Piledrivin’ Everyone #16 – #Xatiado

Bem vindos, novamente, ao Piledrivin’ Everyone! Depois de um longo e tenebroso inverno, volto a escrever, e dessa vez sobre um assunto que certamente diz respeito a nós, fãs de wrestling: aqueles momentos em que aquilo que vemos em ringue (ou fora dele) não nos agrada.

cena_xatiado

Muitos do que diariamente passam pelo WPT e comentam os artigos e ainda os que frequentam nosso chat, demonstram suas preferências, definidas pelo nick escolhido. Fazendo uma pesquisa rápida agora, enquanto escrevo, me deparo com nicks que facilmente denotam seus ídolos, ou alguém tem dúvidas de quem seu dono é fã ao ler Dolph Ziggler Show OffJohn Paulo Cena Jr Jr3:16PUNKThe Rock FTW? Mas o que isso tem com decepções? Bem, nem sempre o seu wrestler preferido vai vencer, e muitas das derrotas podem causar desgostos, e muitos chegam a mudar suas preferências.

Vamos falar sobre fatos recentes (outros nem tanto) e conhecidos por todos, mas que certamente causaram muitas e diferentes reações, nos mais diferentes tipos de fã.

ultimate_warrior

O primeiro motivo de tristeza entre os fãs de wrestling são os falecimentos e um deles é muito recente: Brian James Hellwig, The Ultimate Warrior. Sua morte não poderia ser mais marcante: após sua indução ao Hall of Fame na noite anterior à Wrestlemania XXX, em que fez uma aparição. Na noite seguinte, apareceu em um Monday Night Raw depois de 18 anos e fez um discurso memorável, com muita emoção. Uma lufada de ar fresco a todos os fãs saudosistas. Mas o dia seguinte nos reservava a notícia que nem o mais pessimista e trágico fã poderia imaginar: The Ultimate Warrior faleceu. Infelizmente, essa é uma situação que nem o melhor booker poderia escrever, nem mesmo evitar. Aqui, poderia citar outras mortes, pelos mais diversos motivos, como a de Umaga (como eu gostava dele à época), Chris Benoit (suicidou-se, após assassinar sua família), Owen Hart (devido a uma queda de 24 metros até o ringue) e o inesquecível Eddie Guerrero (ataque cardíaco fulminante).

alberto_del_rio

Ainda temos os despedimentos, e nesse caso, temos diversos motivos: desde problemas com álcool e drogas, passando por cortes de despesas e chegando aos problemas disciplinares, e neste último quesito, Alberto del Rio se destaca como a última vítima. Depois de problemas com um funcionário de bastidores, seu conturbado e contraditório despedimento foi anunciado. Assim, um potencial top-heel da companhia (sim, poderia) deixou seus fãs – podem não ser muitos, ok – entristecidos. E poderíamos citar outros, em outros tempos, como Mason Ryan (eterna promessa), Beth Phoenix (que carregou a divisão de Divas às costas por muito tempo) e Matt Hardy (aqui os problemas foram os mais diversos).

edge

As aposentadorias (a.k.a. reformas) também são motivo de tristeza entre os fãs, e aqui temos um exemplo recente do quanto uma reforma, principalmente quando forçada, pode ser devastadora. O dia 11 de abril de 2011 está na mente de muitos fãs de wrestling como um dia triste. Após um discurso carregado de emoção, Edge anunciava que não mais lutaria, e na Smackdown seguinte, deixava vago o World Heavyweight Championship. Confesso que foi um dos dias mais tristes que já vivi desde que conheci a WWE, justo num momento em que comecei a conhecer melhor o que era o wrestling e entender que o “mau da fita” é também “bom para os negócios”. Aqui, ainda cito outros grandes, como a emocionante última luta de Ric Flair (WM 28, contra Shawn Michaels) e Shawn Michaels (com direito a participação especial de Undertaker e Triple H).

Hogan_andre

Para finalizar, temos as derrotas, que obviamente deixam cabisbaixos os fãs mais fervorosos e incondicionais. Aqui faço menção a três derrotas que certamente serão lembradas por muito tempo. A primeira delas remonta a 1987 (eu tinha 5 anos e certamente não fazia noção do que era o wrestling), e quem viveu à época pôde assistir à primeira derrota de sua uma carreira em 15 anos. A Wrestlemania 3 ficou marcada pela bem sucedida defesa de título de Hulk Hogan, em que ele derrotou “A Oitava Maravilha do Mundo” Andre, the Giant. Foi o fim de um longo período de invencibilidade, consolidando Hogan como um dos grandes da indústria do entretenimento. Ainda fresca em nossas mentes, alguém tem dúvidas de que a “Cenation” chorou muito no último Summerslam, depois de ver seu ídolo ser massacrado em ringue por Myke? Que Myke? Claro que estou falando de “Myke-Lient-Borooock-Lesnarrr”! Mas nada se compara à última derrota por mim referida neste artigo, e mais uma vez, tem Brock Lesnar como personagem. É claro que estou falando da derrota que pôs fim à maior streak já vista, e que pertencia ao wrestler cujo finisher dá nome a esta coluna: The Undertaker. O improvável “1” foi incorporado à marca, e fez com que muitos marks, como este que vos escreve, tivessem uma das maiores decepções de suas vidas nos últimos tempos (e não estou falando somente de wrestling, mas da vida toda)!

streak_over

Muitos são os motivos de aborrecimento no mundo do wrestling, e para quem percebe um pouco mais, ainda há o “mau booking”, que relega grandes estrelas ao ostracismo e promove em excesso lutadores que não têm condições de dar um bom espetáculo (não nos esqueçamos do recém-despedido Drew McIntyre, que já foi conhecido como “The Chosen One”).

E com isso, finalizo este artigo, deixando-vos uma questão:

Qual foi a sua maior decepção, desde que começou a acompanhar wrestling?

C ya next time!

PS: #Xatiado é uma hashtag comumente utilizada, pelo menos aqui no Brasil, por viciados em redes sociais, para expressar seu descontentamento com alguma situação, e foi propositalmente escrito erroneamente, no título deste artigo.

Sobre o Autor

Foto de perfil de Facebook
- Professor e futuro Analista de Sistemas. Amo música de qualidade, computadores, wrestling e um bom futebol (não necessariamente nessa ordem).

21 Comentários

  1. José Sousa - há 2 anos

    Welcome Back! Excelente e é muito bom ter-te de novo no activo no site. A minha maior decepção foi o fim da carreira do Edge claramente, a Streak foi mesmo mais choque que decepção porque durante 5 minutos fiquei sem reação perante o que tinha acontecido.

  2. Galloway - há 2 anos

    Bem, como o meu nick e a minha imagem indicam, era e sou fã do Drew “McIntyre”.

    Foi uma enorme desilusão ver o que era, e todos esperavam que pudesse vir a ser, e depois no que se tornou, um jobber que levava marradas de um anão vestido de touro.

    Outra enorme decepção foi o anúncio da retirada da Rated R Superstar, Edge. A forma emocionada como disse que não podia combater mais deixou-me triste e fizeram-me derramar lágrimas, tal como a ele e certamente a muitos mais fãs.

    O fim da streak do Undertaker foi mais uma surpresa, já que eu, como a esmagadora maioria das pessoas aficionadas de wrestling, não esperavam que a tão badalada streak terminasse.

  3. Bem-vindo de novo Flávio! ;)

  4. DX Rules - há 2 anos

    BEM-VINDO DE VOLTA!

    O meu nick mostra claramente que sou fã da melhor tag-team de sempre: D-GENERATION X!!!!!! E depois a minha imagem… Bem a WWE ainda me censura mas digamos que aquela imagem retrata o que foi para mim o melhor momento da história do Wrestling (sorry DB).

    Quanto à maior tristeza foi a reforma do Edge. A streak foi um choque total mas não fiquei triste ou decepcionado. Fiquei chocado mas no fim acabei por aceitar o fim da streak, porque afinal todas as coisas, boas ou más, acabam.

  5. Kauê Souza - há 2 anos

    Claro que a minha foi quando a Kelly Kelly deixou a WWE, sei lá fiquei triste por uns dois meses KKK, e confesso que ainda estou, mas ainda tenho esperanças que um dia ela volte e seja a top diva que sempre foi.

  6. SérgioHBK - há 2 anos

    A derrota de HBK para Undertaker na wrestlemania XXVI (26) foi com certeza asaída mais emocionante, foi de chorar.

  7. Julio - há 2 anos

    A minha decepção foi a aposentadoria do Edge mas teve as do Flair a do HBK enfim tem muitas

  8. Lionheart...Stealing the Show! - há 2 anos

    Bom tê-lo aqui de novo…acho que minha maior tristeza foi ver o Edge se reformando, confesso que escorreu ”suor hétero” de meus olhos naquele dia. Outro foi ver os Shield se separando, mesmo sabendo que um dia ou outro isso ocorreria, mas mesmo assim foi duro, porque acompanhava a stable desde a primeira aparição no SS 2012.

  9. Luiz "The One Man Band" Justt - há 2 anos

    Lembro que a vitória de Lesnar sobre Taker na WM 30 foi um dos dias mais tristes enquanto fã de wrestling, não gosto do Undertaker mas sabia que sua streak era simbólica e não achava (ainda acho) que Lesnar era o cara para ter derrotado o “Deadman” na Wrestlemania.

  10. Don_Ricardo_Corleone - há 2 anos

    Bom, deste ponto de vista não existe maior decepção do que a morte de um wrestler, que é a única coisa que realmente não tem solução nem culpados, a não ser os próprios. Por isso, apesar da desilusão que senti quando a WWE desistiu da história do Muhammad Hassan, quando o Umaga, o Muhammad Hassan, o Shelton Benjamin e o Drew McInthire foram despedidos, quando o Edge se reformou e outras reformas forçadas, ou quando vejo que as Divas muito facilmente e muito cedo desistem da sua carreira, como a Trish Stratus, a Lita ou a Beth Phoenix, ou quando a WWE deixa grandes talentos para trás como ia acontecendo com o Daniel Bryan e como aconteceu ao Dolph Ziggler, ou ainda quando wrestlers como o CM Punk entram em conflito com a empresa e desistem da sua carreira, é claro que as maiores desilusões são as mortes dos wrestlers seja por sua culpa ou não, onde destaco Umaga, Chris Benoit e Eddie Guerrero.

  11. Hildo - há 2 anos

    Wow welcome back! Voltou em grande estilo, com um excelente artigo.
    A minha maior decepção com fã foi sem duvida ver o Undertaker perder na Wrestlemania.
    A despedida do Edge foi algo que me marcou imensamente e é algo que eu não esqueço.

  12. Tunes9 - há 2 anos

    Bem-vindo Flávio :-)

    Quero começar por dizer que eu sou daqueles fãs que “escolhe” o seu preferido (maneira de dizer) e depois nunca mais muda, seja ele heel, face, jobber, torne-se no que tornar, é para sempre, portanto acho que é uma estupidez trocar de lutador preferido seja porque razão for, mas é só a minha opinião.

    O meu nick não tem nada a ver com Wrestling, mas a minha imagem de perfil, sim, são os meus dois lutadores preferidos de sempre (HHH acima de tudo) e desde que vejo Wrestling, 2004 até ao presente, que foi o meu preferido, costumo dizer que foi “preferido à primeira vista”, em pleno ano 2004 estava eu a passar os canais, aborrecido, sem nada para fazer ou ver (à noite), quando de repente ao passar vejo assim uma arena e uns homens, mas passei à frente, entretanto paro e penso: “ei lá, vi alguma coisa interessante” e voltei atrás e era… WWE.
    Agora vou explicar o “preferido à primeira vista”, o primeiro superstar que vi, sem conhecer nada de Wrestling, ao mudar de canal para trás novamente, foi o HHH na TV e foi tipo um “click”, escolhi-o como meu preferido e nem quis saber de mais nada, nem sabia se era um jobber ou algo do género porque simplesmente não conhecia Wrestling, mas alguma coisa me disse que seria o meu preferido, e assim ficou, e nunca mais mudei, o HHH era heel e foi face e nada, teve duas stables e muito mais, mas é o meu preferido e não mudo, e sou daqueles que até posso gostar de um lutador, mas se entrar em feud com o HHH, entra na minha lista negra e detesto logo, verdade.

    Quanto a decepções na WWE, já tive muitas, sobretudo com o HHH, a começar pela sua lesão em Janeiro de 2007, que acabou com os DX nessa altura e depois soube que o HHH não regressaria nos 6 ou 7 meses seguintes, algumas derrotas como as três contra o Batista na feud de 2005 (WM21, Backlash e Vengeance), aquela na triple threat contra Cena e Orton (WM24), em que o HHH dá o pedigree no Cena, eu pensei que seria WWE Champion novamente, mas o Orton dá um punt-kick no HHH e vence o combate, muito mau, entre muitas outras, mas o pior foi em 2010 quando foi destruído pelo Sheamus e mais tarde eu percebi que ele não voltaria a lutar a full-time, horrível, e a derrota com o Lesnar no Summerslam 2012, fiquei fulo, mas houve muitas mais.

    O despedimento do Drew McIntyre também detestei, era um lutador que gostava e via talento e futuro nele, a theme “broken dreams” é sensacional, mas acabou por ser despedido e antes disso andava a jobbar, enfim.

    Mas as mortes de Eddie Guerrero e Chris Benoit, e o anúncio do Edge, também foram momentos horríveis para mim.

    O fim da streak não foi uma decepção para mim, foi mais choque, fiquei tão “abananado” que nem prestei atenção ao combate seguinte

    Excelente artigo e bom trabalho. :-)

  13. danielLP21 - há 2 anos

    Bem-vindo de volta Flávio. Excelente artigo.

    As reformas/aposentadorias forçadas são o que mais me custam… Talvez por ter sido assim que o Edge (o meu favorito) se retirou.

  14. Grande retorno Flávio, muito bom ter a tua presença novamente no WPT.

    Duas grandes decepções que acompanhei, foram a despedida abrupta de Edge, que nos pegou a todos de surpresa e a derrota de Shawn Michaels para Undertaker na Wrestlemania 26, que assim determinou o final de sua carreira.

  15. MrW0lf - há 2 anos

    Grande Artigo :D
    Desde pequeno que quando comecei a ver wrestling os meus preferidos (e ainda hoje sao) Triple H e Chris Benoit. Triple H porque a sua gimmick, a forma de ser, e a brutalidade nos combates eram e ainda sao excepcionais, levando certas pessoas a vê-lo como o “raw model” do que um Wrestler pode ser. E do Chris Benoit pela sua tecnica e paixão em ringue.Depois do que se sucedeu,deixei de ver wrestling…não havia mais razão para ver.E ja que falo de chris Benoit posso tambem falar sobre o assunto de ele se tornar um Hall Of Famer.Concordo que este se torne um Hall Of Famer,pois afinal apenas entra no Hall Of Fame os melhores wrestlers, não as melhores pessoas do mundo, e para aqueles que apenas sabem chamá.lo de assassino ou cobarde, pensem um pouco…Ele, de todos no roster, era um dos que mais se arriscava, como uma vez vi dar um Headbutt de uma Ladder na mat direitinho,f**eu a cabeça toda.Ele arriscava,e o corpo e a mente pagava, e após ver o seu melhor amigo morrer, foi tudo demais para ele.A WWE nao o quer introduzir, porque nao quer levar ao de cima de novo a historia, e que talvez as pessoas vao começar a perceber…se ele estava assim tão mal, porquê que a wwe nao interviu?Ah, e mais uma coisa, se forem ao wikipedia, verão que o “suicidio” foi chamado de suicido porque não havia provas de la estar mais alguem(pelo menos provas descobertas pela policia)…portanto nao deixa de ser estranho(incluindo o facto de ele ter dito que andava a ser perseguido[cunhada disse isso numa entervista]).

    Sinceramente o pior que qualquer fã de wrestling pode assitir é a partida de qualquer wrestler seja por que razão que for.

  16. Labras - há 2 anos

    Welcome back Flávio! Outro regresso, nestas duas últimas semanas o WPT parece a Raw a seguir ao Money in the Bank.
    Como muitos escreveram, as maiores decepções que acompanhei, foram a despedida dos ringues como lutador do Michaels e a reforma forçada do Edge, assim como fim da Streak também foi algo chocante.
    Para além destas, a possível reforma do Punk, que ainda por cima saiu pela “porta pequena” também é uma grande decepção.
    Excelente artigo.

  17. Zé Tomé Dias - há 2 anos

    É a primeira vez que vejo este conjunto de artigos. Espero que continues.

    Desde que comecei a ver wwe, a maior deceção foi o fim da carreira do shawn michaels. Embora ainda mal tinha começado a ver os shows, já conhecia alguns lutadores e adorava vê-lo a lutar, por isso quando o vi a perder na wm26, foi um grande desapontamento

  18. THE_WOLVERINE - há 2 anos

    Qual foi a sua maior decepção, desde que começou a acompanhar wrestling?

    ver Cena ganhando WWE Champ sempre, praticamente todo ano, fico muito feliz em ver Lesnar acabando com ele no ultimo PPV e espero que tenhamos mais no próximo :)

    Undertaker perder não foi uma decepção para mim pois eu torci para o Lesnar , no começo passei 1 semana em choque mas fiquei feliz pelo resultado :)

    atualmente temos Roman…..toda vez que ele sobe no ring é a melhor hora para ir tomar um lanche pois ele é um grande MERDA no ring.

  19. Control - há 2 anos

    Belo regresso Flavio,minhas maiores decepções foi a saída de Edge que sem duvida pegou todos de surpresa,assim como a derrota de Undertaker,duas coisas que me marcaram bastante pois acompanhei quando aconteceram realmente foi um choque,mas fazer o que nos resta se contentar..

  20. Renato-R-Superstar - há 2 anos

    Tenho que dizer antes demais que como enorme fã do Edge, ja tive o enorme prazer de ter uma conversa com ele “É um dos 4, os outros com quem já tive o prazer de falar são RVD, Rey Mysterio e Undertaker” e por isso fiquei baste triste e surpreendido no momento em que ele anunciou o fim da sua carreira, assim como a morte do Ultimate Warrior que me deixou completamente estupefacto, aquele timing quase que como “já cumpriste a tua missão, agora podes partir”, Mas sinceramente o que me deixou mais triste e revoltado até foi a morte do Chris Benoit, porquê? Porque alguém que vive aquela vida, tem uma família, vai ter uma oportunidade pelo título e coloca tudo a perder de um dia para o outro, ele não só acabou com a sua vida como a da sua família e não me interessa a quantidade de vezes que o vejo acontecer mas sempre que vejo um pai que tem a coragem de matar um filho com as próprias mãos deixa-me profundamente triste.

  21. Conde - há 2 anos

    Acompanho wrestling desde 2003 e sem dúvida que a maior decepção de sempre foi ver o Undertaker perder na Wrestlemania da forma como perdeu. Sou fã do Undertaker desde que o vi pela 1a vez e nunca pensei que a sua carreira, tendo toda a mística que se sabe, viesse a terminar com uma dupla humilhação. Dupla humilhação porque visto que nunca foi um grande campeão, o seu maior feito era mesmo a “Streak” e portanto o seu fim foi a 1a humilhação, e a segunda o facto de ter levado uma “tareia” e já não haver condições (físicas e coerentes) para ele poder limpar a sua imagem e sair em grande. Fico com o meu “orgulho de fã” ferido!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador