Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Perguntas e Respostas #110

Cá estou eu para responder às vossas perguntas colocadas na semana passada, as quais agradeço e motivo aqueles não seleccionados para o esclarecimento de dúvidas de hoje a continuar a insistir junto dos próximos colaboradores do “Perguntas e Respostas”.

CMelo Achas que não tivesse tido tantas lesões como teve que o Rey Mysterio ainda andava pelo Main Event?

Vítor Costa: Acha que o Mysterio teria se consolidado campeão e ganhado mais títulos mundiais se não tivesse sofrido tantas lesões?

Eu julgo que não e acredito que não é compatível ser luchador ou High-Flyer e não estar habilitado a lesionar-se. Isso vem ao de cima como o azeite na água.

Ele está com 39 anos (nasceu a 12 de Dezembro de 1974) e anda nisto desde 1990. Para o Wrestling praticado (fantasista, mirabolante, envolvente) os anos contam quase como nos animais.

Se outro atleta com uma estratégia de luta diferente e histórico clínico impecável chegar aos 40 anos não significa nada, isso não sucede aos que tentam deslumbrar todas as noites.

É a consequência do ofício a perda de longevidade que noutros dura pelo resguardo praticado. Imaginando que estaria numa forma formidável, serviria sempre aos interesses da empresa pela questão das vendas e por ser aquele eterno face de personalidade intocável.

Contudo, pela reestruturação que Paul Levesque tem implementado na academia de treinos (galinha dos ovos de ouro no presente e futuro) e o rigor na contratação de elementos de fora, não creio que o mexicano continuasse na frente do pelotão, quando a sucessão a ele e a Cena como heróis está reservada a Daniel Bryan, António Cesaro e Roman Reigns.

Rodrigo Neves: Achas que o John Morrison teria estofo para ser wwe champion? Achas que ele algum dia voltará à wwe?

John Randall Hennigan, mais conhecido pelos ring names Nitro e John Morrison, assinou pela WWE para continuar o seu treino, oriundo do Tough Enough.

Saliento isto porque não é normal fazer sucesso após o programa, tendo quase todos os vencedores sido anedotas autênticas.

A verdade é que o que costuma ser uma brincadeira exibiu uma personagem interessante e carismática, mostrando um desportista bonito, habilidoso e com mais valias nesses aspectos que a organização tanto gosta de explorar.

Atendendo-se ao seu currículo quase se esquece os seus anos de castigo entre 2010 e 2011: ECW Champion por uma vez, World Tag Team Champion, Intercontinental Champion, 4 vezes Tag Team Champion, Tag Team of the Year 2005 e 2009, Most Improved Wrestler of the Year 2009…

Até nos anos que citei conseguiu a nomeação como vigésimo sétimo maior lutador pela Pro Wrestling Illustrated. Revitalizou a secção de equipas nos MNM e nos Dirt Sheet e foi a nova face da ECW, onde debutou a 19 de Junho de 2007 e no Vengeance (Night of Champions) foi chamado para suprir a ausência de Benoit pelo cinturão.

Seria inspirado pela sua semelhança ao frontman da banda Doors (Jim Morrison) na alteração de nome e gimnick, participando do segmento “15 Minutes of Fame”, tendo uma música de entrada psicadélica e em câmara lenta e o finishing move “Moonlight Drive”, saído do título duma canção da banda de Los Angeles – Califórnia.

Aproximou-se ainda mais do seu sósia ao ganhar as alcunhas de “Shaman da sensualidade” e “Guru of Greatness”. Tudo apostado no seu triunfo, resolveu-se virá-lo face depois da separação de Miz, ficando difícil de o reconhecer quando pegava no microfone, onde se tornou lastimável.

Sendo exigida versatilidade, ele não cumpriu onde antes era razoável. A traição da namorada no balneário chegou aos ouvidos do Mister “No Chance in Hell”, que o criticou pela atitude de a ter surpreendido com Batista e não ter feito nada.

O seu carácter de “cão obediente” ficou comprovado quando culpou Trish Stratus de ter retirado o lugar no Biggest Stage of Them All a Melina, prejudicando a sua carreira pela sua relação.

Ficou provado não ter estofo para títulos principais e a responsabilidade é sua. Saiu em Novembro de 2011, começando a combater no circuito independente, não sendo descartada a sua volta no futuro.

Persegue a profissão de actor como maneira de melhorar as suas promos, o que demonstra a sua dedicação e intenção de não se despedir já da modalidade e ingressar de mentalidade renovada.

Dcastanho: Miguel, o que acha desta nova feud entre a Wyatt Family (Bray Wyatt) e o Chris Jericho?

GonRodri: Que achaste do regresso do Y2J?

Desde que foi revelado o final da sua carreira a tempo inteiro devido às suas aventuras musicais e no cinema, o seu regresso a 30 de Junho é digno de excitação.

Ele é dos poucos com autonomia e poder de decisão, tendo-nos habituado a cada retorno a uma demonstração de humildade e seriedade.

A sua preocupação é ajudar os necessitados, não fazer dinheiro fácil pela sua presença e ser congratulado. Foi o Y2J que pediu a rivalidade contra a família, que deste modo não baixa a guarda e continua no escalão elevado dos main eventers.

A dado momento, pensei que seria o Miz o protagonista de tal honra, mas poderá ter ficado fortalecido para nova aposta nele naqueles minutos antes do ataque dos Wyatt.

Uma coisa que não poderá fazer é perder tanto. É certo que isso não o desmotiva e pouca diferença faz, mas ele não pode fazer a papa toda para, mal saia, os que lá ficam despejarem-na para o lixo.

É uma falta de respeito e agradecimento ter perdido para Fandango numa Mania e o bailarino desde aí não ter tido nenhuma feud.

Os Wyatt precisam de vitórias e o mestre do “Lion Tamer” entregá-las-à desde que haja limites e seja credível. Ele poderá dar o passo seguinte na valorização da gimnick deles, temendo-os realmente não pelos seus ataques mas ao perceber de que lida com gente perigosa de verdade, cuja fúria não deve ser encarada de ânimo leve.

Miguel Silva: Achas que a wwe vai voltar a dar oportunidade ao Miz como um main eventer ou até mesmo wwe champ?

Carlos Silva Como e que achas que o Miz se vai safar agora que esta de volta?

A 30 de Junho, após hiato de 4 meses a gravar Marine 4, voltou declarando-se o único a ter sucesso em múltiplas plataformas fora da WWE.

Desconfio que aqui houve dedo igual ao de 2002, quando Dwayne Johnson começava a vingar além fronteiras, e isso terá de ser aproveitado.

Está na hora de aceitar o seu percurso anterior ao Wrestling, entretanto recapturado, de estrela de televisão, celebridade etc, porque há muito a retirar daí.

Se antes ele lutava contra esse estigma, podia perfeitamente sair abonado dele. Dizer que prefere estar fora para não ter de lidar com aquele tipo de plateia, que esta não o merece e que o inveja…

Nada de “most see” ou de “estas pessoas pagam para me ver” porque isso não o trará de volta ao main event e já se viu que não resulta.

Ele terá de fazer um apanhado dos anos recentes e conviver com eles para recuperar a confiança.

Terá um longo caminho pela frente até voltar a ser campeão maioritário, por algum lado terá de iniciar e cabe aos guionistas não se desfazer dele, que como vilão é excelente e não foi como face porque o construíram como algo muito distante dos princípios que antes defendia.

Vítor Costa Se pudesse demitir 7 wrestlers do roster da WWE para trazer de volta outros 7, quais seriam?

Uma pergunta colocada quando o plantel acabou de ser submetido a ajustes e ficou equilibrado e servirá para vos dar a conhecer algumas preferências da minha parte.

Uma vez que os excedentários (e uma ou outra decisão nada acertada) foram embora, será mais difícil decidir 7 estrelas a dispensar, logo, dentro daquilo que cada um anda a fazer por lá, despediria os de card inferior, os inactivos ou os que estão a perder potência no ringue.

A fava cairia a estes: Big Show, Darren Young, David Otunga, The Great Khali, Ricardo Rodriguez, Ryback e o Long Island Iced Z.

Para os substituir, e como pedes retornos, vou buscar alguns de escalão mais baixo que podiam ter dado mais e ser melhor aproveitados e outros que não se compreende as saídas por serem portadores de qualidade indesmentível.

Acabo a resposta com os meus recontratados: Steven Richards, Tajiri, Val Venis, Rene Dupree, Goldberg, Lashley e Angle.

LeonardoBR Miguel, achas que Sandow tem como sair desses personagens e melhorar a sua gimmick? Se a resposta for sim, me diga como a WWE poderia mudar a sua gimmick.

A questão é que ele nunca devia ter deixado de ser o “Intelectual Saviour of the Masses”, sobretudo se não havia planos para lhe entregar outra coisa qualquer que não esta estupidez que lhe tem sido preparada desde que o ano passado confrontou o World Heavyweight Champion John Cena pelo contrato da mala MITB e perdeu.

Notou-se que se tornou genérico quando antes conjugava na perfeição tudo o que era preciso para triunfar, desde o tema de entrada à roupa, das promos à maneira elegante e egocêntrica de lutar.

Algo que diverte Vince é arruinar argumentos com sentido e fazer tudo ao contrário. Isso verifica-se na separação de duplas e na perseguição a mid carders preparados para o main event.

Continuando no “Lord of Literacy”, não tendo bastado ser afastado pelo lesionado Cena do objectivo a que a pasta dá direito, quando se pensava que tal ficaria para outro momento e primeiro desafiaria o Intercontinental Champion Big E Langston no TLC, perdeu a “Title Match”.

Foi recambiado para o “sector terciário” em Janeiro de 2014, ao ser o primeiro eliminado do combate Royal Rumble, iniciando uma “Losing Streak” até Maio, incluindo perder para Darren Young e Sin Cara.

A 12 de Maio, começou a proferir comentários “shoot” como insatisfação pela sua posição. Isto é a malta lá de dentro a mandar mensagens a CM Punk e nada mais.

Até acredito que Damien possa ter seguido o instinto do seu antigo colega na suprema promo de 2011 e que lhe tenha sido permitida esta forma de expressão (escrita ou não por ele), mas isto para nós vale zero e entre portas também, eles estão-se a marimbar para ele e as suas queixas.

Até devem partir o coco a rir com as coisas que o obrigam a dizer, como que lhe dando alguma esperança do que era há 2 anos atrás, para a seguir o vestirem num fato de Carnaval e enviarem-no para aquelas encenações ao estilo Eugene ou Charlie Haas.

Portanto, este jobber não recomeçará tão rapidamente a ser valorizado e, a sê-lo, seria com a sua personalidade do passado, pois gajos de barba grande, camisola de manga à cava e mortos por andar à porrada já lá há que chegue.

Fábio Vaz: Com Sheamus a ser USA Champion, qual rivalidade achas que a WWE devia lhe conceder para elevar o belt?

O “Great White” marcou território ao vencer o USA Championship no combate de 20 homens, eliminando o campeão Dean Ambrose.

O título havia sido acessório até então, quando começou uma feud contra o mais recente Paul Heyman Guy. Só que, a 9 de Junho, ao se qualificar à luta de escadote pelo vago título unificado, voltou a haver a distinção entre cintos superiores e inferiores, permitindo a continuidade da sua desvalorização.

O público sabe quais os mais preciosos e os menos, mas isso não devia ficar tão evidente, ultrapassando a margem do que é real e o que não é.

Por muito que custe dizê-lo, mais valia juntá-lo ao Intercontinental, que acabou por ter um torneio para “Number One Contender” e tudo, podendo ir na maré alta que se proporcionou.

Da maneira como está, servirá só para os mid carders e main eventers não se sentirem despidos e prosseguirem a sua estrada que leva a todo o lado menos à elevação do “objecto” que trazem consigo.

Rivalidades para elevar o cinto não julgo que irão existir, devendo aparecer a habitual enxurrada de desocupados como Alberto del Rio, Big E, Bo Dallas, Dolph, Fandango, Miz, RVD e Sin Cara.

Tiago Amaral: Miguel,achas que há uma hipotese de o Seth Rollins fazer cash-in na Wrestlemania,visto que nunca foi feito?

rodrigomcb99: Quando achas que o Rollins fará o cash in?

434 days: Miguel, Achas que o Seth Rollins pode efectuar o cash-in ,bem sucedido, no vencedor do combate no SummerSlam (provávelmente o Lesnar)? Se não aí, quando?

O “arquitecto do escudo” foi o plano alternativo de Hunter à saída de Batista e consequente interrupção da Evolution, a 2 de Junho.

Sob a nova aliança, Seth envolveu-se numa feud contra Dean Ambrose, após ter justificado a traição ao afirmar que os “Hounds of Justice” não eram nada sem ele e que tudo fazia parte da sua progressão.

Foi ele que convenceu o Assassino Cerebral a adicionar o antigo amigo à luta de escadote, da qual sairia vencedor. Foi flagrante que Dean passara de soberano e escolha principal dos três a ser metido no combate por piedade e teve de assistir à sua vitória.

A 30 de Junho, as regras do jogo seriam mudadas ao ser proibido de cobrar o contrato pelo Dean, daí que terá como ficar entretido até ao próximo ano.

Acontece que a Mania 31 deverá ser a da consagração de Roman Reigns como face e ele é o protótipo de representante que Vince gosta, o que torna a cobrança de Seth nesse palco inválida.

Se fosse Daniel Bryan, a Corporação tudo faria para não deixar repetir o ocorrido este ano e o cash-in seria ideal para matar duas finais de Manias seguidas celebradas pelo Goat.

O cash-in terá de ficar para outra altura, numa época mais propícia, de preferência no Cena ou no face Cesaro. Se Cena ganhar novamente a Lesnar e estragar o passo óbvio seguinte ao encerramento da streak (o que eu duvido), Seth deverá festejar neste Verão (no PPV ou programa de seguida).

Se for o “Here Comes the Pain” a prevalecer, é o antigo Cláudio Castagnoli a virar-se contra o seu manager e provar o que consegue fazer a solo.

ivan albuquerque Com o Intercontinental Championship vago, quem achas que seria um nome bom para conquista-lo?

Não sei o que se passa no balneário para esta cópia da Selecção Nacional no Mundial! É que agora é costume o campeão, que até o ser avança num longo caminho, lesionar-se e fazer cair por terra os projectos que os fãs (e os argumentistas) iam delineando para ele.

A 30 de Junho, Michael Cole anunciou a cirurgia e recuperação demorada de Wade, destituído do Intercontinental Championship.

Seria óptimo mais uma espécie de táctica verosímil para a sua elevação, como foi o torneio para apurar o candidato. O problema é que, ainda fazendo isso, o seleccionado a deter o cinturão pode não possuir a confiança imprescindível à manutenção da melhoria de tratamento que lhe havia sido dado.

Adam Rose podia ser uma boa solução para cair nas graças definitivamente, bem como podia preparar o funeral da relíquia, tudo dependendo se com ela destacaria o estilo de vida festivo ou se entrava no ringue para entregar tudo o que já lhe foi reconhecido.

Big E e Alberto del Rio são viáveis, Bo Dallas podia iniciar-se por aqui e a crença “Boliever” até teria resultado convincente, Damien e Dolph estão a precisar disto como de pão para a boca.

No entanto, Fandango podia aqui reaver a oportunidade perdida aquando da sua lesão, isto se tivesse sido construído como apto a tal, o que lamento que não seja verdade.

O dançarino seria a minha opção mas está muito complicado tornar-se campeão legitimamente duma hora para a outra. Miz e Rusev, pelo push, podiam chegar lá, e RVD teria um último grande reinado, podendo atribuir alguma nostalgia dos tempos em que foi um dos nomes ligados ao cinturão.

Porém, essa relação ao passado não podia ficar travada, sendo salva pelo excelente uso que o Mister “5 Star Frog Splash” tem usufruído e ele merece-o depois de ter aberto terreno aos vencedores das finais que disputou.

Titus, Sin Cara e Xavier Woods teriam a sua inscrição permanente no mid card se saíssem beneficiados deste presente, contudo, no momento actual onde os planos estão traçados quanto a subidas e descidas no roster, deverão ficar de fora.

Carlos Silva: O que tens a dizer sobre um John Cena 15 vezes campeão mundial?

Era esperado, fruto do infortúnio de outros, e não me motiva muita discórdia porque sei que não era a prioridade e recolheu os louros por “desistência”.

E olha que falando-se no Cena isso não é nada pouco… Fará a transmissão do testemunho ao Lesnar para, aí sim, surgirem aqueles que começam a ter destaque como os “empreiteiros” das fases seguintes por que a companhia passará.

É a segunda vez nos tempos recentes que ele é chamado a ser campeão de transição e que começa a perceber que ultrapassará Ric Flair mas com muito menos importância e mais numa de cálculos e estimativas. Só me choca certos reinados da treta dispensáveis, quando muitos saíram prejudicados desse investimento teimoso e lendas e honorários do Corredor da Fama nunca tiveram sequer um Campeonato Mundial de Pesos Pesados para amostra, quanto mais o que leva gravado o nome da federação.

Não finalizará a sua preponderância para as finanças de Stanford tão cedo, mas é bom sentir estes ventos de mudança suaves e uma nova brisa fresca no nosso rosto.

Termino esta participação agradecendo o vosso contacto, o qual espero ter satisfeito. Anuncio de igual forma o João Pereira (Onde Andas Tu?) como o próximo participante da edição de dia 16.

Por isso, façam as vossas perguntas e insistam até as vossas dúvidas ficarem esclarecidas.

Sobre o Autor

- Escritor do artigo “The People’s Elbow”. Nascido a 25/2/90 na margem Sul, fã desta modalidade desde 2009.

32 Comentários

  1. joaomorgado - há 2 anos

    Isto mais parece uma crónica do JN do que um perguntas e respostas.

  2. Miguel_Uso - há 2 anos

    Miguel , na pergunta do Vitor Costa acho que na lista dos lutadores que substituías ,o jeff hardy não poderia entrar nessa lista? :o

  3. johnsil107 - há 2 anos

    O que achas do Main Event do Battleground entre Cena, Reigns, Orton e Kane?
    Achas que sao as superstars ideiais para este combate?
    Quem saira campeão?

  4. rodrigomcb99 - há 2 anos

    Obrigado por responderes á minha pergunta
    Pergunta para a próxima semana: Se Lesnar regressar e vencer o titulo no SummerSlam ate quando ele ira ser campeão?

  5. Rodrigo Neves - há 2 anos

    Obrigado por responderes à minha pergunta:
    Pergunta: O que achas desta possibilidade: Reigns ganha royal rumble de 2015, Ambrose ganha o titulo wwe whc no Elimination Chamber mas sofre cash in por Rollins, e na Wrestlemania uma Triple Threat Match: Reigns vs Ambrose vs Rollins (c) pelo titulo em que Reigns ganha.

  6. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    João, qual a tua opinião sobre wrestlers japoneses nas maiores produções mundiais de Wrestling ? Achas que deveriam ser mais trabalhados a nível criativo ? Isto apenas porque nunca vimos um wrestler oriundo dessa zona a vingar no Wrestling Americano .

  7. RVD_77 - há 2 anos

    Não concordo em toda a gente(WWE universe, principalmente) querer despedir o ryback pois acho que se fosse bem aproveitado poderia dar um grande heel.

  8. ViniciusRodriguesS - há 2 anos

    O que acha de Stardust? Acha que cody vai continuar essa personagem ate a WM? E se Goldberg voltasse, quem seria um ótimo adversário? E o que achas de SamiZayn?

    Descupem pelas muitas perguntas kkkkk

  9. Julio - há 2 anos

    João o Randy Orton tem como voltar a ser aquele heel de 2009 que dava ódio ou nunca mais veremos esse Orton?

  10. simaomatos12 - há 2 anos

    Achas que se Benoit não tivesse morrido, os wrestlers da wwe ainda usavam o chair’s shot ou qualquer outra coisa de pancadas na cabeça em outro wrestler?

  11. John_3:16 - há 2 anos

    O que tens a dizer de um possível regresso dos dudley boys ?

  12. FabioVazz - há 2 anos

    Obrigado pela resposta. Ao João:

    ” Acreditas num possível retorno de Brie Bella para fazer uma match contra Stephanie McMahon, levando em conta as investidas da mesma contra Nikki? Achas que seria um bom conceito de match, ainda mais por envolver a Divas Division?

    • The Hurricane - há 2 anos

      Acha que seria bom ter combates pelo Divas Title dos tipos Triple Threath, Fatal 4 Way … Não acha que combates 1-1 ja estão a enjoar ???

  13. ygor - há 2 anos

    o que espera do ppv seguinte achas que pode ter aluma surpresa ou algum retorno

  14. MrW0lf - há 2 anos

    O que achas do retorno de Matt Hardy à TNA? Ira ele fazer tag team com o irmão? Ou serão rivais?

  15. LoveWrestling - há 2 anos

    João vou-te fazer 2 perguntas. Se o Cm Punk regressasse achas que ele lutaria pelo W WE World Champion? Com os shows apresentados da wwe achas que a wwe ta a perder fans?

  16. The Hurricane - há 2 anos

    Acha que seria uma boa Bo Dallas entrar em feud com o irmão dele ou pelo menos ainda não ???

  17. ivan albuquerque - há 2 anos

    Se pudestes trazer apenas um wrestler de outra companhia para a WWE, qual seria?

  18. Nani - há 2 anos

    Qual a tua opiniao sobre o Rene Dupree ?

  19. MARCOS THE FELLA - há 2 anos

    VOCÊ ACHAQUE SHEAMUS TEM CHACES DE TITULOS MAIORES COMO O WWE TITLE

  20. LeonardoBR - há 2 anos

    João, achas que no Destination X, Sanada irá largar o X-Division Championship, e lutar pelo TNA World Heavyeheight Championship? E o que se espera do novo Samuel Shaw?

  21. Iago_Awesome - há 2 anos

    O que achas que o futuro reserva para o The Miz depois dessa ´mini` feud com o Jericho?

  22. FRANCINE - há 2 anos

    gostaria de saber sua opinião sobre cada diva da wwe e cada diva do nxt, poder ser no minimo 2 linha sua opinião por faovr ? e quem você gostaria que tirasse o titulo de aj e charlotte ?

  23. Jardel Mateus - há 2 anos

    O que vc achas sobre o Bram e o EC3?Achas que poderão chegar um dia no Main-Event da TNA?Quem achas mais talentoso entre esses dois atualmente?

  24. Mikemxx - há 2 anos

    Bray Wyatt, Cesaro e Roman Reigns. Nomes considerados por muitos , o futuro da WWE. Concorda João?Por quê?

  25. Albertowwe - há 2 anos

    Muito tem sido discutido entre os fãs da WWE, a limitação de moves de Roman Reigns.O que você acha que a WWE deve fazer em relação a isso?

  26. Mr.WrestleMania - há 2 anos

    João, o combate pelos Tag Team Championship é um combate de duas ou três quedas entre os Usos e os Wyatt’s o que se pode esperar dessa luta, teremos novos Tag Team Champions?

  27. anonymous - há 2 anos

    Se o Umaga não tivesse morrido achas que ele poderia ter se tornado numa das faces da wwe?

  28. Diogo Filipe Soares - há 2 anos

    João, quando é que achas que o Randy Orton volta a ser face?

  29. henrique - há 2 anos

    O que esperas da feud Cena vs Lesnar comparando com 2012?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador