Junta-te ao nosso grupo de Facebook: "Fãs de Wrestling"!

Reality Check #1 – The Eater of Worlds

Boas pessoal, o meu nome é Luís Correia e trago-vos a primeira edição do meu espaço semanal que terei aqui no Wrestling.PT que se chama Reality Check.

O conceito deste meu artigo será de todas as semanas escrever sobre um tema da atualidade da WWE, seja sobre uma Superstar ou um acontecimento específico, de modo a mostrar a todos vocês o meu ponto de vista sobre o mesmo.

Nesta primeira edição vou falar sobre o “The New Face of Fear” Bray Wyatt, que não tem tido a vida fácil nos últimos meses na WWE, especialmente desde que mudou de brand.

Como todos sabem Bray Wyatt juntou-se ao roster do Raw durante o Superstar Shake-Up em Abril, após a Wrestlemania 33 e desde então o “Eater of Worlds” não tem tido a melhor sorte. Pouco depois de se juntar à brand vermelha, Bray entrou numa rivalidade com Seth Rollins na qual saiu vencedor, tendo logo depois começado uma feud com Finn Bálor, feud esta que decorre até aos dias de hoje.

Mas porque digo que Wyatt não tem tido a melhor sorte? Simples, recordemos então que na Wrestlemania, quando ainda se encontrava no Smackdown, este entrou como WWE Champion, o título mais importante da empresa, o que demonstra o quão o seu papel foi denegrido desde que mudou para o Raw.

Desde que chegou ao show das Segundas-Feiras que o mais próximo que esteve do título principal da brand foi quando participou num Fatal 5-Way no Extreme Rules para determinar o candidato principal ao Universal Championship de Brock Lesnar, no qual Wyatt saiu derrotado.

Quando Bray chegou à brand vermelha em Maio todos pensámos que este continuaria a ter um papel de destaque semelhante ao que tinha no Smackdown, ainda mais devido à forma como este chegou ao show. Na sua primeira aparição no Raw, Wyatt teve um confronto com Kurt Angle no qual avisou o General Manager que teria de deixá-lo fazer o seu trabalho.

Mais tarde, no Main Event desse episódio, Wyatt interferiu no Nº 1 Contender Match pelo Intercontinental Championship de Dean Ambrose, atacando Seth Rollins e ajudando The Miz a vencer o combate. Bem, quando tal se sucedeu veio à ideia que Bray iria pelo menos entrar na rota do Intercontinental Title, o que não seria mau de todo tento em conta que este título tem tido quase o mesmo prestígio que o título Universal nos últimos tempos, ou pelo menos na altura tinha.

Mas este ataque a Rollins serviu simplesmente para ambos entrarem numa feud que durou pouco mais de 2 meses e viria o “Eather of Worlds” a sair por cima, o que levou a pensar que este iria conseguir aproximar-se cada vez mais da rota por algum dos títulos do Raw, mas tal não aconteceu.

Seguiu-se então a rivalidade com Finn Bálor, o primeiro Universal Champion da história da WWE. Wyatt começou a ter o “Demon” como alvo ao atacá-lo várias vezes em edições do Raw enviando-lhe uma mensagem.

Bray acabou por conseguir arrecadar uma importante vitória sobre Bálor na edição do Raw que antecedeu o Summerslam tendo depois do combate atirado um líquido vermelho para cima de Finn, atitude essa típica do “The New Face of Fear” que conhecemos. Mas no Summerslam a história foi diferente e Wyatt acabou por sair derrotado no que parecia ser o último combate desta feud.

Mas no mais recente episódio da Raw, enquanto decorria a Battle Royal para determinar o novo candidato ao Intercontinental Championship de The Miz, Bray fez uma aparição a meio para eliminar Bálor e dar continuação a rivalidade entre ambos que parece que irá continuar até pelo menos ao No Mercy.

Está mais que provado que estas rivalidades que Wyatt tem tido desde que chegou à brand vermelha não têm sido nada benéficas para ele e para a necessidade que este tem de causar algum impacto, a repetitividade das suas ações perante os seus adversários e a forma como os seus segmentos se desenrolam têm sido fatores a influenciar o seu sucesso no Raw.

É verdade que a personagem de Bray funcionava perfeitamente no Smackdown, pois apesar de ser Heel, o público gostava dele e respeitava-o, causando até uma satisfação unânime dentro do WWE Universe quando conquistou o WWE Championship em Fevereiro deste ano. Mas o facto do seu reinado ter durado pouco tempo e a Wyatt Family se ter extinguido por completo fez com que este fica-se sozinho e precisa-se de algo para se reinventar e continuar a ter a aprovação do público.

Mas será que este ainda vai a tempo de poder ser uma das principais Superstars do Roster do Raw? A minha resposta é afirmativa, o “Eater of Worlds” já nos provou variadas vezes que é capaz de nos surpreender com novas storylines e adições à sua personagem e poderá ser também isso que este precisa para ganhar cada vez mais importância na WWE e dar ao WWE Universe um motivo de interesse pelo que Wyatt pode vir a fazer num futuro próximo.

Entrar na corrida pelo Intercontinental Championship seria bastante benéfico para ele e talvez alguns confrontos com o atual campeão (apesar de este também ser Heel) não lhe fariam nada mal.

Será que iremos voltar a ver esta imagem de Bray Wyatt com um título num futuro próximo? Ou este desejo não passará de uma ilusão enquanto este se encontrar na brand vermelha?

E vocês, o que acham da atual situação de Bray Wyatt? Pensam que ele precisa de alguma coisa como uma mudança de personagem para poder singrar no Raw e entrar na corrida pelo Universal Championship?

Até para a semana. Fiquem bem!

Sobre o Autor

- Acompanho Wrestling há mais de 12 anos e desde então não perdi a minha paixão por esta modalidade. Sou o autor da rúbrica semanal "Reality Check" onde discuto temas da atualidade da WWE.

9 Comentários

  1. Dragoking - há 3 semanas

    Infelizmente acho que o Bray Whyatt nunca mais vai ganhar um titulo principal, e até duvido que ganhe um de midcard. E não acho que ele precise de uma mudança de gimmick ou de um titulo. O que ele precisa é de uma mudança de storyline. As feuds dele são sempre iguais.
    1- Ele aparece do nada e ataca um oponente só porque sim.
    2- Começa a fazer as mesmas promos esquisitas que já faz á anos. (No inicio adorava, agora já nem perco tempo a ouvi-las)
    3- Ele e o oponente vão tendo alguns combates de tag team, “confrontos” através do ercã gigante e pouco mais até ao PPV
    3.1- Por vezes enfrentam-se num combate no show semanal antes do PPV, em que normalmente o Whyatt sai por cima.
    4- Chega o PPV e na maioria das vezes o Bray Whyatt perde o combate.
    5- Na semana a seguir a feud continua e recomeça do ponto 1.
    6- A feud termina normalmente com a derrota do Whyatt, e sem valorizar nenhum dos lutadores envolvidos

  2. Sou do Russo - há 3 semanas

    Boa tarde Luis Correia, desde já deixa-me agradecer-te por teres começado a escrever um artigo aqui no wrestling.pt, creio que o site já estava a precisar de um artigo destes e pelo que acabei de ler acredito que este espaço terá muitas edições e certamente ganharás vários apoiantes (sou um deles já). Em relação ao Bray Wyatt, acredito que ainda o vamos ver em destaque até ao final deste ano, nomeadamente atrás do Universal Championship… como campeão para já não o vejo.. acredito que o Roman Reigns é quem vencerá o Lesnar por o título… e quando o Reigns for campeão, aí sim vejo o Wyatt a ser uma verdadeira ameaça ao título do Reigns, isto se for feito com o booking certo…
    Mais uma vez, bom artigo, obrigado e boa sorte neste teu novo projecto 🙂

  3. Kick_Ass - há 3 semanas

    – Será que iremos voltar a ver esta imagem de Bray Wyatt com um título num futuro próximo? Ou este desejo não passará de uma ilusão enquanto este se encontrar na brand vermelha?

    Não acho possível, pois não estou a ver o Wyatt a tirar o título ao Lesnar. O que acho é que foi uma má decisão a mudança para o RAW, tinha mais espaço no Smackdown para entrar em feuds que levassem ao título principal.

    – E vocês, o que acham da atual situação de Bray Wyatt? Pensam que ele precisa de alguma coisa como uma mudança de personagem para poder singrar no Raw e entrar na corrida pelo Universal Championship?

    A gimmick é MUITO boa, as feuds que envolvem o Bray Wyatt é que não se pode dizer o mesmo, o principal problema é esse mau booking, sem favorecer o Wyatt que é main event material e que está a ser usado como forma de lançar outros lutadores, algo que acho, uma péssima decisão visto que o estão a queimar ainda mais aos poucos e poucos.

  4. Y2Jean - há 3 semanas

    Na WWE tudo é possível. O que poderia “revitalizar” o Bray seria ele entrar na rota pelo IC title, e no ponto alto da feud (com o miz claro) Bo Dallas e Axel se revelam os novos membros da wyatt family

    • Sou do Russo - há 3 semanas

      A tua ideia não é má mas o Wyatt não precisa de Wyatt family nem de stable nenhuma para conquistar seja o que for… ele sozinho consegue, o problema é mesmo o booking atribuído…

      • Kick_Ass - há 3 semanas

        Boa ideia !
        Sim também concordo que não precisa de stable a apoia-lo para conseguir ter sucesso mas sempre era um grande factor em relação a ele como um líder, apesar de o problema é sem dúvida o péssimo booking.
        Mas uma ideia que também acho interessante para o Wyatt já que se intitula ser um “salvador” podia fazer alguns lutadores mais estagnados se juntarem a ele para serem revitalizados.

    • joel Pereira - há 3 semanas

      Bem observado , principalmente se tivermos em conta o laço entre o bray e o dallas , poderá ate ser essa a ideia (uma rivalidade com o Miz) desde que colocaram o bo dallas como um dos capangas do Miz , iria originar combate para ppv entre o miz e o bray e ainda entretenimento para o raw com combates tag entre wyatt e dallas vs miz e axel quando o dallas tomasse as dores do irmão

  5. Rui Ribeiro - há 3 semanas

    Bom artigo.

    O Bray Wyatt tem sem dúvida uma gimmick fantástica mas a WWE nunca soube dar uso dela. Um wrestler que tenha uma gimmick destas não pode perder combates com a facilidade que o Wyatt perde. Simplesmente não pode. Por exemplo, se quando o Undertaker chegou à WWE começasse a perder combates a torto e a direito alguma vez os fãs o iam levar a sério? Claro que não. É isto que acontece com o Wyatt.

    Lembro-me que em 2014, na feud com o Cena, o Wyatt era das melhores coisinhas que a WWE apresentava e os fãs estavam verdadeiramente investidos nele. Só fazia sentido o Wyatt sair por cima naquela feud. O que é que aconteceu? O Cena ganhou na WrestleMania e voltou a ganhar no Last Man Standing do Payback. A única vitória que o Wyatt teve em toda a feud foi na Steel Cage do Extreme Rules que foi um autêntico handicap de 3 contra 1 e que o Wyatt só venceu porque teve ajuda de uma criança!! Isto tirou logo muito do impeto que o Wyatt tinha na altura. A partir daqui começou a ser o pão nosso de cada dia o Wyatt a sair por baixo em quase todas as feuds.

    Depois em 2017, 4 anos (!) após a sua estreia no main-roster o Wyatt finalmente ganhou o Título da WWE e conseguiu voltar a ter alguma atenção dos fãs. Isto podia ter sido um ponto de viragem na carreira do Bray Wyatt. O que é que eles fizeram? No mês seguinte fizeram-no perder o título para o Orton, o que fez com que o Wyatt tivesse a sua 3ª derrota na Mania e basicamente voltou a mandá-lo para o midcard e os fãs voltaram a perder o interesse nele, desta vez talvez em definitivo.

    É ridiculo terem uma personagem destas para a usarem das formas mais absurdas possiveis.

  6. Anonimo - há 3 semanas

    nao nao tem qualidade nem fisico para estar no main-event ou sequer perto disso. que va ao ginasio primeiro.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Newsletter Wrestling.PT

Subscreve a nossa Newsletter receberás conteúdos exclusivos no teu email!