Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Porquê que os TV ratings da WWE não são tão maus como pensas

Esta discussão já aconteceu, por diversas vezes, aqui no Wrestling PT. Em várias vezes expos a minha posição e opinião quanto a este assunto. Desta vez foi o famoso site/canal de YouTube WhatCulture a publicar um vídeo onde explica e apresenta vários motivos pelos quais não podemos considerar os ratings televisivos da WWE tão maus como pensamos que o são.

O WhatCulture diz que não devemos comparar os ratings de hoje com os de há 20 anos atrás; que na globalidade todos os ratings de TV estão a descer; que hoje vivemos numa era digital e de social media, onde é mais importante, para o público da WWE, são os subscritores no YouTube e os seguidores no Facebook, Twitter, Instagram, entre outros; entre outros motivos.

Os ratings não justificam a qualidade do produto, que podemos achar melhor ou pior a cada semana, nem vice-versa. No ano de 2016, a WWE continua a ser uma das empresas mais populares em todo o mundo na indústria do entretenimento, com milhões e milhões de seguidores, subscritores e visualizações. E isso sim, são os “ratings” de hoje.

Concordas?

Sobre o Autor

Foto de perfil de Facebook
- Fundador e administrador do Wrestling.PT. Acompanha a modalidade desde 2005 e pratica no Wrestling Portugal desde 2008.

27 Comentários

  1. FambroseDxDx - há 2 meses

    Concordo plenamente

  2. TNA melhor wrestling - há 2 meses

    Se vc pegar o valor de contrato televisivo que a wwe ganha com raw é SmackDown e o valor que ganha com YouTube e outras plataformas vai ver que isso não é válido.
    A network tem menos pessoas assistindo que na tv então isso já dá para ter uma dimensão, a verdade é que com os ratings caindo o próximo contrato de tv vai ter valores bem mais modesto.
    A NFL a audiência não tá caindo , NBA e o debate político tbm então a qualidade do programa faz com que o ratings caia dessa forma é apesar da era digital quando o programa é bom todos preferem assistir pela tv do que pela internet.

    • Miakuda - há 2 meses

      Pelo que sei, o dinheiro vindo do USA Network é a maior parte do bolo da WWE no mercado americano. Eu lembro da WWE se gabando que conseguiria aumentar significativamente o valor do contrato como a Nascar, mas ficou com o rabinho entre as pernas e continuou no USA. Eu li da WWE na ESPN e FOX Sports, mas tudo mentira.

      A WWE acredita que todas as pessoas que assistem o RAW no USA Network vão assinar a Network, caso o contrato com a rede de televisão não seja renovado. Mas será que a grande parte irá assinar?

      As duas últimas finais da NBA tiveram as maiores audiências de TV desde 1998 (Bulls e Jazz, com a segunda despedida de Jordan ao Basquete), assim como o jogo final da Conferência Oeste entre Golden State Warriors e OKC Thunder registrou a maior audiência da história em um jogo de Playoff na TNT, que exibe a liga por mais de vinte anos nos States.

      Sim, eu prefiro muito mais assistir um evento diretamente da televisão de plasma com sinal HD do que assistir em uma tela menor ou colocar mais cabos para assistir na TV.

      Como Vince McMahon disse em 1999: “Se é bom (o show), eles (as pessoas na TV) assistem.”

      Kevin Dunn no início da Monday Night Wars duvidou que até dez milhões de pessoas assistiriam Fake Wrestling nas segundas. Ele estava errado porque até mais dez milhões de pessoas sintonizaram WCW Nitro e WWF RAW em 1999.

      A verdade é um seguinte: a WWE está se tornando uma empresa Indy com grande quantia de dinheiro. O problema não é mais a audiência e sim o número de pessoas na arena. É simplesmente patético que o título da WWE seja disputado para sete mil pessoas em uma arena para treze mil como aconteceu no Backlash: In Your Garage, sendo que existe rumores na internet afirmando que a WWE deu ingressos de graça, para não deixar a impressão que a arena está demasiadamente vazia para o público que está assistindo na Network, algo que lembra negativamente a WCW em 2000, que foi sabotada de propósito após a fusão entre AOL e Time Warner.

      Indies são Indies por um motivo: elas são pequenas, desinteressantes e não possuem grande apelo nem com as cidades, bairros, vilas e vilarejos ao ponto delas se apresentarem para menos de cem pessoas em garagens. Compare o público de Indy com os territórios do Texas e Memphis nos anos oitenta, por exemplo. Não é à toa que as estrelas de territórios colocaram mais traseiros nos assentos do que as estrelas independentes.

      O Pro Wrestling tem tudo para ter um nicho pequeno de fãs semelhante ao Turfe e Roller Derby na América, que tiveram seus auges de popularidade e atenção do mundo real, mas que caíram no esquecimento. Eu espero que Billy Corgan faça um grande trabalho na TNA porque ele é a última esperanças de dias prósperos desta indústria nos States.

      Salgado: “Este favoritismo não é necessariamente explícito, apenas muito mal disfarçado na maioria das ocasiões. A mais recente tentativa de tornar o SmackDown relevante nem começou na companhia. Foi a USA Network que decidiu que o SmackDown precisava de ser transmitido em direto, supostamente como resposta às audiências, e a WWE aproveitou a deixa para separar o plantel. Com que intuito, não sei. Uma tentativa honesta de ajudar a equilibrar a balança entre o Raw e SmackDown não foi de certeza.”

      Se as pessoas estão gostando do Smackdown, como estou percebendo, agradeçam bastante ao USA Network.

      • Vais buscar exemplos dos anos 90, onde “ninguém” tinha computador, internet ou smartphone, para falar de 2016.

        Dizes que “a WWE está se tornando uma empresa Indy com grande quantia de dinheiro.”

        Falas que a TNA é a esperança.

        Epah, só rir… Totó da Net, sem dúvida nenhuma!

    • Mas porque existe um ou outro exemplo que sobe, tudo o resto tem que subir? Vocês comparam alhos com bugalhos só para tentar parecer inteligentes. TODA a gente sabe que, na globalidade, cada vez se vê menos TV. Eu só vejo TV para o que é “exclusivo” da TV, NFL talvez seja um deles, assim como Champions League, por exemplo.

      A WWE já transmite tanta coisa e coloca tanta coisa noutros canais, que continuar a considerar apenas as TV Ratings como critério de avaliação de popularidade é simplesmente estúpido e não faz qualquer sentido em 2016. A WWE está a adaptar-se a uma nova era como mais nenhuma companhia de Wrestling está.

      • TNA melhor wrestling - há 2 meses

        Se ver menos tv por que o produto não agrada estou certo?
        NBA tem algo parecido com a network da wwe me pergunte se ele acha o contrato de tv desprezível só por que transmitir os jogos pela internet?
        A audiência vem batendo recordes por que tem interesse pelo produto e como a wwe tem um produto obseleto a anos a audiência vem caindo , a buscar pelo seu canal foi devido a queda de venda de ppv mesmo assim seu canal não conseguiu passar de 1 milhão e meio de pessoas mesmo com um valor bem baixo.

      • 1) Não, vejo menos TV porque consigo assistir a quase tudo o que quero através do computador/internet. E muitas das coisas que vejo na TV não vejo em directo, gravo para ver depois ou simplesmente ando para trás para ver. Desporto em directo (principalmente futebol, mas nos USA aplica-se à NBA, NFL, etc) é talvez a única coisa que vejo em directo na TV.

        2) Não é por uma empresa ter popularidade na internet que um contrato televisivo passa a ser desprezível. Nunca disse isso. Simplesmente não podemos avaliar, em 2016, o bem-estar de uma companhia só com base nas TV Ratings. A WWE é muito mais do que isso, independentemente do produto. Ao mesmo tempo podem estar 2 milhões a assistir na TV, 2 milhões na Network e mais 2 milhões no YouTube. Vamos só considerar 1/3 do valor porquê?

        3) Por fim, avaliar uma companhia só pelas TV Ratings norte-americanas? Há dezenas países em que a WWE vem crescendo. A WWE é uma empresa global, não é como a sua pequena TNA. ;)

        Já agora, toma:
        https://www.google.com/trends/explore?date=all&q=wwe
        https://www.google.com/trends/explore?date=all&geo=US&q=wwe

        Esta é uma boa ferramenta para medires a popularidade da WWE ao longo dos anos, de 2004 até agora.

      • TNA melhor wrestling - há 2 meses

        Como avaliar uma empresa pelo ratings norte americano talvez por que seu contrato televisivo chega a algo perto de 60% da sua receita talvez por isso .
        A TNA está em mais de 120 países e é a2 empresa de PW nesse quesito.
        Por fim pode ter 50 milhões de pessoas assistindo no YouTube que o dinheiro não chega nem próximo do contrato televisivo e a wwe em 2015 teve um dos piores anos em lucros desde 1996 então Basicamente sua network não deu lucro desejado.

      • 60% da receita da WWE provém do contrato televisivo norte-americano? Deixa-me rir, LOL!

        Quer mesmo comparar os contratos de milhões da WWE com os de milhares da TNA?

        Acho que o problema está em você achar que eu estou a dizer que a WWE ganha dinheiro com o YouTube, LOL. A WWE, no YouTube, não ganha mais do que “qualquer youtuber” que tenha o mesmo número de views. Mas o dinheiro da WWE não provém directamente do YouTube, o YouTube (tal como o Facebook, Twitter, etc) são apenas canais para dar visibilidade a uma companhia que depois capitaliza e converte através de merchandising, Network, bilheteira e tudo mais.

        Bolsa: A acção da WWE vale hoje tanto como valia em 2000, e tem vindo a subir desde 2014.

        WWE 2015: “Revenue increased 21% to $658.8 million, the highest in the Company’s history, including record levels of revenue from WWE’s Network, Television, Live event, Venue Merchandise, and WWE Shop businesses.”

      • TNA melhor wrestling - há 2 meses

        Bom não é difícil ver notícias do tipo Vince que melhorar o programa devido a queda de audiência , lógico que a uma preocupação sim com os ratings .
        Lembro te ler um artigo no 411 mania onde dizia que o lucro líquido da wwe foi o pior em 2015 .
        Quando o valor vem diretamente da wwe lógico que pode estar mentido igual a relação do público na arena onde eles sempre aumenta os números.

      • Óbvio que a WWE (e o Vince) se preocupa com TV Ratings, não quer perder ou baixar os contratos televisivos que tem. Seja 10, 20, 30% o que for… é dinheiro. Mas isso não quer dizer que seja a sua primeira e única preocupação, como vocês fazem crer.

        Vocês vêm para aqui avaliar as companhias apenas e só através do TV Rating (norte-americano), e isso não é correcto. A NFL supera a WWE nos USA e Canadá, mas a WWE supera a NFL em todo o resto do mundo. E agora?

        Claro, vamos todos acreditar no que diz o X site ou blog, e não na informação que está no site Corporate da WWE. Bom pensamento.

    • Continuas a achar que o proveito da WWE vem da publicidade do YouTube. Obviamente que não é isso que trará à WWE o mesmo retorno de um contrato televisivo.

      O valor do contrato da WWE aumentou na última vez em que foi assinado (há cerca de 2 anos). Mesmo os ratings baixando um pouco, a USA Network não tem nada melhor que WWE para o horário.

      A WWE disponibiliza produto nas plataformas que as outras modalidades não o fazem. Para além disso, a WWE tem um público mais jovem, mais ligado ao digital do que os exemplos que apresentas.

      Enquanto os lucros da WWE (fora contrato televisivo) forem aumentando a cada trimestre e ano, podes vir com a conversa que quiseres pois a companhia estará a ir no caminho certo. A WWE é uma empresa global, sabe disso, e há muito que os USA deixaram de ser o seu único mercado.

  3. Miakuda - há 2 meses

    Eu gostaria de saber qual é a experiência do gajo do vídeo na indústria dos negócios, principalmente o conhecimento dele a respeito de executivos e diretores de redes de televisão, além das questões comerciais como anunciantes, propagandas e seu valor financeiro.

    Agora eu vou pensar o seguinte: Sim, nenhum programa de TV não é mais cancelado por baixa audiência.

    • TNA melhor wrestling - há 2 meses

      Acho que audiência realmente não cancela programas ou faz perder seu contrato televisivo pq whatculture falou lol.
      Se descer para 1 milhão de audiência quero ver se manter na usa network e ganhado o dinheiro atual ou se vai para um canal de menor alcance e com valores menores.

      • Foto de perfil de Facebook

        flavien69 - há 2 meses

        vai ver o bound for glory domingo e nao chateies os wwe fans. quer dizer em principio nao vai haver bound for glory. nao ha dinheiro. e quando a wwe a comprar ja nao vai mais haver tna.
        e a tna nem metade de um milhao de audiencia tem

    • Colocas em causa a experiência do gajo do WhatCulture, mas eu gostava era de saber qual é a tua experiência no que quer que seja. Só te vejo com experiência numa coisa: comentar m*rda.

      Uma coisa é os programas passarem para um canal “inferior”, outra coisa é dizer que os programas da WWE com 2 e 3 milhões de telespectadores são de “baixa audiência”… LOL.

  4. Miakuda - há 2 meses

    Eu sabia da existência do vídeo ontem e realmente pensei que seria postado pela perfeita personificação do Smark Estereotipado.

  5. Rod - há 2 meses

    Parece que o Ryback diminuiu de tamanho pra apresentar no WhatCulture

  6. Bean Ambrose - há 2 meses

    Eu nem perco tempo discutindo sobre audiências, diferentemente de uns e outros…

  7. Marques - há 2 meses

    Eu entendo que nos dias que correm as audiências têm tendência a descer devido às novas plataformas eletrónicas ( embora não me sinta muito convencido acerca deste argumento).
    Para mim a verdadeira preocupação deveria ser a forma como as audiências dos programas semanais descem drasticamente da primeira para a segunda e terceira hora o que mostra claramente a grande saturação que o programa provoca ( devido, obviamente, à falta de qualidade). Duvido muito que as pessoas cheguem ao meio do show e digam ” Eh pá… Estou farto de ver isto na televisão, vou ver antes no computador.” Uma das explicações para isto poderia ser o horário demasiado tardio para as crianças, mas como vi, num sítio qualquer, que a maioria dos espetadores são adultos não sei se esta teoria seja a mais acertada.

    • O argumento das novas plataformas é muito razoável, basta pensarmos em nós próprios e analisar quantas horas de TV víamos há 10-15 anos e agora.

      A queda ao longo das horas é sem dúvida saturação e qualidade, mas não só. O horário tardio também faz parte. É preciso perceber que o público da WWE é hoje um público mais jovem que no passado, que às 22h e tal já não estão a ver TV ou porque os pais mudaram de canal entretanto. O main-event, que deveria ter um pico de audiência, acaba quase sempre por ser o segmento menos visto pelos vários motivos.

      Quase de certeza que a maioria não é adulto. E quem for adulto, não tem tempo para estar 3 horas a ver o Raw. Estas pessoas não trocam a TV pelo computador a meio do show, isso é um pensamento ridículo. Mas optam por não ver e ver depois mais tarde os highlights na internet, disso não tenho dúvidas. Se não, como justificar que o Raw tenha 2M de espectadores e depois os vídeos de highlights terem mais 1M ou 2M?! Gostam de ver repetido?…

      • Marques - há 2 meses

        Sim, tens razão, eu próprio, muitas das vezes, também prefiro ver os highlights. O problema é que isto é uma consequência da falta de qualidade do show e da sua cada vez menor capacidade de fazer as pessoas desejarem ver mais na semana seguinte. Antigamente as pessoas iam a um show de wrestling e saiam de lá ansiosas pelo programa seguinte para ver o que ia acontecer, agora saiem de lá fartas e cheias de wrestling para os próximos meses.
        O ideal era reduzir a carga horaria para duas horas e, caso seja necessário, colocar o show mais cedo (embora não ache que alterar a hora tenha um impacto tão significativo.

        Quanto a um dos comentários acima: É impossível comparar os territórios de antigamente com as indies de agora, são realidades completamente diferentes. No período áureo dos territórios ainda não existia uma empresa que monopolizá-se o wrestling e as diferentes companhias possuíam todas (ou quase) acordos televisivos. Os wrestlers mais populares da época saltavam de território em território não sendo exclusivos de apenas uma companhia.
        Nos dias de hoje apenas existe uma companhia de wrestling relevante o suficiente para conseguir grandes contratos televisivos e as Indies têm que se contentar em colocar os seus shows na internet ou então lançar os shows em DVD (que quase ninguém compra, nem quer saber).
        Já para não falar que no tempo dos territórios as pessoas ainda olhavam para o wrestling como sendo verdadeiro (o que, obviamente, atraia pessoas) e que agora toda a gente sabe que é predeterminado o que acaba por as afastar.

      • Acho que o problema da saturação não se deve apenas às 3 horas de Raw, mas sim ao bombardeamento que levamos de Wrestling (e não só) ao longo de toda a semana. Todos os dias há milhares de coisas a acontecer (shows e para além disso) e nas mais diversas companhias (principalmente na WWE).

        Este é mais um ponto que os teóricos das comparações se esquecem de mencionar. Antigamente o Raw tinha mais rating, mas havia menos Wrestling, menos concorrência televisiva, menos plataformas, menos tudo… Hoje o Raw pode ter menos rating, mas e o SmackDown? E o NXT? E os PPV’s 2 vezes por mês? E todos os vídeos, posts e tweets? E os outros shows todos das outras feds aos quais antigamente não tínhamos acesso?

        É difícil ver tudo e ainda ficar com vontade de ver mais.

        (mencionas o kayfabe no Wrestling, também é um bom ponto, toda a indústria teve que se readaptar)

  8. Miakuda - há 2 meses

    Don’t Be Fooled…TV Ratings Still Matter to WWE

    https://www.youtube.com/watch?v=sv0kviaygdA

    Eu fiquei extremamente surpreso que esse vídeo foi feito pelo Jason Solomonster/TVTraX.

    • Como já disse, obviamente que os TV Ratings interessam, mas há muito que deixou de ser a principal e única preocupação da WWE. Quem achar o contrário ainda está preso no final do século passado ou no início do novo milénio.

      Esta coisa de vires aqui c*gar links também vai acabar :)

  9. Olha, meus amigos… eu não assisti o vídeo, mas isso aqui é Rating baixo? http://socialblade.com/youtube/user/wwefannation

    A tendencia mudou hoje em dia, além do youtube, eles possuem a WWE network, além do mais, hoje em dia existem as streams piratas, ninguém mais precisas assinar tv pra acompanhar um PPV. enfim…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador