Opinião Feminina #55 – Oportunidades Desperdiçadas

Não é fácil ser um lutador profissional e não é fácil trabalhar para a WWE. Os horários que a WWE cumpre são exigentes para todos os seus funcionários e são os lutadores que mais se ressentem. Por vezes, muitos deles não sabem lidar com a pressão e tudo que lhes é exigido.

200 dias ou mais por ano na estrada e por consequente, a falta de tempo com a família, as madrugadas passadas no aeroporto, as tours pelo mundo que são feitas mais do que uma vez por ano, a pressão psicológica que submetem a si próprios ao tentarem ser os melhores, e até aquela que é imposta directa e indirectamente por fontes exteriores e por fim, as inevitáveis dores físicas que acabam por sofrer são algumas das consequências deste horário.

Alguns não aguentam isto tudo a recorrem a todo o tipo de substâncias numa tentativa vã de tentar aliviar a situação. As coisas começam a piorar, e passado um pouco começa a dependência. Com isto começa também uma lenta e progressiva destruição do corpo e da mente. Mais cedo ou mais tarde, o corpo cede e a pessoa acaba por morrer. Nem vale a pena citar exemplos porque são mais que conhecidos.

Alguns resistem e conseguem lidar com a situação, sendo o exemplo mais declarado: CM Punk. Outros conseguiram recuperar de situações trágicas graças à ajuda da família, como é o exemplo de Randy Orton e Shawn Michaels.

Hoje em dia, o mundo está muito melhor informado em relação a todos estes assuntos do que estava há dez, vinte ou trinta anos. Mesmo tendo isso em conta, errar é humano e cada pessoa sabe porque situação passa e o que leva a fazer o que faz.

Para ajudar pessoas com estes problemas, a WWE criou um sistema de reabilitação completamente financiado por eles. Qualquer trabalhador ou antigo trabalhador que se encontra nestas situações, terá direito a reabilitação paga. Digam o que disserem, critiquem o que criticarem, é um facto que são poucas as companhias que fazem isto pelos antigos e actuais trabalhadores. E este sistema é altamente elogiado por antigas e actuais estrelas da WWE, sendo um dos exemplos mais recentes, Tommy Dreamer.

Esta ajuda que a WWE fornece não é tudo no mundo e como é óbvio a reabilitação não é fácil, mas é um gesto que diz muito e é a forma que a WWE encontra não só de ajudar, mas também de tentar mostrar ao mundo que wrestling não é a causa do vício a drogas ou álcool. A imagem do pro-wrestling mundial ficou manchada com todos estes casos.  O que é simplesmente revoltante.

Sempre que um lutador é preso ou morre tragicamente, muitas pessoas culpam a indústria que é o pro-wrestling. A indústria pode ser difícil, mas uso destas substâncias é uma decisão que cada pessoa toma em relação a si. O facto de uma pessoa fraquejar perante situações complicadas e exigentes não é culpa do pro-wrestling.

Por exemplo, quando o rock’n’roll nasceu era associado a sexo, drogas e álcool, contudo ninguém culpou o rock’n’roll ou sequer tentou aboli-lo. Praticamente toda a gente aderiu à moda. A indústria da música é tão culpada pelo abuso de um cantor, como o pro-wrestling pelo abuso de um lutador. E atenção, ambas as indústrias são difíceis à sua maneira.

O uso de qualquer tipo de substâncias é uma decisão que cabe a cada pessoa, e hoje em dia toda a gente sabe que só tem duas saídas possíveis dessa situação: morte ou reabilitação. Além da reabilitação, a WWE também possui a “wellness program” que se baseia na realização de testes aos empregados na procura do uso de qualquer substância não autorizada. A WWE começou a fazer isto depois da polémica tragédia que envolveu Chris Benoit.

Ora, a “wellness program” não escapa a ninguém, não é novidade e os lutadores que lá estão sabem as regras. Mais importante que tudo, a “wellness program” visa o bem-estar dos lutadores. Os castigos é que podem variar na sua forma de aplicação. Afinal como diz a famosa expressão: “uns são filhos e outros são enteados”.

Mas podemos, na realidade culpar a WWE por este tipo de decisões?

Vejamos então o caso mais recente de Evan Bourne e R-Truth. Enquanto numa festa, ambos os lutadores usaram substâncias que não estavam autorizados e Evan Bourne foi suspenso de imediato, enquanto R-Truth foi suspenso mais tarde apenas, para poder ir ao main-event do Survivor Series.

Agora pergunto, se tivéssemos o controlo da WWE, o que é que faríamos? A decisão moralmente correcta seria dar iguais castigos a ambos os lutadores, afinal as regras estão lá para todos seguirem.

Contudo, quando têm um main-event agendado, já promovido e construído quando tal sucedeu, não é difícil compreender a situação em que a WWE se encontra. Moralmente, é condenável, financeiramente e sejamos honestos, para bem das histórias que estavam em construção, é compreensível. Tirávamos R-Truth da equação, e não fazia sentido ter lá Miz, pois afinal ambos andaram a aterrorizar a WWE. Tirávamos a tag team mais perigosa que a WWE teve ultimamente, e não tínhamos ninguém que justificasse a junção da equipa de Rock e Cena.

É fácil criticar o que a WWE faz, contudo penso que de vez em quando devíamos experimentar estar no lugar deles. Não é uma decisão fácil de se tomar, e muito provavelmente, acabaríamos por fazer o mesmo que eles.

Não estou a dizer que estou a favor e que acho que fizeram muito bem, afinal tal como já disse, moralmente é condenável atrasar um castigo de um lutador só porque está no main-event, mas do ponto de vista do negócio, tirar um main-eventer assim no meio de uma história seria prejudicial. Portanto, tendo em conta as circunstâncias, acho que a WWE fez o mínimo esperado ao separar Miz e R-Truth, de forma a que Truth fosse cumprir o tão merecido castigo.

Mais do que a atitude da WWE, o que realmente me irritou foi a atitude de Truth e de Evan Bourne. Segundo relatos, tudo aconteceu numa festa, como forma de divertimento. Aliás, ambos até foram bastante espertos por escolherem uma variação da droga que só os suspendesse e não os obrigasse a pagar multa. Ora, tal como já disse acima, o que cada um faz consigo é da sua própria responsabilidade e desde que não afecte a sua performance em ringue, não é algo que me incomode.

Contudo não deixo de ficar irritada por terem sido estes os lutadores em questão.

Há anos que fãs da WWE apelam a um push a Evan Bourne e diziam que ele era um dos desperdiçados. Ora, numa altura em que a divisão de tag team da WWE precisava de equipas que a eleve, a WWE junta Kingston e Bourne e dá-lhes oportunidades de se mostrarem. Ganharam os títulos, tinham tempo razoável em PPV para fazerem combates e estavam a manter os títulos. E Evan aproveita esta altura crucial da carreira dele para cometer uma falha destas.

Não basta ser bom em ringue, não basta ser dedicado a esta indústria, também é necessário ser inteligente. Este período da carreira de Bourne é decisivo e pode dar resultados positivos e negativos. A WWE confiou-lhe uma tarefa e ele falhou. Agora que ele voltou, não digo que a equipa não volte onde estava e que a divisão não se estabeleça por definitivo, mas tenho a certeza que esta falha passou a mensagem errada para os superiores da WWE.

Outro pormenor onde achei que Evan falhou em grande, foi nas suas declarações aos fãs sobre a sua falha na Wellness Policy. Evan disse aos fãs para não se preocuparem que os Airboom não seriam travados por isto. Até os antigos membros dos Nexus quando foram suspensos pediram desculpas aos fãs. E atenção, eram lutadores muito pouco populares quando comparados com Bourne e Truth. Muitos podem dizer que eles estavam a ser hipócritas e falsos, sinceramente, nem sequer me rala que tivessem sido. O facto de pedirem desculpa é uma forma de reconhecer que erraram, mesmo que não seja sentido. Eles perceberam que fizeram algo que não deviam ter feito. Eles sabem que as pessoas esperam isso deles, e contudo, Evan age como se não fosse nada e a responsabilidade não fosse dele.

Óbvio, que o meu problema não é a ausência de um pedido de desculpas, o problema é que não reconheceu, ou deu a entender, que o que fez foi um erro.

R-Truth é exactamente a mesma história. Quando era face, toda a gente pensava que seria despedido, virou heel, teve um combate pelo título no main-event de um PPV e estava agendado para o main-event de outro contra The Rock. Repito, contra The Rock!

E com isto arruinou o que certamente foi o ponto alto da sua carreira. R-Truth tem 39 anos, logo não possui muito mais tempo para terminar a sua carreira em grande e tenho dúvidas que lhe voltem a dar uma oportunidade como esta. Muitos podem achar que para os Awesome Truth ganhar os títulos de tag team era pouco, mas acredito que se tivesse sido possível seguir esse caminho, penso que podiam ter tido um grande reinado e marcado um momento importante da WWE, tendo em conta o estado da divisão da WWE. E agora, nada disso vai acontecer. Certamente, não irão voltar a juntar Miz e R-Truth mais uma vez. Miz está cada vez mais afirmado no main-event e acredito que esteja lá na Wrestlemania, mesmo que perca no TLC.

Ambos estes jovens mandaram estas oportunidades únicas pela janela por divertimento numa festa. Não penso que estejam numa situação de dependência, acho que tenha sido só um caso isolado, o que apesar de ser bom, por outro lado deixa-os muito mal vistos.

Em relação ao futuro de ambos, espero que Airboom volte ao que estava a fazer mas eles têm um problema. Precisam de equipas. Duplas sólidas que lhes consigam fazer frente. Jack Swagger e Dolph Ziggler neste momento não me parece uma opção porque Ziggler anda meio envolvido no main-event e já tem combate com Ryder no TLC. A não ser que Dolph volte a lutar várias vezes. De qualquer forma, gostava que houvesse um combate de tag team no TLC, mas eles não parecem estar a construir nada nesse sentido, o que me está a desiludir.

Mostraram Evan nos bastidores a falar com Punk, como uma forma de assinalar o seu regresso, mas não vimos nenhum combate por parte dos campeões. Isto só me leva a crer que se de facto acontecer um combate de tag team com os títulos em jogo no TLC, será mal construído. Mas posso estar enganada, é uma questão de esperar para ver.

R-Truth quando voltar, ou estará contra Miz ou estará perdido por um bom período de tempo. Contra Miz é a saída mais óbvia, mas Miz também anda envolvido no main-event, por isso não sei como as coisas estarão daqui a umas semanas.

De qualquer forma, acho que se eles tivessem evitado este estúpido erro, não só transmitiam uma ideia de segurança e de confiança para a direcção, como se mostravam competentes para aguentar desafios maiores. Um lutador que toda a gente dizia que estava a ser mal utilizado e um lutador que milagrosamente conseguiu salvar-se do despedimento, estragaram o que podia ter sido o ponto de viragem da carreira deles. No caso de R-Truth, uma das últimas oportunidades para fazer algo em grande na sua carreira.

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

7 Comentários

  1. Gostei do teu texto e devo dizer que veio numa altura muito importante para dar a entender os erros estupidos que se cometem e espero que pensei nisso e que melhorem para o próximo ano.

    Evan Bourne andava a ser desaproveitado e já o tinha dito isto, eu e muita mais gente, quando falaram que queriam elevar a divisão de equipas e que o juntaram a Kofi Kingston achei excelente e finalmente ia poder fazer algo de grande na WWE e o melhor de tudo é que estava a conseguir e quando a divisão estava a regressar aos grandes momentos acontece uma coisa destas. Conclusão, não perderam os títulos mas a divisão teve que parar durante a suspensão e pior ainda acabou a suspensão e não á planos para a dupla e para os títulos. Apesar de achar que Epico e Primo serão os próximos contenders. Espero que isto não prejudique muito a divisão de equipas e que a WWE agora regresse a fazer o que andava a fazer com esta divisão porque estava a ser bastante positiva. É verdade que Bourne só foi suspenso e não perdeu os títulos mas acredito que mais tarde ainda vai pagar por esta suspensão e quem sabe acabar como o John Morrison o que era triste demais. Espero ao menos que a WWE continue os planos para a divisão.

    No caso de R-Truth acabou por estragar uma grande oportunidade na carreira como tu referiste e muito bem. Awesome Truth uma união perfeita que trouxe grandes momentos e quando fossem atras dos títulos de TT iam dar muito que falhar mas com esta suspensão nem títulos para a dupla nem Main-Event para R-Truth. Para R-Truth para mim é obvio que vai acontecer vai regressar como face e vai ter feud com The Miz e depois que a feud chegue ao fim ele volta a cair nos esquecimento e acaba despedido. Ele a face é aborrecido mas como heel ele estava no topo e quem sabe não podia ficar algum tempo no topo da empresa.

  2. Malamadre16 - há 5 anos

    Concordo 100% com o que tu dizes Salgado ;)
    O R-Truth não esperava tambem que tivesse um futuro brilhante mas esperava sim que deixasse a sua marca na industria mais propriamente ao lado de The Miz e ele se regressar como face ou melhora muito ou entao nem vai valer apena ver. No caso de Bourne sem dúvida que espero que faça o que tem a fazer na divisão de tag team para mais tarde velo atuar por outros titulos, o US ou o IC.

  3. LoL - há 5 anos

    Por mim o The Miz envolvesse numa feud com o campeão… E vem R-truth e há um Triple Threat Match ou um Fatal 4 Way

  4. José Sousa - há 5 anos

    Sim concordo com tudo o que foi dito por ti no texto, acho que existem alguns lutadores que não sabem mesmo aproveitar as suas oportunidades e com isso estragam situações. Sim agora devemos ter um R.Truth face a perseguir o Miz e talvez a meter-se na luta pelo titulo não me admiraria nada se no Royal Rumble o combate do titulo fosse Punk contra Miz, Ziggler e R-Truth. Já que ai o Cena deve entrar no combate e através do The Rock ou coisa parecida ser eliminado.
    Já o Bourne espero que a Tag com o Kofi continue e ele se emende.

  5. Frederico_WWE - há 5 anos

    Parabéns Salgado: É fácil criticar o que a WWE faz, contudo penso que de vez em quando devíamos experimentar estar no lugar deles é para mim a frase forte tens toda a razão, portanto entende – se que Evan Bourne tenha sido suspenso de imediato e R-Truth como tinha o main event do Survivor Series contra THE ROCK é natural que só fosse suspenso depois!
    Em relação a Bourne é continuar com Kofi, perder para os Latin Freebirds e andar em disputa e voltarem a ganhar xD
    R-Truth talvez entre na disputa pelo titulo da wwe quando voltar face e se virar contra outro pretendente The Miz ou então Truth perde com The Miz um combate por uma oportunidade de ser #1 contender ao titulo e acabam aí a feud e Truth vai em busca do titulo de Ziggler dado que se for Ryder a ter o titulo Truth não se deverá virar contra ele pois estará face ou então como tudo na wwe é possivel o Truth volta heel novamente e perdoa The Miz XD chovem teorias mas só esperar para ver…
    Já agora tenho a dizer que se especula que no final do PPV TLC vai sair a promo de 2 de Janeiro que irá esclarecer quem será a superstar misteriosa a wwe quando quer deixa os fãs meio malucos ando todos os dias há espera de saber a quem pertence o video é uma conspiracy xD
    Cumps

  6. Jarafw - há 5 anos

    o r-truth tem 39 anos ;D …. não fazia ideia

  7. Luiz F. - há 5 anos

    É, também não sabia nem esperava de que R-Truth tivesse 39 anos … realmente será difícil ele dar algo a WWE que leve-o a entrar para a história . Já Evan, para mim, ainda pode se redimir e conseguir feuds boas na WWE nos próximos tempos, quem sabe !

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador