Existem 2 vagas na Equipa do Wrestling PT para publicar notícias. Contacta-nos!

Shattered Dreams #4 – Shield’s Weak Link?

O fim está próximo. Tudo de bom o tem, um fim. Depois de mais de um ano a fazer maravilhas, os “Hounds of Justice” parecem estar perto de terminar.

Independentemente de como acontecer, The Shield será sempre recordada como uma das maiores “stables” da última década, e contra isso, nada se pode fazer.

Algo que há muito se previa e se continua a prever, é o sucesso dos membros do grupo: Ambrose parece ser o que mais sucesso terá e não é nada de errado contar com ele no Main-Event e Roman Reigns parece estar a impressionar cada vez mais, a juntar ao apoio que tem nos bastidores. Com isto, fica a questão, quem será o elo mais fraco dos Shield? Sejam bem-vindos a mais uma edição do Shattered Dreams!

Dos  três membros do grupo, acima apenas referi dois, sendo os que acho que mais sucesso terão, mas, será mesmo merecido?

Este grupo estreou-se há pouco mais de um ano e desde cedo começou a fazer furor. As suas vignettes eram muito boas, a sua estreia foi das melhores de sempre e era reconhecido um enorme talento a todos os membros. Embora que Ambrose e Rollins já tivessem uma massa de fãs considerável dos territórios de desenvolvimento, Reigns foi o que mais deu nas vistas, talvez devido ao seu porte físico. Mais tarde também Dean e Seth se juntaram ao estrelato, a impressionar tanto em ringue como ao micro e conquistando a maioria dos fãs.

Uma das leis fulcrais para o sucesso deste grupo é o tratamento de todos os membros por igual. Enquanto que num grupo de “Psychotic guys” como a Wyatt Family, o líder é Bray Wyatt e está previsto ser este a atingir o Main-Event, num grupo tão ou mais talentoso como os Shield, todos devem ser tratados por igual.

Curiosamente, esta lei foi desde cedo quebrada. Dean Ambrose, prepositadamente ou não, começou a destacar-se mais do que os outros seus colegas. Quando o grupo teve as suas oportunidades pelo ouro, não só foi Ambrose quem venceu o título individual, como é o único campeão atual do grupo e o único membro a ter participado no Money in the Bank. Mais tarde e atualmente, Roman Reigns é o que se sucede. O homem que executava a “triple powerbomb”, o homem que levava a multidão ao rubro com os seus magníficos “spears” e o homem que eliminou 4 elementos do combate 5 vs 5 no Survivor Series. O seu nome consta na lista de talentos a apostar no próximo ano e tal parece estar a começar a ser feito.

Depois desta descrição, facilmente se deduz que Rollins parece ser o que menos destaque tem e que menos destaque terá. Será este o elo mais fraco da “stable”? Vejamos os factos:

Depois de passagens por vários circuitos independentes e territórios de desenvolvimento, Rollins era visto como um “Main-Eventer das sub-categorias”, sendo que em todas essas promoções, desde a ROH ao NXT, conseguiu sempre chegar ao topo. Será que também não o consegue fazer num palco tão prestigioso como o da WWE ?

As suas características são bastante apetecíveis e a revela uma grande margem de evolução. Mesmo antes de se estrear, já possuía a sua própria reputação na empresa de Stampford, sendo que o primeiro campeão do NXT tinha de ser, no mínimo, alguém carismático.

Pois bem, o carisma é um dos pontos a seu favor.

O seu look, diga-se de passagem, é tudo menos monótono. O seu cabelo colorido dá sem dúvida nas vistas e consegue só por si uma percentagem do destaque de Rollins. O tamanho não é algo de fascinante, mas não é novidade para ninguém o número de grandes triunfos de baixa estatura. O seu tamanho é o ideal tendo em conta que o favorece na execução de grande parte das suas manobras e parece agradar à maioria do público, ou não fossem Punk, Bryan e Ziggler tão populares entre os fãs.

Consigo ver um pouco de Justin Gabriel em Rollins, sendo que apesar de se saírem aceitavelmente bem com personagens heel, são típicamente babyfaces e isso confirma-se com estatuto alcançado com tais facetas.

E se Justin e Seth são semelhantes nas suas veia carismáticas, ainda mais o são em ringue, na qualidade que considero ser a melhor no reportório do “first NXT champion”.

Ambos apresentam uma enorme versatilidade no seu move-set, conjugando um menos extravagante estilo aéreo com puro wrestling técnico, criando uma excelente ligação com os fãs. Rollins tem também uma enorme força de braços, usada para aplicar credíveis body slams e é ainda portador do maior “poder de sell” de toda a companhia, a par de Dolph Ziggler. Apesar do último estar em baixo de forma, este consegue ser um pouco overseller, chegando por vezes a exagerar e fazer-me temer pela sua saúde.

Ora, se a sua habilidade em ringue é o seu sexto sentido, a habilidade ao microfone é o seu Calcanhar de Aquiles. Ironicamente, considero-o overrated nesta categoria e passo a explicar: vejo em Rollins exatamente aquilo que vejo em Randy Orton, ou seja, não é tão mau como o pintam. Orton pode não ser um mestre de microfone na mão, mas o que diz, mesmo que não seja incrível, é consistente e acertado, o suficiente para o que a sua personagem exige. Aliás, este já deu provas de mais nos tempos da sua personagem “Legend Killer”, onde um feitio tão vilanesco como aquele exigia muito mais discurso. Com Rollins acontece a mesma coisa, as suas mic-skills melhoram enquanto heel. E junto de Seth podia acrescentar nomes como Morrison ou Michael Cole.

Será isto um ponto negativo? Não, aliás, lá por serem melhores numa coisa, não quer dizer que sejam más na outra, simplesmente não são tão boas. Prova disso é a comparação entre a personagem de Rollins no NXT e o seu percurso como membro dos Shield. Evolução? Muita mesmo. Os seus discursos são bastante mais acertados mas com isto não se quer dizer que eram ilógicos ou irracionais, simplesmente eram suficientes para o que a sua personagem pedia. O que lhe falta atualmente? Talvez um pouco de credibilidade nas suas frases, mas com a margem de evolução que já mostrou com apenas 27 anos, não terá Rollins mais tempo para evoluir?

Seth Rollins reúne todas as condições necessárias para se assumir numa carreira a solo e atingir planitudes muito mais elevadas do que o terrível mid-card. Se fosse eu um dos membros da equipa criativa, acho que preparava qualquer coisa como isto para o futuro próximo de Rollins:

Visto que Ambrose e Reigns foram construídos como os que mais destaque terão e já deram indícios de um mínimo confronto, não seria de todo uma má ideia iniciar uma rivalidade entre ambos. Depois de uma suposta luta com a Wyatt Family em plena Wrestlemania, os dois membros envolvem-se numa briga que distrai Rollins, sendo que este sofre o pin, perdendo a luta. Depois disto, numa futura luta com Rollins como árbitro, este é brutalmente atingido pelos ex-parceiros, culminando num triplo confronto e numa luta a três, com Rollins a sair vencedor como twenner. Depois pode tirar umas férias para escolher uma personagem, trabalhá-la e mais tarde regressar para a poder apresentar. Pessoalmente, sempre gostei da personagem de Steve Blackman e acho que se enquadrava perfeitamente em Rollins: um perito em artes marciais e com o dom do uso da kendo stick, coisa na qual deposito total confiança em como irá vender em termos de marchandise.

Depois de toda esta análise, partilham da minha opinião ou será Rollins o Shield´s Weak Link? Continuação de uma excelente semana!

Sobre o Autor

5 Comentários

  1. José Sousa - há 3 anos

    Eu sinceramente espero bem que ele não seja o elo mais fraco dos Shield. Sei que sonhar com o Rollins no main-event é improvável agora que estamo no caminho da unificação, mas acho que ele seria um bom Intercontinental Champion pelo menos.

  2. Patrick Figueiredo - há 3 anos

    Para mim ele é o mais talentoso dos Shield.

  3. lana - há 3 anos

    Pra mim o Rollins é o melhor no ringue e ponto.
    Mas eu já percebi e me conformei que ele vai ser mesmo o menor dos tres

  4. danielLP21 - há 3 anos

    Não é uma questão de talento. O Roman Reigns e o Dean Ambrose estão destinados ao topo. Se não forem “main-eventers”, a WWE cometerá um crime. No caso do Seth Rollins, embora não fique muito atrás dos seus parceiros, já não tenho essa imagem. Acho que pode ganhar o título principal uma ou duas vezes, mas ser uma espécie de Chris Jericho, Chris Benoit, Dolph Ziggler ( mas com um melhor “booking” que este último!).

    Não é o elo mais fraco, nem sequer é mau, simplesmente os outros estão destinados ao topo, caso tudo corra dentro do normal.

  5. Lk - há 3 anos

    Para mim o elo mais fraco é o Ambrose , o rollins tem muito talento e o reigns tambem , eles os 2 seram world champions um dia , o ambrose n acho ke seja world champion!

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador