Pensamentos #35 – The Wrestler (Parte 1)

Bem-vindos á 35ª edição do Pensamentos.

Viajar pelo mundo. Percorrer milhares, senão milhões, de quilómetros. Em carros alugados, de avião ou simplesmente de transporte próprio. Todos os dias sofrer quedas, golpes e pancadas, que colocariam um homem normal no hospital. Afastados da familia, perdendo aniversários, funerais, até mesmo o nascimento dos próprios filhos. Dificilmente acompanham o seu crescimento, principalmente se forem grandes estrelas. Férias? Só mesmo forçadas por lesões ou a pedido, para descansar. Esta é uma vida que muitos querem, mas poucos aguentam. Como chegar a isto?

Ter um sonho. Ter o sonho. Sonhar com uma carreira ao mais alto nível. Crescer a idolatrar os homens que veêm na televisão. Mas isso não basta. Quem quer alcançar o objectivo, tem de ter algo especial, algo que apenas os predestinado têm: paixão pelo negócio. Este requisito é essencial para se alcançar o objectivo de uma vida. Para ter o sucesso com que sempre se sonha. O príncipio base para aprender, é como em muitas outras profissões, frequenta-se uma escola. É nessa escola que se aprende como lidar com todos os aspectos técnicos da profissão! O espirtíto de sacrificio tem de ser enorme, pois antes de aprender a aplicar uma manobra, têm de aprender a recebê-la. Nem todos sobrevivem, nem todos aprendem como se comportar dentro daquelas cordas. Mas o que conseguem, dão o primeiro passo. Um passo que pode não significar nada ou significar tudo.

wrestlignwithshadows

Entrar no ramo propriamente dito é a tarefa mais díficil de todas. Começa-se pelas micro promotoras. Sítios deploráveis, onde o amadorismo reina, mas onde todas as estrelas um dia estiveram. Os primeiros combates são algo que envergonha todos aqueles que se sacrificaram ao longo da história. Mas com o tempo, o nevoeiro vai desaparecendo, a experiência vai-se acumulando e com ela, a habilidade e as exibições. Os combates vão sendo cada vez melhores, e as promotoras igualmente. Quando dão por isso, já são considerados estrelas independentes. Quando se apercebem, as cordas já não são tão estranhas e as quedas passam a ser algo banal. A dor passa a ser encarada como um sacrificio, como uma necessidade para seguir o sonho. O sucesso pode estar ao virar da esquina…

Numa história de sucesso, os grandes, aqueles que conseguem cimentar-se nas promotoras independentes, aqueles que são considerados os melhores fora das grandes empresas, são pescados por essas mesmas. Pelas grandes. Pela terra prometida. Pelos sítios onde os sonhos terminam e o mundo se centra em tudo aquilo pelo qual arriscaram a sua vida pessoal e profissional, mesmo não tendo qualquer certeza se um dia lá chegariam. E lá está, contrato assinado e as maiores empresas ao virar da esquina.

A adaptação é obrigatória. É o último passo para se conseguir afirmar definitivamente no mundo pelo qual decidiram escolher. Se correr bem, demore o tempo que demorar, o sucesso, o dinheiro e a fama estão garantidos, mesmo que sejam por pouco tempo. Todos os que conseguem um lugar dentro do balneário de ouro conseguem bons contratos, mesmo que se encontrem no lugar mais baixo da empresa. Afinal, naquela empresa, todos remam para o mesmo lado, apesar de serem carreiras individuais. Todos querem o sucesso da empresa, que directamente vai trazer o sucesso a toda a gente. Mas é aqui que começam os grandes esforços: as tais viagens, o tempo fora, as dores mais fortes do que nunca, as drogas…..As drogas que acabam com a carreira ou mesmo a vida de muitos aqueles que seguiram o mesmo sonho e pagaram caro por quererem destruir o seu corpo. A profissão, a mística não quer isso. Não quer homens que se droguem, quer homens que dentro do ringue, consigam entreter, que consigam que as pessoas que estejam naquele síto, aquela hora, não se arrependam do dinheiro gasto. A glória virá com o tempo e com o esforço…..Mas nem sempre…..Nem sempre……

See you next week, here on PTW!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Pensamentos”.

15 Comentários

  1. 619 D-generation X - há 4 anos

    se tem uma coisa que eu queria era ter um wrestler brasileiro na WWE,isso é mum dos meus sonhos

  2. Já se sabe que a vida de um lutador da WWE não é nada fácil visto que agenda deles é demasiado preenchida. Shows, house-shows, promoções de eventos, etc, etc, etc.

    Mas gostei bastante de ler o teu texto porque falas muito bem sobre isso e cá espero pela segunda parte.

  3. João Macedo - há 4 anos

    Gostei bastante de ler, retratas-te de uma boa forma a árdua vida de um lutador. Penso que quando se segue um sonho, todos os obstáculos são derrubados e acho que isto aplica-se muito bem a uma carreira de lutador.

    Fico então à espera da parte 2 deste artigo.

  4. Master of Chaos - há 4 anos

    Gostei muito do artigo, este é o maior sonho de minha vida, ainda sonho em viajar por todo o mundo junto aos colegas lutadores. Talvez quando eu tiver completo mmeus 18 anos, vou conseguir um emprego e ir morar aí em Portugal, para treinar talvez na academia da WP.
    (Não é ironia)

    Este ano eu vou novamente para Portugal como já fui muitas vezes e lá eu entro legal, posso ir sossegado reencontrar alguns de meus familiares europeus, volto somente em agosto.

    Se acham que o que eu disse é lorota, podem acreditar, talvez um dia, daqui a 6 anos veremos uma feud entre nosso Luís Salvador e um novo wrestler nascido na “Terra do Porto” mas naturalizado brasileiro.

    Vou lutar para conquistar este sonho.
    Acreditem em mim.

    by: Master of Chaos

    • danielLP21 - há 4 anos

      Boa sorte :)
      Não estou a ser irónico,desejo-te mesmo boa sorte.

      • Master of Chaos - há 4 anos

        Muitíssimo obrigado Daniel, que bom que pelo menos uma vez esteve a me dar apoio. Muito obrigado mesmo.

      • danielLP21 - há 4 anos

        Posso não concordar com muitas coisas que dizes mas isso não quer dizer que não tenhas o meu apoio,um sonho é um sonho e só tens que ir atrás dele.

    • Dolph Ziggler - há 4 anos

      Bem, não sabia disso mas gostei de saber que tens esse sonho.

      Boa sorte e nunca desistas! :)

      • Master of Chaos - há 4 anos

        Muito obrigado por dizeres isto, fico muito feliz pelo teu apoio e o de Daniel.

    • Foto de perfil de Facebook

      Flavio Bruniera - há 4 anos

      Com sonhos nunca se deve brincar!
      Corre atrás, rapaz! E não espere os dezoito não. Quanto antes puderes desenvolver algo é melhor. Pra falar a verdade eu fico meio chateado por ter redescoberto o wrestling tão tarde na vida, pois acho que teria me dedicado neste sentido também. Se teria dado certo, não tem como saber, mas eu pelo menos tentaria…

      Vai firme, mas nunca desista de estudar também, hein! Se puder fazer os dois em conjunto é sempre melhor.

      • Master of Chaos - há 4 anos

        Neste ano eu estou cursando o 3º ano do colegial e minhas notas estão boas até o momento, em minhas férias eu regressarei a Portugal por um mês, talvez eu tenha tempo de treinar por algum tempo em alguma academia de wrestling, o único problema, é que o mês só tem quatro sábados e os treinos na academia da WP são pelo que vi só nestes dias. Equipamento, meu primo de Portugal pode me emprestar. Este é meu maior sonho depois de medicina.

      • 619 D-generation X - há 4 anos

        ih cara,vai atras de ser wrestler,medicina hoje em dia ta muito f*da mas nao desista lógico

    • Nuno - há 4 anos

      Master of Chaos gostei mto do k li! As vezes dentro de mim dizia k tu dixes com ganda coisa ke ate tiravas me do serio! Mas cada um tem a sua opiniao so tenho k respeitar! Espero um dia te ver aki a lutar em Portugal e nao so nos outros paises tbm!
      Tbm sonho e muito ser lutador de wrestling hj em dia escrevo storylines e a minha gimmick ke espero fikar cm ela pa smp! Mas tenho o sonho enorme de ir pra NBA!! Max isso e outra historia
      Forca ai mano! Talvez a gente se ve por aqui

  5. DyogoWWE - há 4 anos

    Eu espero um dia também entrar naquele ramo,

    Férias ou não férias; longe ou não da minha família,

    Eu arrisco a dizer k seria um honra n só pra mim mas cmo também pra o meu povo português de terem la um representante

    Todos os sacrificos e esforços n seram reconhecidos se n tentar.mos espero um dia n só virar um lutador profissional,mas cmo tambem representar o meu país.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador