Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Sharpshooter #36 – Qual a história do ano?

Salve a todos que agora leem o Sharpshooter! O artigo de hoje irá falar sobre as histórias envolvendo o WWE Championship, o World Heavyweight Championship e o TNA World Heavyweight Championship. Estava desde o Domingo passado em abordar somente a história principal da TNA, mas visto pelo fato tristonho que nós vimos na última Raw, achei melhor trazer todos os conteúdos num só para debatermos e saber as opiniões sobre o WWE Championship e o World Heavyweight Championship também.

É claro que tanto a WWE quanto a TNA estão com histórias muito boas pelos seus principais cinturões, a WWE está na feud da Superstars vs. Corporation, vemos Triple H vir com seu “Best for Business” afirmar que Orton é o futuro da WWE, enquanto Daniel Bryan é um “plano B”. Enquanto isto, o Chief Operating Officer (ou o Chefe de Operações, se preferirem) da WWE tenta sempre controlar a empresa para que nada fuja do controle e nem mesmo aquilo que é mau para os negócios.

No Hell in a Cell, após Daniel Bryan aplicar seu finisher em Triple H, vimos Shawn Michaels nos desiludir e aplicar o Sweet Chin Music naquele wrestler que ele treinou (this is bullshit!), Randy Orton fez o pin e se tornou o novo WWE Champion. Na Raw seguinte, Shawn Michaels se dirigiu até o ringue e chamou Daniel Bryan para uma conversa frente a frente, para explicar o porquê do feito e com os gritos de “You Sold Out”, disse que Bryan não estava tendo consciência do que está fazendo na WWE sendo completamente independente e “deu uma lição” nele ao finalizá-lo e pediu para se cumprimentarem em forma de desculpas e respeito. Bryan recusou e Michaels ficou furioso, não acreditou que ele havia feito aquilo depois de tudo que Shawn Michaels fez por ele… Daniel Bryan aplicou o Yes Lock em Michaels!

O próximo pay-per-view do ano é o Survivor Series, há planos para colocar Daniel Bryan ainda na rota do WWE Championship, ou de colocá-lo em um combate contra Triple H. Que papel terá Big Show no pay-per-view após ser banido para sempre da WWE? O que poderá acontecer depois que a feud terminar? Quem sairá como campeão? O que irá acontecer com Daniel Bryan e Randy Orton? São tantas ideias e tantos caminhos, que é só esperar para ver qual vai ser o final, o que pode acontecer de imprevisível é muita coisa!

“Dixie, this is your wake up call!” e foi assim que começou a feud entre AJ Styles e Dixie Carter, AJ Styles venceu o Bound for Glory Series e iria lutar contra Bully Ray pelo TNA World Heavyweight Championship no Bound for Glory. Dixie Carter marcou um combate sem desqualificações para o pay-per-view. Ao final e depois de interferência de Dixie Carter, vimos AJ Styles se tornar o novo campeão mundial depois de aplicar o Spiral Tap.

Na Quinta-feira após o pay-per-view teríamos a rematch de AJ Styles contra Bully Ray pelo cinturão, AJ Styles venceria mais uma vez após um Crucifix Pin e defenderia com sucesso seu TNA World Heavyweight Championship. Após o combate, Dixie Carter iria se dirigir ao ringue com um contrato para o principal campeão da companhia continuar na empresa e com o cinturão ainda dentro da TNA, era o contrato que AJ esperava, o contrato especialmente feito para que o mesmo continuasse, para continuassem juntos. AJ Styles disse que era um excelente contrato, mas disse que Dixie estava usando todos para enriquecer a si própria, com isto AJ amassou o contrato, disse que ela não respeitava nada e ninguém e disse a frase central daquele Impact “I am taking this title from you, because I leaving”. Ou seja, AJ Styles tomou o título para si e saiu da companhia como campeão.

Agora, AJ Styles irá defender o TNA World Heavyweight Championship mundo afora em circuitos independentes que possuem parceria com a TNA, como a AAA, do México e a Wrestle-1, do Japão. No site da TNA mostra que um novo campeão está a ser determinado, que há o World Heavyweight Championship Tournament para determinar o futuro campeão, que resultará em combate de Champion vs. Champion para determinar o verdadeiro TNA World Heavyweight Champion no futuro.

Entramos agora na parte da IWC, está se tornando muito comum os xingamentos a empresa por a acusarem de fazer cópia da storyline da WWE em 2011, quando tivemos no SummerSlam um combate de Champion vs Champion por um WWE Undisputed Championship. Devo dizer, a história anda boa, AJ Styles avisou que vai voltar e vai defender o cinturão pelo mundo. Pretendo continuar a ver os rumos desta história, os fatos estão muito abertos e muita coisa pode acontecer além desta simples ilusão, se você não gosta de ver e critica sem ao menos ter a consciência dos fatos só quero lhe dizer uma coisa: não gostas, não vejas! Pronto, a TNA pode criar e montar suas próprias storylines, sua própria “cara” e não precisa destas críticas idiotas e suas previsões futuras. A TNA está criando uma história para competir com a WWE, para também trazer fãs para acompanharem o produto.

Entramos agora no World Heavyweight Championship, a imagem acima mostra o que eu senti quando soube que John Cena iria voltar e lutar pelo World Heavyweight Championship contra Alberto Del Rio. Foi isto que eu senti quando ele ganhou o cinturão, foi isto que eu senti na Raw seguinte do Hell in a Cell, simplesmente um chute no saco!

Dia 14 de Julho deste ano, Damien Sandow trairia seu parceiro Cody Rhodes e conquistaria o Money in the Bank Contract pelo World Heavyweight Championship: qualquer lugar e qualquer momento. Primeiramente ele entrou em feud contra Cody Rhodes pela maleta, depois seguiria no solo após Cody Rhodes ser demitido da WWE e voltar tempos depois e em uma feud completamente diferente.

Enquanto isto, o World Heavyweight Championship anda desvalorizado e é avisado que John Cena já estava pronto para entrar novamente aos ringues, muito antes do já previsto quatro a seis meses de molho. Vickie Guerrero anuncia o regresso do mesmo ao Hell in a Cell e que Del Rio irá defender seu World Heavyweight Championship contra John Cena no pay-per-view. Houveram ideias e ideias, uns afirmavam que Cena poderia erguer o cinturão, mas outros, assim como eu, não via em Cena a necessidade de se tornar campeão, era só para deixá-lo ainda mais próximo do recorde de Ric Flair, quiçá bater seu recorde no futuro (quiçá o cacete, sabemos que Cena vai bater o recorde de Ric Flair) e dar ênfase ao verdadeiro “Face of WWE”. O combate aconteceu e apesar do braço lesionado e Del Rio ter o melhor Armbreaker do mundo, John Cena venceu o combate contra Alberto Del Rio e se tornou o novo World Heavyweight Champion.

Mas o pior ainda estava por acontecer, logo no início da Raw, John Cena faz uma promo e Sandow vem ao ringue, ambos começam a discutir e Damien Sandow ataca John Cena, faz tudo o que quer com ele, chama um juiz e faz o cash-in de seu Money in the Bank Contract. John Cena sofreria o cash-in e teria que defender naquela hora o seu título que havia conquistado um dia antes.

No combate, Sandow domina, aplica um Crossface e seu finisher, para o quê? John Cena se mostrar o super-herói que já conhecemos e se levantar em dois. Na continuação do combate acontece aquilo que “todos nós queríamos”, Sandow perde, falha o cash-in e John Cena continua como o velho super-herói e como World Heavyweight Champion. Isto nada mais fez do que piorar a carreira do Damien Sandow, colocou ele bem abaixo.

“Facto: Sandow não merecia isto. Acabaram de destruir a carreira do homem. E por favor não me venham com o imaginary brass-ring speech, porque eu também já ouvi vários desses. Não me venham dizer que esta derrota vai fazer maravilhas à sua carreira. Não me venham dizer que esta derrota é o primeiro passo rumo ao main-event. Não me venham dizer que esta derrota tem alguma coisa de bom! Como é o que facto de Sandow ser o homem com menos sucesso enquanto Mr. MITB lhe pode ajudar de alguma forma na sua carreira?”

(Ricardo Silva em Long Horn Peep Show #34 – O Wrestling Chora)

Agora, com John Cena ainda campeão, ele e Orton novamente ao topo, não acredita que talvez nós estamos voltando ao WWE Undisputed Championship? Sem a Brand Split, não achas que apenas um cinturão mundial é o correto neste momento?

Encerro o artigo com as minhas opiniões e um trecho do Long Horn Peep Show desta semana e pedindo talvez desculpas por ter usado palavras de calão mais baixo nas tirinhas e no artigo. Até para a semana!

PERGUNTAS

1 – O que achas do WWE Championship no momento?

2 – Qual sua opinião sobre o TNA World Heavyweight Championship e a storyline principal?

3 – Qual sua opinião sobre John Cena e o World Heavyweight Championship?

Sobre o Autor

- Curitibano, brasileiro e torcedor do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense e colaborador no WPT, como escritor do quadro Sharpshooter. A quem gostar dos artigos e quiser me adcionar ao Facebook para ter mais de Wrestling e demais assuntos do nosso cotidiano, sinta-se à vontade! Apenas procure por: Bruno do Nascimento Costa. Peço apenas que, caso adicione, me mande uma mensagem, se identificando como leitor assíduo do WPT.

15 Comentários

  1. FábioVaz - há 3 anos

    Hey Bruno, belo artigo!

  2. D-Rock - há 3 anos

    Primeiramente quero dar os parabéns pelo excelente artigo, tudo muito bem escrito com boas ilustrações.

    Agora respondendo às questões:

    O WWE Championship está como o bem mais precioso da WWE, com a corpotarion a não querer de todo que um “B+ player” ande com ele, gosto desta storyline, apesar de ser algo reciclado está muito bem adaptada para uma PG Era, claro que não íamos ter crucificações e camiões com cerveja a entrarem pelo ringue, mas foi bastante bom, os mais novos não se lembram certamente da Corporation ou do Corporate Ministry mas têm aqui algo para recordar no futuro.

    O TNA Championship está como o da WWE, acima de tudo, a TNA sempre tentou vender aquele titulo como o mais importante do mundo e até é convincente, estão a fazer com este titulo o que eu queria que a WWE tivesse feito com o Punk em 2011 mas arruinaram tudo, a TNA está no bom caminho promovendo o titulo por outras companhias, mas dado o historial da TNA não me surpreenderia que o final desta storyline fosse triste, já não se pode culpar os fãs por perderem a esperança, são muitos anos com bons inicios de storylines, grandes angles e finais horriveis, gostava de estar errado desta vez, até porque quero que a TNA cresca e deixe de tentar competir com a WWE tornando-se assim uma alternativa e deixe de ser uma divisão distrital, os fãs querem ver algo diferente, se é para ver as mesmas coisas ficam apenas num canal.

    Quanto ao World Heavyweight Championship, acho que o titulo está a mais desde que terminou a brand division, os ultimos anos têm sido pessimos e aquele titulo está num nivel baixo, agora com Cena a campeão tenho a esperança que ele e Randy Orton tenham uma feud e unifiquem os dois cinturões, por um lado tenho pena pois para mim o Big Gold Belt têm o melhor design, é o titulo mais bonito que anda ai, logo seguido pelo da TNA.
    O melhor que poderia acontecer a esse cinturão era unificar com o da WWE, não faz sentido uma companhia com dois titulos mundiais, não conseguem passar o mesmo prestigio aos dois, vamos ver o que acontece.

    Pronto esta é a minha opinião, uns podem concordar, outros nem por isso mas é aquilo que eu penso, mais uma vez quero deixar os parabéns pelo artigo, continuem assim.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Muito obrigado, D-Rock! Realmente concordo com todas suas opiniões, principalmente sobre a TNA, está bem promovendo o cinturão mundo afora, mas tem que parar de competir com a WWE e pensar mais em si. Em relação a WWE, assim como você, pretendo que o Undisputed WWE Championship aconteça novamente, sem a brand split é praticamente ridículo ter dois cinturões mundiais.

  3. gui - há 3 anos

    excelente artigo muito bom mesmo.

    .a historia envolvendo o wwe championship estar muito boa,ficaria melhor se tivesse um tal de cm punk

    .acho que o cena como whc uma ideia boa, para da um ar novo e tira de vez alberto delrio,mas não precisava ser o cena tendo nomes como barrett,sandow

    .tna,não assisto

    • Bruno Costa - há 3 anos

      Obrigado, Gui! Muitos falam sobre Punk estar na feud principal, que ele poderia incorporar ainda mais. Somos dois adeptos desta ideia!

  4. Ricardo Silva - há 3 anos

    Último grande Campeão Mundial: Mark Henry.
    Última grande rivalidade pelo WHC: Christian vs Orton.

    A Situação do WWE Championship foi mal gerida. A meu ver, o facto do Orton ser incapaz de sair um único combate por cima do Bryan, sem aplicar um único RKO, é demasiado pró-Bryan. O Orton devia ter ganho o título antes, limpo ou sujo.

    Não vejo a segunda liga.

    • Ricardo Silva - há 3 anos

      Já agora, antes que me esqueça, estou lisonjeado pela tua citação :)

      • Anónimo - há 3 anos

        Ah… hehehe! Sempre estou dando uma olhada em todos os artigos do Universo, volta e meia comento. Olhei seu artigo desta semana e comentei, achei AWESOME! Coloquei no meu Face e joguei em vários sites e páginas do Facebook.

        Depois do fato da última Raw, decidi abordar todos os cinturões e pra falar de Cena, não só me baseei no meu ódio mas como no Long Horn Peep Show desta semana! Esta parte do artigo é a que melhor caracteriza Sandow agora.

        Bom, o reconhecimento por um bom artigo veio também no Sharpshooter! Parabéns mais uma vez!

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        Fui eu que comentei acima, esqueci de por o nome e e-mail…

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      É, em relação ao WWE Championship, o Orton ganhar combates sem um RKO empobrecem ele como campeão e Bryan como um “fraco”. Acho que se ele aplicar um e falhar, para depois vencer com um outro é melhor…

      Concordo sobre o World Heavyweight Championship!
      Obrigado por comentares, Ricardo!

    • MicaelDuarte - há 3 anos

      É verdade que a última rivalidade com alguma importância foi essa entre o Orton e o Christian, mas também não foi nada por aí além (mas entendi o que disseste). No entanto, se me disseres que esses dois fizeram sempre combates de cortar a respiração, aí sim, concordo totalmente contigo.

      • Ricardo Silva - há 3 anos

        Tu percebeste Micael. Não foi por aí além, porque o Christian acabou na merda, como de costume. E nessa altura, embora o Orton tenha a sua galera de fãs, o Christian estava over (também graças ao Edge) e o people, no geral, não curtiu o que lhe fizeram.
        Quanto aos combates, grandiosos. Mas a cena é que o foco esteve sempre (na maioria) na posse do ouro e não tanto nos lutadores. Porque para o Christian significava tipo a “validação” ou whatever they want me to say, da carreira dele.

      • Coisa - há 3 anos

        É dificil o christian conseguir sair por cima do Orton, porque era o The Viper que estava a trazer as audiencias para a Smackdown (daí o Orton ter ido para o Smackdown pelo draft, para compensar o edge)…

      • Jamis "ser" Wiliam - há 3 anos

        Eu acompanho o Christian deis de que retorno para a WWE no ECW ele é um dos lutadores que mais gosto, e fiquei muito triste pelo o que fizeram com em 2011

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador