Sharpshooter #47 – Mais uma unificação?

Olá a todos que hoje acompanham o Sharpshooter! A unificação do WWE Championship com o World Heavyweight Championship causou muita polêmica na IWC em geral, grande maioria criticou a unificação dos títulos, por considerar o caminho ao main-event mais árduo e difícil. No Sharpshooter #40 dei a minha opinião sobre a unificação, achei um ponto positivo e defendi a mesma, mas, claro, reconhecendo seus pontos fracos.

Mas, porém, entretanto, contudo, todavia, não obstante… but… a unificação parece que virou moda e chegou a vez de criticá-la desta vez. Dia 12 de Janeiro a notícia sobre um possível spoiler ao Elimination Chamber caiu-me como uma bomba: Um combate para unificar o Título de Estados Unidos de Dean Ambrose e o Título Intercontinental de Big E Langston está a ser pensado para o WWE Elimination Chamber, no próximo mês.

Então virou moda unificar títulos? Eu defendi a unificação dos títulos principais, mas acho um pouco radical o fato de unificar os dois cinturões intermediários da WWE. São dois cinturões com grande história, que tiveram grandes momentos dentro da WWE e até hoje podemos ver combates e excelentes reinados com eles.

Um dos fatos é que o United States não contribui para que um wrestler se torne Triple Crown Championship, mas não deixa de ser um cinturão com história e qualidade, é um cinturão que já passou pelas mãos e cinturas de Bret Hart, Mr. Perfect e Chris Benoit. Hoje se encontra com Dean Ambrose, que vem tendo um grande reinado e longo juntamente com os Shield.

O Intercontinental Championship é sem comentários, né!? É o cinturão com imensa história dentro da companhia e sempre citado quando se revela a carreira de alguém, quem não sabe que só Chris Jericho já o ganhou por nove vezes? Acredito que seja o cinturão que ajuda os pequenos a ter espaço e dar aos mesmos um possível lugar no main-event, quantas histórias não se têm para contar com Jeff Hardy, Randy Orton e Edge quanto portadores dele (mas John Cena, graças a Deus, nunca o estragou, conquistando-o).

Se o combate mesmo acontecer e os cinturões forem unificados, o combate entre Dean Ambrose e Big E Langston terminará com a vitória do último, a não ser que haja uma baita influência dos The Shield, isto se eles sobreviverem como stable até lá, pois acho que o Royal Rumble é um propício momento para se separarem e cada um tomar o seu rumo individual, isto serve principalmente para Roman Reigns.

Já li desculpas que isto pode ser bom, pois manda os jobbers para fora de uma vez, o valor dos títulos em um só se tornaria maior e levado com mais relevância. Até mesmo a Brand Split justifica um pouco isto, pois não há necessidade de dois cinturões de mid-card se não há uma divisão das brands, enquanto o WWE World Heavyweight Championship eu concordo, com os cinturões do mid-card já acho um tanto quanto exagerado.

Vamos voltar um pouco ao passado. Na Attitude Era tínhamos apenas um cinturão mundial; em 2002 foi unificado os cinturões principais (WWE e WCW), havia o Intercontinental Championship e o World Tag Team Championship, com menos cinturões podemos ter mais feuds com mais competitividade, combates com mais estipulações e mais do que apenas dois lutadores lá. Então pergunta-se: problemas em unificar os cinturões do mid-card?

Venhamos e convenhamos, os reinados de tempos atrás nas TV-14 eram muito superiores em termos qualitativos do que os atuais (claro que com exceções, como os 434 dias de Punk como WWE Champion, mas falando de uma maneira geral), tudo isto é causado por bookings que na sua maioria são ridículos, e não se vá muito longe, tais como o booking que Alberto Del Rio recebeu enquanto World Heavyweight Champion: foi péssimo. Com esta possível unificação, não acredito que o mid-card receba a atenção merecida e tudo continuará se centrando ao topo: Cena e seu rival heel.

O caminho ao main-event com a unificação já está mais árduo e difícil, tirando-se um cinturão este caminho ficaria ainda mais complicado. Depois da unificação e do tal WWE World Heavyweight Championship, estive pensando: talvez mais um cinturão no roster pudesse dar mais ênfase ao mid-card e ajudar quem precisa de um “push”. O principal cinturão que levei em conta foi a volta do Cruiserweight Championship, até porque a WWE já está querendo dar mais ênfase aos power-houses, os “pequenos” vão andar mais perdidos no roster.

Sin Cara (feito pelo Hunico), Seth Rollins (após separação dos Shield), Evan Bourne, Sami Zayn, Adrien Neville, Justin Gabriel, Kofi Kingston, Tyson Kidd, Yoshi Tatsu, Zack Ryder e coloquem ali se quiserem Rey Mysterio e os Usos, não são bons nomes para uma divisão Cruiserweight? Acredito eu que a WWE tenha bons nomes para uma divisão de pesos-médios e com um tom bem mais high-flyer.

É claro que nem todos possam ser main-eventers, mas quem está em uma companhia de Wrestling e quer ser “alguém” e luta por isto nos backstages, acredito que mereça as oportunidades que lhe cabem. Não acredito que o United States Championship e o Intercontinental Championship devam ser unificados, pois quem vai sofrer mais com isto será o roster. Mas como eu não mando em nada na WWE…

PERGUNTAS

1. Acreditas que o United States Championship e o Intercontinental devam ser unificados?

2. Colocarias mais um cinturão no roster? Qual?

3. Achas que a WWE possa voltar a ter uma divisão Cruiserweight?

Sobre o Autor

- Curitibano, brasileiro e torcedor do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense e colaborador no WPT, como escritor do quadro Sharpshooter. A quem gostar dos artigos e quiser me adcionar ao Facebook para ter mais de Wrestling e demais assuntos do nosso cotidiano, sinta-se à vontade! Apenas procure por: Bruno do Nascimento Costa. Peço apenas que, caso adicione, me mande uma mensagem, se identificando como leitor assíduo do WPT.

56 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Em parte tens razão, mas neste caso eu conseguiria ver vantagens se fosse algo temporário, ou seja depois da Wrestlemania alguém do NXT desafiava o Big E por um dos títulos e tornava-se campeão dos USA ou IC(de preferência seria o Sami Zayn).

    Mas podiam dar o titulo ao Seth Rollins, e deixar a feud entre o Ambrose e o Reigns, isso não deixa de ser um cenário agradável

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Se for temporário eu não sou contra, mas caso seja feito a unificação de fato, já mostro minha crítica. Obrigado por comentar, José!

  2. Bad News Barrett - há 3 anos

    É assim se esta unificação por temporária e servir para o tao desejado objectivo da wwe em elevar o Big E concordo. Ele poderia entao conquistar o USA Champion do Ambrose no Elimination Chamber. Dessa forma acabaria com um grande reinado do Ambrose e saíria muito credibilizado. O grande que falo é em termos de tempo pois o que começou muito bem acabou menos bem. A aposta da wwe recaía inicialmente no grupo em si mas principalmente no Ambrose e isso foi-nos dado a entender quando conquistou o titulo ao contrario dos companheiros que ficaram com os titulos de tag team. Como a aposta mudou para o Reigns agora mais recentemente Ambrose tem vindo a ter um reinado sem qualquer importância e apenas nos tem dado a entender que nao precisa do titulo para nada para ter importância, aliás acho um desperdicio qualquer um dos 3 elementos dos The Shield ter um titulo secundario neste momento so por ter enquanto nomes como Fandango ou Sandow precisam urgentemente de um. O Ambrose tem-no, nao lhe dá relevancia, nunca o defender e quando o faz retem por desqualificação e isso nao ajuda em nada.

    Mas indo ao que interessa acho que se o objectivo da wwe é credibilizar o Big E deveria dar-lhe esse genero de vitoria em vez de o fazer perder varias vezes para o Orton (uma vez o.k aceita-se mas mais é exagero!). Deste modo iria à wrestlemania e venceria o Henry pelos titulos unificados e claro mais tarde poderia aí sim perder os titulos de forma a que a unificação terminasse e fazendo alguem beneficiar imenso disso.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Concordo, Bad News Barrett! Caso seja feita de bela forma e com cuidado e seja temporário, não vejo porque a unificação não ocorrer. Mas caso fosse definitivo eu veria como um problema.

  3. Fandangooo!! - há 3 anos

    Eu gostaria da unificação porque não queria ver a feud Ambrose vs Reigns vs Rollins com o Usa Championship. Colocar mais um título ao Roster… pensaria também no Cruiserweight ou quem sabe no Light Heavyweight um cinturão para os meios pesados.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Não precisa, vejo a Mania com tempos para outro tomar o cinturão dos Shield e reforçar a tensão do grupo. Veria a alguém o tomar e implementaria o Cruiserweight Championship mais uma vez, como também disseste!

  4. catchprase - há 3 anos

    Eu acho que a unificacao nao trazia nada de bom a wwe porque com a quantidade de mid carders que a wwe tem atualmente e ate low carders seria bom ter 2 titulos de mid card pra ganharem prestigio na minha opiniao o titulo USA poderia ser mais para low carders e recem chegados do NXT enquanto o titulo IC mais pra mid carders
    PS: sao memo estupidos em nao terem aproveitado os wolves

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Concordo, catchprase! Como eu vejo mais prestígio no Intercontinental do que nos USA, eu veria o USA para mostrar os mid-carders que realmente têm talento, o Intercontinental Championship dava mais prestígio aos pequenos como um bom “push”.

  5. Simao Rock - há 3 anos

    Acreditas que o United States Championship e o Intercontinental devam ser unificados? Sim porque queria ver o Big E a arrebentar com o midcard todo.

    Colocarias mais um cinturão no roster? Qual Sim colocaria o Cruiserweight champion ou talvez o Light Heavyweight

    Achas que a WWE possa voltar a ter uma divisão Cruiserweight? Sim poraria lá todos os jobbers e mais alguns que devem ter oportunidade
    para a divisão poderia talvez ver o chavo lá na mesma divisão

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Talvez Big E já vem a detonar… O Cruiserweight Championship ou o Light-Heavyweight Championship são bons para dar oportunidades novas, tanto aos jobbers e ao low-card.

      • Simao Rock - há 3 anos

        só se for o Big E e o Mark Henry na divisão de tag team depois de perder o titulo

  6. Diogo Mendes - há 3 anos

    desculpem a ignorancia mas o que significa IWC?

    • danielLP21 - há 3 anos

      Internet Wrestling Community.

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        Obrigado, danielLP21 por esclarecer!

        Diogo Mendes, não se sinta envergonhado, não é ignorância e dúvidas tem que ser sanadas!

  7. akujy - há 3 anos

    Embora eu não seja fã da unificação dos titulos principais, nem desta caso se verifique, acabo por ter de concordar com as mesmas. Se a WWE não tem qualquer plano de expansão do roster, ou mesmo de trazer de volta a brand split, se não o tenciona fazer para já, não vejo qualquer sentido em ter titulos de singles que davam para duas brands. Até porque depois acontece o que se tem visto nos últimos anos e eles são tratados como têm sido. No estado actual das coisas defendo que a WWE apenas precisa dos seguintes títulos:

    – WWE WHC

    – Intercontinental

    – World Tag Team

    – Divas Championship.

    Portanto acho bem que unifiquem e se um dia se expandirem podem voltar a trazer os antigos títulos de volta, como já fizeram no passado. A redução é meio caminho andando para voltarmos a ter títulos com mais prestigio. A outra metade é mesmo saber usá-los.

    • Cadu2204 - há 3 anos

      Eu concordo totalmente contigo e até acrescento uma coisa: que aproveitem esta oportunidade para dar uma nova dinâmica ao título Intercontinental/USA.
      Que adicionem pequenas “estipulações” ao título, sei lá… algo que faça pensar “O main-event é o WWE WHC, mas este combate também pode roubar o show”, um pouco à semelhança do que a X-Division faz(ia) na TNA. Já há muito tempo que estes títulos não têm a atenção que merecem, quer pela WWE, quer pelo público.

      Acho que só fazia bem que este título fizesse um pouco o papel que o WHC fazia antes, isto é, ser um título que os mid-carders ao ganhá-lo, “cumprissem um sonho de uma vida” e dessem um grande valor ao título, visto que este título foi já ganho pelos melhores dos melhores.

      • AwesomeTheMiz - há 3 anos

        – akujy: Obrigado mais uma vez, akujy! De fato, sem pretensão de expandir e sem brand split pode ser que não haja sentido ter dois cinturões principais, mas vejo pelo fato de desenvolvimento. A redução dá valor ao título e mostra mais disputa, mas a principal questão é saber valorizá-los.

        – Cadu2204: Exato, era interessante até anos atrás ver Extreme Rules pelo Intercontinental e feuds muito interessantes pelo USA Championship.

      • akujy - há 3 anos

        Percebo perfeitamente o lado de quem fica a pensar no que será das futuras estrelas em ascensão quando se acabou com o WHC. Mas a verdade é que já estavamos a ter pessoas a mais a poder gabar-se que já tinham ganho um titulo mundial. Agora q só existe um titulo mundial, já será algo mais prestigiante, algo que poderá ser visto como uma honra. Terá mais valor. E depois evitam-se 50 mil reinados, como é o caso de Cena, que se não fosse pelo WHC não teria 14 reinados como campeão do mundo.

        Mais um bom artigo e espero para ver o que nos vais trazer na próxima ediçao.

  8. The Beard - há 3 anos

    nao concordo quando dizes que o ambrose está a ter um grande reinado, ele defendeu o titulo quantas vezes? e as vezes que defendeu acabou em DQ

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      O pior é que ele começou com um grande reinado. Mas a partir do momento que Reigns começou a ser mais o centro e ele saiu sobrevalorizado (claro, sem deixar os Shield), o reinado do Ambrose vem em decadência e perdendo a importância.

  9. The Mentalist - há 3 anos

    http://m.youtube.com/watch?v=y7xLJqUigyQ

    Como da pra ver nesse vídeo, não precisa unificar os títulos secundários, e sim dar mais atenção à eles

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Exato, The Mentalist! Não só este, mas como os combates de Jeff Hardy e Johnny Nitro em Steel Cage e Ladder Match, ou aquele de Randy Orton contra Mick Foley em um Extreme Rules… são casos que mostram que o título tinha mais importância, mais atenção e feuds melhores.

  10. BRRM - há 3 anos

    Gostei do artigo.

    1. Acreditas que o United States Championship e o Intercontinental devam ser unificados?
    Não porque o roster da WWE é demasiado grande para ter um só midcard title.

    2. Colocarias mais um cinturão no roster? Qual?
    Talvez o Cruiserweight Title.

    3. Achas que a WWE possa voltar a ter uma divisão Cruiserweight?
    Penso que sim porque a WWE tem muitos atletas que só tem futuro nesta divisão.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, BRRM! O roster é grande para apenas um campeão de mid-card, por isto que acredito ter importância um volta de Cruiserweights.

  11. hugo lopes - há 3 anos

    1. Acreditas que o United States Championship e o Intercontinental devam ser unificados?
    Não. Porque depois iria haver uma grande desvantagem no roster da wwe
    para quem quissesse lutar por um dos títulos

    2. Colocarias mais um cinturão no roster? Qual?
    Sim. O Título wwe women’s championship. Mas se for para depois unficar com o título das divas não vale a pena. Então poderiam trazer o European Championship.

    3. Achas que a WWE possa voltar a ter uma divisão Cruiserweight?
    Não. Porque na WWE há já muito poucos Cruiserweight’s

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Concordo com tudo, hugo lopes! A não ser o fato de Cruiserweights, poderia haver a volta com o começo de uma pequena divisão. O Women’s Title foi uma perda, tiraram o cinturão com história.

  12. Rob Van Dam - há 3 anos

    Gostei bastante deste artigo,parabéns.

  13. JoãoRkNO - há 3 anos

    Mais um belo artigo Bruno.

    Não concordei com a unificação dos títulos principais, e também não com concordo com esta. Se houvesse uma redução do roster, muito bem, poderia ser o primeiro a dar o braço a torcer, mas neste cenário sou completamente contra, apesar de que nos últimos meses existir US Title ou não seria praticamente a mesma coisa. Mas pergunto-me, sem a existencia da Brand Split que lógica tem existir dois títulos do ME? É um assunto complicado.

    O único título que tinha lógica para aparecer era o Cruiserweight. Acho que a contar com algumas superstars do Main Roster e do NXT, este título encaixava que nem uma luva no panorama atual. Poderíamos voltar a ver boas feud´s de High Flying, por exemplo um Bourne vs Gabriel, ou um Zayn vs Kofi, etc etc.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, JoãoRkNO! Se houvesse uma redução, ok mas o roster é grande para poucos títulos. O Cruiserweight aparecer mais uma vez era uma opção, acho que com os lutadores citados eram suficientes termos uma divisão de qualidade e sem feuds repetidas.

  14. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Apoiava uma unificação caso o titulo cruiserweight voltasse. Afinal, o título dos USA está ali mas é como se de facto nem existisse. Caso contrário, sou contra a unificação.

    E sim, a WWE teria uma boa base para criar outra divisão cruiserweight. Ryder, Kidd, Rhodes, Zayn, Breeze, Neville, Rey, Sin Cara, Gabriel, Kingston, Usos e por aí fora. Era uma boa forma de manter esta malta toda com algo para fazer. Por exemplo, todos os Raws ou Smackdowns podiam abrir com um combatezito dessa divisão. Tipo, era bacano um Smackdown abrir com um Sami Zayn vs Tyson Kidd ou algo assim. Todos gostam de high-flyers.

    Se acho que a WWE vai voltar com esse título? Não, nem que os porcos ganhem asas (ou o United ganhe um jogo). Whatever, são ambos impossíveis.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      O United ganhe um jogo… hahahaha! xD

      Também acho difícil a volta. A Raw era um espaço perfeito para desenvolver Superstars e colocar um excelente combate todas as semanas em uma divisão Cruiserweight, ou eles não se tocaram que a primeira hora poderia servir para isto?

  15. gabriel - há 3 anos

    Eu acho que não devia unificar os títulos mas eles poderiam fazer voltar o european championship

    O titulo pesos leves não deveria voltar pois a wwe não tem muitos lutadores pequenos mais um wwe european championship poderia ser uma boa ideia

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Talvez não agora, mas acho que os nomes citados poderiam começar uma nova divisão Cruiserweight!

  16. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Mais uma boa edição e um tema interessante.

    Sou apologista de não haver unificação do mítico Intercontinental Title, com o também histórico USA Title.Tenho feito previsões que na Wrestlemania teremos Ambrose vs Big E pela unificação destes dois ultimos.

    Apesar de gostar e muito do cruseyweight title, neste momento não fazia sentido ele voltar, mas se for adicionado ao roster mais lutadores com peso leve, então é uma boa solução.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, André! Também sou contra a unificação dos títulos de mid-card. Eu citei aqueles pois acredito que um Cruiserweight Title poderiam ter sucesso em uma divisão assim, contando com a subida de nomes como Adrien Neville e Sami Zayn.

  17. GonRodri - há 3 anos

    Excelente artigo ”ATM” Bruno !!

    Em resposta às tuas perguntas, acho q os titulos Intercontinental e United States n deviam ser unificados(por razoes obvias).A WWE so quer unificar para ver se o WWE Universe fica mais entusiasmado, mas eu acho e q a WWE esta a ficar sem ideias nenhumas.Eu colocaria o ECW Championship de novo( mas pra isso, a ECW tinha de voltar, o menos provavel) e trazia o Titulo Cruiserweight para temos mais diversao c/ os novos talentos.Eu acho q podiam voltar a ter uma divisao Cruiserweight eu acho q isso seria o Best For Business …

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, GonRodri! De fato, trazer o ECW era difícil, já era uma outra empresa e que viria acabar com o tempo, certamente. O Cruiserweight era uma boa, principalmente aos mais pequenos, realmente era bom para todos e para o negócio!

  18. Anónimo - há 3 anos

    sabe o que eu acho devia trazer de volta o show da ECW de volta promo ver esse show com os pequenos super astros esquecidos trazer de volta o ECW championship, pegar super astros como Sin Cara (feito pelo Hunico), Seth Rollins (após separação dos Shield), Evan Bourne, Sami Zayn, Adrien Neville, Justin Gabriel, Kofi Kingston, Tyson Kidd, Yoshi Tatsu, Zack Ryder. e as futuras etrelas da NXT para promo ver paras os grandes shows da wwe.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      A ECW já era uma marca antes e viria a acabar com o tempo = FATO! Apesar de não achar tão viável e necessário, não discordo da ideia de trazer mais um programa para relembrar os esquecidos e dar “push” e espaço a pequenos, que pudesse ir ao ar às Terças… é uma boa ideia! Mas acho que a Raw e SmackDown poderiam ser melhores aproveitadas para tal.

  19. gui - há 3 anos

    Como sempre um belo artigo Brumo

    concordo com você,não acredito que vá ocorrer unificacão,pois a wwe tem um roster grande,ha não ser que a wwe vá trazer algun titulo de voltar

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, gui! Não acredito que a unificação venha a ser boa, mas se os planos seguir ao Elimination Chamber: talvez ocorra…

  20. Mario Magalhaes - há 3 anos

    Muito bom artigo, sou contrário as unificações, mas parece ser a nova moda da WWE e em relação a tuas perguntas:
    1. Acreditas que o United States Championship e o Intercontinental devam ser unificados?
    Não gostaria que isto ocorresse, mas nas atuais circunstâncias, como Ambrose sequer defende seu cinturão em PPVs, pode acabar sendo uma boa saída.
    2. Colocarias mais um cinturão no roster? Qual?
    Não colocaria, mas também acabaria com as unificações.
    3. Achas que a WWE possa voltar a ter uma divisão Cruiserweight?
    Poderia ser uma boa solução para dar oportunidade a uma serie de superstars, pois com as unificações, a chance de se ter um reinado, para alguns será praticamente zero.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Obrigado, Mario! Concordo com tudo o que disseste, eu acresceria um título numa possível divisão Cruiserweight, há lutadores do roster que vejo tendo sucesso na WWE com uma divisão dedicada a eles (tais como a Cruiserweight!)

  21. don_ricardo_corlone - há 3 anos

    Esta é a unificação que não faz qualquer sentido. Os dois titulos de tag team ainda vá, eram dois titulos de tag team. Os dois titulos mundiais digo o mesmo, era dois titulos mundiais. Agora, os titulo de mid card? Se um deles o dos EUA e o outro o Intercontinental? Não faz sentido nenhum pois nada os liga a não ser o facto de serem titulo de mid card. Que nome vai ter? Intercontinental USA? USA Intercontinental? Mid Card Championship? Neste caso apenas faria sentido o fim de um dos titulos e nunca a unificação, pois nada existe para se unificar. No entanto, sou contra, salvo o regresso do titulo de cruiserweight pois a WWE precisa dos titulos, apesar de a WWE vir a achar que não precisa do mid card para nada…
    Se não param com a moda das unificações à parva, qualquer dia será como já li aqui neste site: O WWE Intercontinental US Unisex Tag Team World Heavyweight Championship.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Exatamente, don_ricardo_corleone! Sem contar o possível nome, a não ser que destruam mesmo o nome e deixem só um deles. O nome eu já tinha visto, me rachei de rir! xD

    • Dreamer - há 3 anos

      Era “WWE USA Intercontinental World Heavyweight tag team unissex championship” xD

  22. ivan - há 3 anos

    Depende, assim teremos muito menos wrestlers com destaque. Se a WWE der chance aos “menores” da companhia, seria uma boa, senão pelo contrário, se for só pra manter os mesmos no main event, é melhor não! Isso só a WWE vai decidir. Traria talvez o European(que tem história, passou po Owen Hatr e HBK) e o Cruiserwheith, que pode sim ter uma divisão.

  23. damv - há 3 anos

    Unificaçao de titulos mid card. Nope. Nem esses titulos, nem nenhum, só unificava a stefani mcmahon, ao triple H, e ao Vince, para formar o Stupid President os All Time.
    Mais um titulo no roster, penso que por agora nao, e de forma a responder a terceira questao, do titulo Cruiserweight, nao faz sentido neste momento, pois a meu ver bastava pegar no titulo USA, e atribui-lo a malta que gosta de polar das cordas e pronto, para esses havia um titulo definido, servindo como plataforma de entrada a grandes novos talentos, tipo Sin Cara Versao Hunico.
    AH, meus caros nao metam um Ex-Campeao mundial (Rey Misterio) num saco chamado divisão Cruserweight, pk ele já passou por essa à mt anos. Quando s é campeao 1 vez, significa k os voos dessa pessoa passam por títulos de topo, ou 1 ou outro de mid card, mas infialo numa divisão de passarinhos, pá isso é para malta nova, ao que me parece kerem ver o pobre homem com cerca de 40 anos, sempre enfiado num hospital. Pá o Rey agora devido a sua condição física tem de trabalhar segundo as suas possibilidades.
    Pá e chamar “divisão” parece algo que limita os performers, pois a NJPW, tem o Jr. Heavyweight Champ e esse mesmo luta de igual modo com o World Champion, e não é divisao, é sim estilo de luta, pois o Shelton Benjamin era tao high flayer como um rey mysterio, e era pesadote. Ok

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      É… eu pensei em Rey ali para não ficar estagnado, possivelmente trazer algo novo e desenvolver os pequenos. Shelton Benjamin “voava” e era mais pesado (uma exceção). Pode não ter uma divisão, mas todos que lutam e querem mais, merecem oportunidades cabíveis.

  24. Hygor - há 3 anos

    eu li na wikipedia do Kofi Kingston ontem, e estava dizendo q o Kofi derrotou Dean Ambrose na Raw de hoje pelo United States Championship!!! será que é verdade?

    • A Wikipédia é um site que pode ser editado (alterado) por QUALQUER pessoa. Não é fonte fidedigna.

    • AwesomeTheMiz - há 3 anos

      Só para termos uma ideia (e complementar o que Salvador já disse), acabei de verificar as informações sobre isto em três línguas. Não consta nada sobre mudança de mãos do United States Championship.

  25. Vitor Costa - há 3 anos

    Eu não defendo a unificação dos títulos médios e até torço para que o WWE WHC se divida. Quanto aos títulos revividos, eu lembro que li aqui que o Tio Vince queria fazer um programa aos sabados com o Cruserweight Championship e o Tag Team Cruserweight Championship e que os grandes nomes do evento seriam o Mysterio e o Sin Cara, seria um programa voltado um pouco para o público infantil e cheio de movimento extrabolantes cheio de high-flying moves. E também reviviria o Hardcore Championship, pois tenho saldade de ver uma boas cadeiras, marteladas em sangue em pay-per-view e como o título já diz traria isso de volta em grande.

  26. Dreamer - há 3 anos

    É, demorei pra ler, tinha me esquecido de ver este artigo no domingo e só me lembrei agora xD Por sinal, bom artigo Bruno.

    Realmente, não faz muito sentido unificar os títulos do mid-card, e ressalto o que falou o don_ricardo_corlone, os outros títulos unificados tinham uma “ligação”, mas estes dois não tem quase nada a ver. Defendo o regresso do cruiserweight championship, pois acho que uma divisão dos “voadores” seria muito boa. Pelo menos pra mim, pois sou um grande fã do estilo “high-flying”. Se não este cinturão, podíamos ter o European championship de volta, já que ele tem bastante história.

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador