Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #32 – Air Bourne

Matthew Joseph Korklan chegou à WWE a Junho de 2008. Passou por múltiplas companhias, sendo a Ring of Honor e a TNA, as mais conhecidas. Dentro de ringue, já foi conhecido por nomes como Lance Sydal e Matt Sydal. Mas neste momento toda a gente o vê como Evan Bourne.

Quando se estreou rapidamente captou a atenção de muitos fãs, eu incluída. Porquê? Porque as manobras de high-flying constam na lista de coisas que conseguem manter um fã agarrado ao ecrã. Manobras bem executadas, um excelente timing e um finisher capaz de pôr toda a gente de pé, mantém Evan nas boas graças de toda a gente.

Embora tenha sido uma das atracções da ECW, protagonizou apenas um combate pelo título, quando a decisão recaía no público (Cyber Sunday 2008, se a memória não me falha). E no fundo, continua a ser essa a sua função na WWE, continua a ser uma atracção.

Ninguém investe nele a fundo para criar uma gimmick, porque sim, ele a meu ver ele não possui uma. Para se conseguir distinguir uma gimmick, têm que haver atitude, ou pelo menos espaço para essa atitude se mostrar. Ora ele não mostra, porque o foco não é grande o suficiente para o incluir, e porque, sejamos realistas, também não a tem. Eu olho para Evan, e vejo um lutador não definido.

O que é que ele tem mostrado ultimamente? Nada. É face porque faz manobras espectaculares que os fãs pagam para ver. Daí ser uma atracção, muito usado em shows ao vivo, mas na televisão não é muito necessário aparecer, porque na televisão aparecem as estrelas.

Primeiro passo para Evan se sobressair. O óbvio “primeiro passo” têm que ser uma aposta da parte da empresa e uma predisposição para o prepararem e para com ele trabalharem. Portanto, vamos olhar além do óbvio. Arranjar uma gimmick. Uma atitude. E eu sou da opinião firme, que uma pessoa para se destacar, têm que causar impacto. Qual é a forma mais fácil de causar impacto? Ser heel. É automático. Ganha-se logo a atenção das pessoas. Elas ficam interessadas em ver o que vai acontecer a seguir. Não é a mesma atenção que ele suscita nos seus combates, porque já toda a gente sabe o que é que ele vai fazer.

Ser face é fácil. O difícil é ser um face de qualidade. Porque ao sermos bonzinhos, temos que ter o cuidado de não cairmos no exagero nem em soarmos falsos. Enquanto, um heel pode simplesmente criar-se com uma simples acção e a partir daí solidificar o partido que estamos a tomar. Não sei, sinceramente, avaliar Evan em termos de carisma. Porque raramente o oiço falar, e quando o faz, como não considero que tenha gimmick, para mim, não tem personagem, logo não está a tentar convencer-me de nada. A sugestão de ser heel, é apenas uma ideia para conseguir ganhar o interesse dos fãs a longo prazo, não só naqueles dez minutos que está no ringue. Se porventura, apostarem nele como face, não estou a dizer que não funcione, apenas reforcem e trabalhem bem essa decisão.

O erro crasso, por parte da WWE, começou mesmo quando o puseram na ECW e não investiram nele. Porque a ECW era o sitio ideal para o experimentar. Dar-lhe uma personagem, ver como trabalhava e limar as falhas que pudessem existir. Mas não o fizeram, e agora ele está num dos programas principais, sem espaço para aparecer. Ou seja está a ser ofuscado pelos outros, sem nunca o fãs terem conseguido ver o que realmente vale como um todo, não só como high-flyer. Reforço, daí eu chamar-lhe atracção.

Neste momento, para remediar o mal que já está feito, era colocá-lo na Smackdown. Ou então colocá-lo na corrida pelo título dos Estados Unidos. Para também rodarem, e não estarem sempre a usar as mesmas pessoas. Apenas façam qualquer coisa com ele, para melhor podermos julgar.

Mais recentemente, foi aqui noticiado que Evan estava a ser investido para puderem melhor vender o MITB match. Mais uma vez, querem que vos explique porque é que o vejo como uma atracção? Se John Morrison, estivesse recuperado, seria ele a protagonizar tudo aquilo que Evan vai fazer e ainda mais.

Bottom line: acredito que Evan possa ser uma aposta viável, se lhe for concedido trabalho para fazer e se houver trabalho nos bastidores.

Este artigo, começou a ser escrito antes da edição de Raw desta semana, pelo simples facto que eu estava bastante interessada em ver como é que iria ser o combate de Evan contra Sin Cara e pensei que seria um tema adequado para esta semana. As minhas expectativas, existiam de todo graças a um combate que vi numa Raw em 2008: Evan Bourne vs Rey Mysterio. Foi um combate que gostei bastante e fiquei com ele na memória. O facto de pôr dois high-flyers a trabalhar um contra o outro interessa-me e já tinha resultado, daí eu querer ver como é que Sin Cara se dava com Bourne. Porque este combate tinha tudo para resultar.

E resultou. Mas não impressionou. Foi bom, mas estava à espera de mais. Se calhar sou eu que ando com expectativas demasiado elevadas. O principal problema que aponto no combate foi o tempo que lhe deram. Achei o combate curto. Podia ter saído algo melhor. Quero salientar, que em ponto algum comparo o Rey ao Sin Cara. A minha menção ao combate de 2008, foi apenas uma referência a um combate que me tinha marcado por bons motivos. As minhas expectativas, não correspondidas, residiam apenas na capacidade de ambos os lutadores.

Queria só fazer aqui uma pequena review do que tenho estado a achar de Sin Cara. Quando ele estreou fiz um artigo, mas desta vez ele só ganha dois parágrafos, pois também não há muito a dizer.

Não há dúvidas agora na cabeça de ninguém, pelo menos não na minha, que ele deveria ter passado pela FCW primeiro. Sei que o responsável por ele é o Triple H, mas a forma como foi anunciado e o facto de ter ido automaticamente para os programas principais, só prova que queriam-no mostrar depressa, e não tenho assim tanta certeza que isto tudo foi SÓ o Triple H que achou boa ideia. Ele tinha que render depressa. Ora a pressa saiu-lhes caro, pois ele pode estar a vender muitas máscaras, mas as coisas não estão a correr assim tão bem. Ele precisa de começar a ambientar-se ao inglês, se já o está a fazer, então que se despache, porque torna-se tudo muito mais fácil, quando ele conseguir agarrar num microfone.

Os botches, agora já não tão frequentes, aliás aquele que alegam ter havido na última Smackdown, para mim, não foi culpa dele. E ele precisa de arranjar uma rivalidade. Esta história de lutar contra uma lista infindável por razões desconhecidas, irrita-me. Se for preciso, arranjem-lhe um manager. Alguém que fale por ele. Porém isso tem que ser algo extremamente bem construído, pois managers, fazem mais sentido em heels, e ele não vai mudar assim tão depressa. Outra coisa, é que os outros lutadores não têm que ter uma extra-responsabilidade em fazer Sin Cara brilhar. Chavo estava farto de ser mal usado, e o facto de ter ficado responsável em fazer Sin Cara brilhar e por consequente (segundo a atitude da empresa) falhar, só piorou a situação. Espero que tenha sido o último a ser prejudicado por causa do Sin Cara (apesar de ter dúvidas que isto fique por aqui). Pronto, mas ele é o que tem menos culpa.

Se de facto, Averno estiver, ou for, assinar com a WWE e de facto houver a tal rivalidade que têm sido comentada, espero que esse pelo menos saiba falar inglês, se não sabe que chegue já ensinado, e que passe pela FCW primeiro, para poder ele também ajudar Sin Cara. As minhas expectativas em relação a Sin Cara, continuam elevadas, ele não me desiludiu, foi apenas vitima de más decisões por parte da empresa. Agora estou interessada em ver a prestação dele no MITB match, visto que vai ser o primeiro.

Em relação a Evan, acho que está tudo dito. Para o julgar, ele tem que ser investido primeiro. No ringue, ele já provou, falta agora com um microfone.

Quero agradecer a todos os que sugeriram ideias. Foram anotadas e levadas em consideração. Sempre que quiserem, a caixa de comentários está sempre presente. Comentem e até para a semana! :)

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

4 Comentários

  1. Tiago Silva - há 5 anos

    Estou de acordo com o texto. Ele em ringue já mostrou o que vale mas agora falta o mais importante mostrar as suas qualidades no micro e arranjar a tal personagem que falas e alem disso ele foi dos nomes que referi há pouco tempo que podia lutar pelo título dos estados unidos. Se ele esta no MITB para “substituir” John Morrison por assim dizer pode ser muito bom acredito que tal como eu muita gente esta desejosa de ver como se porta ele e acredito que vai dar espectaculo e que saia daqui um push e ele se afirme mais. Porque mesmo lutando pelo título dos estados unidos ele precisa de falar mais ao micro e carisma acredito que ele tenha só tem é que mostrar isso agora. Quando sairam as noticias que ele ia receber mais destaque fiquei contente porque ele já merecia isso.

    Sín Cara tem melhorado mas de qualquer maneira ele devia ter ido para a FCW para se ambientar mais ao estilo norte americano. Se Averno estiver para vir sera muito bom porque ambos em ringue conseguem entender-se muito bem. Sín Cara ficou marcado pelo botches iniciais agora o pessoal mete arranjar botches só para falarem mal dele. Aquele pequeno erro na última smackdown da-me a sensação que foi mais culpa do Christian que do proprio Cara. Mas acredito que quando ele se ambientar sera uma maquina.

    • Salgado - há 5 anos

      Mas a questão é mesmo essa. Achas que ele está a receber destaque para se autopromover?
      Claro que não! É tudo para promover o PPV! Se o Morrison lá estivesse, ele nem participava quanto mais ganhar destaque.

      Ele vai dar espetaculo, não lhe vai é servir para nada, porque ainda não entendi nenhuma atitude por parte da WWE como indicador de que vai ser uma aposta a sério.

      TAL E QUAL! Quando li nos spoilers: “bothc fest”, eu estava a espera de algo muito pior! É mesmo só para chatear ! Eu quando vi o combate pensei que aquele erro tinha sido maioritamente culpa do Christian, mas como não tinha 100% certeza e nunca se sabe bem, decidi não afirmar por todas as palavras! E nota-se melhorias nos combates dele. Agora estou é ansiosa que o Averno se estreie (se for o caso)

      • Tiago Silva - há 5 anos

        Sinceramente espero bem que a WWE abra os olhos conseguiu abrir em relação a Ted DiBiase e espero que faça o mesmo em relação ao Evan Bourne.

        Eu ja afirmei que o Título dos Estados Unidos precisa de novos contenders e Evan Bourne tem o que é necessário a WWE não perde nada em apostar.

        O Sín Cara so precisa de se habituar e foi onde a WWE falhou ao não manda-lo para a FCW.

  2. Rocha - há 5 anos

    concordo q o evan bourne possa ser o próximo candidato ao título do dolph, se a feud q estava a ter com o jack swagger já tiver terminado. por acaso, tb já me tinha passado pela cabeça como se saíria o evan a heel. é questão de o experimentarem assim q a oportunidade apareça

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador