Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Perguntas e Respostas #26

Esta semana o Perguntas e Respostas regressa em formato familiar, o que significa que temos um edição exclusivamente dedicada à Total Nonstop Action. Desde já agradeço a participação de todos os que enviaram questões.

Devo sublinhar que as perguntas esta semana foram poucas, mas provavelmente terá sido uma das melhores edições a que tive oportunidade de responder. Muito obrigados a todos, pois sem a vossa contribuição não seria possível cuidarmos tão dedicadamente da família TNA.

Vamos ao que interessa:

Jorge como sabes também sou fã de TNA e gostaria de saber o que você achou da TNA ter tirado o #1 contender’s match ao James Storm, fazendo ele ganhar o combate no ppv Turning Point e no impact wrestling perde para bobby roode e perde a oportunidade de disputar o titulo do Jeff Hardy. Dá a entender que eles erraram no ppv. (valugi)

Valugi na minha opinião a TNA cometeu um erro ao dar a vitória ao James Storm no Turning Point, isso é verdade. Mas não acredito que o facto de o Bobby Roode ter reconquistado um title shot logo na semana seguinte, não foi consequência desse erro. Aliás temos percebido que a TNA tem planeado as histórias com bastante antecedência. Penso que a ideia será mesmo termos um Triple Threat Match ou no Final Resolution ou no Genesis. Pergunta-se então, a TNA tomou a decisão certa? Bem, as consequências foram péssimas para a construção do James Storm como um futuro campeão, mas a verdade é que este não é o momento de termos o James Storm na luta pelo título. Justifico isto recuando uns bons meses, ao tempo em que o Bobby Roode era campeão mundial. Precisamente no Lockdown quando o Storm perdeu o combate para o Roode, a ideia de um último acerto de conta entre os ex-Beer Money ficou evidente e seria no BFG, quando Storm vencesse a BFG Series. Ora o que a TNA não planeou foi Austin Aries. O The Greatest Man that Ever lived ganhou o título a Bobby Roode e ficou com toda a atenção dos fãs sobre ele. Com o estrear da história dos Aces and 8s, a rivalidade entre Storm e Roode arrefeceu e a caminha de Storm para o título mundial, que estava a construída em torno da sua vingança a Roode, acabou por perder interesse. Neste momento, a TNA claramente já percebeu que os fãs não estão ainda motivados o suficiente para aceitar Storm como campeão mundial. Acredito que isso levará algum tempo a ser construído novamente e parte da razão por ter sido retirado este title shot a Storm vem exactamente de a TNA perceber que precisa novamente de mais tempo para construir o babyface que era o Cowboy.

Como você acha que ficará o Austin Aries, o que você acha que ele vai disputar? (valugi)

Valugi confesso que fiquei muito surpreendido quando o Austin Aries foi escolhido para um combate pelo titulo da X Division, mas o meu melhor palpite é que a recente aparição de Austin Aries a defrontar RVD terá sido pontual e mais para efeito da storyline que envolve Brooke Hogan e Bully Ray. Para além de gostar imenso do double A, acredito que a TNA sabe o que ele representa em termos de futuro para a organização e muito em breve ele estará de volta à luta pelo título mundial e penso que não estarei enganado se arriscar escrever que isso poderá acontecer já em Março no próximo Lockdown.

A TNA possui inúmeros talentos jovens, porém há um no roster da empresa que vem sofrendo por causa de graves lesões. Chris Sabin se lesionou e ficou quase um ano afastado, voltou e lutou sequer quatro meses, para lesionar-se novamente e ficará mais um tempo afastado. Quando Chris Sabin voltar, acha que ele terá um bom futuro na empresa? Como? (AwesomeTheMiz)

Boa Pergunta TheMiz. Vou responder de duas formas, aquilo que eu queria que acontecesse e o que penso que vai acontecer em relação ao futuro do Chris Sabin. Para mim assim que o Chris Sabin recuperasse eu tratava de trazer de volta o Alex Shelley para a TNA e com isso regressavam os MotorCity MachineGuns. A TNA precisa urgentemente de repensar a divisão de tag-team e que forma melhor de o fazer ao trazer de volta uma das mais carismáticas equipas da história da organização? Contudo, penso que assim que Sabin recuperar deverá regressar à X division como lutador de singles. Dado o pouco destaque que a X division tem recebido, não sei se nessa altura o Sabin não vai reconsiderar o seu futuro e tal como o Alex Shelley, pedir para sair nem que seja para uma promoção do circuito indy. Mas sinceramente espero que o futuro esteja mais próximo daquilo que eu gostaria, pois adoraria ver o regresso dos MCMG.

Jorge a Tna está passando um grande momento com a história dos aces & eights e quando essa storyline terminar,achas que a Tna conseguirá fazer outra história tão cativante que nem essa? (Mateus2330)

Inspirando-me até na série televisiva Sons of Anarchy (onde a TNA foi igualmente se inspirar para criar os Aces and 8s), eu não vejo que os Aces precisem de terminar. Todos nós sabemos que as stables aparecem e são destruídas meses mais tarde. Mas a TNA poderia criar um grupo que se mantivesse activo ao longo dos anos e penso que poderia funcionar sem se tornar cansativo. Tudo passaria por uma história bem contada. Repara, os Aces podem ser um grupo que estão sempre abertos a receber novos “prospects” ou seja lutadores que terão que mostrar o seu valor para fazerem parte do grupo. Não vejo problema em que hajam lutadores que abandonem o grupo (e por exemplo fiquem na TNA como lutadores regulares) e logo temos várias histórias que podem conduzir a isso mesmo, desde traições, a incompetência…Aliás essas saídas até podem ser usadas em storylines que deixem a dúvida sobre quem é leal a quem. Mais, os Aces podem lutar pelos títulos ou não, podem igualmente apenas querer controlar a TNA. No caso do roster da TNA ameaçar destruir os Aces, tal como acontece com a série de TV, podemos ter a participação de outros “gangs”. Imaginem uma espécie de filial de Aces and 8s mas vindos do México e aí teríamos os talentos da AAA a juntarem-se aos Aces para defrontar a equipa TNA. Em determinadas alturas os Aces têm até condições para aceitar ajudar a TNA ou o Hulk Hogan e serem temporariamente faces. O próprio grupo pode ter as suas histórias internas, lutas pelo poder, intrigas resolvidas dentro do ringue. Eu vejo imenso potencial no que a TNA pode fazer com este grupo e penso que funcionaria. Mais em concreto em relação à pergunta, é certo que novos stables irão aparecer. Há vida depois dos Aces and 8s e esta equipa criativa tem mostrado muita competência.

A minha pergunta centra-se na X-Division, o que achas que a TNA tem pensado para o Zema Ion, não achas que seria mais rentável a TNA valoriza-lo com a vitória sobre o RVD e uma feud com este para depois rivalizar com o Sorensen, em estilo de uma vingança deste com o título em jogo ? Quem pensas que poderia ser um excelente campeão vindo das indys, com o impacto que o AA teve sobre o título ? (Vince IT Factor)

Vince deixaste um conjunto de perguntas muito interessante e em parte até já sabes a resposta, pois temos debatido o tema “RVD” no chat e nos comentários relacionados com a dizer. Por muito que possam argumentar que o nome RVD vende e é rentável para a TNA, eu como alguém que gosta e acompanha a organização não consigo aceitar as decisões que a TNA toma em relação ao RVD. O RVD tem muito mérito em tudo o que conquistou na sua carreira e em ter desenvolvido um gimmick forte e um estilo de combate muito personalizado. Mas os anos passam e tudo tem que evoluir, mudar ou adaptar. Para mim o RVD ficou parado no tempo, mas o tempo não parou. Ele não consegue fazer hoje o que fazia há 20 anos na ECW, nem o seu personagem funciona hoje com o mesmo impacto de há 20 anos. Penso que a TNA já deveria ter aprendido a lição, que a nostalgia não garante nenhum crescimento e o RVD é exactamente isso, um relembrar do passado, do que foi a ECW. A TNA não pode viver disso, nem prejudicar os seus talentos mais novos, dando tempo de TV e títulos ao RVD, ainda porcima tratando-o como se ele fosse praticamente imbatível. É o maior erro que a TNA está a cometer neste momento e de forma muito fria, defendo a saída do RVD da TNA. Dito isto, torna-se obvio que a derrota do Zema Ion contra o RVD no último Bound For Glory me indignou. O Zema Ion é um talento jovem, que estava a vender muito bem aquele discurso “eu sou campeão da X division, e já não tenho concorrência na divisão até porque os lesionei a todos”. Era algo quea TNA deveria ter continuado a construir, para preparar o regresso de Jesse Sorensen e claro que ai teríamos uma luta clássica de herói vs vilão. Podemos ver que desde que o RVD ganhou o titulo, não voltamos a ter essa construção da história, nem sequer do próprio Ion. Para mim o RVD é hoje um problema enorme, por toda a protecção que a TNA lhe confere. De resto, penso que a X division precisa de tempo de TV para mostrar os seus talentos, em particular o Kenny King (que ainda não teve uma oportunidade séria) e futuramente nomes como o Sonjay Dutt, Christian York ou o Joey Ryan. Espero que em breve o TJ Perkins regresse à TNA e seria bom que a X Division voltasse a apostar em talentos como o Rubix, Scorpio Sky ou o Jack Evans. Da cena indy, Prince Devitt, Adam Cole, Roderick Strong, Davey Richards, Johnny Gargano, Kenta e até o Colt Cabana seria interessante.

Jorge, o que tens a dizer sobre o cinturão do Hardy? Pensas ser positivo o facto de alguns wrestlers exibirem o seu próprio título ou pensas que deveria ser sempre o design normal, em todos os lutadores? (João Macedo)

O Jeff Hardy parece ser uma pessoa extremamente criativa. Sinal disso são os diferentes projectos que ele vai mantendo fora dos ringues, quer na música, quer na arte. Penso que a TNA e o próprio Hardy já compreenderam que parte da estabilidade emocional ou psicólogica dele vem da sua capacidade de conciliar todas estas necessidades que ele tem de se exprimir. Contudo, não vejo com bons olhos que essa criatividade se extenda aos títulos da TNA. Apesar de gostar do design criado por Hardy, penso que a sua criação poderia ser usada de forma diferente (por exemplo, como parte de um gimmick mais heel ao estilo “eu não preciso dos vossos títulos, eu tenho o meu”), mas nunca em substituição de algum título. Independemente do lutador, o mais importante deve ser o cinturão. O cinturão é o simbolo, é o ouro pelo quais os atletas competem e que confirma o valor e o talento deles. Como simbolo, ele representa também a própria TNA e nunca deve ser subjugado a um atleta ou a um grupo. Se recordarmos os dias da WCW, o titulo mundial de então teve as letras nWo pintadas por cima do próprio titulo, como parte de um desafio/oposição à organização. É este tipo de simbolismo que é importante defender e tal só se faz se os títulos se mantiverem relativamente “estáveis” ao longo do tempo. Por isso, seja Hardy ou outro qualquer, os títulos não são dos lutadores, são conquistados por eles e não devem de forma alguma ser personalizados.

Caro Jorge, quem pensas que serão os outros membros (além do DOC e do Devon) por detrás dos Aces & Eights? (PAC)

A TNA tem planeado a história dos Aces and 8s com bastante cuidado. Parece-me que além de Devon e DOC já revelados membros dos Aces, é quase evidente que Wes Brisco será mais cedo, ou mais tarde confirmado como parte dos Aces. Também provavelmente Mike Knoxx e D’lo Brown estarão igualmente envolvidos. Arriscaria ainda os nomes de Jay Bradley, Garrett Bischoff (infelizmente) e Chris Masters. Quanto ao líder, continua a ser uma verdadeira incógnita, mas esse mistério também ajuda a nos manter interessados.

Achas que Booby Roode podia envolver-se noutro tipo de storylines que não o World Heavyweight Championship ou pelo contrário? (Miguel Carlos)

Miguel basta ver o exemplo de outras organizações, para perceber que mesmo os nomes mais importantes da organização ficam algum tempo fora da rota do titulo mundial. Na TNA, podemos confirmar isso olhando para lutadores como Samoa Joe, Kurt angle, Sting, AJ Styles ou Mr. Anderson que já foram campeões mundiais e que agora nenhum deles está sequer perto de lutar pelo titulo. O mesmo acontecerá com Bobby Roode eventualmente, que apesar de um forte candidato ao titulo mundial, no futuro terá certamente que “descansar” o seu gimmick e nessa altura poderá até regressar como parte dos Beer Money ou envolver-se numa feud mais pessoal, sem qualquer interesse pelo titulo. Se me perguntares se esse descanso vai acontecer em breve, eu espero e acredito que não, pois a TNA actualmente precisa de Bobby Roode na luta pelo título mundial.

Jorge, achas que a TNA deveria investir pesado no estilo hardcore, para atrair aqueles fãs antigos de WWE que nao gostam da PG? (FábioVaz)

Fábio penso que a TNA tem a dose certa de Hardcore neste momento. A TNA nunca foi uma organização Extreme e não o deve pretender ser (como tentou ao contratar uma série de lutadores ex-ECW em 2010). A vertente hardcore deve ser usada inteligentemente, como forma de ampliar o efeito dramático e emocional de um combate e/ou de uma história. Se os combates em que um lutador acaba banhado em sangue forem demasiado frequentes, o efeito de choque perde-se, torna-se banal. Agora imagina uma rivalidade trabalhada durante um ano, terminar num PPV, em que o combate é sem desqualificação. O público sabe que aquele é o capitulo final, aquele é o combate em que vai haver sangue, suor e lágrimas. O sangue será um elemento extra para mostrar a violência da rivalidade. Em alguns momentos, os elementos hardcore são até especiais. Os fãs esperam que uma rivalidade bem construída que envolva o Abyss ou o Bully Ray (por exemplo) deve terminar num combate com armas. O Hardcore Justice deveria ser um PPV exactamente construído para o uso de regras mais extremas. Este doseamento da violência, do sangue, do uso de armas é o que torna os combates mais hardcore tão especiais. Na minha opinião, a TNA consegue equilibrar isso bastante bem nas suas histórias e penso que após o que aconteceu em 2010 e 2011, a TNA já percebeu não precisa de mostrar sangue todas as semanas para se distanciar de um produto PG. Basta que os fãs saibam que a TNA tem a liberdade de não ser PG quando quiser e que essa liberdade vai acabar por ser usada no momento certo.

Jorge, acompanho a TNA desde 2009, não me considero um fã (até porque o tempo não me permite acompanhar regularmente a empresa) mas sem dúvida daquilo que vejo, tenho gostado imenso do produto. Gostava de saber a tua opinião sobre o Douglas Williams. Realmente sempre vi nele grande potencial, um wrestler extremamente técnico, sei que ele já tem 40 anos, mas sempre pensei que viesse a ter um grande futuro na empresa, até porque me pareceu sempre em boa forma tendo em conta a idade que tem e que poderia proporcionar mais uns 5/7 anos ao mais alto nível. Ouvi falar algo que ele está a treinar wrestlers mais novos, penso que na OVW. Mas gostava sinceramente de saber o que tu achas dele e se não o quererias no roster principal ao invés de estar no território de desenvolvimento? (não menosprezando os bons ensinamentos que acredito que ele possa estar a passar aos mais novos) (TheGoldStandard)

Todas as pessoas que me deixaram perguntas esta semana não me irão levar a mal, mas para mim esta é a pergunta da semana. TheGoldStandard colocas uma excelente questão, sobretudo porque me surpreendeu totalmente. É muito frequente procurar-se informação acerca dos nomes mais sonantes das promoções de Wrestling que seguimos. Coisa rara é alguém ser tão assertivo numa questão sobre um wrestler que ficou perdido durante anos no roster da TNA. Temporalmente vou responder à tua questão de frente para trás, do futuro para o passado. O futuro de Williams na TNA parece estar a distanciar-se dos ringues. Não devemos pensar que esta decisão foi tomada contra a vontade de Williams, mas tanto quanto se sabe foi o próprio atleta a optar por ter um papel mais activo nos “bastidores”. Aliás, William assinou o mês passado um contrato de dois anos com a TNA o que prova que ele será um nome importante para o futuro. A questão é: que futuro é esse? Como referiste e bem, Williams está a trabalhar de forma muito próxima com a Ohio Valley Wrestling (território de desenvolvimento da TNA). As suas funções passam por treinar os novos talentos da organização, além de ele próprio estar a combater naquela promoção (que para mim é igualmente uma forma de promover os atletas mais novos). Tal como no passado, não duvido que Williams vá aparecendo na TNA, sempre que necessário, mas não devemos contar com nada muito relevante da sua parte. Por muito que me custe dizer isto, no presente Williams é um jobber no roster da TNA. Quanto ao seu passado, o Williams nunca conseguiu vingar na TNA e não entendo o porquê de ele ter sido tão mal aproveitado. Praticamente a TNA só se lembrava de Williams a quando das Tours no Reino Unido ou da extinta World X Cup. Ele é um lutador técnico clássico, que se enquadra no estilo de grandes nomes como Chris Benoit ou Dean Malenko. Em 2009 e até 2010, a parceria com Magnus e Rob Terry (chamada de British Invasion) parecia ter potencial para animar a divisão de tag-team, mas os British Invasion não demoraram a ser relegados para alguns combates no TNA Xplosion até desaparecerem por completo. Há algumas semanas, penso que foi o Hulk Hogan ou o AJ Styles que numa entrevista dizia que a TNA tinha “deixado cair a bola”, ou seja, tinha desaproveitado o potencial de Magnus, com a desculpa de ser muito novo e que tinha tempo. Penso que a mesma ideia se aplica a Williams.

Mais uma vez obrigado a todos pelas vossas excelentes questões sobre a família TNA. Já sabem que devem dirigir as vossas perguntas à autora mais aclamada do Wrestling – Salgado.

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

17 Comentários

  1. danielLP21 - há 4 anos

    Excelente Jorge, só não concordo com a questão da personalização de títulos. Não vejo mal nenhum em que um lutador tenha um título apenas seu, mas compreendo perfeitamente os teus argumentos.

  2. Ricardo Cinza - há 4 anos

    Excelente Jorge…
    Grande artigo!

    • Yan_WWE - há 4 anos

      Salgado, Gostarias de um heel turn para cena? Oque deveria mudar para WWE voltar a ser tão boa quanto era antes?

  3. AwesomeTheMiz - há 4 anos

    Obrigado mais uma vez por responder a minha pergunta. É claro que também gostaria de ver um regresso dos MotorCity MachineGuns, pois, no momento, apenas vejo Daniels & Kazarian e Chavo & Hernandez como duplas talentosas da empresa. Porém, com o regresso de Sabin, não vejo muito futuro para ele na empresa também.

    Passando a questão para Salgado:
    Toda empresa tem o wrestler que é a “sua cara”, no caso da WWE é John Cena, mas já foi The Rock e Hulk Hogan. Olhando o atual roster da WWE, assim como as personagens, que você acha que irá ser o wrestler substituto de John Cena, que poderá ser o principal lutador da WWE daqui alguns anos?

  4. Mateus2330 - há 4 anos

    Salgado : Pra quem você gostaria que Cm Punk perdesse seu titulo?

  5. Andre Carrão - há 4 anos

    o que gostarias que ancotesse no road to wretlemania e wretlemania

  6. Paradox - há 4 anos

    Qual é que achas que vai ser o adversário do Undertaker na WM?(se ele lutar como é óbvio)

  7. RuiFerreira222 - há 4 anos

    Salgado, qual a tua opinião sobre a maior parte dos últimos lutadores a saírem do roster falaram mal de John Cena?
    .Achas que os wrestlers de Main-Event têm importância nas acções das empresas? (Seja WWE, TNA, ROH, etc.)
    .O que achas que vai acontecer agora pela rivalidade do WWE Championship visto que Punk, infelizmente, está lesionado?

  8. TheGoldStandard - há 4 anos

    Muito bom Jorge e muitíssimo obrigado por responderes à minha questão, e ainda mais agradecido por teres considerado a minha questão como a melhor da semana! :) Como escrevo pouco aqui talvez passe despercebido e também é por isso que te tenhas surpreendido, mas é como te digo, o tempo não me permite muito mais! Nutro paixão pelo wrestling, mas não posso acompanhar o quanto gostaria! Mas voltando ao cerne da questão concordo com tudo o que disseste! Douglas Williams se bem ”oleado” poderia ter proporcionado grandes combates técnicos com Kurt Angle, Samoa Joe, etc… Sempre me fez confusão, um tipo com o talento imenso dele nunca ter estado realmente no topo da empresa! Mas enfim, agora realmente acho que irremediavelmente e para desilusão dos fãs de DW ou pelo menos daqueles que gostavam de o ver ele está destinado a um ”papel secundário” se é assim que posso chamar, dentro da Empresa! Mas o papel de treinador de desenvolvimento é de destaque sem dúvida e creio que poderá ajudar os novos talentos de um modo muito positivo! Cumprimentos e continua a escrever os teus magníficos artigos! TNA RULES #

  9. guilherme - há 4 anos

    O Que acha do Roster das Knockouts atualmente, com perda de grandes nomes da Empresa com as The Beautiful People, a Knockouts Division deu uma caida?

  10. Miguel Carlos - há 4 anos

    Obrigado pela resposta, Jorge.

    Salgado:
    Achas que os The Shield e/ou Brad Maddox estão a trabalhar/trabalharam para CM Punk?

  11. Enigma - há 4 anos

    Infelizmente não posso mais ficar no Chat do Impact, pois estou num emprego novo onde tenho que acordar apenas 2 horas depois que acaba o show.

    Mas fiz questão de ler a tua edição do Perguntas e Respostas, pra mim não existe alguém que demonstre tanta sabedoria em língua portuguesa quando o assunto é TNA do que você.

    Gosto bastante do Chat do Impact, é ótimo.

  12. Silveira - há 4 anos

    Qual era a tua feud preferida se pudesses escolher?Descreve-a.

  13. Pedro_Ryback_Mysterio - há 4 anos

    a WWE tem dado muitas chances para o CM PUNK. Achas q eles estão certos ou não, o CM PUNK não merece essas chances?

  14. Vince It Factor - há 4 anos

    O artigo está fantástico Jorge, adoro a forma como abordas todas as perguntas e respostas !

    Obrigado por responderes à minha questão, eu concordo com tudo o que disses-te, acho que a TNA de certa forma prejudicou o Zema Ion, ao fazê-lo perder para algo tão batido como o RVD, quando podia fazer ganhar o Ion e iria valoriza-lo imenso como campeão, e fiquei feliz por a minha ideia da feud com o Sorensen, achares muito positiva, acho que seria muito bom mesmo, mas com o título em jogo, para mim seria a cereja no topo do bolo, daí credibilizar o Ion, que foi o que não fizeram ainda..

    Dos nomes que mencionas-te, adorava ver mais do Kenny King, admito que me cativa imenso o ritmo de luta dele e a forma como vende as manobras, o York também é muito bom, mas penso que tem ainda que ganhar um pouco mais de ritmo.. O Sonjay também gosto, assim como Ryan, são todos muito bons. Os indys que mencionas-te há 3 ou 4 que não tenho o devido conhecimento para opinar, mas os que conheço, sem dúvida alguma podiam dar muito à X-Divion, assim como ao main-event, e ao futuro geral da empresa.

  15. Tiago Belinha - há 4 anos

    Há quem diga que o damien sandow vai ser a próxima estrela da wwe, por ter sido treinado pelo triple h, não achas que a wwe podia apostar a melhorar a sua gimnick ( neste momento não é muito boa)?

  16. FábioVaz - há 4 anos

    Obrigado pela resposta Jorge.

    Salgado: Você como mulher e apreciadora de wrestling, deve talvez ligar minimamente para o estado atual das Divas. Não seria uma boa ideia voltar o Diva Search por exemplo que revelou Divas ate boas à companhia?

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador