Opinião Feminina #43 – A Revelação

Cody Rhodes não possui um físico invejável. Não se destaca notoriamente como muitos dos seus colegas. E um lutador, uma personagem neste ramo precisa de se distinguir de alguma maneira. Precisa de marcar a diferença, ter personalidade. Seja pelo físico dominante, seja pela falta dele, seja pela forma como se exprime oralmente, seja pela sua personagem excêntrica… Qualquer que seja a forma, neste meio é crucial marcar presença, de forma a ser lembrado.

Cody não tinha nada quando se estreou. Talvez fosse devido ao mau uso, mas a verdade é que não se impunha fisicamente, não atraía as atenções com os seus discursos, e era frequentemente usado por outros lutadores para afirmar uma posição. A bem ou mal, Cody Rhodes é o futuro se conseguir manter-se na WWE, e embora isso agora já não seja muito questionado, houve alturas na sua carreira onde esta ideia ainda não era uma certeza.

Bem dito vai o ano de 2008, com grandes rivalidades, grandes momentos e alguns combates muito bons. Foi à aproximadamente 3 anos que Cody Rhodes se destacou a sério, pela primeira vez. Naquela altura, vagueava pela divisão de Tag Team, defendendo os títulos ao lado de Hardcore Holly, até que outra jovem esperança apareceu, filho do Million Dollar Men, de seu nome Ted DiBiase Jr. Desafiou esta equipa, afirmando que ele e o seu parceiro mistério iriam retirar os títulos na Night of Champions. Qual não é a admiração quando quem revela ser parceiro de Ted, é nada mais nem menos que Cody. Ora, com este heel-turn, Cody Rhodes colocou-se no mapa, mas ainda não era o suficiente, pois a maioria das pessoas depositava a confiança nas habilidades de Ted DiBiase.

Não demorou muito até estes jovens talentos ganharem um mentor. E que mentor. Randy Orton, a víbora mais perigosa da WWE. Individualmente, cada um representava a terceira geração de lutadores de sua família, respectivamente. Juntos, eram a “Legacy”. E qual era o papel de Cody Rhodes na Legacy? Como Randy Orton era o membro mais forte e, por vezes o campeão, e Ted era, de longe, de quem se esperava mais feitos, Cody era o jobber da facção. Ou seja, ele era vencido e mal tratado pelos adversários da facção, para que estes adversários pudessem parecer mais perigosos.

Ou seja com tudo isto, era normal ninguém esperar que Cody conseguisse fazer algo de grande. Mas depois de toda a história com Randy acabar, depois de se virarem contra ele e serem vencidos, Cody foi para a Smackdown ser o Homem Perfeito. O Homem que todas as mulheres querem ter, e a que todos os outros querem ser igual, segundo ele. Uma gimmick engraçada, curiosa e interessante à primeira vista.

Era algo que resultava, e definitivamente era algo diferente e novo para Cody Rhodes. Mas soava a pouco. Ainda não era o suficiente. Faltava-lhe algo. E ninguém sabia muito bem o que era, até ao dia do famoso 619. O dia em que o Homem Perfeito, o deixou de ser.

No início, admito que não fui muito fã. Ele a falar de costas para a câmara, sempre a culpar Mysterio, não era algo que me convencesse. Mas depois, com a máscara, e aquela aura da entrada dele com o capuz, acabou por me convencer. Isso aliado aos grandes combates que proporcionava ao lado de Mysterio e com os bons segmentos de promos, acabou por ser ouro sobre azul. A decisão feita pela WWE para deixar Rhodes ganhar na Wrestlemania, foi das poucas com que eu concordei tão fervorosamente, naquela noite, claro. Rhodes precisava de mostrar que isto não era só mais uma história e personagem que não ia a lado nenhum. Nem Mysterio ficava mal na fotografia com a derrota, logo só havia vantagens. A carreira, e a actual personagem de Rhodes, só tiveram a ganhar com aquela vitória. Afinal, não é todos os dias que se ganha na Wrestlemania face a uma personagem como Rey Mysterio, que dispensa apresentações.

Todos os adereços que Cody usava assentavam que nem uma luva e funcionavam com a personagem. Por adereços, quero dizer os sacos, as pessoas a levarem-nos, o pormenor de por vezes pôr o saco na cabeça de quem perde… Tudo isto contribui para um quadro bastante interessante e bem conseguido.

Pouco depois, aquilo que ninguém estava à espera, acontece. Parte da Legacy reúne-se. Mas desta vez, Cody está acima de DiBiase. O que é um choque autêntico para quem assistiu aos tempos da outra Legacy. O talento de DiBiase é incontestável, assim a forma errada como é usada. Aliás, nem é tanto a forma errada como é usado, é o facto de ele não ser usado de todo.

Mas enfim, apesar desta situação ser chocante, pode ser positiva. Se neste momento, hierarquicamente, Rhodes está acima, então esta pode ser uma boa oportunidade, não só para DiBiase se destacar como convencer a WWE que investir nele após esta rivalidade, é a atitude certa.

Ora, Rhodes incarna uma personagem muito multifacetada. Enquanto distribui sacos e tenta ajudar a carreira do amigo, ainda consegue ganhar o Título Intercontinental. Um título que tem sido desonrado por diversas vezes ultimamente e que já não representa a mesma importância para a WWE, como representava à anos e anos atrás. Mas mais uma vez, isto é positivo. Na posição em que Rhodes está, não só é merecido o título como ele pode voltar a dar-lhe um pouco de brilho, prestigio e atenção, visto que ultimamente o título tem recebido isso de forma intermitente.

O que eu gostava mesmo que saísse daqui era de um reinado longo. De um reinado decente. Com defesas e trocas de título bem justificadas e acima de tudo, bem-feitas. Quero que Rhodes e DiBiase juntos consigam ter grandes combates em PPV e não só. Quero que credibilizem o título! Em relação, ao vencedor do Night of Champions, sinto-me mais inclinada em apostar em Rhodes, apesar de uma vitória em DiBiase não me surpreender por aí além. Se Rhodes ganhar, não digo que seja por desqualificação, mas de certeza que não será de forma limpa, para que, a meu ver, Ted possa merecer outro combate, onde provavelmente irá ganhar. Mas isto são meras suposições e previsões. Se tiver que escolher entre ambos, escolho Cody Rhodes para ganhar, mas acima de tudo, espero um bom combate daqui. E o facto mantém-se, pelo menos a mim, Rhodes surpreendeu-me.

Bom Night of Champions e até para a semana!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

20 Comentários

  1. franciscoxb - há 5 anos

    exelente artigo como sempre tenho que admitir que a opiniao feminina e o meu espaço preferido de artigos aqui no ptw

    e quanto ao cody rhodes quando tava com o hardcore holly era uma treta ele ja estava velho e acabado depois quando sofreu o turn

    ja se previa a opurtunidade por um titulo secundario que na minha opiniao demorou muito a acontecer ele juntamente com o wade barret merecem mais doque um simples titulo secundario merecem ser main eventers e tambem o titulo mundial

    na minha opiniao no night of champions contra o ted dibiasse para ter um feud pelo titulo mundial com o randy orton

    há e continua com um bom trabalho como tens feito

  2. Pedro Cardiga - há 5 anos

    Bom artigo. Aliás, este artigo foi “Dashing”. Já agora, podes fazer um artigo sobre o Chris Jericho?

    • Salgado - há 5 anos

      Obrigado pela apreciação.

      Já tinha dito anteriormente que aceitava sugestões, e ainda se mantém, não te prometo é que seja para já, tenho que ver o vai acontecer esta semana.

      • Pedro Cardiga - há 5 anos

        Obrigado por responderes.

  3. Miguel Ferreira - há 5 anos

    Excelente artigo , gostei muito !

  4. BrunoBomb15 - há 5 anos

    Belo argumento. Eu aposto que saia o DiBiase o vencedor, mas dito dessa forma como deveria acabar o combate, ai sim o Rhodes defende o título.

  5. Poborsky - há 5 anos

    Se o Cody perder hoje, pode até ser bom sinal porque ele assim avança para o ME ! =D

  6. Eu sempre achei Cody Rhodes um talento que podia dar algo á WWE. Mas a passagem dele pela Raw não mostrou assim muito o talento dele quando se juntou a DiBiase outra promessa prometia ser um equipa que ia marcar na WWE então quando se juntaram a Orton ainda mais prometia mas ele tornou-se no “jobber” da stable mas nem assim ele conseguiu mostrar o seu talento infelizmente. Quando foi draftado para a smackdown vi com bons olhos ou começa a mostrar-se ou então vai acabar na rua e ele surpreendeu começou a ser bem aproveitado e aquela gimnick de Dashing já prometia muito então quando começou com a gimnick de desfigurado ainda melhor surpreende-me muito mais do que aquilo que eu esperava ao ponto de um dia ve-lo subir ao ME e ser uma das caras da empresa. A Raw estraga muito os lutadores que estão nos cards mais baixos aconteceu com Cody acabou por acontecer com Ted DiBiase e ve-se agora com Drew o que a smackdown para este tipo de lutadores é a melhor coisinha e já se começa a ver isso com DiBiase e já estou como a Salgado diz.

    Na Raw Ted DiBiase era superior a Cody Rhodes e na smackdown Rhodes esta a salvar DiBiase. Uma feud muito interessante que já queria ver algum tempo.

    Para DiBiase é o tudo ou nada nesta fase se provar agora o talento que tem pode um dia tambem ser cara da empresa tal como Rhodes.

    Para o combate desta noite espero um excelente combate e espero que Rhodes mantenha o título mas também é verdade que quero ver DiBiase roubar o titulo a Rhodes mas não para já porque Cody merece um reinado digno do trabalho que tem feito na smackdown e como referes e muito bem no teu texto esta na altura de elevar o titulo aquilo que foi no passado.

    Excelente artigo Salgado(mais um) ;)

    • Salgado - há 5 anos

      Na raw as pessoas ofuscam-se muito com a quantidade de starpower que lá está, por isso é que Rhodes tem resultado, porque ele na Smackdown tem tempo para poder aprofundar a sua personagem. Em situação nenhuma, alguém se consegue afirmar na Raw a não ser que tenha um push fora de série…

      A raw estraga os lutadores em que a WWE não quer apostar. É como eu digo, a não ser que seja um grande push, as pessoas perdem-se lá, porque há sempre imensos nomes que não podem sair do spot light, na visão da WWE.

      Sim, DiBiase tem aqui a oportunidade para mostrar que vale a pena ser investido.

      Muito obrigada!

  7. Patrícia Santos - há 5 anos

    Gostei Bastante deste Artigo :D
    ainda me lembro quando o Cody Rhodes juntou-se ao Ted Dibiase em 2008 no Night of champions e ainda me lembro quando ele ficou “desfigurado”
    Já fui fã do Cody Rhodes desde que ele estava nos Legaçy
    Fiquei a detestá-lo depois de ele atacar o Ted Dibiase
    espero que o Ted Dibiase fique com o titulo e dê-a uma boa lição ao Cody Rhodes

    • Desculpa Patrícia, mas és mesmo mark: “Fiquei a detestá-lo depois de ele atacar o Ted DiBiase”.

      Ninguém te disse que o Wrestling é a fingir?

    • BrunoBomb15 - há 5 anos

      Bem pelo menos gostas-te do Rhodes quando era heel (Legacy), mas acho mau deixares de ser fã dele só por ter atacado o DiBiase, eles eram ambos heel, o DiBiase acho que merecia este turn, e o Rhodes como era heel, teve que o atacar.

  8. Patrícia Santos - há 5 anos

    Salvador já me disseram e eu sei disso ok e BrunoBomb15 eu fui fã do Cody Rhodes nos legaçy pk ele foi um dos meus mauzões preferidos
    eu sou fã do Ted Dibiase pk eu gostei do Filme que ele fez ” Marine 2″
    Mas Pronto eu se calhar vou voltar a ser fã do Cody Rhodes :D

    • Suicide - há 5 anos

      “sou fã do Ted Dibiase pk eu gostei do Filme que ele fez ” Marine 2″”
      -.- really?? e gostar dele pelo o que faz em ringue? não uma será boa ideia?

      • BrunoBomb15 - há 5 anos

        Pois, isto não é 1 programa de quem participa em filmes. mas sim quem luta luta-livre professional (wrestling).

  9. Patrícia Santos - há 5 anos

    Vocês tão a por-me confusa com tantas prerguntas e Suicide claro que gosto do que ele faz em ringue

    • BrunoBomb15 - há 5 anos

      Nós te damos tantos perguntas porque queremos que vejas que achas da WWE está mal, só gostares do Rhodes, por ter pertencido aos Legacy, e de repente deixares de gostar, mas isso eu já falei e não falo outra vez, gostares do Ted DiBiase só por ter participado no filme, então, 1 pessoa que eu não gosto (por exemplo Drew McIntyre), então se ele tivesse num filme eu gostaria dele? Não, nem que participasse em ???????? filmes e tivesse ganhado ???????? oscares e globos de ouro, se ele não fosse bom como wrestler eu não iria gostar dele, ele é bom no wrestling e ai é que deves considerar se gostas dele ou não, não nos filmes em que entra.

    • Suicide - há 5 anos

      Lol, coitada da miúda está a ficar confusa XD

      • BrunoBomb15 - há 5 anos

        É essa a intenção LOL

  10. Rocha - há 5 anos

    grande texto!
    realmente, cody rhodes só muito dificilmente n alcançaria o prestígio q tem hoje, ele q iniciou a sua jornada na wwe formando tag team com 1 sr do calibre de hardcore holly q, ao ser atacado e traído pelo seu aprendiz, deu-lhe as asas de q precisava e a atenção do público
    nos legacy é vdd q tinha a personagem mais fraca, mas mesmo assim destacou-se como 1 dos lacaios de randy orton e a feud e respectivos combates com os dx correu muito bem, assim como as “beatings” que proporcionaram a ric flair e batista, a mando do the viper
    o papel de dashing e o reverso da medalha com a sua desfiguração facial funcionou excelentemente e agora espero q permaneça com o título por mais 1 ou 2 meses até o ex parceiro ted dibiase o roubar (eu dou este prazo pq pelos coments q leio o pessoal n vai à bola com feuds q durem mais de 2 a 4 meses, eu pessoalmente gosto de feuds longas desde q bem elaboradas e cujos combates n se tornem monótonos e repetitivos, facto q julgo de fácil resolução com a adição de estipulações e formas de combate q n sejam apenas singles match

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador