Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Candidata-te!

Sharpshooter #67 – Mama, I’m Coming Home

Acredito que, desde que todos nós do extinto Universo fomos integrados a equipe de topo do WPT, eu nunca havia escrito um artigo voltado totalmente sobre TNA. Após o Slammiversary do Domingo passado e tudo o que veio a decorrer no meio da semana na empresa, me fez estar com tema para hoje desde a Terça-feira. Houve a troca do principal cinto da companhia nesta Quinta-feira, assim como o anúncio de uma enquete e da volta de dois wrestlers à companhia que serão comentados hoje, prazer, sou Bruno do Nascimento Costa e este é o

“Times have changed and times are strange and here I come, but I ain’t the same, You made me cry, you told me lies, but I can’t stand to say goodbye. I could be right, I could be wrong and hurts so bad, it’s been so long, I’ve seen your face a hundred times everyday we’ve been apart, I don’t care about the sunshine because mama, I’m coming home!”

Duas voltas, três, e possivelmente quarto. Os tempos mudaram, as pessoas mudaram, mas hoje estão aqui para voltar a TNA, digo isto para Great Muta, Matt Hardy e, um pouco antes, Bobby Lashley e há ainda a questão polêmica sobre o ring de seis lados, se volta ou não, tudo isto será comentado e direi qual minha opinião sobre os mesmos, assim como o passado Slammiversary, fracionando o artigo em tópicos para cada tema. Como eu prometi a vários leitores que aqui sempre estão, sempre que eu tiver a oportunidade de colocar uma música como título e centro, eu irei colocar, neste Domingo não será diferente, e Ozzy Osbourne comandará o som:

http://youtu.be/dvNXF7aGP2s

Slammiversary

Começando pelo X-Division Championship, não gostei. O vencedor poderia ser outro, afinal falta pouco para o Destination X e não vejo Sanada como um candidato de peso a tal, mas não espero ver mais um ano a ver troca do cinto principal no evento, afinal, nos dois últimos anos já houveram trocas e se continuar assim vai ficar todo ano igual e repetitivo. O que eu realmente não gostei neste combate foi como acabou e que apenas tivemos de bom aquele “spot” do Sunset Flip Powerbomb sobre as escadas de Manik em Davey Richards, quanto poderíamos ter tido um combate muito mais marcante.

E o outro combate que tenho a destacar é o main-event, que belo main-event. O Diving Elbow de Eric Young e aquele “Spear errado” de Lashley foram pontos bem altos, e ao final, Eric Young conseguiu vencer a Triple Threat Match e continuar como campeão, isto pelo menos até a Quinta-feira no outro Impact que se seguia.

Estes foram os combates que mais me marcaram no pay-per-view, um bom e outro nem tanto assim, mas acredito que presenciamos um bom pay-per-view, com todos os combates possuindo boa qualidade técnica e um grande main-event. Agora resta-nos ver como ficará o TNA World Heavyweight Championship e o X-Division Championship nas próximas semanas em relação a Eric Young e sobre o Destination X.

The Great Muta

Como será o papel de The Great Muta e se o mesmo virá a disputar e conquistar títulos seria algo bem difícil de dizer, Muta foi um nome de peso na WCW, mas será um part-time e não terá aparições regulares, afinal o mesmo já tem 52 anos e já há um tempo que vem lutando em combates com menos esforços. Entretanto, eu defendo a ideia dele vir, afinal ele vem da Wrestle-1 e a TNA tende a trazer mais wrestlers junto com ele, firmando ainda mais a parceira com este circuito.

Matt Hardy

Bem, este talvez tenha aparições mais regulares e possa fazer tag com o irmão quando o Jeff retirar a personagem de Willow. Enquanto o Willow durasse e Hardy continuasse no topo de marketing da companhia, cada um teria seu caminho, mas se ajudariam por serem irmãos. Venhamos, Jeff Hardy já tem 36 anos anos e Matt Hardy já tem 39 anos, eles são (para muitos e para mim também) a melhor dupla de sempre da história do Wrestling, tem pessoas melhores no momento para colocar os mais novos over? Eles poderiam ter esta função de desenvolver os mais novos recém-chegados.

Bobby Lashley (TNA World Heavyweight Championship)

Bom, este foi um ponto bem baixo do último Impact para mim, o gajo chegou faz pouco tempo à TNA (No LockDown deste ano, alguns meses), se torna heel ao se juntar com MVP, conseguiu uma Title Shot no Slammiversary e no último programa semanal e vence sem mais nem menos, aonde o booking que recebeu foi decente apenas nos últimos tempos; isto foi uma decisão um tanto quanto acelerada da TNA para mim. Como Eric Young está a lutar contra uma autoridade, se calhar o primeiro reinado de Bobby Lashley é temporário e daqui a pouco Eric volta a estar com o título.

Ring

Bem, quanto foi noticiado aqui no site, percebi nos comentários que bastante gente aprovou a ideia da volta do ring de seis lados, entretanto eu vou ter que discordar por alguns motivos, mas cruciais para a queda da ideia e a permanência do bom, velho e tradicional ring de quatro lados. A primeira é que, isto não é “diferente da WWE”, mas sim diferente de tudo, é algo diferente e até mesmo bacana de se ver, mas não concordas que é algo um tanto quanto… indy? O Wrestling é caracterizado pelo ring de quatro lados, não acredito que com a TNA tenha de ser diferente.

“Então as pessoas que não lutam estão a deixar as pessoas que não lutam decidir onde eu tenho de lutar? Grande ideia… Meu corpo, meu voto. Este é o problema do wrestling, deixar pessoas que nunca o fizeram e nunca puseram o corpo em risco a mandar. Não me entendam mal, eu penso que a voz dos fãs deve ser ouvida e sou a favor das experiências interactivas, mas não tenho a certeza se este é o local apropriado para isso e os potenciais riscos para os lutadores pesam mais que os potenciais ganhos. Para os curiosos, um ringue de seis lados é mais duro para o corpo e mais difícil de nos movermos especialmente do topo das cordas.” – Austin Aries

Bem, não só os movimentos de diving poderiam se tornar mais difíceis, mas venhamos que combates de tag-team eram um tanto quanto desorganizados quando havia este ring. Entretanto, a história de danos é velha, afinal as cordas tinham que ficar mais tensas, o que causava uma exigência física maior e o risco de lesão aumentava por causa das mesmas. Como Austin Aries disse, estão colocando pessoas que não fazem o espetáculo a decidir, o que é um erro, e se este ring causa sérios danos, então talvez seja melhor repensar entre a mudança e a conservação.

Este foi o Sharpshooter desta semana, falando sobre voltas e um leve olhar sobre a TNA. Por falar em voltas, veremos que Espanha e Inglaterra já estão de malas prontas para reencontrar seu país de origem. Para ser bem sincero, eu, brasileiro, estou torcendo (com exceção de Holanda e Portugal) para todos os europeus se darem mal nesta Copa do Mundo, e todos voltem mais depressa para suas casas! Mas “voltand”o aos assuntos centrais do artigo, o que você, leitor, tem como opinião sobre:

Lashley como campeão? A volta de Muta e Hardy à TNA? E sobre o ring de seis lados?

Sobre o Autor

- Curitibano, brasileiro e torcedor do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense e colaborador no WPT, como escritor do quadro Sharpshooter. A quem gostar dos artigos e quiser me adcionar ao Facebook para ter mais de Wrestling e demais assuntos do nosso cotidiano, sinta-se à vontade! Apenas procure por: Bruno do Nascimento Costa. Peço apenas que, caso adicione, me mande uma mensagem, se identificando como leitor assíduo do WPT.

19 Comentários

  1. sheamus17 - há 2 anos

    Vai ser o Austin Aries a ganhar o x division title ao Sanada.

  2. JoãoRkNO ® - há 2 anos

    Bom trabalho . Como já disse em outros post’s não sou o favor do Lashley a campeão , mas acredita que se o MVP não estivesse lesionado iria ser ele próprio o novo campeão , e entre ” dois pães sem sal ” sempre prefiro o Lashley que me agrada bastante dentro do ringue . Para mim , os regressos do Matt e do Muta passam-me ao lado , mais no caso do Muta é claro , porque em relação ao Matt não vejo grande coisa para ele , porque também não estou a ver o Jeff largar a personagem do Willow tão cedo . Por último e em relação ao ringue de seis lados para mim é indiferente , mas para os lutadores está mais que visto que é prejudicial , tanto a nível de combate como das lesões .

  3. John_3:16 - há 2 anos

    Bom artigo gostei.

  4. Hildo - há 2 anos

    Excelente trabalho.

    Lashley como campeão?

    Meh, ridiculo o que ele fez pra merecer isto? ah, sim ele é um ex WWE…

    A volta de Muta e Hardy à TNA?

    Se for bem utilizado é um grande nome e só tem a acrescentar para a TNA.

    E sobre o ring de seis lados?

    Eu até era a favor, até ler o que o Aries disse na noticia e concordo 100% vou dizer aqui o que disse na noticia, ele tem razão, as vezes nós pensamos apenas no nosso lado, o dos fans e não pensamos se seria prejudicial aos lutadores ou não.

    • Obrigado, Hildo! Entre Lashley e Eric, com certeza Eric, mas contanto que Lashley não descredibilize o cinto, por mim tudo bem! Sobre o ring, isto sempre deveria ser ideia dos wrestlers e colocados para eles, não para o público que “apenas” assiste e não pratica.

  5. danielLP21 - há 2 anos

    Concordo com o que dizes em relação aos Hardyz. Bem utilizados, podem ajudar a elevar os mais jovens na divisão de Tag Team.

  6. Malco Canedo - há 2 anos

    Belo artigo. Obrigado por colocar uma música do Ozzy nesse espaço.

    Lashley como campeão? Decisão meio idiota, dar o título a um ex-WWE não vai ajudar a credibilizar o título, ainda mais com o Lashley, que só me agrada em ringue, eu gostaria de ver o título com o MVP se ele não estivesse lesionado, apenas como transitório.

    A volta de Muta e Hardy à TNA? Acrdito que eles estarão aí para valorizar talentos, mas eu tenho minhas dúvidas em elação ao Muta.

    E sobre o ring de seis lados? Para mim não faz muita diferença, mas devido ás razões que você mostrou aí, opto por eles manterem o ringue tradicional, caso eles voltem com o ringue de 6 lados, então Aries, Adapt or Perish…

  7. CMJohn - há 2 anos

    Hardy vs Lashley pelo título

  8. Já me enjoa ver Austin na X-Division, ele merece mais que isto

  9. Obrigado, JoãoRkNO! O Lashley é muito bom de fato dentro do ring, mas torço para ele mostrar algo como campeão caso não seja apenas algo temporário.

  10. Obrigado, Malco! Obrigado pelo feedback da música.

    A decisão do Lashley achei um tanto quanto precipitada, mas torço para que seja temporário e/ou ele realmente traga algo de bom ao principal cinto da TNA. Sobre o ring, não só pelo fato de eu achar um tanto quanto indy, mas pelos riscos que o traz, prefiro o tradicional de quatro lados.

  11. Eu já havia visto no Facebook e até compartilhei, mas não sei se… Willow is Coming, e se haverá surpresas…

    • Hildo - há 2 anos

      Ou o Retorno do Matt Hardy e custar o combate para o Jeff… ya! Royal Rumble 2009 ainda me trás lembranças

  12. Alexandre Romano - há 2 anos

    Excelente artigo.
    Também não gosto do Lashley como campeão mas as sempre ele que o MVP, mas entre os três da stable do MVP preferia o Kenny King. Em relação a Matt e Muta acho que eles podem ter bons combates dentro da companhia só espero que não metam o Hardy como World Champion. Já o ringue gostava de ter o regresso do ringue de seis lados para a TNA se diferenciar das outras companhias.

  13. Obrigado, Alexandre Romano! O Kenny King, acredito eu, que, no futuro, terá suas oportunidades e chegará sim a se tornar o campeão supremo. O ring de seis lados, já disse que acho meio indy, mas estou mais contra por causa do riscos que os lutadores dizem estarem expostos…

  14. Control - há 2 anos

    Um bom artigo,bela musica alias..

    Não gosto de Lashley como campeão e também achei uma atitude precipitada por parte da TNA.As voltas são sempre bem vindas ainda mais quando se fala dos Hardy boyz juntos,vamos esperar o Hardy largar este seu personagem.O ringue de seis lados é algo diferente oque leva curiosidade para quem nunca viu ou o queria de volta,mas os fãs não estão lá para saberem oque é,Austin foi perfeito em sua colocação tbm não concordo com o ringue de seis lados..

  15. Obrigado, Control! A atitude de Lashley com TNA Champion foi algo realmente apressado, poderiam ter tido mais tempo. O ring de seis lados (acabou de sair a votação) venceu e de uma forma esmagadora, já era de se esperar para mim este erro, o Austin é um exemplo dos que não aprovam e este ring não deveria voltar pelo bem-estar dos lutadores, de quem faz o espetáculo, não por quem não o faz…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador