Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Opinião Feminina #172 – Rebel Without a Cause?

Seis semanas passaram desde CM Punk foi visto pela última vez na WWE. Um assunto que, teoricamente, já seria bastante velho, ganhou nova vida nesta passada segunda-feira, depois de CM Punk ter falhado a Raw em Chicago.

A sua ausência no evento realizado a partir da sua cidade natal arrasou com a esperança de muitos fãs de ainda o ver de regresso a tempo da Wrestlemania. Não quer dizer que o seu regresso seja agora impossível, mas é certamente bastante improvável.

A grande probabilidade de um regresso de CM Punk na Raw em Chicago é a grande razão para este artigo só ser publicado hoje. A possibilidade de tudo se resolver até então e de este regressar era simplesmente forte demais. Tal não aconteceu.

No mundo do Wrestling Profissional, existe uma série de determinantes a ter em consideração quando julgamos ou tentamos formar opinião sobre algo.

Determinante nº1: Nunca temos garantias de nada. Temos rumores de fontes com credibilidade variável, suposições que podem estar certas ou erradas e depoimentos que podem sempre ser alterados, dependendo de onde vem o salário na altura em que o mesmo é feito.

No Wrestling, as poucas pessoas que podem garantidamente explicar o como e porquê de algum sucedido raramente o fazem e, mesmo que o fizessem, não teríamos garantias da sua veracidade.

O Wrestling é um mundo de ilusão, de engano, de fantasia. Essas características estão inerentes a todos os aspectos e funcionalidades da indústria. Todos podem ser enganados, todos podem ser usados e todos podem enganar/usar.

Determinante nº2: Raramente há opiniões certas. Devido à falta de garantias, é difícil julgar com certezas que opiniões estão certas ou erradas. Portanto, todas podem estar certas. É tudo uma questão de perspectiva e de noção de razão para cada pessoa. Não há apenas uma forma de ver as coisas ou um conjunto de leis certas e infalíveis que rege tudo no Wrestling.

Ou seja, o Wrestling, como mundo de ilusão que é, não pode ser a preto e branco.

Determinante nº3: Não sabemos o que realmente se passa nos bastidores. Embora a definição original de kayfabe e a forma como era aplicado já tenha deixado de existir, em grande parte, nos dias de hoje, os fãs continuam do lado de fora, a tentar perceber o que se passa lá dentro. Nunca se sabe ao certo o que realmente foi dito ou o que realmente motivou esta ou aquela reacção.

Com isto, voltamos ao primeiro determinante. Ficamos dependentes de relatos e depoimentos cuja credibilidade varia de dia para dia, na grande parte dos casos.

Além de ser um mundo de ilusão, Wrestling é, acima de tudo para os seus fãs, um mundo de suposições que, por sua vez, podem ou não estar próximas da realidade.

Toda a situação envolvendo CM Punk passa repetidamente por todos estes determinantes e resume-se a poucas perguntas bastante simples. Primeiro, será toda esta situação legítima ou apenas mais uma história da WWE?

Ora, com o passar do tempo, cada pessoa foi tirando a sua própria conclusão, mas a ausência de CM Punk na Raw em Chicago deu a garantia final a quem ainda achasse que poderia ser uma história.

Na minha opinião, esta é uma situação real que, como tudo no Wrestling, poderá eventualmente evoluir para uma história. Não acredito, desde já, que CM Punk nunca regresse e também não acredite que esta situação não seja usada, ou sequer mencionada.

Não há muito tempo, Vince McMahon referiu a situação de CM Punk numa conferência com os seus investidores, afirmando que este estava de sabática. Ora, de acordo com os especialistas e o bom senso, este não é o ambiente indicado para dar progressão às histórias.

A saída de uma das maiores estrelas da actualidade, especialmente a poucas semanas do lançamento da WWE Network e durante a época de Wrestlemania, não é um assunto que investidores entendam com facilidade e certamente não aceitariam ser usados para dar mais credibilidade a uma história.

Portanto, com o passar do tempo, todos os sinais apontavam para a legitimidade do sucedido.

Embora agora seja fácil ver os sinais que indicavam que tudo é legítimo, durante a primeira semana não levei muito a sério esta situação. A meu ver, era apenas mais uma história que encaixava na perfeição na rivalidade que CM Punk iria ter com Triple H, replicando o que tinha acontecido em 2011.

Porém, com o passar do tempo, a possibilidade de que tal poderia ser mesmo real começou a assentar e, ao contrário do teoricamente esperado, tal não causou qualquer surpresa. Ora, afirmar que ver uma estrela do calibre e destaque de CM Punk a, simplesmente, ir para casa em véspera, por assim dizer, do maior evento do ano, não é uma surpresa é, por si só, surpreendente.

Não vou ser condescendente e afirmar que estava à espera que acontecesse, mas nenhum fã pode negar que, das poucas estrelas de topo que a WWE tem, a única que realisticamente poderíamos imaginar a fazer algo do género é mesmo CM Punk.

Desde 2011, o ano em que o cansaço e frustração de CM Punk se tornou do conhecimento público, que tudo se tornou uma questão de tempo, especialmente quando se analisa as decisões que a WWE tomou após o Summer of Punk.

Não conheço CM Punk pessoalmente e toda a minha análise poderá falhar redondamente graças a isso, mas de tudo o que temos visto, penso que não esteja muito longe da verdade.

A WWE não entende CM Punk. Como várias pessoas têm dito e, pessoalmente, concordo, não acredito que a WWE entenda a frustração de CM Punk, pois este é alguém crucial dentro da companhia, teve um reinado histórico, lucra milhões e tem um garantido lugar de destaque no maior evento do ano.

Dado tudo isto, não acredito que a WWE compreenda a frustração dele, pois, teoricamente, este não tem motivos para estar frustrado. Tudo o que este tem é algo que grande parte das estrelas desta indústria sonham ter.

Como disse em repetidas entrevistas, CM Punk é alguém com os objectivos bem delineados e, ao contrário da esmagadora maioria de pessoas que constituem esta indústria, este não planeia dedicar a vida à mesma.

Já toda a gente conhece a história do grande desejo deste de estar no main-event da Wrestlemania e, sinceramente, não me surpreende nada que tenha decidido ir para casa apenas porque lhe foi tornado claro que tal não iria acontecer este ano.

E, como se tal não bastasse, esta seria a terceira Wrestlemania, após a pipebomb de 2011, em que este não faria parte do main-event. Não só isso, como a forma que a WWE escolheu para desenrascar a situação ao emparelhá-lo com Undertaker na Wrestlemania 29 não o deixou nada impressionado, algo que o próprio admitiu.

Ora, o combate com Triple H este ano era uma repetição do problema do ano passado. A WWE não estava, de facto, investida em CM Punk e na sua história, apenas o emparelhou com uma Lenda de renome que tinha de aparecer no evento.

Foi a melhor solução que a WWE encontrou para resolver dois problemas. Tal como no ano passado. Sejam ou não verdade os rumores, não é difícil de supor isto, dadas as afirmações de Punk e a sua conhecida personalidade.

A WWE não levou a sua frustração a sério em 2011. Aumentou-lhe o salário, deu-lhe um Título durante mais de um ano e combates relevantes na Wrestlemania, sem compreender exactamente a frustração de um perfeccionista com uma personalidade difícil.

Nada mudou depois da pipebomb de 2011. A gestão da WWE continua exactamente a mesma. CM Punk apenas recebeu mais algumas regalias, mas tal não foi suficiente, porque o reconhecimento que Punk queria ainda não lho foi dado.

Se a atitude da WWE tivesse mudado, não acredito que CM Punk tivesse tão desmotivado ao ponto de simplesmente ir-se embora. Mas, facto é que em 2011, Punk não estava a planear renovar. O próprio admitiu-o. Anos depois, sem qualquer mudança de atitude por parte da WWE, corriam rumores que também não iria renovar este ano.

Neste caso, acaba por não ser muito chocante que este tenha atingido o limite, especialmente depois de ter dado o benefício da dúvida da última vez.

CM Punk é bastante diferente de grande parte das estrelas que passou pela WWE. Não pela sua aparência física, mas pela peculiaridade da sua personalidade. A volatilidade que caracteriza CM Punk e as suas conhecidas idiossincrasias impedem a WWE do controlar como controla e controlou tantos outros.

Este, não só se encontra numa situação financeira segura, onde não precisa de se submeter à vontade da WWE porque gastou o dinheiro todo que tinha, como tem uma visão bastante própria e pessoal de ver as coisas.

CM Punk não tem problemas em defender aquilo em que acredita e aquilo em que acredita é, neste momento, mais importante do que simplesmente estar a acumular dinheiro no banco.

CM Punk não pode ser comprado. Se gosta dinheiro? E lhe dá jeito? Claro que sim, mas se o dinheiro o movesse, CM Punk estava neste momento na WWE, num dos combates mais promovidos da Wrestlemania, ao enfrentar Triple H. Se dinheiro fosse realmente a motivação principal de CM Punk, este punha de lado todos os seus problemas e frustrações e lutava na mesma.

A questão é que este não é assim. E, ao tornar CM Punk numa das suas maiores estrelas, a WWE colocou-se numa situação extremamente vulnerável, porque aquilo que temiam que acontecesse, aconteceu mesmo.

No entanto, o impacto não foi relevante, pois ao longo dos anos, a WWE foi-se precavendo para uma eventualidade deste género. É certo que os fãs estão revoltados e que CM Punk é extremamente popular, mas não é mais popular que a própria WWE.

A WWE passou imenso tempo em certificar-se que a sua marca, o seu nome e o seu legado é maior e mais importante que qualquer individualidade que passe pela companhia. Porquê? Para evitar que a perda de uma única estrela abale a companhia de forma significativa, como aconteceu há mais de uma década atrás.

Hoje em dia, embora existam estrelas bastante importantes, são todas substituíveis. A única coisa que não é substituível é a companhia. Sim, se John Cena desaparecesse por completo, a WWE sofreria com isso. Mas recuperaria muito melhor e muito mais rapidamente do que como aconteceu antes da Attitude Era.

Aliás, mesmo com CM Punk ausente, a expectativa do sucesso da Wrestlemania XXX e da WWE Network já levou as acções da WWE a quebrarem recordes, atingindo valores mais altos desde a altura em que a companhia se tornou pública.

Ou seja, os fãs podem estar frustrados, o produto pode não ser o mais motivante, mas ainda se espera bastante sucesso.

De qualquer das formas, a possível saída de estrelas de grande calibre e a forma como isso pode afectar a companhia não é uma situação que aflija bastante a WWE. Afinal, CM Punk era o único que tinha poder e razões para o fazer. Randy Orton não o vai fazer, John Cena também não e, embora ainda não esteja ao mesmo nível que estas estrelas, Daniel Bryan também não o irá fazer.

Não existe outra estrela com o poder de CM Punk e com tanta frustração. Ou, pelo menos, que o mostre de forma tão óbvia. Acaba por ser uma situação extremamente única.

Ora, a forma intempestiva como CM Punk abandonou a companhia levou também a que o seu profissionalismo fosse questionado. Seja por não ter cumprido o contrato até ao fim, seja por ter deixado a WWE na mão pouco antes da Raw começar ou apenas por ter “desistido” porque não ia ter aquilo que queria, a verdade é que tudo isto tem dado azo a bastante conversa.

Tal como comecei por dizer no artigo, não temos conhecimento total de como tudo se processa nos bastidores. Além de algumas pessoas chave na WWE e do próprio CM Punk, ninguém mais conhece o seu contrato.

Portanto, daqui a uns anos, podemos vir a saber que afinal era tudo ao contrário do que pensávamos. De um ponto de vista pessoal, compreendo que a atitude de CM Punk possa parecer infantil e pouco profissional, mas quando alguém atingiu este nível de frustração, não sei até que ponto é que forçá-lo a continuar irá ter bom resultado.

É mesmo ideal para a WWE ter, num dos seus combates principais, no evento mais importante do ano, com a WWE Network lançada, ter um lutador completamente desmotivado que quer fazer tudo, menos estar ali?

Tal afecta a prestação de qualquer pessoa e, por muito pouco profissional a situação tenha sido, não acho que o Wrestling funcione se uma pessoa não estiver verdadeiramente dedicada. Especialmente se os fãs tiverem consciência disso.

Isto aplica-se também a quem defende que CM Punk está a ofender os fãs, ao virar-lhes as costas desta forma. Sinceramente, por muito polémica que a relação que CM Punk tem com os fãs seja, não acho que CM Punk lhes tenha virado as costas.

A situação de CM Punk dentro da WWE atingiu um limite, a sua frustração tornou-se demasiado grande e este resolveu usufruir da liberdade que tem e afastar-se. É preferível que o lutador em questão se afaste, do que esteja a colocar mais pressão, não só no seu corpo, como na sua mente.

Há também que ter em conta o desgaste físico que CM Punk tem. Foram muitos anos, a lutar quase todos os dias, sem qualquer descanso. O próprio admitiu em entrevistas que a pausa que fez o ano passado não foi o suficiente.

Tenha, ou não, um traumatismo influenciado toda esta situação, o desgaste físico que o corpo de CM Punk tem sofrido ao longo dos últimos anos está sempre presente. O mesmo se pode dizer de, por exemplo, John Cena. Um lutador não precisa de estar lesionado para ter dores ou para se sentir desgastado.

Também não acho, de todo, que isto vá manchar a carreira de Punk. Steve Austin também abandonou a WWE a uma certa altura da sua carreira e, eventualmente, ambas as partes fizeram as pazes e seguiram para a frente com a sua vida. Eventualmente, tal também irá acontecer com CM Punk.

Enfim, não é uma situação nada fácil de julgar.

Volto a afirmar que não duvido, nem por um segundo, num regresso de CM Punk. A WWE já fez as pazes com indivíduos com passados muito mais complicados. Comparado com Ultimate Warrior ou até Bret Hart, isto não é significativo.

E, tal como já disse, quando tal acontecer, é muito possível que toda esta situação seja usada. Embora Punk tenha sempre garantido que não irá arrastar a sua passagem pela indústria, nem dedicar a sua vida toda à mesma, não acredito que não regresse, eventualmente, nem que seja para terminar a sua carreira de uma forma mais amistosa e digna.

É infeliz que a situação tenha que ter chegado a este ponto e a carreira de Punk não merece terminar assim. A meu ver, o que CM Punk realmente precisa é de descansar bastante, recarregar baterias e colocar as ideias em ordem. Tal não é obtido em dois ou três meses. Espero que, desta vez, este tenha o período de repouso que precisa.

Acredito que esta situação, tal como muitas outras no mundo do Wrestling, poderia ter sido evitada. Não só porque, novamente, a frustração com a situação criativa da companhia e o desgaste físico foram os principais responsáveis, mas porque pecou pela sua previsibilidade.

Era uma situação que se estava a desenvolver ao longo dos últimos anos e à qual a WWE, infelizmente, não soube prestar a devida atenção, pois não compreendia o talento com que estava a lidar.

CM Punk não é como todas as outras grandes estrelas. E, em oito anos de carreira na companhia, a WWE não conseguiu perceber isso.

Esta é a minha opinião sobre toda a novela envolvendo CM Punk. Da minha parte está tudo! Desejo uma excelente semana a todos, não se esqueçam de apostar na League e divirtam-se com o Lockdown da TNA! Até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

40 Comentários

  1. akujy - há 3 anos

    “CM Punk não é como todas as outras grandes estrelas. E, em oito anos de carreira na companhia, a WWE não conseguiu perceber isso.” – Acho que esta frase resume muito bem a essência do teu artigo, bem como de toda a situação do Punk. Já disse muitas vezes e repito, a Royal Rumble não foi a última vez que vimos Punk na WWE, resta saber quanto tempo demorará a acontecer. Se era uma situação que podia ter sido evitada? Sim, ainda para mais se olharmos para o estado lastimável do Batista, mas o facto de a WWE nunca ter realmente entendido CM Punk, acabou por levar a tudo isto.

    O mais estranho é que, mesmo depois de tudo o que se passou, parecem não continuar a entender. São das tais coisas. Enfim… Mais um excelente OF, keep up the good work.

    • Salgado - há 3 anos

      Eventualmente, entendem-se, fazem as pazes e ele regressa, nem que seja para apenas um combate. Depois até se podem chatear outra vez… Enfim, algo me diz que esta relação não irá ser sempre amigável.

      Obrigado!

  2. john 3:16 - há 3 anos

    Parabéns pelo teu artigo, acho que conseguiste falar bastante bem desta novela do CM PUNK, sinceramente não irei escrever muito a cerca disto, acho que este assunto já está a ser debatido há muito tempo e só nos resta esperar.
    No entanto, digo que no dia 3 de Março fiquem frustrado por não ver aquilo que queria, não estava mesmo a espera que o punk não aparecesse, e pensem ok ele não volta, isto não é história, e pronto mentalizei-me que tal como outros o punk era daqueles tipos fantásticos que tinha passado pela wwe fez história, mas pronto foi-se embora sem uma despedida digna, mas passado praticamente uma semana talvez tenha a esperança que seja isso mesmo que referis-te, o punk alem da novela toda do estar desfrutado, talvez ele precise de descansar uma vez que ja tinha lido que estava doente, sim ele pode descansar a vontade, mas será que quando este tipo rebelde quiser voltar não será tarde demais, o vince faz-lhe os miminhos todos, o quando ele quisesse voltava, mas agora á um problema na “autoridade” pro punk que se chama Paul Levesque, que cada vez mais esta a ficar com o controlo todo da industria e como todos sabemos não tem assim uma relação muito boa com o camara Phil, aconselho o punk a descansar e a voltar talvez no rumble 2015 quem sabe para ganhar, pode ser que aida não seja tarde demais para ele, o vince ainda pode estar la, porque parece que so na WM 31 é que querem fazer essa historia entre o vince e o Tripel H, vamos ver.
    Não tenho muito mais a acrescentar, espero que estas palavras não tenham chateado, mais uma vez parabéns pelo artigo Salgado.

  3. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente artigo Marta, como é habitual.

    Digam-me aquilo que disserem, mas não existe, nem vai existir alguém como o CM Punk. Quer pela forma como olha para aquilo que faz, quer pela determinação que sempre demonstrou ter, quer pela personalidade extremamente peculiar… Enfim, o Punk é o “King of Kings” (sorry Trips, but it’s true)!

    Simplesmente não dá para acreditar que isto tenha acabado assim. Quero acreditar que, daqui a uns largos meses, teremos o Punk de volta. É impressionante como a WWE não sabe lidar com o ouro que tem em mãos e o deixa escapar por entre os dedos (isto não se aplica só ao Punk, como é óbvio)…

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Sim, ele é bastante único, embora existam imensas semelhanças com Steve Austin, especialmente nesta situação em particular. Ambos possuem uma visão bastante própria da indústria e ambos viraram as costas à companhia por divergências criativas.

      Não acabou assim. Pelo menos, eu não acredito. Pessoalmente, dava-lhe um ano ou dois para este descansar tudo e colocar as ideias em ordem. Não se justifica estar a trazê-lo de volta demasiado cedo.

      A WWE reconhece-lhe o valor, mas não o entende. Não perceberam que o que este realmente quer é o lugar de destaque na Wrestlemania, não mais um dos lugares de destaque que eles distribuem. É triste, especialmente quando ele passou lá oito anos.

      • MicaelDuarte - há 3 anos

        É verdade, ambos saíram devido ao que a companhia (não) tinha preparado para eles.

        O Punk é o meu “wrestler” favorito, por isso, não vou dizer que é na boa vê-lo ausente da televisão. Contudo, há que perceber que antes do “wrestler” existe a pessoa a desempenhar uma determinada personagem, daí eu preferir que o Phil Brooks fique um ano fora ou, pelo menos, o tempo suficiente até ficar em perfeitas condições para regressar.

        Sabes Salgado, eu acho que eles vão dar a vitória ao Bryan na WrestleMania, como quem manda uma grande indirecta ao Punk, no sentido em que se o Punk não tivesse abandonado a companhia, teria sido ele a derrotar o HHH (mesmo sabendo que, para o Punk, um combate com o HHH não seria o suficiente) xD

      • Salgado - há 3 anos

        Claro, ninguém espera isso. Tal como tu, existem muitos outros fãs a quem esta ausência custa. Exacto, completamente de acordo.

        Preferia que dessem a vitória ao Bryan por ele a merecer, mas sinceramente já só espero o pior :P Se Bryan ganhasse, duvido que isso afectasse Punk porque, tal como disseste, não seria suficiente para ele.

  4. Almeida - há 3 anos

    Mais um brilhante artigo seu. Sou fã do Punk. Eu penso q pelo fato da WWE n entender o Punk (algo q concordo totalmente) é q n lhe deram o Main Event.
    Pensem pela cabeça dos donos: Este é o ultimo objetivo desse cara se nos lhe dermos, ele n vai embora???
    Tenho isso convicto, o Punk n iria renovar se tivesse sido o ME da 30 e n renovou por n ser. Então pra WWE “como negocio” foi melhor, n gastou mais tempo com alguém q ia partir mesmo!!!

    • Almeida - há 3 anos

      Caso ele renove volta tudo ao normal!!!

    • Salgado - há 3 anos

      Pois, percebo o que dizes, mas eles não ganharam muito em recusar dar-lhe o que ele quer, porque ele abalou na mesma.

      A questão é que, se lhe tivessem dado o que ele queria, a relação seria extremamente mais amistosa para futuros negócios.

  5. Tibraco - há 3 anos

    Fico contente por teres decidido emitido a tua opinião sobre a situação do Punk e devo dizer que gostei muito como sempre.

    É daqueles artigos em que concordo com tudo. Aliás, nem sequer acho que seja um tema que tenha muito que debater. Só quem está por dentro da história é que poderá julgar enquanto o resto dos mortais apenas poderá especular. À primeira vista parece-me uma atitude indecente de Punk mas, lá está, como podemos saber que Vince não aceitou a sua decisão?

    A verdade é que Punk tinha/tem contrato com a WWE. Se ele tivesse mesmo saído a mal até que ponto a WWE não tinha meios para exigir uma contrapartida financeira pelo seu abandono? Vince adoraria dar Punk como exemplo a todos aqueles que tivessem essa ideia de desertar. Como não aconteceu nada não sei até que ponto as partes não chegaram a um acordo amigável…

    • Salgado - há 3 anos

      Ainda bem :)

      Penso que a WWE está a tentar não ter uma atitude demasiado agressiva para com ele, pois ainda quer este regresse. Se formos bem a ver, da última vez que isto aconteceu, a primeira coisa que McMahon fez foi criticar Steve Austin em directo.

      Portanto, parece-me que, independentemente de quem tiver razão, a WWE quer que ele regresse e estão a ser bastante cuidadosos na forma como se referem a ele.

      O Vince de outros tempos certamente adoraria fazer dele um exemplo. Mas, o Vince também já tem idade e experiência suficiente para saber que nem sempre esse é o melhor caminho a seguir. Além disso, acredito que o Vince pense ou saiba que se fizerem isso ao Punk, este nunca mais regressa.

      Acabaram de fazer as pazes, ou algo parecido, com o Ultimate Warrior. Não acredito que queiram criar uma situação semelhante. Além disso, não se ganha nada com isso.

      O que é que a WWE ganha em maltratar e criticar uma pessoa que lhes lucrou tanto dinheiro? Uma pessoa que eles fizeram campeão durante tanto tempo? Não ganham nada. Ainda se arriscam a que se volte contra eles.

      Tenham ou não chegado a acordo amigável, a WWE não ganhava absolutamente nada em arrasar com Punk. A meu ver, estão a tomar as decisões certas.

  6. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente artigo Salgado. Parabéns por teres mantido a racionalidade e por não deixares o facto de não seres fã do CM Punk influenciar a tua opinião.

    Em relação ao artigo, nada a acrescentar. Disseste tudo e também não concordo com quem diz que ele nos virou as costas e que fez uma birrinha por não ter aquilo que queria.

    • Tibraco - há 3 anos

      Imagina que antes da final da Liga Europa, onde o Benfica estará com toda a certeza, o Gaitán ou o Enzo decidem, por não estarem de acordo com a politica do clube, abandonar o estágio e falhar o encontro. Achavas correcto ou legitimo?

      Atenção, não estou a dizer que foi esta a situação do Punk. Até porque ,como disse no meu comentário, acredito que tenha existido algum acordo entre ele e o Vince. Mas caso Punk tenha mesmo saído de forma menos amigável não tenho qualquer problema em considerar que essa atitude é absolutamente lamentável. Mesmo que dê razão ao Punk nas suas reclamações.

      • danielLP21 - há 3 anos

        Bem, o Gaitán e o Enzo são titulares indiscutíveis, por isso não têm razão de queixa :P Além disso, este ano não chegamos à final da Liga Europa xD

        Compreendo o que dizes, mas, a meu ver, a comparação não tem grande sentido. Wrestling e futebol não se comparam. São realidades distintas. Ainda assim, percebo perfeitamente quem critica a atitude do Punk.

      • Tibraco - há 3 anos

        Mas a questão é que o Punk também era titular indiscutível xD Ele ia estar num dos combates mais importantes do evento, ainda que isso para ele não bastasse.

        Sim, não foi a melhor comparação do mundo, nem tal era suposto. Mas, analisando muito friamente, ambas as situações envolvem contratos de trabalho. O Punk era, apenas e só, um trabalhador que recebia um salário para executar uma determinada função. Se criticamos um jogador de futebol, um actor, um apresentador, qual é o motivo para o Wrestling ser um mundo completamente à parte dessa lógica?

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :) Não foi difícil, porque esta até é uma situação em que compreendo a posição dele.

      Compreendo as pessoas que dizem que ele está a ser infantil e apenas foi para casa porque não teve aquilo que queria. É uma perspectiva válida como todas as outras. Aliás, quando a situação é analisada superficialmente, é exactamente isso que leva a crer.

      Mas, quando colocado em perspectiva toda a sua carreira, todo o trabalho que teve e as suas características pessoais, acaba por ganhar outro tom.

  7. Anonymous - há 3 anos

    É, de facto, um grande, grande artigo. Muitos parabéns e obrigado por partilhares um pouco desse talento connosco, os leitores.

    A questão CM Punk não é fácil de ser discutida, ainda para mais quando não se conhece todos os dados que levaram a este “terminus”. Contudo, Punk sempre mostrou ser diferente de qualquer outro tipo na indústria, até porque tem uma concepção e interpretação bem diferente de qualquer outro. A questão da sua saída deve ser encarada como natural, tendo em conta que a WWE nunca soube reconhecer aquilo que Phil Brooks fez e basta lembrar o seu longo reinado, em que carregou o Monday Night Raw às costas durante meses e meses e chegava aos PPVs para perder o Main-Event para John Cena, Triple H e Brock Lesnar, por exemplo. Ora, deve ser incrivelmente frustrante dar tudo por tudo todas as semanas, seja contra tipos da qualidade de Jericho ou contra um miserável como Ryback, e chegar ao PPV e perder o combate principal para um tipo com um contrato temporário, como o Lesnar, outro que tinha passado a maior parte do tempo lesionado, como John Cena, ou outro que está mais ou menos reformado, mas como tem poder e, sobretudo, um tremendo ego, continua a achar que é indispensável a sua presença nos eventos de cartaz da companhia. Para além disso, ainda hoje não dá para entender porque é que depois da feud com Dwayne, onde Punk deu 10-0 em qualquer capítulo, o homem de Chicago não foi adicionado ao combate principal da Wrestlemania, que envolvia o título. A partir desse momento, acho que ficou claro, na cabeça de CM Punk, que seria difícil alguma vez conseguir atingir o Main-Event da Wrestlemania. Ainda assim, durante este último ano, Punk protagonizou as duas melhores feuds da empresa, enfrentando Undertaker e Paul Heyman, sendo ainda capaz de conseguir atingir os melhores combates do ano, perdendo para o Taker na Mania e para Lesnar no SummerSlam. Desta forma, tendo em conta este último ano e retirando esses dois momentos clássicos, acho que ficou evidente que a chama de CM Punk já não estava completamente lá. Por isso, muito sinceramente, não me parece que a sua saída tenha haver com o facto de não ter lugar no combate principal da Wrestlemania deste ano, até porque o próprio admitiu, mais que uma vez, que este era o ano de Daniel Bryan. Assim, a sua saída resulta do acumular de frustrações dos últimos anos e das lesões que têm debilitado, a olhos vistos, a performance de CM Punk. Por tudo isto, e sabendo que não iria poder controlar a construção e os contornos do embate com HHH, o homem com o mais longo reinado da era moderna acaba por tomar um decisão lógica e pouco surpreendente, optando por se afastar em vez de se manter agarrado a uma história em que só ele iria sair prejudicado. Ironicamente, quem acaba por sair beneficiado, é mesmo Daniel Bryan, que estava destinado a um combate com Sheamus, que seria, logicamente, apenas o 5º(!) do cartaz.

    Por fim, devo dizer que também concordo que Punk acabará por voltar, mais cedo ou mais tarde, embora tenha a sensação que se ele não aparecer até ao fim do contrato vigente serão precisos mais alguns anos para o ver dentro de um ringue da WWE.

    Cumprimentos

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      A questão é mesmo essa no Wrestling: nunca se vão saber todos os dados com toda a certeza.

      Essa, por acaso, foi das decisões que mais me chocou e ainda me choca. Compreendo que Rock vs. Cena II seja muito mais apelativo, de um ponto de vista empresarial, do que uma Triple Threat com Punk envolvido, mas dada a forma como CM Punk se comportou durante a rivalidade, este claramente merecia mais.

      Depois, metem-no num combate com o Undertaker, sem qualquer razão lógica, além do facto de ambos precisarem de alguém de grande calibre para lutarem. Tudo isso foi extremamente frustrante para mim, como fã, assistir. Portanto, nem imagino como terá sido para CM Punk.

      Concordo. Notou-se que Punk foi perdendo a motivação. Especialmente depois do combate com Lesnar.

      Lá está, não é só o main-event da Wrestlemania, é a forma como toda a mentalidade da WWE não mudou depois da pipebomb em 2011. Algo que referi no artigo.

      Sem dúvida que foi mesmo um acumular de tudo o que se tem passado nos últimos anos e Punk acabou por atingir o limite.

      Também não me admirava que ele só voltasse daqui a um ou dois. Não acredito que seja antes de Julho ou até este ano.

  8. The great luis - há 3 anos

    Poderia voltar de surpresa e atacar o campeão no último raw anterior a wlestlemania

    • Salgado - há 3 anos

      Parece-me um pouco em cima da hora para a WWE fazer algo do género, mas quem sabe? Tudo pode acontecer.

  9. Bad News Barrett - há 3 anos

    O talento em todas as vertentes essenciais no wrestling é inegavel em CM Punk. Uns podem gostar ou simpatizar mais, outro menos mas a realidade é que ele reune a grande maioria das potencialidades para ser um superstar de topo. Adorado por uns odiado por outros é mesmo assim que alguem de topo tem de encarar os seus sucessos na wwe da mesma forma que individuos como Randy Orton ou John Cena fazem. Não concordo minimamente com CM Punk nesta sua decisão, a meu ver absolutamente ridicula. O homem lutou pelo titulo da wwe, pela streak e até gozou de um reinado historico e ainda se queixa? Que destaque teve o proprio Randy Orton nas ultimas wrestlemanias à beira disto? E o proprio Rey Misterio que desde este seu ultimo regresso e apos ganhar o que ganhou é um simples saco de pancada? E o Miz e o Ziggler que estão a ser rebaixados de uma maneira absolutamente escandalosa ja para nao falar dos coitados que nem uma real oportunidade tiveram? A wwe possiu um roster extenso com muitos e talentosos wrestlers e nao os pode por a todos no main-event da wrestlemania. O desagrado de CM Punk face a esta situação tem logica apenas se falarmos de Batista e de tudo à sua volta porque sem duvida que o Animal nao merece este main-event.

    E se é daí que provem o desagrado do Punk eu concordo com ele. Agora se a wwe tivesse apostado num Daniel Bryan, num Reigns ou num Cesaro para desafiar o Orton e o Punk fizesse birra à mesma aí perderia toda a razão e mais alguma porque ao contrário deles Punk ja gozou de combates historicos em plena wrestlemania.

    • Salgado - há 3 anos

      Exacto, daí se ter tornado num deles.

      Compreendo o teu ponto de vista e é absolutamente válido, mas não me parece que CM Punk se está a queixar. As pessoas simplesmente têm objectivos diferentes. Nem todos os lutadores entram para a indústria com o mesmo objectivo, nem possuem a mesma mentalidade.

      A meu ver, CM Punk acredita que já alcançou tudo o que podia alcançar, à excepção de um combate no main-event da WM. É um objectivo válido como todos os outros. Quando vê que a WWE está mais preocupada em “empatá-lo” do que ajudá-lo a cumprir o seu objectivo, este vai-se embora. Se, aos seus olhos, já alcançou tudo o que tinha para alcançar, é normal que ele reaja desta forma.

      Estás a comparar CM Punk a outras estrelas, quando eles não são iguais. Todas as estrelas que mencionates estão em fases diferentes da sua carreira e, mais importante que tudo, têm objectivos e mentalidades diferentes.

      A meu ver, Randy Orton já provou que se sente seguro com a sua posição dentro da companhia e, desde que continue a receber, não vai levantar muitas ondas. Rey Mysterio está no fim de carreira e não é, de forma alguma, uma estrela em que se possa confiar para um evento de grande importância, porque a sua condição física está demasiado debilitada.

      Relativamente às estrelas de midcard, a WWE sempre tratou o midcard de forma frustrante e confusa, o próprio CM Punk sofreu isso na pele.

      Claro que não se pode por todos no main-event da Wrestlemania, mas tal não significa que todos não possam aspirar lá estar. Isto tudo depende da mentalidade de cada lutador e como cada um encara os seus objectivos pessoais.

      Essa é a questão. Se, em vez de Batista, outra estrela mais nova estivesse no main-event da Wrestlemania, em vez de CM Punk, se este tomava a mesma atitude. Sinceramente, estou inclinada a achar que não, mas é apenas uma especulação.

      • joao pedro - há 3 anos

        Dizer que se outra superstar ocupasse o main event da wrestlemania sem ser batista faria com que Punk se fosse embora é totalmente descabido. O proprio Punk disse que este ano adorava ver Daniel Bryan a lutar no ME, aos olhos do Punk acredito que para ele de momento só ele proprio e bryan fariam sentido la estar. Outra coisa que não entendo é como é que alguem pode avaliar esta situação de uma maneira superficial, será assim tao dificil entender as frustacoes de alguem que ja fez tudo o que tinha a fazer? Todos nos ja devemos ter passado por algo semelhante na vida como trabalho por exemplo, muitas vezes sentimos que ja atingimos cera meta e que ta na hora de passarmos ao proximo nivel, mas o nosso patão naão nos permite, é o mesmo tipo de coisa, qualquer pessoa que diga que Punk está simplesmente a ser infantil é tão mau ou pior que a wwe, porque não se dão ao trabalho de sequer entar perceber a pessoa em causa, lá porque para uns ser campeao durante um ano e lutar contra o rock e taker é algo maravilhoso nao significa que para ele tenha sido, ainda para mais se avaliarem ao detalhe so lhe poderam dar razao. O homem foi campeão mais de 1 ano sim, levou a companhia as costas, teve nos melhors combates consecuivamente, mas quantas vezes esteve no ME de um ppv que é onde o campeão tem de estar? Apenas uma num tlc, nos outros em que esteve teve de ser contra cena e Rock.
        Perde o seu reinado historico para uma lenda que ja nao tem nada a provar, simplesmente para haver uma repeticão de algo que nunca deveria ter sido repetido ” Once in a life time” sim claro. E a maneira como resolveram encher chouriços com o combate entre punk e taker a ultima da hora foi patetico, por muito bom que o combate tenha sido bom,eu nao consigo entender uma pessoa que nesta questão se limite a criticar uma pessoa que tem toda a razão do seu lado. Excelente artigo Salgado mais uma vez mostras o porquê de o teu espaço ser o melhor do Forum, continua assim.

  10. JoãoRkNO - há 3 anos

    Ótimo trabalho Salgado.

    Sinceramente, não acredito que o CM Punk volte á companhia, como também fico sem palavras para quem acha que isto tudo faz parte de uma revolução que o próprio fez, uma vez que não era o Top Guy da companhia. Basta vermos o panorama atual das coisas para percebermos a forma como a WWE trata os seus wrestlers. Por muito que o corpo humano seja forte, ninguém consegue aguentar a nível psicológico e físico tanta carga horária como ele suportou, vejamos que desde que fez o seu debut na ECW, não me lembro de ter tido descanso durante uns tempos, é um verdadeiro Super-Homem este senhor.

    Fugindo um bocadinho ao assunto, como é que é possível nomes como Dolph Ziggler, Damien Sandow, Alberto Del Rio, Wade Barrett, entre outros andarem perdidos por aí sem rumo á vista? Eu não percebo porquê tanto investimento em superstars reformadas, sem referir nomes, em vez de apostar nestas jovens promessas que num futuro próximo serão o “ganha pão” da companhia. E digo isto pela derrota do WWE Championship do Punk contra o The Rock, porque apesar de respeitar todo o historial que ele teve e as incríveis performances que fazia no ringue mas sobretudo fora dele, não me entra na cabeça o facto de ele chegar do nada e acabar com aquele reinado tão grandioso.

    Só para finalizar, como o Micael disse e muito bem, Punk só existirá um, duvido seriamente que algum dia apareça alguém como ele, mas sendo esta situação bastante delicada, aguardemos para ver o que o futuro nos reserva.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Tirando a pausa que fez o ano passado e uma altura em que estava a recuperar de lesão e ficou na mesa de comentadores, não me lembro de CM Punk ter feito qualquer pausa.

      Falei recentemente dessa situação, no Opinião Feminina #169 – Talent on Standby. Aí tentei abordar a situação de vários talentos de midcard, incluindo Dolph Ziggler, Wade Barrett, Fandango, entre outros.

      Relativamente ao investimento em estrelas “semi-reformadas”, é um assunto extremamente batido neste espaço, especialmente em edições recentes. É uma situação extremamente frustrante, não só para quem assiste, como para os lutadores que são prejudicados.

      Não nos resta fazer nada, senão esperar. A meu ver, é uma questão de tempo até fazerem as pazes.

  11. John cenna - há 3 anos

    Melhor se aparecesse mascarado e depois que detonasse randy se desmascarasse para o delírio do público

  12. VictorK9 - há 3 anos

    Com certeza ele volta antes da wrestlemania de supresa no penultimo ou ultimo raw.

  13. José Sousa - há 3 anos

    Excelente artigo. Sinceramente acho que ele pode ficar como o Macho Man, uma lenda nunca reconhecida. Mesmo que o Vince goste dele, existirá sempre resistências a darem algo muito importante ao Punk no dia em que regresse. Espero que esteja errado.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :) Como é natural, é possível, mas não acredito que aconteça. A WWE já fez pazes com indíviduos mais complicados, em situações muito mais complicadas. CM Punk está saturado, precisa de descansar, por as ideias em ordem e gerir toda a frustração. Quando tal acontecer, eventualmente ambas as partes chegam a acordo. A atitude da WWE mudou ao longo dos últimos anos e, recentemente, tem sido o notório o esforço que fizeram para não estar mal com ninguém, ou com o menor número de pessoas possível.

      Além disso, ninguém sabe ao certo o problema de Vince com Macho Man. Existem imensos rumores e uma enorme especulação, mas não há certezas de nada. Várias pessoas são questionadas sobre esse assunto e ninguém sabe explicar bem o que se passou. Com CM Punk, presume-se não ser nada mais que uma divergência criativa e choque de personalidades. Estaria mais tentada a comparar a situação de CM Punk à situação de Steve Austin e Brock Lesnar, não de Macho Man.

      Numa coisa concordo contigo: a relação entre CM Punk e a WWE não vai ser sempre pacífica. Mas, eventualmente, chegam a um consenso. Nem que seja por um curto período de tempo.

      • José Sousa - há 3 anos

        Sim no caso do Macho Man. correm muitas lendas e rumores, mas nunca vamos saber a veracidade delas. E espero que no caso do Punk não aconteça algo do género, e tenho a noção que não.

        Sem dúvida, e o Hunter não gosta muita do Punk e quanto mais poder tiver mais entraves o Punk vai ter a atingir esses consenso. Porém acredito que ele volte, mas não muito cedo. Antes do Summerslam é praticamente improvável, mas acho que vai ser longo.

      • Salgado - há 3 anos

        Não acredito que aconteça. Aliás, se fosse para ir a extremos, via mais a relação do Punk e da WWE a ser comparada à WWE e o Ultimate Warrior. Macho Man e Punk tiveram problemas de teor completamente diferente.

        O Triple H tem tomado uma posição extremamente diplomática dentro da WWE. Goste ou não do Punk, não acredito que impedisse a resolução do problema. É verdade que a sua fama não é a melhor, mas não acredito que fosse tão longe. Sinceramente, espero que CM Punk fique longe da WWE por um ano ou mais. Ele precisa disso. A meu ver, precisa mesmo. Precisa de paz, de descanso, sem a pressão de quando é que pode voltar ou quando é que é o próximo grande evento.

        Também não acredito que regresse antes do Summerslam, de qualquer das formas.

  14. Ângelo Martins - há 3 anos

    Excelente artigo Salgado, nada a acrescentar.
    Espero sinceramente que este regresse, mas apesar de gostar de o ver nesta Wrestlemania, o melhor é descansar durante um bom tempo. Mas a verdade é que antes de tudo isto acontecer, o mais difícil (pelo que parece neste momento) tem de acontecer: um acordo entre CM Punk e a WWE.

  15. Diogo_67 - há 3 anos

    A meu ver CM Punk fez o que tinha de ser feito. Três anos depois da sua famosa “pipe bomb” a WWE continua a mesma, a única coisa que mudou foi a carreira do CM Punk que melhorou bastante. Mesmo sendo campeão da WWE durante 2012 todo foi main-event apenas em 3 ppvs, perdeu o titulo para o The Rock que esteve fora durante tanto tempo, luta com o Undertaker enquanto o Cena e o Rock estão no main-event outra vez e após ver o Batista a ganhar o Royal Rumble é normal que ele não aguente mais.

    A culpa disto tudo é do Triple H que é 10x pior que o Vince McMahon. O ego dele é maior que o seu nariz e enquanto ele tiver tanto poder na WWE vamos continuar a ter estes main events da treta na Wrestlemania. E não só acho que a culpa é também de muitos “fãs” que só voltam na altura da Wrestlemania portanto a Wrestlemania só vende se esses “fãs” conhecerem as caras em destaque pois não querem ver coisas novas e interessantes.

    Tal como o CM Punk disse:”you people can’t handle anything compicated, you people can’t stomach anything interesting”. CM Punk, Raw (07/01/2013)

  16. David Miguel - há 3 anos

    Excelente artigo como sempre.
    Não tenho nada a comentar praticamente o que foi exposto é o que viemos debatendo ao longo destas seis semanas e que a RAW em Chicago realmente veio a por água a baixo.
    Infelizmente parece que a estratégia de trazer part times gera um lucro imenso a cia e como sabemos que a WWE é capitalista ao extremo ela não abre mão desta estratégia e o Punk não foi obrigado a digerir isto ele economizou a ponto de ter uma situação financeira confortavel e se formos ver tudo o que ele queria era o spotligth em uma Wrestlemania e custava a WWE ter realizado este capricho, pelo visto custou e o mesmo deu um basta.
    Por um lado estou a favor dele mas por outro olhando como um profissional que tem direitos e deveres junto ao empregador a atitude dele não foi profissional e se realmente acabar assim desta maneira (que espero eu que não acabe)seria uma mancha na sua brilhante carreira.
    Más demos tempo ao tempo.

  17. Roberto - há 3 anos

    Cm Punk fez a sua escolha,e nós temos que aceitar,não acredito que ele volte a wwe nos próximos tempos,tenho pena como todos os fãs de wrestling mas Cm Punk na wwe já era…

  18. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Mais uma excelente edição. Vai falar um fá de CM Punk:

    Estou triste de não ver o meu favorito em ringue, aplicar as suas manobras, a lançar as suas pipebombs e especialmente fazer aquilo que faz melhor: Ser o “Best in the world!”Infelizmente são provações da vida mas temos que ter em conta que por vezes as coisas não são como queremos, apesar de lutarmos e sermos merecedores de ganhar o privilégio que tanto ambicionamos…Mas no fim será que vai valer a pena esta atitude Punk? Se regressar virá mais fortalecido ou mais enfraquecido?Isto é se voltar…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador