Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #53 – Dream Match In The Making: Parte 1

Dream Match In The Making: Parte 1 será a primeira parte de um conjunto de duas edições do Opinião Feminina onde analiso e reflicto a situação actual dos participantes, a construção actual da rivalidade e possível futuro da mesma. Esta rivalidade irá culminar no main-event da WrestleMania 28 com o embate de John Cena e The Rock.

John Cena, um dos homens mais falados do momento, nem sempre pelas melhores razões. A personagem de John Cena está estagnada há algum tempo. Há quase 6 anos, para ser mais exacta. A culpa desta situação divide-se em três partes: no próprio John Cena, nos fãs e na WWE. John Cena pode ser considerado um dos culpados porque ele próprio já afirmou que não quer mudar. Ele sente-se satisfeito como babyface, e uma das razões que ele apresentou para isto foi a sua ligação à fundação “Make a Wish”. Ele pensa que como heel, essa ligação irá ser prejudicada.

Aqui discordo profundamente dele, porque penso que as prioridades dele deveriam estar concentradas no ringue e não exclusivamente no que se passa cá fora. É bonita a intenção dele, mas penso que os verdadeiros fãs de um lutador não se preocupam com o seu estado, seja ele face ou heel. Aqueles que realmente se deixam influenciar por isso, são fãs ainda ingénuos que não estão a par do produto. Nesses casos, dá-se tempo que as pessoas irão descobrir e compreender o produto de forma gradual.

Não acredito que John Cena na OVW só tenha apresentado as tão famosas quatro ou cinco manobras que muitos fãs afirmam que ele possui. Todas as manobras que ele tem feito recentemente, como dropkicks e assim, de novo não têm nada, penso que ele sempre as conseguiu fazer. Não acredito que as tenha aprendido da noite para o dia só porque quer fazer frente aos que não gostam dele.

A questão é que por muito esforçado e dedicado que ele seja, a verdade é que no ringue ele deixou de inovar e podemos dizer que se manteve sempre igual. Em parte, porque não precisava de ser mais. Afinal, Hulk Hogan na Golden Era também só apresentava duas ou três manobras nos combates importantes. É certo que eram alturas mais limitadas e menos exploradas no que toca à actividade in-ring dos gigantes do negócio, mas Hulk sabia mais do que mostrava. Bastava ver alguns combates dele menos importantes e mais longos. Se é errada a atitude dele? Sim, mas ele está a sentir a necessidade de mostrar algo mais, o que já não é mau. Esta necessidade foi causada pela progressiva falta de apoio que vem recebendo. Talvez ele se ande a sentir inseguro, na realidade não interessa. A meu ver, todos devem dar sempre o seu melhor e procurar inovar sempre, seja em frente a uma plateia de um house-show, seja em PPV. Afinal, é o emprego deles.

De seguida, como grandes culpados da situação actual de John Cena, temos os fãs. A WWE possui dos fãs mais leais que existem, seja em que ramo for. Mas também possui fãs extremamente influenciáveis. Quando estava na moda gostar de John Cena, toda a gente gostava dele e toda a gente vibrava sempre que ele aparecia e fazia as mesmas cinco manobras que agora toda a gente odeia. Agora que já não está tanto na moda, e que todos os “experts” que estão espalhados pela internet o criticam, então temos todos que o criticar.

E é claro que isto chega às arenas. Numa arena, para bem do negócio e porque também faz parte da experiência, temos que vaiar os maus da fita e apoiar os bonzinhos, simplesmente porque a maioria o faz e porque é isso que as personagens deles tentam alcançar. Ora se alguém se encontra numa arena, onde a maioria vaia o Cena, ele será tratado como heel, e passa a fazer parte do jogo vaiá-lo também. É certo que de vez em quando a claque do “Let’s go Cena” ainda se faz ouvir, mas não acredito que dure muito.

O problema é que não são esses fãs que contam. É triste dizer isto, mas aqueles que realmente têm voz, aqueles que realmente se fazem ouvir, são os que compram ou fazem render através das audiências. Por alguma razão, John Cena passou por quase todas as cores do arco-íris mesmo sendo vaiado. Por alguma razão, Zack Ryder anda a ganhar mais tempo de antena. Por alguma razão, 2012 será o ano de CM Punk. Comprar ou não comprar o merchandise de um lutador é a língua que a WWE melhor entende.

Prestem atenção à reacção da arena quando John Cena entra, e verão que alguns desses que estão a vaiar Cena na realidade estão também a usar a sua roupa. Que conclusão é que se tira daqui? Que é engraçado vaiar Cena e que faz parte.

E por último temos a WWE. Não importa quantas mudanças criativas Cena queira fazer na sua personagem (o que por acaso, não quer), a última decisão é de uma pessoa apenas: Vince McMahon. Ou seja, tudo isto resume-se à ideia que Cena é aquilo que Vince quer/precisa que ele seja. Ou seja, sim, John Cena tem defeitos e tem qualidades, como qualquer outra pessoa, mas não é o bicho papão que muitos fazem crer. Sim, a personagem dele está mais que esgotada, cansativa e a forma como consegue descredibilizar tudo o que o envolve é absolutamente revoltante.

Basta ver o que se passou na última Raw. CM Punk é o campeão da WWE, o que na realidade deveria ser algo importante e grandioso, pois o título da WWE possui história, importância e significado. Se querem elevar quem o carrega, é importante que ele seja visto como algo especial.

Acontece que o combate de CM Punk com Dolph Ziggler, que foi muito bom, teve lugar a meio do programa, e quem fechou o episódio foi John Cena, The Miz e R-Truth a falarem. A imagem que isto passou é que ver John Cena a causar a separação dos Awesome Truth, o que até foi previsível, é mais importante que o título. John Cena é mais importante que o título da WWE. Ou seja, não importa quão bom sejas, não importa que vendas mais merchandise que Cena, nem sequer importa que tenhas o título, John Cena será sempre o ponto alto do programa. Se calhar, é por isto que a Raw há quinze semanas consecutivas que perde telespectadores na segunda hora. O pior de tudo, é que nem sequer interessa se o main-event tem um combate ou não, a única garantia é a presença de John Cena.

E esta é a parte exasperante de toda a situação.  A WWE costumava funcionar em função de uma hierarquia, sendo o título principal de cada brand o momento principal de um programa. Acontece que esta hierarquia não está a ser cumprida, aliás destituíram o título da WWE como ponto alto para o substituir pela cara da companhia.

Não interessa que CM Punk tenha vencido Cena na venda de merchandise, até Cena começar a perder vendas de forma drástica e permanente, nada vai mudar. Olhem para Randy Orton. Também está no top quatro de vendas, também já venceu Cena algumas vezes, também já esgotou merchandise, e está na Smackdown.

Quão ridículo é achar que se a cara da WWE não tem o título, então o título não vale nada? Enfim, completamente absurdo.

E aqui é onde as coisas ainda ficam mais trágicas. Uma das características e qualidades inegáveis que John Cena possuía era o seu trabalho no microfone, afinal ele possui imenso carisma. Só que até isso tem piorado, pois ele está sempre com os mesmos argumentos, com a mesma história, com a mesma forma de dizer as coisas, não só já não cativa os fãs, como já cansa. Recentemente, referi as promos de Del Rio, ora as de John Cena estão a ser feitas exactamente da mesma forma mecânica e repetitiva, mas com conteúdos diferentes.

John Cena já não apresenta aquela qualidade que cativava os fãs quando era rapper. Não, não estou a falar do uso de palavrões, estou a falar de marcar a diferença. Estou a falar de originalidade. The Rock fala na terceira pessoa, e embora seja repetitivo nas suas catch-phrases, ele tem sempre alguma resposta nova para dar a alguém, mesmo quando pensamos que ele já está arrumado. John Cena deixou de ter isso que tão bem o distinguia. Sempre que a multidão ou alguém critica John Cena, ele repete o que já afirmou antes, e nunca sai desse ciclo vicioso.

Eu sei que ele tem originalidade e carisma, ele já o provou no passado, mas ele neste momento chegou a uma altura onde está encurralado. Os seus argumentos são os mesmos, porque ele não mudou. Como ele não mudou, não tem novos defeitos, como não tem novos defeitos, não tem novas formas de se defender, e como todos os fãs concordam com o que os outros dizem a Cena, como Miz, Rock e Punk, eles nunca ficarão mal na fotografia.

Vimos uma pequena amostra da originalidade que ele possui quando fez o rap contra Rock no início do ano, mas ficou por aí. Sempre que os fãs o criticam ou o vaiam de forma ensurdecedora, ele mete o mesmo sorriso de sempre e afirma que gosta que os fãs sejam sinceros mesmo que seja contra ele. A início esta história convenceu-me, pois achei que era uma forma inteligente de lidar com a situação. Afinal, não há algo que irrite mais alguém que te odeie do que a indiferença que lhe podes mostrar ou até mesmo, alegria.

Contudo, estar a assistir ao mesmo discurso há quase dois anos, que foi quando ele começou realmente a responder aos fãs, cansa. E como já não é o único detalhe nele que cansa, chega a tornar-se demais.

Já afirmei que alguns fãs que agora estão contra Cena é por moda, e provavelmente é por causa desses que John Cena tem sido mais vaiado recentemente, mas também há aqueles que estão genuinamente cansados, e esses fãs sempre que tentam mostrar o quão insatisfeitos estão com a situação, recebem uma resposta condescendente e brincalhona. Ora, isso é insultuoso, porque esses fãs não compram a roupa de Cena, esses fãs estão a tentar fazer-se ouvir e estão a ser dispensados com um sorriso forçado.

Compreendo que queiram manter um elo de ligação com os fãs mais novos, mas esses fãs mais novos irão acabar por crescer e irão acabar por ser influenciados, e quando isso acontecer, John Cena não terá apoiantes nenhuns (óbvio que isto é no sentido metafórico).

Anteriormente, eu pensava que John Cena apenas precisava de uma mudança ligeira de atitude para se tornar menos cansativo. Agora, no estado em que as coisas estão, penso sinceramente que John Cena podia usar este ódio que anda a receber para fazer o turn. Nem sequer vale a pena tentar pô-lo face contra The Rock pois isso nunca irá acontecer.

Logo, para construir ainda melhor o combate da Wrestlemania, nada melhor que Cena virar-se contra a multidão por não gostar dele. Não é normal um lutador não se importar com o facto de não gostarem dele. Sempre que isto acontece, é usado para criar um heel-turn, e como desta vez isso não está a acontecer, os fãs estão a ficar frustrados. John Cena é o primeiro que continua a ser babyface depois de todo este ódio, pelo menos que eu me lembre.

Reconheço que neste momento, é ilusório achar que tal pode acontecer, mas penso que ele está a ficar cada vez mais encurralado, e por consequente, a WWE está a ficar encurralada sobre o que fazer com ele, e daqui a um ano, ou dois, ele terá que ser forçado a uma mudança.

Até para a semana com a segunda e última parte onde irei abordar a situação actual de The Rock e o futuro da rivalidade.

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

8 Comentários

  1. Frederico_WWE - há 5 anos

    Parabéns Salgado neste teu business és best of the world entenda – se xD
    Cena deveria virar se contra a multidão e tomar uma nova atitude que é a de se importar mais com aquilo que se ouve do público contra ele.
    Ele está encurralado e a WWE também eu concordo e sinceramente Cena está gasto e ele já farta, mantendo – se babyface mesmo com o ódio que têm dele enfim… volta Chris Jericho para feudar com CM Punk, isto sim é que melhorava os ratings da Raw!

  2. Tibraco - há 5 anos

    Um turn de Cena é algo que todos anseiam pelo menos há uns 2 ou 3 anos, portanto a acontecer acredito que será na WrestleMania de modo a criar ainda mais impacto. Eu sou daqueles que gosta do Cena , sempre gostei, embora reconheça que a sua personagem necesssita de um upgrade.

    O principal problema é que, independentemente do seu rival, o Cena tem que ficar por cima pois ele “Never Give Up”. Mesmo quando perde combates (o que é raro) é porque existiu uma interferência externa. Ou seja , qualquer lutador que tenha uma rivalidade com ele já sabe sairá descrediblizado.

    De alguma forma ele é um pinheiro que seca tudo à sua volta pois não consegue “ajudar” novos lutadores a afirmarem-se. A excepção terá sido com a história dos Nexus mas depois aquilo também não teve seguimento nenhum.

    Resumindo, ou o Cena faz o turn no WrestleMania e a sua personagem ganha novos orizontes, ou modificam essa mesma personagem de modo a que saia desta aura de “SuperMan” que vence tudo e todos, ou como alternativa a tudo isto que referi , chegará o momento em que as suas vendas de merchandise irão cair de forma exponencial.

    • André "Awesome" Gomes - há 5 anos

      Já não é mais raro o Cena perder combates, é raro apenas ele perder sem interferência. Mais concordo com mais de 95% do que disse.

  3. Rodrigo "a** hole" David - há 5 anos

    Concordo com tudo, uma estatística para quem não sabe:
    John Cena aparece em todos os PPVs da WWE desde o Cyber Sunday e foi ME de todos sem contar 14, isso da mais de 30 em 3 anos, 10 por ano, nem o Taker, nem o HHH, isso é um absurdo!

  4. WWE Universe - há 5 anos

    e partecipa para aí em 90% dos main-events da Raw e dos PPVs

  5. special one - há 5 anos

    texto bom mas tenho dois grandes reparos as tuas criticas:
    1º) é claro que cena como heel iria influenciar a relaçao com a fundação “Make a Wish”… se n sabes o k é eu explico. Trata-se de uma fundaçao que da um desejo para CRIANÇAS QUE VAO MORRER! Axas que essas ciranças quererão conhecer um heel, o que seria vista como uma traiçao a mtas dessas crianças, como ultimo desejo?? n m parece…

    2º) a critica que fazes a wwe pq orton esta na smackdown so podes tar a gozar… depois da retirada de Edge nao havia nenhum face main-eventer e com star power… para alem de indirectamente inferiorizares a smackdown onde mtas vezes tem melhores combates que a Raw…

    cena precisava de uma mudança mas nao precisa de ser heel… olhem para o henry, passou a heel mas era + do mmo, dp passou para o hall of pain e ve-se uma grande mudança… Axo que cena precisava de uma coisa assim. E qt aos seus ring skills ele tem introduzido manobras novas: STF, leg drop no topo das cordas, drop kick, uns powerslams onde vira o gajo como se nao fosse nada… o gajo podia era num momento de raiva introduzir uma power bomb (tipo batista bomb)…

  6. gicelia - há 5 anos

    acho que Cena se deixou ficar repetitivo ele poderia enorva no golpes mas gosto dele acho ele autêntico e muda pra ele não deve ser facil mas é necessario acho tbm muito triste os fãs vaia ele poxa o cara sempre é passado pra trás tem sempre alguem qurendo prejudica ele trapaciando nas lutas as vezes acho ele muito ingênuo pra ser um lutador se ele fosse mas malicioso com certeza não seria pego de supresa como em muitas lutas que assisto dele mas ainda assim amo o cena

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador