Rollins Report #2 – Rumble Time

Sejam bem-vindos mais uma vez! Na edição passada tinha-vos prometido uma previsão do Royal Rumble mas vou fazer algo diferente. Hoje é um dia muito especial, pois comemora-se o 29º aniversário do Royal Rumble. Por essa razão, hoje vou fazer um artigo sobre a história do combate e os seus momentos mais memoráveis.

O primeiro combate Royal Rumble ocorreu a 24 de janeiro de 1988 e contou com apenas 20 lutadores, sendo por isso a mais curta da história. O vencedor foi Jim Duggan , naquele que foi o seu único feito na WWE/F . O sucesso do combate foi tanto que no ano seguinte decidiram aumentar o número de participantes para 30 com Big John Studd a sair como primeiro vencedor nesse formato.

Nos próximos dois anos , foi Hulk Hogan que ganhou , tornando-se assim no primeiro a vencer dois Rumbles e dois Rumbles consecutivos. A sua participação em 1990 contou também com o seu primeiro confronto com Ultimate Warrior, um momento que ficará para sempre na história.

Em 1992 realizou-se a primeira disputa por um título num combate Royal Rumble. Foi Ric Flair que conquistou o WWF Championship que estava vago na altura. Este foi considerado por muitos como o melhor Rumble de sempre.

A partir de 1993, começou a estar em jogo uma oportunidade de lutar por um título máximo no combate principal da WrestleMania. O primeiro a fazê-lo foi Yokozuna que eliminou Randy Savage quando lhe tentava fazer o pin (vai-se lá saber porquê!).

A polémica instaurou-se e no combate de 1994 houve dois vencedores, Bret Hart e Lex Luger que se eliminaram em simultâneo, levando os dois a ter um combate pelo WWF Championship na Wrestlemania mas à vez. Lex Luger tornou-se na primeira pessoa a ganhar o combate e a não conquistar o título na WrestleMania e Bret Hart venceu Yokozuna para ficar com o ouro.

Shawn Michaels repetiu a façanha de Hogan e ganhou as edições de 1995 e 1996. O “HeartBreak Kid”foi também o primeiro a ganhar com o número 1 e obteve um dos grandes momentos ao agarrar-se à corda superior sem tocar com os pés no chão.

Nos dois anos seguintes foi a vez de “Stone Cold” Steve Austin fazer o mesmo . Em 1997, Austin havia sido eliminado mas como os árbitros estavam distraídos, ele voltou a entrar.Devido a isso, foi posto num four-corners match com os últimos quatro participantes do combate para descobrir o novo campeão da WWF (estava vago) e Bret Hart acabou por ganhar. Recordo que essa edição foi realizada no Alamodome, arena que vai receber a Royal Rumble deste ano.

Em 1999, ano do meu nascimento, foi Vince McMahon a fazer história ao tornar-se o vencedor mais velho de sempre com 53 anos. No entanto, viria a perder a sua oportunidade de lutar pelo título para “Stone Cold”. Neste ano, Chyna tornou-se a primeira mulher a entrar num Royal Rumble e ainda eliminou Mark Henry.

Um ano depois, foi The Rock a carimbar o seu passaporte para a WrestleMania ao eliminar Big Show perante um Madison Square Garden esgotado. Chyna entrou novamente neste ano e, por isso tornou-se na primeira e única mulher a entrar em dois combates. Desta vez foi Chris Jericho a sua vítima.

2001 foi um ano para Steve Austin entrar novamente na história ao ser o único lutador a “conquistar o ringue” por três vezes apesar da interferência de Triple H que o atacou ao entrar. Neste ano, Kane eliminou 11 lutadores naquele que permaneceu até 2014 como um recorde.

Triple H  ganhou em 2002 na altura que regressou da sua grave lesão. Houve também uma surpresa neste ano quando Maven eliminou Undertaker…mas a sair-se mal!

No Royal Rumble 2003, Brock Lesnar ganhou ao eliminar por último The Undertaker.Aos 25 anos, tornou-se no mais novo a conseguir o feito.

Chris Benoit que (in)felizmente já não está entre nós, venceu em 2004, tornando-se apenas na segunda pessoa a ganhar com o número 1. Goldberg estava  bem colocado para vencer mas Brock Lesnar apareceu e aplicou-lhe um F-5.Irá Goldberg vingar-se este ano?

Seguiu-se mais um ano de polémica! Batista e John Cena foram eliminados ao mesmo tempo e por isso reiniciaram a parte final do combate com o “Animal” a sair como grande vencedor.

Rey Mysterio foi o grande destaque na Royal Rumble 2006. Foi o número 2 e durou 1:02:12 que é o recorde de mais tempo num combate Royal Rumble. A sua vitória foi um tributo a Eddie Guerrero e acabou por conquistar o World Heavyweight Championship na Wrestlemania 22.

Entre 2007 e 2010 não houve grandes acontecimentos. Os vencedores foram The Undertaker, John Cena, Randy Orton e Edge, respetivamente. O único novo recorde que se estabeleceu foi em 2009, quando Santino Marella apenas durou 1,9 segundos. Em 2010, tivemos a segunda mulher a participar no combate, Beth Phoenix e, ainda acabou por eliminar The Great Khali com um beijo.

Foi em 2011 que se realizou o maior Royal Rumble da história, com a participação de 40 lutadores.Alberto Del Rio venceu apesar de ter sido surpreendido por Santino Marella. Este estava escondido debaixo do ringue e só apareceu quando Del Rio festejava.

Nos três anos seguintes foram Sheamus , John Cena e Batista, respetivamente a obter a vitória.Sheamus tornou-se o primeiro lutador europeu a vencer , Cena e Batista obtiveram a sua segunda vitória. Em 2012, tivemos a Kharma a tornar-se a terceira mulher a entrar e, eliminou Hunico. No combate de 2014, Roman Reigns bateu o recorde de eliminações num só combate com 12.

Há dois anos, Roman Reigns conseguiu ser o terceiro membro da famosa família Anoa’i a obter a vitória , depois de Yokozuna e The Rock.

Já no ano passado, tivemos a primeira Royal Rumble em que o campeão máximo tinha que defender o título. Roman Reigns era o WWE World Heavyweight Champion na altura e foi obrigado a entrar com o número 1. A vitória foi para Triple H que obteu assim a sua segunda vitória e o seu 14º título mundial.

É já no domingo  que se realiza a trigésima edição do evento e Chris Jericho pode fazer história. O Y2J precisa de ficar em ringue apenas por 3 minutos e 39 segundos para ser o lutador com mais tempo acumulado de combate, isto se Triple H não entrar. Caso Kane participe , alcançará a sua vigésima aparição em combates Royal Rumble ( uma delas como Dr.Isaac Yankem e outra como Fake Diesel) , sendo o primeiro lutador a atingir esse marco.

Digam qual é o vosso combate e/ou momento preferido, assim como quem acham que irá vencer. Boa semana e divirtam-se!

Sobre o Autor

- Autor do artigo "Rollins Report" e grande fã de Seth Rollins, Dean Ambrose,AJ Styles e The Miz.

14 Comentários

  1. BRUNOju. - há 2 meses

    Ótimo artigo. O combate do ano passado foi muito bom, espero que o deste ano seja assim também.

    • FambroseDxDx - há 2 meses

      Obrigado!
      Ainda ontem vi o combate do ano passado que passou na WWE Network e foi bom lembrar-me de algumas coisas que já me tinha esquecido. Como o R-Truth a pensar que estava no Mitb.
      Pelo star power que apresenta, o Royal Rumble deste ano promete. Só não sabemos o que se passa na cabeça da equipa criativa!

  2. A_Hess - há 2 meses

    Há uns dias aproveitei para rever o Rumble de 2004, que tempos… o Chris Benoit teve uma prestação fantástica, lembro-me que na altura fiquei contente porque, apesar do Kurt Angle, meu favorito, ter sido eliminado, não queria o Big Show a vencer. O John Cena naquela fase “rapper”, com um apoio incrível, o Goldberg a ser eliminado pelo Angle depois de uma distração do Lesnar, Mick Foley a entrar exclusivamente para eliminar o Randy Orton. Foi um dos melhores RR da história, na minha opinião.

    Porém, dá a sensação de que os últimos RR têm perdido a magia. Continuam a ser motivos de interesse (aquela questão de “quem vencerá?”), mas a qualidade tem baixado, e basta ver que tivemos Del Rio, Sheamus, Batista a vencerem e depois nunca conseguiram dar seguimento. Este anos as expetativas são elevadas, só a ideia de um confronto entre Goldberg/Taker/Lesnar/Samoa Joe (?) é qualquer coisa. Já o disse: a menos que a WWE seja muito estúpida, não há maneira de arruinar o evento.

    • Stream - há 2 meses

      Concordo A_Hess não sei porque mas desde do RR de 2010 eu não me interessei mais, apenas o de 2016 me chamou muita atenção e foi muito bom , espero que o de 2017 não decepcione e crie um ar de muito mistério porque pela primeira vez não é muito óbvio que irá ganhar o Royal Rumble

    • FambroseDxDx - há 2 meses

      Também acho que os mais antigos eram melhores. Muitos dos combates recentes ou são muito previsíveis ou não têm motivo de interesse.
      No domingo aproveitei para ver o RR de 1992.

  3. Anónimo - há 2 meses

    Muito bom Artigo! Mas acho que o RR de 2016 nao foi o primeiro em que o título máximo estava em jogo, se não me engano o de 1991 é que foi

    • FambroseDxDx - há 2 meses

      Em 1992 tivemos a primeira disputa por um título ganho por Ric Flair que estava vago. Em 2016 tivemos pela primeira vez um campeão a defender o título

    • FambroseDxDx - há 2 meses

      E obrigado!

      • Anónimo - há 2 meses

        De nada! Obrigado por me teres corrigido, n prestei atenção à parte do “Primeira vez que o título máximo é defendido”

  4. Nuno Paço - há 2 meses

    Nunca me vou esquecer do final do Royal Rumble de 2005 quando John Cena e Batista tocaram precisamente ao mesmo tempo com os pés no chão, parecia mesmo combinado mas foi apenas um erro. Como se isso não bastasse, Mr.McMahon veio furioso pela rampa, rompeu os músculos de ambas as pernas e acabou sentado como uma criança no ringue. Enfim, correu tudo mal mas não deixou de ser cómico e épico ao mesmo tempo. Excelente artigo, deu para recordar!

  5. Anónimo - há 2 meses

    Não entendi porquê o Big show contínuo lutando sozinho depois de vence o Royal rumble 2004, é logo após ter se eliminado sozinho

    E também não entendi porquê o triple h fez tapout na wrestlemania 20 e deixou o título vago ater o summerslam daquele não.

  6. Um momento bastante engraçado foi no ano passado onde R-Truth pegou uma escada em baixo do ringue e tentou buscar a maleta do Money in the Bank… mas estava no PPV errado

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Desenvolvido por Luís Salvador / Wrestling PT © 2006-2017