Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Opinião Feminina #84 – The Ultimate Opportunity

Bom dia a todos e bem-vindos a mais uma edição do Opinião Feminina. Antes de passarmos ao que realmente interessa, quero pedir desculpas por este atraso, mas devido a problemas técnicos não me foi possível entregá-lo à hora do costume. Mas, preocupações à parte, vamos ao que realmente interessa e nos junta a todos a aqui, que é falar de Wrestling!

Confusão e caos. Completa e total confusão é o estado em que se encontra a WWE. Algumas histórias possuem qualidade, com mudanças interessantes e um certo grau de imprevisibilidade, enquanto outras são excessivamente previsíveis, sem qualquer razão de ser e nexo. Talentos de topo não consolidados, talentos de mid-card não consolidados, rivalidades repetidas e um óbvio desnorteamento causado pelo número surpreendente de suspensões – bem aplicadas, diga-se de passagem – são exemplos dos vários problemas que estão a assolar a companhia mais conhecida de Wrestling do mundo, a WWE.

Embora várias vezes tenha estado à frente da sua época e tinha sido um símbolo de evolução, também foram muitas as alturas em que a WWE só agia de certa forma se a tal fosse obrigada. Podemos arranjar exemplos tão remotos como as Monday Night Wars, que forçaram a WWE a sair do seu habitat natural e a apostar em coisas que originalmente não apostariam. Ou podemos apenas recuar uns meses no tempo para arranjar exemplos deste género, como é o caso de Daniel Bryan.

O que fazer quando Mark Henry se lesiona inesperadamente? Dá-se o título a Daniel Bryan, simplesmente porque outra saída não os iria satisfazer. Tudo se resume assim a uma decisão do momento, sem qualquer planeamento ou boa intenção por trás, o que deixa o bom fã de Wrestling a questionar-se sobre o destino de tão talentoso lutador caso Henry não se tivesse lesionado.

A verdade é que nos dias que correm a WWE não gosta de olhar para o futuro. Na realidade, do seu ponto de vista empresarial, nem sequer precisa. Contudo são alturas como várias suspensões seguidas e lesões inesperadas que os deviam alertar para o facto de não terem estrelas afirmadas e consolidadas para suportar um evento, quanto mais uma companhia inteira.

Na realidade, tudo isto se resume a falta de Star Power e quando temos um evento como o Money in the Bank, com dois combates desta temática, a aproximar-se apercebemo-nos assim da falta de estrelas.

Desde a sua incepção que o Money in the Bank nos foi apresentado e usado como uma forma de dar uma oportunidade a estrelas que o mereciam. Uma oportunidade directa de ascender de nível, nem que fosse apenas por uns meses. Nalguns casos, o Money in the Bank não se resumia só a isso. Para os fãs da ECW ver ídolos como RVD a agarrarem a tão desejada mala intensificou a dedicação que tinham a esta brand, pois finalmente esta estava quase a chegar ao topo da montanha. Pode-se assim dizer que uma simples mala, com um significado tão grande, ajudou e consolidou ainda mais RVD como um herói e símbolo de um grupo muito específico de fãs.

Por sua vez, RVD não foi o primeiro a ser ajudado por tal mala, pois um ano antes, essa mesma mala ajudou Edge a tornar-se o “The Ultimate Opportunist”. O próprio actual campeão da WWE, CM Punk viu o seu heel-turn facilitado e, em grande parte induzido, simplesmente por ter usado a sua oportunidade contra um dos lutadores mais adorados de sempre.

Conclui-se assim que a mala de Money in the Bank deve ser vista e deve ser construída como mais do que uma oportunidade ao título, pois no passado significou muito mais a outros grandes lutadores.

Com isto dito, penso que não seja surpreendente afirmar que ter John Cena e Chris Jericho a entrarem em ringue para anunciarem que se “introduziam” neste combate, tal como Big Show o tinha feito, não foi só extremamente insultuoso para todos aqueles que no passado tiveram de se qualificar, mas para aqueles que no passado precisam desta tão preciosa ajuda. Contudo, embora não tenha feito muita diferença no fim, Vickie Guerrero decidiu restaurar a ordem e colocar os lutadores no seu devido lugar.

Como resultado, ficámos assim com Kane, Jericho, Cena e Show a constituir o WWE Championship Contract Money in the Bank Ladder Match.

Embora a WWE esteja a sofrer de momento da sua enorme relutância e teimosia em apostar em estrelas do futuro, caso não seja forçada a isso – como disse acima –, não havia necessidade de usar um Money in the Bank exclusivamente para campeões. Aliás, acima de tudo, não havia necessidade de o anunciar e afirmar como tal.

Primeiro, porque a WWE pode assim encontrar um grande problema para o futuro para justificar isto não se tornar uma tradição. Mas, caso se torne uma tradição, fica-se assim com uma oportunidade a menos de elevar estrelas futuras. Ora, não sei se sou só eu a pensar assim, mas tirar razões à WWE para elevar novas estrelas, aliada com a sua enorme relutância em fazê-lo, parece-me um grande disparate e uma razão de preocupação.

Segundo, não seria melhor para as futuras estrelas colocá-las a participar num combate com antigos campeões, já que a presença destes é necessária, para assim ficarem com algum star-power por associação? Aquelas que não vencerem sempre podem protagonizar bons momentos com estrelas consolidadas o que mal não faz certamente. E aquelas que vencerem, não vencem só o aclamado combate de Money in the Bank, mas também algumas das maiores estrelas da nossa geração.

Dito desta forma e visto desta forma, não seria mais benéfico misturar as estrelas consolidadas com aquelas que precisam de consolidação de forma a chegar a algum tipo de equílibrio entre os dois combates? Afinal, que razão lógica existe que justifique um combate ser exclusivo de ex-campeões e ser de 4 participantes e outro de 6 ou 8 (dependendo daqueles que ainda faltam qualificar-se)?

No fim do dia, percebo a necessidade que a WWE possui de incluir John Cena, Chris Jericho, Kane e Big Show nos combates de Money in the Bank. Contudo, não sei se é inteligente dedicar-lhes um combate exclusivo.

Pensem assim, a WWE não irá querer que John Cena se arrisque muito com manobras perigosas, por isso os seus movimentos e manobras no combate serão certamente bem controlados. Já Chris Jericho, com as tours da sua banda Fozzy e toda a promoção que terá de fazer devido ao lançamento do seu novo CD, não sei se também irá arriscar-se muito. E com tudo o que ele já deu e contribuiu à indústria e à companhia, quem pode culpá-lo?

Irão ser Kane e Big Show os autores das grandes manobras de risco que sempre atraíram e conquistaram os fãs nos combates de Money in the Bank? É uma questão de esperar para ver, mas pessoalmente, eu espero sentada.

Ironias e manobras de risco à parte, quem será assim o vencedor?

Será esta a altura em que finalmente John Cena regressa aos títulos? Chris Jericho não me parece interessado no assunto, principalmente se o seu horário não for completo. Kane  já foi vencedor e campeão em 2010, o que se na altura já não era necessário, então agora menos necessário e lógico é.

Será Big Show, que pela 1337ª vez na sua carreira se lembrou que era um gigante e fez mais um heel-turn repetindo assim o ciclo vicioso que já todos aprendemos e conhecemos? Será que este turn insignificante e repetido, que mais serviu para dar a John Cena algo que fazer do que outra coisa, merece ser consolidado com uma oportunidade ao título?

Porquê continuar a apostar nas nossas estrelas de 35, 40, 41 e 45 anos quando – repito – podíamos adicionar algumas estrelas mais novas e dar-lhes assim as ferramentas de que necessitam para ajudar a suportar o nome da companhia no futuro.

Enquanto algumas estrelas a WWE constrói devagar e com calma, outras prefere criar do dia para a noite para salvar assim a WWE das suspensões e lesões inesperadas. E com manobras como “Money in the Bank só para ex-campeões”, cheira-me que no futuro teremos mais estrelas “repentinas” que bem construídas.

Pessoalmente, penso que o nome óbvio para vencer seja John Cena. Porquê? De todos, é o que faz mais sentido, principalmente se tivermos em conta o Summerslam, que é o ppv que se segue ao Money in the Bank. E o que é que se vai ganhar com isto? Absolutamente nada.

Ora, como não podia faltar, existe outro combate de Money in the Bank a ser construído. Por sua vez, este será com mais participantes, os quais ainda não estão todos anunciados/qualificados, e terá como objectivo o contrato que garante uma oportunidade ao título World Heavyweight.

Até ao momento, apenas Tensai, Santino Marella, Christian e Tyson Kidd estão anunciados.

Wade Barrett, que tão falado foi nos últimos meses relativamente ao combate de Money In The Bank, ainda não regressou, o que poderá acontecer na próxima semana, mas com muitas dúvidas da minha parte. Na passada Smackdown, Dolph Ziggler estava demasiado ocupado a ser vencido por Sheamus pela sexta vez ou sétima vez – entenda-se a triste, mas não tão errada, hipérbole que serve para evidenciar o uso que este talento tem tido no passado mês – embora isto não signifique que Ziggler não se poderá qualificar durante a próxima semana. Já Cody Rhodes, outro nome que  fez imenso por merecer esta mala perdeu o seu combate de qualificação. O que, tal como os anteriores, não invalida que não arranje uma manha qualquer de se infiltrar nos combates.

Ou isso, ou sou mesmo eu que prefiro viver na negação e adiar a realidade inevitável de que os três lutadores que mais merecem ascender ao topo, são aqueles que estão de fora.

Com os três concorrentes principais a vencedores desta tão merecida oportunidade ainda não qualificados, ou regressados de todo no caso de Wade Barrett, só posso dizer que as coisas não estão muito bonitas.

Daqueles que já se apuraram, todos levantam o seu quê de surpresa.

Tal como Big Show e Kane, Tensai não é propriamente o tipo de lutador que estamos mais habituados a ver num combate deste género. Normalmente, pessoas destas dimensões são usadas como guarda-costas, “monstros invencíveis” que inevitavelmente chegarão ao topo. O Money in the Bank sempre foi visto, pelo menos por mim, como o combate que ajuda os mais talentosos, mas de menos dimensões, a chegar-se à frente e a chamar a atenção de todos, não só dos fãs.

Não estou a ver o que é que Tensai pode acrescentar ao combate e espero que não seja o vencedor. Porquê? Pela mesma razão que nenhum dos lutadores do outro combate de Money in the Bank. Não precisa. Se pode ser campeão no futuro? Talvez a WWE arranje uma história que justifique tal acontecer, sem prejudicar ninguém, como foi o caso de Mark Henry em 2011. Mas fazê-lo através de Money in the Bank? Não só não me parece que não vá acontecer, como espero que não aconteça.

É absolutamente normal e acontece desde a incepção deste combate a inclusão de campeões Intercontinentais e de Estados Unidos. Por essa razão, a qualificação de Christian e de Santino não me surpreendeu, embora o último mereça ser tudo menos campeão. Aliás, em relação a estes dois posso acrescentar que não me chocou a sua qualificação, mas sim contra quem eles a obteram.

De Cody Rhodes já falei, mas por exemplo David Otunga, embora não mereça estar num combate de Money in the Bank, sempre pensei que a WWE o incluísse pelo seu recente trabalho. Felizmente, a WWE não foi por aí e provavelmente ele irá ficar noutro “pre-show match”.

Devido aos títulos que possuem, à idade de Christian e à personalidade de Santino, não visualizo nenhum dos dois como vencedores.

Ora, os dois qualificados que se seguem surpreenderam-me bastante. Damien Sandow, assunto falado a semana passado, e Tyson Kidd.

Não preciso de voltar a repetir o discurso que fiz na semana passada relativamente a Sandow. A sua construção paciente e consistente têm-me agradado, assim como a sua fantástica personagem. Embora inicialmente tenha tido receio em relação à sua inclusão neste combate, pois ele estreou-se à relativamente pouco tempo, é algo que tem de ser feito.

Ele é uma estrela do futuro, é uma personagem de sucesso e este combate pode ajudá-lo a afirmar-se e consolidar-se perante os fãs, especialmente aqueles que não o seguem na Smackdown. Estou bastante curiosa em relação às suas atitudes e movimentos durante o combate. Penso que desprovê-lo das mesmas, apenas por ser um combate de Money in the Bank, será rídiculo, afinal Sandow não possui a mesma inclinação para a comédia como Santino. Acho que será inteligente deixá-lo mostrar um pouco a sua personagem ao longo do combate, principalmente, repito, para aqueles que não o seguem/conhecem passarem a fazê-lo.

Quando penso em Tyson Kidd e na sua qualificação e presença no Money in the Bank, penso em Daniel Bryan no ano passado.

Tyson Kidd, ao contrário de Bryan, tem tido muito pouca visibilidade e/ou destaque. Ainda não possuiu títulos de Estados Unidos e/ou Intercontinental ao longo da sua carreira. Contudo, isso não reflecte o imenso talento que tem e todos os grandes combates, não reconhecidos, que tem feito nos últimos meses, seja no NXT ou seja no Superstars. Se Tyson Kidd merece esta oportunidade de participar no combate? Sim, sem qualquer dúvida ou questão.

Se lamento profundamente a falta de construção e apoio que ele tem tido para este momento não soar apenas como uma “Opção B” ou um “Recurso”? Sim. Penso que alguém tão talentoso merece ser reconhecido por si mesmo, e não porque falta Star-Power na WWE. Custa-me pensar que caso não tivessem existido tantas lesões e suspensões, Kidd veria mais uma vez a sua oportunidade adiada.

Não sei se ele aqui não será apenas usado como Justin Gabriel, Kofi Kingston, Sín Cara, Rey Mysterio Evan Bourne foram usados no passado, se significará mesmo algo mais.

Ora, se – o que duvido imenso que seja – tudo isto significar que Tyson recebe definitivamente uma oportunidade séria para vencer o Money in the Bank, ficarei tão surpreendida como fiquei o ano passado com Daniel Bryan. E, tal como no ano passado, ficarei igualmente satisfeita. Contudo, mais uma vez, iria preferir que a WWE construísse e desse balanço a esta personagem para o mesmo se tornar um vencedor credível. Tal como Kidd, também Bryan o ano passado andava apagado antes do Money in the Bank.

Se estes lutadores possuem talento? Claro que sim, é absolutamente impossível não o ver. Mas definitivamente precisam de ser melhor construídos quando chegam a estes momentos importantes.

Caso não vença, que é o que vejo como sendo mais provável, espero que pelo menos a WWE tenha a decência de começar a evidenciar e apoiar mais firmemente este grande talento, pois ele merece-o.

De entre todos os que já foram anunciados para este combate, não estou a ver nenhum vencedor. A minha dúvida existe pois ainda não sabemos quem se irá juntar, especialmente se pensarmos na situação de Dolph Ziggler e Cody Rhodes. Agora durante esta próxima semana veremos se existirão algumas alterações no combate pelo contrato que garante a oportunidade ao título da WWE, o que espero que sim, e quem serão os últimos qualificados ao combate de Money in the Bank pelo contrato que garante a oportunidade ao título World Heavyweight.

De qualquer forma, estou a estranhar a ausência dos suspeitos do costume, como Kofi Kingston, R-Truth e Sín Cara. É possível que, caso R-Truth recupere, a WWE também queira fazer um combate de Tag Team pelos títulos, o que é sempre bem-vindo, especialmente se for para os valorizar. Cada vez mais se nota um apoio nesta divisão e é assim que deve continuar.

De momento, olhando para o card deste PPV, parece-me bastante mais fraco que nos outros anos, mas as razões para tal já foram dadas acima. Aparte do combate pelo título da WWE, que será certamente candidato a combate do ano, penso que o PPV no geral irá descer da qualidade do ano passado.

No fundo, é uma questão de esperar para ver e desejar o melhor, afinal pode ser que a WWE surpreenda. Por hoje é tudo, até à próxima semana!

Sobre o Autor

- Administradora. Publico parte das notícias, faço a gestão da League, dos Passatempos e ainda sou escritora do artigo “Opinião Feminina”.

23 Comentários

  1. Vinícius Nunes - há 4 anos

    O Opinião Feminina sempre me faz pensar, e mais uma vez fico intrigado com uma série de coisas. Acho que ainda Rey Mistério e The Miz entram no bolo da mala do WWE Championship, e preferiria que Miz ganhasse, porque de todos ele que ainda precisa de mais afirmação, na mala do World Championship, torço para que Rhodes consiga ter sua reclamação atendida e ganhe, caso Barrett não retorne, acho que esse ano vai ser mais fraco que ano passado. Mas Punk e Bryan vão dar um grande show, e espero com uma vitória do último com a ajuda da refree AJ!

  2. Dolph Ziggler - há 4 anos

    Gostava que ainda fossem adicionados ao WWE Championship Money in the Bank Ladder Match, pelo menos mais 2 lutadores. E, como esses lutadores têm de ser ex-WWE Champions, eu apostaria nos casos de Rey Mysterio e The Miz(Que acho que volta antes do PPV e podia ser uma mais valia).

    Quanto ao World Heavyweight Money in the Bank Ladder Match, já ouvi dizer que vai haver ainda mais 4 combates de qualificação já neste próximo SmackDown, e esses lutadores podem muito bem ser: Cody Rhodes, Dolph Ziggler, Sin Cara e Wade Barret(?), o que já faria um card muito melhorzinho e o resultado final do combate ficava bastante imprevisivel.

    Se por acaso algum dos que disse não tiverem nos combates de qualificação, não estou a ver quem possa ser mais.

    Maybe, Heath Slater?

    Gostei do artigo! :)

  3. Lucas Santos - há 4 anos

    Grande artigo ! Espero sinceramente, que se o WWE Championship Contract Money in the Bank Ladder Match for realmente só incluir ex-WWE champions, estou à espera de ver The Miz e Rey Mysterio,mas se incluir todos os lutadores(o que seria melhor),espero ver Dolph Ziggler ou Wade Barret participarem e um dos dois vencerem.Sobre o World Heavyweight contract Money in the Bank ladder match,espero a inclusão e a vitória de Cody Rhodes ou Damien Sandow.Como sempre,um ótimo artigo !Sou fã dos seus textos !

  4. Manolo doido - há 4 anos

    Estou torcendo para o Cena ganha, muitos falam que ele e muito repetitivo, mas ele que tem as melhores Feuds e as melhores lutas, não gosto muito dele, mais a maioria de suas feuds são epicas. Queria tambem o retorno do The miz para o Money in the Bank, ele tambem e um ex- campeão mas isso e improvavel. E otimo artigo adoro suas cronicas.

  5. Frederico_WWE - há 4 anos

    Mais um artigo fabuloso!
    Em poucas palavras eu digo: Deixa me doente saber que John Cena vai vencer o Money in the Bank pelo titulo da WWE e assim outras possiveis esrelas de futuro como Dolph Ziggler, Cody Rhodes ou Wade Barrett vejam a sua oportunidade adiada!
    Péssima decisão da WWE e eu agora só ficava contente se o Ziggler ganhasse e já imaginaram algo melhor que o Ziggy ganhar o combate com estrelas como Cena, Jericho, Kane e Big Show? Querem algo melhor do que isso acontecer pa carreira do homem se valorizar em definitivo? Pois eu sei que isso não vai acontecer…

  6. The Charismatic Enigma - há 4 anos

    Acho que a desvalorização da Money in the Bank começou em 2010 na Wrestlemania XXVI, com uma Ladder match horrivel e com Jack Swagger como vencedor, acho que o Swagger não tinha e ainda não tem potencial para ser um World Champion como ele foi, ring-skill não me agrada muito, mic-skill horrivel, não possui carisma e não sabe dar um show de qualidade, essa é minha opinião sobre isso, e hoje em dia ele é apenas um jobber de mid-card, acho que a Money in the bank foi o que ajudou o Miz a ser a super estrela que é hoje, quando recebeu seu push como WWE Champion, nesse momento ele conseguiu mostrar que é um grande profissional e pra mim o Top Heel do ano passado na WWE. A idéia de colocar só ex-wwe champions na match, e não ter nem lutas para qualificar os lutadores a terem a oportunidade, foi um erro grotesco da wwe, pois este é pra mim é um dos maiores meios de uma estrela começar a brilhar de verdade na wwe, seja como wwe champion ou world champion, algumas das grandes estrelas da wwe, se firmaram no topo depois do seu push com o cash-in, Edge, RVD temporariamente, The Miz, e CM Punk é o maior exemplo disso. Eu esperava desde o começo do ano por este PPV que é um dos meus favoritos, mas depois que a wwe teve essas ideias perdi até a vontade de assistir, sabendo que provavelmente John Cena ganhe, e volte a ser WWE Champion, isso só vai fazer Cena ser ainda mais odiado do que ja é. A Money in the bank do ano passado foi espetacular com um Main Event epico. Só não gostei do fato de alberto del rio ter ganhado, porque na minha opinião ele não tem tanto potencial a estar no topo ainda, ele ganhou o push mais meteórico de todos os tempos que eu ja vi, depois de apenas 5 meses do seu debut, ja ganhou o Royal Rumble, e no mesmo ano ganhou a Money in the bank, e resultado disso ja foi 2 vezes WWE Champion. Eu tinha grandes expectativas que esse ano o Dolph Ziggler iria ganhar o Money in the bank do WWE Title, mas isso ja ficou claro que não vai acontecer, achava que o Wade Barret também participaria pelo menos de alguma ladder match, mas não sei como anda sua recuperação. CM Punk vs Daniel Bryan, é muito previsivel que o Punk vença ja que AJ será a Referee… Acho que a WWE desistiu de fazer Daniel Bryan WWE Champion no momento, acho que o Punk só perderá sofrendo cash- in ou infelizmente perdendo para John Cena, que seria ridiculo isso.

  7. Yan - há 4 anos

    acho q essas MITB vão ser uma bosta. se cena vencer a MITB terá de sofrer o seu heel turn. acho q barrett será adicionado de última hora á MITB da SmackDown

    • Special One - há 4 anos

      cen nao precisa de fazer heel turn nenhum se ganhar como tb nao o fará de certeza!!! basta num combate epico entre punk e Bryan darem a vitoria ao segundo e cena fazer o cash ao bryan… ganha-se uma feud nova e mto boa: cena vs bryan…

  8. MISTER - há 4 anos

    Concordo será um PPV muito mais fraco que no ano passado, será o Terceiro PPV horrível seguido do ano , só o MITB WHC que na minha opinião evoluiu já que não vai Heath Slater, na luta CM PUNK VS DANIEL BRYAN SERIA O SONHO DE QUALQUER COMPANHIA MAS A WWE CONSEGUE ESTRAGAR COLOCANDO FORA DO MAIN EVENT , A WWE TEM QUE PARAR DE PUXAR O SACO DO CENA EU NÃO VOU VER O MITB WWE CHAMPIONSHIP JÁ QUE DO JEITO QUE ELES SÃO PUXA-SACO CENA VENCE E FAZ O CASH IN NO PUNK , DEPOIS ELES RECLAMAM QUE A AUDIÊNCIA ESTÁ BAIXA AS VENDAS CAÍRAM MAS SÓ ANDAM FAZENDO PPV PÉSSIMOS , o WHC championship match piorou ano passado ORTON VS CHRISTIAN ESSE SHEAMUS VS DEL RIO ,ACHO que a luta das divas melhorará , NÃO PODERIA ESQUECER DE CITAR DUAS COISAS QUE ACONTECERÃO NO PPV PARA ESTRAGAR RYBACK VS LUTADORES LOCAIS E BRODUS CLAY VS ALGUÉM

    • Vinícius Nunes - há 4 anos

      Acho que o melhor de tudo foi considerar que a culpa dessas quedas foram do The Miz ano passado, a WWE tem horas que não percebe o que ela faz e as consequências dos seus atos…

      • JoaoMendes - há 4 anos

        The Miz tem culpa? the miz nem fez nada de mal, ganhou money in the bank aproveitou, como todos ganhou na wrestlemania a cena a wwe n aproveitou cena ainda bem, wrestlemania 28 miz tinha de ganhar uma maneira ou outra wrestlemania e miz ganhando.

      • Vinícius Nunes - há 4 anos

        Eu sou o fã do Miz, e vi notícias que muita gente na WWE culpa The Miz pelas baixas audiências da WWE e a diminuição de venda dos PPV, por isso que ele virou jobber do Brodus Clay, etc… e isso é um dos maiores erros da WWE, que parece não enxergar que colocar o Cena pra ganhar sempre ou pra ser sempre main-event é um grande erro, muita gente cansou do Super Cena, e a WWE parece que não vê isso!

  9. Moutinho-Kun - há 4 anos

    A ideia de fazer um money in the bank só ex wwe champions é uma estupidez de todo o tamanho lol

    Deviam fazer como dizes, misturar jovens que podem ser futuras estrelas e atuais estrelas, é o que faz mais sentido, até porque esses jovens podem surpreender nesse tipo de combates.

    O John Cena precisa de ganhar um money in the bank? Não precisa, nem o y2j, nem o big show, nem o kane. Quem precisa de ganhar o money in the bank são lutadores que já conseguiram mostrar qualidade e que precisam de um pushzito, para se tornarem estrelas, como aconteceu mais recentemente com o D-bryan.

    Outra coisa, o money in the bank não precisa de ser um combate de só spots, mas vamos ser sinceros, não faz muito sentido termos lutadores como tensai, big show, kane, neste tipo de combates, porque é muito improvável que acrescentem alguma coisa de especial a este, além como já disse, estes três lutadores não precisam de ganhar o money in the bank.

    Depois por outras razões acho que nem o christian nem o santino precisavam deste combate, por serem já campeões de titulos individuais, mas pronto, dificilmente teriam tempo para defender o seu titulo no ppv, por isso percebo a inclusão deles no combate, mas quase toda gente não acredita muito de eles ganharem o combate, e um dos grandes motivos é por eles serem já campeões. O Christian acredito que seja uma boa adição ao combate, por ser uma excelente superstar, e ele tornou-se uma estrela também graças a este tipo de combates. E vamos lá ver o que o santino faz, que é um lutador que para mim ele sabe lutar, já o demonstrou, acho que tem carisma e mic skills boas, mas com a atual gimmick, atual move-set, nem deveria ter o titulo dos estados unidos, quanto mais estar num combate destes onde pode ganhar a oportunidade de lutar pelo WHC.

    Parabéns mais uma vez pelo artigo Salgado, cumprimentos :)

  10. 619 D-generation X - há 4 anos

    Tyson Kidd??really??
    colocava o Rhodes,ai evitaria aquele problema com o protesto

  11. jeff punk - há 4 anos

    eu ainda to sem entender o que acontecerá no WWE C MITB, já no SmackDown mitb ta até melhor, mais ainda precisa melhorar muito.
    e como disseste gostaria que Tyson Kidd ganhasse.

  12. danielLP21 - há 4 anos

    Já estava a ficar preocupado,estou habituado a lêr um “Opinião Feminina” aos Domingos de manhã…mas ainda bem que o artigo chegou ao meu ecrã! :)

    Tal como tu e quase toda a gente achei patético e ridículo a WWE fazer um Money In The Bank constituído apenas por ex-Campeões da WWE. É só para o Cena ter mais uma conquista no currículo? Já agora dêem-lhe um torneio King Of The Ring para ele ganhar!

    É verdade que o Chris Jericho já não precisa de ganhar este combate mas por mim era ele que vencia,já que as Superstars que vão participar serão estas…

    Gosto muito do Kane mas ele já ganhou este combate (ao contrário de ti eu acho que a vitória dele em 2010 fez sentido já que depois ele teve as histórias que teve com o Undertaker e com o Edge e a conquista da mala foi importantíssima) e por isso agora já não faz sentido esta vitória.

    O Big Show…bem nem vou comentar.

    Só estou para vêr o Big Show a fazer um “Cross-Body” do escadote e o John Cena a fazer um “Moonsault” ahah que palhaçada. Os únicos que eu acho que podem dar uns bons spots são o Jericho,que,tal como tu dizes,também acho que não se vai arriscar muito e o Kane,e mesmo este já não é a mesma coisa…

    No “World Heavyweight Championship Money In The Bank Ladder Match” tenho quase a certeza que o Cody Rhodes ainda vai entrar e tenho esperança que o Wade Barrett volte e aí,peço desculpa ao Dolph Ziggler e ao próprio Cody Rhodes,mas seria o ex-líder dos Nexus a minha escolha.

    Contando apenas com os actuais participantes eu gostava que o Tyson Kidd vencesse,ou então o Damien Sandow,mas tenho preferência pelo primeiro porque desta forma a WWE iria surpreender-nos a todos,tal como no ano passado com o Daniel Bryan,o que me leva a outra questão: o Cena,o Jericho,o Big Show e o Kane não são já futuros Hall Of Famers? Não era suposto o combate Money In The Bank elevar Superstars ao Main-Event e revolucionar-lhes a carreira? Exemplos? Edge,CM Punk,The Miz,até o Jack Swagger (por apenas uns meses) e o próprio Daniel Bryan. Como sempre a WWE deixa-nos com mais questões e dúvidas do que com respostas e certezas…agora é esperar para vêr e eu também acho que este ano este PPV vai ser pior do que no ano passado,pelo menos com o card actual.

  13. Miguel Carlos - há 4 anos

    Infelizmente, acho que o Money in the Bank “da Raw” ficará apenas com os quatro que lá estão. Se gostava que Rey Mysterio e The Miz combatessem, gostava, mas acho que Rey não deve voltar já e quanto a Miz, gostaria que ele vencesse a mala, mas são só sonhos e a WWE não ia quebrar o record de 2 malas de CM Punk. Salgado, discordo contigo que Chris Jericho não seja um candidato à mala, mas é mais provável que infelizmente a WWE dê a mala a John Cena…

    Quanto à SmackDown, preferia ver a participação de Otunga só para ver a minha aposta para vencedor, Cody Rhodes no combate. Aliás, na minha opinião para participar no combate, prefiro ver Otunga do que Santino Marella.
    Eu que não acompanho a FCW, assim que vi Damien Sandow achei que ele teria um grande futuro. E sim, ele merce participar na mala, porque esse indivíduo merece participar em tudo o que é bom!
    Quanto aos restantes, para Tensai não tenho grandes expectativas neste combate. Tyson Kidd servirá de high-flyer do combate (coisa que o desastroso combate do WWE Championship não tem). Para as próximas qualificações, tenho a certeza que, infelizmente, Wade Barrett não vai participar no combate. Para além de Sín Cara e Dolph Ziggler, não vejo ninguém para combater. Se calhar dó vão combater 6 lutadores … o_o

    Foi um grande artigo, feito pela grande Salgado!

  14. Otunga595 - há 4 anos

    O money in the bank do raw vai ser mesmo so com 4 lutadores?
    que palhaçada, podiam meter o rey mysterio etc

  15. Master of Chaos - há 4 anos

    Grande artigo, o que já é normal vindo de tu Salgado. Realmente, não acho que seja mesmo uma boa ideia colocar o Cena no MITB, ele já é ME quando a WWE quiser e ainda podem se dar a luxo de fazer o Zigger perder esta grande chance.
    No SD, eu acho mesmo que Marella e Christian no combate é uma péssima ideia, não acho mesmo que vão vencer. Outra coisa, não sei para qual das duas irá lutar Ziggelr, mas aposto em Ziggler no Raw e Rhodes na SD, quero ver mesmo ambos vencedores.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador