Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Opinião Feminina #29 – Comédia

Rir é o melhor remédio. Esta famosa frase tem um fundo de verdade por trás. Está cientificamente provado que rir faz bem à saúde. Bom humor e momentos de gargalhada ajudam o nosso corpo, não só a um nível físico mas também mental. Mas, na minha opinião, comédia é das coisas mais difíceis de fazer. É muito fácil cair no ridículo por nos esforçarmos demais em ter piada, como também é fácil não ter piada de todo. É algo que depende de quem faz e quem recebe.

Quem faz comédia precisa de um total à vontade e de uma grande dose de humor. Carisma também é algo importante. Momentos de Comédia são frequentemente usados pela WWE. Recentemente protagonizados por Hornswoggle, Santino Marella, Vladimir Kozlov e até à uns tempos atrás por The Great Khali, entre outros. Alguns destes elementos fazem comédia a partir das suas limitações físicas. Hornswoggle porque é muito baixo, Khali porque é muito grande e é simplesmente ridículo vê-lo dançar. Já Santino e Vladimir, são por vezes capazes de protagonizar estes momentos com sucesso, mas nem sempre.

Existem várias perguntas, quando este tema surge. Uma delas e que se deve discutir é se a integração destes segmentos é necessária, visto que o produto da WWE consiste na criação de novelas de acção com recurso às capacidades atléticas dos seus protagonistas (de acordo com a nova gíria da WWE).

Estritamente necessária, não é. Mas acho que sempre fez sentido a sua inclusão. Acredito que se bem construídos e com as pessoas certas, segmentos de comédia são uma aposta ganha e consegue dar frutos em variadíssimos sentidos. Ajuda os fãs a descontrair, pois estar a ver um espectáculo ao vivo durante duas horas seguidas é cansativo. Precisa-se de pausas, para se puder voltar em força. Pode porventura ajudar alguns lutadores, com menos qualidades ao microfone a sentirem-se mais à vontade e a desenvolverem capacidades.

Mas então, qual é o problema que os segmentos de comédia apresentam? Apresentam vários a meu ver. Uma coisa que se deve ter em atenção quando se prepara um destes segmentos é quem escolhemos para os protagonizar. Mais recentemente os segmentos de comédia estão relacionados a pessoas que tem pouca credibilidade em ringue. Porquê?

Pelos momentos que protagonizam. São esses momentos que lhes tiram a credibilidade. Vejamos o exemplo de Santino Marella. Os seus combates envolvem os seus trejeitos engraçados e todas as suas expressões que impedem o público de ver o combate como algo sério. Mas isto não tem que ser algo automático. Já foi provado muitas vezes que protagonizar segmentos cómicos não é sinónimo de falta de credibilidade. Vejamos o caso da DX. Haverá alguém capaz de menosprezar o talento de Shawn Michaels ou de Triple H? Duvido, mas no entanto, juntos ou separados, esses senhores participaram em muitos segmentos cómicos, na sua maioria excelentes, diga-se de passagem.

Portanto, segundo ponto, comédia e credibilidade não são conceitos mutuamente exclusivos. Excepto quando nesses momentos de comédia se retira credibilidade de forma ridícula a outras pessoas, ou entidades. Não, não me refiro às piadas que Santino fazia de Sheamus. Refiro-me sim à vitória de Santino na Wrestlemania 25, na Battle Royal das Divas.

Já fiz um artigo sobre Divas, apontando o talento, ou falta dele, do actual roster. A verdade é que com ou sem talento, essa divisão não tem muita credibilidade dentro da empresa ou aos olhos dos fãs. Muitos dos fãs veêm as divas como apenas corpos bem-feitos, e a direcção da WWE não dá a esta divisão importância suficiente para terem destaque em PPV com frequência, muito menos para criarem histórias interessantes em redor do título.

O 25º aniversário da Wrestlemania, era um acontecimento especial para todos, incluindo para as Divas. O combate pela eleição da Miss Wrestlemania é com certeza importante e a condecoração ainda mais. E quem é que saiu vitorioso? Um homem.

Como se aquela divisão já tivesse passado por pouco, foi sujeita a mais esta humilhação. Se foi engraçado ver Santino vestido de mulher, a tentar fazer voz fina? Sim, consegui soltar uma ou outra gargalhada seca. Mas isso não quer dizer que tenha sido correcto. Aquela condecoração merecia ter sido ganha por divas. Qualquer uma das mais velhas de lá podia ter ganho com justiça. Beth Phoenix, Michelle McCool, Natalya, Melina… Mas não, “Santina” foi a (o) vencedor (a). E para piorar a situação, as situações seguintes com Vickie Guerrero ainda tiveram menos piada, culminando num triste Hogpen Match.

Comédia? Sim. Com repercussões deste género, a cair no ridículo? Não.

A falta de segmentos de comédia mais recentemente, se excluirmos o NXT, levou-me a fazer já sobre este tema. Já tinha sido ponderado antes, mas esta surgiu como sendo uma boa altura. Até para a semana!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

4 Comentários

  1. Tiago Silva - há 5 anos

    Bom texto!

    Eu gosto dos segmentos de comedia e se forem bem preparados são excelente, Santino Marella e Hornswoggle são dos meus favoritos para essas ocasiões e os DX ninguem os pode criticar, tanto em ringue a lutar como a fazer piadas eram os reis.

    Comedia sim mas sem descridibilizar, ate gostei de ver Santino(a) na divas battle royal agora dai a ganhar concordo que foi algo demais e só prejudicou mais uma vez aquelas divas que de facto podem dar algo há divisão feminina.

  2. Sverkos - há 5 anos

    Partilho a mesma opinião que o Tiago! Muitas vezes é bom ter um segmento mais descontraído, saindo um pouco do normal por assim dizer.

    Cumprimentos ;)

  3. Bethix - há 5 anos

    Bom, não podemos esquecer que caras como John Morrison e The Miz participam de segmentos cômicos e sua credibilidade como lutadores é indiscutível.
    Aliás, me apetece muito ver Santino em seus segmentos.
    Acho que é como em filmes: há uns bons atores que transitam em papéis cômicos e sérios e outros que só servem pra uns ou pra outros, e existe público para os dois…

  4. Rocha - há 5 anos

    acho q a tag team santino e vladimir kozlov protagoniza de vez em qd momentos hilariantes, como aquela tea party com o sheamus. eu gosto de ver a comédia incluída no pro-wrestling pq tem 1 bom efeito em promos, por exemplo, qd 2 adversários se insultam ou gozam 1 com o outro (chris benoit a vangloriar-se de derrotar orlando jordan em 20 segundos, mesmo tempo que demora a tirar 1 bica, the rock a fazer pouco de big show ou de eddie guerrero…) para mim, o the great one e os dx são ou foram os melhores em segmentos humorísticos

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador