e.t.c… Mas há diferenças que são absolutamente grandes demais. Por exemplo: The Great Khali é absolutamente descoordenado e demasiado grande, logo ainda não consegui ver uma luta com ele que gostasse, e acompanho-o desde que chegou à WWE.  E depois, devido à sua estatura, torna-se incrivelmente ridículo como é que aquele gigante perde contra alguém de metade do seu tamanho. É claro, que Khali tem tido os seus problemas de saúde, logo não tem podido participar mais activamente, não que me esteja a queixar.

Por outro lado, temos Hornswoggle, que para segmentos cómicos é excelente, mas para combates, é simplesmente demasiado pequeno. Geralmente, quando Hornswoggle combate é contra um lutador heel e é com o objectivo de o embaraçar e ganhar o combate. Ora, isto não faz mais nada, senão descredibilizar o lutador em questão, o que, sinceramente, acho um desperdício. Quem não se lembra da saga Hornswoggle vs Chavo Guerrero? E o pobre Chavo, não é assim tão mau.

Temos também lutadores como Big Show, que apesar de ser literalmente um gigante, não é totalmente impossível de fazer um combate com ele. Apesar do seu peso, consegue ser mais rápido que Khali.

Segundo Ponto: Celebridades.

Desde muito cedo que a WWE contacta algumas celebridades exteriores ao Wrestling para participarem de alguma forma nos seus eventos. Alguns como enforcers, outros como timekeepers, outros até mesmo para lutar nas suas especialidades, como por exemplo o Sumo Match que aconteceu na Wrestlemania 21.

Quando chegam celebridades que vão mesmo lutar ou apenas “trocar uns murros”, que nunca estiveram em contacto com um ringue antes e que não pertencem a este mundo, a credibilidade do combate em si desce rapidamente.

Numa situação como estas, é óbvio que o elo mais forte é o lutador em questão, mas nem sempre é o vencedor. Só o facto de haver esse momento e/ou combate já é pouco credível, e se o lutador perder ainda torna tudo pior. Uma situação que me ficou na ideia e que me irritou ligeiramente, foi todo o segmento envolvendo Mickey Rourke e Chris Jericho na Wrestlemania 25. Esse segmento, marcou-me pela negativa, porque apesar de Chris Jericho ter ganho o combate contra as Lendas (visto que não concordei com o combate em si, entrando assim na categoria referida anteriormente), e apesar de ter aceite que mesmo assim Chris não podia sair por cima, ter sido uma estrela de cinema a deitar Chris por terra foi uma má ideia, na minha opinião.

Qualquer lutador podia ter avançado na altura em que Chris começou as suas promos contra as Lendas e ter criado uma rivalidade, tornando-se assim no seu representante, mas não, preferiram ter lá três lendas. Uma delas que até se safou bem, embora não tenha chegado para compensar as outras.

E mesmo no fim, qualquer pessoa tinha sido melhor do que Mickey Rourke para calar Jericho. Stone Cold, por exemplo, tinha acabado de ser induzido para o Hall of Fame, teria feito mais sentido ter sido ele a dar o murro, e ainda por cima tem mais credibilidade para entrar num ringue e deitar um lutador por terra que Mickey Rourke alguma vez terá na sua vida. E dessa forma, Chris também não teria saído tão mal na fotografia quanto saiu, na minha opinião. Afinal, um stunner de Austin não teria sido pedir demais, certo?

Agora na Wrestlemania 27, vamos ter Snooki num combate de Tag Team. Apesar de achar que não irá fazer quase nada devido à interacção entre Morrison/Ziggler e das Divas, acho que é inevitável um momento entre ela e uma das Laycool, onde acredito que será ela a sair por cima. Cá estaremos para ver, embora as minhas esperanças para que tal não se suceda, sejam ínfimas.

Mais uma vez, digam o que vos vai na cabeça e até para a semana :)

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

12 Comentários

  1. The Dream - há 6 anos

    Bom Artigo,mais uma vez. ;)
    Tens razão na parte do Horns,mas que ele dá uns momentos cómicos,isso dá xD
    Agora a sério,o Hornswoggle merecia,tipo…sei lá,uma tag team com alguém a ser desaproveitado e dar aquele animo cómico à divisão tag team.Mas ele está bem no NXT e não me queixo.
    Da próxima podias fazer um artigo sobre o fim do Superstars,que eu acho um disparate!Podiam fazer um PPV para os Pushs aos Mid e low carders.[Time to Shine xD]
    Bom artigo mais uma vez ;)

  2. Fábio Azevedo - há 6 anos

    Tens aqui um bom artigo Parabéns! Um lutador que está em desaproveitamento total é o Morrison agora até luta ao lado de pegas da MTV que não têm nada a ver nem percebe nada disto. Pelo menos é o que acho.

  3. Hugo Matos - há 6 anos

    a wwe tem o hornswoggle para fazer rir e humilhar outros wrestlers, recentemente o tyson kidd no RR ao fazer-lh o finisher do john cena
    o great khali agora tb é para fazer rir mas, qando ele foi whc achei interessante … os combates com o batista e o punjabi prison eram bons de s ver … o khali tava melhor como heel
    qanto a Snooki, vamos ver s nos surpreende … ela dar espetaculo ela dá xD

  4. Tiago Silva - há 6 anos

    Excelente texto.
    Concordo com tudo que disseste.
    The Great Khali gosto é a heel e gostava na altura em que andava a destruir todos.
    Eu gosto dos hornswoggle e dos momentos comicos não gosto é tanto quando com ele describilizam outros lutadores.

  5. Felipeccs - há 6 anos

    É um apena que o Great Khali tenha virado face,ele com heel era espetacular,quando ganhou o whc então nem se fala…Agora so fica ai se ridicularizando.
    Hornswogllw e mt foda!Aindab em que nao despediram ele!
    e

  6. Kendrick - há 6 anos

    Bom artigo

    Sinceramente, temos tanto talento no roster sem ter merecidas feuds, e depois estes “Wrestlers” que já deveriam ter sido despedidos à muito. Enfim… coisas à la WWE

  7. EddyParera - há 6 anos

    A culpa não é de muitos que estão lá, não os usam como deve ser… se o Hornswoggle lutar em Tag Team, o gajo consegue fazer muito, para todos, o Tadpole splash é um bom finisher… E o Great Khali se voltar a ser heel e deixar de jobbar, consegue ser uma grande superstar.

    Quanto à Snooki, logico que a Snooki nao vai fazer muito, e se entrar vai levar muita pancada, mas atrai viewers, pelos menos não é o Justin Bieber

    • Salgado - há 6 anos

      A questão não é essa, porque eu ja referi o que disseste noutra edição. A questão aqui é que a presença de Hornswoggle nos combates descredibiliza os lutadores também presentes. The Great Khali é mais credivel como heel, é verdade, mas ele continua a ser um lutador descoordenado e lento.
      A Snooki não vai levar pancada nenhuma, ela vai entrar, vai humilhar umas das laycool ao lhes dar um estalo e provavelmente será ela a fazer o pin e pronto. Aquilo que a Snooki não vai levar de certeza é pancada.
      :)

  8. rDmT93 - há 6 anos

    O Mickey Rourke para além de uma estrela de cinema (se bem que os tempos mais áureos já lá vão) é um ex-pugilista, daí aquele punch. Além do mais, os dois andaram a trocar galhardetes nas semanas que antecederam a ‘Mania. Logo fez todo o sentido o que ocorreu e o Jericho não saiu necessariamente descredibilizado da coisa.

    Em relação ao Khali/Hornie, eles não estão lá para dar bons combates, então o primeiro nem sequer está lá para combater. A sua função na WWE é atingir públicos: o Oriente, mais concretamente a população Indiana, e o público infantil, respectivamente.

    Das únicas vezes que o Khali pisa o ringue ou é para squashar jobbers ou então é para ser carne para canhão de upper-midcarders para cima (como foi o exemplo do Miz há uma semana, o Khali não saiu descredibilizado pois foi preciso mil e uma cadeiradas para o botar no chão e o Miz ganhou credibilidade e heat, embora tenha perdido por DQ).

    Cumprimentos

  9. rDmT93 - há 6 anos

    *segundo

  10. Rocha - há 6 anos

    n há credibilidade nenhuma qd, por exemplo, jerry lawler é metido a lutar com esta idade, embora me tenha surpreendido no seu último combate pelo título do the miz.
    o great khali é mau wrestler mas a heel sempre disfarçava 1 pouco, depende sempre dos bookers aproveitar as qualidades e esconder os defeitos de cada atleta.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador