Opinião Feminina #175 – The Consequences of Poor Planning

Falta uma semana para a Wrestlemania XXX, o evento que irá celebrar os últimos trinta anos da WWE. Como seria de supor, dada a importância e relevância do evento, os preparativos para o mesmo começaram há muito tempo. O combate discutido na semana passada, John Cena vs. Bray Wyatt é um dos exemplos dos combates há muito especulados para o evento.

No entanto, desde a última Wrestlemania que se fala de Undertaker vs. Brock Lesnar. Aliás, desde que Undertaker e Brock Lesnar tiveram o seu pequeno confronto na UFC que se fala de um novo combate de ambos. E desde que Brock Lesnar regressou à WWE em 2012 que tal ficou mais perto de acontecer.

A ideia de tal combate foi bem recebida pela grande maioria dos fãs. A Streak tornou-se na atracção principal da Wrestlemania, sendo por isso um dos combates mais antecipados do ano. Undertaker é uma das Lendas mais respeitadas, não só dentro da indústria, como entre os próprios fãs.

Por sua vez, Brock Lesnar tem qualidades únicas. Poucos conseguem ser tão intimidantes como Brock Lesnar. E muito poucos conseguem combinar essa qualidade com uma excelente capacidade atlética. Brock Lesnar é por isso, tal como Undertaker e a Streak, único.

Não é, por isso, surpreendente que a WWE e Undertaker tenham escolhido Brock Lesnar como próximo adversário. Brock Lesnar é um nome estabelecido na indústria e vende quando está envolvido em algo.

Esta rivalidade tinha assim todos os motivos para ser histórica. Para ser mesmo uma das melhores do ano. Infelizmente, tem surpreendido pela negativa. A razão para tal é muito simples. O ambiente é perfeito, os lutadores são únicos, mas, infelizmente, a dinâmica não funciona. Pelo menos, não funciona da forma que está a ser apresentada.

Quando alguém tão incrivelmente intimidante como Brock Lesnar está envolvido numa rivalidade, é extremamente complicado acreditar que este tenha medo, especialmente quando o sucesso da rivalidade depende na sua confiança.

Os mais recentes adversários de Undertaker não o venceram na Wrestlemania, mas acreditavam que o iam fazer. Acreditavam que tinham a capacidade necessária para terminar a Streak. Por exemplo, a certeza de Shawn Michaels tornou-o obsessivo levando-o a perseguir Undertaker até que este aceitasse o combate na Wrestlemania XXVI.

Por sua vez, Brock Lesnar, alguém que tem todas as razões do mundo para estar confiante, tem medo de Undertaker e no entanto, não há nada que Brock Lesnar tenha feito ao longo desta rivalidade que me transmita a ideia que este acredita que consegue vencer. Tudo isto dá a ideia de ser um enorme desperdicídio das melhores qualidades de Brock Lesnar.

Undertaker não precisa que Brock Lesnar mostre medo para vender o combate ou para se mostrar dominante. A Streak faz isso por Undertaker. A Streak de Undertaker é a razão para este combate e joga a favor do mesmo. Tudo aponta para uma vitória de Undertaker, pois mesmo que esteja em apuros, até agora tem conseguido ser bem-sucedido.

A magia da Streak é criar a dúvida e o receio de que a mesma está em risco. Quando toda a rivalidade revolve à volta de Undertaker mostrar a sua dominância, essa dúvida dissipa-se e apenas se confirmam as suspeitas dos fãs: Undertaker vai vencer.

A meu ver, a WWE ainda não conseguiu convencer os fãs que a Streak está em perigo, o que é chocante, pois dada a aura e credibilidade de Brock Lesnar, tal deveria ser a parte mais fácil da rivalidade.

Além disso, existe outro problema. Brock Lesnar tentou recuperar a sua credibilidade depois do ataque de Undertaker ao destruir Mark Henry. No entanto, tal não funcionou, pois Mark Henry já tinha sido vitimizado por Brock Lesnar, meses antes, durante a rivalidade deste com Big Show.

O que Brock Lesnar realmente precisava era de dominar Undertaker. No entanto, a WWE nunca iria arriscar magoar Undertaker em vésperas de Wrestlemania. Esta é a consequência da idade e calendário de Undertaker. Este não se pode dar ao luxo de envolver fisicamente mais do que o estritamente necessário, pois sempre que o faz, acaba por ter de se submeter a mais cirurgias.

Foi o que aconteceu depois da Triple Power Bomb de The Shield, no ano passado. Por isso, não se justifica correr esse tipo de riscos com Undertaker, a não ser que seja por uma boa razão: a Wrestlemania.

Continuar a dar vítimas a Brock Lesnar para este destruir não vai mudar o facto de poucos fãs acreditarem que a Streak irá terminar e da WWE não ter feito nada, ainda, para mudar isso.

Para além do mais, não faz qualquer sentido tratar Brock Lesnar como o elemento mais fraco da rivalidade se o objectivo não é vê-lo a quebrar a Streak. Undertaker respondeu ao desafio de Brock Lesnar, atacou-o e agora vai vencê-lo.

A WWE conseguiu tornar a conclusão desta rivalidade ainda mais previsível do que já era, focando-se em promover o combate apenas pela atracção que é Undertaker e a Streak.

Ainda falta uma semana, portanto algo ainda pode acontecer para tentar compensar o tom da rivalidade, mas duvido que funcione. A verdadeira redenção desta rivalidade será a qualidade do combate.

No entanto, não deixa de ser uma pena e um desperdício. O estatuto de cada um destes indivíduos e o ambiente em que se vão defrontar, não só pedia mais que isto, como facilmente conseguia mais do que isto.

Este foi o resultado de um dos planos mais conhecidos da WWE. Undertaker vs. Brock Lesnar é um dos planos da WWE que vai mesmo para a frente, ao contrário de vários outros.

A Wrestlemania que a WWE preparou ao longo dos últimos meses não é a mesma que irá ser transmitida na próxima semana. Dois factores influenciaram as mudanças ao card da Wrestlemania: a saída de CM Punk da companhia e a forma como os fãs rejeitaram Batista.

A saída de CM Punk da WWE forçou Triple H a encontrar um novo adversário e a forma como os fãs rejeitaram Batista forçou a WWE a acrescentar um terceiro elemento ao combate pelo Título.

De qualquer das formas, mesmo com a ajuda destes dois factores, tal como no caso de Undertaker e Brock Lesnar, estes planos furados têm uma explicação simples: a Autoridade. Ao longo de grande parte dos últimos oito meses, a Autoridade – a dupla constituída por Triple H e Stephanie McMahon – foi retratada de forma dúbia, pouco clara e coerente.

Num dia, a Autoridade comportavam-se como vilões sem escrúpulos e noutros dias maltratavam outros vilões e posicionavam-se como babyfaces. Este tipo de mudanças, não só confundem os fãs que as tentam acompanhar, como arrasam com qualquer história em que estejam envolvidos. Uma das vítimas principais da Autoridade é, na verdade, a pessoa que supostamente tentaram ajudar mais: Randy Orton.

A ideia de Randy Orton como a “cara da companhia” que os donos malvados da WWE querem impor a todos os fãs é bastante boa. O problema é quando os donos malvados constantemente sabotam, questionam, gozam e repreendem o indivíduo que, supostamente, escolheram.

Ao longo dos últimos meses, a Autoridade e Randy Orton estabeleceram uma rotina. Por vezes ambas as partes estão do mesmo lado; outras vezes não estão; Triple H faz então uma promo sobre como está desapontado com Randy Orton; este, por sua vez, pede desculpas e promete comportar-se e eventualmente, tudo volta ao início, sem qualquer novidade ou desenvolvimento significativo. Graças a isto, toda a credibilidade que Randy Orton poderia ter como campeão dissipou-se.

A existência da Autoridade ainda não beneficiou ninguém. Apenas foi queimando tempo em televisão, embaraçando todos aqueles com quem se envolvem. É possível que o fim esteja perto e que finalmente, alguém leve a melhor, mas também é possível que tal nunca aconteça, especialmente a Stephanie McMahon.

Esta, por sua vez, já atacou fisicamente e insultou várias pessoas no roster, no entanto é muito pouco provável que alguém se vingue dela e, nesse caso, o envolvimento dela é absolutamente desnecessário. Quem está ela a beneficiar ou ajudar com o seu envolvimento? Stephanie McMahon humilha as pessoas e sem a resposta destas, esta acaba por sair por cima.

Portanto, como se pode concluir, seria necessário que o adversário de Randy Orton na Wrestlemania tivesse imenso carisma e fosse popular, pois dada a influência tóxica da Autoridade, Randy Orton não tinha qualquer tipo de credibilidade ou confiança da parte dos fãs.

Infelizmente, a escolha da WWE para adversário de Randy Orton falhou. Ora, Batista não falhou apenas pelo seu envolvimento com a Autoridade na sua primeira interacção. O verdadeiro problema de Batista é o facto deste não ser Daniel Bryan.

Batista regressou numa altura onde os fãs exigiam uma aposta em Daniel Bryan e tomou o lugar que os fãs crêem que é de Bryan por direito. Juntar isso ao facto que já todos esperavam que fosse este a ganhar, devido ao facto de ser uma estrela com certo poder nos bastidores, capaz de ditar o seu próprio horário, não ajudou a sua situação.

Mais do que nunca, os fãs viram Batista como alguém que de facto tirou uma oportunidade a outro lutador que ainda está a lutar por ganhar algum estatuto dentro da companhia. Não tinha sido tão claro com The Rock, não é claro com Undertaker, devido ao enorme respeito que todos têm por ele e certamente não é claro com Triple H, pois este nunca abandonou a companhia.

Batista estava agendado para ser o grande babyface que iria terminar o reinado de Randy Orton. Em vez disso, foi rejeitado pelos fãs, forçando a WWE a acelerar o seu heel turn.

Por sua vez, tal foi uma excelente decisão por parte da companhia. Batista consegue ser um excelente heel e, de momento, tem os acessórios todos para o fazer e ser bem sucedido. Não só toda a sua apresentação ajuda imenso, como Batista consegue ser verdadeiramente arrogante e irritante. Tudo isto se resume ao “Deal with it” que começou a dizer e que o ajuda imenso.

Todavia, nada disto funciona se Batista não melhorar as suas promos. Se melhorasse esse aspecto, a vida de Batista tornava-se significativamente mais fácil.

Porém, isto deixou a companhia com outro problema: heel vs. heel na Wrestlemania pelo Título não é um combate apelativo.

Os fãs não acreditam em Randy Orton, nem têm razões para acreditar. Este encontra-se numa fase bastante desinteressante da sua carreira. Batista, por outro lado, é alvo de embirração por parte dos fãs.

Um combate individual entre dois vilões, onde os fãs não têm ninguém por quem torcer, é desnecessário. Um combate individual entre duas pessoas, uma por quem não sentem nada, e outra com quem embirram, só poderia ter resultados desastrosos.

Seria mandatório colocar um terceiro elemento no combate, algo que a WWE já se certificou que vai acontecer. Infelizmente, esta resolução não é a melhor, é apenas a melhor dadas as circunstâncias em que a WWE se colocou.

Mais do que um terceiro elemento, o combate pelo Título precisa de um babyface e existe apenas um nome que os fãs querem nesse combate: Daniel Bryan.

Como se pode ver, vários combates são importantes nesta Wrestlemania. No entanto, fracas personagens – no caso de Randy Orton vs. Batista – e fraca construção – no caso de Undertaker vs. Brock Lesnar – podem arruinar até os planos mais perfeitos. E, de certa forma, é a isso que se resume esta Wrestlemania: planos falhados.

É exactamente por isso que, sem quaisquer dúvidas, Daniel Bryan vs. Triple H é o combate mais importante desta Wrestlemania. No entanto, tal é assunto para a próxima edição. Desejo uma excelente semana a todos e até à próxima edição!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

33 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Excelente artigo. Não quer dizer que a Mania vá ser má, as emendas que fizeram até melhoraram o cenário. O problema é o que tu referes isto nunca foi o plano base e obrigou a adaptações muito bruscas. A Autority só o conseguiu ser contra o Bryan, com o Orton gozaram, e o Batista bem quando queres que ele seja face e a primeira imagem é ajoelhar aos homens que devia confrontar, então está tudo muito mal.
    Taker e Lesnar- De facto temos um bom ambiente, bons segmentos, mas como dizes poderia ter sido tudo muito melhor. O Calendário do Lesnar não ajuda em nada, e o Heyman sozinho não pode fazer tudo.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Sinceramente, não acho que tenham melhorado assim tanto. Para Daniel Bryan, a situação ficou muito mais justa, mas não se justifica – no estado em que ambas as personagens estão – ter Randy Orton e Batista no combate pelo Título. A meu ver, apenas Batista seria suficiente.

      A meu ver, mais complicado que o calendário do Lesnar são as limitações de Undertaker. Como é a época de Wrestlemania, não me admirava que a WWE pagasse a Brock Lesnar para estar presente em todas as Raw, o que é semelhante ao que se está a suceder agora. No entanto, Undertaker continua a não poder dar-se ao luxo de envolver.

  2. Micael Duarte - há 3 anos

    Excelente artigo.

    Se não fosse o Punk e o Batista… tínhamos aqui outra WM 27 ou WM 29…

    • Daniel "ThaGr8One" Leite - há 3 anos

      “Se não fossem o Punk e o Batista”? What? xD

      • Micael Duarte - há 3 anos

        A sério que não percebeste? xD

        Basicamente, concordei com o que a Salgado referiu acerca dos motivos que levaram a que esta WrestleMania tivesse uma melhor constituição do que aquela que estava pré-definida, ou seja, o “walkout” do Punk e a a rejeição dos fãs para com o Batista.

      • Daniel "ThaGr8One" Leite - há 3 anos

        Por acaso disse antes de ler, e sem o contexto fiquei sem perceber a tua frase pois não conseguia ver como é que os dois estavam ligados xD

      • Micael Duarte - há 3 anos

        Para bom entendedor, meia palavra basta! Muahahahaha xD

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Acho que seria mais “senão fossem o Punk e os fãs” :P

      • Micael Duarte - há 3 anos

        Tens razão, Salgado :p

  3. Fred_PacmanKid - há 3 anos

    INFELIZMENTE CM Punk salvou a Wrestlemania com a sua saída.

    No entanto a Wrestlemania ainda não está totalmente salva, antes de mais, a razão para o combate do Lesnar e Taker, aquilo foi mais ou menos assim…

    Ora bem eu sou o Brock Lesnar e tenho aqui um contrato em que posso enfrentar quem eu quiser na Wrestlemania, aparece o taker e “desafia” o Lesnar… PORQUE??

    Porque raio é que do nada, iria ser o taker a querer enfrentar o Lesnar e não o contrario?

    Eu não acompanhei a WWE por altura da primeira participação de Lesnar nesta, e não sei se a rivalidade entre ele e o Taker nessa altura ficou com alguma “ponta solta”, mas se o Lesnar voltou a mais de um ano, porque raio só agora é que o taker se ia lembrar dele. A ultima vez que Undertaker correu atrás do seu oponente e não o contrario, vermos um oponente a correr atrás da Streak foi no terceiro combate de Triple H e nessa altura faria sentido, Undertaker saio do combate anterior de Maca, e H saio de pé, Undertaker podia dizer que não tinha realmente vencido. Mas antes disso, Triple H procurou a streak para vingar HBK, a antes dele HBK procurou a streak porque era a única coisa que lhe faltava, e agora um homem de 50 anos decidiu que queria andar ao pêro com o Brock Lesnar a bem dizer porque sim???

    Sinceramente esta Wrestlemania, por agora, interessa me em 3 combates:
    The Shield VS The Sold Out e Triple H VS Daniel Bryan e Jonh Cena vs Wyatt Family, este ultimo pois de deixarem Jonh Cena pode dar um bom espectáculo juntamente com Bray Wyatt

    • john3:16 - há 3 anos

      Há muito que esta rivalidade ja esta pra se realizar, e eles têm mesmo desentendimentos na vida real, e acho que não é preciso haver motive especial, o que os fans querem é ver o taker a lutar na mania

      • Fred_PacmanKid - há 3 anos

        sim o pessoal quer é ver o taker combater, mas uma boa feud de back ground é importante, principalmente na Wrestlemania. Já o ano passado ia ser uma historia sem grande interesse com o Punk, salvo se pelo facto de, infelizmente, o Paul falecer.

    • Salgado - há 3 anos

      Concordo com o “infelizmente”. É uma pena que um lutador tenha que se revoltar e bater com a porta para tornar a Wrestlemania mais lógica. Continuo a concordar quando afirmas que a Wrestlemania não está totalmente salva.

      Não houve qualquer salvação, apenas alguns problemas foram remediados.

      Também concordo com o que dizes sobre a rivalidade de Undertaker e Brock Lesnar. A dinâmica está completamente trocada e isso impede-os de usufruírem das personagens. Uma das melhores características de Brock Lesnar tem sido completamente desperdiçada até agora, o que é uma pena.

  4. danielLP21 - há 3 anos

    Excelente artigo.

    Tal como eu já disse, o Brock Lesnar tem que sair por cima de forma convincente na Raw de amanhã, caso contrário esta história sai furada. Acredito que ainda tem salvação.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      O problema é que mesmo que Brock Lesnar saia por cima amanhã, o resumo desta história continua a ser como Undertaker “entrou” na cabeça de Brock Lesnar e assustou a Besta. O que não faz qualquer sentido, pois a vitória de Undertaker é o fim que a esmagadora maioria dos fãs espera.

      Em vez de reforçar a dúvida e aumentar a emoção para o combate ao usar um dos últimos nomes que tinha credibilidade para o fazer, a WWE desperdiçou Brock Lesnar e deixou-o ser dominado por Undertaker para nada.

  5. john3:16 - há 3 anos

    Foi um bom artigo salgado, de facto a saida do punk salvou esta mania, e para mim ja esta em condições de representar os 30 anos deste evento, pode não ser perfeito mas esta razoavel, o card da mania mudou todo com a saida do punk e acho que tumou um bom caminho.
    Sim, acho que correu muito mal a wwe, pois não esperavam que o batista fosse o falhanço e o fracasso do road to wrestlemania, obviamente que um combate so com heel´s pelo titulo não ia corer bem, ainda para mais o orton, pela qual se alimentou um odio ao longo destes ultimos tempos (coisa que acredito que começe a mudar no raw a seguir a mania), e o batista que não consegue manter uma lutan de 10 minutos, e obviamente não irá conseguir manter uma luta de 20, das duas uma se for o batista a ganhar a luta é entre bryan e orton e batista ta sempre encostado a box e no final aparece da duas batistas bombs ao orton e bryan e ganha, ou ent o bryan ganha esperemos e não sei bem o que o batista vai la fazer, gostaria era que o bryan ganhasse claro e finalmente fo-se feita justice, mas depois ele não tem de ficar 20 naos com titulo ou bater recordes do punk, era interessante existir por exemplo rivalidade batista vs HHH que parece que ja se começa a ver.
    Quanto ao taker vs lesnar, o tempo do lesnar é escasso e acho que a wwe não vai querer lesionar o taker antes da mania, sim se ele fosse mais novo o taker ja lhe podia ter dado algum f-5 mas tal não é o caso, acho que no raw proximo, antes da mania a wwe devia tentar fazer com que o lesnar saisse a ganhar de uma forma que não envolvesse muita porrada, acho que a esta rivalidade faz falta mais tempo do lesnar, o heyman ta fantastic e faz falta o bearer pro lesnar dar porrada.
    Não tenho muito mais a dizer, mais uma vez parabéns pelo artigo salgado :)

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      Não acho que tenha sido salva, apenas remediada. Sim, de facto, a WWE não esperava que os fãs rejeitassem Batista daquela forma.

      O Brock Lesnar não precisava de fazer um F5 ao Undertaker para se mostrar dominante. Bastava não mostrar medo. É claro que se Undertaker se pudesse envolver fisicamente, uns amassos também teriam ajudado Lesnar a mostrar que não tinha medo. No entanto, não tinha que chegar ao ponto de fazer o F5.

  6. Tiago Correia - há 3 anos

    Mais um óptimo artigo onde colocas a nu todas as insuficiências da preparação desta WM. Sem querer esmiuçar em demasia o assunto, digo apenas que se Bryan tivesse uma lesão a WrestleMania perderia todo o seu interesse. É um evento que vale pela ansiada consagração do favorito do público, 2 ou 3 combates com “nome” e o resto um improviso total..

  7. The Miz - há 3 anos

    De facto esta rivalidade de Lesnar e Taker acaba por começar de forma brilhante e a partir daí foi sempre a descer. Primeiro segmento absolutamente brutal e depois uma data de episodios em que Lesnar nem se digna a aparecer e em que Heyman la fez o seu melhor para anular isso. Alem disso muito pouca intensidade e duelos fisicos e embora eu o compreeenda é sempre frustrante ver isso a acontecer. Depois a imagem que passam do Lesnar nao faz qualquer sentido e aproveito até para a comparar com a de Randy Orton. A wwe precisa de entender que quer Lesnar quer Orton podem e devem ser heels mas nao tem que ser covardes, nao é da natureza deles e nao é esses personagens que cativam o publico. Lesnar precisa de ser um heel destruidor, dominante e agressivo e o mesmo se aplica a Randy Orton.

    O Orton que o publico gosta e que o publico quer é o velho Orton metam isso na cabeça e nao este personagem de agora. E o mesmo se aplica a Brock Lesnar. Nem todos os heels precisam de fugir e de ter medo!!

    Acredito perfeitamente que se as atitudes de Lesnar e Orton mudassem um pouco nesta road do wrestlemania ambos superstars iriam para o evento com outra relevancia e credibilidade.

    Outro frustração tremenda foi a Autoridade. Quando tudo começou com os heel turn de HHH e Orton eu fiquei muito satisfeito, esperava uma historia incrivel e muito interessante e que tinha tudo para dar certo. Infelizmente todas essas indecisões e o tratamento dado à suposta cara da empresa mudou completamente a minha opiniao. Falhou redondamente a autoridade e desde que HHH se mantenha como heel pode até acabar porque deitou mesmo tudo a perder.

    Outro erro colossal foi Batista e a forma absolutamente ridicula como tem feito promos e em que acho que ainda nao disse nada de novo desde o seu regresso o que é perfeitamente ridiculo. Batista veio com um personagem totalmente desinteressante, sem ideias, sem qualquer imaginação e que parece nao fazer o minimo para se tornar relevante ou interessante. Parece-me ilogico sequer compara-lo com The Rock ou Undertaker pois estes dois ultimos estão num nivel que Batista nem na melhor forma da sua vida alcançaria. E ao contrario deles Batista nao parece fazer o minimo esforço para demonstrar que possui condiçoes de ser o main-event de uma wrestlemania.

    Daí que eu continuo a defender que o melhor card para esta mania seria:

    Batista VS Lesnar – A acontecer isto Batista nao seria tao vaiado e teria outra reacção dos fãs e assistira-mos penso eu a um duelo muito chamativo e a um enorme combate entre duas forças da natureza.

    Cena VS Taker – Seria um combate historico e até quem nao gosta do Cena tem de admitir isso

    HHH VS CM Punk – continuo a achar que Punk seria o homem certo para dizer das boas a HHH e oferecer uma excelente rivalidade

    Daniel Bryan VS Randy Orton – Bryan finalmente vingava-se da autoridade e de Orton mas iria combater um Orton com a construçao que eu defini para o evento e certamente seria um combate mais interessante. Outra coisa que poderiam fazer era acrescentar Batista e Lesnar a este combate para dar tempo de antena a superstars menos utilizados e uma vitoria de Bryan seria ainda mais incrivel.

    The Shield VS Wyatt Family – Com ambas stables na sua maxima força!!

    The Usos VS Real Americans VS NAO – Aproveitavam para a separação dos Real Americans e os Usos venciam!!

    Cody Rhodes VS Goldust com Dusty Rhodes a arbitro – abria-se espaço para este ansiado combate na mania e começaria aqui a ascensao de Cody Rhodes heel ou face!!

    O combate das divas deixava estar como está até porque nao regressou ninguem com estatuto de encarar AJ numa mania cara-a-cara!

    Big E VS Mark Henry – ok nao era o combate dos sonhos de ninguem mas se a ideia é elevar o Big E porque nao fazê-lo vencer o homem mais forte do mundo pelo titulo!! Para melhorar talvez tivessem feito o Ambrose perder seu titulo para Henry e este combate valer os dois embora temporariamente!

    E para acabar claro a Battle Royal!! Por mim nao haveria battle royal nenhuma e haveria sim um unico mitb mas já que isso para a wwe nao faz sentido eu faria uma battle royal apenas com 10 homens que tiveram de combater varias qualificações para la estarem e com o vencedor do combate a ganhar uma oportunidade ao titulo principal e participariam: Sheamus, Rey Misterio, The Miz, Fandango, Ziggler, Sandow, Christian, Big Show, Barrett e Del Rio!!

    • Salgado - há 3 anos

      Sinceramente, não sou grande fã do primeiro segmento, mas concordo. Mesmo assim, a rivalidade piorou bastante com o passar do tempo. A WWE sabe o que quer de Lesnar, o problema é que o que eles querem implica desperdiçar bastante das suas qualidades.

      A WWE gosta de retratar Brock Lesnar como dominante e destruidor, pois sabe que é o que vende, mas por alguma razão, preferiram promover Undertaker como dominante desta vez. No entanto, não faz sentido, porque será Undertaker quem irá ganhar no fim. Não há qualquer twist ou emoção.

      Nem Brock Lesnar, nem Randy Orton, querem saber de como são retratados. Desde que ambos continuem a ser pagos, nenhum deles irá fazer alguma coisa.

      Já ouvi imensas vezes a sugestão de Batista vs. Brock Lesnar e, embora perceba a lógica, não consigo ter qualquer interesse por esse combate.

      Cena VS Taker – devia ter acontecido nesta Wrestlemania ou na Wrestlemania 29, como último combate da carreira de Undertaker.

      Sinceramente, discordo com HHH vs. CM Punk. Desde o Summerslam que quem tem uma rivalidade pendente com HHH é Daniel Bryan. Não faz qualquer sentido trocar Daniel Bryan por CM Punk, sem dar primeiro a Daniel Bryan a oportunidade de ripostar.

      Como acho que seria extremamente injusto e ridículo pedir aos fãs para verem mais um Randy Orton vs. Daniel Bryan em pay-per-view, depois do que aconteceu nos últimos 8 meses, acho que Daniel Bryan vs. Triple H devia ser pelo Título.

      O grande problema de Daniel Bryan é Triple H e a Autoridade. O Título é o prémio. Vingar-se de Randy Orton não iria fazer absolutamente nada por Bryan, pois não só Orton nunca venceu Bryan de forma limpa, como não tem qualquer credibilidade como vilão ou campeão.

      O problema é com Triple H e Stephanie.

      The Shield VS Wyatt Family – Concordo.

      The Usos VS Real Americans VS NAO – Passava bem sem ver os New Age Outlaws.

      Cody Rhodes VS Goldust com Dusty Rhodes a arbitro – Concordo.

      No combate de Divas, metia a AJ contra a Emma. mas para isso, a WWE tinha que ter promovido melhor Emma nos últimos meses, o que infelizmente, não aconteceu.

      Big E VS Mark Henry – Por mim, funcionaria.

      Sinceramente, concordo com a ideia de MITB. A meu ver, nunca devia ter deixado a WM. Apenas acho que o Rey Mysterio no MITB é má ideia. A situação física dele é demasiado frágil para MITB. O Christian e o Big Show também não fazem lá qualquer falta.

  8. Diogo_67 - há 3 anos

    Acho que a WWE devia usar o facto de o Undertaker nunca ter vencido o Lesnar em PPV, mas por alguma razão não o querem reconhecer.

    • Salgado - há 3 anos

      Penso que talvez seja porque não querem reconhecer a versão de American Badass. Ou pelo menos, chamar muito atenção para a mesma, de forma a proteger a versão actual de Undertaker.

      Como a última rivalidade de Brock Lesnar e Undertaker foi há mais de dez anos, penso que a WWE se sente confortável em fingir que nunca aconteceu, por exemplo.

  9. Diogo7 - há 3 anos

    Excelente artigo!

    A “feud” Taker/Lesnar poderia ter sido muito melhor por diversos motivos. O calendário do Lesnar não ajuda em nada a construção da “feud” porque ele está na WWE semana sim, semana não. Não vejo o Lesnar como ameaça à “Streak” porque ele tem saído sempre por baixo nos segmentos com o Undertaker, e não é a destruir o Henry que o vai tornar uma ameaça. Espero que amanhã na RAW, o Lesnar destrua o Taker para o tentarmos ver como ameaça, senão esta “feud” só vai valer pela qualidade do combate.

    Quanto à WrestleMania, eu acho que com as mudanças, o card ficou bastante melhor. Temos histórias interessantes, como é o exemplo do Cena/Wyatt, Bryan/HHH e mesmo a história dos Shield com a Authority. O midcard também está interessante, na minha opinião. Temos tudo para ter a melhor WrestleMania desde a 26.

    • Salgado - há 3 anos

      Obrigado :)

      No entanto, o calendário de Brock Lesnar é um problema que pode ser resolvido. O que não pode ser resolvido é a situação de Undertaker que, de ano para ano, está cada vez mais ridícula. O Lesnar não pode tocar no Taker, porque arrisca-se a enviá-lo para uma mesa de operações antes do combate. E o objectivo é que Taker só seja operado depois, que é o mais certo.

      Sinceramente, acho que a Wrestlemania 28 tinha tudo para ser a melhor Wrestlemania dos últimos anos e falhou. A WM30 não me parece que consiga fazê-lo.

  10. RJRC98 - há 3 anos

    Excelente artigo, Salgado.

  11. Hildo - há 3 anos

    Excelente artigo. A rivalidade que começou com tudo, com o decorrer das semanas foi caindo um pouco de qualidade. Não que seja ruim, mas esperava-se muito mais.

  12. oooooooooooooas - há 3 anos

    Voces ALGUMA vez dizem coisas positivas? ver isto ou o Bad News Barret é igual , a criticar criticar e criticar!

  13. Salgado - há 3 anos

    Obrigado :)

    Ah sim, a Wrestlemania agora depende toda dele. Não só pode estar envolvido em dois combates, como é o assunto de foco da história principal. Além disso, Bryan campeão é aquilo que os fãs esperam e querem. Portanto, sem quaisquer dúvidas, se Bryan se lesionasse, esta Wrestlemania fica em muitos maus lençóis.

  14. JoãoRkNO ® - há 3 anos

    Excelente trabalho. Talvez as mudanças que ocorreram nos últimos tempos venham a melhorar mesmo o show da próxima semana. Primeiro de tudo, para mim, o Lesnar não é de todo uma ameaça á Streak. De momento, só consigo ver três nomes que poderiam ser uma ameaça a mesma, que são John Cena, Bray Wyatt ou mesmo Sting. Depois, acho que o card pode prometer-nos boas performances, porque desde a WM 26 que não aprecio um show por completo, tirando um ou outro combate das edições anteriores. Por último, vou manter-me fiel ás minhas perspetivas em torno do Bryan, acredito mesmo que será o herói dos heróis, espero não me vir a enganar.

  15. Salgado - há 3 anos

    Obrigado :)

    Para ser sincera, ninguém uma ameaça à Streak, pois simplesmente não acredito que vá alguma vez ser quebrada. No entanto, levar os fãs a duvidar desta “certeza” é o trabalho da WWE, no que toca a promover o combate, e com Brock Lesnar como adversário, tal deveria ser facílimo. Infelizmente, a WWE conseguiu complicar o que era simples.

    Sinceramente, não acredito que Bryan vença, mas isso discutimos para a semana!

    • Fred_PacmanKid - há 3 anos

      é exactamente isso, os fans sabem que o Taker não vai perder, a WWE têm de nos fazer conseguir levar a, nem que seja pro breves momentos, acreditar que isso é possível. Apenas para falar de um passado recente:
      HBK Wrestlemania XXV: o Shawn fez um trabalho simplesmente impecável, o confronto Luz/escuridão, o facto de nunca mostrar medo receio do místico Undertaker, e ainda “venderem” muito bem que Mr. Wrestlemania NUNCA tinha perdido em PPV para o Taker. Tudo isto fez muitos, ainda que uns mais que outros, acreditassem que seria possível

      HBK Wrestlemania XXVI: A procura de Michaels pelo taker, e a recusa deste em voltar a enfrenta lo deixaram claro que HBK acreditava que podia vencer, e se ele acreditava, muitos fans acreditaram juntamente com ele, alias, este, e a Wrestlemania XXVIII e 29 foram as que mais acreditem que poderiam ser o fim da streak por razões diferentes.

      HHH Wrestlemania 28: 1º Triple H sai de pé no primeiro round na 27, Taker sai de maca, a construção pessoal a volta da amizade de HBK/HHH e afectar o Cerebral Assassin com “Mind Games”, como dizer lhe que ele nunca será tão bom como HBK, o combate ser um Hell In a Cell, que apesar de ser o “jogar em casa de Taker” este tinha até ao momento 11 combates deste tipo, com 5 vitorias, enquanto Triple H tinha 8, com 6 vitorias. O “fim da era” que muitos viram como ser o fim de carreira para ambos, tudo isto fez MUITOS, e acredito piamente que mesmo muitos nesta Wrestlemania pensaram ver o fim da Streak.

      CM Punk Wrestlemania NYNJ: os jogos psicológicos de Punk com a urna de Paul Bearer, e darem uma imagem de que a vontade de Undertaker de simplesmente destruir CM Punk, ignorando o resultado do combate pode se levar a que Undertaker leva se em algum momento DQ e perde se para Punk.

      Brock Lesnar simplesmente ainda não nos deu nada que mostre que ele pode quebrar a streak… Sim é uma Besta, sim escavaca tudo o que lhe aparece a frente, mas do outro lado temos The Undertaker, sim The Undertaker com 49 anos em cima, e muitas operações, mas mais que vantagem física, para vencer Undertaker, alias, para nos fazer acreditar que pode vencer Undertaker na Wrestlemania ele tem de ter vantagem psicológica sobre Taker, E sobre os fans.

      Para aqueles que perguntam pela Wrestlemania 27, apesar de uma historia bem melhor construída que a actual, esse combate não fez acreditar numa derrota para Undertaker.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador