Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #21 – Attitude Era vs Modern Era

Em que é que eu penso quando oiço as palavras Attitude Era? Irreverência. Liberdade. Rebeldia.

Mas na verdade, o que foi a Attitude Era? Foi um período histórico na World Wrestling Federation (WWF), agora WWE. Este período foi essencialmente a resposta da WWE aos excelentes resultados que a sua rival da altura, WCW estava a ter. Attitude Era foi a arma com que a WWF lutou para subir os seus ratings. É de acordo comum que durou, sensivelmente, desde 1995 até inicio do novo milénio, mas que momento marcou oficialmente o inicio desta Era?

Esta pergunta tem várias possíveis respostas, mas há duas que estão sempre na cabeça dos fãs: o famoso discurso de Steve Austin depois de ganhar o torneio de King of the Ring, que foi o nascimento de “Austin 3:16” e o polémico “Montreal Screwjob” no Survivor Series de 1997. Ambos os momentos constituem respostas válidas e caracterizam bastante como era aquela época. Pessoalmente, eu aposto com mais firmeza no discurso de Austin. Afinal, Austin foi um dos lutadores que carregou a WWF na altura e que mais deu pela empresa. Ele retratava tudo aquilo que a WWF se estava a tornar. O Montreal Screwjob foi um conjuntos de más decisões por parte de ambos os lados que obviamente, envolveu bastante a vida real.

A WWF, nos anos oitenta,aproximou-se dos fãs mais novos envolvendo um pouco de conteúdo familiar, afinal Hulk Hogan era o herói da altura e até tinha um programa de desenhos animados, portanto pode-se dizer que a Attitude Era marcou uma mudança radical de produto.

Attitude Era teve um grande número de facções, grupos  e ícones individuais que marcaram a diferença, como por exemplo: The Corporate Ministry, the Nation of Domination e DX. DX foi inicialmente constituída por Shawn Michaels, Triple H e Chyna e eram tudo aquilo que diziam ser. Basicamente, faziam o que queriam sem ligar às consequências, e Vince? Visto que um dos meninos de ouro da altura estava no grupo (Shawn Michaels), Vince deixou-os fazer o que queriam.

DX depois evoluiu, acrescentou-se mais membros e também ficou aliada com a facção McMahon-Helmsley, que tinha como lideres Triple H e Stephanie McMahon. Além das facções, também muitas tag teams singravam nesta altura, E&C ( Edge and Christian reeked of awesomness), The Hardy Boyz juntamente com Lita e os Duddley Boyz, eram os nomes mais sonantes.

Em termos individuais, a Attitude Era começou com o trio Bret Hart, Shawn Michaels e Steve Austin. Com o passar do tempo a WWF, continuou a apoiar-se em Steve Austin, mas também começou a apostar em The Rock. Enquanto Austin teve os seus problemas de saúde, The Rock parou a sua carreira na WWE porque quis. Foi uma decisão tomada por ele pois enveredou por outros caminhos profissionais. Mas não antes de colidir com Hollywood Hulk Hogan em 2002. O Ícone dos anos 80 e o Ícone da Attitude Era chocaram. Foi colisão de duas eras distintas, tal como agora, e Rock continua a fazer o papel de símbolo da Attitude Era, merecidamente.

Hoje, temos World Wrestling Entertainment. Oops! Passo a rectificar: WWE. E a cara da WWE é, sem dúvida alguma,John Cena. Esta nova Era pode ser denominada de váarias formas: Modern Era, PG Era… A irreverência perdeu-se, pelo menos da forma como era retratada. O conteúdo voltou em força a ser familiar, mudando até mesmo a gíria do negócio. Nesta altura, é dada a primazia a lutadores individuais, de forma que a divisão de tag team ficou a perder, comparativamente à Attitude Era.  Não há muito a dizer, pois todos vós sabem aquilo que vêem. Esta Era é bastante criticada pelos fãs mais velhos de wrestling, que afirmam que esta Era perdeu um pouco da essência do Wrestling. Acho que isso são coisas subjectivas de se afirmar, afinal depende da forma como o próprio fã vê o Wrestling. Os produtos evoluem e mudam, é claro que nada iria ficar sempre igual. Acho que esta Era, tal como muitas outras, tem os seus altos e baixos. Percebo que todas as decisões tomadas tenham sido a pensar no crescimento do negócio. Acima de tudo não acho correcto, estar sempre a criticar e a derrubar o que temos hoje e dizer que “dantes é que era”. Óbvio, que há coisas com as quais também não concordo, mas deve-se sempre manter a mente aberta e saber reconhecer as coisas boas.

Na realidade, são estas duas Eras que vão ser representadas no combate da Wrestlemania 28, entre John Cena e The Rock. Primeiro que tudo, são lutadores bem escolhidos para fazer essa mesma representação.

Num lado temos John Cena, um dos mais esforçados, trabalhadores e apaixonados pelo negócio que a WWE tem hoje. Uma personagem, na minha opinião, gasta. Quando comecei a ver wrestling, John Cena era fantástico! As rimas dele e a sua forma de ser, cedo me cativaram. Hoje ainda mantenho um certo carinho que nada é comparado ao que já foi antes. Hoje tão depressa dou por mim a aplaudi-lo porque achei fantástico algo que ele disse ou fez, como estou a implorar que o tirem da minha frente que já não o posso ver mais. A forma como é usado levou a isso, e aparentemente não sou a única a achar isso, afinal um atleta que era tão apoiado, hoje é dos mais vaiados da arena.

Por outro, temos The Rock. Eu não vivi a Attitude Era. Posso afirmar com segurança que já vi bastantes shows e PPVs da altura, que me permitiram ter uma noção de como as coisas funcionavam. Por não ter vivido essa Era, fui de certa forma influenciada. Se tivesse vivido, Rock teria sido o meu herói, pois era algo instintivo. A forma como ele falava e electrizava toda a gente tinha que ser contagiante. Tal como automaticamente gostei de Cena, teria também gostado de Rock. Mas não foi isso que aconteceu. Quando comecei a fazer pequenas viagens ao passado dava por mim a apoiar os maus da fita, naquela altura a facção McMahon-Helsmley. Mas nada disto tira crédito ao trabalho de Rock que deu para perceber que era soberbo.

No fundo estes dois lutadores são bastante parecidos, mas vem de Eras demasiado diferentes. Ambos tem um carisma fora do normal, as suas capacidades no ringue são aceitáveis, nenhum dos dois é absolutamente fantástico, e ambos tem legiões que os perseguem.

Tenho mais expectativas para as promos que ambos irão fazer para preparar o combate, que para o combate em si, embora acredite que possa ser um bom combate. Este ano, as provocações e respectivas respostas foram algo que adorei. Sempre que um acabava a sua resposta, eu dava comigo constantemente a pensar: “Mas como é que este agora lhe responde?”. E de uma forma ou de outra, havia sempre uma excelente resposta preparada.

Não consigo dizer com cem por cento de certeza quem vai ser o vencedor (Ainda!), porque, afinal ainda falta um ano! Apenas os sonhadores podiam dizer que viram isto a caminho, quando à um ou dois anos John Cena declarou que nunca iria trocar a carreira de lutador pela carreira de actor, como tinha feito The Rock. Quando este ano começaram às picardias, já se tornava um pouco mais previsível, mas o bom fã tinha sempre medo de criar expectativas e depois sair desiludido, afinal entre os dois, John Cena é o único com quem sabemos que podemos contar semanalmente. Na noite em que marcaram o combate, eu tinha me convencido que seria no Summerslam deste ano, mas é óbvio que Vince nunca iria deixar que dois ícones deste potencial se encontrassem noutro sitio que não seja a Wrestlemania. Este combate transpira grandiosidade, graças, principalmente, aos seus intervenientes e à construção deste combate. Afinal, tem um ano para preparar algo, e isso já é dizer muito.

Já só me falta dizer que o próximo ano promete. Visto esta Era que estamos a viver ser tão criticada eu não podia deixar de falar sobre isto, e inevitavelmente iria acabar por falar do choque destes dois incriveis entertainers. Mais uma edição que acabou, por hoje é tudo, até para a semana e comentem :)

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

20 Comentários

  1. Cadu2204 - há 6 anos

    Óptimo post!
    Concordo com tudo o que aqui diz pois eu tambem não vivi a Attitude Era e tenho pena… A primeira vez que vi a WWE foi com o Undertaker a perseguir outros Wrestlers… perdão Superstars :P O John Cena ainda era o Doctor of Thuganomics e eu adorava as rimas que ele fazia… Depois teve excelentes feuds com o Edge, Randy Orton e eu até adorei o combate dele com o RVD no ECW One Night Stand… Mas o problema é que todos nós nos habituamos a ver o Cena ou como WWE Champ ou como WHC e agora que ele se afastou dos títulos fica só um produto de Marketing… E é pena porque neste momento a WWE está a dar oportunidades a jovens Superstars e eu não me acredito muito que ele ganhe no Extreme Rules… e depois o que lhe vão fazer? Que vão mais inventar para ele? Irão continuar a desperdiçar?
    Na minha opinião (e só para acabar :P) eu acho que ele devia fazer Tag com o Randy Orton e acabar definitivamente com os Nexus… Assim ele podia fazer parte de uma grande Tag Team com potencial para ser das melhores dos últimos anos! Desde que me lembro de vê-lo, e apesar de ter ganho Tag Team Championships, ele nunca fez parte de uma “verdadeira” Tag Team e diga-se sinceramente, quem já não imaginou Orton e Cena a dar cabo dos Nexus xD

    Desculpem lá o comentário ser tão grande mas quando se fala de John Cena há sempre muito para dizer xD

  2. Rita - há 6 anos

    Tenho muita, mesmo muita pena do decréscimo de popularidade de John Cena. Tinha eu 9 anos e ele era o meu ídolo, prendia-me à televisão quando lutava e etc. E naquela altura, a febre Cena dominava. Agora, como referiu a Salgado, deparamo-nos com ele a ser vaiado por um grande numero de pessoas. Entristece-me que a WWE deixe uma estrela destas chegar a este ponto.
    Quanto ao Rock, devo ser das poucas pessoas que o odeia. Não duvido das suas capacidades, mas enfim, não há nada nele que me leve a adorá-lo.
    Esperemos pela Wrestlemania 28, até lá quem sabe, Cena não recupere o seu estatuto.

    • Dave - há 6 anos

      Era assim que eu me sentia com o meu wrestler favorito, falo de Dave Batista, eu não fiquei nada contente quando o Batista se tornou heel foi a maior desilusão, mas o pior foi quando Batista foi humilhado por John Cena foi a coisa mais estúpida que a WWE podia ter feito, por isso espero que o The Rock humilhe John Cena no wrestlemania 28.
      Por isso eu aprendi a não levar tão a serio o wrestling porque na verdade toda a gente sabe o que é realmente o wrestling.

      • Rita C - há 6 anos

        Entendo … No entanto, se o Rock o fizer e o Cena não reagir num show a seguir ou até mesmo na wm, acho que é mesmo o “fim” dele. Pode ser que aí sim se dê o turn heel …

  3. Tiago Silva - há 6 anos

    Excelente texto.
    Posso dizer tambem que não vivi a Atitude ERA mas desde que comecei assistir WWE já tinha os meios necessários para ver o que era essa tal Atitude ERA e muitos coisas que via era do tipo WOOOOOOW.
    Quanto as reacções negativas do publico em relação a John Cena ao longo deste ano vai sendo pior porque a gimnick de Cena como disseste bem esta gasta e enquanto o publico levar com esta gimnick dele cada vez vai perder fãs. A actual gimnick só consegue cativar as crianças e quando essas crianças crescerem e começarem a ter outra visão do que é o Wrestling? Obvio que vão deixar de ver John Cena como os mesmo olhos. John Cena precisa de uma mudança de gimnick nem é preciso fazer um heel turn(o que esperavo há bastante) mas pode manter-se face e ter uma gimnick nova, o caso de Edge por exemplo que fez o Face Turn mas aquela caracterista de oportunista manteve-se, mesmo sendo face ele cativava o publico.
    Agora falando do combate da proxima wrestlemania entre The Rock vs John Cena espero que façam grandes promos e tambem espero um grande combate( ate acho que era maluco senão espera-se) . Pode ser que com o aproximar do combate John Cena comece a mudar a sua maneira de ser.

  4. Legendary RKO - há 6 anos

    Muito bem escrito, sim senhora! Adorei da tua comparação entre a Attitude Era e a Modern Era, e, tal como tu, não vivi na altura dessa primeira era.
    Só gostava de salientar uns pequenos erros, ou seja, existe uma diferença entre “tem” e “têm”, e não utilizas-te com um acento circunflexo (^); mas isso também não é grande e não é suficiente para tirar a excelente qualidade deste artigo. Bom trabalho!

    • Salgado - há 6 anos

      Eu sei que existe essa pequena diferença, mas enquanto estava a escrever nem dei por isso. De qualquer forma, muito obrigado pelo aviso e pelo comentário;)

    • Chazz_Princeton - há 5 anos

      LOL o que eu me fartei de rir com o teu comentário xD

      Só gostava de salientar uns pequenos erros, ou seja, existe uma diferença entre “utilizaste” e “utilizas-te”, “utilizaste” é o verbo “utilizar” na segunda pessoa do singular, “utilizas-te” é estares a dizer que a pessoa se utiliza, mas isso também não é grande e não é suficiente para tirar a excelente qualidade deste comentário.

      Dude, wtf? Está-se a discutir wrestling e tu vens-me com correcções de português? LOL se fosses a corrigir toda a gente que dá erros (a maior parte, são erros bem piores que a falta de um acento circunflexo (apesar desse erro poder mudar o sentido todo da frase, ou fazer com que a frase nem tenha sentido, acaba por se perceber)) nos comentários do pessoal, nunca mais saías daqui xD.

      E eu sei que este comentário até pode ser idiota, mas eu tinha de dizer isto xD

  5. Ricardo Fonseca - há 6 anos

    A Attitude Era foi a melhor de sempre. Acompanho a WWE há cerca de 7 anos, e tenho uma colectanea ENORME de DVD’s dos melhores PPV’s dessa Era (que deixa a minha mae doida, porque diz que têm muito sangue, e bla-bla-bla). Menciono o Summerslam 2000; o Survivor Series de 1999; e o Wrestlemania X-8, como sendo os melhores de sempre. Habituei-me a ver o Cena ser utilizado como uma especie de “Stone Cold” Steve Austin da PG Era. Filmes, participaçoes em programas de televisão, e por aí em diante. As semelhanças entre as carreiras deles são notórias. Mas Stone Cold tinha (e têm) algo que Cena JAMAIS terá. A capacidade de executar promos sempre do mesmo estilo, mas com algo sempre diferente. Quem nao se lembra daquela mítica entrevista que Stone Cold deu a Michael Cole (o mesmo que levou um Stunner na Wrestlemania XXVII) no Monday Night Raw, a propósito do regresso de “The Game” Triple H para o Royal Rumble 2000? Ou dos momentos “backstage” aquando da storyline “The Invasion”? Stone Cold foi a Attitude Era, e a Attitude Era foi Stone Cold. Não há qualquer tipo de dúvida que os DX, os New Age Outlaws, os Hardys, The Rock, Kurt Angle e Chris Jerico ajudaram. Mas nenhum o fez como Stone Cold

    • Salgado - há 6 anos

      Tu tens razão em muito do que dizes. Steve Austin era um rebelde que fazia o que queria sem ligar a ninguém, tal como era o objectivo da Attitude Era. MAS (tal como eu mencionei) o Austin tem demasiados problemas de saúde e despediu-se do ringue por causa desses mesmos problemas, logo quando precisaram de alguém que simbolizasse essa Era, foram buscar o The Rock que também foi um grande símbolo da altura.
      Quem lutou contra o Hogan, numa luta de ícones, foi o The Rock e se as pessoas pensarem bem, não é muito diferente do que está a acontecer hoje. Quem vai lutar contra o Cena, é o The Rock.

      Bottom Line: Verdade, Steve Austin é dos maiores símbolos da Attitude Era de sempre, senão o maior, mas quem tem sido usado (também merecidamente) para o efeito tem sido o Rock.

      PS: O momento de backstage de que estás a falar, é antes do Royal Rumble 2002.

      • Ricardo Fonseca - há 6 anos

        Sobre o PS- Enganei me, sorry :)
        Nao concordo contigo num ponto: o The Rock não mereceu mais o rótulo de icone da Attitude Era que outros Superstars da altura. Tendo em conta qe o SCSA se reformou cedo, era de esperar que o Vince fosse usar alguem com igual paixao pela industria. Nao ponho em causa que o The Rock é um grande entertainer, um dos melhores de todos os tempos. Mas ele trocou a WWE pela carreira em Hollywood. É algo que certos fans nunca irão perdoar, e eu encontro me nesse lote.

      • Salgado - há 6 anos

        Sabes que no fundo eu acho que nós concordamos um com o outro mas não estamos a entender-nos :)

        Olha lá eu não digo que mereceu mais que os outros. Digo simplesmente que mereceu. Se em vez do Rock tivesse sido outro lutador qualquer, eu dizia exactamente o mesmo, desde que essa personalidade tivesse de facto marcado a Attitude Era. Eu não tenho aqui nenhuma extra preferencia pelo Rock.

        Tu disseste bem, “era de esperar” que o Vince escolhesse alguém de acordo com a paixão, mas não foi por isso que o Vince escolheu. Está de caras que não. Na minha humilde opinião, o Vince escolheu o Rock pela legião que fãs que o mesmo tem e para ver se os fãs mais velhos (que tem como idolo o The Rock) não “abandonam” (por assim dizer) o produto. Isto já está a ser preparado à anos.

        Tal como eu já disse no artigo, eu não vivi a Attitude Era. Já vi e revi e voltei a rever, centenas de shows que consegui arranjar da altura, e os meus preferidos são sempre os heels. Como eu não vivi aquela época, eu não “automaticamente” gostei do The Rock, logo a decisão dele de trocar de rumos não me magoou. Simplesmente, não me afectou, porque nunca lhe dei essa importância.

        :)

      • Ricardo Fonseca - há 6 anos

        Os heels naquela altura eram fantásticos…
        Eu dar, até lhe dava alguma importância, porque o Rock saiu da WWE quando “feudava” com o Hogan, e eu esperava bem mais daquilo… Mas que aqueles dois proporcionaram momentos fantásticos á WWE, nao o posso negar.
        Mas, agora concordo com o teu racíocinio, foi uma boa jogada do VMC. Mas mesmo assim, esperava mais alguma coisita do Rock… Bem, teremos que esperar um ano para ver o “Brahama Bull” de volta ao squared circle. Vai ser um combate espetacular na Wrestlemania XXVIII… :)
        Ó Salgado, quem é a tua aposta?

      • Salgado - há 6 anos

        Olha eu não esperava porque enquanto o Rock não me afecta, o Hogan afecta, negativamente. Não sou fã do Hogan. Sim ambos tiveram o seu mérito e contribuiram de sua maneira, mas isso não quer dizer que eu tenha de gostar deles, apenas diz que tenho dos respeitar.

        Aii isso é tão dificil de dizer com um ano de antecedencia! Eu consigo ver ambos a sairem da Wrestlemania como vencedores. Num dia, tanto estou mais inclinada a apostar no Cena como noutro no Rock. Eu consigo arranjar argumentos para ganhar um e para ganhar o outro, portanto estou mesmo dividida. Mas eu acho (sem certezas) que vai ser o Rock a ganhar.
        Mas daqui a um ano, se ainda aqui estiver faço um artigo outra vez sobre eles mas para o resultado :)

  6. Shawder 3:16 - há 6 anos

    PG Rating sucks ass xD

  7. André Costa - há 6 anos

    Excelente post, um dos melhores q já fez (na minha opinião), sou um grande fã do John Cena e tenho uma certa admiração pelo The Rock, mas cai entre nós, a WWE está a arruinar o Cena, um dos melhores da última decadá, aplaudido de pé por 99,99% dos q gostam de wrestling, o cara q quando virou face a galera delirou com ele mais ainda parecia até Orton o de hoje (claro q são coisas diferentes mas, no msmo contexto, a face (rosto), e o face da WWE, fazia rimas ótimas, e msmo irreverente o pessoal o amava, e agora… vaiado incondiciónalmente, ao msmo tempo q mtos o amam, mtos o odeia, ás vezes se ouve (e como se ouve) mais vaias q gritos de incentivo, um cara q faz um papel de super-homem mas mal feito, ñ por culpa dele e sim da própria WWE, ela q o colocou no topo estás a tirar ele do topo, tenho em mente q o própria Cena ñ agüenta tanto esse papel q a WWE o dá, seria perfeito a essa altura q a WWE está a destruir ele diante dos fãs de wrestling um Heel Turn, e logo depois um twinner voltar a ser aquele John Cena de 2003-2005, onde fazia rimas q msmo q “vulgares” o público adorava, tlvz nunca teremos aquele Cena de volta, pois os tempos são outros, mas acho q só assim a WWE poderia fazer com q ele voltasse a ter a popularidade q tinha ou até mais do q aquele twinner e na minha opinião entre os 10 melhores de todos, e o q mais me cativou (cada um tem a sua opinião) pq eu naum avalio apenas pelos moves e skills e etc…, analiso pela inteligência, entrega e esforço, ñ q os outros ñ mostraram td isso, mas acho q se ele ñ tivesse se destacado, a WWE ñ faria dele a cara da empresa.
    Quanto ao The Rock, ñ tenho mt o q falar dele, só q tbm gosto mt dele como wrestler, mas acho q ele deixa de fazer o q de melhor sabe pra ficar gravado filmes e essas coisas (nada contra, mas é o q penso), foi um grande lutador, mas naum tenho mt o q comentar apenas dele.
    Espero q o Cena ganhe na WM 28, mas ñ ficarei, nenhum pouco triste ou decepcionado caso isso aconteça, pq espero um grande combate e sei q qualquer um dos dois q ganhar, será uma vitória merecida.
    como o Cadu 2204 disse “quando se fala de John Cena há sempre muito para dizer”, e concordo plenamente! XD

    • Cesar - há 6 anos

      André, tiraste-me as palavras da boca (:
      Gostei muito do teu comentário e do post que foi publicado sobre a Attitude Era e sobre a Modern Era :)

      Simplesmente, awesome !

  8. Tiago Batista - há 6 anos

    Legendary RKO, não tens moral para comentar e depois dizer “utilizas-te”. Ã palavra é “utilizaste”.

  9. General Manager - há 6 anos

    eu gostava de ter vivido a atitude era mas o qe e fantastico é que a varios sitios na net onde podemos ver esses gloriosos tempos mas The Rock e Stone Cold marcaram essa era positivamente

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador