Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Pensamentos #37 – The Wrestler (Parte 2)

Bem-Vindos á 37ª Edição do Pensamentos. Esta é a 2ª parte de uma crónica sobre a vida de um lutador profissional de wrestling. Para leres a 1ª parte, clica aqui.

Nem sempre a glória surge. Nem sempre a futura estrela chega a atingir esse objectivo. Nem sempre os próximos Shawn Michaels, Stone Cold ou Triple H chegam a um patamar sequer parecido com todas essas lendas. A glória não surge sem esforço. A glória conquista-se, todos os dias, todas as noites, dentro daquele ringue.

Certa vez, Undertaker foi visitar o balneário da empresa de desenvolvimento da WWE, na altura a OVW! Quando entrou, Undertaker deparou-se com um balneário “morto”, sem magia, sem vontade, sem querer. Reuniu todos os talentos e disse o seguinte: “Todos vocês têm a mesma profissão que eu. Todos vocês desejam poder dar o passo em frente e subir ao topo da cadeia alimentar. Todos vocês…..Muitos vão falhar. Alguns vão conseguir. E aqueles que conseguem, atingem um nível tão exigente, que metade dos que conseguem subir, acabam por voltar a descer. Mas aquele pequeno grupo que fica, encorpora a profissão nas suas vidas! Vocês são todos um privilegiados. Quando vinha para aqui, passei por dois homens do lixo. Dois jovens como vocês, que se limitam a limpar a merda que vocês deixam na rua, ao sol, á chuva, á neve, por um pagamento rídiculo ao fim do mês. Vocês estão aqui para triunfar, não deitem essa oportunidade fora!”.

Todos aqueles que Taker referiu, aqueles que conseguem aproveitar a subida e ficar no topo, podem considerar largar tudo e simplesmente viver o dia-a-dia. Exercer a profissão de lutador é um privilégio que poucos podem usufruir. O dinheiro, o dinheiro é enorme. Os salários são sempre acima da média, mesmo que se ocupe o último lugar na empresa. Todos se podem considerar bem pagos, pois nem que lutassem todos os dias do ano nas empresas independentes, conseguiam ganhar o mesmo que ganham em meio ano nas empresas de topo. Mas a motivação não pode estar no dinheiro. A motivação tem de estar em fazer o que melhor sabem dentro daquelas quatro cordas. É cair, gritar, sentir. É entreter como ninguém. É atravessar a cortina, esquecer todos os problemas da vida e brilhar. É esquecer drogas, álcool, mulheres, jogo, gatas no cio, papagaios com fome, falta de companhia ou simplesmente falta da família. Depois de atravessar a cortina, o mundo concentra-se naquele ponto. Os olhos estão postos naquele quadrado.

wrestler

É por estas e outras razões, que alguns lutadores se refugiam no mundo mais obscuro e mais perigoso que existe: as drogas! Um lutador cansado, com dores, longe da sua familia, que viaja quilómetros de cidade em cidade, encontra refúgio nas substâncias que o possam aliviar e esquecer, ainda que apenas por momentos, o desânimo e as saudades da sua familia! Muitos lutadores recorrem a este método, como escape aos seus problemas. Não está certo? Claro que não… Podemos condená-lo? Não…. Porquê? Porque simplesmente não sabemos o que se passa na sua cabeça, o que o atormenta e muito menos sabemos o que é estar na seu lugar e lidar com uma mistura de emoções e situações. Devemos aconselhar, nunca condenar. A excepção é feita aos lutadores que usam substâncias para melhorarem as suas performances e/ou a sua forma fisica. Esses sim, são condenáveis, porque ao usarem essas substâncias, estão a dar aos fãs o que não são. Estão a transmitir uma mentira…..

Tudo depende do trabalho, do esforço e da qualidade. O resto vem por acréscimo. Nada é dado. Comportar-se bem, estar saudável, trabalhar duro. São estes os segredos para ter sucesso, num mundo que está cheio de ver fracassos. Poder entrar numa arena cheia, com 80.000 pessoas a gritarem um só nome, com aquele cinto ao ombro ou na cintura, pronto para ter o combate da noite, pronto para estar na luzes da ribalta. Não deve haver nada melhor do que sermos os melhores naquilo que fazemos para colocar pão na nossa mesa ou na boca dos nossos filhos. Ser o melhor, ser sempre o melhor. Tudo se resume a isto! Tudo se resume a ser UM WRESTLER!

See you next week, here on WPT!

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “Pensamentos”.

6 Comentários

  1. Dolph Ziggler - há 4 anos

    Está 5 estrelas este artigo! Muitas pessoas tem o sonho de serem wrestlers, mas este artigo mostra o quão duro é! Estar cansado, cheio de dores, longe da familia e viajar de cidade em cidade quase todas as semanas deve ser bastante duro, apesar de não reparar-mos porque só vemos o que se passa no interior de uma arena. E como diz ai, acaba por ser tão desgastante que alguns se metem na droga. Talvez tenha sido esse o caso do Randy Orton.

    Parabéns! Excelente artigo!

  2. João Macedo - há 4 anos

    Muito bom, principalmente nas drogas aí está bem explicado, muitas vezes o seu consumo por partes do wrestlers é algo que não lhes passa pela cabeça fazer ao início, mas mais tarde não aguentam a pressão.

  3. Mister - há 4 anos

    Perfeito texto

  4. Ao ler o final deste artigo em duas partes, só posso dizer uma coisa: EMOCIONANTE! Captaste a essência da profissão.

    Parabéns!

  5. Vinícius Nunes - há 4 anos

    Graças ao seu artigo percebi o quanto é duro ser um wrestler, o fim precoce da carreira do Edge, a morte do Benoit, o divorcio do John Cena, mostram o quanto é difícil essa carreira, e ela faz com que você tenha que fazer escolhas, e as vezes essas escolhas podem acabar com a vida pessoal de uma pessoa que não mentalizou todos esses passos desde o início…

  6. Jorge Lara Hatschbach - há 4 anos

    Simplesmente PERFEITO lendo isso faz qualquer amante de wrestling se apaixonar ainda mais pelo esporte e mostrar a realidade,que muitos acham que é tudo falso o que eles passam.
    Lendo esses artigos tenho cada vez mais vontade de seguir essa carreira.
    EXCEPCIONAIS ESSES ARTIGOS !!!!!!!!!!!!!!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador